REVOLTA – KATU MIRIM (álbum)

REVOLTA – KATU MIRIM (álbum) – Katu Mirim. Estreou em 22 de jan. de 2022

1. SEM SILENCIO – minutos 01:00

2. REVOLTA – 02:35

3. LUTO – 05:07

4. JOGO SUJO – 09:15

5. SANGUE AZUL- 12:18

6. SIGO MUDANDO – 15:32

7. ORIGINAIS – 18:52

8. CLICK BOOM – 22:12

9. FALSO PROFETA – 25:17 Comp. Katu Mirim e Phillip Beat

10. NO ALVO 28:57

11. NÃO É O FIM 32:40

BEAT: Instagram: @phillipbeat

ESTUDIO: Windi studio @windistudio

KATU MIRIM CONTATO: assessoria.km@outlook.com; atumirim@outlook.com

Hae’vete: Ñande Reko AranduAGUYJEVETE“Índio” usa celular? E você, come pipoca?Mborai, Cantos Sagrados de las Aldeas Mbya de MisionesCORTA-JACA

Art and culture of the native peoples of our planet. ART AMBA MIRIM

Share, help us lift other flights.

If BARBIE GIRL Was The Hardest Song In The World

If BARBIE GIRL Was The Hardest Song In The WorldCharlesBerthoud. 9 de out. de 2021

You voted for it! If BARBIE GIRL was the hardest song in the world! Remember to TAP like and subscribe if you enjoyed this!

Original Song: Barbie Girl by Aqua

Palavras Perdidas: Killing In the Name (Official HD Video), The Simpsons Composer Alf Clausen, 15 Riffs de Guitarra com até Duas Notas ou Acordes, Saci Wèrè, Rivers of Babylon

a pioneering medical #cannabis patient

50th anniversary of my brother Danny’s death — a pioneering medical #cannabis patient in early 1970s. My parents bought weed illegally as Nixon started War on Cannabis; it vastly transformed Danny’s quality of life on chemo toward end during his unsuccessful fight with leukemia. Peter Grinspoon, M.D. – @Peter_GrinspoonJan 13, 2023

Medical cannabis has a long history dating back thousands of years, and it was not until Medical cannabis that cannabis entered the realm of western medicine. Some of the earliest evidence of cannabis as medicine is found in the Pen-ts’ao ching, the oldest pharmacopoeia compiled in China around AD 100 based on oral traditions passed down from as early as 2700 BC. Cannabis is thought to have disseminated in India, where it became widely used for medical purposes—including as an analgesic, anti-convulsant, anti-inflammatory, diuretic, and many others—around 1000 BC. There is also evidence of cannabis use in Persian medicine for the treatment of infectious wounds and gout, and in Arabic medicine as a treatment for epilepsy. By the 15th century, it was used throughout Africa to facilitate childbirth, as well as for diseases including malaria and dysentery. Cannabis is thought to have reached the Americas by the 16th century. MICHELLE DOTZERT, PHD – Lab Manager. Jun 03, 2020

During his travels through North Africa in the 1830s, French psychiatrist Jacques-Joseph Moreau observed the use of hashish (cannabis resin). He proposed that drug intoxication and hallucinations involved similar mechanisms, and upon his return to Paris, began to experiment on the subject. In 1845, his book, Du hachisch et de l’aliénation mentale: études psychologiques was published (and translated into English, Hashish and Mental Illness, in 1973). Moreau was also a point of connection between cannabis and the art world, as “Club des Haschichins” (Hashish Club) included Dumas, Baudelaire, and others who participated in his experiments. Edson Jesus

William O’Shaughnessy, an Irish physician, is credited with introducing cannabis into western medicine with his publication, “On the Preparations of the Indian Hemp, or Gunjah- Cannabis Indica their Effects on the Animal System in Health, and their Utility in the Treatment of Tetanus and other Convulsive Diseases” in 1843. O’Shaughnessy joined the British East India Company, and became a professor of chemistry at Calcutta Medical College. His experiments examined the effects of cannabis in animals, and eventually included human subjects. He returned to England with a large amount of cannabis and shared his findings with other physicians, leading to the widespread adoption of medical cannabis across Europe and North America.

