Nezha: Correndo Pela Vida – Filme Completo Dublado

Nezha: Correndo Pela Vida – Filme Completo Dublado – Filme de Ação | NetMovies

Nome do Filme: Nezha: Correndo Pela Vida

Título Original: Nezha

Gênero: Ação, Aventura, Drama

Sinopse: O campeão do simulador de corrida Du Jieke se une à equipe Lions e desafia os campeonatos de fórmula 1 por sua paixão pela piloto Lu Lili. Com um oponente forte e conflitos a resolver, a equipe enfrentará uma batalha feroz.

Estrelando: Alan Kuo | Evonne Hsu | Hannah Quinlivan | Jay Chou | Kao Ying-Hsuan | Karry Wang | Ken Lin | Liu Genghong | Nolay Piho | Philip Chan | Tsao Yu-ning | Van Fan

Direção: Jem Chen. filmow

💲 Se você gosta do conteúdo, colabore com o nosso trabalho! 💲

Palavras Perdidas: Memes Otakes, COMO ZERAR ASPHALT 9 SEM GASTAR DINHEIRO, A corrida de Motos mais insana que você já viu, Homem cai ao tentar fazer slackline, 4 filmes sobre crescimento para quem passa pela crise dos 20 e poucos anos, Jovem Tupã (atualizado “diariamente”) Compartilhe!

Art and culture of the native peoples of our planet. ART AMBA MIRIM

Share, help us lift other flights.

FUSCA DE ♻ LATINHA TUTORIAL

(PASSO A PASSO) FUSCA DE ♻ LATINHA TUTORIAL [PARTE 01]Luc Artes BR. 28 de fev. de 2022

Tutorial de como fazer Fusca de latinhas, uma miniatura que se torna uma arte, detalhando passo a passo, os materiais utilizados e a construção, tudo feito artesanalmente, com um baixo custo e materiais recicláveis.

Dimensões: Comprimento 32 cm X Largura 14,5 cm X Altura 12 cm

(PASSO A PASSO) FUSCA DE ♻ LATINHA TUTORIAL [PARTE 02]Luc Artes BR. 28 de mar. de 2022

LISTA DE MATERIAIS:

  • 16 Latas
  • 1 Garrafa PET transparente incolor
  • 1 Papelão 30x20cm 3mm
  • 2 Palito de churrasco
  • 1 Canudinho (5mm diâmetro)
  • 1 Clips tamanho grande
  • 1 Clips tamanho médio
  • 2 Embalagem de remédio redonda (8mm diâmetro)
  • 2 Embalagem de remédio retangular (± 20x10mm)
  • 1 Rolo de fita isolante preta
  • 1 Tinta acrílica preto fosco ou um marcador permanente preto
  • 1 Primer
  • 1 Marcador permanente vermelho
  • 1 Cola de contato (75g)
  • 1 Cola de silicone
  • 1 Cola tek bond T6000
  • 2 Tubo de cola quente
  • 1 Cola de bastão (papel)
  • 5 LED branco alto brilho
  • 1 Resistor 100 ohm
  • 2m Fio de telefone (0,5mm) duas cores
  • 1 adaptador micro USB fêmea ou um suporte para 2 pilhas AA
  • Estanho

TEMPLATES MOLDES

Palavras PerdidasFAÇA VOCÊ MESMA | Porta Mantimentos com latas | Artesanato com reciclagem, Coleta Seletiva e Reciclagem em condomínios, A NASA CHEGOU NO BRASIL! FUSCA GIGANTE COM MECÂNICA V8 NA DIANTEIRA, Lixo ou resíduos?

Meios de transporte do Papai Noel

Há muito tempo, o Papai Noel tem sido uma das maiores representações do Natal com seu saco de presente e seu trenó do Papai Noel, o meio de transporte que possibilita que a magia aconteça. Declatrack – 5 de dezembro de 2014

    Desde a pré-história, esse tipo de veículo já era utilizado para o transporte de blocos salinos na Europa central, foi também um dos principais transportes para o trabalho nas minas por eras seguintes.

    O trenó tem uma história própria, surgiu como uma solução primitiva para o transporte de cargas, variação da palavra francesa Traîneau: veículo para andar sobre a neve. O bom velhinho com disposição em viajar o mundo distribuindo presentes em um meio de transporte à altura da imagem romântica, ganhou espaço nas lendas ao ser puxado por oito simpáticas renas.

    Papai Noel chega de carroça neste cartão francês.

    Em antigos cartões postais vemos que o meio de transporte do Papai Noel, pode mudar.  No século XIX ele aparece na maioria das vezes a pé, e até empurra um carrinho de mão, cheio de presentes, frutos e traz também a árvore de Natal.

    Os cães foram os principais responsáveis por puxar os trenós e tudo indica que a aptidão seja uma habilidade natural demonstrada desde que são filhotes, cada posição possui uma função. Enquanto os dois cães da frente indicam o caminho como líderes, os demais seguem as instruções naturais e silenciosa. No típico natal, as renas assumem as funções dos cães, com um significado muito mais romântico, elas são as ajudantes do bom velhinho na distribuição de presentes.

