Beterraba

A beterraba é uma hortaliça tuberosa, originária da Europa, da família Quenopodiácea, assim como a acelga e o espinafre verdadeiro. Apesar de comumente qualificada de raiz, ela é resultante do engrossamento de uma porção do caule. Existem três tipos de beterraba: a beterraba açucareira, usada para produção de açúcar, a beterraba forrageira, usada para alimentação animal e a beterraba cujas raízes são consumidas como hortaliça, que é a mais conhecida no Brasil. Milza Moreira Lana – Embrapa Hortaliças

A beterraba é rica em açúcares. Destaca-se entre as hortaliças pelo teor de fibras alimentares, manganês, potássio e zinco. Também fornece vitamina B9 (ácido fólico) e vitamina C.

Essa raiz possui diversos benefícios para a saúde, pois é rica em antioxidantes e está associada com a prevenção de alterações e degenerações celulares, ajudando a prevenir o câncer e o surgimento de algumas doenças doenças crônicas. Tatiana ZaninTua Saúde

Esse vegetal é rico em vitamina C, carotenoides, compostos fenólicos e flavonoides. Além disso, contém um composto de pigmentação conhecido como betalaína, o que garante a cor escura característica, e é uma substância rica em antioxidantes e possui propriedades anti-inflamatórias.

O consumo das folhas e do talo desse vegetal tão saboroso também é benéfico para a saúde. Seja cru ou batido para um belo suco, esse alimento roxo ajuda a controlar a pressão arterial e pode aumentar a irrigação sanguínea na hora do sexoHypeness

11 benefícios da beterraba para a saúde

Favorece a relação sexual

A beterraba ajuda a aumentar a irrigação sanguínea inclusive para os órgãos sexuais. O fluxo sanguíneo mais abundante tem tudo para favorecer a relação. Além disso, o alimento é rico em boro, que ajuda na produção de testosterona.

Boa para a prática de exercícios

A beterraba é rica em um tipo de nitrato que ajuda a aumentar o oxigênio nos músculos. Assim, o corpo pode responder de forma mais intensa aos estímulos do exercício. 

Intestino como um reloginho

Se você tem problemas gastrointestinais, o consumo frequente de beterraba pode te ajudar a regular seu corpo. Isso porque o alimento é rico em fibras e ajuda a combater a prisão de ventre. No estômago, a ação de compostos da beterraba pode prevenir a gastrite.

Rica em potássio

A beterraba é um alimento rico em potássio. Essa raiz roxa possui quase a mesma quantidade do composto químico por grama do que a banana, fruta que é bastante conhecida por isso. A substância ajuda o coração a trabalhar melhor e bombear sangue para o resto do corpo com menos esforço.

Sistema imunológico brilhando

O zinco presente na beterraba ajuda o sistema imunológico a se fortalecer para combater organismos invasores que ameaçam o organismo. 

Pode prevenir doenças como a de Alzheimer

A raiz roxa é um alimento rico em antioxidantes que ajudam a evitar problemas degenerativos. A presença de vitamina C também ajuda a fortalecer o corpo e evitar que os neurônios morram. A doença de Alzheimer, causadora de 60% a 70% entre os casos de demência, é uma das que pode ser prevenida.

11 benefícios da beterraba para a saúde

Os principais benefícios que a beterraba poderia trazer para a saúde são:

  1. Diminui a pressão arterial, pois contém nitratos que ajudam relaxar os vasos sanguíneos e melhorar a circulação sanguínea;
  2. Melhora o rendimento do treino, já que ajuda a relaxar os vasos sanguíneos, permitindo que mais nutrientes cheguem aos músculos;
  3. Fortalece o sistema imune, pois contém vitamina C e A e zinco, composto que aumentam a produção das células de defesa do organismo;
  4. Previne e combate anemia, por conter ferro e vitaminas do complexo B e vitamina C;
  5. Mantém a saúde dos músculos, pois contém potássio e cálcio, que são importantes para a manutenção de fibras musculares saudáveis;
  6. Protege o sistema nervoso, por ser rica em vitamina B1 e B2;
  7. Previne o envelhecimento precoce, já que contém elevados níveis de vitamina C, A e betalaínas, que funcionam como potentes antioxidantes e ajudam a proteger as células do dano oxidativo causado pelos radicais livres;
  8. Controla o colesterol e protege o coração, porque contém antioxidantes e e fibras, principalmente celulose, que ajudam a reduzir da absorção de colesterol no intestino;
  9. Previne o câncer, porque contém não só vitamina C e A,mas também outros antioxidantes, como betalaína, que evitam os danos causados pelos radicais livres às células, além de possuir propriedades anti-inflamatórias. Além disso, também proporcionam um efeito antiproliferativo, prevenindo o câncer de mama, fígado, cólon e bexiga;
  10. Mantém a saúde dos olhos e previne cataratas, pois contém vitamina A que é importante na manutenção da saúde ocular;
  11. Previne problemas no fígado e nos pulmões, já que evitam o dano oxidativo das células hepáticas, podendo ter benefício em caso de hepatite, câncer de fígado e para evitar o acúmulo de gordura no fígado.

