Dia dos professores, afinal você é um!?!

O Dia do Professor, comemorado neste 15 de outubro, é uma data que precisa e deve ser lembrada, sempre, para homenagear os diversos mestres que passaram em nossas vidas e foram importantes na nossa formação, responsáveis pelo desenvolvimento intelectual e transmissão de conhecimento da educação infantil, passando pelo ensino superior até o nível acadêmico. JC Online

João Paulo 2º foi escolhido papa, e João Baptista Figueiredo, o último presidente da ditadura militar. Na cultura, a canção “Cálice” fazia sucesso na voz de Chico Buarque e Milton Nascimento, e o mundo assistia ao jovem ator John Travolta no musical “Grease”. Nesse mesmo ano de 1978, no interior de São Paulo, Angela Machado de Vasconcelos começava sua carreira em um colégio da rede estadual paulista.

Desde então o mundo e o Brasil mudaram, e a sala de aula definitivamente não é a mesma. Angela segue na profissão em uma matéria que exige disposição: educação física. Aos 71 anos, 41 de carreira, é a professora mais antiga em atividade na rede estadual paulista. Angela Pinho – Folha de S. Paulo

DADOS DA REDE ESTADUAL PAULISTA

190 mil é o número de professores da rede estadual de SP

72% são mulheres

45 anos é a idade média delas; 46 a dos professores do sexo masculino

23 anos é a idade do professor mais jovem

954 professores da rede estadual atuam em unidades da Fundação Casa

1.102 lecionam em unidades educacionais em presídios

“Jorge, eu sou uma decepção em matemática, então não se assusta com o meu zero”, escreveu a aluna.

Jorge, eu não sou uma decepção em matemática! Então me ajuda a entender melhor?Frase da aluna corrigida pelo professor
“Cometer erros é parte do processo pedagógico e dizer isso com clareza é trabalho do educador.” Professora Cláudia Costin, diretora do Centro de Excelência e Inovação em Políticas Educacionais da FGV (Fundação Getulio Vargas).


“Se a gente quer formar pessoas em um mundo de máquinas, a gente tem de se diferenciar das máquinas. E empatia é a base para a cidadania nesses tempos de ódio em todo o mundo”. Wanderley Preite Sobrinho. Do UOL, em São Paulo

Mude conceitos, você pode e deve: CIDADES DEMOCRÁTICAS, POLICIAL DA FLÓRIDA MOSTRA COMO SE TRATA RECLAMAÇÃO DE QUE GAROTOS ESTÃO JOGANDO BASQUETE NA RUA, A RAINHA DE MAIO, Dia do Professor, VIDA SIMPLES, VIA LÁCTEA PELO NAVEGADOR, INSTANTLY AGELESS ™, MEDICINA TRADICIONAL YANOMAMI ON-LINE, Em progresso, Presente, SIM Professor!!!, A HISTÓRIA DO JARDINEIRO DE OXALÁ, VIDA INTELIGENTE., LEI BRASILEIRA DE INCLUSÃO DAS PESSOAS COM DEFICIÊNCIA

Comente com sabedoria. E seja feliz!!!

LAGARTO-TATU (Cordylus cataphractus)


Cordylus cataphractus é uma espécie de lagarto pertencente ao gênero Cordylus, da família Cordylidae. Tem cerca de 15 a 20 centímetros de comprimento, esses lagartos habitam os desertos do sul da África, possuem escamas pontudas para proteção, são ovovivíparos e se alimentam principalmente de insetos. Vivem em pequenos grupos e hibernam durante o inverno. Esse lagarto exibe características marcantes, como o cuidado com a prole, muito raro em répteis, mas a característica que lhe trouxe fama e o apelido de “lagarto-tatu” é o mecanismo de defesa no qual este lagarto morde a ponta da cauda e se enrola formando uma bola de escamas pontiagudas. Acredita-se que ele faça isso para proteger sua barriga desarmada dos predadores, um comportamento também observado em crustáceos como o tatuzinho e mamíferos como o tatu. netnature

Scientists Claims RH Negative Blood Type Peoples Not Belong From Earth

All human blood types contain and are categorized by amounts of protein—except type RH negative, that is.Is it possible that human beings possessing the latter blood type are actually from Mars,Venus, or elsewhere in the universe? Physics-astronomy2

Não se sabe o que originou o sangue RH negativo, embora algumas teorias da conspiração, defendam que possa ser fruto de uma experimentação genética cerca de 5000 anos atrás.

A maioria dos humanos têm RH positivo, são cerca de 85 por cento. Isto significa que os seus glóbulos vermelhos contem uma substancia chamada fator de sangue RH (factor RHesus).

A concentração maior de RH negativo ocorre nos povos bascos do norte de Espanha e do sul de França e nos judeus do leste europeu e orientais.
O tipo de sangue O é o mais comum, e quando se separa o O em negativo e positivo, descobrimos que menos de 7 por cento da população mundial o tem.

Um caso alternativo sólido pode ser estendido até a conclusão de que o sangue fator Rh-negativo NÃO é uma mutação, mas possivelmente o grupo original sanguíneo da raça humana. Ou seja, que haveria um grupo de seres humanos “puros”, não diretamente relacionados aos processos evolutivos na Terra, é uma possibilidade distinta. Esse raciocínio sugeriria que os seres humanos originais em nosso planeta, os que não estavam diretamente relacionados com os macacos (Rhesus), mas que em algum momento foram “MADE”(fabricados) ou seja “geneticamente modificados” por “alguém”.

Mas será que isto tudo é mesmo verdade ou será que o O RH negativo não passará de uma mera mutação aleatória? PainelNoticias

Veja também: A indústria farmacêutica está fora de controle?, Repo man, Exame com uma gota de sangue, The X-Files, Sugestão de desintoxicação ayurvédica após os excessos., Sexo seguro!, Somos todos doadores, Cospe logo!, Ministério da Saúde, Coleira para crianças, absurdo?, Mosquitos vinho na foto, Dia Mundial do Doador de Sangue, No Capão Redondo, ninguém sonha em ser médico, Tratamento caseiro para Baixar o Colesterol, Instituto Pindorama, voluntariado., O colágeno, Juan dos Mortos

Sangue dourado ou rh nulo

O Rh nulo ainda é pouco conhecido da maioria das pessoas. Foi detectado pela primeira vez em 1961, em uma mulher australiana. Até hoje, no mundo inteiro, só foram cadastrados 43 portadores desse tipo sanguíneo. Nesse grupo, há duas brasileiras que são irmãs. MetropolesO sistema sanguíneo tem fenótipos que são A, B, AB ou O, e segue a seguinte lógica: A recebe de A e O, B de B e O, AB de A, B, AB e O, e O, apenas dele mesmo. O Rh entra como um complemento nessa combinação e costuma ser positivo ou negativo. No caso das irmãs brasileiras, ele é nulo.O Ministério da Saúde informou que o cadastro de doadores raros “tem colaborado com a melhoria do atendimento às demandas de sangue raro, aumentando a segurança transfusional, uma vez que facilita a busca e aumenta as chances de se encontrar um doador compatível”.
Segundo o biomédico imuno-hematologista Bruno de Abreu Castro, indivíduos com Rh nulo precisam de acompanhamento frequente, pois a tendência é que eles desenvolvam anemia por causa da fragilidade da estrutura das suas hemácias, que têm uma sobrevida menor se comparadas às de indivíduos com fatores Rh normais.
Para Samila Santana, hematologista da Fundação Hemominas, é fundamental investir em um banco de hemácias raras congeladas, já que as não congeladas duram apenas 42 dias.

