Waldschule für kränkliche Kinder

Em 1904, surgia nas proximidades de Berlim a primeira escola ao ar livre do mundo. A Waldschule für kränkliche Kinder havia sido criada por Walter Spickendorff em conjunto com o pediatra Bernhard Bendix e o inspetor escolar Hermann Neufert, com o objetivo de atender crianças com tuberculose latente. Ainda no início do século 20, a ideia viria a se transformar em um movimento que se espalhou pela Europa e pelos Estados Unidos. Hypeness

O objetivo dessas instituições era permitir que as crianças continuassem estudando em um ambiente com menos chances de transmissão da tuberculose. Normalmente, as escolas ofereciam “salas” ao ar livre, longe de grandes centros urbanos. Algumas delas tinham paredes, enquanto outras ficavam em plena floresta.

Em comum, as escolas ofereciam áreas ao ar livre em ambientes rurais, geralmente próximos a florestas, adotavam rotinas de exercícios físicos e dietas controladas, além de oferecer revisões médicas regularmente.

Escola ao ar livre na França. Foto: CC BY-SA 4.0Thomas BRENAC

À medida que antibióticos foram se tornando mais acessíveis, a tuberculose passou a ser uma doença controlada. Ela ainda existe e, segundo a Agência Brasil, se encontra entre as 10 principais causas de morte no mundo.

No Brasil, são registrados cerca de 200 novos casos por dia. Um dos principais problemas relacionados à tuberculose no país é o abandono do tratamento, que tem uma duração de cerca de seis meses e está disponível pelo Sistema Único de Saúde (SUS).

Graças à melhoria das condições para tratar da doença, as escolas ao ar livre foram pouco a pouco se tornando obsoletas, mas podem voltar a inspirar arquitetos e educadores a encontrar uma solução que permita retomar o ensino com mais segurança em um mundo pós-Coronavírus.

Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo. Redação Hypeness

““Quem não quer aprender a Física observando o trânsito, lançando um foguete de plástico? Aprender Ciências e Geografia dentro de uma piscina? Aprender sobre diferentes culturas com brincadeiras temáticas no pátio? Aprender sobre sustentabilidade em um bosque?” (…) “A aprendizagem é um processo complexo: cada um de nós faz novas e diferentes conexões a cada momento. Levar os alunos para fora da sala de aula permite ampliar as possibilidades dessas conexões”, questiona Hannyni Mesquita, gestora de Educação Infantil do Colégio Positivo. ” Gazeta do Povo

“Os benefícios da aprendizagem ao ar livre foram analisados em um estudo pioneiro realizado por pesquisadores da Universidade de São Paulo (USP). Segundo a pesquisa, aulas em contato direto com a natureza, oferecem um contraponto à vida urbana e ajudam a desenvolver nos estudantes habilidades como trabalho em grupo e autonomia, que levam a uma maior capacidade ética e moral. “

 |

“Os benefícios da aprendizagem ao ar livre foram analisados em um estudo pioneiro realizado por pesquisadores da Universidade de São Paulo (USP). Segundo a pesquisa, aulas em contato direto com a natureza, oferecem um contraponto à vida urbana e ajudam a desenvolver nos estudantes habilidades como trabalho em grupo e autonomia, que levam a uma maior capacidade ética e moral. Um estudo realizado pela pesquisadora Amanda Lloyd, do centro de pesquisa em educação da Western Sydney University, indica que as habilidades desenvolvidas em ambiente externo permanecem com os estudantes e melhoram seu desempenho durante toda a vida acadêmica.

“A educação ao ar livre provê múltiplas oportunidades de tarefas cooperativas entre seus alunos”, aponta o estudo. “Na medida em que a vida nos grandes centros urbanos, por diferentes razões, restringe o acesso do jovem às áreas naturais, a educação pela experiência que se dá em tais locais ganha relevância para o desenvolvimento de indivíduos atentos às questões éticas.”

A educação ao ar livre, por meio de cursos no formato expedição, ainda acontece de forma tímida no Brasil. Entende-se por cursos no formato expedição, experiências educacionais contínuas, de múltiplos dias, em que alunos e instrutores se aventuram em um trajeto em área remota na natureza, de forma autossuficiente. Culturamix.com

A educação ao ar livre potencializa a apropriação de um largo conjunto de experiências que enriquecem o currículo. Sair da sala de aula para desenvolver todo um conjunto de atividades liga os alunos ao seu meio ambiente, à sua comunidade, à sociedade em geral e a eles próprios. A riqueza das experiências vividas que a educação ao ar livre proporciona pode ser relevante na aquisição de conhecimentos, na compreensão dos fenômenos estudados e no desenvolvimento das mais diversas habilidades. O governo escocês aposta decididamente nesta via e disponibiliza on-line todo um conjunto de informações bem interessantes.

Outro aspecto decorrente das experiências vividas nos cursos de educação ao ar livre, segundo relatos dos alunos adolescentes, dos alunos adultos e dos educadores, está na oportunidade de adquirir conhecimento sobre si mesmo. As experiências que abordam disciplina, esforço, superação e coragem também permitem que a pessoa se conheça melhor. Além das menções diretas ao autoconhecimento, reconhecimento dos próprios limites e sobre a autopercepção dos pontos fracos e fortes.

O método de educação ao ar livre foi o grande legado do Filósofo Sócrates, que vivia de maneira humilde, percorrendo descalço as ruas de Atenas. Tornou-se o filósofo por excelência, “amigo do saber”. Passou a ensinar em praça pública, sem cobrar pelos seus ensinamentos, ao contrário do que faziam os sofistas. Seu método consistia em fazer perguntas que conduziam o discípulo à descoberta da verdade.

Sócrates reformulou a filosofia grega, fazendo com que a busca de conhecimento, antes centrada no estudo da natureza, passasse a ocupar-se do homem e das suas ações. Tudo isso se deu de maneira espontânea, nas ruas, percorrendo os bosques, as praças, os rios. O intuito dele era fazer com que as pessoas pensassem e que, através da observação do mundo, fossem capazes de fazer sua própria analise de tudo.

Apesar de nunca ter escrito uma obra, a atividade filosófica de Sócrates está documentada nos livros do também filósofo grego Platão, que foi um dos seus discípulos. Os célebres diálogos de Platão incluem o “Êutifron”, o “Critão”, o “Fédon” e “Um Banquete”. Em todos eles, Sócrates aparece como personagem.

