Só Pra Variar

Só Pra Variar – Raul Seixas

Tem que acontecer alguma coisa, neném
Parado é que eu não posso ficar
Quero tocar fogo onde bombeiro não vem
Vou rasgar dinheiro, tacar fogo nele
Só pra variar

Antes d’eu me confessar pro padre, neném
Vou comer três quilos de cebola
Ver de perto o papa, ai, que luxo, meu bem
Vou rasgar dinheiro, tacar fogo nele
Só pra variar

Pena não ser burro
Não sofria tanto
Essa noite eu vou dormir
Botar as manguinhas de fora
Dizer que eu estou chegando
Botando pra quebrar

Vou jogar no lixo a dentadura, neném
Vou ficar banguelo numa boa
É que eu vou fundar mais um partido também
Vou rasgar dinheiro, tocar fogo nele
Só pra variar

Diz que o paraíso já tá cheio, neném
Vou levar um lero com o diabo
Antes que o inferno fique cheio também
Vou rasgar dinheiro, tocar fogo nele
Só pra variar

Vou rasgar dinheiro, tocar fogo nele
Só pra variar

Veja também: O de Otário, Coleira para crianças, absurdo?, Portal da Transparência, Ministério da Saúde, Carlos Marighella, Saramago, Santa Buceta, Brasil de bandidos, Inside Job, Catastrofe natural?, Justiça em trânsito, Xeque Monte

Cidadão

Cidadão – Zé Ramalho

Tá vendo aquele edifício moço
Ajudei a levantar
Foi um tempo de aflição
Eram quatro condução
Duas prá ir, duas prá voltar
Hoje depois dele pronto
Olho prá cima e fico tonto
Mas me vem um cidadão
E me diz desconfiado
“Tu tá aí admirado?
Ou tá querendo roubar?”
Meu domingo tá perdido
Vou prá casa entristecido
Dá vontade de beber
E prá aumentar meu tédio
Eu nem posso olhar pro prédio
Que eu ajudei a fazer…

Tá vendo aquele colégio moço
Eu também trabalhei lá
Lá eu quase me arrebento
Fiz a massa, pus cimento
Ajudei a rebocar
Minha filha inocente
Vem prá mim toda contente
“Pai vou me matricular”
Mas me diz um cidadão:
“Criança de pé no chão
Aqui não pode estudar”
Essa dor doeu mais forte
Por que é que eu deixei o norte
Eu me pus a me dizer
Lá a seca castigava
Mas o pouco que eu plantava
Tinha direito a comer…

Tá vendo aquela igreja moço
Onde o padre diz amém
Pus o sino e o badalo
Enchi minha mão de calo
Lá eu trabalhei também
Lá foi que valeu a pena
Tem quermesse, tem novena
E o padre me deixa entrar
Foi lá que Cristo me disse:
“Rapaz deixe de tolice
Não se deixe amedrontar
Fui eu quem criou a terra
Enchi o rio, fiz a serra
Não deixei nada faltar
Hoje o homem criou asa
E na maioria das casas
Eu também não posso entrar
Fui eu quem criou a terra
Enchi o rio, fiz a serra
Não deixei nada faltar
Hoje o homem criou asas
E na maioria das casas
Eu também não posso entrar”

Hié! Hié! Hié! Hié!
Hié! Oh! Oh! Oh!

Veja também: Na trave!, Carta de um policial nos protestos de São Paulo, Batman – O Livro dos mortos, Mão Santa, Assédio moral (bullying, manipulação perversa, terrorismo psicológico)., Brasileiro Reclama De Quê?, Candidato Caô Caô, Miniusina de energia, Omissão.