Existem 35 grupos de tipos sanguíneos reconhecidos pela Sociedade Internacional de Transfusão de Sangue, mas, por motivos de simplicidade, a maioria das pessoas realmente precisa conhecer os dois tipos mais importantes: o sistema ABO e o sistema Rhesus D. Socientífica

Algo como 160 dos 342 antígenos do grupo sanguíneo são de alta prevalência, o que significa que a maioria das pessoas os tem em seus glóbulos vermelhos. Se você não tem um antígeno que 99 por cento das pessoas têm, seu sangue é considerado raro. Se você falta um que 99,99 por cento das pessoas tem, então, parabéns, você é o Homem-Aranha. Brincadeira, apenas para descontrair.

O tipo de sangue mais raro existente é o sangue de Rh-nulo (ou Rhnull). Esse sangue “exclusivo” é caracterizado por uma completa falta de antígenos no sistema Rh, que é o segundo maior grupo de todos do sistema sanguíneo (só perde para o Sistema ABO).

No Reino Unido há um hemocentro de tipos sanguíneos raros, incluindo o Rh-nulo. Você pode ver imagens e saber mais sobre esse hemocentro para sangues “exclusivos” clicando neste link.

O Universo em 6 minutis

O tritão-alpino é um anfíbio parente das salamandras nativo da Europa central e meridional.

Ele se reproduz em águas rasas, onde suas larvas nascem, eclodem e se alimentam de plâncton antes de brotar pernas e se mudar para a terra.

O vídeo em timelapse, feito pelo holandês Jan van IJken, acompanha o desenvolvimento de um zigoto unicelular na larva de um tritão-alpino.

O resultado se chama “Becoming”. Capturado em detalhes impressionantes, oferece um olhar impressionante e hipnotizante sobre o processo de divisão e diferenciação celular pelo qual todos os animais já passaram na vida. Vivimetaliun – Confira: fonte:via []

For more awe-inspiring biology from van IJken, watch The Art of Flying.

Filmmaker, producer and editor: Jan van IJken. Aeon

The Bee Is The Most Important Of The Planet

The Apiculture Entrepreneurship Center of the Universidad Mayor (CeapiMayor) and the Apiculture Corporation of Chile (Cach) with the support of the Foundation for Agrarian Innovation (FIA), conducted a study where it was determined that bees are the only living being that it is not a carrier of any type of pathogen, regardless of whether it is a fungus, a virus or a bacterium. Physics And Astronomy Zone

Bees around the world have disappeared up to 90% according to recent studies, the reasons are different depending on the region, but among the main reasons are massive deforestation, lack of safe places for nests, lack of flowers, use uncontrolled pesticides, changes in soil, among others.
Bees around the world have disappeared up to 90% according to recent studies, the reasons are different depending on the region, but among the main reasons are massive deforestation, lack of safe places for nests, lack of flowers, use uncontrolled pesticides, changes in soil, among others.
A polinização é o transporte de pólen de uma flor para a outra. É através desse processo que as flores são fecundadas, dando início ao desenvolvimento de frutos e sementes. Ela pode ser feita pela água, pelo vento e por muitos animais, como borboletas e beija-flores. Mas o animal mais famoso pela capacidade de polinização – e é de fato o mais eficiente – é a abelha, pois é mais rápida, consegue voar em ziguezague e, após um tempo com a colônia instalada em certo local, consegue saber qual o melhor horário para coletar pólen (elas observam a flora próxima à colmeia e associam com a intensidade da luz do dia).

As abelhas são pequenas no tamanho, mas de uma importância gigante para toda a vida na Terra. Sem as abelhas, não perderíamos só o mel e os produtos agrícolas. A produção de animais para consumo humano também sofreria grandes perdas, já que esses bichos são herbívoros. A vida selvagem de uma forma geral sofreria sem elas: a vegetação seria drasticamente reduzida e, assim, a vida como um todo. eCycle

Palavras Perdidas: Manual de Apicultura em Pequena Escala, Comida de gente, Bandeirantes Modernos, Comida de tubarão, Vegeta, Carta da Terra, Abelha poliverde, Makota Valdina, Pare e pense, Na estrada havia uma pedra, Ervas medicinais, Abelhas nos telhados de Paris

Leite de Mamaconha

According to the findings of several major scientific studies, human breast milk naturally contains of the same cannabinoids found in the cannabis plant, which are vital for proper human development. CBDLife

Dr. Melanie Dreher studied women using cannabis during their entire pregnancy and then studied the babies one year after birth. She found that babies of the women who had smoked cannabis daily during their pregnancy socialised more quickly, made eye contact more quickly and were easier to engage.

Furthermore, a study on the endocannabinoid receptor system that was published in the European Journal of Pharmacology reported: “The medical implications of these novel developments are far reaching and suggest a promising future for cannabinoids in paediatric medicine for conditions including ‘non-organic failure-to-thrive’ and cystic fibrosis.”

There are two types of cannabinoid receptors in the body; the CB1 variety which exists in the brain, and the CB2 variety which exists in the immune system and throughout the rest of the body. Each one of these receptors responds to cannabinoids, whether it be from human breast milk in children, or from cannabis.

This essentially means that the human body requires and produces endocannabinoids, as these nutritive substances play a critical role in supporting and maintaining human health.

Also, learn more about the legality status of cannabis oil in the UK.

References:

https://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S0014299904007423?via%3Dihub
https://pubs.acs.org/doi/abs/10.1021/acsomega.6b00253

O THC é solúvel em gordura e pode ser armazenado no tecido adiposo e qualquer droga que é solúvel em gordura fica também depositada no leite materno. Algumas pesquisas sugerem que o uso da maconha durante o primeiro mês de amamentação pode causar impedimentos no seu desenvolvimento motriz (controle dos movimentos dos músculos). Outras porém, afirmam que não há comprovação científica e que na prática a história é outra. Crianças submetidas ao THC na primeira infância, através do leite materno, tem desenvolvimento igual ou melhor do que os não submetidos. Nessa Bruxinha .:. – HEMPADAO

Dr. Melanie Dreher, enfermeira de Chicago faz pesquisas envolvendo a Marijuana, esses estudos foram feitos em 1992. Vamos a elas:

• Não existem diferenças significativas no peso de nascimento dos bebês expostos VS os que não foram;

• Crianças cujas mães usaram maconha, apresentaram melhor estabilidade fisiológica no 1º mês;

• Recém-nascidos fortemente expostos ao THC foram mais sociáveis e mais estáveis autonomicamente durante 30 dias;

• Crianças expostas ao THC ainda no útero, foram mais alertas;

• O sistema motor e o sistema nervoso autônomo de crianças expostas, foram mais robustos;

• As crianças expostas foram mais tranquilas e menos propensas a demonstrar desequilíbrio emocional;

• Depois de cinco anos de acompanhamento, conclui-se que não existem relações negativas, pelo contrário, as crianças apresentaram resultados mais favoráveis para a flexibilidade e estabilidade autônoma.