Acreditávamos na tecnologia como vetor saudável para solucionar problemas humanos que também poderiam distrair as crianças sem deixá-las dependentes, ledo engano. Para elas, a tecnologia não é nada emancipatória. Se para nós já é difícil desconectar, imaginem para a meninada. A tecnologia, infelizmente, tem um viés altamente alienante e abusivo quando se refere às crianças, São como ímãs do mal, visto que os motores de recomendação tendem a se ativar e vão chover vídeos similares nas telinhas. Maria Inês Vasconcelos – O Debate

Subir em árvores passou a ser tão improvável como escalar o Everest. O mundo está cheio de novas metáforas, e foi decretado o fim do quintal. Os novos hábitos das crianças digitais nos mostra que estamos perdidos num mundo tecnológico, onde o algoritmo e o dinheiro fazem a tecnologia se tornar paradoxal. Rousseau dizia que “o único hábito que se deve permitir a uma criança é o de não adquirir nenhum”.

escolaarlivre

O contato com a natureza melhora todos os marcos mais importantes de uma infância saudável – imunidade, memória, sono, capacidade de aprendizado, sociabilidade, capacidade física – e contribuiu significativamente para o bem estar integral das crianças e jovens. As evidências apontam que os benefícios são mútuos: assim como as crianças e adolescentes precisam da natureza, a natureza precisa das crianças e jovens. (Programa Criança e Natureza e Sociedade Brasileira de Pediatria, 2019) – Criança e Natureza

Diversos fatores são responsáveis pelo contexto de confinamento ao qual todos estamos sujeitos: dinâmica familiar, planejamento urbano, mobilidade, uso de eletrônicos, consumismo, desenvolvimento econômico, desigualdade social, insegurança, violência, conservação da natureza e educação. Trata-se de um cenário complexo, cujos fatores estão inter-relacionados e que variam de intensidade, dependendo da condição socioeconômica e da realidade específica de cada um. Assim, os impactos do confinamento e da falta de contato com natureza e ambientes saudáveis são mais agudos e presentes nas cidades e bairros densamente     habitados e de alta vulnerabilidade social, onde as condições para uma vida saudável e plena estão ameaçadas. Esse cenário vem se agravando nos últimos anos e é particularmente crítico quando se trata da infância e da adolescência, com indicadores que se destacam em diversos setores. Laís Fleury (Instituto Alana) e Luciana Rodrigues Silva (SBP)

Arze-se: São Paulo ganha escola de hortas para pessoas em situação de ruaVocê aprendeu errado na escolaESCOLA DO LEGISLATIVO, ESCOLA DE DEMOCRACIADedo Verde na Escola: terrários aproximam biodiversidade das criançasCASES SEBRAE: BANCO PÉROLA, HERSELF E SUMÁHome office: dicas posturaisCentro de Mídias SP

 

 

Pra Não Dizer Que Não Falei Das Flores

Charlie Brown JR. – Pra Não Dizer Que Não Falei Das Flores

Tom: D

[Intro] Em  D  Em  D
        Em  D  Em  D
        Em  D  Em  D
        Em  D  Em  D

[Primeira Parte]

      Em         D                     Em
Caminhando e cantando e seguindo a canção
               D                    Em
Somos todos iguais braços dados ou não
                 D                    Em
Nas escolas nas ruas, campos, construções
                 D                     Em
Caminhando e cantando e seguindo a canção

[Refrão]

 Em            D                         Em
Vem, vamos embora, que esperar não é saber
                 D                      Em
Quem sabe faz a hora, não espera acontecer
 Em            D                         Em
Vem, vamos embora, que esperar não é saber
                 D                      Em
Quem sabe faz a hora, não espera acontecer

( Em  D  Em  D )

[Segunda Parte]

Em                 D                     Em
  Pelos campos há fome em grandes plantações
                D                  Em
Pelas ruas marchando indecisos cordões
                 D                     Em
Ainda fazem da flor seu mais forte refrão
                  D                Em
E acreditam nas flores vencendo o canhão

[Refrão]

 Em             D                         Em
Vem, vamos embora, que esperar não é saber
                 D                      Em
Quem sabe faz a hora, não espera acontecer
 Em             D                         Em
Vem, vamos embora, que esperar não é saber
                 D                      Em
Quem sabe faz a hora, não espera acontecer

( Em  D  Em  D )

[Terceira Parte]

Em               D                Em
  Há soldados armados, amados ou não
                D                 Em
Quase todos perdidos de armas na mão
                     D                  Em
Nos quartéis lhes ensinam uma antiga lição
                D                  Em
De morrer pela pátria e viver sem razão

[Refrão]

 Em             D                         Em
Vem, vamos embora, que esperar não é saber
                 D                      Em
Quem sabe faz a hora, não espera acontecer
 Em             D                         Em
Vem, vamos embora, que esperar não é saber
                 D                      Em
Quem sabe faz a hora, não espera acontecer

 Em               D                Em
Nas escolas, nas ruas, campos, construções 
                D                Em
Somos todos soldados armados ou não 
                 D                     Em
Caminhando e cantando e seguindo a canção 
               D                    Em 
Somos todos iguais braços dados ou não 
               D                 Em
Os amores na mente, as flores no chão 
               D                    Em
A certeza na frente, a historia na mão 
                 D                     Em
Caminhando e cantando e seguindo a canção 
                  D                Em
Aprendendo e ensinando uma nova lição 

 Em             D                         Em
Vem, vamos embora, que esperar não é saber
                 D                      Em
Quem sabe faz a hora, não espera acontecer
 Em             D                         Em
Vem, vamos embora, que esperar não é saber
                 D                      Em
Quem sabe faz a hora, não espera acontecer

[Final] Em  D  Em  D

Composição de Geraldo Vandrécifraclub

Pra Não Dizer Que Não Falei Das FloresGeraldo Vandré

Vandré-se: Jornada ninja, Bidu Sayão, Quebrada Queer, Um bom lugar, Debaixo dos Caracóis dos seus Cabelos, Kid Vinil

Meu Fogão, Minha Vida (homemade wood stove, bushcraft, espiriteira)

Meu Fogão Minha Vida (homemade wood stove)Meantime

Fogão a lenha feito em uma lata de tinta, uma ideia bem prática, econômica ,e feita com materiais reciclados.

Materiais Utilizados:

– Lata De Tinta 3,6Lt;

– Lata Solvente 900Ml;

– Lata De Milho Verde 200g.

como fazer um foguete ou foguete, foguete * muito fácil *Victor Taller Bushcraft

Uma nova versão do #Estufa #Cohete ou #Rocket caseiro e com materiais reciclados e mais acessíveis! Ideal para acampar ou passear com os amigos, ele funciona tanto para cozinhar em uma panela quanto para ferver água para uma infusão, é pequeno e portátil e muito fácil de construir. Funciona com muito pouca lenha, pois é muito eficiente.

