TODOS OS SONS (cantos indígenas)

TODOS OS SONS (cantos indígenas) por MARLUI MIRANDA, vídeo MOACIR SILVEIRA

Uma viagem fantástica ao mundo dos sons primitivos das tribos que habitam a floresta amazônica. Nesse vídeo você fará uma imersão no grande planeta água, no maior bioma da terra, o grande patrimônio desconhecido e misterioso. Moacir Silveira

Mude conceitos, você pode e devePICO DO GUARANICURSOS NA USPCOMO A SUÉCIA RECICLA 99% DO LIXO QUE PRODUZ?ENCICLOPÉDIA DO SURFBOITATÁPESTICIDAS CASEIROS ECOLÓGICOS PARA PLANTASERNST GÖTSCH – O GURU DA AGROFLORESTA

 

Anúncios

Estudo sobre antidepressivos tem seus dados abertos ao público

“Como um grupo de autores, nós fortemente acreditamos na ciência aberta. Os dados que nós coletamos incluem uma quantidade sem precedentes de dados previamente não-publicados sobre antidepressivos, que obtivemos de companhias farmacêuticas, autores de estudos originais e agências regulatórias. Ao tornar o conjunto de dados disponível online, nós encorajamos outros pesquisadores à replicar e melhorar o nosso trabalho, de forma a informar e, ultimamente, melhorar resultados de pacientes”, Dr. Andrea Cipriani da Universidade de Oxford, disse à Lancet.  Lucas Rosa – 

 

Large image of Figure 1.

Figure 1
Study selection process
RCTs=randomised controlled trials. *Industry websites, contact with authors, and trial registries. The total number of unpublished records is the total number of results for each drug and on each unpublished database source. †522 RCTs corresponded to 814 treatment groups.

Major depressive disorder is one of the most common, burdensome, and costly psychiatric disorders worldwide in adults. Pharmacological and non-pharmacological treatments are available; however, because of inadequate resources, antidepressants are used more frequently than psychological interventions. Prescription of these agents should be informed by the best available evidence. Therefore, we aimed to update and expand our previous work to compare and rank antidepressants for the acute treatment of adults with unipolar major depressive disorder. The Lancet Journals

Article:

Comparative efficacy and acceptability of 21 antidepressant drugs for the acute treatment of adults with major depressive disorder: a systematic review and network meta-analysis. Andrea Cipriani, MD, Prof Toshi A Furukawa, MD, Georgia Salanti, PhD, Anna Chaimani, PhD, Lauren Z Atkinson, MSc, Yusuke Ogawa, MD, Prof Stefan Leucht, MD, Henricus G Ruhe, PhD, Erick H Turner, MD, Prof Julian P T Higgins, PhD, Prof Matthias Egger, PhD, Nozomi Takeshima, MD, Yu Hayasaka, MD, Hissei Imai, MD, Kiyomi Shinohara, MD, Aran Tajika, MD, Prof John P A Ioannidis, MD, Prof John R Geddes, MD. Published: 21 February 2018

Uma seleção de cápsulas e comprimidos de antidepressivos

Relatório da OMS, divulgado no site do Ministério da Saúde, mostra que a prevalência da depressão no Brasil já é a segunda maior carga de incapacidade, sendo o maior índice na América Latina. São mais de onze milhões de brasileiros diagnosticados com a doença, de acordo com dados da Pesquisa Nacional de Saúde (PNS). A prevalência registrada é maior entre as mulheres (10,9%) do que nos homens (3,9%). BRUNO MARTÍN – EL PAÍS Brasil

Mude conceitos, você pode e deveDEPRESSÃO EM IDOSOSESSE VIDEO É SOBRE DEPRESSÃO.DEPRESSÃO E NUTRIÇÃO, VEJA ESTES 3 NUTRIENTES CONTRA A DEPRESSÃOLEIS DA GRATIDÃONICK CAVERECEITA CONTRA A DEPRESSÃODESORDEM MENTAL, DEPRESSÃO E SUICÍDIO???CVV

