Uma Viagem Extraordinária

Conhecido por O Fabuloso Destino de Amélie Poulain (2001), mas também responsável pelo duvidoso Alien – A Ressurreição (1997), Jean-Pierre Jeunet é dono de uma vasta imaginação. Sua marca como cineasta é misturar lúdico e inusitado e em Uma Viagem Extraordinária (L’Extravagant voyage du jeune et prodigieux T.S. Spivet, 2013) esse estilo está em todos os cantos da tela. Omelete

A psiquiatra suíça Elizabeth Kubler-Ross, em 1969, escreveu seu livro mais famoso, intitulado “On Death and Dying”. A obra ficou marcada pelo discurso dos cinco estágios que a pessoa pode sofrer no processo do luto: negação, raiva, barganha, depressão e aceitação. Estágios que não precisam estar necessariamente nesta ordem e também podem acontecer em qualquer outro momento doloroso na vida de alguém. Focando mais em alguns e deixando outros sem muito aprofundamento, o novo filme de Jean-Pierre Jeunet lida com este tema delicado até certo ponto com maestria, porém o diretor se perde quando escolhe não se aprofundar no assunto. Guilherme AugustoCinema com Rapadura

De uma forma geral, o longa tem um tom ingênuo que pode parecer desconexo com a contemporaneidade. Porém, talvez resida nele a efetiva capacidade crítica social do filme baseado no livro O Mundo Explicado por T.S. Spivet, de Reif Larsen, que centra foco no núcleo familiar e nas indústrias científicas e midiáticas. Papo de Cinema

Spiveze-se: George Orwell, 1984 e Revolução dos Bichos, Eu Me Importo, Unesco disponibiliza mais de 80 filmes indígenas gratuitamente, Repo man, Cabeza borradora – Eraserhead, Free Energy, Micro hidrelétrica e redemoinhos, Quem matou o carro elétrico?, Empoderamento dos recursos, Planta autosuficiente, Miniusina de energia, Funcional Obsoleto

Elisa de Oliveira Flemer e o Homeschooling

Elisa de Oliveira Flemer, 17 anos, passou em engenharia civil na Universidade de São Paulo (USP), foi a quinta colocada, porêm por ter estudado no formato homeschooling, e não ter documentos que comprovasse sua formação no ensino médio, ela não pôde se matricular. EuEstudanteCorreio Braziliense

Elisa foi impedida de entrar na USP por realizar "homeschooling" - Arquivo Pessoal

Elisa, que mora em Sorocaba, interior de São Paulo, adotou o modelo de estudar em casa em 2018 e estuda cerca de seis horas por dia seguindo um método próprio. A estudante relata que optou pelo homeschooling quando estava no primeiro ano do ensino médio ao perceber que tinha facilidade em estudar sozinha e detalha que nessa época aprendia a matéria apenas lendo o conteúdo da apostila minutos antes da aula. Simone Machado – UOL

Desde que começou a estudar em casa, Elisa tem prestado vestibulares para testar seus conhecimentos. A estudante já foi aprovada duas vezes em uma faculdade particular, onde devido ao seu desempenho conseguiu bolsa integral, tirou 980 na redação do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) e por meio do Sisu (Sistema de Seleção Unificada) conquistou o 5º lugar no curso de engenharia civil da Escola Politécnica da USP, em 2020.

“Para matrícula nos cursos de graduação da USP, é necessária a apresentação do certificado de conclusão do ensino médio, já que ainda não existe regulamentação sobre o homeschooling no Brasil”.