    Inclusive, na atualidade, os trenós e o cães são um combinação que formam uma espécie de esporte.

    Dependendo da parte da Europa onde ele se encontra, seu trenó é puxado por um cavalo, ou como na Rússia, seu trenó sempre é puxado por 3 cavalos, quer brancos ou não.

    Mas Papai Noel pode surpreender ainda mais, ao seguir os passos de Hanibal e levar uma manada de  elefantes para sua viagem.

    Pelo ar ele tem também muitas opções, por exemplo, o balão.

    Pode andar de avião.

    O trenó é um elemento crucial na história por causa de seu formato aerodinâmico, sua estrutura que se compara a um esqui e seu sistema de freios sempre à frente de seu tempo na história, parece que o natal encontrou o meio de transporte perfeito.

    É claro que Papai Noel também pode viajar de tapete mágico!

    E se precisar descer rapidamente, há sempre um pára-quedas à disposição.

    E, como lareiras nunca foram o forte do Brasil, a espera do Papai Noel ainda é uma grande expectativa.

    Receba nossas novidades em primeira mão!

    Cadastre-se em nossa Newsletter e fique por dentro das nossas postagens!

    Palavras PerdidasTransporte urbano eletrizante, Mais da metade dos franceses não acredita mais em Deus!?!, Brincadeira meio idiota., Mutant VW, Lá vem Papai Noel

    Which countries are A and B? 1.2

    Which countries are A and B?

    Others cars: Novo recorde de velocidadeConheçam o Fusca picape que a Volkswagen nunca fezThe Homer o carroCARROS ALEATÓRIOS em CHAVES e CHAPOLIN!

    A.I. Carr tem um club no Asphalt 9: Legends, junte-se a nós e vamos nos divertir juntos nas pistas do jogo. Nossa tag é #d74f2

    Espero que seja útil e se vocês tiverem mais dúvidas e sugestões, deixem nos comentários!

    DeLorean elétrico

    A DeLorean Motor Company revelou mais um teaser do DeLorean EVolved, releitura do clássico carro que aparece nos filmes da franquia De Volta para o Futuro.

    O modelo, que será 100% elétrico e muito mais luxuoso do que o original, será revelado em sua totalidade no dia 31 de maio, segundo contagem regressiva no site oficial da marca. Por Felipe Ribeiro – Editado por Jones OliveiraCanaltech – 06 de Maio de 2022 às 15h30

    O que se sabe até agora é que o novo DeLorean EVolved terá muito pouco do antigo, a não ser algumas referências estéticas. Suas portas vão se abrir para cima, em estilo gaivota, mas todo o restante terá ares muito mais modernos e futuristas, além de esbanjar requinte, já que esse não deve ser um projeto muito barato.

    Nenhuma especificação técnica foi revelada até o momento, mas o novo DeLorean EVolved deve estar alinhado com as tecnologias automotivas mais recentes, incluindo pacotes de segurança e entretenimento, além de conectividade. Podemos esperar também inúmeras referências ao modelo original e, quem sabe, aos filmes estrelados por Michael J.Fox e Christopher Lloyd.

    Espera-se que, diferentemente do clássico DMC DeLorean, seja muito mais potente e realmente nos faça sentir em uma máquina do tempo. Como você já deve ter visto aqui no Canaltech, os carros elétricos são bem divertidos de serem guiados e com o DeLorean EVolved não será muito diferente.

    You asked. We listened. We’re counting down to the first complete look of the all-new DeLorean. Sign up for exclusive early access on http://Delorean.com to see the car 24 hours before the general public on May 31st. #DeloreanEVolved

    A DeLorean Motor Company já anunciou anteriormente que vai mostrar a nova versão do clássico DeLorean por completo e em versão física no dia 18 de agosto, durante o evento automotivo Pebble Beach Concours d’Elegance, que acontecerá na Califórnia/EUA.

    Sherman Chu

    Experience the next generation DeLorean at the global reveal. 2022 Pebble Beach Concours d’Elegance | Concept Lawn. #DeloreanEVolved

    On this day in 1981, the first DeLorean car came off the production line. @CBSSunday ran this clip to commemorate this day in #DeLorean history!

    El 21 de octubre de 2015, Marty y Doc llegan al futuro (ahora “pasado”). Repasamos el legado de la trilogía ‘Regreso al Futuro’ a través de diversas infografías.

    Palavras Perdidas: De Lorean, de volta do passado, Detalhes de filmes que a maioria das pessoas deixou passar da primeira vez que assistiu, Rick and Morty ganha teaser live-action com Christopher Lloyd, 12 restaurantes temáticos inspirados em filmes e jogos!

