Algumas coisas podem esperar!

Santos Futebol Clube


O Suicide Awareness Voices of Educations (SAVE), organização dedicada à prevenção do suicídio, apresenta alguns alertas de comportamento, como dormir muito pouco ou demais, exibir mudanças extremas de humor, isolamento, mostrar raiva ou demostrar desejo de vingança, agir com ansiedade, agitação ou imprudência, dizer que está desesperançoso ou que não tem propósito na vida. Portal da Cidade de Louveira

A genética, a poluição e até os agrotóxicos podem ser considerados como catalisadores de transtornos mentais, também existem fatores como estresse, mudanças bruscas na rotina e acontecimentos que desestabilizam o ser humano, como a perda de familiares. Os jovens são mais afetados por estarem ainda com o cérebro em desenvolvimento.

Se você está passando por um momento difícil, o Centro de Valorização da Vida (CVV) conta com telefones que oferecem auxílio 24 horas, sem custo. Ligue 188 e peça ajuda. Você vai ser acolhido, você vai ser ouvido. Ligue 188 ou converse através do CHAT.

Compartilhar sobre o quão suscetíveis podemos ser, e dividir nossos medos e fraquezas nos afeta profundamente, mas é uma das melhores maneiras de diminuir o fardo das aflições. A campanha do Setembro Amarelo acontece desde 2014, através de uma parceria entre CVV, Conselho Federal de Medicina (CFM) e Associação Brasileira de Psiquiatria (ABP), e visa intensificar a prevenção do suicídio. Blog Netion

Também é possível pedir ajuda através do site, clicando AQUI.


A cor e o mês para a campanha não foram escolhidos à toa, o amarelo representa a chama da vida e a esperança, já setembro, foi escolhido por ser o mês com maior índice de suicídios no mundo e em comemoração ao dia 10 de setembro (Dia Mundial de Prevenção ao Suicídio).

Setembro Amarelo é uma campanha organizada pela Associação Brasileira de Psiquiatria (ABP), em conjunto com a Associação Médica Brasileira (AMB), o Conselho Federal de Medicina (CFM), a Federação Nacional dos Médicos (FENAM) e outras entidades como o Centro de Valorização à Vida (CVV).


No Brasil, é possível receber assistência gratuita nos Centros de Atenção Psicossocial (CAPS), em algumas universidades, e entidades que prestam serviço social e acompanhamento psicológico e psiquiátrico. Além disso, o Centro de Valorização da Vida (CVV) é referência em apoio e assistência emocional, recebendo até 800 mil ligações por ano através do telefone (141). TV Gazeta

Mas que dogs


“Onde houver ódio que eu leve amor”


“Ele disse: ‘Mas, mãe, é só um beijo! A minha escola não tem gás há dois dias. Não era isso que o prefeito deveria estar vendo?'”, afirma a Camila Motta, 30 anos, a ideia do cartaz veio do menino, sem nenhuma interferência de adultos. Lola Ferreira – UOL Entretê

Estude mais: PANCADARIA DO Ó, RELATÓRIO FIGUEIREDO, Obrigado Senhor, pela Montanha, Marx escreve uma carta de repúdio ao professor, OS CÃES, 1984!, THE LONE RANGER, MC SOFFIA, Outras caras, A história de sempre?, PRESÍDIOS NO REGIME MILITAR, Cantada de Natal

Carro da Tesla completa órbita ao redor do Sol

Starman, nome do passageiro que está em um Tesla Roadster que vaga pelo espaço, completou uma órbita ao redor do Sol. Enquanto nós levamos 365 dias para este feito, o carro vermelho está neste trajeto desde fevereiro do ano passado, marcando 557 dias para a volta completa.

A conta do tempo e da distância é feita pelo site Where is Roadster, que acompanha a aventura de Starman em tempo real. Além de vagar pela escuridão do espaço e de já ter passado de Marte, o site afirma que o Tesla se afaIMPRESSORA BRAILE FEITA EM LEGOsta do Sol em uma velocidade de 1.850 km/h e que a distância percorrida é grande o suficiente para andar em todas as rodovias da Terra por quase 34 vezes.
Starman ficará próximo da Terra no ano que vem, no dia 5 de novembro. Depois desta data, a proximidade voltará a acontecer apenas em 2047, 17 anos depois da previsão dos Estados Unidos de ter levado humanos para visitar Marte – marcado para acontecer a partir de 2030. tecnoblog
O Tesla saiu da Terra de carona com o Falcon Heavy em sua missão inaugural, foguete da empresa SpaceX e que tem o mesmo dono da fabricante de veículos totalmente elétricos que criou este carro: Elon Musk.

Enxergue mais: NIKOLA TESLA, QUEM MATOU O CARRO ELÉTRICO?, Telhas fotovoltaicas, 900.000 km de elétrico, MOVIDA A ÁGUA, Starlink Musk Skynet, TURBINA EÓLICA CASEIRA, FUSCA HÍBRIDO, VIABILIDADE???, Tesla surf, FUSCA ELÉTRICO – RESGATE DE CARROS CLÁSSICOS, 8 palestras do TED com imigrantes que criaram empresas incríveis, LIVE: STARMAN DRIVING IN SPACE

Matrix 4: ???