Adepta do homeschooling, modalidade ainda não regulamentada no Brasil, Elisa passou na Universidade de São Paulo (USP) em engenharia civil, foi aprovada no Centro Universitário Facens e ficou na lista de espera de quatro universidades nos Estados Unidos. Ela conta em seu perfil no Instagram (@elisaflemer) que a luta na Justiça para obter o diploma do ensino médio e, finalmente, conseguir se matricular em alguma instituição, continua. WILMA ANTUNES – Jornal Cruzeiro do Sul

No homeschooling, o processo de aprendizagem é feito fora de uma escola. A criança ou adolescente não frequenta uma instituição de ensino, seja ela pública ou particular. As aulas são lecionadas  em casa pelos genitores ou por professores particulares contratados. São Paulo para Criancas

Na educação domiciliar, a família assume por inteiro a responsabilidade de educar a criança ou jovem, sem a participação de uma instituição de ensino. Isabela Moraes – politize

O ensino em casa não é nenhum tipo de prática inovadora ou algo que se começou a pensar apenas nos últimos anos. É uma prática muito antiga, já existente há séculos, comum a diversas comunidades. Antes do conceito de escola e escolarização, o ensino já era praticado entre mentores e mentorados. elos

O conceito de homeschooling é caracterizado pela proposta de ensino doméstico ou domiciliar. Sua proposta vem de encontro à frequência das crianças numa instituição, seja ela escola pública, privada ou cooperativa. A modalidade é legalizada em vários países, como Estados Unidos, Áustria, Bélgica, Canadá, Austrália, França, Noruega, Portugal, Rússia e Nova Zelândia, que exigem uma avaliação anual dos alunos. Meu artigo – Brasil Escola

Por outro lado, em países como a Alemanha e a Suécia, homeschooling é considerado crime e há casos de pais multados, presos e que perderam a custódia dos filhos. O cenário internacional aponta ainda cerca de 63 países onde a homeschooling não é proibida expressamente por lei. No Brasil, a modalidade de ensino não está prevista em lei e é caracterizada como prática não legalizada, previsto no artigo 246 do Código Penal e ocorre quando o pai, mãe ou responsável deixa de garantir a educação primária de seu filho.

Em função da imposição legal à matrícula dos filhos, o próprio Poder Público, inclusive o Ministério Público, pode compelir judicialmente a matrícula de menores de idade em instituições de ensino. Além disso, os pais podem ser processados criminalmente por não levarem os filhos à escola, pelo crime de abandono intelectual, tipificado no art. 246 do Código Penal Brasileiro.

Quem deixa de matricular crianças na escola no Brasil fere o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), a Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (LDB) e a própria Constituição. Famílias que adotam a prática do homeschooling, estão sujeitas a ações de Conselhos Tutelares e de Ministérios Públicos pelo país.

Educação domiciliar

Entre 5 e 7 mil famílias já adotaram o homeschooling no Brasil, mesmo sua prática não sendo regulamentada. A Associação Nacional de Educação Domiciliar (ANED) é o órgão brasileiro responsável por levantar essa causa e incentivar a prática, dentro da legalidade, movimentando tanto pessoas quanto governo para que os debates acerca do assunto continuem existindo.

Atualmente, os empecilhos são muito mais políticos, culturais e ideológicos do que jurídicos. Vários tratados internacionais de direitos humanos assinalam que a família tem primazia na escolha da forma de educação a ser dada aos filhos.

A prática do homeschooling e unschooling têm como foco o ensino além da escola. Através de estudos domiciliares, sendo de responsabilidade dos pais ou professores tutores, o aluno se desenvolve a partir de metodologias e práticas de estudo próprias. Alguns argumentos de famílias que optam pelo ensino domiciliar dizem respeito a preferências religiosas, aos perigos da escola e a casos de bullying.

Os prós e os contras do homeschooling

Pode-se destacar alguns pontos negativos do homeschooling. Por exemplo, a falta de um controle de frequência e de conteúdo. Além da falta de convivência com pessoas variadas, com opiniões, religiões diferentes das pessoas da que compõem a família, podem ocasionar na criança problemas como não conseguir trabalhar em equipe no futuro e dificuldade de lidar com convicções diferentes.

É importante salientar que em episódios como violência doméstica e abuso sexual sofrido pelas crianças no ambiente familiar muitas vezes são identificados na escola, e no caso dos estudantes que os pais são adeptos ao homeschooling, os menores estão mais suscetíveis a estes tipos de crimes.