    Delorean autônomo

    De volta para o Futuro? Um DeLorean autônomo que está sendo ensinado a desviar e dirigir, com a agilidade e a precisão de um motorista humano. Renato Almeida – Ricardo Amorim. Linkedin

    Palavras PerdidasMáquinas viventes 1.2, Carro autônomo vai atropelar VOCÊ, Andando de bike por ai!!!, Motor elétrico para carros que pode ser instalado nas rodas dos veículos, AMAZON APRESENTA TÁXI ROBÔ, Como Fazer um Robô

    Primeiro carro voador pode chegar ao mercado

    China acaba de testar com sucesso Hyperloop | Primeiro carro voador pode chegar ao mercado | TecNews – Realidade Impressionante

    Estas são as novidades das novas tecnologias que estarão neste episódio de hoje… A.I. Carr30 de outubro de 2022

    00:00 TecNews Realidade Impressionante

    01:15 Ikea faz viagens de 500km com caminhões que dirigem sozinhos

    02:58 Ikea tem novo aplicativo com inteligência artificial que pode escanear salas usando o LIDAR

    04:41 Fusão nuclear já tem data pra começar a operar na Terra

    06:36 Finalmente o primeiro carro voador pode chegar ao mercado

    09:29 O peixe robô comedor de plástico para livrar nossas águas do lixo foi premiado

    11:21 China acaba de testar com sucesso um sistema de trem do tipo Hyperloop

    13:40 Novo robô agrícola usa lasers para matar 200.000 ervas daninhas por hora

    Others bits: Físicos criaram duas dimensões do tempo, Elon Musk e SpaceX tem concorrência em MarteO eVTOL da EMBRAERBrasil lança bateria à base de nióbio com tecnologia que recarrega carros elétricos em até 6 minutosO que ninguém conta sobre os carros elétricos

    New technology for toys? 1.2

    How Things Are Manufactured – @fastworkers6

    Dream neighbour. B&S – @____B_S____

    Kids Logic, de Hong Kong, lançou um incrível modelo do DeLorean de De Volta para o Futuro II que flutua de verdade usando imãs! Dado Ellis – Blog de Brinquedo. 15 de February de 2016

    Back to the Future Pt. II DeLorean Magnetic Floating Vehicle é um modelo, em escala 1:20, do famoso carro/máquina do tempo com 22 cm de comprimento, mais de 10 LEDs espalhados para iluminar o carro em vários pontos e uma base magnética iluminada onde o carro fica flutuando estilo maglev. As portas abrem e fecham, as rodas giram e são intercambiáveis para replicar a cena do DeLorean voando ou no chão.

    Carro-Back-to-the-Future-Pt-II-DeLorean-Magnetic-Floating-Vehicle-01

    O carro Back to the Future Pt. II DeLorean Magnetic Floating Vehicle custa US$224,99 na pré-venda da Entertainment Earth, que aceita encomendas do Brasil.

    Dream neighbour pic.twitter.com/kRCnfgo7z9 — B&S (@____B_S____). November 4, 2022

    Palavras PerdidasLos vehículos de Los SimpsonCompre maconha no metaverso e receba em casa25 Jogos Para Conhecer O Atari 2600TOP 5 MÚSICAS PARA ESCUTAR FUMANDO UM BECK.Grassland: O Paraíso dos maconheiros em imagens impressionantesO EPISÓDIO DE RICK AND MORTY QUE ME FEZ ENTENDER A SOCIEDADE

    PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CANNABIS SATIVA DO BRASIL 1.2

    INSCREVA-SE PARA ASSISTIR A PALESTRA DE APRESENTAÇÃO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CANNABIS SATIVA EAD DA SBEC/FGE EM PARCERIA COM O INSTITUTO PADRE TICÃO, UM COMPLETO PROGRAMA DE PESQUISA E FORMAÇÃO EM CANNABIS DO BRASIL. SBEC – Sociedade Brasileira de Estudos da Cannabis

    O Programa de Pós-graduação Lato Sensu em Cannabis sativa da SBEC objetiva formar profissionais especialistas em Cannabis sativa e suas aplicações medicinais, com ênfase na prática da produção (plantio e cultivo em estufas), extração e prescrição da Cannabis sativa. Capacitando profissionais para lidar com toda a linha produtiva de produtos derivados da cannabis, além dos aspectos clínicos, farmacológicos, jurídicos e associações terapêuticas.

    Realizado de forma totalmente virtual, o programa conta com aulas ao vivo, por videoconferência, com professores especialistas em Cannabis sativa, com experiência acadêmica e de consultório.

    O programa de pós-graduação lato sensu, com reconhecimento do MEC, nasceu como resultado de pesquisa científica e um importante convênio de intercâmbio científico e tecnológico entre a SBEC, o Instituto Sendtko de Ensino Superior e as Faculdades FGE.