Fonte: Lombra

Uma das grandes preocupações dos pais é a de que seus filhos utilizem drogas, substâncias que alterem o estado mental. E se eu disser que o primeiro contato com substâncias psicoativas ocorre logo no primeiro dia de vida? O leite humano está repleto dessas substâncias, incluindo uma série de endocanabinoides, esses componentes são imprescindíveis para o desenvolvimento humano e atuam de forma similar aos efeitos da maconha. Grow
Os endocanabinoides mais conhecidos e abundantes no corpo humano são a anandamida e o 2-AG — similares ao THC da cannabis — que se ligam aos receptores CB1 e CB2. Esses receptores estão presentes em células de diversos órgãos (veja a imagem), especialmente no cérebro.

A ativação de receptores canabinoides no cérebro está ligada à ação neuroprotetora, prevenindo morte de células cerebrais. O sistema também interage com outros sistemas cerebrais, como o dopaminérgico, regulando a liberação de dopamina e a quantidade de receptores.

O rimonabant, um bloqueador de receptores de canabinoides, foi cogitado como um medicamento contra a obesidade, já que o sistema endocanabinoide está diretamente ligado ao apetite. O rimonabant, porém, foi rejeitado: ao impedir os endocanabinoides de se ligarem a seus receptores, o medicamento induz depressão, ansiedade e pensamentos suicidas. Similarmente, ratos geneticamente criados com deficiência em receptores canabinoides são mais agressivos, ansiosos e tendem a sofrer anedonia (inabilidade de sentir prazer).

Porque o sistema endocanabinoide é capaz de aumentar, mas também inibir o apetite, pesquisadores acreditam que esse seja o motivo porque bebês que amamentam nunca se alimentam demais, enquanto bebês alimentados com fórmula comumente se encontram acima do peso.

O sistema endocanabinoide, contudo, se adapta rapidamente, aumentando a quantidade de receptores na ausência de canabinoides, aumentando assim as chances de serem estimulados por qualquer substância que se ligue a eles. Da mesma forma, quando há abundância de canabinoides, há uma diminuição no número de receptores, criando assim uma resistência aos efeitos psicoativos – os benefícios à saúde, contudo, não diminuem.

Quando adultos, o ideal é que nosso organismo possua um sistema endocanabinoide equilibrado e produza canabinoides e receptores suficientes. Acredita-se que em casos de depressão, ansiedade e outros quadros psiquiátricos, possa haver uma falha nesse sistema e, por isso, pessoas com essas enfermidades têm uma tendência ao uso de substâncias que o estimulem, como a maconha.

A camellia sinesis, planta de onde é produzido o chá preto, branco e verde, também contém uma substância que se liga a receptores CB1: o antioxidante catequina. O guaraná também é uma fonte com grandes quantidades de catequina.

O cacau e, consequentemente, o chocolate, também possuem catequina e canabinoides, estimulando o sistema endocanabinoide. Não surpreende que o chocolate é um dos alimentos favoritos quando estamos tristes ou deprimidos.

Estudos também constataram que há uma perturbação no sistema endocanabinoide quando somos expostos ao stress. Já que o leite materno não está disponível depois de adultos (por favor, não vá atrás de leite humano! Tome um chá.), não é natural esperarmos que as pessoas recorram a substâncias que estimulem seus sistemas endocanabinoide? Usuários da maconha não estaria, então, na maioria esmagadora das vezes, fazendo uso medicinal?

Referências:

Poetize-se: Comida esperta, Cursos de saúde da UFPB: Uso medicinal da maconha, Vegeta, Comida de gente, Alzheimer, Comida de tubarão, A maconha como porta de entrada, Nunca comer., MORADOR DE RUA CUIDA DE 11 CÃES, A história das coisas,

GENTE HONESTA E ESFORÇADA, OS DESVIANTES E OS COM SÍNDROME DE MANADA

Bem, meu filho tem 15 anos. Ele está fazendo terapia e estou revendo a leitura de que ele tenha autismo de alta funcionalidade, síndrome de Asperger. Eu tenho uma implicância gratuita com esse tipo de classificação porque meus namorados tentavam me enquadrar nisso.
Então, tive que reler sobre síndrome de Asperger para entender meu filho. E lendo um blog de uma mãe de uma “aspie”, me deparo com o relato dela de ter que se admitir aspie também, já bem velha. Acho que ela até disse que o diagnóstico tardio era tarde demais, apenas explicava que o erro não era ela. E ela dizia que a síndromeq era genética, passada de mãe para filho. Ou seja, meu filho, se ele der cria, ele não passará esses “genes” para seus filhos. E como eu não tive filha, o carma da minha linhagem está rompido.

Vou enumerar aqui apenas alguns elementos:

Tende a ter inteligência de acima da média a excepcional, frequentemente (mas não sempre) com divisões significativas entre as habilidades de raciocínio verbal e perceptual, velocidades mais baixas de memória de trabalho e/ou processamento, dificuldades de aprendizagem (por exemplo, discalculia, dislexia, dificuldade na compreensão de leitura). À MARGEM DO FEMINISMO

  • Memória de longo prazo mais forte.
  • Memória de curto prazo mais fraca.
  • Pode se perder facilmente no campus, perder objetos, chegar atrasada para classes ou provas.
  • Preferência por interações sociais um-a-um, tendo uma única amizade próxima.
  • Precisa de mais tempo afastada de pessoas do que seus pares (solidão).
  • Pode ficar confusa em situações de grupos sociais.
  • Prefere conversar sobre seus interesses especiais.
  • Realmente não gosta de ‘papo fiado’ ou conversas que não possuem uma função ou propósito.
  • Histórico de sofrer bullying, ser provocada, deixada de lado e/ou não se adequando a colegas de mesma idade, a menos que ela tenha amigos Aspies.
  • Forte antipatia por conversa fiada, fofocas, coisas sem sentido, mentidas.
  • Desgosto intenso por mentiras, apesar de poder mentir.
  • Tem habilidade em socializar, mas é incapaz de o fazer por longos períodos de tempo. Sofre de “exaustão social” ou de uma “ressaca social” quando socializa por muito tempo. A ressaca pode durar de algumas horas a alguns dias, o que pode ser debilitante.
  • Tem grandes dificuldades em conflitos, discussões, quando alguém grita com ela, brigas, guerra.
  • Tem muita dificuldade em se afirmar, pedir ajuda, estabelecer limites.
  • Pode precisar beber para ser sociável.
  • Pode ter atualmente ou no passado transtorno de estresse pós-traumático, por ser mal compreendida, mal diagnosticada, maltratada e/ou medicada erroneamente.
  • Diferentes habilidades sociais — é excepcionalmente boa em conversas um-a-um e apresentando para grupos, mas tem dificuldades trabalhando em situações de grupos.
  • Pode se achar em situações sociais ou relacionamentos em que ela se sente infeliz, mas não sabe como sair deles.
  • Histórico de outros tirarem vantagem dela, apesar de ela seguir apropriadamente os conselhos de negócios, legais ou sociais das outras pessoas.
  • Frequentemente entediada em situações sociais ou festas e/ou não sabe como agir em situações sociais.
  • Pode aceitar ir em eventos sociais, e mais tarde inventar uma desculpa do porquê ela não pode ir, frequentemente ficando em casa sozinha.
  • Frequentemente prefere se dedicar ao seu interesse especial, ao invés de socializar.
  • Outras pessoas a consideram differente, estranha e excêntrica.