Em contrapartida, os que defendem a educação domiciliar acreditam que a criança em casa tem melhor aprendizado e melhores resultados em razão de fatores como a flexibilidade de horário, um planejamento individualizado de conteúdo, que possibilita focar nos problemas de aprendizagem específico que a criança possa apresentar e explorar seus potenciais e talentos.

Elize-se: INGLÊS COM MÚSICA, SENAI: 20 cursos online sem processo seletivo, Brincadeiras ao ar livre, Waldschule für kränkliche Kinder, Centro de Mídias SP, Cursos online e conteúdos gratuitos, FGV libera 55 cursos online gratuitos, Cursos acadêmicos online, Cursos online e gratuitos sobre agrofloresta, permacultura e ecodesign, Cursos na USP, Os Atores do Controle Social da Sociedade

Eu, Christiane F., 13 anos, drogada, prostituída

O serviço de streaming Amazon Prime revisita a história mundialmente famosa de Christiane F. por meio de uma minissérie com oito episódios, disponibilizada na sexta-feira (19/02).

Film | Wir Kinder vom Bahnhof Zoo

No final dos anos 1970 e início dos anos 1980, o drama de uma adolescente identificada como Christiane F. ganhou as manchetes na Alemanha, deixando o país em estado de choque. O livro autobiográfico de 1978 Wir Kinder vom Bahnhof Zoo (traduzido no Brasil para Eu, Christiane F., 13 anos, drogada, prostituída) foi considerado escandaloso, mas chamou a atenção sobre como a sociedade alemã estava falhando com suas crianças. DW

Cover des Buches Wir Kinder vom Bahnhof Zoo von Christian F. - Hochformat

Embora o livro tenha sido realmente escrito por dois jornalistas da revista alemã Stern, com base em dias de entrevistas com a protagonista Christiane Felscherinow, a narrativa em primeira pessoa se revelou um relato perturbador da realidade do uso de drogas e suas consequências.

Christiane tinha somente 15 anos ao ser entrevistada pelos repórteres, mas também tinha muita coisa para contar, e o fez minuciosamente. Traduzido para 15 línguas, o livro virou best-seller em mais de 30 países. Em abril de 1981, estreava o filme homônimo dirigido por Ulrich Edel, estrelado por Natja Brunckhorst no papel de Christiane e com a participação de David Bowie. Sua música Heroes tornou-se, praticamente, a canção-tema do filme.

A atriz austro-australiana Jana McKinnon interpreta o papel principal. O produtor de cinema Oliver Berben, filho da famosa atriz alemã Iris Berben, não poupou custos ao retratar os altos e baixos do uso de drogas ao longo da série que se estende por sete horas.

Mas será que a geração do streaming ainda pode ficar chocada, comovida ou até mesmo seduzida pela história de Christiane F. – ou o público viu coisas piores nos 40 anos desde o lançamento do livro?

Christiane Vera Felscherinow
Christiane Felscherinow em uma fotografia dos anos 2010. Ela continuou a ter reacaídas nos últimos anos

E essa luta é algo com que qualquer pessoa – jovem ou velha – provavelmente pode ter empatia. O produtor Oliver Berben disse que a história é sobre “como os jovens tentam encontrar seu lugar neste mundo”.

“E este é um mundo difícil e brutal.”

Zooze-se: Álcool, drogas e Sacklers, 10 razões para legalizar as drogas, Sistema Nacional de Políticas Públicas sobre Drogas, Legaliza essa porcaria, Contrapropaganda sobre a Cannabis, Tabaco e álcool sim, Maconha não. Por que?!?, Enquanto isso em Portugal, surto!?!

Uncanny Valley

O poder de atração de um robô aumento à medida em que ele se assemelha a um ser humano. Mas quando ele começa a ter uma aparência muito similar à nossa, a simpatia é substituída bruscamente por medo e repulsa. Incrível.club

10 Efeitos misteriosos mais intensos que um déjà vu

Originally coined by Masahiro Mori in 1970, the term “uncanny valley” describes our strange revulsion toward things that appear nearly human, but not quite right. This revulsion usually involves robots, but can also include computer animations and some medical conditions. Rob Schwarz

A graph of the uncanny valley, according to Masahiro Mori

One theory is that our experience with the uncanny valley (the “valley” being the “region of negative emotional response” in the chart over there) stems from an evolutionary tendency to be repulsed by anyone who looks sick or unhealthy or wrong. In other words, “pathogen avoidance.”