Fogão a lenha caseiro para o acampamento V2, poderoso para cozinhar – M Stove Project. Camping Together

Fogareiro: Como fazer um Super Eficiente e Prático para expedição, camping e bushcraft (espiriteira)Celso Cavallini

Espiriteirize-se: O papel da lareira, Coletores de sementes, Grude na Tela Rural, Coco gas, Outros olhos, Frida

É O Que Me Interessa

Lenine – É O Que Me Interessa

tom: F# (forma dos acordes no tom de G)Afinação: Eb Ab Db Gb Bb Eb

Intro: C4+/G  C/G  C4+/G   C5/G
       G7M     G6   G7M      G

  C4+/G  C/G  C4+/G  C5/G   G7M  G6   G7M     G
E|-----------------------------------------
B|-----------------------------------------
G|-----------------------------------------
D|4----2----4----5-----4----2----4----5----
A|3----3----3----3-----2----2----2----2----
E|3----3----3----3-----3----3----3----3----

  C7M/G  C/G  Am   Am11  G7M   G6    G    G6
E|-----------------------------------------
B|-----------------------------------------
G|4----0----0----0----0----0----0----0-----
D|2----2----2----0----4----2----0----2-----
A|3----3----3----3-------------------------
E|3----3----5----5----3----3----3----3-----

    C7M/G      C/G
Daqui desse momento
     Am           Am11
Do meu olhar pra fora
   G7M          G6   G  G6
O mundo é só miragem
   C7M/G       C/G
A sombra do futuro
   Am          Am11
A sobra do passado
   G7M          G6   G  G6
Assombram a paisagem

  Em                   C9
E|-----------------------------------------
B|-----3------3------------3------3--------
G|-------0------0------------0------0------
D|---------5-------5-----5-----5------5----
A|--2-----------------3--------------------
E|0----------------------------------------

  G
E|-----------------------------------------
B|-----3------3------------3---------------
G|-------0------0------------0-------------
D|---5-----5------5-----5------5-----------
A|-----------------------------------------
E|3------------------3---------------------

      Em
Quem vai virar o jogo
    C9
E transformar a perda
G
  Em nossa recompensa
       Em
Quando eu olhar pro lado
     C9
Eu quero estar cercado
G
  Só de quem me interessa

(Intro)

    C7M/G         C/G
Às vezes é um instante
   Am          Am11
A tarde faz silêncio
   G7M      G6         G  G6
O vento sopra a meu favor
    C7M/G        C/G       Am        Am11
Às vezes eu pressinto e é como uma saudade
       G7M       G6           G  G6
De um tempo que ainda não passou

     Em
Me traz o seu sossego
   C9
Atrasa o meu relógio
G
  Acalma a minha pressa
    Em
Me dá sua palavra
    C9
Sussurra em meu ouvido
G
  Só o que me interessa

(Intro)

   C7M/G  C/G
A lógica do vento
   Am         Am11
O caos do pensamento
   G7M    G6    G  G6
A paz na solidão
  C7M/G   C/G
A órbita do tempo
   Am       Am11
A pausa do retrato
   G7M      G6    G  G6
A voz da intuição
   Em
A curva do universo
   C9
A fórmula do acaso
G
  O alcance da promessa
   Em
O salto do desejo
    C9
O agora e o infinito
G
  Só o que me interessa

   C4+/G  C/G
A lógica do vento
   C4+/G      C/G
O caos do pensamento
   G7M    G6     G7M  G
A paz na solidão
  C4+/G   C/G
A órbita do tempo
   C4+/G    C/G
A pausa do retrato
   G7M      G6    G7M  G
A voz da intuição
   C4+/G     C/G
A curva do universo
   C4+/G   C/G
A fórmula do acaso
     G7M      G6      G7M  G
O alcance da promessa
   C4+/G    C/G
O salto do desejo
    C4+/G      C/G
O agora e o infinito
G
  Só o que me interessa

Composição de Dudu Falcão / Leninecifraclub

Lenize-se: Um Caranguejo Elétrico, Irônico, A Noite, Lá Vem o Brasil Descendo a Ladeira, Um dia, um ladrão, De Jobim a Hermeto

Akai Koudan Zillion Dublado

Nome Original: Zillion (Tradução)

Tipo: Anime

Author: Akira Watanabe

Tempo de duração: 21Min.

A história se passa no planeta Maris no ano de 2387. Nessa época, os Nozas começou a genocidamente matar todos os seres humanos, a fim de pôr ovos e se reproduzir no planeta. Três armas misteriosas apelidado de “Zillion Weapon System” aparecem e três adolescentes (JJ, Champ e Apple) são escolhidos para utilizá-las como os cavaleiros brancos, a fim de lutar contra os Nozas. Animes Online BZ

Zillion-se: Akai Kōdan Zillion, Pin-up, Desenho de criança, Koenigsegg and Pinchcliffe Grand Prix, Piratas do Tietê vão invandir os cinemas, Dinâmicos, 13 Reasons Why: trilha sonora da série, Rick and Morty

Biblioteca de objetos Leila Berlin

Na Alemanha existe um lugar chamado Leila Berlin: um espaço de doações e empréstimos de “coisas”. Funciona de uma forma muito simples: os objetos são divididos em três salas. Na primeira foram colocadas roupas e afins. Neste ambiente a pessoa pode levar qualquer coisa, assim como pode deixar o que não utiliza mais. 

As ferramentas, barracas de camping e coisas que se utilizam poucas vezes foram divididas nas outras duas salas. Para usá-los as pessoas precisam solicitar o empréstimo e pagar uma taxa de garantia, que é restituída quando o objeto é devolvido.

O nome é um trocadilho com  leihen (emprestar) + laden (loja) e o local é todo tocado por voluntários, que passam algumas tardes lá batendo papo e recebendo as “visitas”. Márcio Diniz – Catraca Livre

Nikolai fundou * Leila.