A julgar pela previsão de início da produção (2020), não deve acontecer antes de meados de 2021. Ao menos dois integrantes do elenco original estão garantidos no filme: Keanu Reeves (Neo) e Carrie-Anne Moss (Trinity).

Tudo o que sabemos neste momento são teorias e nada mais. Segundo uma delas, publicada no site Reddit, Matrix Revolutions indicou um caminho para o quarto filme: nos momentos finais do filme, a Matrix teria sido aperfeiçoada e reinicializada em uma nova Quarta Era, a Neo Matrix. Esse seria o ponto de partida do novo longa.

As irmãs Wachowski sempre adotaram a postura de negar qualquer rumor sobre Matrix 4 antes da confirmação oficial. O estúdio Warner Bros em parceria com a produtora Village Roadshow estará por trás do projeto. Lana Wachowski vai produzir, dirigir e escrever o novo filme. O roteiro terá colaboração de Aleksandar Hemon e David Mitchell. É a primeira vez que roteiristas convidados participam da franquia. Ambos são romancistas conceituados na língua inglesa, com vários prêmios e best-sellers no currículo.
Na geopolítica, a nova onda da extrema direita, combinada a escândalos envolvendo fake news e manipulação de dados, também podem ser vistos como combustível para o renascimento do projeto. uol – Entretê
Por enquanto a Warner não oficializou a data de estreia do longa, mas há algumas pistas. A Variety afirma que as filmagens devem ter início no começo de 2020, algo que pode indicar o lançamento em meados de 2021. Uma das apostas mais comuns dos estúdios é lançar grandes blockbusters no verão americano, entre abril e julho. Omelete

Matrix’ foi lançado em 1999 e aclamado pelo mundo ao uso de efeitos visuais pioneiros. O original ganhou quatro Oscars e arrecadou 463 milhões de dólares em todo o mundo. Seguiram-se duas continuações, ‘Matrix: Reloaded’ e ‘Matrix: Revolutions’, ambas lançadas nos cinemas em 2003. Além disso, os filmes também geraram videogames e livros de sucesso.

Vale lembrar que a trilogia ‘Matrix‘ arrecadou US$ 1,6 bilhão de dólares para a Warner Bros Pictures. CinepPop

Poetize-se: Via Láctea pelo navegador, Jornada ninja, Signo Geek, Quarto poder, O mar de Aral virou areia., Vida inteligente., Reign Over Me, Saindo da Matrix, OceanX, Wikipédia, The Matrix Norris, 30 Matrix indígenas, Matrix Reverse

O globo pisou na lua

“Acabei de postar aí uma matéria sobre o Merval Pereira. Palestra por 375 mil reais, tá legal? Tá ok? 375 pau uma palestra no Senac, tá ok? Façam matéria agora. Se vocês não fizerem nenhuma matéria sobre isso amanhã no jornal eu não dou mais entrevista pra vocês, tá legal? Tá combinado? Toda a imprensa. Tá combinado? E tem mais nome também, eu só botei um nomezinho hoje. Não estou perseguindo ninguém. Agora, gastar dinheiro público pra palestras, aí é brincadeira. Fica escrevendo o tempo todo lá críticas, criticar mas mostrar que é uma pessoa isenta, né? Imprensa isenta. Se não fizerem matéria escrita amanhã nos jornais, não tem mais entrevista pra vocês aqui, tá legal?” Gilberto Dimenstein – Catraca Livre

Fato ou Fake: 5 dicas de como checar uma mensagem falsa. Roney Domingos – G1

The Family: Democracia Ameaçada

A minissérie “The Family: Democracia Ameaçada”, Netflix, mostra questões que te farão pensar em uma teoria, considerada por muitos, “conspiratória”.

Você já pensou que pode existir um poder acima do poder? Que pode haver um grupo que toma decisões independentemente do governo que foi eleito?

Inspirada no livro “The Family: The Secret Fundamentalism at the Heart of American Power”, do autor Jeff Sharlet, a série, de apenas 5 episódios, coloca o espectador dentro de uma trama que mistura filmagens de reconstituição, depoimentos reais e outros registros históricos. Catraca Livre

Uma viagem de bicicleta

O Curta “Uma viagem de bicicleta” foi lançado em 2007 e recorda o passeio de bicicleta alucinante que fez o químico Albert Hoffman sob a influência do LSD.

Em Abril de 1943 o químico Albert Hoffman descobriria por engano, os efeitos do LSD.

Hoffman morreu em 2008, um ano antes, em 2007, três animadores italianos criaram uma viagem de bicicleta, um curta-metragem de quatro minutos recria o primeiro ciclista sob a influência do ácido na história. O fato é lembrado a cada ano: 19 de abril Dia de bicicleta, data ímpar para toda história do ciclismo mundial.