Vou parar por aqui porque é dez vezes isso de “sintomas”. Tania Marshall – Delírios De Uma Mulher Aspie

O desajuste social longe de ser uma doença, é fruto da variedade genética e causa da nossa complexidade cognitiva enquanto espécie.

O erro da medicina é não admitir que o sistema de normas sociais é uma grande fábrica de seres com transtornos psíquicos fruto da falta de inclusão e aceitação na sociedade e ver os desviantes como defeituosos que devem ser corrigidos com drogas. Pois nestas avaliações, substâncias hormonais são identificadas em excesso, geralmente hormônios de estresse.

Não considero conflituosa o fato de que alimentos inflamatórios como a caseína, o açúcar em excesso, os vegetais com agrotóxicos ou o trigo (que pertence a uma flora local do planeta) não agrave o quadro de desequilíbrio hormonal e de produção de anticorpos afetando o cérebro.

As drogas elas são lançadas no mercado para contrapor a produção ou não produção dessas substâncias ou bloquear a ação dessas mesmas. Mas o nosso organismo tem uma organização sistêmica, e geralmente quando tentamos alterar a produção de uma substância, afetamos a produção de outra que pode afetar a produção de outra, tal como acontece no ecossistema quando um animal ou uma espécie botânica é extinta.

A natureza é bizarra. E sobreviver não é fácil. Mas o efeito colateral disso tudo é que o grau de mentirosos e mentiras é intensificado.

Eu não acredito nesse rol de classificações de doenças. Eu entendo e aceito o autismo clássico, não tem como negar sua existência e seus sintomas que vão além da existência de uma sociedade tóxica e alimentos tóxicos (dietas antiinflamatória alivia significativamente os sintomas de autismo), mas o autismo em si pode ser um quadro de transição entre os seres humanos de hoje e os mais adaptados para todo esse quadro incerto. Complexo demais definir rumos para a humanidade.

Não estou negando a existência de doenças genéticas, mas questionando se todas as manifestações genéticas são mesmo doenças, e não apenas um mecanismo de sobrevivência da espécie. Afinal, se há uma manada indo em direção ao precipício, que mais seguro não seria haver indivíduos que conseguem se colocar de fora e ter um olhar crítico e uma postura resistente àquele rumo?

Acho que minha personalidade não é um transtorno, mas uma construção sólida de um indivíduo que nasceu questionador e ao mesmo tempo interessado na busca pela verdade, acima da aceitação social. Conviver com a manada não é fácil, ela te ataca ferozmente quando você resiste a vestir as máscaras que ela exige de você, mas somos seres humanos, cérebro plástico e organismo adaptável a adversidades diversas, inclusive reclusão e solitude. Acordo Coletivo

Sublime-se: FERNANDA SAZUKI, POSITIVIDADE, RELIGIÃO MENTAL, SÍNDROME DE ASPERGER: CARACTERÍSTICAS, NICK CAVE, A ULTIMA CEIA, SURFISTA PRATEADO VS DR. MANHATTAN, MINHA CRENÇA MORTA, LEI ROUANET, ANESTESIA MENTAL., Transtorno do Espectro Autista (TEA)

Coleção de arte japonesa de Van Gogh, para download

O pintor holandês responsável por um dos quadros mais conhecidos do mundo – ‘A noite estrelada’, era um ávido colecionador de xilogravuras japonesas, tendo recebido bastante influência da arte oriental em suas próprias criações. O Van Gogh Museum – em Amsterdã, acaba de disponibilizar para download mais de 500 itens da coleção particular do artista.

arte japonesa Van Gogh 1

No final do século 19, muitos artistas europeus foram influenciados pela arte japonesa, na tentativa de fugir dos padrões e regras rígidas da arte ocidental. A busca por uma arte inovadora, fez muitos artistas, como Edgar Degas e Van Gogh estudarem a fundo a arte do Japão, prática que acabou ficando conhecida como japonismo. Vivimetaliun

Poetize-se: COM AMOR, VAN GOGH, NISE – O CORAÇÃO DA LOUCURA, KAY PIKE AND LIANNE MOSELEY, SANDUÍCHES SEM PÃO, Emociona-Te! com Van Gogh,

Papas Reformadores

Lutero era um culto monge Agostiniano. Seguia a filosofia e as catequese do cultíssimo Santo Agostinho.

Corrida mais fria do mundo a -52ºC!

corrida mais fria 4

Desafiando o corpo humano, dezesseis corredores corajosos reuniram-se na cidade de Oymyakon, na Rússia para competir na corrida mais fria da história, a torturantes -52ºC. A cidade é conhecida por ser o lugar mais frio da Terra e as temperaturas no inverno ultrapassam facilmente os 50 graus negativos. Vivimetaliun

corrida mais fria 1

A idade dos competidores variou entre 21 e 71 anos, que disputaram corridas de 5, 10, 20, 30 e 42km. Quem chegou o mais próximo de completar a maratona de 42km foi Ilya Pesterev, que acabou parando quando bateu os 39km. O mais jovem participante, Innokentiy Olesov, de 21 anos, correu 10km em uma hora e 8 minutos, enquanto o corredor mais velho – Yegor Permyakov, de 71 anos, conquistou 15km em duas horas e meia.

corrida mais fria 3

O desafio foi organizado por Alexander Krylov, chefe da agência Turuu Tour, que diz que pretende repetir todos os anos e transformá-la em destino popular de inverno.
Palavras perdidas: APRENDA A TER UM INFARTO!, ABÓBORA, NAARA BEAUTY DRINK!!!, SUCOS CASEIROS CHEIOS DE SAÚDE., O cansaço e as novas frequências, Boas Idéias Que Todos Os Países Deveriam Adotar, CHÁS QUE AJUDAM A EMAGRECER, SORVETE DE CACHAÇA, Setembro Vermelho

Kathrine Switzer e a Maratona de Boston de 1967

The Boston Marathon is seen as the ultimate marathon that many runners aspire to achieve and conquer. In 1967, history was made as Kathrine Switzer became the first official woman to run the Boston Marathon.

Shaken by the incident, she nevertheless went on to not only finishing but also become a historical figure around the world for sports equality. She also later played a driving role in making the Women’s Marathon an Olympic event.
Kathrine Switzer abriu caminho para uma cultura diferente no dia 17 de abril de 1967, uma data que mudou a história do esporte. Decidida a ser protagonista de sua própria vida, ela escolheu a corrida como esporte quando foi aceita no curso de jornalismo da Universidade de Syracuse. Ativo
“A ideia de correr longas distâncias era questionável entre as mulheres, porque, na cabeça de muita gente, uma atividade esportiva intensa faria com que a mulher ficasse com pernas grandes, tivesse bigode, pelos no peito e o útero deixasse de funcionar”, recorda a americana.

Kathrine Switzer foi a primeira norte-americana a correr oficialmente em Boston
Kathrine Switzer sendo empurrada por Jock Semple na Maratona de Boston de 1967

A movimentação chamou a atenção de Jock Semple, escocês que comandava a prova com rigidez. Depois de saber que havia uma mulher entre os participantes, Semple se apressou para afastá-la e com truculência, empurrou a jovem e ordenou: “Caia fora da minha corrida e me dê esse número de peito”.

“Naquele momento, eu pensei: ‘Vou terminar essa corrida do jeito que for’. Ninguém acreditava que eu podia fazer aquilo e, de repente, percebi que, se eu não terminasse, as pessoas realmente acreditariam que as mulheres não mereciam estar ali”.