Globo terrestre virtual

Globo terrestre virtual mapeia postagens de protestos em redes sociais
O SODET Change Brasil extrai dados do Twitter e Instagram para mostrar em quais lugares há pessoas comentando sobre a onda de manifestações que afeta o país.
sodet
Leia mais em: http://www.tecmundo.com.br/brasil/41183-globo-terrestre-virtual-mapeia-postagens-de-protestos-em-redes-sociais.htm#ixzz2XLr0v7nO

Veja também: Via Láctea pelo navegador, Território, Efeito Borboleta, FORDISMO??, Brô Mc´s, Comida de tubarão, Batman – O Livro dos mortos

Sonegômetro

sonegometro
O estudo ainda afirma que a arrecadação tributária brasileira poderia se expandir em 23,9%, caso fosse possível eliminar a evasão fiscal. Ou, melhor ainda, o peso da carga tributária poderia ser reduzido em quase 30%, com o país mantendo o mesmo nível de arrecadação.

R$ 415,1 bilhões equivalem a:

5.156.521 ambulâncias;
1.441.319 postos de saúde equipados;
8.647.916 postos policiais equipados;
12.456.996 salários anuais de policiais (SP);
30.079.710 salas de aula;
20.377.006 salários anuais de professores do ensino fundamental (piso MEC);
612.241.888 salários mínimos;
1.241.699.072 cestas básicas;
2.986.330 ônibus escolares;
4.010.628 km de asfalto ecológico;
18.672.964 carros populares (Fiat Mille Economy 2p);
13.836 presídios de segurança máxima;
143.137.931 iphone 5 (16Gb);
11.860.000 casas populares (40m²);
16.000.000 de bolsas família por 31 anos (básico R$70,00).

Veja o conteúdo integral do estudo do SINPROFAZ.

Veja também: Mídia estão de luto, O de Otário, Impostômetro, DECLARAÇÃO IRPF 2012, Vinte centavos, Portal da Transparência, Semana do Consumidor, Casas de Mediação, De Quem é a Culpa?, Jesus era Peripatético., A arte de ler., Na trave!, Só um minuto!

Rio 40 Graus

Rio 40 Graus – Fernanda Abreu

Rio 40 Graus..(2x)

Rio 40 graus
Cidade maravilha
Purgatório da beleza
E do caos…(2x)

Capital do sangue quente
Do Brasil
Capital do sangue quente
Do melhor e do pior
Do Brasil…(2x)

Cidade sangue quente
Maravilha mutante…

O Rio é uma cidade
De cidades misturadas
O Rio é uma cidade
De cidades camufladas
Com governos misturados
Camuflados, paralelos
Sorrateiros
Ocultando comandos…

Comando de comando
Submundo oficial
Comando de comando
Submundo bandidaço
Comando de comando
Submundo classe média
Comando de comando
Submundo camelô
Comando de comando
Submáfia manicure
Comando de comando
Submáfia de boate
Comando de comando
Submundo de madame
Comando de comando
Submundo da TV
Submundo deputado
Submáfia aposentado
Submundo de papai
Submáfia da mamãe
Submundo da vovó
Submáfia criancinha
Submundo dos filhinhos…

Na cidade sangue quente
Na cidade maravilha mutante…

Rio 40 graus
Cidade maravilha
Purgatório da beleza
E do caos…(2x)

Rio 40 graus
Purgatório da beleza
E do caos…

Eh! Rio 40 graus…

Quem é dono desse bêco?
Quem é dono dessa rua?
De quem é esse edifício?
De quem é esse lugar?…(2x)

É meu esse lugar
É nosso Esse lugar
Eu quero meu crachá
Sou carioca,brasileira e Vascaína
Pô!…

“Canil veterinário
É assaltado liberando
Cachorrada doentia
Atropelando!
Na xinxa das esquinas
De macumba violenta
Escopeta de sainha plissada
Na xinxa das esquinas
De macumba gigantescas
Escopêta de shortinho algodão”…

Cachorrada doentia do Joá, eh!
Cachorrada doentia Madureira
É Cachorrada doentia de Ipanema
Cachorrada doentia da Rocinha
É Cachorrada doentia da Rocinha
É Cachorrada doentia do Leblon…

Na cidade sangue quente
Na cidade maravilha mutante…

Rio!…

Rio 40 graus
Cidade maravilha
Purgatório da beleza
E do caos…(2x)