Lorenzo Veracini, Nandini Nambiar e Marco Avoletta são os autores deste trabalho interessante, que através do infográfico nos leva à experiência delirante e perturbadora do Dr. Hoffman, assistam e deixem seus comentários!
Boa Viagem…

A bicycle trip (Short-film 2007) – Vimeo

A bicycle trip (Short-film 2007) from lorenzo veracini on Vimeo.
Veja também: Na contramão?, Bike or die!, Opção de escolha?, Vergonha alheia!!!, Instituto Pindorama, voluntariado., Pet é tudo de bom, Casas de Mediação, Bicicleta emprestada!, Milton Friedman

Os desafios da transição energética

O setor de energia passa por um momento crucial de transformação. Inovações relacionadas a fontes renováveis, veículos elétricos e capacidade de armazenamento de eletricidade devem mudar a forma como geramos e consumimos energia nas próximas décadas. G.Lab para EY – Valor
No cenário da transição energética global, o Brasil tem características distintas dos países que correm contra o tempo para descarbonizar seu ecossistema de energia, principalmente na Europa. Capitaneada pelas hidrelétricas, a matriz nacional já é uma das mais limpas do planeta. “Nossa questão não é o quanto vamos limpar nossa matriz, mas como vamos prepará-la para suportar as demandas e inovações da transformação energética”, afirma Carlos Assis, sócio-líder do Centro de Energia e Recursos Naturais da EY para a América do Sul.

As grandes companhias de petróleo já iniciaram o movimento de diversificar as atividades para antecipar um novo cenário energético. A aposta é nas energias renováveis. A norueguesa Equinor inaugurou, em 2018, seu primeiro projeto de geração solar no mundo, em Quixeré, no Ceará. A empresa também firmou parceria com a Petrobras para a produção de energia eólica offshore, com parques de turbinas em alto-mar.

A estatal brasileira incluiu no seu plano estratégico para 2040 atuar em negócios em energia renovável. No final de 2018, anunciou a criação de uma joint venture com a francesa Total para desenvolver uma carteira de projetos nos segmentos solar e eólico. E, em fevereiro de 2019, assinou com o Centro Suíço de Tecnologia e Microtecnologia um acordo de cooperação para o desenvolvimento de painéis fotovoltaicos flexíveis.

A previsão é de que os investimentos se intensifiquem nos próximos anos, e as empresas de óleo e gás assumam a liderança na transformação energética.

Por transição energética, entende-se uma mudança estrutural em um sistema energético. Várias transições energéticas ocorreram na história da humanidade. A transição energética em curso é chamada de descarbonização porque visa a substituição de fontes energéticas que causam aquecimento global e consequentes mudanças climáticas (combustíveis fósseis como petróleo, e carvão) por fontes não emissoras de gases causadores do efeito estufa (fontes renováveis e nuclear).
Em 2018 o mundo experimentou um aumento de 2,8% no consumo de energia primária. Só o gás natural cresceu 5,3% em todas as matrizes energéticas, pari passu ao aumento de 2% das emissões de gases de efeito estufa, muito em função do também aumento do uso do carvão (BP, 2019). Existe ainda, contudo, um desequilíbrio entre o uso de energias renováveis e energias fósseis. Mesmo assim as energias renováveis atingiram a sua maioridade, e em várias economias já são bastantes representativas nas suas matrizes energéticas. Os caminhos brasileiros na transição energética sobre duas óticas: a primeira é o crescimento robusto da demanda de energia, principalmente no mundo em desenvolvimento – incluindo óleo e gás, o que cria uma dificuldade para a descarbonização; e a segunda, que confiar apenas em energias renováveis pode deixar o sistema instável, gerando algum desequilíbrio momentâneo. cenários Petróleo

Os desafios do Brasil em um mundo em transição energética

O Brasil do pré-sal, das descobertas de Sergipe-Alagoas e da Foz do Amazonas tem muito óleo ainda a consumir e se afasta do modelo internacional preconizado descarbonizado, em um primeiro momento

Por transição energética, entende-se uma mudança estrutural em um sistema energético. Várias transições energéticas ocorreram na história da humanidade. A transição energética em curso é chamada de descarbonização porque visa a substituição de fontes energéticas que causam aquecimento global e consequentes mudanças climáticas (combustíveis fósseis como petróleo, e carvão) por fontes não emissoras de gases causadores do efeito estufa (fontes renováveis e nuclear).

Em 2018 o mundo experimentou um aumento de 2,8% no consumo de energia primária. Só o gás natural cresceu 5,3% em todas as matrizes energéticas, pari passu ao aumento de 2% das emissões de gases de efeito estufa, muito em função do também aumento do uso do carvão (BP, 2019). Existe ainda, contudo, um desequilíbrio entre o uso de energias renováveis e energias fósseis. Mesmo assim as energias renováveis atingiram a sua maioridade, e em várias economias já são bastantes representativas nas suas matrizes energéticas. Assim, dois pontos fundamentais pautam esse artigo, que visa discutir rapidamente os caminhos brasileiros na transição energética: o primeiro é o crescimento robusto da demanda de energia, principalmente no mundo em desenvolvimento – incluindo óleo e gás, o que cria uma dificuldade para a descarbonização; e o segundo, que confiar apenas em energias renováveis pode deixar o sistema instável, gerando algum desequilíbrio momentâneo.