Existe água em SP

Iniciativa criada por Adriano Sampaio que localiza nascentes pela cidade, documenta em vídeos e publica em sua página no FacebookRIOS & RUAS

“Muitos já me chamaram de maluco, inclusive a minha família. ‘Pô, o que você vai fazer? Deixar uma vida onde eu ganhava um pouco mais para viver com um pouco menos, mas com mais qualidade de vida. Acho que vale a pena, sugiro essa loucura para as pessoas”.   Filippo Mancuso, G1

Adriano Sampaio, do Existe Água em SP, e o artista Flavio Barollo, do grupo (se)cura humana, observam o córrego Água Preta, em São Paulo

“Os mais antigos diziam que no local também havia uma pequena lagoa, onde a vizinhança pescava”, comenta Adriano Sampaio o verdadeiro caçador de rios. Na travessa Roque Adóglio, o artista Flavio Barollo, do grupo (se)cura humana, construiu um poço na saída de um ralo do córrego canalizado. El País

Formado em administração de empresas e ex-corretor de seguros, Adriano Sampaio (foto acima), 43 anos, criou a página Existe Água em SP, virou um caçador de nascentes de rios e palestrante do tema. “Fiquei impressionado quando me mudei da Pompeia para o Jaraguá e conheci rios ainda não canalizados, com muita fauna”, conta. Meio Ambiente

Adriano Oliveira Sampaio criou a página Existe Água em SP

Sensibilizar as autoridades para que preservem os nossos rios. Há alguns que ainda não foram canalizados e que podem ser recuperados. Para limpar o Tietê, por exemplo,  é preciso limpar, primeiro, esses rios que despejam poluição nele. Acho que tem que começar por aí. A culpa não é só da Sabesp [Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo], do governo. A culpa maior é deles. Mas também tem a população que ainda suja. Ana Cláudia Barros e Caroline Apple, do R7

Expedição pelas nascentes do Rio Sumaré

Mude conceitos, você pode e deveÁGUA SALGADA POTÁVELPICO DO GUARANICHICO MENDESLEIS DA GRATIDÃOVETERANAS DE GUERRAMARIANA OU PARIS? A DOR É A MESMA…ANA PRIMAVESI, ENGENHEIRA AGRÔNOMA.

Pirituba

Pirituba – História do bairro de São Paulo / SP. YouTube

plantapirituba

Existem duas teorias para a origem do seu nome: o resultado da justaposição da palavra tupi piri (“tábua”) com o aumentativo tuba (“muito”); e na região havia uma lagoa denominada “Pirituba”, que em tupi-guarani significaria “vegetação de brejo”. Segundo dados históricos, havia na região um brejo, resultante de um dos braços do rio Tietê que passa próximo, daí o brejo ou lagoa de Pirituba. Biblioteca Brito Broca

picodojaragua

O primeiro esforço para dominar a região aconteceu já em 1580, quando o bandeirante Afonso Sardinha tentou se estabelecer no Jaraguá, para explorar ouro. Na ocasião, os indígenas que já ocupavam o local impediram o bandeirante de se fixar ali. A conquista do oeste paulistano, a exemplo dos filmes de bangue-bangue, se deu às custas de sangue índio. Um dos tanques de ouro foi aterrado recentemente, por orientação de arqueólogos, na aldeia Tekoa Ytu. Paulicéia Desvairada

hospital_psiquic3a1trico_pinel_03

Hospital Psiquiátrico Pinel, em Pirituba, São Paulo, SP, Brasil.

pirituba

31 coisas que só quem vive em Pirituba vai entender. Falar que um lugar é perto do “Barrancão” e todo mundo entender. Iran Giusti – BuzzFeed