Another is that the uncanny valley, particularly in regards to humanoid robots, triggers an innate fear of death, as they often seem to move like lifeless puppets, reminding us of our own mortality.

A hipótese original de Masahiro diz que, à medida em que a aparência do robô vai ficando mais humana, a resposta emocional do observador humano em relação ao robô vai se tornando mais positiva e empática, até um dado ponto onde a resposta rapidamente se torna uma forte repulsa. Entretanto, à medida em que a aparência continua a ser menos distinguível de um ser humano, a resposta emocional passa a ser positiva novamente e finalmente aproxima-se do nível de empatia entre dois humanos reais. Wikipédia, a enciclopédia livre.

Essa área de resposta repulsiva gerada por um robô com aparência e movimentação entre “praticamente humano” e “completamente humano” é o vale da estranheza. O nome abrange a ideia de que um robô com aparência quase humana aparenta “estranho” para alguns humanos, produzindo essa sensação e falhando em ativar uma resposta empática necessária para uma interação humano-robô produtiva.

Estranheze-se: AMAZON APRESENTA TÁXI ROBÔ, Vídeo simula ação de robô-soldado, Robôs do Face criam língua própria – mas calma, não é a revolução das máquinas, Como Fazer um Robô, A evolução dos robôs.

Trilha sonora de Akira

Bottleneck Gallery e a Milan Records trouxe de volta as músicas clássicas do filme em versões “regravadas e remasterizadas”, segundo a descrição oficial. Apesar disso, a obra ainda é creditada a Geinoh Yamashirogumi, o grupo fundado por Shoji Yamashiro, que foi responsável pela trilha original. Jefferson Sato – Geektrooper.wordpress.com/2017/08/04/trilha-sonora-de-akira-sera-relancada-em-discos-de-vinil-sangrentos-jovem-nerd/

akira-trilha-vinil1

Esta é a lista de músicas inclusas nos discos:

  1. “Kaneda”
  2. “Battle Against Clow”
  3. “Winds Over Neo Tokyo”
  4. “Tetsuo”
  5. “Doll’s Polyphony”
  6. “Shohmyoh”
  7. “Exodus From the Underground Fortress”
  8. “Illusion”
  9. “Mutation”
  10. “Requiem”

O mangá de Akira foi originalmente publicado entre 1982 e 1990, mostrando uma Tóquio futurista após a 3ª Guerra Mundial, desolada por uma força sobre-humana. Quando um jovem acaba se envolvendo com a causa da destruição, segredos enterrados voltam à tona e a nova cidade corre perigo. Uma adaptação em anime foi lançada em 1988. Jovem Nerd

Akiraze-se: Akai Koudan Zillion Dublado, 30 Matrix indígenas, Trilha sonora de Akira será relançada em discos de vinil sangrentos [Jovem Nerd], KIERU, UM JOGO DE COMBATE ENTRE SAMURAIS INSPIRADO EM SAMURAI JACK

Caapora Adventure

O Game conta a história de um jovem índio chamado Yacamin que seguirá em uma aventura em busca dos fragmentos da pedra Caapora que foi violada e separada em 4 fragmentos elementares que foram espalhados pelo continente de Zaltana, o que fez com que o portal entre os mundos; mitológico e dos humanos, fosse novamente aberto, trazendo monstros e entidades folclóricas para o mundo dos humanos.

Golden Shower: Total Control (SD) (2001)

Golden Shower: Total Control (SD) (2001)

Segundo videoclipe oficial do Projecto Golden Shower, finalista na categoria Melhor Clipe de Música Eletrônica do VMB MTV 2001.