Além disso, a beterraba poderia também ajudar a manter a saúde do cérebro, já que melhora o fluxo de sangue no cérebro e diminui o risco de alteração cognitiva.

Beterraze-se: COMO FAZER UMA DIETA DETOX, 3 RECEITAS DE CONSERVAS DE FERMENTAÇÃO SELVAGEM, Gastronomia Funcional, Sugestão de desintoxicação ayurvédica após os excessos., Sucos caseiros cheios de saúde.

Save Ralph

Salve Ralph – Curto Film Dublado Portuguesa & Subtitulo | Save O Ralph – Curta com Rodrigo Santoro. MARRYGN


The Humane Society of the United S
tates

O curta se chama “Save Ralph”, mas o objetivo da campanha da qual a animação faz parte é salvar não só o personagem coelho que batiza o vídeo, mas todos os animais ainda utilizados em testes para produtos de beleza ou farmacológicos em geral. Vitor Paiva – Hyperness

A animação foi criada em parceria com o Arch Model Studio como parte de uma campanha da Humane Society of the United States pelo fim dos testes animais em todo o planeta, e traz ainda em seu elenco as vozes de Olivia Munn, Zac Efron, Pom Klementieff, Tricia Helfer e do brasileiro Rodrigo Santoro como participações especiais. “Nenhum animal deve sofrer ou morrer em nome da beleza”, diz a chamada que encerra o vídeo, após Ralph aparecer ainda mais debilitado ao fim do seu dia de trabalho – ou tortura.

Saze-se: Fenômeno Baader-Meinhof, PRO TESTE, Mikey Chanel, Qual o Primeiro Animal na Imagem, Indústria 4.0 ou Quarta Revolução Industrial, Jardim da Empatia, A gente sempre soube.

Qual a Raça do Brasileiro?

Qual a Raça do Brasileiro?

Raze-se: As 4 leis do desapego para a liberação emocional, Busca por dinossauros é atração turística, Brazil, que raça é essa?!?, Malucos de Estrada: a reconfiguração do movimento hippie no Brasil, Nise – O Coração da Loucura, POBRE É “SUB-RAÇA”, Linguagem Simples ou Plain Language, Filtro de barro brasileiro é considerado o melhor do mundo, O POVO BRASILEIRO, Itaipu E-400: o primeiro carro elétrico brasileiro

Os Atores do Controle Social da Sociedade

O Cidadão – Ações individuais

A Constituição Federal, no seu art. 5º, confere esse direito ao cidadão garantindo a livre manifestação do pensamento e assegurando a todos o acesso à informação (incisos IV e XIV). Escola Nacional de Administração PúblicaEnap

A disponibilização de informações pelos Portais de Transparência e a Lei de Acesso à Informação dão ao cidadão comum a oportunidade de buscar os dados sobre a eficiência dos gastos dos gestores e agir.

As descobertas que você fizer podem dar origem a compartilhamentos nas redes sociais, a propostas de melhoria na gestão e, caso necessário, a denúncias aos órgãos de controle. As matérias da imprensa podem acelerar o processo de mudança.

A Sociedade – Manifestações coletivas

A Constituição Federal, no seu art. 5°, inciso XVI, garante o direito de se reunir, para fins pacíficos, em locais abertos. Com base nela as manifestações coletivas não podem ser proibidas.

As redes sociais, os portais de abaixo-assinado, como a AVAAZ, são espaços em que a sua manifestação, associada com a de outros internautas, ganha voz para ser ouvida pelas autoridades. Já exploradas para mobilização e participação social, mas ainda não muito usadas para o controle da gestão pública, as manifestações públicas acompanhadas da intensa movimentação social que ocorre nas redes sociais estão, sem dúvida, entre as principais ferramentas para o exercício da pressão popular sobre as autoridades responsáveis pela condução das políticas públicas, em todas as esferas e Poderes.