The Marihuana Tax Act of 1937 imposed extremely high taxes on the substance, and led to the exclusion of cannabis from the United States Pharmacopoeia in 1941. This was followed by the enactment of the Boggs Act in 1951, and the Narcotic Control Act in 1956. By 1970, cannabis was prohibited under federal law with the Controlled Substances Act.

A surge in recreational cannabis use from the late 1960s to early 1970s and the concomitant discovery of Δ 1 3,4-trans-tetrahydrocannabinol (Δ9 THC), the main active compound in cannabis, spurred renewed interest in cannabis research. Cannabis receptors and drug approvals It was not until 1988 that studies in rat brains revealed the presence of a cannabinoid receptor, CB1 , which was later confirmed in human brain sections, dispersed in outflow nuclei of the basal ganglia, the hippocampus, and cerebellum. A second cannabinoid receptor, CB2, was later discovered in the periphery. Around the same time, the search for endogenous substances capable of interaction with cannabinoid receptors led to the discovery of the endocannabinoid system (ECS). The ECS maintains homeostasis, and regulates multiple processes including learning, sleep, and metabolism, among others. To this day, its full complexity has yet to be elucidated. 

The 1999 IOM report concluded: “Scientific data indicate the potential therapeutic value of cannabinoid drugs, primarily THC, for pain relief, control of nausea and vomiting, and appetite stimulation…”

In 2003, a placebo-controlled study, “Cannabinoids for the treatment of spasticity and other symptoms related to multiple sclerosis (CAMS)” was published. Six hundred and thirty participants with multiple sclerosis-related spasticity were randomized into groups and received an oral natural cannabis extract (a 2:1 ratio of THC and cannabidiol), synthetic THC, or a placebo for 15 weeks. The results revealed “no association” between cannabinoids and improvement in spasticity, as assessed by clinicians using the Ashworth scale. However, patients have reported improved spasticity and pain, leading researchers to “conclude” that cannabinoids may be clinically useful. In 2005, SATIVEX® (delta-9-tetrahydrocannibinol and cannabidiol in the EU, Nabiximols, an investigational product in the US) received approval from Health Canada as an adjunctive treatment for neuropathic pain in adults with multiple sclerosis and was subsequently approved for the control of pain in patients with advanced cancer in 2007.

In 2017, the National Academies of Sciences, Engineering, and Medicine published a report on the health effects of marijuana and derived products. Following a review of the scientific research pertaining to therapeutic effect, the committee concluded there was evidence to support the use of cannabis and cannabinoids for pain reduction, and oral cannabinoids for multiple-sclerosis related muscle spasm and chemotherapy-induced nausea and vomiting.

Since then, cannabis science has continued to advance and evolve, and so have the laws pertaining to its use. Legalization removes all prohibitions against cannabis possession and use for recreational purposes, and as of 2020, cannabis has been legalized in 11 states—Colorado, Washington, Alaska, Oregon, California, Maine, Massachusetts, Nevada, Michigan, Vermont, Illinois—and the District of Columbia. Alternatively, several states have decriminalized cannabis, meaning it remains illegal, but individuals possessing less than a specified amount are not prosecuted by the legal system.

Here’s more: Absorvente interno de maconha para reduzir cólicasAula 1 – I Curso Online de Plantas Medicinais e Fitoterápicos da UFJFA flor de cannabis, enxaqueca e sua dor na cabeçaPesquisadoras da FSP-USP brindam o Dia do Nutricionista com lançamento de e-book sobre educação alimentar e nutricional

Art and culture of the native peoples of our planet. ART AMBA MIRIM

Share, help us lift other flights.

Doce ovelhas

“𝑺𝒆 𝒏ã𝒐 𝒆𝒙𝒊𝒔𝒕𝒆 𝒗𝒊𝒅𝒂 𝒇𝒐𝒓𝒂 𝒅𝒂 𝑻𝒆𝒓𝒓𝒂, 𝒆𝒏𝒕ã𝒐 𝒐 𝒖𝒏𝒊𝒗𝒆𝒓𝒔𝒐 é 𝒖𝒎 𝒈𝒓𝒂𝒏𝒅𝒆 𝒅𝒆𝒔𝒑𝒆𝒓𝒅í𝒄𝒊𝒐 𝒅𝒆 𝒆𝒔𝒑𝒂ç𝒐.” (𝑪𝒂𝒓𝒍 𝑺𝒂𝒈𝒂𝒏) – Marcelo Faria

Mysteries Knowledge

Pedro Gomes – A Bíblia Está Errada

Quando a incompetência é dada a si mesmo, a chamam “deus”. Yllyzzrw Zyly

Sebastião Gonçalves – Dostoiévski – Nietzsche

Hae’vete: Os 10 maiores povos indígenas do BrasilA CARTA DE DEUS À POPULAÇÃO DO BRASIL!África Liberdade 1.2Quem paga a conta escolhe a pauta!