Essa organização nasceu porque as pessoas costumam deixar o que não querem mais em caixas na calçada escritas com a palavra “Geschenk“, que quer dizer “presente”. Eu mesma tenho uma bota maravilhosa que achei na rua; vi a linda, gostei e era o meu número, olha que sorte. Saí feliz da vida! Só que quando chove ou neva, as coisas acabam se estragando (principalmente roupas e livros). O que a Leila Berlin faz é oferecer um lugar para essas coisas de maneira que elas continuem disponíveis, porém, protegidas.

ze-se: OFICINA TETO VERDE e ESTRUTURAS DE BAMBU, Itaipu E-400: o primeiro carro elétrico brasileiro, Carro elétrico, R$ 100 por mês!?!, Consumo colaborativo e sustentabilidade, Consumo colaborativo, Chase Neyland-Square, Sangue dourado ou rh nulo

Dia Mundial da Dança

A dança tem o poder de captar e transmitir traços particulares de diferentes culturas através dos tempos. Existem diversos estilos de dança diferentes, cada um com a sua própria personalidade. O Dia da Dança busca a valorização dessas identidades distintas. Calendarr.com

Dia da Dança foi criado em 1982 pelo Comitê Internacional da Dança (CID) da Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura (UNESCO), 29 de abril, homenagem a data de nascimento de Jean-Georges Noverre (1727-1810), um mestre do balé francês.

Dia Internaciona da Dança

Noverre foi bailarino e professor de balé, e ficou conhecido por ter escrito uma das obras sobre a dança mais importantes da história, Lettres sur La Danse ou “As Cartas Sobre a Dança”, em português.

Apenas por coincidência, a data está associada a uma personalidade brasileira de importância no balé, Marika Gidali, bailarina co-fundadora do Ballet Stagium em São Paulo, que também nasceu no dia 29 de abril.

Comece o dia feliz

Com isolamento, artistas vem tendo dificuldade em sobreviver financeiramente. Isso porque espetáculos, teatros e shows foram suspensos, como forma de evitar a propagação

Na Alemanha, ainda no início de março, a ministra de cultura do país defendeu o suporte à categoria, em meio à pandemia. “A cultura não é apenas um luxo que se entrega durante os bons tempos”, afirmou na ocasião. 
No dia 25 de março, o governo alemão anunciou um pacote de 50 bilhões de euros destinados a pequenos negócios, freelancer e artistas, para custearem o aluguel de estúdios durante a pandemia. Pedro Lovisi *

Em um vídeo divulgado nas redes sociais da Fundação Clóvis Salgado (Instagram), 20 bailarinos ofereceram abraços à população. “Como definir o significado de um abraço? Afeto? Afago? Saudade? Como é viver sem poder abraçar alguém nesse período de isolamento social? É possível sentir, mesmo que à distância, a sensação e o conforto que um abraço forte pode nos causar? Para os bailarinos da Cia. de Dança Palácio das Artes, sim!”, explica a fundação na mensagem.

Danze-se: Maior encontro dos povos indígenas do Brasil será on-line, KINH CHÚ ĐẠI BI, Planeta Terra é um ser vivo !, 80 atividades para crianças: simples, divertidas, de baixo custo e todas dentro de casa, street art girl, Dia da baderna, Bidu Sayão

Google Doodle Jogos

Em um incentivo para que as pessoas permaneçam em suas casas durante o surto do novo coronavírus (COVID-19), o Google está divulgando os jogos que fizeram sucesso ao longo dos últimos anos. Renê FragaDiscovery

O primeiro jogo liberado, dentro os 10 que são planejados, está o de linguagem de programação para criança, exibido na página inicial do Google em 04 de dezembro de 2017, na época, o Google celebrou os 50 anos desde que as linguagens de programação para crianças foram introduzidas no mundo.

No Doodle, desenvolvido pela equipe do Google, Blockly e os pesquisadores do MIT Scratch, as crianças precisam ajudar o “coelho”, em 6 níveis de dificuldade, em uma missão para reunir seu alimento favorito ao agrupar blocos de codificação. O logotipo usa a linguagem de programação Scratch – desenvolvida pelo MIT – para crianças.

Para marcar a ação, o Google está exibindo uma ilustração especial na página inicial do buscador no PC e no celular, em que um personagem com boné aparece usando o computador dentro do logo da empresa. A figura acompanha a mensagem “Fique em casa e jogue os melhores Google Doodles antigos”.  Rodrigo Fernandes – TechTudo

Alguns Doodles que fizeram sucesso não devem ficar de fora da ação, como a reprodução do Pac-Man no buscador principal do Google, criado em 2010 em comemoração aos 30 anos do jogo. Outro Doodle clássico que pode participar do projeto colocou um Cubo Mágico no lugar da logo da empresa, para que o usuário resolvesse o quebra-cabeça online. O jogo foi exibido em 2014, em comemoração aos 40 anos do brinquedo.

Outras apostas são o Doodle de Dia das Bruxas de 2018, o primeiro a apresentar um game multiplayer, em que era possível jogar com amigos ou pessoas aleatórias de qualquer parte do mundo pelo próprio buscador, e o primeiro Doodle com inteligência artificial, lançado em 2019 em homenagem ao músico e compositor alemão Johann Sebastian Bach. A animação permitia que os usuários compusessem suas próprias melodias.

Os Doodles do Google são versões personalizadas do logo do buscador para comemorar datas como feriados, aniversários e a vida de artistas, cientistas e pioneiros em diversas áreas. Alguns deles são experiências interativas ou jogos que podem ser uma boa opção para passar o tempo. Há clássicos como Pac-Man e Cubo Mágico, e até games desenvolvidos pelo próprio Google, alguns Doodles simulam instrumentos musicais ou são experimentos feitos com inteligência artificial e realidade virtual. Apesar de ficarem por tempo limitado na página inicial do Google, todos os Doodles continuam disponíveis em um acervo pouco conhecido pelos usuários. Isabela Cabral – TechTudo

Doodleze-se: Halloween games, CHUCK NORRIS game, Jogo Anti-Dengue, Positividade, He Got Game, Deixa o menino brincar!, Monte seu Fusca, My Favourite Game, Resuscitation, Ebenezer Cobb Morley: Doodle, 50th Aniversary of the Moom Landing, Googol, Wilbur Lincoln Scoville, Hora do Código

Resuscitation

Como você poderá ver ao baixar o Resuscitation, o app te apresenta um caso de um paciente doente que chega ou no pronto socorro ou em uma ambulância. Você é o médico que atende o paciente, e deve coletar a anamnese, realizar o exame físico, solicitar exames, aplicar as medicações necessárias, pensar nos diagnósticos diferenciais, identificar o diagnóstico correto e encaminhar o paciente para o local correto de tratamento imediato. Fernando CarbonieriAcademia Médica

De forma interativa, você monitoriza o paciente, inicia a ressuscitação volêmica, administra a ventilação necessária ao caso, drena o tórax, obtém exames radiológicos ( com as imagens para avaliar) e eletrocardiograma, glicemia capilar, e muitas outras ações necessárias ao correto follow-up do paciente.