Grupos Sociais Organizados

Em seu artigo 5º, inciso XVII, a Constituição Federal afirma que é plena a liberdade de associação.

A liberdade de associação dá aos cidadãos a oportunidade de se associarem buscando interesses comuns. Os grupos se organizam por demandas comuns e buscam, por meio de sua atuação, chamar atenção para as pautas pelas quais lutam e mobilizar mais pessoas em torno delas.

O potencial da associação em grupos está em demonstrar que uma parcela expressiva está engajada em prol da solução de um problema “x”, o que pode despertar o interesse do poder público por resolver a questão.

O surgimento de iniciativas de grupos organizados atentos a observar o cumprimento do interesse público na aplicação dos recursos públicos é sinal de amadurecimento da nossa democracia, da nossa cidadania.

São vários os grupos que têm atuado em nível nacional, entre eles temos:

O controle social pressupõe a efetiva participação da sociedade, não só na fiscalização da aplicação dos recursos públicos como também na formulação e no acompanhamento da implementação de políticas. Um controle social ativo e pulsante permite uma maior participação cidadã, o que contribui para a consolidação da democracia em nosso país. Controladoria-Geral da União – CGU

Estimular o controle social implica incentivar a sociedade a participar da vida pública em todas as nuances, enfatizando o viver coletivo e a busca pelo bem-estar comum. É importante que os governos estimulem e fortaleçam a participação de uma multiplicidade de atores na gestão pública, pluralizando as vozes no espaço público e possibilitando a construção de uma Administração mais eficiente, aberta e democrática.

Atoreze-se: Controle Social, CIDADES DEMOCRÁTICAS, Código de defesa do usuário do serviço público da Prefeitura de São Paulo, Rotina, Você tem poder de possuir o que quiser!, O rapaz comprou um passarinho por $10 reais, Piauí autoriza produção de óleo de canabidiol, Chico Mendes, Marco Regulatório das Organizações da Sociedade Civil (MROSC), Portal da Transparência

Dia Internacional da Maconha – Weed`s Day

Hoje, dia 20 de abril, grafado como 4/20 em inglês, é comemorado internacionalmente o Weed`s Day. Traduzindo, é o Dia Internacional da Maconha. Ou Pot Day, como é conhecido em outros países. A data sempre foi marcada pela realização de mobilizações, marchas e manifestações, cujas lutas se centram na descriminalização e na regulamentação da maconha a nível global. Sociedade Brasileira de Estudos da Cannabis (SBEC)

14249

Originária da região do norte do Afeganistão, a planta Cannabis Sativa, a maconha, é utilizada há aproximadamente 6.000 anos. O primeiro escritor a mencionar o uso do cânhamo em cordas e tecidos é Heródoto, um historiador grego que é considerado o pai da história. A fibra do cânhamo, presente no caule da maconha, foi muito utilizada nas cordas e velas dos navios gregos e romanos, e era usada também para fabricar tecidos, papel, palitos e óleo. ENTRETENIMENTOS

Há registros do uso medicinal de maconha desde a era de Assurbanípal, o último grande rei da Assíria, que morreu em 626 a.C., de acordo com relato histórico no livro Cannabinoids as therapeutic agents (Canabinoides como agentes terapêuticos), publicado em 1986 pelo bioquímico israelense Raphael Mechoulam. Também há registros no Egito antigo, na Grécia e na Roma antigas. O naturalista Plínio, o Velho (23-79 d.C.), da Roma Antiga, descreveu em detalhe o uso médico.

Da Idade Média ao século XIX os registros continuaram na Europa, na Índia e na Pérsia (atual Irã), na medicina tradicional chinesa. Com o uso generalizado, tanto do ponto de vista geográfico como em tipos de tratamentos, o surpreendente é que a partir do século XX tenha se tornado uma substância tão proibida nos países de cultura ocidental. Aconteceu por motivos principalmente políticos, com liderança norte-americana.

flor coracao vermelho São Paulo pode criar hoje o “Dia Municipal da Maconha Terapêutica”

Mas como surgiu o código 4:20? O que, dentro da cultura canábica, é um número usado para se referir ao ritual do uso da maconha, tem a origem em um mito da Califórnia. Por coincidência, um dos primeiros estados americanos a autorizar o uso medicinal (1996) e recreativo (2016) da maconha.