    Hae’vete: ISA lança manual sobre plantas indígenas com download gratuitoColetivo organiza nova Marcha para Maconha (Atualizado em 10.jun.22)Cartilhas de agroecologia, saberes técnicos e tradicionaisAula 1 – I Curso Online de Plantas Medicinais e Fitoterápicos da UFJF, Padre Ticão e o Kaneh-bosm, Agrotóxicos da mesa nossa de cada dia.

    Arte e cultura dos povos originários aqui: ART AMBA MIRIM

    Compartilhe, ajude nos a alçar outros voos.

    14 ideias de suportes para chaves DIY 1.2

    Você já chegou atrasado em seus compromissos porque nunca consegue localizar suas chaves, apresentamos uma sugestão funcional e visualmente atraente! casa.abril.com.br – 19 jan 2022, 17h24

    Diversos tutorias de porta-chaves DIY tornam possível criar uma peça personalizada para se encaixar como uma luva no seu espaço!

    Style Motivation/Goods Home Design

    Combinar madeira em tons claros e cordão de camurça crua, bolas de madeira mantém cada chave segura em seu lugar e funcionam como chaveiros úteis, diferenciando tamanhos, cores e materiais.

    A Beautiful Mess/the spruce

    Este modelo apresenta um design inteligente: cada cavilha de madeira é totalmente removível de seu slot, assim, você pode pegar a chave e sair pela porta com mais facilidade. Pinte cada ponta das cavilhas com uma cor diferente, criando uma distinção entre elas e deixando claro seu propósito.

    The Crafted Life/the spruce

    Reutilizando um pedaço de madeira construa um porta-chaves com madeira rústica e adicione um toque moderno com detalhes coloridos e até frases. Para selar, utilize verniz em spray.

    A tinta de madeira pode ser aplicada ​para imitar um shiplap, totalmente criando do zero. A resina permite um toque brilhante de cor, que trará um visual interessante para a sua entrada, não precisa de ferramentas elétricas, e adicione os ganchos enquanto o produto ainda está pegajoso.

    Making Manzanita/the spruce

    Uma moldura de foto com um conjunto de ganchos diretamente no porta-retrato transforme-o em um porta-chaves! Se for trabalhar com uma moldura de cerâmica ou plástico, opte por um cimento de borracha resistente para garantir durabilidade.

    I Spy DIY/the spruce

    Um quadro-negro é perfeito para quem quer rotular cada conjunto de chaves com sua finalidade nunca foi tão fácil.

    Family Handyman/the spruce

    Buscando por um desafio de marcenaria? Considere reproduzir o modelo abaixo. Utilize uma serra de esquadria e uma furadeira. O design é absolutamente uma obra de arte por si só, mas sua praticidade o torna ainda mais especial, crie seu próprio padrão com madeiras em vários tons.

    Frugal Mom Eh!/the spruce

    Pedaços de madeira de sucata podem ser reciclados, remodele um porta-retratos simples para funcionar como uma zona para o seu correio diário e as chaves da sua casa.

    Palavras Perdidas: CARROS ALEATÓRIOS em CHAVES e CHAPOLIN!, 14 ideias de suportes para chaves DIY, Mais que chaves, 11 mini estufas DIY que você pode ter em casa jesushemp, Mini Arma de Choque 800 Mil Volts

    Update mais PATRIOTA do Euro Truck Simulator 2! 1.2

    Update mais PATRIOTA do Eurotruck! GRANDE DIA!!! Israel Motta aka – @dodohria8:00 PM · Nov 3, 2022

    A seleção cada vez maior de caminhões apresenta 17 caminhões licenciados de 7 fabricantes diferentes. Todos os caminhões foram recriados de perto no jogo com a supervisão de nossos parceiros de licenciamento para garantir que dirigir qualquer um dos caminhões apresentados no jogo seja o mesmo que levá-los para dar uma volta na vida real. A.I. Carr

    Não há plano de carreira definido no Euro Truck Simulator 2 – cada jogador tem a oportunidade de criar um personagem e desenvolver suas habilidades como achar melhor.

    O mundo do Euro Truck Simulator 2 abrange 26 países europeus com ambientes, estradas, cidades e pontos de referência recriados de perto. O mundo do jogo fará com que qualquer um se sinta atravessando o continente com suas vistas em constante mudança, tráfego ao vivo, iluminação impressionante e sistema climático que torna o mundo inteiro vivo.

    Rick And Morty – @Brunnomorty4:31 PM · Nov 5, 2022

    INTERVENÇÃO ALIENÍGENA – Astronomiaum – @Astronomiaum

    Palavras Perdidas: Meta ganha ‘prêmio’ de pior empresa de 2021, COMO ZERAR ASPHALT 9 SEM GASTAR DINHEIRO, ISA lança manual sobre plantas indígenas com download gratuito, eTruck

    crypto twitter this week

    Palavras Perdidas: VEJA 10 ITENS que SUMIRAM dos CARROS!, Bateria cilíndrica de íons de lítio de alta capacidade para carros elétricos, Como são os ‘CARROS’ na VIDA REAL??? Personagens do filme Carros Pixar., Filmes e seus carros, Jornal Cripto: Queda, FED, Bloqueios, ETH, ADA

    Embraer, orgulho Nacional?