O jogo é um simulador extremamente técnico,Resuscitation!”, disponível para iOS, que outros profissionais da saúde seriam incapazes (ou praticamente incapazes) de atingir o objetivo, pois mesmo para médicos experientes pode ser bastante difícil acertar 100% do caso em questão.

Os tópicos incluem medicina de emergência, emergência pré-hospitalar, neurologia, trauma, psiquiatria, ginecologia clínica, obstetrícia, pediatria, geriatria e tantos outros casos.

Resuscitation!

Você ganha ponto a cada atitude crítica acertada e atitudes “bônus” que ajudariam o seu paciente ou na definição do diagnóstico correto; não marca pontos para as atitudes neutras; perde pontos para atitudes desnecessárias e perde uma quantidade maior de pontos para atitudes que fariam mal ao paciente. Com base na pontuação você ganha uma medalha como Estudante, Residente, Especialista em treinamento, Preceptor ou Médico Atendente, também o aplicativo sempre traz a discussão do caso, pontuando os erros mais comuns e as dicas para não errar no follow-up e diagnóstico para aquele tipo de caso.

Resuscitation gives you a case presentation of a patient who is ill, and you play the role of the health care provider. You are in control and can take a history, perform a physical exam, develop a differential diagnosis and administer therapy to treat the patient’s underlying problem. You can place the patient on a monitor, start IV’s, perform procedures, administer medications, obtain radiology studies, EKGs, and a LOT more. App Store

Resuscitation! é um simulador virtual de pacientes criado pela empresa EM Gladiators, projetado por um médico de emergência e usa uma abordagem baseada em sistemas através de casos de pacientes virtuais. Hi Doctor Blog

O aplicativo é gratuito e vem com cinco casos livres para conquistar. Existem outros casos disponíveis para comprar para expandir a longevidade do jogo, que podem ser adquiridos por alguns dólares extras. Atualmente, Resuscitation! pode ser encontrado na Apple App Store para dispositivos iOS e Google Play Store para dispositivos Android.

Jogos Médicos - Resuscitation

Medical Joyworks, desenvolveu outras aplicações, como Clinical Sense e Prognosis: Your diagnosis, semelhantes a Resuscitation! na medida em que são dois programas de cenários clínicos simulados. Todo o conteúdo desses jogos é apoiado por periódicos recentes revisados por pares. Há também uma lista de referências disponíveis no final de cada caso. A interface destes últimos jogos citados não é tão atraente ou roda tão suave quanto a de Resuscitation!, mas são facilmente gerenciáveis. Enquanto que a maioria dos casos em Resuscitation! tendem a ter uma predileção por atendimento de emergência, existem várias especialidades além de emergência que são selecionáveis ​​com esses outros aplicativos. Há também significativamente mais cenários para escolher (mais de 500 no Prognosis: Your diagnosis). Physicians Practice

Resuscitation-se: Halloween games, A QUARTA PAREDE!, Deixa o menino brincar!, Apps que cuidam do seu pet, Jogo Anti-Dengue, KIERU, UM JOGO DE COMBATE ENTRE SAMURAIS INSPIRADO EM SAMURAI JACK, COMO BRINCAM AS CRIANÇAS COM AUTISMO, Humans, Cursos online e conteúdos gratuitos

Alceu Valença – Anunciação

Alceu Valença – Anunciação. Show de encerramento do carnaval de Pernambuco no Marco Zero (05/03/2019)

tom: Amcifraclub

[Intro] G  Am  C  G 
        G  Am  C  G 

[Parte 1 de 4]

E|------7-8-7-----------------------------------------|
B|-8-10-------12p8-10p8---8-10-8-10-------------------|
G|----------------------9-----------------------------|
D|----------------------------------------------------|
A|----------------------------------------------------|
E|----------------------------------------------------|

[Parte 2 de 4]

E|------7-8-7-----------------------------------------|
B|-8-10-------12p8-10p8---10/12-10-8-8----------------|
G|----------------------9-----------------------------|
D|----------------------------------------------------|
A|----------------------------------------------------|
E|----------------------------------------------------|

[Parte 3 de 4]

E|------7-8-7-----------------------------------------|
B|-8-10-------12p8-10p8---8-10-8-10b12----------------|
G|----------------------9-----------------------------|
D|----------------------------------------------------|
A|----------------------------------------------------|
E|----------------------------------------------------|

[Parte 4 de 4]

E|------7-8-7-----------------------------------------|
B|-8-10-------12p8-10p8---10/12-10-8-8----------------|
G|----------------------9-----------------------------|
D|----------------------------------------------------|
A|----------------------------------------------------|
E|----------------------------------------------------|

[Primeira Parte]

G                                       Am
  Na bruma leve das paixões que vem de dentro
                          C              G
Tu vens chegando prá brincar no meu quintal
                                  Am
No teu cavalo peito nu cabelo ao vento
                         C           G
E o sol quarando nossas roupas no varal     

                                      Am
Na bruma leve das paixões que vem de dentro
                          C              G
Tu vens chegando prá brincar no meu quintal
                                  Am
No teu cavalo peito nu cabelo ao vento
                         C           G
E o sol quarando nossas roupas no varal     

[Refrão]

    G7      Em7
Tu vens tu vens
F          C              G
  Eu já escuto os teus sinais
    G7      Em7
Tu vens tu vens
F          C              G
  Eu já escuto os teus sinais

[Segunda Parte]

                                  Am
A voz do anjo sussurrou no meu ouvido
                      C              G
E eu não duvido já escuto os teus sinais
                               Am
Que tu virias numa manhã de domingo
                   C              G
Eu te anuncio nos sinos das catedrais

[Refrão]

    G7      Em7
Tu vens tu vens
F          C              G
  Eu já escuto os teus sinais
    G7      Em7
Tu vens tu vens
F          C              G
  Eu já escuto os teus sinais

[Solo] G  Am  C  G 
       G  Am  C  G 

[Parte 1 de 4]

E|------7-8-7-----------------------------------------|
B|-8-10-------12p8-10p8---8-10-8-10-------------------|
G|----------------------9-----------------------------|
D|----------------------------------------------------|
A|----------------------------------------------------|
E|----------------------------------------------------|

[Parte 2 de 4]

E|------7-8-7-----------------------------------------|
B|-8-10-------12p8-10p8---10/12-10-8-8----------------|
G|----------------------9-----------------------------|
D|----------------------------------------------------|
A|----------------------------------------------------|
E|----------------------------------------------------|

[Parte 3 de 4]