Com dores em diversas partes do corpo, ela concluiu a maratona em 4h20min. Na madrugada seguinte à prova, voltando para a universidade, notou que seu feito tivera grande repercussão.

“A corrida me mudou completamente. Nessa época, eu era magra, insegura e sentia que cada milha era uma vitória”, disse. Como a universidade não tinha uma equipe feminina de corrida, a única alternativa era treinar com o time masculino de cross country, comandado pelo treinador Arnie Briggs.

Kathrine Switzer precisou superar muito mais do que os 42 quilômetros de corrida para se tornar a primeira mulher a oficialmente completar a tradicional da cidade de Boston de 1967, nos EUA: ela não só foi verbalmente agredida por outros corredores, que tentaram obriga-la a não usar maquiagem na pista, como foi fisicamente agredida por um juiz, que tentou retira-la da pista à força e aos gritos, sendo impedido pelo namorado de Kathrine. Vivimetaliun

KSwitzer6

Para comemorar os 50 anos de seu feito, Kathrine decidiu participar da edição de 2017 da mesma maratona, aos 70 anos de idade. Depois da Maratona de Boston de 1967, ela acabou sendo expulsa do União Atlética Amadora, da qual fazia parte, mas se tornou instantaneamente uma celebridade e um ícone da luta por igualdade de gêneros.

KSwitzer2

© fotos: divulgação fonte: via

Além de construir uma forte carreira como maratonista, Kathrine permaneceu como uma militante feminista dentro dos esportes até hoje. O que hoje pode parecer simples, na realidade tornou-se um fato histórico, e a dimensão profunda do machismo e da misoginia na sociedade ainda hoje pode ser medida por essa história.

Kathrine Switzer foi a primeira norte-americana a correr oficialmente em Boston
Pelotão de elite feminino na Maratona de Boston

“Não passo um único dia da minha vida sem agradecer a Jock Semple. Ele me assustou e me enfureceu, mas também me inspirou”, diz.

Em maio de 1988, Semple foi derrotado por um câncer e Kathrine foi uma das últimas pessoas a visitá-lo no hospital.

tumblr: Motoqueira Fantasma, A corrida de Motos mais insana que você já viu, Cinquenta Tons de Cinza, Pedal sinalizado, Pin-up, Tratamento caseiro para Baixar o Colesterol, Luiz Gonzaga Leite, o Guarda Luizinho!, Bumblebee era um Fusca???, Nikola Tesla, Looper, Glândula Pineal

Mônica Lopes Ferreira toma o chá de agrotóxico, aceita um gole?!?

https://youtu.be/eR-RCyOxg7UVídeo: Agrotóxicos são seguros? por Mônica Lopes-Ferreira – Daniele Bragança (Texto e Vídeo), Márcio Lázaro (Edição)
Há 30 anos, a imunologista Mônica Lopes Ferreira desempenha uma celebrada carreira no Instituto Butantan, instituição pública centenária ligada à Secretaria da Saúde de São Paulo, que atua como centro de pesquisa biológica.A imunologista analisou dez agrotóxicos que estão entre os mais utilizados no Brasil e revelou que todos, em qualquer quantidade aplicada, causam graves prejuízos à saúde humana. São eles: abamectina, acefato, alfacipermetrina, bendiocarb, carbofurano, diazinon, etofenprox, glifosato, malathion e piripoxifem.

Os resultados demonstram que os pesticidas causam mortes e malformação de fetos em embriões de peixe-zebra até mesmo em dosagens equivalentes a até um trigésimo do recomendado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

“Quando ele não matava, causava anomalia, o que para mim é uma coisa extremamente preocupante”, alerta Mônica, explicando que a genética do zebrafish, como é conhecido, é 70% semelhante à dos seres humanos.

O estudo foi encomendado em 2018 pela Fiocruz, pertencente ao Ministério da Saúde – que indicou os agrotóxicos a serem testados, o diretor da Anvisa Renato Porto e a ministra da Agricultura, Tereza Cristina, deram entrevistas contestando o estudo. Além deles, o ex-secretário de Agricultura e de Meio Ambiente de São Paulo, Xico Graziano, que tem ecoado a linha da ministra em seu blog, publicou um tweet desqualificando a pesquisa.

No final de 2018, eu comecei a ser procurada por um pesquisador da Fiocruz e me disseram que eu tinha sido indicada pelo próprio Ministério de Saúde para realizar uma análise de toxicidade por agrotóxicos usando o zebrafish. A Fiocruz, por ser um órgão do Ministério da Saúde, foi quem me enviou os dez agrotóxicos a serem testados, com a tabela já das doses. Essas eram as doses que eles consideram ideal para a saúde humana. Eu fui então testar cada um desses.

Ou eles causam mortalidade nos animais ou eles causam anomalias. Não morreu? Mas o bicho ficou doente, ficou com uma anomalia. Eu não fui a primeira a dizer que agrotóxicos causam problemas. Não fui a primeira e não serei a única. Existem muito estudos sobre isso.

Alguns outros colegas que eu conheço que trabalham com agrotóxicos me relataram que eles também têm sido perseguidos por conta dos agrotóxicos. Eu não sabia, até então, que existia todo um mundo de perseguição contra pessoas que estudam os agrotóxicos. Mariana Simões, Agência Pública/Repórter BrasilEsta entrevista (clique aqui para ler na íntegra) faz parte do projeto Por Trás do Alimento, uma parceria da Agência Pública e Repórter Brasil para investigar o uso de Agrotóxicos no Brasil. A cobertura completa está no site do projeto.

O Danio rerio é geneticamente parecido com a espécie humana e possui todo genoma sequenciado.

Os pesquisadores testaram dosagens variadas dos dez agrotóxicos mais usados no país – Abamectina, Acefato, Alfacipermetrina, Bendiocarb, Carbofurano, Diazinon, Etofenprox, Glifosato, Malathion e Piriproxifem –, desde as doses mínimas indicadas pelos fabricantes até concentrações 30 vezes inferiores, e que, portanto, deveriam a princípio ser consideradas inofensivas à vida e ao meio ambiente. A pesquisa mostrou o contrário: mesmo exposto a concentrações mínimas, o Zebrafish apresentava anomalias ou não resistia após ser submetido ao veneno. Oeco

Poetize-se: CIDADES DEMOCRÁTICAS, Conheça 13 maneiras de reaproveitar sobras e cascas de frutas e vegetais, Café com Dengue., VIA LÁCTEA PELO NAVEGADOR, MEDICINA TRADICIONAL YANOMAMI ON-LINE, Desordem mental, depressão e suicídio???, Substituto de agrotóxico: eucalipto, Remédio caseiro para controle de pulgas, A HISTÓRIA DO JARDINEIRO DE OXALÁ, VIDA INTELIGENTE., Inseticida Natural contra lesmas e lagartas, Amazônia S. A., Repelente de pescador, Mapa do envenenamento de alimentos no Brasil

Abrolhos sem Petróleo


A Conexão-Abrolhos, um grupo formado por organizações socioambientais que atuam na conservação marinha no país, começou nesta quinta (19) uma campanha para sensibilizar a sociedade e as empresas sobre os possíveis riscos da exploração de petróleo e gás na bacia sedimentar de Camamu-Almada, no litoral da Bahia. No próximo dia 10 de outubro, o governo colocará em leilão quatro áreas para atividades petrolíferas na região que fica próxima aos bancos de corais de Royal-Charlotte e Abrolhos. Jaime Gesisky – WWF

Para saber mais sobre a iniciativa, acesse: www.conexaoabrolhos.com.br
Um total de 17 gigantes petrolíferas, incluindo a Petrobrás e as estrangeiras BP, Exxon e Shell, já estão inscritas para a 16ª Rodada de Licitações da Agência Nacional de Petróleo, que vai leiloar, entre outros, quatro blocos de exploração de petróleo e gás na bacia sedimentar de Camamu-Almada, localizada a 300 km do Parque Nacional Marinho de Abrolhos.