    Embraer, orgulho Nacional?

    A “MISTERIOSA” Empresa que CARREGA o Brasil nas COSTAS.. – Maestria nos Negócios

    00:00 Já deixou o seu LIKE?!

    02:18 Orgulho Nacional?

    05:30 Orgulho Internacional

    10:42 A empresa para o futuro

    Others airs: O eVTOL da EMBRAERConheça mais sobre as espaçonaves da antiguidade hinduAvião pássaro by ÁfricaO que aconteceu com a GURGEL? (Documentário)

    A.I. Carr tem um club no Asphalt 9: Legends, junte-se a nós e vamos nos divertir juntos nas pistas do jogo. Nossa tag é #d74f2

    Espero que seja útil e se vocês tiverem mais dúvidas e sugestões, deixem nos comentários!

    FABRICANTES DE PNEUS ESTÃO FUGINDO À RESPONSABILIDADE

    Na revista Autoesporte, o recém-relançado Fusca, em 1993 eram 165/80R15, medida diferente da indicada pela Volkswagen no manual do proprietário, desde meados dos anos 1960, o pneu era para ser o 155/80R15, mas como essa medida não existia mais e fizessem (acertadamente) questão de adotar pneus radiais (que o Fusca nunca teve no Brasil, só diagonais). Bob SharpAutoentusiastas. 31/05/2022

    O resultado foi piora no comportamento em curva, os freios terem perdido parte da potência e a velocidade por 1.000 rpm (v/1000) em todas as marchas ter aumentado (raio dinâmico 2,6% maior).

    O último Fusca foi produzido com motor 1600 com dois carburadores, havia recebido diferencial mais longo (de 4,125:1 para 3,875:1, o mesmo do SP2) no ano-modelo 1984 para atender à determinação do Ministério da Indústria e Comércio dentro do Programa de Economia de Combustível (Peco). O objetivo do programa foi reduzir o consumo de combustível do país em 5%, essa mudança da relação de diferencial prejudicou aceleração e velocidade máxima.

    Foto: Eduardo Mello

    Foto: Eduardo Mello

    O “sumiço” de medidas afeta até a popular175/70R13, já está sendo sepultada, deixando Gol, Voyage, Parati e Saveiro sem alternativa correta. Hoje o dono de Fusca “Itamar” não encontra mais a medida original 165/80R15, restando como única alternativa o diagonal Firestone F-560.

    Em 2013, quando foram produzidos 3,8 milhões de veículos — recorde histórico — a produção da indústria automobilística vem caindo e hoje está em 2,12 milhões (2021). É lícito supor que a mesma ociosidade acompanhe a indústria de pneus.

    Os cerca de 2 milhões proprietários de Fuscas ainda em circulação não podem se beneficiar de um pneu radial de medida correta, essencial para o bom e seguro comportamento do veículo com as características do VW.

    A Pirelli, que inaugurou a era do pneu radial no Brasil em 1960, fornecendo-o como equipamento original para o FNM 2000 JK, tem na Europa a linha Collezione, pneus radiais das mesmas medidas e desenho de carros mais antigos. Esses pneus são importados pela Pirelli brasileira da fábrica da Turquia — a mais moderna do grupo e onde são fabricados os pneus de competição, F-1 inclusive — e distribuídos pela Batistinha Garage, de São Paulo.

    O mais intrigante nessa questão toda é a indústria de pneus não atender uma parte considerável do mercado, fugindo à sua responsabilidade, e deixar de ganhar dinheiro com isso.

    Palavras PerdidasPreconceitos, tabus alimentares e a globalização do gosto, Reuso de pneu, Pneu, Low Drifiting, Cataki, o “Tinder da reciclagem”

    BRUBAKER BOX, UM VW BEETLE FUTURISTA?

    Ex-aluno do Art Center College of Design de Pasadena, Califórnia, EUA, Curtis Brubaker trabalhou no Cadillac advanced styling group (grupo avançado de estilo da Cadillac) em Detroit antes de voltar para a área de Los Angeles e montar sua própria empresa independente de design, o Brubaker Group. Ao mergulhar na cena de carros do sul da Califórnia no final dos anos 60 e início dos anos 70, ele pegou emprestados elementos das inúmeras subculturas automobilísticas de lá, incluindo bugues VW, woodies para surfe e vans personalizados, e com eles criou seu próprio veículo único que desafiava todas as categorias de veículos existentes na época, surgindo assim o Brubaker Box. Alexander Gromow, em AGFalando de Fusca & Afins02/10/2022

    Foto: site motor1.com

    Curtis Brubacker trabalhou em uma infinidade de projetos e invenções como o tocador de cassetes de 8 trilhas, Lear Jet, Sistema avançado de demonstração de controle de veículos, sistema de navegação de tela tátil, comandos de voz para computador, transmissão tátil háptica, menus digitais tipo pull-down, sistemas HUD (head-up displays) holográficos, botão digital tátil, bloqueio por deficiência devido a D.U.I. (dirigir sob influência), controles remotos portáteis/vestíveis, janelas curvas para estufas, pavilhão “Space” da Disney, veículo de exploração e captura de imagens anfíbio, Nitendo experience, Disney Vision, e-book, mini submarino de explorações do Discovery Chanel, etc.