Figura 1: Evolução temporal do consumo de energia primária e emissões de CO2 associadas. Fonte: Adaptado de BP Statistical Review, 2019.

Pela teoria dos recursos naturais, os países devem usar os recursos energéticos que possuem em maior abundância e que sejam de menor valor. No caso do Brasil, as vantagens competitivas são muitas: água, sol, vento, biomassa, e ainda, óleo e gás. Uma matriz diversificada traz a possibilidade de uma transição energética tanto via gás natural – e assim com o incremento do uso de combustíveis fosseis – quanto via energias renováveis. Vale destacar que há o entendimento de que em um processo de descarbonização, não há a participação de nenhum combustível de origem fóssil e, dessa forma, não incluiria a utilização do gás natural para esse fim[1].

Figura 2: Variação percentual anual da demanda de energia e emissões de carbono no mundo. Fonte: Adaptado de BP Statistical Review, 2019.

Entretanto, via gás natural parece a alternativa inicial, uma vez que vários países têm usado o gás natural como combustível de transição, por este emitir uma menor quantidade de GEE do que o óleo e o carvão. O espraiamento do uso do gás natural no mundo se deveu à descoberta de reservas e formações em vários países do mundo, e principalmente, à tecnologia do GNL[2], que permitiu a exportação desse gás via transporte marítimo. Dessa forma, uma maior quantidade de gás no mercado o tornou mais competitivo e reduziu o valor da molécula no mercado internacional. Trata-se de um “sub-step” no caminho da transição energética: usar um energético abundante, menos emissor, enquanto se transita para uma matriz completamente limpa, e por tal, de mais complexa administração.

No Brasil, fala-se de quatro milhões de barris/dia de produção de petróleo para daqui a alguns anos. Muito pautado no sucesso dos leilões de áreas de exploração que têm sido feitos, nas alterações regulatórias propostas e executadas, e na santidade dos contratos assinados, por meio da ação da ANP. Como dito, os recursos naturais mais abundantes e mais baratos serão utilizados como forma de desenvolvimento econômico e social de uma economia. Com isso, o Brasil do pré-sal, das descobertas de Sergipe-Alagoas e da Foz do Amazonas tem muito óleo ainda a consumir e se afasta do modelo internacional preconizado descarbonizado, em um primeiro momento.

Figura 3: Previsão de produção de petróleo e o número de plataformas esperadas para os próximos anos

Fonte: FGV Energia, 2019.

Sobre o mercado de gás natural, este ainda é uma incógnita no Brasil, apesar de estar em um momento muito particular e propício ao seu desenvolvimento. Entendeu-se recentemente, por exemplo, que o monopólio do gás prejudica a própria Petrobras, e com isso a empresa começou a se desfazer de alguns de seus ativos, deixando o mercado otimista em relação a entrada de novos agentes, e, no médio/ longo prazos, à queda dos preços. Outrossim, é importante que sejam fomentadas ações, legislações, resoluções, decretos que incentivem a concorrência pois, em um mercado competitivo, o consumidor é mais protegido e os preços tendem ao equilíbrio. Entretanto, independente da sobrepujança do gás, é importante considerar todas as fontes de energia disponíveis, donde suas características únicas sejam capazes de acomodar as especificidades dos sistemas energéticos, inclusive o óleo.

Para além da transição para um energético imediato, abundante e de menores emissões, faltam-se discutir a questão das novas indústrias e seus impactos no consumo de energia. E hoje o principal desafio dessa natureza é se pensar em como fazer isso. A transição para o gás natural, assim como a continuidade da utilização do óleo cru, já está posta. Falta discutir o porvir. O porvir em relação ao papel das cidades, às questões geopolíticas, de segurança energética, de descentralização, de economia de escala, de crescimento econômico, de preços relativos, o papel do governo, o papel do regulador, das políticas de meio ambiente, entre outras.

Uma análise de mais longo prazo da questão da transição energética perpassa a própria estrutura da matriz energética brasileira associada à indústria 4.0. Acredita-se que hoje estejamos na quarta revolução industrial, que mudou a vida das pessoas impactando diretamente no modo e na quantidade de energia consumida no Brasil e no mundo. O que se chama hoje de indústria 4.0 é a indústria da inteligência artificial, da realidade aumentada, da internet das coisas, do machine learning, impactando sobremaneira o setor energético. Fernanda Delgado

Com exceção do caso brasileiro, os países do BRICS contam com elevada participação de fontes fósseis na matriz energética. Analisando as tendências dos vetores da transição, percebemos que esses países ainda estão atrasados na difusão de renováveis em relação aos países líderes, mas os ganhos de eficiência associados à expansão de fontes modernas foram significativos. A China tem mostrado um forte compromisso para a redução de emissões, e a escala dos programas de ampliação de fontes renováveis é destacada. A elevada participação de fontes renováveis particulariza a transição brasileira, em que as novas fontes renováveis, eólica e solar, têm o papel de compensar a perda de participação da energia hidrelétrica. Índia e África do Sul combinam os objetivos de transição aos de inserção social por meio do acesso à eletricidade, e a abundância de recursos fósseis acarreta menor engajamento da Rússia com a transição. As complementariedades e as similaridades no processo de transição energética resultam em oportunidades de cooperação entre os países do BRICS, pois há muito espaço para uma estratégia conjunta de transição energética. TD 2495 – Política Energética no BRICS: desafios da transição energética – Luciano Losekann e Felipe Botelho Tavares, Brasília, julho de 2019. ipea

Google Station

O Google anunciou que o projeto Google Station chegou a São Paulo.