Direção : Carlos Bêla e Mario Sader, Animação: Alfredo Hisa, Guga, Certain e Roger Marmo Uma produção da Lobo (www.lobo.cx) 2001

Download this song: http://goldenshower.bandcamp.com

Official website: http://www.goldenshower.gs

Showerze-se: Atari 2600, Projeto Guri, Dia do músico, Music of House, Springfield’Spring

Maconha, o prozac dos pobres?!?

O vício na maconha é uma questão bastante relativa até mesmo para os cientistas. Segundo o biomédico Renato Filev, pesquisador do Núcleo de Neurobiologia e Transtornos Psiquiátricos da USP, o vício na cannabis, de fato, não existe, mas sim um hábito de fumá-la. João R. e Natália Eiras – SUPERINTERESSANTE

O fato do conceito de dependência ter ganhado outras facetas também dificulta dizer se há o vício. “Há diferentes níveis de dependência. O vício na maconha, entretanto, é social e individualmente menos danoso do que os de outras drogas e mais fácil de ser enfrentado, ainda que acarrete grande sofrimento, como qualquer transtorno mental grave”, diz o antropólogo Maurício Fiore. Ou seja, você pode não se tornar quimicamente dependente da maconha, mas mentalmente.

Experiências que compararam pessoas que não fumavam maconha com usuários assíduos, que consumiam cinco baseados por dia há mais de 15 anos, mostraram diferenças sutis nos resultados de memória e atenção. A mesma pesquisa mostrou que o uso excessivo e diário de álcool causa mais sequelas do que a cannabis.

.“A ilegalidade da maconha é um enorme obstáculo para a pesquisa sobre consequências do seu consumo e para a disseminação de informações aos seus consumidores”, completa Fiore. Mas já sabe-se que o usuário eventual não precisa se preocupar com um aumento grande do risco de câncer. Porém, aquele que fuma mais de um baseado por dia há mais de 15 anos deve pensar em parar.

A maconha é uma planta da família Moraceae muito utilizada em todo o planeta, sendo considerada a droga ilícita mais utilizada no mundo. Seu consumo, quando comparada com outras drogas permitidas, perde apenas para o álcool e cigarro. Brasil Escola UOL

A principal forma de administração da maconha é a inalação (fumada), método que leva a um efeito rápido no organismo. Estima-se que em cerca de meia hora a maconha atinja seus níveis máximos no sangue do usuário. Além da inalação, muitas pessoas fazem uso da maconha, ingerindo-a.

A maconha é uma planta rica em diferentes substâncias químicas, apresentando, algumas delas, propriedades medicinais e também efeitos psicotrópicos, ou seja, que causam efeitos no nosso sistema nervoso central. Estima-se que a maconha possua mais de 400 componentes, sendo 60 deles conhecidos como canabinoides, que são os compostos psicoativos dessa planta.

“Uma parcela muito pequena de usuários de maconha migram para outras drogas”, diz o biomédico Renato Filev, pesquisador do Núcleo de Neurobiologia e Transtornos Psiquiátricos da USP. A maior e única ligação entre a maconha e o crack, por exemplo, é que ambos são ilegais e são vendidos no mesmo lugar. Segundo o antropólogo Mauricio Fiore, o que faz um usuário de maconha ter acesso a drogas mais pesadas é o simples e puramente fácil acesso a elas, por estarem na “mesma prateleira do supermercado”.

A maconha pode (ainda) não curar, mas ajuda a aliviar os incômodos do tratamento de transtornos mentais e de portadores do HIV, estimulando o apetite dos pacientes. O primeiro relato médico do uso medicinal da cannabis foi há 5 mil anos, em um herbário chinês, onde a planta era indicada para combater males como a asma, doenças do aparelho reprodutor feminino, insônia e constipação intestinal. No ocidente, quem inaugurou o uso “sério” da droga foi o professor Raphael Mechoulam, da Universidade Hebraica de Jerusalém. Atualmente, os medicamentos com base na maconha estão sendo usados em pacientes de Aids, câncer e esclerose múltipla. “Estão sendo feitos os componentes da Cannabis em comprimidos e spray”, conta o biomédico Filev. “A droga, então, poderá ser usada nos tratamentos de transtornos como ansiedade, depressão, psicose, esquizofrenia e doenças neurodegenerativas”.