    Além disto ele colaborou com vários fabricantes de automóveis americanos e asiáticos.

    Apenas três Box foram construídos por Curtis Brubaker, e um deles foi usado em uma série de ficção científica infantil “Esquecível” da televisão americana CBS chamada Ark II, isto antes que a empresa original de Brubaker fosse fechada.

    Dois ícones da série Ark II, atrás o caminhão comando e em primeiro plano o Box customizado para participar da série. GASHETKA – TRANSPORTATION DESIGN

    Em recente participação no programa do Galpin Auto Sports Extreme Customs, de Van Nuys, Los Angeles no Discovery Channel, Brubaker resumiu como foi a criação do Brubaker Box:

    A foto na praia de Newport em 1969 que contribuiu para a decisão de fazer um veículo para modernizar o Kombi. Curtis Brubaker

    “Era o fim da década de 60. Meu irmão tinha um VW Kombi. Estávamos todos sentados no meu escritório, olhamos para fora e, com certeza, o Kombi estava descendo a rua. Alguém o estava roubando! Eu comecei a pensar, por que esse cara está roubando um Kombi usado? E começamos a pensar em todos os garotos surfistas que estavam dirigindo essas coisas. Fizemos uma viagem até Newport Beach. Eu tirei uma foto onde havia sete ou oito deles numa rua, uma rua minúscula. Então eu verifiquei que havia um mercado ali. Não para um veículo convencional, mas para algo que atraísse mais os jovens. E assim surgiu a ideia de criar algo especial.”

    Estudo estrutural do Box para a confecção de um protótipo. Curtis Brubaker

    Ele era essencialmente um paralelepípedo de plástico reforçado com fibra de vidro montado num chassi de VW Beetle Tipo 1. O Box tinha apenas uma única porta corrediça no lado direito para manter a estrutura a mais simples e rígida possível. Para reduzir custos, o para-brisa foi emprestado de um AMC Hornet da American Motors Corp., enquanto o vidro traseiro era da picape Chevrolet El Camino e as lanternas traseiras, de uma picape Datsun.

    Curtis Brubaker trabalhando no protótipo no início da década de 70. Curtis Brubaker

    Com apenas 1.530 mm de altura, mas com um pacote semelhante ao de uma van que oferecia possibilidades intrigantes, o Box gerou um burburinho saudável no Salão Internacional de Veículos Esportivos de Los Angeles de 1972, permitindo que Brubaker atraísse US$ 160.000 em financiamento. Um espaço de produção de 12.000 metros quadrados foi alugado e planos modestos foram estabelecidos para produzir cinco veículos por mês a US$ 3.995 cada, com esperanças de aumentar para 400 por mês.

    O modelo em clay do Box, visto do lado esquerdo, na época ele chamava Baja Box. Curtis Brubaker
    O Brubaker Box brilhando no Salão Internacional de Veículos Esportivos de Los Angeles de 1972. Curtis Brubaker

    Para a propaganda do Box foi elaborado um folheto que em suas páginas centrais apresentava uma foto que visava mostrar a universalidade dos compradores potenciais deste carro, abaixo as páginas centrais do folheto e, adiante, a tradução do seu texto:

    Páginas centrais do folder do Box, detalhe para os para-choques sobre dimensionados que tinham um acabamento imitando madeira

    Tradução do texto da página acima:

    O BRUBAKER.

    NÓS ACHAMOS QUE É ALGO PARA TODOS.

    Carro? Furgão? Campista? Carro esportivo? Station Vagon? Pergunte a 10 pessoas diferentes e você obterá 10 respostas diferentes. Porque o Brubaker é todas essas coisas. Além disso, qualquer outra coisa que você possa inventar.

    O que criamos é exatamente o que começamos a projetar e construir: um veículo confiável, seguro e versátil. Um veículo que você esperaria ver em uma prancheta em vez de na estrada. Como pode um fabricante novo chamar seu novo carro de confiável? Francamente, eu não posso. Então, a confiabilidade ficou por conta de uma empresa antiga: a Volkswagen.

    O Brubaker é construído em torno do motor, transmissão e chassi da Volkswagen. O que o torna tão confiável quanto um VW e tão útil quanto um VW.

    Mas, é claro, um olhar lhe diz que é aí que as semelhanças terminam.

    Pegue a porta, por exemplo. Essa é “a porta”. Há apenas uma. E não tem nada a ver com cortar custos ou apenas tentar ser diferente. Tem a ver com segurança. Como qualquer engenheiro lhe dirá que uma porta deslizante de 1,22 m de largura significa um carro mais forte.