A iniciativa fornece pontos de acesso à conexão wi-fi gratuitamente em locais como pontos de ônibus, parques e praças. Por enquanto, o projeto está limitado a 80 estações espalhadas pela capital paulista.

O Google Station surgiu em 2016, na Índia e na Indonésia. Em 2018, o México recebeu a iniciativa. Jovem Nerd

A iniciativa vai proporcionar conexão gratuita à internet por meio de hotspots Wi-Fi espalhados pelas cidades, por meio de parcerias com provedores de internet locais. Entre os locais atendidos estão o Parque do Ibirapuera e 17 estações de trem da CPTM. Para tirar o projeto do papel, foram feitas parcerias com empresas como a Linktel, com patrocínio do banco Itaú.
A ação é parte do projeto Next Billion Users (NBU), que pretende conectar mais pessoas à internet e empoderá-las por meio do acesso à informação. Olhar Digital

Para saber onde estão os pontos de acesso do Google Station, basta acessar o site oficial do serviço neste link.

Utilizar o serviço é fácil: basta procurar a rede Google Station nas estações, clicar em Iniciar e fornecer o número do telefone, com o DDD. Um código de verificação será enviado via SMS e deve ser inserido no campo designado. Depois, basta dar ok e navegar tranquilamente.

O país é o oitavo no mundo a receber o projeto, que tem o objetivo de expandir a conexão à Internet em países emergentes.
A ideia do Station é levar Internet rápida para quem está offline ou tem conexão ruim e “tornar as informações universalmente acessíveis”, será possível “assistir a vídeos em alta definição sem interrupção”, por exemplo, como explicou o presidente do Google Brasil Fabio Coelho. Canaltech

900.000 km de elétrico

A Tesla e os seus carros têm estado a acumular recordes em várias áreas, num mercado cada vez mais competitivo, mais que as provas e os números teóricos, os carros da marca falam por si. O Tesla mais usado do mundo tem mais de 900.000 quilómetros.

O Tesla de Hansjörg Gemmingen, um Tesla Model S P85+ está perto de alcançar a meta do milhão de quilómetros.

A lista de veículos desta lista é grande e com valores também muito elevados, @gem8mingen não tem apenas um carro nesta lista. Conta ainda com um u Roadster original com uma bateria RO80. Este carro conta já com 600 mil quilómetros.

Outro ponto destes carros face à concorrência é a sua manutenção, importa salientar que ambos os carros tiveram já as baterias trocadas pela marca. Também o carregador do Model S foi igualmente alvo de uma mudança, ao abrigo da garantia. Não é normal um carro percorrer estas distâncias livre de problemas. pplware

A título de curiosidade, refira-se que 15 dos carros listados na conta Tesla Miles pertencem a uma empresa de transporte. Outro registo assinalável foi o realizado por um Model X, da rede de táxis californiana Tesloop. Equipado com uma bateria 90D, circulou “apenas” 598 mil quilómetros.

A marca que tem enfrentado vários dissabores técnicos (e ataques da concorrência) em redor dos seus produtos, apesar dos problemas técnicos identificados nas primeiras gerações, os Model S e Model X revelaram-se muito fiáveis, mesmo em usos tão intensivos como os serviços de transporte público.

A listagem da conta Tesla Miles assim o comprova, com o 47.º utilizador (e último da lista) a assinalar mais de 260 mil quilómetros em estrada com o Model S. Aquela Maquina

Enxergue mais: NIKOLA TESLA, QUEM MATOU O CARRO ELÉTRICO?, Telhas fotovoltaicas, IMPRESSORA BRAILE FEITA EM LEGO, MOVIDA A ÁGUA,VIAGEM NO TEMPO, TURBINA EÓLICA CASEIRA, FUSCA HÍBRIDO, VIABILIDADE???, Tesla surf, FUSCA ELÉTRICO – RESGATE DE CARROS CLÁSSICOS, 8 palestras do TED com imigrantes que criaram empresas incríveis

50th Aniversary of the Moom Landing

O Doodle do Google do 18/07/2019 homenageia os 50 anos da missão Apollo 11, que levou humanos para a superfície da Lua pela primeira vez.