São membros fundadores da Conexão Abrolhos: Conservação Internacional (CI-Brasil), Oceana no Brasil, Rare-Brasil, SOS Mata Atlântica e WWF-Brasil. A liga das Mulheres pelos Oceanos apoia a iniciativa.
Para estas organizações, o leilão de áreas para exploração petrolífera renova a ameaça sobre a região dos Abrolhos, sempre cobiçada pela indústria de petróleo e gás. O lugar abriga a maior biodiversidade marinha do sul do Oceano Atlântico e a principal área de reprodução de baleias-jubarte, declarada em 2002 pelo Ministério do Meio Ambiente de “Extrema Importância Biológica”, e considerada prioritária para a conservação da biodiversidade marinha.O coral-cérebro (Mussismilia braziliensis) avistado por Darwin é uma espécie endêmica dessa região e forma estruturas muito características dos recifes dos Abrolhos; com forma de cogumelo, eles podem chegar a 50 metros de diâmetro e 25 metros de altura. O Complexo de Abrolhos é reconhecidamente a área mais extensa e biologicamente mais rica de recifes de corais no Oceano Atlântico Sul. Os recifes são distribuídos em dois arcos, um costeiro, localizado entre 10 e 20 quilômetros da costa, e outro externo, a cerca de 70 quilômetros, ao lado leste das ilhas de Abrolhos.

Os manguezais são outro ecossistema muito presente e de grande importância ao longo do litoral da região, especialmente na Bahia. São ecossistemas considerados berçários da vida marinha e possuem grande produtividade, sendo fundamentais para a produção pesqueira artesanal na região. Possuem também papel importantíssimo na absorção de carbono da atmosfera e na proteção da linha de costa contra tempestades e inundações, sendo cruciais para enfrentar a crise climática que vivemos.Os recifes de corais são parcialmente protegidos pelo Parque Nacional Marinho dos Abrolhos, criado em 1983, e pela Reserva Extrativista (RESEX) Marinha de Corumbau, criada em 2000. Já os manguezais são protegidos principalmente pelas RESEX Canavieiras e Cassurubá. Todas com impacto positivo nas atividades de turismo e pesca sustentáveis na região.

“Nesse cenário, além do prejuízo do empreendedor de ver frustrados seus eventuais interesses para exploração dos blocos (bônus de assinatura, taxa de retenção e ocupação da área etc), ainda pode gerar o dever de indenizar perdas e danos por parte da ANP, causando prejuízo ao erário e, por conseguinte, ao bolso de todos os contribuintes”, defendem os procuradores.

Será?!?
Há precedente para a preocupação do Ministério Público. Em 2002 houve o leilão do Bloco BM-ES-20, na parte norte da Bacia do Espírito Santo. Localizado em área de alta sensibilidade ambiental e próxima de Abrolhos, o Ibama negou ao empreendedor todas as tentativas de licença para exploração. Na ocasião, a ANP acabou pagando cerca de R$ 3,21 milhões a mais do que o desembolsado pela petroleira que havia comprado o bloco, pela devolução do mesmo, seguindo os termos do contrato. Sabrina Rodrigues – O Eco


O Parque Nacional Marinho dos Abrolhos é berçário das baleias jubarte (Foto: ICMBio)
A maior indignação de organizações ambientais, ativistas e apoiadores da campanha em defesa de Abrolhos é notar que mais uma vez o interesse econômico possa estar sendo colocado acima da sustentabilidade e da preservação da biodiversidade e dos povos que habitam a região localizada no sul do litoral da Bahia, conforme explica a defensora do meio ambiente Tamires Felipe Alcântara, de 32 anos, autora do abaixo-assinado aberto na Change.org. CartaCapital
Veja também: De que lado você esta?, Peixinho!!!, É Natal!, Desenho de criança, Cama, mesa e banho!, Garfield e fast food., O que te importa?, Baleia ou sereia., Morena Coral, Fukushima Daiichi, Dia Mundial da Água

Neurocientistas explicam que o esquecimento constante é um sinal de inteligência extraordinária

De acordo com Paul Frankland e Blake Richards, pesquisadores da Universidade de Toronto, esses pequenos erros cerebrais são totalmente normais. O que acontece é que memórias antigas são “sobrescritas” no cérebro por novas memórias. Eles também indicam que uma pessoa que tenha uma memória muito boa não será necessariamente mais esperta do que alguém com uma memória ruim; mas o oposto parece ser um fato.

‘Fatos’ não são o que o cérebro percebe como fatos. O cérebro se concentra em criar um quadro geral de eventos ou uma versão simplificada de certas informações, o que poderia servir como um meio de tomar melhores decisões mais tarde ”.

“É importante que o cérebro esqueça detalhes irrelevantes e se concentre nas coisas que o ajudarão a tomar decisões no mundo real.”

“Acontece que esses dois processos interagem entre si, permitindo que decisões inteligentes sejam tomadas em ambientes dinâmicos e ruidosos. O autor do estudo de revisão, Professor Blake Richards, explica que o verdadeiro propósito da memória é a otimização da tomada de decisão. O cérebro consegue isso filtrando detalhes irrelevantes e se agarrando a coisas que contribuirão para decisões inteligentes no mundo real. seuamigoguru

*Com informações de Conscientia Colectiva. Livremente traduzido e adaptado: REDAÇÃO SEU AMIGO GURU.
Poetize-se: Blue Dragon (Dragão azul), Via Láctea pelo navegador, Doenças degenerativas, Lucy, Localize Noite Estrelada, Pessoas com autismo se surpreendem menos com eventos inesperados, As horas, Ministério da Saúde, O teste de Turing, Auti interação, Timeout

Jesus, O estranho!

Quando criança, Jesus matou um colega com o poder de sua voz, andou sobre um raio de sol e salvou a vida de seu irmão moribundo. Desobedeceu aos pais e destratou os professores. Também foi educado na Índia, com passagem pela Pérsia e até mesmo pela Grécia. E ainda teria ido à Inglaterra, levado por José de Arimateia (o homem que depois, segundo a Bíblia, cuidou de seu enterro). Aventuras na História

Nesse meio tempo, encontrou-se com vários personagens que se revelariam importantes em sua vida adulta. Na juventude, foi um seguidor fiel de João Batista, um essênio, a seita dos judeus ascetas.

A Bíblia é omissa em 26 dos 33 anos de Cristo. O que teria feito durante sua infância, adolescência e boa parte da vida adulta? Muitas fontes antigas pintam um retrato diferente do filho do Deus dos cristãos.