Mude conceitos, você pode e deve: instantly ageless ™PICO DO GUARANINAARA BEATY DRINK ™!!!RESPEITO É PRA QUEM TEMCOMO A SUÉCIA RECICLA 99% DO LIXO QUE PRODUZ?LUMINESCE ™CURSOS NA USPBOITATÁPESTICIDAS CASEIROS ECOLÓGICOS PARA PLANTASTERRA OCATHE MARTIAN

Milton Friedman

A tirinha do australiano Stuart McMillen conta a história de Milton Friedman, economista estadunidense (e ex-assessor da campanha de Nixon) que defendeu  a legalização da maconha nos EUA se baseando no desastre que foi a ‘Lei Seca’ aplicada por lá nos anos 20, obrigando os americanos à comprarem do mercado negro, ao invés de ajudarem a girar um capital legítimo.  Smoke Buddies

A venda voltou a ser liberada, sendo, para Friedman, um exemplo perfeito do quão burra essa guerra anti drogas é, conheca mais sobre essa história, dá uma conferida na tirinha completa:

 Ainda não entendeu o problema da Guerra às Drogas? Relaxa, desenharam para você Ainda não entendeu o problema da Guerra às Drogas? Relaxa, desenharam para você Ainda não entendeu o problema da Guerra às Drogas? Relaxa, desenharam para você Ainda não entendeu o problema da Guerra às Drogas? Relaxa, desenharam para você Ainda não entendeu o problema da Guerra às Drogas? Relaxa, desenharam para você Ainda não entendeu o problema da Guerra às Drogas? Relaxa, desenharam para você Ainda não entendeu o problema da Guerra às Drogas? Relaxa, desenharam para você Ainda não entendeu o problema da Guerra às Drogas? Relaxa, desenharam para você Ainda não entendeu o problema da Guerra às Drogas? Relaxa, desenharam para vocêguerra-as-drogas-quadrinhos-10guerra-as-drogas-quadrinhos-11guerra-as-drogas-quadrinhos-12guerra-as-drogas-quadrinhos-13guerra-as-drogas-quadrinhos-14guerra-as-drogas-quadrinhos-15guerra-as-drogas-quadrinhos-16guerra-as-drogas-quadrinhos-17guerra-as-drogas-quadrinhos-18guerra-as-drogas-quadrinhos-19guerra-as-drogas-quadrinhos-20guerra-as-drogas-quadrinhos-21guerra-as-drogas-quadrinhos-22guerra-as-drogas-quadrinhos-23guerra-as-drogas-quadrinhos-24guerra-as-drogas-quadrinhos-25guerra-as-drogas-quadrinhos-26

Mude conceitos, você pode e deveTRAFICANTES DE POLÍTICASluminesce™15 MIND OPENING LSD QUOTES#LAS TÉCNICAS #’MINDFULNESS’ AYUDAN AL #ENFERMO MENTAL A SER CONSCIENTE DE SUS #EMOCIONES Y A ESCUCHAR SUS NECESIDADESnaara beauty drink™ROCKEFELLERnevo™FHC LEGALIZERELATÓRIO FIGUEIREDOinstantly ageless™TIMOTHY LEARYMACONHA NO SENADOvidacell®RICARDO LSD BOECHAT DOIDÃOreserve™SISTEMA NACIONAL DE POLÍTICAS PÚBLICAS SOBRE DROGASJÁ NÃO ME SINTO EM CASA NESSE MUNDO

ZEN BODI

Para uma pessoa emagrecer o primeiro passo é ter consciência que quer mudar a sua vida! Sem esse primeiro passo, não adianta! Segundo passo é melhorar a sua alimentação fazendo escolhas certas, começar a fazer alguma atividade física, controlar as suas emoções a fim de não comer impulsivamente, tomar suplementos alimentares específicos para ajudar no metabolismo da gordura e reconstrução muscular. Team OURO Global

Você está olhando para a felicidade.