Proze-se: O pai da maconha medicinal moderna, A OMS removeu a maconha da categoria de drogas?, História da Maconha, Tabaco e álcool sim, Maconha não. Por que?!?, Leite de Mamaconha, Milton Friedman, Vaginóides!, Doenças que podem ser tratadas com Canábis Medicinal

Truques simples e originais para o ajudar no jardim

Estes simples truques e ideias para o jardim vão ajuda-lo, faz bem também para a cabeça: relaxa a mente e promove o bom humor. Além disso, para dedicar-se a jardinagem não é necessariamente preciso ter um jardim, basta ter uma bela varanda em casa. Neste artigo vamos mostrar alguns truques que vão te ajudar a ter um cantinho verde perfeito. 1001 ideias

Confere abaixo:

1. Plante as sementes equidistantes usando uma forma para muffin.

2. Faça um caminho com garrafas de vidro.

3. Utilize o escorredor de massa como floreira suspensa.

4. Esmague colheres velhas até que fiquem planas.

Decore-as e use o nome das plantas que plantou.

Ou use talheres de plástico.

5. Tire a parte de cima de uma lata.

Pinte com um spray…

E use para colocar ervas aromáticas.

6. Use uma garrafa de vinho para irrigar as plantas: encha de água e enterre.

7. Pode usar uma velha pia para decorar o jardim.

Para deixar os animais longe das plantas, use garfos de plástico.

Espalhe cascas de bananas no terreno, ao se decomporem elas vão deixar cálcio, magnésio e muitos outros nutrientes.

A mesma coisa para os restos de café que são fertilizantes naturais.

E as cascas de ovo que devem ser enterradas depois de secarem durante três dias.

10. Um escorredor de massa com filtros de café é uma solução para reter a humidade.

11. Aproveitando esta ideia até quem mora num apartamento pode ter um cantinho verde.

image: 11eureka.blogspot.com

Clique neste link acima e veja como fazer isto!

Tem também aqui um video com mais dicas para o jardim:

[embedyt] https://www.youtube.com/watch?v=u31l960Ggx0%5B/embedyt%5D

Dicaze-se: Ergonomia no home office: 6 dicas para sua saúde, Saúde financeira: 5 dicas para equilibrar as finanças, Corona Vírus, dicas., 5 dicas para ajudar um autista, Dicas para fugir do hábito de reclamar, Dicas de uma árvore

Vídeo simula ação de robô-soldado

Em função disso, a ‘Corridor Digital’, estúdio de produção de Los Angeles especializado em efeitos visuais, fez uma montagem impressionante simulando a ação de um robô-soldado, desenvolvido com inteligência artificial do Pentágono, em um cenário de batalha fictício com soldados humanos. Apesar de se tratar de uma brincadeira cheia de efeitos especiais, nos dá a entender que, em breve, a intervenção humana em conflitos de guerra se tornará completamente desnecessária. Matheus Luque

Só no ano de 2019, diversos projetos envolvendo diferentes robôs entraram em ação, como o robô pizzaiolo, o robô cozinheiro e o robô carregador.

Runzer-se: Robôs do Face criam língua própria – mas calma, não é a revolução das máquinas, Como Fazer um Robô, A evolução dos robôs., Robô em busca de liberdade, Nikola Tesla

الحرة نيوز – 3 أدوات تساعدك في التحقق من الأخبار والصور والحسابات المزيفة عبر الإنترنت

لا تعتبر الإشاعات والأخبار المزيفة أو المضللة أمرًا جديدًا، فهي موجودة منذ الأزل، لكن الجديد الآن هو سرعة انتشارها، حيث سهلت وسائل التواصل الاجتماعي انتشارها على نطاق غير مسبوق، وقد لمسننا مدى خطورتها خلال انتشار جائحة فيروس كورونا (COVID-19) التي ما زالنا نعاني منها حتى الآن. Mohamed Gamal

تزداد صعوبة الثقة في أي شيء تراه على الإنترنت، فهناك الأخبار المزيفة والحسابات الوهمية عبر منصات التواصل الاجتماعي، بالإضافة إلى التلاعب بالصور ومقاطع الفيديو لتبدو واقعية باستخدام تقنيات الذكاء الاصطناعي، مثل: تقنية DeepFakes.