Uma lenda, ainda hoje muito popular naquele país, supõe que Jesus seria egípcio, filho da rainha Cleópatra e do general romano Marco Antônio. Para preservar o fruto de um relacionamento tão perigoso politicamente, ele teria sido doado para ser criado por José e Maria, e seria um bizarro caso de poderosos que doam o filho para ser criado por gente pobre.

Marco Antônio e Cleopatra, por Lawrence Alma-Tadema, 1883; mostra o momento em que Antônio encontra Cleopatra em 41 a.C. / Crédito: Wikimedia Commons

Outras lendas sobre Jesus no Egito se mostrariam decisivas para Ortodoxa Copta, denominação cristã no país e no mundo árabe, hoje com 15 milhões de seguidores.

O nascimento de Jesus está presente nos textos sagrados de outra religião, o Islã. Segundo o Alcorão, tal como na Bíblia, ele nasceu de uma virgem. Mas ali é comparado a Adão, pois ambos vieram ao mundo diretamente pela vontade de Alá.

Os muçulmanos, porém, não o chamam de filho de Alá. Para eles, Jesus é um profeta. E dos grandes, o que antecedeu a Maomé, o maior de todos.

Maria, para os islâmicos, não deu à luz numa manjedoura, mas no deserto – e era solteira. Ao sentir as dores do parto, Jesus falou com ela de seu útero, dizendo para que chacoalhasse a tamareira sob a qual estava abrigada.

Ela deveria comer os frutos que caíssem no chão e beber a água de um riacho próximo — eram presentes de Alá para que se sentisse melhor. Jesus nasceu logo depois.

Quando voltou a Belém, Maria foi ridicularizada. Na sinagoga, o recém-nascido, com apenas 40 dias de vida, falou para a comunidade, que duvidava do milagre e acusavam Maria de ser mãe solteira: “Sou, de fato, servo de Alá. Ele fez de mim um profeta”.

Para além das religiões estabelecidas, histórias da infância de Jesus extrapolam a própria geografia do Oriente Médio. Ele não só teria sido educado na Índia e em monastérios do Himalaia como teria escapado da crucificação, voltado para a Caxemira, passando por Grécia e Pérsia — e permanecido em território indiano até a morte, aos 120 anos.

Quem consolidou a lenda foi o jornalista russo Nicolai Notovitch, em The Unknown Life of Jesus Christ, após visita à Índia, em 1887.

Jesus não era apenas um aprendiz de marceneiro, ou pedreiro (a palavra tekton define melhor um mestre de obras, um faz-tudo, do que um carpinteiro). “Ele sabia ler e escrever e conhecia as Escrituras com bastante profundidade”, diz a historiadora Paula Fredriksen, da Universidade de Boston.

Jesus aprendendo com José, o Carpinteiro, por Georges de La Tour, déc. 1640 / Crédito: Wikimedia Commons
Séforis abriga um grande sítio arqueológico – ruas inteiras com casas judaicas foram desenterradas e preservadas. “Séforis é o lugar ideal para se imaginar a formação do jovem Jesus. Fornecia o ganha-pão para ele e sua família e a instrução que ele certamente recebeu”, afirma Robert Eisenman, professor de religião e arqueologia da California State University.

O autor, de origem gentia, reuniu relatos orais e epístolas. “O Evangelho de Pseudo-Tomé é o mais influente texto apócrifo sobre a infância de Jesus”, diz James Tabor, professor da Universidade da Carolina do Norte. TIAGO CORDEIRO

Uma das passagens do Evangelho de Pseudo-Tomé conta uma história que também está citada no Alcorão. Menino, Jesus fez 12 pássaros de barro durante o sábado. Seu pai, José, o repreendeu, por trabalhar em um dia considerado santo para os judeus.

Como resposta, ele soprou os pássaros, que imediatamente ganharam vida. Em outra passagem, dá vida a um peixinho morto. Certa vez, desafiou seus amigos a subir por um raio de sol que entrava pela janela. Ninguém topou, e então ele mesmo caminhou sobre o raio.

O mesmo evangelho mostra um lado pouco conhecido e sombrio de Jesus. O filho do escriba Anás destrói uma pequena represa que o menino havia construído. Furioso, ele lança uma maldição: “Ficarás agora seco como uma árvore”. E o garoto fica paralisado.

No texto, ele aparece como responsável pela morte de mais dois meninos. Outra criança é amaldiçoada depois de dar um soco em Jesus. Os pais da vítima procuram José e Maria para reclamar e Jesus faz com que fiquem cegos.

“Jesus teve irmãos, disso não resta a menor dúvida”, afirma Robert Eisenman. “Os textos sagrados fazem referência a eles e a cultura e a economia locais não possibilitavam a existência de uma família pouco numerosa.”

Os Evangelhos citam seis, duas mulheres, das quais se desconhecem os nomes, e quatro homens: Tiago, Judas, José e Simão. A interpretação de que “irmãos” é uma tradução aberta da expressão grega adelphos, que dá espaço para considerar que eles eram primos ou discípulos muito fiéis, não se sustenta — ainda que seja a oficial para a Igreja Católica.

Um de seus tutores, de acordo com o Evangelho de Pseudo-Tomé, tenta ensinar-lhe grego. “Diga alfa”, diz o professor. “Primeiro me diga o significado de beta”, rebate o menino. Irritado, o mestre tenta bater em Jesus. E na primeira palmada cai morto.

Um fragmento de um antigo papiro, fornece a primeira evidência concreta a respeito do casamento de Jesus. O texto, escrito em copta, uma língua egípcia baseada no grego, afirma: “E Jesus disse: minha mulher”. Em outro trecho, encontra-se a frase: “ela poderá ser minha discípula”.

A maior candidata a esposa é Maria Madalena, a seguidora que, de acordo com os Evangelhos canônicos, descobriu que o túmulo do mestre estava vazio três dias depois de sua morte e anunciou a novidade aos discípulos (e, com isso, tornou-se a primeira apóstola em sentido literal, a primeira pessoa a divulgar a boa-nova).

Madalena Penitente, por Domenico Tintoretto, 1598 / Crédito: Wikimedia Combina

A professora Karen King, da Universidade Harvard, afirma que esse papiro pode fazer parte de um Evangelho da Esposa de Jesus, um texto apócrifo mais longo com informações sobre a vida conjugal do messias.

O chamado Evangelho da Esposa de Jesus tem semelhanças com o Evangelho de Maria, um texto descoberto em 1896 e publicado em 1955. Nele, Madalena é uma discípula importante, cujos conhecimentos dos ensinamentos de Jesus superam até os de Pedro, o primeiro bispo.

No Evangelho de Maria, Pedro diz a Madalena: “Irmã, sabemos que o Salvador te amava mais do que qualquer outra mulher. Conta-nos as palavras do Salvador, as de que te lembras, aquelas que só tu sabes e nós nem ouvimos.”

Se Jesus foi casado, será que teve filhos?

Os autores Michael Baigent, Richard Leigh e Henry Lincoln defendem que o filho de Jesus e Maria Madalena deu origem à dinastia merovíngia. Donovan Joyce argumenta que Cristo teve vários filhos, que viveram na Cashemira.

A romancista americana Kathleen McGowan foi mais longe: afirma ser ela mesma descendente direta do casal.