Rio 40 graus
Purgatório da beleza
E do caos…

A novidade cultural
Da garotada
Favelada, suburbana
Classe média marginal
É informática metralha
Sub-uzi equipadinha
Com cartucho musical
De batucada digital…

Gatilho de disket
Marcação pagode, funk
De gatilho marcação
De samba-lance
Com batuque digital
Na sub-uzi musical
De batucada digital
Eh!…

Meio batuque inovação
De marcação prá pagodeira
Curtição de falação
De batucada
Com cartucho sub-uzi
De batuque digital
Metralhadora musical…

De marcação invocação
Prá gritaria
De torcida da galera
Funk!
De marcação invocação
Prá gritaria
De torcida da galera
Samba!
De marcação invocação
Prá gritaria
De torcida da galera
Tiroteio!
De gatilho digital
De sub-uzi equipadinha
Com cartucho musical
De contrabando militar
Da novidade cultural
Da garota Favelada
De shortinho, de chinelo
Sem camisa, carregando
Sub-uzi equipadinha
Com cartucho musical
De batucada digital
Ulalá!…

Na cidade sangue quente
Na cidade maravilha mutante
Huuuummm!…

Rio 40 graus
Cidade maravilha
Purgatório da beleza
E do caos…(2x)

Rio 40 graus
Purgatório da beleza
E do caos…

Capital do sangue quente
Do Brasil
Capital do sangue quente
Do melhor e do pior
Do Brasil…

(O Rio de Janeiro!)
(O Rio De Janeiro!)
(Soy Loco Por Ti!)…

Rio 40 graus
Cidade maravilha
Purgatório da beleza
E do caos…(2x)

Rio 40 graus
Purgatório da beleza
E do caos…
Fernanda Abreu

Rio 40 Graus..(2x)

Rio 40 graus
Cidade maravilha
Purgatório da beleza
E do caos…(2x)

Capital do sangue quente
Do Brasil
Capital do sangue quente
Do melhor e do pior
Do Brasil…(2x)

Cidade sangue quente
Maravilha mutante…

O Rio é uma cidade
De cidades misturadas
O Rio é uma cidade
De cidades camufladas
Com governos misturados
Camuflados, paralelos
Sorrateiros
Ocultando comandos…

Comando de comando
Submundo oficial
Comando de comando
Submundo bandidaço
Comando de comando
Submundo classe média
Comando de comando
Submundo camelô
Comando de comando
Submáfia manicure
Comando de comando
Submáfia de boate
Comando de comando
Submundo de madame
Comando de comando
Submundo da TV
Submundo deputado
Submáfia aposentado
Submundo de papai
Submáfia da mamãe
Submundo da vovó
Submáfia criancinha
Submundo dos filhinhos…

Na cidade sangue quente
Na cidade maravilha mutante…

Rio 40 graus
Cidade maravilha
Purgatório da beleza
E do caos…(2x)

Rio 40 graus
Purgatório da beleza
E do caos…

Eh! Rio 40 graus…

Quem é dono desse bêco?
Quem é dono dessa rua?
De quem é esse edifício?
De quem é esse lugar?…(2x)

É meu esse lugar
É nosso Esse lugar
Eu quero meu crachá
Sou carioca,brasileira e Vascaína
Pô!…

“Canil veterinário
É assaltado liberando
Cachorrada doentia
Atropelando!
Na xinxa das esquinas
De macumba violenta
Escopeta de sainha plissada
Na xinxa das esquinas
De macumba gigantescas
Escopêta de shortinho algodão”…

Cachorrada doentia do Joá, eh!
Cachorrada doentia Madureira
É Cachorrada doentia de Ipanema
Cachorrada doentia da Rocinha
É Cachorrada doentia da Rocinha
É Cachorrada doentia do Leblon…

Na cidade sangue quente
Na cidade maravilha mutante…

Rio!…

Rio 40 graus
Cidade maravilha
Purgatório da beleza
E do caos…(2x)