Art and culture of the native peoples of our planet. ART AMBA MIRIM

Share, help us lift other flights.

Por que a consciência é negra e não humana?

A data pela Consciência Negra cria uma verdadeira revolução no jornalismo e na política. Veículos de comunicação falam de negros, leis anti-racistas são aprovadas, pesquisas sobre “como vive o negro no Brasil?” são publicadas, casos de racismo são lembrados, até que o mês acaba. Basília RodriguesCNN

É mais ou menos assim, fala-se de mães em maio; de papai noel em dezembro e da luta racial, o nosso racismo de todos os dias, em novembro. Amigos meus negros, referências em suas áreas, se indignam: por que são procurados somente em novembro? Somos negros 7 dias da semana, todo mês.

Estátua de Zumbi dos Palmares; Dia da Consciência Negra marca aniversário de sua morte
Estátua de Zumbi dos Palmares: Dia da Consciência Negra marca aniversário de sua morte. Pedro França/Agência Senado

A consciência é humana –
deveria ser mas não é.
Todos são iguais –
deveriam ser mas não são.
Não precisa de data –
poderia mas não dá.
Por que não existe dia do branco? –
365 dias não são suficientes?

Essas reflexões só são possíveis porque existe um dia da #ConscienciaNegra. Se não fosse essa data, não estaríamos tendo essa conversa.

A consciência é negra por razões do passado, do presente e do futuro. A consciência é negra porque os negros e não os brancos foram escravizados por 300 anos neste país. Você lembra? Não. Pela nossa idade, a gente não viveu isso mas até hoje sentimos os efeitos dessa disparidade de direitos e oportunidades.

A consciência é negra porque é do negro que se exige mais resistência para passar por situações como uma pandemia, dado o nível de vulnerabilidade social. A pretensa liberdade de 133 anos atrás, produto da lei áurea, nos jogou nas periferias, onde ninguém queria ir, à margem da sociedade.

A consciência é negra porque a perfeita consciência humana nunca existiu e os negros precisam preparar as gerações futuras para que a trajetória de avanços, ainda que parcos, não seja estragada.

A data é provocativa, didática e simbólica. É bom ver alguém incomodado com o 20 de novembro, sinal de que o fez pensar nos negros. Mantenha-se assim amanhã.

Conscienteze-se: GANGA ZUMBA: UNS DOS PRIMEIROS LÍDERES DOS PALMARES, CONSCIÊNCIA EVOLUTIVA, Conheça o EFEITO CANTILLON, Feminismo não, ser humano!?!, Como o Robô da Tesla Vai Mudar Nosso Mundo?, Dia da árvore, Diferença lógica entre Religião e Espiritualidade

A Vulcan Alone: Human Exceptionalism in the Sci-fi Genre

What Ho Wee Readers, I hope you’ve all been keeping optimistic in these troubling times of ours. I know it’s difficult, and with any hope there’s not a World War been declared by the time you’re finally reading these words – but still, I think it’s wise advice to live by. Let’s try and be […]

A Vulcan Alone: Human Exceptionalism in the Sci-fi Genre

Palavras Perdidas: Anciões nativos do ártico enviaram um aviso a NASA e disseram que algo esta acontecendo com a Terra, Star Trek, Jornada ninja, Queen Amidala – Star Wars, Nave Mãe humana