O vídeo narrado por Michael Collins, astronauta que pilotou o módulo, e nos mostra a jornada desde o lançamento até a volta para a Terra, além de publicar um vídeo com entrevistas e mostrando os bastidores da produção do Doodle, que conta com comentários de Collins. Foram mais de 400 mil pessoas envolvidas na missão, e há uma nova missão sendo planejada pela NASA, que quer mandar uma mulher e um homem para a Lua em 2024. Confira o vídeo abaixo (com legendas em inglês):

O foguete foi lançado em 16 de julho de 1969, pousando na Lua no dia 20 e aterrissando em 24 de julho. Jovem Nerd

“As impressive as the view was of this alien moon seen up close, it was nothing compared to the sight of the tiny Earth,” Collins said. “The Earth was the main show. The Earth was it.” SPACE.com

Palavras Perdidas: Lixo Espacial, John Titor , o VIAJANTE-ZERO, Vida inteligente., Bandeirantes Modernos, A importância do Doutorado, Vida Simples, Monte seu Fusca, , , The Martian, Milton Friedman

Presente, SIM Professor!!!

Em algumas ocasiões, a estudante de Design, Thami Maitra dos Reis, 27 anos, de Uberlândia (MG), precisa levar para a faculdade sua filha Bruna, 8 anos. Ela já ouviu dos professores comentários do tipo “se ela ficar quietinha, ela pode ficar”, mas a atitude de um professor chamou atenção. Além de recepcionar superbem a pequena, ele faz questão da sua participação na aula!

O professor da publicação chama Lu de Laurentiz e ele é da Universidade Federal de Uberlândia. As fotos são de final de maio, da aula de Geleia Geral – que fala sobre o movimento tropicalista e a estética pós-moderna. Razões para acreditar

Netflix, THE END?!?

A Netflix é uma marca muito famosa com milhões de assinatura do serviço, você tem a possibilidade ter ver seus filmes ou séries favoritos, na tela da TV ou Smartphone, é a pioneira neste tipo de serviço de streaming e essa revolução jogou a Netflix na estratosfera.

Os grandes estúdios perceberam que é melhor ter seu próprio serviço do que disponibilizar para terceiros, já estavam na disputa, como o Hulu, Amazon Prime, entre outros.

A Disney irá lançar seu conteúdo diretamente no sua própria plataforma, a Disney mais, uma das suas melhores parceiras, tendo até licenciado alguns personagens para séries originais, como o ótimo Demolidor, Jessica Jones, etc.

A Warner não irá mais renovar o contrato com a Netflix, que era vantajoso para a Warner, mas com a criação da sua própria plataforma, a Warner, assim como a Disney, não enxerga mais a Netflix como parceira, mas como concorrente. A Apple também quer uma fatia do bolo.

Em uma pesquisa feita pelo THR e Morning Consult (composta por 2.200 adultos) recente, foi constado que 35% dos assinantes com idade entre 18 e 29 anos declararam que cancelariam sua assinatura do serviço se Netflix perdesse todos os filmes de super-heróis da Marvel e 26% se todos os conteúdos Disney fosse removido.

O analista Dan Rayburn apontou que 27% dos consumidores disseram que cancelariam sua assinatura por um aumento de preço, mas desde o aumento do trimestre passado, a Netflix conseguiu 1,74 milhão de assinantes. Há também o fato de que as pessoas tendem a dizer uma coisa e a fazer outra. “O fato de perderem uma série normalmente não os força a cancelar sua assinatura”. Os Geeksonz

Presente em mais de 190 países, mais de 140 milhões de assinantes e valendo 152 bilhões de dólares na bolsa, a expectativa é que a empresa reporte faturamento na casa dos 4,5 bilhões de dólares no trimestre, crescimento de pouco mais de 20% em relação ao mesmo período do ano passado.

A Disney fechou um acordo de 71,3 bilhões de dólares para comprar a 21st Century Fox, e terá em seu catálogo, além dos tradicionais filmes de princesas e animações da Pixar, sucessos como “Star Wars” e a animação “Os Simpsons”.

A Apple, que vê as vendas de celulares iPhone em queda, anunciou em março que também terá um serviço de streaming próprio, com orçamento de 1 bilhão de dólares para a produção de conteúdo. Já a compra da empresa de telecomunicações AT&T pela Warner também fará o serviço de streaming da companhia, o HBO Go, contar com conteúdo de sobra de séries como “Game of Thrones”, “Friends” e a franquia “Harry Potter”. Exame

Enxergue mais: DIA DO VOLUNTARIADO, Cavaleiros do Zodíaco da Netflix, LIPPY E HARDY, WHERE IS MY MIND, A MEDITAÇÃO E SEU CERÉBRO, Netflix shows how to win the piracy wars, POSITIVIDADE, Hannah Baker, 17 anos, vadia e suicida., Liberdade Privatizada, THE STREET STORE, Stranger Things e a Chiquinha, Segunda temporada de ’13 reasons why’ (trilha sonora), Setembro Amarelo,você nunca esteve sozinho?, Rick and Morty

Arte mecaniza vida?