Segundo o jornalista Steven Hager, de uma das mais conhecidas revistas especializadas em cannabis, a High Times, o termo surgiu em 1971 na Califórnia com um grupo de adolescentes da San Rafael High School, uma espécie de confraria chamada “Os Waldos”. Eles se encontravam sempre às 4:20 pm (16:20) para fumar maconha perto de um muro, na parte externa da escola.

Em certa ocasião, os jovens, que já curtiam a erva, receberam um mapa de um trabalhador da guarda costeira que levaria a uma plantação de maconha em Point Reyes, próximo à São Francisco. Outra referência era que 4:20 era um código usado para se referir ao momento que eles deveriam se encontrar para sair em busca do tesouro nunca encontrado.

Uma outra crença comum é que 420 era a polícia da Califórnia ou o código penal para a maconha. Mas não há muitas evidências sobre essa teoria. Cannabis & Saúde

20 de abril ou 4/20: O Dia Mundial da Erva

Há também a versão de que existem 420 compostos químicos ativos na maconha, daí uma conexão óbvia entre a droga e o número. Mas esse número é, na verdade, superior a 500 – sendo mais de 100 canabinoides.

Segundo Steve Bloom, editor High Times, uma das primeiras publicações sobre a maconha nos Estados Unidos. o termo virou uma um código semiprivado, que os usuários de maconha vão encontrar por todos os lados. O número aparece até no filme Pulp Fiction, de Quentin Tarantino, no relógio de um dos personagens. BBC

Bom, seja como for, 4:20 se tornou universal símbolo da cultura canábica em todo o mundo. Em países onde o consumo adulto da Cannabis já está legalizado, festas e festivais são amplamente promovidos para celebrar o Dia da Maconha.

A promessa de contribuir para todos esses tratamentos tem gerado interesse na esfera acadêmica sobre a farmacopeia produzida pela planta Cannabis sativa. Uma busca na base de dados Pubmed revela um número quintuplicado de artigos científicos entre 2000 e 2019 sobre essa classe de substância. Na mídia, as menções também se tornaram mais e mais frequentes em anos recentes, assumindo ares de novidade apesar do histórico de uso que remonta a cerca de 2 mil anos. É por isso que a empresária Viviane Sedola, fundadora da empresa Dr. Cannabis e eleita pela High Times – revista norte-americana que defende a legalização da erva – como uma das 50 mulheres que se destacaram nessa área no mundo, qualifica a planta e seus derivados como uma novidade milenar. Em alguns países, como parte dos Estados Unidos, Uruguai e Canadá, a medida adotada foi liberar o uso medicinal da maconha – por vezes a própria erva a ser fumada –, uma decisão controversa. Nos Estados Unidos também está disponível uma profusão de preparados vendidos como suplementos alimentares, cremes para a pele, biscoitos que prometem acalmar bichos de estimação estressados ou com dor, entre outros. Maria GuimarãesRevista Pesquisa FAPESP

4:20-se: CANNABIS LIVRE DA ONU, A OMS removeu a maconha da categoria de drogas?, História da Maconha, Contrapropaganda sobre a Cannabis, Milton Friedman, Fibra de “maconha” na produção têxtil, Como enriquecer e educar licitamente falando!?!, Tabaco e álcool sim, Maconha não. Por que?!?, Luto, maconha mata!!!, Canadá Legalize