Flor de bananeira com cogumelos

Este coração é de banana são tomé, aquela roxa. Mas qualquer uma serve. Já expliquei como preparar o coração com suas flores aqui.  Basta ir desfolhando e tirando as flores. Mas, claro, você pode também fatiar o coração inteiro sem separar as flores. É que elas são especiais, tem formato interessante e absorvem o sabor dos outros ingredientes de qualquer prato com temperos marcantes. Mesmo depois de aferventadas (duas ou três vezes em água já quente com gotas de limão), ainda ficam amargas e um pouco tânicas, mas quando misturadas com outros ingredientes não percebemos nada. Ficam bem delicadas, incorporando o sabor e aumentando o volume do prato, conferindo uma textura de cogumelos ou algo assim. Por isto, desta vez, pensei em misturá-las com cogumelos, se beneficiando assim do sabor e da consistência. quinta-feira, 5 de maio de 2022

Neide Rigo refogou as cebolas em um pouco de manteiga e juntou cogumelos shitake fatiados, um pouco de shimeji desmembrados e as flores de um coração. Ela mexendo sempre, em fogo alto, até o cogumelo amolecer. Juntou um pouco de cebolinha picada, shoyu e um pouco de mirim. Assim que a cebolinha murchou, Rigo apagou o fogo e Nhac! Com arroz branco desta vez.  

Going in Circles…

The night after participating in a virtual political convention to choose candidates to endorse for state races, I awoke from a dream. The details remain a bit foggy, but I remember being in a car that I couldn’t steer. It was racing in never-ending circles, seemingly controlled by remote external forces. There was no clear purpose or destination in sight. Just unending circular movement in a dark, barren, asphalt-covered landscape. Voices from the Margins – 28/04/2022

It reminded me of the convention and my recent, though distant, involvement in the political process. The convention itself felt unwelcoming, focused on rules and the need to appear inclusive by making meaningful dialogue impossible. In fairness, though, I doubt there’s a way to effectively hold a Zoom meeting with 300-plus people, some of whom were seasoned political operatives with clear agendas, and many of whom were strangers and newcomers. All had different perspectives without any opportunities to connect. We were all just tiny faces and names on a screen. Those who jumped through the hoops to speak rarely seemed to care about focusing on things that would matter to the group or the state overall.

I couldn’t stay until the end, but there was one hopeful candidate with clear visions about what needed to be done – protecting clean water, building jobs through sustainable alternative energy initiatives, and supporting workers’ rights. She spoke with passion about hopeful possibilities and highlighted a successful track record for building necessary relationships to overcome political divides. Fortunately, two-thirds of the conference delegates voted to endorse her as the party candidate for state senate, the necessary threshold for approval of her candidacy.

I understand why many people are unhappy with politics and politicians. Why shouldn’t they be? I just wish more people knew at least a little more about US and global history before voting! And a little bit more about the dire situations the world is facing on every level right now from sources other than mainstream or social media. Maybe then people would be able to stand with others who stand for something positive, hopeful, and worthwhile. Until then, I fear we’ll continue going in circles as the world falls apart around us, unable to collectively act on issues that will affect generations yet to come.

car

I have noticed that community meetings are not really designed as listening sessions or opportunities to create a collective sense of dignity and belonging. Yet the choices are clear. One is the world we have now, where people are programmed to continue in a perpetual winner-take-all tug-of-war to impose their ideologies on others in two party systems that pit the 99 percent against each other for petty reasons. The other is one where the 99 percent work together to build a world where life, love, and laughter matter more than power, money, and things. Maybe then we could finally set a course forward toward a kinder, more peaceful world and steer our collective journey in the same direction…

Palavras Perdidas: TODOS PRECISAMOS DA UTOPIA, Andando de bike por ai!!!, Tempestade / Love Vigilantes, Politicamente Coenrto, TEORIA DO CAPITAL HUMANO – RESUMO, Brasil 2022

10 Segredos ocultos em pinturas famosas!

10 Segredos ocultos em pinturas famosas! Mundos Escondidos

A arte fascina, divide e dá sempre origem a especulações. Algumas das obras-primas mais famosas da Terra parecem ser muito mais do que apenas retratos ou imagens de cenas bíblicas bem conhecidas. Elas escondem mensagens, códigos e símbolos secretos com os quais os artistas às vezes expressam o monstruoso, o misterioso e o segredo.