    A maioria dos engenheiros também lhe diria que o lugar mais seguro para um tanque de combustível não é nem na frente nem atrás, mas no meio. Por baixo. E é exatamente aí onde o colocamos.

    Uma vez dentro do Brubaker, você não só estará sentado bem atrás do para-brisa, mas também estará sentado sob uma barra de proteção no evento de uma capotagem integrada e rodeada por vigas tipo caixa.

    E rodeado de espaço. Mais do que você encontraria em um sedã de tamanho normal. E enquanto a maioria dos bancos traseiros parecem bancos traseiros, decidimos colocar algo que se parece mais com um sofá. Quase como um que você colocaria em sua sala de estar.

    O Brubaker

    É confiável. É seguro. É versátil. É para todos.
    E é realmente algo…

    O banco traseiro do Box, um verdadeiro sofá muito confortável

    Na reprodução desta capa que apresento abaixo, o grupo de personagens que aparecem na fotografia das páginas centrais, dão o seu depoimento sobre o carro. Como exemplo cito o depoimento do casal do canto superior esquerdo:

    Capa do folheto do Box

    Nós estávamos procurando por algo assim há muito tempo. Um carro econômico que não se parece em nada com um carro econômico. E com o Brubaker, foi isso que encontramos

    Chassi com o tanque de gasolina em sua nova posição e a carroceria do Fusca azul canibalizado para doar o seu chassi, ao fundo da foto. Curtis Brubaker

    “A melhor coisa que já aconteceu a um Fusca”. Mas, infelizmente, a Volkswagen discordou, e a fabricante alemã se recusou a vender novos conjuntos de chassis do VW Beetle para Brubaker, citando os problemas óbvios de responsabilidade do produto. Isso forçou a empresa a comprar VW Beetles completos no varejo para servir como veículos doadores de chassi e o projeto se tornou economicamente inviável.

    Capa da edição de março de 1972 da Car and Driver

    Mas há um outro fator que pode ter reforçado a negativa da Volkswagen. É que, na capa do folheto de propaganda do Box, onde havia um espaço em branco, o Curtis Brubaker decidiu mandar incluir em manuscrito: “Thing Killer”, ou seja: assassino do “A Coisa” apelido da versão moderna do Kübelwagen: o VW 181. E isto deve ter chamado a atenção da Volkswagen para o “potencial destrutivo” do Box, que tinha características que certamente agradariam muitos usuários que de outra forma comprariam um VW 181.

    Mostrando um lado mais sofisticado do Brubaker Box

    Um dos investidores adquiriu os moldes e iniciou outra empresa chamada AutoMecca, que oferecia a Brubaker Box em forma de kit em vários estágios de conclusão e que foi renomeado de Box para Roamer Sports Van. Aproximadamente 24 ou 25 desses kits foram vendidos; supostamente, então se você encontrar uma Brubaker Box na internet ou em uma exposição de carros, as chances são excelentes de que seja realmente um dos últimos trabalhos na forma de kit.

    Fotograma de vídeo da Auto Bild

    A foto de abertura já é um AutoMecca Roamer Sports Van, e para dar uma noção de proporção a foto abaixo usa uma picape Toyota Tundra:

    Para finalizar esta matéria um vídeo (04:31) sobre um Box que foi restaurado e está em condições de uso:

    Brubaker Box – the first minivan. AUTO BILD

    It´s the coolest Bug ever. Only 13 of 30 to 50 cars build wordwide in the 70s are still on the road. One of the lucky ones who drive a Brubaker Box is Andreas Stevens from San Diego.


    Fotograma do vídeo do Discovery Chanel

    NOTA: Nossos leitores são convidados a dar o seu parecer, fazer suas perguntas, sugerir material e, eventualmente, correções, etc. que poderão ser incluídos em eventual revisão deste trabalho.

    Em alguns casos material pesquisado na internet, portanto via de regra de domínio público, é utilizado neste trabalho com fins históricos/didáticos em conformidade com o espírito de preservação histórica que norteia este trabalho. No entanto, caso alguém se apresente como proprietário do material, independentemente de ter sido citado nos créditos ou não, e, mesmo tendo colocado à disposição num meio público, queira que créditos específicos sejam dados ou até mesmo que tal material seja retirado, solicitamos entrar em contato pelo e-mail alexander.gromow@autoentusiastas.com.br para que sejam tomadas as providências cabíveis.

    Não há nenhum intuito de infringir direitos ou auferir quaisquer lucros com este trabalho que não seja a função de registro histórico e sua divulgação aos interessados.

    A coluna “Falando de Fusca & Afins” é de exclusiva responsabilidade do seu autor.

    A.I. Carr tem um club no Asphalt 9: Legends, junte-se a nós!!!