Enxergue mais: PRIMEIRAS FOTOS ERÓTICAS COLORIDAS DA HUMANIDADE, Não sou de postar coisas religiosas, mas as vezes, esse tipo de coisa é que me deixa com muita raiva da sociedade!, COMENDO RECIFE, SETEMBRO VERMELHO, Essênios, eventos externos, PLANKTON INVASION, EVOLUSEX, Livros Católicos online, BE MY EYES APP, Você viu my zumbie?, THE STREET STORE, ÍNDIO EDUCA, POR QUE CONSTRUIR UMA POLÍTICA DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL E CULTURA DE PAZ PARA A CIDADE DE SÃO PAULO?, A CARTA DE DEUS À POPULAÇÃO DO BRASIL!, RESERVE™, HO’OPONOPONO, RAPE ME, SANTA BUCETA, FILHOS DA PROSTITUTA, SIGNOS, ORIXÁS E PLANETAS, Jesus Negão

Melissa Vincent. Gratidão pelas visitas!

Melissa Vincent deseja mostrar um ângulo diferente do Mississippi e conduzir você através de uma viagem visual pelos seus deslumbrantes ambientes.

Esta mãe que trabalha em casa é apaixonada por fotografia e conseguiu um grande número de seguidores no Instagram devido às suas impressionantes imagens.


My interest in mobile art and photography began in April 2011 when I joined Instagram. Interest turned into a full blown passion and now I have an audience of over 350k who follow along on my journey. Facebook

O mais surpreendente é que Melissa não é uma fotógrafa profissional: ela cria seu requintado trabalho usando um iPhone, com a ajuda de aplicativos de manipulação de imagens como Retouch e Snapsneed. Maryworks

Você pode apreciar mais de seu belo trabalho no: Instagram.https://www.tudoporemail.com.br/content.aspx?emailid=14673

Most all of her work is shot on the iPhone with the exception of some photos from her travels. Post-processing is always done on iPhone only.

SÍNDROME DE ASPERGER: CARACTERÍSTICAS

Tende a ter inteligência de acima da média a excepcional, frequentemente (mas não sempre) com divisões significativas entre as habilidades de raciocínio verbal e perceptual, velocidades mais baixas de memória de trabalho e/ou processamento, dificuldades de aprendizagem (por exemplo, discalculia, dislexia, dificuldade na compreensão de leitura). journey – Acordo Coletivo

  • Memória de longo prazo mais forte.
  • Memória de curto prazo mais fraca.
  • Pode se perder facilmente no campus, perder objetos, chegar atrasada para classes ou provas.
  • Preferência por interações sociais um-a-um, tendo uma única amizade próxima.
  • Precisa de mais tempo afastada de pessoas do que seus pares (solidão).
  • Pode ficar confusa em situações de grupos sociais.
  • Prefere conversar sobre seus interesses especiais.
  • Realmente não gosta de ‘papo fiado’ ou conversas que não possuem uma função ou propósito.
  • Histórico de sofrer bullying, ser provocada, deixada de lado e/ou não se adequando a colegas de mesma idade, a menos que ela tenha amigos Aspies.
  • Forte antipatia por conversa fiada, fofocas, coisas sem sentido, mentidas.
  • Desgosto intenso por mentiras, apesar de poder mentir.
  • Tem habilidade em socializar, mas é incapaz de o fazer por longos períodos de tempo. Sofre de “exaustão social” ou de uma “ressaca social” quando socializa por muito tempo. A ressaca pode durar de algumas horas a alguns dias, o que pode ser debilitante.
  • Tem grandes dificuldades em conflitos, discussões, quando alguém grita com ela, brigas, guerra.
  • Tem muita dificuldade em se afirmar, pedir ajuda, estabelecer limites.
  • Pode precisar beber para ser sociável.
  • Pode ter atualmente ou no passado transtorno de estresse pós-traumático, por ser mal compreendida, mal diagnosticada, maltratada e/ou medicada erroneamente.
  • Diferentes habilidades sociais — é excepcionalmente boa em conversas um-a-um e apresentando para grupos, mas tem dificuldades trabalhando em situações de grupos.
  • Pode se achar em situações sociais ou relacionamentos em que ela se sente infeliz, mas não sabe como sair deles.
  • Histórico de outros tirarem vantagem dela, apesar de ela seguir apropriadamente os conselhos de negócios, legais ou sociais das outras pessoas.
  • Frequentemente entediada em situações sociais ou festas e/ou não sabe como agir em situações sociais.
  • Pode aceitar ir em eventos sociais, e mais tarde inventar uma desculpa do porquê ela não pode ir, frequentemente ficando em casa sozinha.
  • Frequentemente prefere se dedicar ao seu interesse especial, ao invés de socializar.
  • Outras pessoas a consideram diferente, estranha e excêntrica.

Sublime-se: FERNANDA SAZUKI, POSITIVIDADE, RELIGIÃO MENTAL, DEPRESSÃO MASCULINA, NICK CAVE, A ULTIMA CEIA, SURFISTA PRATEADO VS DR. MANHATTAN, MINHA CRENÇA MORTA, LEI ROUANET, ANESTESIA MENTAL., Transtorno do Espectro Autista (TEA)

Sign-IO e Roy Allela, ALFALUVA e a Unipampa

O queniano Roy Allela, de 25 anos, criou a Sign-IO, uma luva inteligente que converte os movimentos da língua de sinais em áudio, em tempo real.

O engenheiro de software e programador teve essa ideia porque queria se comunicar com sua sobrinha, que tem deficiência auditiva. A menina tinha dificuldades para se comunicar com a própria família, já que ninguém conhecia a língua de sinais.

A luva reconhece letras e palavras e envia a informação para um aplicativo de Android, que vocaliza em tempo real o que está sendo dito. Os usuários também podem configurar a linguagem, o gênero e o tom da vocalização por meio do aplicativo. Os resultados chegam a 93% de precisão, segundo Roy.

O inventor agora está tentando disponibilizar dois pares de luvas em cada escola para crianças com deficiência no Quênia. Por conta da sua criação, Roy Allela é um dos 16 indicados a um prêmio de £ 25 mil — o equivalente a R$ 120 mil — da Royal Academy of Engineering Africa. O vencedor será anunciado em junho. Hypeness e Extra, in: Isabela Alves – Observatorio do Terceiro Setor

ALFALUVA é um dispositivo que auxilia na alfabetização de LIBRAS de crianças com ou sem deficiência auditiva, reconhecendo sinais em LIBRAS e transmitindo-os a um aplicativo Android via Bluetooth. Os padrões são identificados por meio de sensores de flexão, toque nos dedos e orientação e movimento da mão.

Uma luva capaz de captar o gestual de cada dedo e, com isso, a equipe da Universidade Federal do Pampa (Unipampa) a conquisto o prêmio internacional na área de circuitos e sistemas. GAÚCHAZH

Entre os dias 27 e 30 de maio, os estudantes Felipe Antunes Quirino, 19 anos, e Marcelo Romanssini, 26 anos, representaram o Estado no International Symposium on Circuits and Systems 2018 (Iscas), em Florença, Itália.

Orientados pelo professor Alessandro Girardi, os universitários desenvolveram a luva com o objetivo de aumentar a interatividade entre ser humano e máquina, principalmente em indivíduos com alguma deficiência visual, auditiva ou de fala.

5 PONTOS IMPORTANTES SOBRE O ESTATUTO DA PESSOA COM DEFICIÊNCIA, LIBRAS no almoço, Falando sobre YouTube – Libras