Todo maconheiro é vagabundo

“Eu fumo maconha desde os 15 anos. Eu estou com 54. Então já faz 39 anos.
Eu sempre tive um relacionamento bom com a maconha, ela nunca me deixou leso demais, nem alegre demais… Ela me deixa relaxado, feliz e pronto. Rafael Bahia – Claro
Mas já que você está entrevistando um neurologista, ouça bem: o problema é a frequência. Quanto mais maconha uma pessoa usa, mais embotada ela fica. Um amigo meu teve esclerose e botou uma prótese. O coitado fica tonto que nem um louco. Então, ele usa diariamente quatro, cinco baseados. Aí já não é uso recreativo.
Eu uso recreativamente. Que nem: ontem eu fumei, anteontem também. Amanhã já não vou fumar, nem segunda, nem terça… Geralmente, fumo de dia. Ontem, por exemplo: acordei umas 10h, era sábado, não tinha o que fazer, só umas coisas que são chatas para mim: dar uma olhada em uns papéis, preparar umas aulas… Fumei um e relaxei. Aí você se perde um pouco, ri, brinca, mas acaba produzindo e resolvendo aquilo.
Mas não uso droga no exercício da profissão. A maconha te deixa tão relaxado que como você vai atender uma pessoa, sendo médico ou qualquer outra coisa, e tomar uma conduta meio embotado com o reflexo da droga? Eu vou falar: ‘Muda de Gardenal para Tegretol’? Não tem como eu realizar o procedimento médico fumado!
Quando eu era residente e tinha supervisão, fumava. Na faculdade, vixe! Metade do que eu aprendi na faculdade foi usando maconha, e muita! Mas a partir do momento que você começa a exercer a profissão, não dá.
Isso depende do tipo de trabalho. Se você é artista e vai pintar um quadro, tranquilo. Mas no ato médico é complicado, você toma decisões que refletem na continuidade da vida de uma pessoa. Se eu fosse psicanalista, seria uma boa fumar para aguentar algum paciente chato por 45 minutos! (risos) Agora, num pronto-socorro, discutindo com residente, não dá! A maconha te tira a atenção.
Já fumei muito mais do que fumo hoje. Mas também já parei de fumar. Quando fui fazer residência médica, por exemplo, porque eu tinha que produzir e ganhar meu dinheiro. Então, percebi que eu ficava lento. Tem diferença de você usar maconha para outras drogas.
Quantas pessoas bebem todo dia e nem falam? O álcool é uma droga, cujo efeito cumulativo e destrutivo é muito mais complicado que o da maconha. E ele tem uma penetração diferente, mais aceitável, não enfrenta tanto preconceito. Mas é a causa mais comum de doenças, principalmente psiquiátricas. Tanto é que você tem CID* alcoólatra, mas não tem CID maconheiro.
Já ouviu falar de overdose de maconha? A pessoa pode usar maconha de forma aditiva com outros propósitos. Tenho amigos que fumam para contrabalancear o efeito da coca. Mas pense: se eu uso recreativamente a maconha, ela não me acompanha no lado profissional; se eu uso recreativamente o álcool, ele pode piorar meu lado profissional.
Eu não percebo que o uso dela tenha me trazido efeitos colaterais de longo prazo. Não tenho perda de memória. O problema, eu disse, é a frequência, o momento e a quantidade que você usa. É como tomar um cálice de vinho e tomar três; você fumar um baseadinho e fumar três…
Hoje em dia, talvez entre os usuários de droga tenha só uma pequena porcentagem de maconheiro. Acho que a molecadinha se embala tanto mais com bolinha, com droga momentânea, que com o ritual de fumar. É tudo sintético, é tomar comprimidinho e acabou.
Se eu vou numa balada hoje, chego para um monte de moleque e peço um baseado, vão me chamar de careta. Antigamente, isso tinha um outro viés. Quando minha mãe descobriu que eu fumava, quase me deu uma surra: ‘Meu Deus, meu filho é maconheiro!’
Depois eu cheguei a ouvir paciente dizer: ‘Quem dera se meu filho usasse só maconha’.
Entendeu?”

*CID – Classificação Internacional de Doenças

4:20-se: Cannabis, I’m around., Direito ao cultivo individual ou aceita um hamburger?, O pai da maconha medicinal moderna, Doenças que podem ser tratadas com Canábis Medicinal, Leite de Mamaconha, Uma Noite de 12 Anos

Feng Shui

Resumidamente, que a energia vital, ou Chi como também é conhecida pelos orientais, se comporta dentro de uma casa. Essa energia criadora e impulsionadora da vida está presente em tudo o que existe no universo, desde o sol, a lua e os planetas até o nosso corpo, as plantas e os animais. decorfácil

Quando ela consegue fluir harmoniosamente tudo se equilibra. E dentro de uma casa não seria diferente. Ao se movimentar livremente pelos ambientes, o Chi é capaz de promover saúde, bem estar, equilíbrio, prosperidade e relacionamentos estáveis e felizes.

Mas como exatamente o Feng Shui funciona? Bem, para responder essa pergunta precisamos falar sobre o baguá. O baguá é uma placa em formato octogonal, onde cada lado expressa uma área da vida – Sucesso, Relacionamento, Criatividade, Amigos, Trabalho, Espiritualidade, Família e Prosperidade.

O Baguá é posicionado em cada cômodo da casa com o objetivo de determinar onde estão cada uma dessas áreas. Ao serem identificadas, o espaço é tratado e harmonizado a partir do reposicionamento, colocação ou retirada de objetos.