Rio 40 graus
Purgatório da beleza
E do caos…

A novidade cultural
Da garotada
Favelada, suburbana
Classe média marginal
É informática metralha
Sub-uzi equipadinha
Com cartucho musical
De batucada digital…

Gatilho de disket
Marcação pagode, funk
De gatilho marcação
De samba-lance
Com batuque digital
Na sub-uzi musical
De batucada digital
Eh!…

Meio batuque inovação
De marcação prá pagodeira
Curtição de falação
De batucada
Com cartucho sub-uzi
De batuque digital
Metralhadora musical…

De marcação invocação
Prá gritaria
De torcida da galera
Funk!
De marcação invocação
Prá gritaria
De torcida da galera
Samba!
De marcação invocação
Prá gritaria
De torcida da galera
Tiroteio!
De gatilho digital
De sub-uzi equipadinha
Com cartucho musical
De contrabando militar
Da novidade cultural
Da garota Favelada
De shortinho, de chinelo
Sem camisa, carregando
Sub-uzi equipadinha
Com cartucho musical
De batucada digital
Ulalá!…

Na cidade sangue quente
Na cidade maravilha mutante
Huuuummm!…

Rio 40 graus
Cidade maravilha
Purgatório da beleza
E do caos…(2x)

Rio 40 graus
Purgatório da beleza
E do caos…

Capital do sangue quente
Do Brasil
Capital do sangue quente
Do melhor e do pior
Do Brasil…

(O Rio de Janeiro!)
(O Rio De Janeiro!)
(Soy Loco Por Ti!)…

Rio 40 graus
Cidade maravilha
Purgatório da beleza
E do caos…(2x)

Rio 40 graus
Purgatório da beleza
E do caos…

Veja também: Juan dos Mortos, Sobre quem?, Universidades do mundo, Clarice Lispector do Samba, Clara Nunes., Deixa eu Falar, Amor do pai, V de Vingança

Reputação ilibada e notável saber jurídico.

REPUTAÇÃO ILIBADA

Este requisito, a priori indefinido, relaciona-se com o princípio da moralidade, orientador de qualquer atividade da administração pública. Importa o referido princípio na exigência da atuação ética dos agentes públicos. Meireles apud Santos e Inglesi (2008, p. 60), explica que “o agente administrativo, como ser humano dotado de capacidade de atuar, deve, necessariamente, distinguir o bem do mal, o honesto do desonesto. E, ao atuar, não poderá desprezar o elemento ético de sua conduta. Assim, não terá que decidir somente entre o legal e o ilegal, o justo e o injusto, o conveniente e inconveniente, o oportuno e o inoportuno, mas também entre o honesto e desonesto”.

NOTÁVEL SABER JURÍDICO

O escolhido pelo Presidente da República deve possuir notável saber jurídico, corolário lógico das funções exercidas pelo investido no cargo de ministro do Supremo Tribunal Federal.

Veja também: FILHOS DA PROSTITUTA, Carta à Sra. “Presidenta” da República, Feliz dia do índio!!!, Não Foi Acidente, Eleições, Ficha Limpa!!!, EU LEVO UMA VIDA DE CACHORRO!, Feliz dia do índio!!!, A sua hora vai chegar, Ser ou não ser., Princípio do ou não, O que te importa?

Deixa eu Falar

Deixa eu Falar – Raimundos

Foi , foi , foi mal aí, véi!
Se eu falei um monte de coisa que você não gosta
Com o microfone eu tenho a faca e o queijo
Olho o jornal, eu ouço rádio, eu só ouço bosta
E na tv eu não gosto de nada que eu vejo

Uma camisa-de-força tamanho mirim
Vai ter que me explicar tintim por tintim
Por que a lei só se aplica a mim
Perigo pra sociedade é o que me dizem
E penso comigo mesmo: por que não eu
Pra cuspir o pensar e taxarem de crime?

“é inverno no inferno e nevam brasas
Por favor, escondam-se todos em suas casas
Pois o anjo caído voa com novas asas
Raimundos, Nativus, Black Alien
Quebrando a espinha de filhos da puta
Como num mergulho de águas rasas”

Liberdade de expressão!!!
Deixa eu falar, filha-da-puta!!!
Expressão!!