Pintando com precisão quase fotográfica, o artista sueco Simon Stalenhag desenvolve suas pinturas digitais, e imagina como seria o mundo dominado por robôs, no qual os humanos estariam escravizados e lobotomizados. Vivimetaliun

A inteligência artificial pode causar um certo desconforto e receio nas pessoas por ter grande capacidade em realizar diversos processos de forma automatizada. Entretanto, é importante se atentar à sintonia que existe entre os seres humanos e as inteligências tecnológicas. Ambos possuem limitações, mas também carregam consigo diversas particularidades fortes e indispensáveis. Isso abre uma oportunidade para que as empresas possam aproveitar o máximo do que as duas forças oferecem e minimizar as limitações de cada uma. É preciso buscar o equilíbrio desta parceria, para que um seja o complemento do outro e isso resulte em produtividade. Diamond Brasil

Enquanto a mecanização nas indústrias é necessária para aumentar a eficiência e reduzir os custos, os robôs no Japão estão caminhando para a hotelaria. O Henn-na perto de Nagasaki, por exemplo, é conhecido como o primeiro hotel a ter apenas funcionários robôs no mundo. Na recepção ficam três robôs – uma mulher humanoide, um dinossauro robótico de aparência ameaçadora com cabelo e boné e um pequeno androide. Os robôs multilíngues explicam aos hóspedes como fazer o check-in e o check-out. Um porteiro robô manipula a bagagem e leva-as diretamente para os quartos, enquanto no depósito, um braço robótico armazena a bagagem para os hóspedes. Vivimetaliun


Mude conceitos, você pode e deve: ALZHEIMER, Robôs do Face criam língua própria – mas calma, não é a revolução das máquinas, A evolução dos robôs., DIA DO VOLUNTARIADO, SUA CARA, CASAS DE MEDIAÇÃO, VIRTUDE, Philip K. Dick, ‘Black Mirror’, da Moda?!?, PROJETO VIBRAR PARKINSON, A MEDITAÇÃO E SEU CERÉBRO

Motivos para aprender sobre fotografia

Fotografia é algo a se aprender, não adianta pegar o celular e tirar uma foto, fotografia vai muito além disso por que a câmera do celular seja boa. Um fotografo sabe o angulo perfeito, que tipo de pose combina com o modelo, edita, sente a foto, ele dar o seu melhor. Uma foto para ele não é apenas uma foto, é o resultado do seu trabalho depois de um tempo estudando e se aperfeiçoando. Dai VieiraCrescendo aos Poucos

Então sim, eu desisti.

Eu comprei uma outra câmera, até melhor que a anterior. Mas eu só a uso para fotografar o que eu quero. Como fotógrafo profissional, descobri que sou um fotógrafo de hobbie.

Isso não quer dizer que você também deva desistir, nem de longe. Talvez você quisesse ter a oportunidade que eu tive e desprezei. Se você desejar e estiver disposto a passar pelo lado ruim da fotografia profissional, siga em frente. Talvez para você nem mesmo seja o lado ruim! Mas se a fotografia se tornar algo degradável e você estiver quase perdendo o amor por ela, desista. Antes de ser uma profissão, a fotografia é uma arte. Não deixe de ser um artista. O Maravilhoso Mundo de Anderson

Enxergue mais: Fotos mostram os cenários de pinturas icônicas na vida real, Alguém resolveu provar que fotos do Instagram são todas iguais e é assustador, Fotografia e animais, O passado e o presente das cidades se encontram neste projeto fotográfico, Exposição fotográfica com síndrome de Down, Primeiras fotos eróticas coloridas da humanidade, 11 fotos de gatos que traduzem perfeitamente sua relação com dinheiro., Photoshop CC 2018 e Maquete Eletrônica 3Ds Max 2018 e Vray: Free

Editado via celular.

Dia do turista!!!

Turistas são as pessoas que viajam e realizam atividades como conhecer os pontos turísticos que um lugar tem a oferecer. De acordo com a Organização Mundial de Turismo, os turistas são pessoas que vivem em um local diferentes por um período de tempo inferior a um ano consecutivo.

O Brasil é um país que atrai milhares de turistas todos os anos, e oferece uma grande variedade de opções de lugares para eles conhecerem. Os destinos mais procurados são Rio de Janeiro, São Paulo e os estados da região Nordeste, principalmente Bahia e Pernambuco.

O turismo é a área do setor terciário que mais cresce no país e no mundo. Suas atividades movimentam mais de US$ 4 trilhões, criando 170 milhões de postos de trabalho.

O Dia do Turista é comemorado em 13 de junho no Brasil. Calendariobr

O turista deve ser responsável e deixar uma boa impressão no local que visitará. Por isso é sempre bom lembrar algumas dicas:

  1. Respeite as regras de vestimenta e horários locais;
  2. Arrisque-se: viaje para lugares menos óbvios e, se possível, fora da alta temporada;
  3. Prestigie o comércio e produção local comprando e comendo produtos da região;
  4. Tire fotos, mas não fique somente tirando fotos.
  5. Aprenda algumas frases de cortesia do idioma local. Curta o momento e boa viagem! Calendarr
O Ministério do Turismo do Brasil, visa desenvolver o turismo como uma atividade econômica sustentável, com papel relevante na geração de empregos e divisas, proporcionando a inclusão social. facebook

Dia 13 de junho dia do turista. Viaje. Bom dia!!!