E|------7-8-7-----------------------------------------|
B|-8-10-------12p8-10p8---8-10-8-10b12----------------|
G|----------------------9-----------------------------|
D|----------------------------------------------------|
A|----------------------------------------------------|
E|----------------------------------------------------|

[Parte 4 de 4]

E|------7-8-7-----------------------------------------|
B|-8-10-------12p8-10p8---10/12-10-8-8----------------|
G|----------------------9-----------------------------|
D|----------------------------------------------------|
A|----------------------------------------------------|
E|----------------------------------------------------|

[Primeira Parte]

G                                       Am
  Na bruma leve das paixões que vem de dentro
                          C              G
Tu vens chegando prá brincar no meu quintal
                                  Am
No teu cavalo peito nu cabelo ao vento
                         C           G
E o sol quarando nossas roupas no varal     
   
[Refrão]

    G7      Em7
Tu vens tu vens
F          C              G
  Eu já escuto os teus sinais
    G7      Em7
Tu vens tu vens
F          C              G
  Eu já escuto os teus sinais

[Segunda Parte]

                                  Am
A voz do anjo sussurrou no meu ouvido
                      C              G
E eu não duvido já escuto os teus sinais
                               Am
Que tu virias numa manhã de domingo
                   C              G
Eu te anuncio nos sinos das catedrais

[Refrão]

    G7      Em7
Tu vens tu vens
F          C              G
  Eu já escuto os teus sinais
    G7      Em7
Tu vens tu vens
F          C              G
  Eu já escuto os teus sinais

[Final] G  Am  C  G 
        G  Am  C  G 

[Parte 1 de 4]

E|------7-8-7-----------------------------------------|
B|-8-10-------12p8-10p8---8-10-8-10-------------------|
G|----------------------9-----------------------------|
D|----------------------------------------------------|
A|----------------------------------------------------|
E|----------------------------------------------------|

[Parte 2 de 4]

E|------7-8-7-----------------------------------------|
B|-8-10-------12p8-10p8---10/12-10-8-8----------------|
G|----------------------9-----------------------------|
D|----------------------------------------------------|
A|----------------------------------------------------|
E|----------------------------------------------------|

[Parte 3 de 4]

E|------7-8-7-----------------------------------------|
B|-8-10-------12p8-10p8---8-10-8-10b12----------------|
G|----------------------9-----------------------------|
D|----------------------------------------------------|
A|----------------------------------------------------|
E|----------------------------------------------------|

[Parte 4 de 4]

E|------7-8-7-----------------------------------------|
B|-8-10-------12p8-10p8---10/12-10-8-8----------------|
G|----------------------9-----------------------------|
D|----------------------------------------------------|
A|----------------------------------------------------|
E|----------------------------------------------------|

Composição de Alceu Valença

Valenze-se: Deus e o Diabo na Terra do Sol, Norte Nordeste Me Veste, Olney Alberto São Paulo, Pin-up, ANAK KRAKATOA, O FILHO DE KRAKATOA, Uma camiseta do ramones incomoda muita gente, Clarice Lispector do Samba, Clara Nunes.

Na Natureza Selvagem (spoiler)

A vida começa a acabar no momento em que você entra na escola. Com sorte, depois dela você vai para a faculdade, mesmo que ainda não tenha a menor maturidade para escolher uma carreira. Com mais sorte ainda, depois da faculdade você vai arranjar um emprego, mesmo que ainda não tenha a menor condição de saber o que está fazendo ali. Então você vai passar os seus anos sonhando com férias e se aposentar quando a melhor fase da vida tiver ficado pra trás. O roteiro do que esperam de você já está pronto: casar, ter filhos, pagar as contas, tentar juntar algum patrimônio, pensar no seu futuro, pensar no futuro da sua família, pagar previdência, planos de saúde e seguro de vida. Paralelamente a isso tudo, você precisa aproveitar a vida, viver intensamente, aproveitar cada segundo, carpe diem, para não sentir que viveu em vão. Então você preenche o vazio com viagens, sexo, filhos, animais de estimação, comida, futebol, filmes, sei lá. E mesmo se conseguir fazer tudo isso, sempre vai aparecer alguém para dizer que você jogou a sua vida fora, que poderia ter feito muito mais, que é acomodado, fraco ou pouco ambicioso. A pressão só aumenta. Nunca fica mais fácil. Renato Thibes

“Na Natureza Selvagem” conta a história real de Christopher McCandless (Emile Hirsch), o jovem que fugiu de casa depois da formatura, em 1990, para viver como um andarilho pelos EUA sob o codinome Alexander Supertramp, até morrer no Alasca dois anos depois. Sua trajetória foi contada no livro de mesmo nome de Jon Krakauer e adaptada para o cinema por Sean Penn. Um road movie de grandes paisagens e muita contemplação, montado com flashbacks, recortes, narrações, improvisos, quebras da quarta parede e citações — ele abre com um poema de Lord Byron sobre amar mais a natureza do que o homem e depois são citados Tolstoi, Thoreau e Jack London. Medium

O cantor Eddie Vedder, que compôs toda a trilha sonora do filme e deu voz ao interior do personagem, disse em uma entrevista que Alexander talvez fosse a última pessoa no mundo a querer ver sua trajetória transformada em algo comercial e trivial, mas que o filme conseguiu capturar a visão simbólica que o garoto tinha e repassá-la de maneira comovente e verossímil, importando-se mais em contar a verdade do que apenas em vender ingressos. Laís Dias – Super interessante

Selvazem-se: Faça uma EvoluçãoGlobal Citizen FestivalIsolamento Domiciliar, Covid-19Nise – O Coração da LoucuraAssédio moral (bullying, manipulação perversa, terrorismo psicológico).Top 50 Cover Songs from MoviesA pele que habitoJay and Silent BobJosé Mojica MarinsBesourinha

Capitão Fantástico

Ben (Viggo Mortensen) tem seis filhos com quem vive longe da civilização, no meio da floresta, numa rígida rotina de aventuras. As crianças lutam, escalam, leem obras clássicas, debatem, caçam e praticam duros exercícios, tendo a autossuficiência sempre como palavra de ordem. AdoroCinema

Em uma clara inspiração ao filme e à história de Na Natureza Selvagem, nos divertimos e nos emocionamos com uma família que se recusa a ser retratada como “aberrações da natureza” ou “bichos do mato”. Apenas por uma opção de vida, percebemos, portanto, que não significa que seus filhos são menos educados do que aqueles que vão regularmente à escola. As crianças são estimuladas todo o tempo a desenvolver o senso crítico e a argumentação.