“a livre expressão é o que constrói uma nação
Independentemente da moeda e sua cotação”
Deixa eu falar, filha-da-puta!!!
Expressão!!

Preste atenção no que eu vou dizer
Consciência e rebeldia é o que eu preciso ter
Pois minha mente pede
Num hardcore ou reggae
A mensagem vem das ruas, não dá pra esconder
Eu tenho um segredo
Já não tenho medo
Viver não vale nada se eu não me expressar
Seja certo ou errado, de cara ou chapado
Quem é calango do cerrado nunca vai mudar

Não tem flagrante não, não tem flagrante não;
Já bolou, acendeu, virou fumaça, subiu pra cuca;
Fim do Silêncio não deixa goela;
Malandro que é malandro sempre segue o ritmo da favela.

Liberdade de expressão!!!
Deixa eu falar, filha-da-puta!!!
Expressão!!

Deixa eu falar, filha-da-puta!!!
Expressão!!

Liberdade de expressão!!!
Deixa eu falar, filha-da-puta!!!
Expressão!!

“a livre expressão é o que constrói uma nação
Independentemente da moeda e sua cotação”
Deixa eu falar, filha-da-puta!!!
Expressão!!

“de junho a junho eu nasço
Eu morro de março a março
Presencio cenas impossíveis de traduzir para o cinema
Não perco atuações e atos
Mesmo quando abaixo pra amarrar os cadarços
Espaço, espaço, eu preciso de espaço
Pra mostrar pra esses covardes seu crepúsculo de aço
Imperial, como Carlos, eu passo
Conexão nordestina
Até Niterói, morte e vida Severina
Passando por Brasília…
Reis…”

(caralho!!!)

Veja também: Carnaval é Perfeição!, FILHOS DA PROSTITUTA, Amor do pai, Deixa o menino brincar!, Blue Dragon (Dragão azul), Reputação ilibada e notável saber jurídico., Bode expiatório, Ruas de Belém

Juan dos Mortos

O diretor Alejandro Brugués se perguntou o que aconteceria se uma epidemia zumbi afetasse a socialista Cuba.

O protagonista, Juan (Alexis Díaz de Villegas), é o malandro cubano. Ele não trabalha, prefere rum a alimentos, é divorciado, tem uma relação conturbada com a filha e gosta de se divertir com a mulher do vizinho. Quando é convidado pelo amigo Lazaro (Jorge Molina) a fugir para Miami, ele responde com sinceridade: “Mas lá eu ia ter que trabalhar”.

Uma epidemia misteriosa transforma os cidadãos em mortos-vivos. Pela televisão, a imprensa logo anuncia que a epidemia é obra de dissidentes cubanos financiados pelo governo norte-americano. Mariane Zendron – Do UOL, em São Paulo
poster_juan

Veja também: A indústria farmacêutica está fora de controle?, De quem é o poder?, Candidato Caô Caô, Incêndio, apenas 4° andar é salvo., Inside Job, Somos todos doadores, O Coxinha – uma análise sociológica, Casas de Mediação, Justiça em trânsito, Empoderamento dos recursos, Hortas e temperos, Legalize Já

Vossa Excelência

Vossa Excelência – Titãs

Estão nas mangas
Dos Senhores Ministros
Nas capas
Dos Senhores Magistrados
Nas golas
Dos Senhores Deputados
Nos fundilhos
Dos Senhores Vereadores
Nas perucas
Dos Senhores Senadores…

Senhores! Senhores! Senhores!
Minha Senhora!
Senhores! Senhores!
Filha da Puta! Bandido!
Corrupto! Ladrão! Senhores!
Filha da Puta! Bandido!
Senhores! Corrupto! Ladrão!…

Sorrindo para a câmera
Sem saber que estamos vendo
Chorando que dá pena
Quando sabem que estão em cena
Sorrindo para as câmeras
Sem saber que são filmados
Um dia o sol ainda vai nascer
Quadrado!…