Palavras Perdidas: The Canvas Project: la vida secreta de las pinturas clásicas, Fotos mostram os cenários de pinturas icônicas na vida real, Galeria ao ar livre é novo point cultural em Porto Alegre, 10 sites para aprender um pouco de tudo

Barro feito

https://m.facebook.com/story.php?story_fbid=pfbid0meaxpwPq4wZWcKY7aNxvnGFg8EWF6ENSBAo6ZNDpDAZo2gnGAeymcBFMSSnYSwk2l&id=100005263632265

https://m.facebook.com/story.php?story_fbid=pfbid02DZeNNFp2DkCfgh5AmCyHxXqbwKCUE75ecv3UfUf8VG4EL5x4eb5aQNA2QEf6ztGvl&id=100005263632265

https://m.facebook.com/story.php?story_fbid=pfbid0oqVK5g33gEpMGNr3P1jEDmQuzGiP6Ckx4wFdjBNxm7P6sgezzjpfHdpZyPXr6MkCl&id=100005263632265

https://m.facebook.com/story.php?story_fbid=pfbid0zBhyYJRJ9xEpBUKXvjYYWucup8zvTMuqZr8TDr81iYGXQeHbb955NMTBdD9jg6Awl&id=100005263632265

https://m.facebook.com/story.php?story_fbid=pfbid02C86iXDSS24q45xWK8wdRbUNXSvtF4gRgPtKpkvS3awetk8tu6EZSdcuftv3Bp32vl&id=100005263632265

Vestido nu (Naked dress)

https://www.linkedin.com/posts/ricardoamorimricam_vale-qualquer-coisa-para-chamar-a-aten%C3%A7%C3%A3o-activity-6964294716251082752-_8n0?utm_source=linkedin_share&utm_medium=android_app Vale qualquer coisa para chamar a atenção? Batizado de “naked dress” (vestido nu), a peça da grife francesa Jean Paul Gaultier feita em parceria com a estilista russa Lotta Volkova é o 3° item da lista de “peças mais quentes” do site The Lyst Index e é vendida por 590 euros, cerca de R$ […]

Vestido nu (Naked dress)

Rick e Morty saiu da Netflix?

Rick e Morty saiu da Netflix? Saiba por que Rick e Morty vai sair da Netflix

https://radiojornal-ne10-uol-com-br.cdn.ampproject.org/v/s/radiojornal.ne10.uol.com.br/entretenimento/2022/08/amp/15062611-rick-e-morty-saiu-da-netflix-saiba-por-que-rick-e-morty-vai-sair-da-netflix.html?amp_gsa=1&amp_js_v=a9&usqp=mq331AQIKAGwASCAAgM%3D#amp_tf=De%20%251%24s&aoh=16605085307311&csi=0&referrer=https%3A%2F%2Fwww.google.com&ampshare=https%3A%2F%2Fradiojornal.ne10.uol.com.br%2Fentretenimento%2F2022%2F08%2F15062611-rick-e-morty-saiu-da-netflix-saiba-por-que-rick-e-morty-vai-sair-da-netflix.html

ENTRE AMIGOS

amigos

PARA QUE SERVE UM AMIGO?

PARA RACHAR A GASOLINA, EMPRESTAR A PRANCHA, RECOMENDAR UM DISCO, DAR CARONA PRA FESTA, PASSAR COLA, CAMINHAR NO SHOPPING, SEGURAR A BARRA. TODAS AS ALTERNATIVAS ESTÃO CORRETAS, PORÉM ISSO NÃO BASTA PARA GUARDAR UM AMIGO DO LADO ESQUERDO DO PEITO.

MILAN KUNDERA, ESCRITOR TCHECO, ESCREVEU EM SEU ÚLTIMO LIVRO, “A IDENTIDADE”, QUE A AMIZADE É INDISPENSÁVEL PARA O BOM FUNCIONAMENTO DA MEMÓRIA E PARA A INTEGRIDADE DO PRÓPRIO EU. CHAMA OS AMIGOS DE TESTEMUNHAS DO PASSADO E DIZ QUE ELES SÃO NOSSO ESPELHO, QUE ATRAVÉS DELES PODEMOS NOS OLHAR. VAI ALÉM: DIZ QUE TODA AMIZADE É UMA ALIANÇA CONTRA A ADVERSIDADE, ALIANÇA SEM A QUAL O SER HUMANO FICARIA DESARMADO CONTRA SEUS INIMIGOS. 