    Vamos nos divertir juntos nas pistas do jogo. Nossa tag é #d74f2

    Espero que seja útil e se vocês tiverem mais dúvidas e sugestões, deixem nos comentários!

    Palavras PerdidasFilmografia dos carros do cinema, Encontre seu carro de cinema favorito, Itaipu E-400: o primeiro carro elétrico brasileiro, A NASA CHEGOU NO BRASIL! FUSCA GIGANTE COM MECÂNICA V8 NA DIANTEIRA, Rolê De Natal Volks Club Mooca, Fusca híbrido

    VW KÄFER CABRIOLÉ 1953 PARADO HÁ 43 ANOS

    Após 43 anos parado o VW Käfer Cabriolé-Oval produzido no dia 19 de maio de 1953 recebeu um novo sopro de vida, praticamente abandonado, para que um dos primeiros Cabriolés fabricados pudesse ser gentilmente empurrado para fora de um celeiro no distrito sul de Bayreuth. Em 1978, este ex-proprietário ainda participou com ele de um evento de carros clássicos. Alexander GromowAutoentusiastas. 01/10/2022

    A cidade que, dentre outros aspectos, é famosa pelo teatro dedicado especialmente à obra do grande compositor Richard Wagner e onde são realizados festivais anuais das suas óperas. Dr. Stephan Huttner, da cidade alemã de Bayreuth. no estado da Bavária, colecionador raiz, daqueles que põem a mão na massa na restauração de carros antigos, relata:

    “Após o resgate, que foi mesmo uma grande aventura o óleo do motor foi trocado, desmontei o carburador e dei-lhe um banho no aparelho de limpeza com ultrassom, depois vieram velas e platinado novos. Com a bateria de 6 volts do meu Dickholmer² ’58 preto, que sempre removo no inverno, e com o combustível do camburão, tentei dar a partida. Em um minuto ele estava lá. Funcionando. E funcionando. E funcionando (Es läuft, und läuft, und läuft). Bem, quase funcionando, ele ainda precisa de um carinho a mais. Mas, pelo menos, o motor pegou. (…) depois de 63 anos, o motor de quatro cilindros de 30 cv é um motor de reposição que tinha sido instalado em um veículo seis anos mais velho.”

    Mas a expressão “Es läuft, und läuft, und läuft” – e anda, e anda, e anda… vem de uma antiga, e muito famosa, propaganda alemã do Fusca que representava a longevidade e confiabilidade do VW Käfer.

    As “bananinhas” resgatadas de seu nicho original e cuidadosamente guardadas para sua instalação futura, pois elas voltarão a indicar a direção a seguir.

    A janela traseira de vidro da capota conversível com a gravação “Sekurit”

    Na cor cinza prata metálico, equipado com vários extras que podiam ser encomendados naquele tempo, incluindo rádio Telefunken, sistema lava para-brisa da SWF e ainda bancos reclináveis e interior em couro vermelho  — um extra que praticamente não existia na época.

    “Ficaria muito satisfeito em receber quaisquer outras informações, dicas, sugestões ou perguntas sobre o tema do Cabriolé Oval 1953.

    Com minhas saudações amigas arrefecidas a ar

    Dr. Stephan Huttner – sócio BFV 2056″

    Agradecimento, parabéns e boa sorte para este projeto ao Dr. Stephan Huttner. São dele todas as fotos.

    NOTA: Nossos leitores são convidados a dar o seu parecer, fazer suas perguntas, sugerir material e, eventualmente, correções, etc. que poderão ser incluídos em eventual revisão deste trabalho. Não há nenhum intuito de infringir direitos ou auferir quaisquer lucros com este trabalho que não seja a função de registro histórico e sua divulgação aos interessados.

    Palavras Perdidas: Volkswagen ID.Buzz: nova Kombi elétrica, Fusca T87, Plágio, Ora Ballet Cat, um Fusca elétrico?!?, Para não!?!, Monte seu Fusca

    Volkswagen ID.Buzz: nova Kombi elétrica

    Nove anos depois de sair de produção no Brasil – por causa da obrigatoriedade de air bags e freios ABS para os carros 0-km -, a Kombi está de volta. Da van original que foi feita no Brasil até dezembro de 2013, fica só o saudosismo e alguma inspiração no visual. Até o nome mudou: o novo furgão se chama ID.Buzz. Vagner AquinoJornal do Carro. 09 de mar, 2022

    A sigla ID identifica os carros elétricos da marca alemã. Já o nome Buzz, este sim, remete ao modelo original lançado em 1950. Na Europa, a Kombi (conhecida dos brasileiros) era chamada de VW Bus e Transporter ou T1. O nome popular por aqui vem de “Kombinationsfahrzeug”, que, em alemão, significa “veículo combinado” ou “veículo multiuso”.

    Palavras PerdidasBuzzzZERO, ID.3, quer ser o Fusca elétrico.Bobina de Tesla, Livros para Colorir, Kombi com banheiro!?!, Stella Vita, autonomia de 3 mil km, Kombi House