لذلك سنستعرض اليوم بعض الأدوات التي تساعدك في التحقق من الأخبار والصور والحسابات المزيفة عبر الإنترنت بسهولة:

1- أداة (Spot The Troll) للتحقق من الحسابات الوهمية:

تعتبر الحسابات الوهمية أو (الروبوتات الرقمية) Bots من أبرز المشاكل التي يعاني منها المستخدمون في تويتر ومنصات التواصل الاجتماعي المختلفة، حيث تعمل على توسيع نطاق وصول المحتوى بشكل مزيف من خلال زيادة إعادة التغريد، والإعجاب، وتستخدم للتأثير على الرأي العام حول مواضيع محددة، أو من أجل زيادة المتابعين للحسابات الفردية.

عند البحث عن أدوات تساعدك على التحقق من الحسابات الوهمية على منصات التواصل الاجتماعي ستجد لكل منصة أداة مثل: أداة (Circleboom) لتويتر، أو أداة (FakeFind) لموقع إنستاجرام، وهكذا، ولكن لا يوجد أداة تتيح لك التحقق من الحسابات الوهمية على جميع المنصات التي تستخدمها.

2- أداة NewsGuard للتحقق من الأخبار:

تُعتبر أداة (NewsGuard) من أشهر أدوات التحقق من الأخبار المزيفة، وهي تعتمد في عملها على فريق من الصحفيين وليس الخوارزميات.

توفر هذه الأداة تقييمات تفصيلية لأكثر من 5800 موقع إخباري، حيث يصنف  كل موقع على أساس تسعة معايير مختلفة، منها: هل الموقع ينشر محتوى مزيفًا باستمرار، وهل يتجنب العناوين الخادعة، وهل يضع الإعلانات بطريقة واضحة، هل هناك معلومات عن فريق العمل، وغير ذلك الكثير.

بناء على هذه المعايير تعطي الأداة معيار تقييم معين لتحديد التصنيف الكلي للموقع. ويحصل الموقع على تصنيف بلون أخضر إذا كان يفي بالمعايير الأساسية للدقة والمساءلة. بينما يظهر الموقع بلون أحمر إذا فشل في تلبية المعايير السابقة.

الأداة متاحة كإضافة لجميع متصفحات الويب، وأيضًا كتطبيق للأجهزة المحمولة سواء العاملة نظام أندرويد، أو نظام iOS.

3- أداة TinEye للتحقق من الصور:

تشبه أداة (TinEye) في عملها آلية البحث العكسي عن الصور في محرك بحث جوجل، فكل ما عليك فعله رفع الصورة التي تريد التحقق منها أو وضع رابط URL الخاص بها، كما يمكنك أيضًا ببساطة سحب الصور وإفلاتها لبدء البحث. 

وستقوم الأداة بفحص الصور عبر قاعدة بيانات الصور الخاصة بها التي تضم أكثر من 41 مليار صورة حتى الآن. كما تتيح لك إضافات (TinEye) البحث عن أي صورة ويب ببساطة عن طريق النقر بزر الماوس الأيمن على الصور في متصفح الويب الذي تستخدمه، كما أن لديها خيارات لفرز نتائج البحث وتصفيتها.

إضافة (TinEye) متاحة لمتصفحات: Firefox و Chrome و Opera. Al-Hurra News

Al-Hurraze_se: Water Crisis in Pakistan, A quem interessa uma região sem Estado, Meditação em 1 minuto, Piscina biológica sem cloro, RE 1.017.365