Enxergue mais: Foto de Edson Novaes, NAARA BEAUTY DRINK!!!, ÓLEO DE COPAÍBA, QUINUA, SUCOS CASEIROS CHEIOS DE SAÚDE., GARFIELD E FAST FOOD., CONTRA TODOS OS MALES, FLORENCE NIGHTINGALE, Palavras Perdidas, Viagem no tempo, BEER, WHAT’S?, Jeguatá: Caderno de Viagem, 400 NUDES, Australia Day

Editado via celular

Só óleo!!!


Observe mais: Extintion by Japan, A ÚLTIMA SACANAGEM DO CRIADOR CONTRA NÓS, LUMINESCE™ (10% free), A MEDITAÇÃO E SEU CERÉBRO, SAUDAÇÃO AO SOL, RESERVE™ (10% free), CANCERIANO SEM LAR, VANUSA SABBATH, NAARA !!! (10% free), EM BUSCA DA VERDADE, LIVROS QUE ENSINAM AS CRIANCAS CUIDAR DO PLANETA, INSTANTLY AGELESS ™ (10% free), 11 INGREDIENTES QUE AJUDAM PERDER PESO, ATARI 2600, VIDACELL® (10% free), NAVE TIERRA, HO’OPONOPONO, THE WHO – MY GENERATION, LUIZ GONZAGA LEITE, O GUARDA LUIZINHO!

Free The Sun

Uma ação promovida pela GoSol desenvolveu e compartilhou manuais de construção de painéis solares, através do uso de matéria prima local, a fim de promover energia para quem precisa e quem mais se interessar, de residências a instalações comerciais. “Nossa missão é erradicar a pobreza energética e minimizar os danos das mudanças climáticas através da tecnologia Faça Você Mesmo, quebrando barreiras para o acesso à energia solar”, criou uma campanha chamada Free The Sun, para arrecadar fundos e distribuir materiais para a construção de painéis e difundir a técnica que permite a todos o acesso à energia de forma autônoma. Vivimetaliun

Em Bangladesh, a luz não costuma vir com o apertar de um interruptor. Quando o sol se vai, é a vela que ilumina os ambientes e a TV movida a bateria nem sempre pode ser bancada para alegrar a criançada com desenhos e filmes. O governo criou um programa de incentivo ao uso de energia solar e até 2021 quer ser a primeira nação solar do mundo. Vivimetaliun

O objetivo é que cada residência do país conte com um sistema de painel solar e, se isso acontecer no mesmo ritmo de agora, a missão será cumprida rapidinho. O projeto já atende mais de 15 milhões de casas e tem uma taxa de crescimento impressionante: “Todos os meses, de 50 mil a 60 mil residências de Bangladesh são conectadas com o sistema de captação de energia solar. Em maio de 2014, mais de 80 mil conexões foram feitas”, afirmou Mahmood Malik, responsável pela administração do projeto, à Reuters.

O primeiro trem do mundo movido 100% a energia solar já existe e está circulando pelos trilhos de Byron Bay, na Austrália. A companhia ferroviária da cidade remodelou um trecho de três quilômetros e restaurou uma antiga locomotiva dos anos 70, equipando-a com painéis solares flexíveis de 6,5 kilowatts (kW).

O passeio foi inaugurado em dezembro de 2017, com serviço parcial. O funcionamento total começou em janeiro de 2018 e já é um sucesso. Já nos primeiros 19 dias, a novidade já tinha transportado 10 mil pessoas.

O trem comporta 100 passageiros sentados, com espaço para outros tantos em pé, além de bagagem, motos e pranchas de surfe. A tarifa para uma viagem de ida é de US $ 3 para pessoas maiores de 14 anos, US $ 2 crianças de 6 a 13 anos e gratuita para crianças até cinco anos.

A Byron Bay Railroad Company gastou US $ 4 milhões para entrar em operação, incluindo US $ 1,8 milhão para restaurar os trilhos de 3 km e reconstruir a ponte sobre Belongil Creek. Mais US $ 1 milhão foi gasto nas duas plataformas e galpão de trem, como $ 750 mil na restauração do trem e sua conversão para energia solar. Vivimetaliun

Observe mais: UMA SAÍDA PARA A CRISE: energia solar, SANDUÍCHES SEM PÃO, PHILIP K. DICK, NAARA BEAUTY DRINK!!!®, COMO A SUÉCIA RECICLA 99% DO LIXO QUE PRODUZ?, Miniusina de energia, Energia Solar, A VERDADE PODE ESTAR NO OVO, CONTROLE SOCIAL, QUEM MATOU O CARRO ELÉTRICO?, TUMBLER VW BUG CONCEPT, ÍNDIO EDUCA, VIDACELL®, EU, NÃO, MEU SENHOR, PEDALA MUNDO!, Casa sustentável, A HISTÓRIA DO JARDINEIRO DE OXALÁ, SIMULADOR SOLAR, SUPERNATURAL