Uma proteína  ao longo de um filamento para a parte interna do córtex parietal do cérebro que gera a felicidade.  Facebook – Fatos do Universo

22125459783234

O modelo mostra, na verdade, uma cinesina puxando uma vesícula ao longo de um filamento do citoesqueleto. As cinesinas são proteínas motoras que estão diretamente envolvidas nos processos de mitose, meiose e no transporte das vesículas sinápticas nos axônios. Se você não se lembra, a mitose e a meiose são responsáveis pela divisão celular! Megacurioso

1499

A maior parte das reacções de síntese faz-se no corpo celular sendo necessário transportar determinadas substâncias para o axónios (transporte axonal).

O transporte axonal lento ou fluxo axoplásmico, move materiais a 1-5mm/dia e só na direcção da terminação axónica, enquanto o rápido anda a 200-400 mm/dia e utiliza transportadores. Um deles requer uma proteína com actividade ATP asica, a cinesina. Textos sobre fisiopatologia – 

Mude conceitos, você pode e deveBORBOLETASluminesce ™ÁLCOOL, DROGAS E SACKLERS#LAS TÉCNICAS #’MINDFULNESS’ AYUDAN AL #ENFERMO MENTAL A SER CONSCIENTE DE SUS #EMOCIONES Y A ESCUCHAR SUS NECESIDADESnaara beauty drink ™LEIS DA GRATIDÃOnevoMEDICINAL VIBESANHANGÁ PITÃinstantly ageless ™SISTEMA NACIONAL DE POLÍTICAS PÚBLICAS SOBRE DROGASvidacell ®RICARDO LSD BOECHAT DOIDÃOreserve ™CONHECIMENTO ANCESTRAL

 

A maior “chacina”

O Exército Brasileiro e a Polícia Militar do Ceará bombardearam há 81 anos a comunidade do Caldeirão da Santa Cruz do Deserto, na cidade do Crato, o Exército não informou o local da vala comum onde foram levados os corpos.

kratos_shot3

Mas na mitologia grega, Kratos é um deus da força e do poder, irmão de da deusa grega da vitória, Nike, da força, Bia, e de Zelus, o da rivalidade. Todos eles foram os primeiros a ficar ao lado de Zeus para defender o Monte Olimpo do deus monstro Typhon. Fatos Desconhecidos

A comunidade foi fundada por um filho de escravos alforriados, o Beato José Lourenço, e recebia todo tipo de gente miserável e faminta que buscava refúgio por lá. Toda a produção de alimentos era dividida igualmente e o excedente era vendido na cidade ou trocado por remédios.

200px-caldeirao28o_filme29

O Caldeirão da Santa Cruz do Deserto(Completo) – Rosemberg CariryCariri das Antigas

Os latifundiários da região não gostaram da situação, pois viram muitos dos seus empregados deixando pra trás uma vida de exploração, para viver na comunidade do Caldeirão. O massacre aconteceu em 1937, a mando de Getúlio Vargas, e com o apoio dos ricos da região da Bahia.

carregandocruz3

Caldeirão de Santa Cruz do Deserto foi um dos movimentos messiânicos que surgiu nas terras no Crato, Ceará. A comunidade era liderada pelo paraibano de Pilões de Dentro, José Lourenço Gomes da Silva, mais conhecido por beato José Lourenço. No Caldeirão, os romeiros e imigrantes trabalhavam todos em favor da comunidade e recebiam uma quota da produção. A comunidade era pautada no trabalho, na igualdade e na Religião.  – Coisa de Cearense

Mude conceitos, você pode e deve: reserve™AUMENTO DA DESIGUALDADE OU DIMINUIÇÃO DA POBREZA: O QUE MAIS IMPORTA PARA A SOCIEDADE?naara beaty drink™CONTO UMA NOVIDADE!nevo™WASABIluminesce™COMIDA PARA O ESPÍRITOVIGIAI OS FUTUROSCOMO PLANEJAR UMA FESTAMALUCOS DE ESTRADA: A RECONFIGURAÇÃO DO MOVIMENTO HIPPIE NO BRASILinstantly ageless™JEUNESSE, VERDADE OU MENTIRA?ILHA DAS FLORES