Estão nas mangas
Dos Senhores Ministros
Nas capas
Dos Senhores Magistrados
Nas golas
Dos Senhores Deputados
Nos fundilhos
Dos Senhores Vereadores
Nas perucas
Dos Senhores Senadores…

Senhores! Senhores! Senhores!
Minha Senhora!
Bandido! Corrupto
Senhores! Senhores!
Filha da Puta! Bandido!
Corrupto! Ladrão! Senhores!
Filha da Puta! Bandido!
Corrupto! Ladrão!…

-“Isso não prova nada
Sob pressão da opinião pública
É que não haveremos
De tomar nenhuma decisão
Vamos esperar que tudo caia
No esquecimento
Aí então!
Faça-se a justiça!”

Sorrindo para a câmera
Sem saber que estamos vendo
Chorando que dá pena
Quando sabem que estão em cena
Sorrindo para as câmeras
Sem saber que são filmados
Um dia o sol ainda vai nascer
Quadrado!…

-“Estamos preparando
Vossas acomodações
Excelência!”

Filha da Puta!
Bandido! Senhores!
Corrupto! Ladrão!
Filha da Puta!
Bandido! Corrupto! Ladrão!
Filha da Puta!
Bandido! Corrupto! Ladrão!
Filha da Puta!
Bandido! Corrupto! Ladrão!…

Veja também: Carta de um policial nos protestos de São Paulo, Vinte centavos, Carta à Sra. “Presidenta” da República, Deputados amputados, Candidato Caô Caô, Casas de Mediação, O Coxinha – uma análise sociológica, Na trave!, Os sentidos da política – problemas e perspectivas, Verbo morrer, Mídia Ninja, Indivíduos perigosos, Caso Para-Sar, o Atentado ao Gasômetro, 2014, Ano do Pão e Circo, Arena

Polícia

Polícia – Titãs

Dizem que ela existe
Prá ajudar!
Dizem que ela existe
Prá proteger!
Eu sei que ela pode
Te parar!
Eu sei que ela pode
Te prender!…

Polícia!
Para quem precisa
Polícia!
Para quem precisa
De polícia…(2x)

Dizem prá você
Obedecer!
Dizem prá você
Responder!
Dizem prá você
Cooperar!
Dizem prá você
Respeitar!…

Polícia!
Para quem precisa
Polícia!
Para quem precisa
De polícia…(2x)

Veja também: Titãs, Carta de um policial nos protestos de São Paulo, Vinte centavos, Não Foi Acidente, O Combate a Corrupção nas Prefeituras do Brasil, Vinte centavos, O mundo dos espertos, Em progresso, Respeito É Pra Quem Tem, Instituto Alana, Sozinho não!

Vinte centavos

Pra quem não entendeu ainda: os vinte centavos, um por um:

00,01 – a corrupção
00,02 – a impunidade
00,03 – a violência urbana
00,04 – a ameaça da volta da inflação
00,05 – a quantidade de impostos que pagamos sem ter nada em troca
00,06 – o baixo salário dos professores e médicos do estado
00,07 – o alto salário dos políticos
00,08 – a falta de uma oposição ao governo
00,09 – a falta de vergonha na cara dos governantes
00,10 – as nossas escolas e a falta de educação
00,11 – os nossos hospitais e a falta de um sistema de saúde digno
00,12 – as nossas estradas e a ineficiência do transporte público
00,13 – a prática da troca de votos por cargos públicos nos centros de poder que causa distorções
00,14 – a troca de votos da população menos esclarecida por pequenas melhorias públicas (pagas com dinheiro público) que coloca sempre os mesmos nomes no poder
00,15 – políticos condenados pela justiça ainda na ativa
00,16 – os mensaleiros terem sido julgados, condenados e ainda estarem livres
00,17 – partidos que parecem quadrilhas
00,18 – o preço dos estádios para a copa do mundo, o superfaturamento e a má qualidade das obras públicas
00,19 – a mídia tendenciosa e vendida
00,20 – a percepção que não somos representados pelos nossos governantes

Se precisarem tenho outros vinte centavos aqui, é só pedir.