A família mora na floresta e rapidamente aprendemos a forma como eles vivem: caçam e plantam seus próprios alimentos, tocam instrumentos musicais, praticam esportes e outros treinamentos de resistência e condição física diariamente e são educados pelo próprio pai, o qual mantém este estilo de vida justamente para evitar que seus filhos sejam contaminados pela cultura consumista e materialista da sociedade urbana.

Qual pai ou mãe não se identifica com alguém que faz enormes sacrifícios, que às vezes carrega o fardo por errar ou tropeçar no meio do caminho, mas que sempre faz tudo em nome de seus filhos, para que eles tenham um futuro melhor e digno? Quem não quer proteger seus filhos dos males de uma sociedade falha e que se apresenta muitas vezes corrompida? Gabriella Tomasi – Cabine Cultural

Fantastique: Brazil, o filmeLavar as mãos (Mão)O Último Cine Drive-inPK12 MonkeysJay and Silent BobI, pet goat IIIdiocracyThe MartianRepo manOutro Olhar

80 atividades para crianças: simples, divertidas, de baixo custo e todas dentro de casa

Uma lista de atividades baratas e divertidas para entreter a Pequenada num dia em que tenham de ficar em casa.

  1. Fazer um piquenique dentro de portas.
  2. Construir uma tenda, usando cadeiras, lençóis e mantas.
  3. Fazer fantoches de meias.
  4. Pintar quadros com os dedos.
  5. Confecionar biscoitos decorá-los com pasta de açúcar colorida.
  6. Uma festa com música e muitas danças divertidas.
  7. Um chá das cinco.
  8. Ler histórias de embalar.
  9. Fazer pedicure.
  10. Brincar aos professores.
  11. Fazer um livro de letras, cada letra tem direito a uma fotografia ou imagem recortada de uma revista.
  12. Ver álbuns de fotografias.
  13. Fazer um vídeo e vê-lo no final.
  14. Pintar com guache.
  15. Brincar com as bonecas.
  16. Brincar com carros de corrida.
  17. Jogar jogos de tabuleiro.
  18. Colorir desenhoscom lápis de cera.
  19. Fazer fantoches de sacos de papel.
  20. Ver um filme e comer pipocas.
  21. Fazer uma caça ao tesouro.
  22. Confecionar bolachas com pepitas de chocolate.
  23. Brincar aos vestidos.
  24. Fazer moinhos de vento.
  25. Fazer chapéus de papel.
  26. Fazer um lanche saudável.
  27. Fazer uma corrida de obstáculos em casa.
  28. Brincar às escondidas.
  29. Fazer uma luta de bolas de neve usando meias.
  30. Construir um forte com caixas de cartão e fita-cola.
  31. Fazer planos e convites para uma festa.
  32. Construir um puzzle de um desenho, colando-o num cartão e recortando as peças.
  33. Encher uma pequena piscina na cozinha e deixar as crianças brincar em água quente.
  34. Preparar a decoração de Natal.
  35. Criar um cartão para o Dia dos Namorados.
  36. Construir uma estrada no corredor da casa, criando as linhas brancas com fita-cola branca.
  37. Fazer carimbos com maçãs: cortar uma maçã a meio e fazer carimbos com uma tinta lavável.
  38. Aprender uma nova música.
  39. Fazer um colar com rebuçados.
  40. Criar um concurso de talentos.
  41. Fazer confetes com um furador de papel.
  42. Fazer um cartão para oferecer, decorado com massas coloridas coladas.
  43. Uma corrida de berlindes.
  44. Esculpir barro, deixar secar e pintar.
  45. Fazer manicure.
  46. Criar cartões de picotar, recortados das caixas de cereais para crianças.
  47. Fazer um calendário para ir riscando ou colando autocolantes até ao dia do aniversário.
  48. Brincar com Legos.
  49. Escrever cartas aos avós.
  50. Fazer uma coroa de papel e brincar aos reis e rainhas.
  51. Tirar fotografias a fazer caretas.
  52. Fazer carros grandes de caixas de cartão, cortar buracos para as pernas e deixar as crianças correrem pela casa.
  53. Brincar aos semáforos: luz verde, luz amarela, luz vermelha.
  54. Fazer um fato de super-herói com o que tiver em casa.
  55. Coloque um montão de almofadões no chão e deixar as crianças atirarem-se contra elas.
  56. Planear um jantar romântico com a ajuda das crianças.
  57. Veja vídeos de família antigos.
  58. Faça um bolo de chocolate.
  59. Crie caminhos de papel higiénico à volta de casa.
  60. Construa aviões de papel.
  61. Leia os livros favoritos.
  62. Fazer cupcakes e deixar as crianças tratarem da decoração.
  63. Planear as próximas férias de família.
  64. Ensinar as crianças a coser.
  65. Reorganizar uma divisão da casa.
  66. Imitar um vídeo de aeróbica.
  67. Criar um bar de chocolate com chocolate quente, leite achocolatado, marshmallows, natas…
  68. Fazer pequenas pizzas.
  69. Fazer uma peça de teatro.
  70. Deixar as crianças usar maquilhagem, será bem divertido.
  71. Imprimir desenhos para colorir e fazer pinturas.
  72. Montar uma tenda dentro de casa e fazer campismo.
  73. Brincar aos médicos.
  74. Atirar bolas para dentro de baldes: quem encher primeiro ganha!
  75. Ler um livro e encenar a história.
  76. Bowling dentro de portas.
  77. Brincar às mercearias.
  78. Tomar um banho com espuma e montes de brinquedos dentro da banheira.
  79. Encher balões de água e atirar pela janela para o quintal a alvos.
  80. Encenar um baile de príncipes ou princesas.

Contagion

“O cinema ainda estava em sua infância quando, em 1902, Georges Méliès lançou Viagem à Lua, usando o romance Da Terra à Lua, de Júlio Verne, como inspiração. Demoraria mais de meio século até que, em 1969, o homem de fato chegasse à lua a bordo da Apollo 11, no caso de um filme como Contágio, dirigido por Steven Soderbergh, não era uma questão de possibilidade, uma simples questão de tempo. Bem pouco tempo.” Gazeta do Povo

O escritor Scott Z. Burns, roteirista do filme, pesquisou diversas patologias ao longo de três anos, contando com a consultoria do Dr. Ian Lipkin, então professor de epidemiologia na Universidade de Columbia, na Escola Mailman de Saúde Pública. Assim nasceu o ficcional MEV-1, vírus altamente contagioso e mortal.