VERDADE VERDADEIRA. AMIGOS RECENTES CUSTAM A PERCEBER ESSA ALIANÇA, NÃO VALORIZAM AINDA O QUE ESTÁ SENDO CONSTRUÍDO. SÃO AMIZADES NÃO TESTADAS PELO TEMPO, NÃO SE SABE SE ENFRENTARÃO COM SOLIDEZ AS TEMPESTADES OU SE SERÃO VARRIDOS NUMA CHUVA DE VERÃO. VEREMOS. 

UM AMIGO NÃO RACHA APENAS A GASOLINA: RACHA LEMBRANÇAS, CRISES DE CHORO, EXPERIÊNCIAS. RACHA A CULPA, RACHA SEGREDOS. 

UM AMIGO NÃO EMPRESTA APENAS A PRANCHA. EMPRESTA O VERBO, EMPRESTA O OMBRO, EMPRESTA O TEMPO, EMPRESTA O CALOR E A JAQUETA. 

UM AMIGO NÃO RECOMENDA APENAS UM DISCO. RECOMENDA CAUTELA, RECOMENDA UM EMPREGO, RECOMENDA UM PAÍS. 

UM AMIGO NÃO DÁ CARONA APENAS PRA FESTA. TE LEVA PRO MUNDO DELE, E TOPA CONHECER O TEU.

UM AMIGO NÃO PASSA APENAS COLA. PASSA CONTIGO UM APERTO, PASSA JUNTO O RÉVEILLON. 

UM AMIGO NÃO CAMINHA APENAS NO SHOPPING. ANDA EM SILÊNCIO NA DOR, ENTRA CONTIGO EM CAMPO, SAI DO FRACASSO AO TEU LADO. 

UM AMIGO NÃO SEGURA A BARRA, APENAS. SEGURA A MÃO, A AUSÊNCIA, SEGURA UMA CONFISSÃO, SEGURA O TRANCO, O PALAVRÃO, SEGURA O ELEVADOR. 

DUAS DÚZIAS DE AMIGOS ASSIM NINGUÉM TEM. SE TIVER UM, AMÉM.

Martha MedeirosDEDIN DI PROSA

REITOR DA UFAM NA COLAÇÃO DE GRAU EM SANTA ISABEL DO RIO NEGRO

Terra e Cultura para o bem viver indígena

A colação de Grau foi realizada no ginásio coberto da escola Padre José Schneider, após sete anos de espera, os formandos tiveram a oportunidade de realizar a mais sonhada colação de grau no dia 16 de julho de 2022.

Marivelton Barroso Baré – Diretor Presidente da FOIRN, Vamberto Rodrigues – Formando e Presidente da ACIR e Carlos Neri – Coordenador da CAIMBRN. Foto: Reprodução

Contou com o apoio da Federação das Organizações Indígenas do Rio Negro (Foirn) e Prefeitura Municipal de Santa Isabel do Rio Negro.

Em Janeiro de 2015, na comunidade Cartucho, foi iniciado o curso, porém por vários empecilhos, foi transferido para a sede do município de Santa Isabel, mas os trabalhos de pesquisas de campo continuaram nas bases (comunidade indígena), porque esta Formação de ensino Superior é uma formação de currículo pós-feito, a qual os acadêmicos constroem a sua própria grade Curricular.

Foto: Reprodução

Foi finalizado o…

Ver o post original 919 mais palavras

The actor-musician is Johnny Depp a Guitarist?

For those unfamiliar, when Johnny Depp isn’t acting or looking haggard in court, he glows like a blues rock guitarist with a scarf dangling from his head in the vein of Aerosmith’s Joe Perry. In fact, Depp formed the supergroup Hollywood Vampires with Perry and Alice Cooper. Essentially a glorified cover band, the trio checks all the hard rock clichés and brings an inherently limited amount of creativity to the table. Considering Perry and Cooper’s legacies, it was Depp’s chance to meet up with his rock god friends – and show off his skills at the axe. Jon HadusekConsequence. 9 de junho de 2022

Perhaps the best example of Johnny Depp’s essence as a guitar player is the obnoxious Dior fragrance commercial that tortured television audiences for the past year.