Veja também: Comida de gente, Individualidade fugaz, Mosquitos vinho na foto, Ai meu Deus!, Não Foi Acidente, Casas de Mediação, Inside Job, Pra quem não entendeu ainda os vinte centavos, Jô Soares explica um por um

Princípio do ou não

principio-da-incerteza

Os intelectuais resolveram inventar uma teoria a fim de substituir a real teoria do Princípio da incerteza de Heisenberg, o Princípio do Ou não, que pode explicar como que pode aparecer uma calcinha que não é da sua namorada no porta luvas do seu carro.

drmanhatansmurfao_thumb

O Princípio da Incerteza de Heisenberg, criado pelo boêmio Werner Heisenberg em meados de 1900 e guaraná com rolha, trata-se do princípio principal, inicial e fundamental da Mecânica Quântica. Resume-se ao fato, constatado por Heisenberg, de que não se pode saber o momento e a posição do que se está observando em um sistema quântico. A notação matemática desse princípio é:

Onde é a Velocidade da luz ( m/s) dividida pelo peso da mãe do observador. Desciclopédia

principio-da-incerteza-de-heisenberg-web

modelo-atual-2013-4-638

Veja também: Efeito Borboleta, Casas de Mediação, Somos todos doadores, Em busca da onda perfeita., Opção de escolha?, Chora Darwin., Nossa dose de veneno, Inside Job, Criacionismo., Compartilhe, A onda, Norte Nordeste Me Veste, Criacionismo., A indústria farmacêutica está fora de controle?, Ficha Limpa!!!

Michael Moore

“Viver entre os 1%”

É prova do acerto do velho dito popular: ‘Capitalista é o sujeito que te vende a corda para se enforcar a ele mesmo, se achar que, na venda, pode ganhar algum dinheiro.” Michael Moore

“Londres chamando as cidades distantes / Agora aquela guerra está declarada e a batalha começa./ Londres chamando para o inferno / Saia do armário todos os garotos e garotas”. London Calling – The Clash

chicago01maio1886
O cartaz reproduz um provérbio da África: Até que os leões tenham seus próprios historiadores, as histórias de caçadas continuarão glorificando o caçador. Eduardo Galeano

Veja também: FORDISMO??, Rorschach, Inside Job, Miniusina de energia, Por que estamos nas ruas, Homem e o diabo, Carta da Terra, Comida de gente, Olimpíadas, DIÁRIO OFICIAL DA CIDADE – D.O.C. – Eletrônico, De quem é o poder?, Turismo sexual, Orçamento doméstico, Impostômetro, Memória dos Campos, Quem é o povo?

Casas de Mediação

Programa Casas de Mediação de Conflitos , da Guarda Civil Metropolitana de São Paulo. SMSU – GCM

As Casas de mediação da Guarda Civil Metropolitana de São Paulo buscam a solução de conflitos, uma política a mais para a prevenção da criminalidade. O Cão De Guarda Notícias
GCM Movimento

cdroseli

Classe Distinta da Guarda Civil Metropolitana Roseli, integrante da ROMU e instrutora do Departamento de Ensino, atual Centro de Formação em Segurança Urbana. O Cão De Guarda Notícias.

gcmanapaolatexeira

A oficial da GCM (Guarda Civil Metropolitana) Ana Paola Teixeira. Do R7

Enxergue mais: DIA DO GUARDA CIVIL, INSTANTLY AGELESS ™Convite à Filosofia, Ai meu Deus!, NAARA BEAUTY DRINK!!!, Mosquitos vinho na foto, ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DOS GUARDAS MUNICIPAIS, PARE ou DIMINUA?, Comer faz bem, Somos todos doadores, Impostômetro, Universidade Aberta do Meio Ambiente e da Cultura de Paz – UMAPAZLUMINESCE™ CELLULAR REJUVENATION SERUM,  Saudação ao Sol, Polícia 24 horas