Contágio segue o rápido progresso de um vírus letal, transmissível pelo ar, que mata em poucos dias. Como a epidemia se espalha rapidamente, a comunidade médica mundial inicia uma corrida para encontrar a cura e controlar o pânico que se espalha mais rápido do que o próprio vírus. Ao mesmo tempo, pessoas comuns lutam para sobreviver em uma sociedade que está desmoronando. Medium

25 Things You Missed In Contagion

The Steven Soderbergh directed “Contagion” has been trending lately due to how the film deals with the possibility of a global health crisis. While some aspects of the film are right on the nose, it definitely exaggerates some aspects to make the movie more dramatic.

“Their goal was to try and really show people as accurate a picture that could be conjured, in hopes that it would motivate political leaders to get mobilized,” says Laurie Garrett, one of those health experts consulted by the filmmakers. New York Post

Garrett is a former senior fellow for global health at the Council on Foreign Relations who has been tracking outbreaks for decades. She published the bestselling book “The Coming Plague: Newly Emerging Diseases in a World Out of Balance” in 1994.

“We’ve generally seen a lot [of diseases] arising out of Asia because of the tremendous disruption in that part of the world,” Garrett says. “Bats and birds are deeply stressed because of deforestation and climate change.”

“I’ve been in more than 30 epidemics, and the same things happen over and over again,” Garrett says, argues that we had become complacent to the threat of a pandemic in part because modern history’s second-deadliest plague — HIV, which has killed 32 million — wasn’t treated as “a warning shot across the bow.” Instead, it was dismissed by many as a niche problem that only affected homosexuals.

Contagie-se: Macaé: cura tudo!?!Arango, cura câncer?!?As 11 ideias de negócio mais procuradas pelos brasileirosNanochip cura feridas e recupera órgãos usando células da pele“A minha especialidade é matar, não é curar ninguém”Prevenção curaPropriedades curativas do limão“Se for, vá na paz”

 

 

 

 

ImaginaC

ImaginaC, plataforma que dá voz e visibilidade às crianças na construção de um mundo melhor. Quando a violência deixa de dominar uma rua da cidade e dá espaço para crianças brincarem nela, é porque uma grande força entrou em cena. E não foi a polícia. Rede Nacional Primeira Infância

Nayana Brettas é uma socióloga, formada pela PUC SP com especialização na relação entre as crianças e a melhoria da vida nas cidades, e fundadora do ImaginaC. “A partir do olhar solidário e generoso das crianças, de seus sonhos e da imaginação única que possuem, surge um poder enorme de transformação e melhoria de nossas vidas. O problema é que ninguém as escuta”.

Em parceria com a empresa de impacto Rua Livre, de Marcos Dimenstein e Estêvão Romane, que há 4 anos realiza programas de ocupação e melhoria de vida no urbe, o conjunto de ferramentas chamado ImaginaC busca conectar e aproximar comunidades, famílias e escolas em torno das crianças na busca de uma vida melhor. Com a ajuda de aplicativos de celular, jogos para as escolas e famílias, programas de intercâmbio familiar e de cidades, além de uma agenda de comunicação positiva e de diálogo com o poder público, o programa é fruto de uma metodologia testada com sucesso em campo – no caso, o Glicério, bairro tradicionalmente violento de São Paulo que teve sua realidade mudada após a passagem do programa.

O programa, como diz a participante Thifanny Rodrigues, de 10 anos de idade, “não é só de brincadeira: é uma parte da nossa infância, que ajuda a gente a ficar mais disposta… É participar mais das coisas, gostar mais de escola, de estudar, da família”.

ImaginaC – Facebook

ImaginaC: Masaka Kids Africana, E você, o que pediria?, Suicide children, Algo Parecido, Fridays For Future, Bishop e o  “Oasis”, Felix Finkbeiner: Plant For The Planet, Flúor reduz o QI?

Cotação de histórias no Instagram

Acompanhem pelo Instagram alguns perfis que farão lives com contação de histórias para entreter as crianças durante a pandemia:

• Gira Cia Andante (a partir de quarta 18/3, diariamente às 16h)

http://www.instagram.com/giraciaandante

•Fafa Conta 10:30h (seg, qua e sex) e 16:30h (ter é qui).

https://instagram.com/fafaconta?igshid=t2fn2qnupqeg

•Mãe que lê 11:00h.

https://instagram.com/maequele?igshid=1tj1iqzc74as9

•Carol Levy as 11:30h.

https://instagram.com/carollevy?igshid=14yiw5frorjpy

•Marina Bastos as 12:30h.

https://instagram.com/marinabastoshistorias?igshid=fi0zcqwblr0z

•Camila Genaro 15h.

https://instagram.com/camila.genaro?igshid=1kski4hms7j55

•Fafá Conta.

https://instagram.com/fafaconta?igshid=t2fn2qnupqeg

•Marina Bigio.

https://instagram.com/marianebigio?igshid=14orckr43lfa6

Divulguem para outros mães e pais!

Takarazuka

Takarazuka, uma cidade com uma história peculiar e muito ligada à arte. Local onde se desenvolveu o talento de Osamu Tezuka, o pai dos mangás modernos, localizada na região de Osaka é famosa por um motivo: o Teatro Takarazuka! Blog do Japão

Um teatro bem peculiar, onde sua característica mais marcante é ser representado somente por mulheres, incluindo papéis masculinos (os otokoyaku 男役)!

Sua primeira apresentação foi em 1914, conseguindo ter prédio próprio em 1924. As peças costumam ser musicais originais ou adaptações de tramas e filmes ocidentais, como Guys and Dolls e Casablanca.

Após rígido processo seletivo, as aspirantes são contratadas e podem participar de uma das cinco trupes existentes, que se revezam ao longo do ano nas exibições do teatro. As tr2009upes são: Flor (花組), Lua (月組), Neve (雪組), Estrela (星組), e Cosmos (空組). A diferença consiste na importância e estilo das atrizes e o tipo de peça que costumam encenar.


As peças são completamente em japonês e não há guias em inglês para ajudar os espectadores não falantes da língua nipônica. A compra dos ingressos também é complicada, além de ser bem disputada.

O Teatro apresentou em 2009 uma peça baseada no jogo da Capcom, Phoenix Wright (aquele jogo do advogado).

Takarazukaze-ze: SUPER PROMOÇÃO EDSON NOVAES E JEUNESSE, LEADUniverCine, as mulheres no audiovisualEncontro Estadual de Mulheres IndígenasMulheres russas falam portuguêsMaior grafite do mundo feito por uma mulher acaba de ser inaugurado no Rio de Janeiro20 EASTER-EGGS E REFERÊNCIAS EM MULHER-MARAVILHA!