His journey as a “professional musician” began with a brief stint with the Rock City Angels, an 80s glam metal band in the style of Guns N’ Roses. Likely due to his burgeoning acting career, Depp would hang up the ax until he formed the semi-joke band P with Gibby Haynes of the Butthole Surfers. The group released a self-titled album in 1995, somehow securing support from Capitol’s major record labels. The single “Michael Stipe” received little attention via novelty, but the project didn’t go beyond the debut LP.

The Hollywood Vampires cover songs and, more recently, their collaborative work with guitar legend Jeff Beck, give us an ideal side-by-side comparison, they just announced a new album together titled 18 and shared a cinematic original by Depp “This Is a Song for Miss Hedy Lamarr”.

The Hollywood Vampires stuff does you less favors since it’s so routine. Rock pastiche after rock pastiche: it puts Johnny Depp, the guitarist, in a bar band context, which is how he is generally perceived. But to be fair, he’s not a bad guitarist, even if he sounds like a Joe Perry impersonator.

Jeff Beck and Johnny Depp – This is a Song for Miss Hedy Lamarr [Official Music Video]

Jeff Beck

Palavras Perdidas: La Science des rêves, 15 Riffs de Guitarra com até Duas Notas ou Acordes, 30 Riffs in guitar, 33 Músicas que não são cantadas pelo vocalista principal, Curso de música

Benefícios Da Música Na Aprendizagem Das Crianças

Sem contraindicações, a música é uma excelente aliada no processo de aprendizagem das crianças. Seja no batuque de um pandeiro, em uma brincadeira com um berimbau ou até nos toques rápidos em uma bateria. A música atrai a atenção e pode ser uma aula com grandes resultados logo nos primeiros anos de vida. Jenifer Macedo – TudoCrianças. 30 de janeiro de 2020

Acelera a expressão corporal

Ao bater palma, acompanhando as notas de uma música, certamente o seu filho vai movimentar o corpo. A música pode ser utilizada em brincadeiras, desenvolvendo a elasticidade, o raciocínio, ou seja, acontece uma evolução na parte motora e músculos, auxilia na expressão corporal e ainda faz com que os pequeninos fiquem mais criativos. Outro ponto positivo é na comunicação, principalmente antes dos oito anos de idade.

Deixa a linguagem mais rica

Ao cantar, ouvir sons e se interessar pelo universo da música, as crianças terão mais facilidade para pronunciar as primeiras palavras. Isso porque terão qualidade no ouvir, tendo impacto direto no vocabulário que se forma de acordo com as influências do meio.

Dessa forma, o entendimento das palavras ficará mais natural tão quanto a fala graças à influência da música nos processos cognitivos dos pequeninos.

Ajuda na socialização

Aprender música é um processo que faz com que a criança fique mais sensível, geralmente as aulas são em grupo, com isso, a socialização torna-se mais um aspecto positivo, principalmente em uma realidade em que os jogos eletrônicos dominam o tempo dos pequeninos, um bom estímulo que combate o individualismo, sendo um excelente meio para auxiliar na formação do ser humano.

Melhora a memória

Seja ouvindo ou tocando um instrumento, a música também age no córtex cerebral, ou seja, é um método comprovadamente benéfico no processo de aprendizado, a memória estará sendo beneficiada e a música contribui para a criança ter mais controle das emoções.

Ao cantar, elas guardam as letras e até as danças, trabalhando a memória de uma maneira bem natural, matricular o seu filho em uma escola de música ou em algum projeto que tenha a musicalidade infantil como objetivo é uma ótima opção.

Outra dica é estimular as crianças no próprio ambiente familiar com boas músicas ou instrumentos, abrindo um caminho de possibilidades para osbfuturos adultos.

8489216126516Aurines Lurdes

Às vezes tudo o que a gente precisa é de um momento de diversão, para esquecer os problemas e lembrar que a vida tem lá as suas alegrias, não é mesmo? O vídeo acima é uma prova perfeita disso: quer mais alegria do que crianças dançando com um cachorro? MEGACURIOSO

Ficou com alguma dúvida? Então deixe aqui o seu comentário!

Palavras Perdidas: Ron Bugado, BRANCA ALVES DE LIMA, 7 FORMAS DE PRATICAR A AUTOTERAPIA E DIMINUIR A ANSIEDADE, Nossa Senhora Aparecida, mãe das crianças!, Brincadeiras ao ar livre, 9 dicas de como fazer festa junina em casa