Para cada cômodo da casa existem conceitos específicos do Feng Shui que devem ser aplicados. Mas alguns outros são gerais e podem – e devem – ser usados na casa toda. Confira quais são logo abaixo:

  • Evite o acúmulo de objetos;
  • Deixe a luz e o ar entrar;
  • Jogue fora tudo o que está quebrado;

Uma arte milenar, o feng shui, corretamente utilizado, cria um ambiente positivo e energizado. Deve compreender os 5 elementos: terra, fogo, água, madeira e metal.

Cada um deles influencia uma área particular da vida. Curiosando

  • Metal: O metal é usado para representar a eficiência e clareza de espírito e propósito. O seu trabalho irá ter tanto, um efeito bem definido, como boa qualidade, quando o elemento metal está presente.
  • Água: A água flui livremente trazendo boa sorte em abundância. O elemento água acrescenta pureza, abundância de energia e uma sensação de frescura.
  • Terra: O elemento Terra traz uma sensação de estabilidade e segurança à casa e alimenta cada membro da família.
  • Madeira: Árvores. Elas fornecem o oxigênio para os seres vivos. O elemento madeira equivale à saúde do corpo. As curasque usam o feng shui, incluem o elemento madeira na sua composição. A prosperidade em casa também é regida pelo elemento madeira.
  • Fogo: O fogo inspira paixão que queima no interior profundo. O elemento fogo acrescenta uma quantidade elevada de energia, a qualquer coisa que faça, isso inclui o trabalho, atividades de lazer e até à vida sexual.

A sua vida costuma ser atribulada e estagnada? Comece a olhar para sua própria casa e faça pequenas mudanças para que a energia flua.

Boas energias para você!

Referência: www.decoracaointeriores.org

Feng Shuize-se: Global Citizen Festival, Buddhist Philosophy 8 – Zen: Bodhidharma, Huineng & Mazu, Joan e contos zen, ZEN BODI, 11 benefícios da semente de abóbora, 10 sites para aprender um pouco de tudo, Algumas dicas de jardinagem, Receita de Spa em casa

Quintais produtivos

Quintais produtivos é a nova tendência da horticultura

O quintal Produtivo Agroecológico é uma tecnologia de fácil replicação e possibilidade de ampliação conforme disponibilidade de espaço e recursos (modular), utilizamos espaçamento de 30mx30m, com grande diversidade de culturas agrícolas (utilizando mudas de Acerola, Pinha, Pitanga, Caju, Goiaba, Graviola, Banana, Abacaxi e Mamão; Manivas de Aipim; milho, variedade com mais de 10 tipos de hortaliças, abóbora, pimenta em sementes e ainda mudas de essências florestais e sementes de plantas medicinais), foi fornecido adubo orgânico (esterco) e orientado a produção de compostagem, defensivos e fertilizantes naturais. Associação de Apoio ao Desenvolvimento Social Sustentável – Mandacaru

Os Quintais Produtivos fazem parte da composição da paisagem de uma pequena
propriedade baseada na produção familiar. No quintal próximo a casa a família planta e
cultiva plantas alimentícias, frutíferas, ornamentais, leguminosas e medicinais.
Para a família agricultora é no quintal que está grande parte dos alimentos para o
consumo do dia-a-dia é nesse espaço que os membros da família desempenham suas
atividades destacando a importante presença e participação da mulher como a principal
colaboradora na composição da diversidade de plantas e espécies que compõem essa
paisagem.

Outro aspecto importante é a geração de trabalho para os integrantes da família, pois é
um espaço onde todos participam desde as mulheres, crianças e idosos existe uma correlação de responsabilidade e troca de saberes de forma constante. Os idosos compartilham sua sabedoria popular, as crianças e os adultos aprendem aplicar a sabedoria popular e os conhecimentos na prática do trabalho diário. A IMPORTÂNCIA DOS QUINTAIS PRODUTIVOS NA ECONOMIA FAMILIAR – Rosangela Aparecida Pedrosa

Dessa forma pode-se afirmar que os quintais produtivos geram qualidade de vida por
meio de uma produção de alimentos saudáveis que respeitam princípios agroecológicos em sua produção. É local de reprodução do conhecimento tradicional onde é feito a seleção e multiplicação de sementes de variedades crioulas que passam por gerações.


Em suma o quintal produtivo possibilita colheitas de várias espécies durante todos os
meses do ano devido à diversidade existente. Os alimentos colhidos tem certificado de
origem, pois quem planta e colhe sabe melhor que ninguém a procedência do alimento.

Quintais Produtivos

Quintaze-se: Waldschule für kränkliche Kinder, Plantas Alimentícias Não Convencionais, alternativaS?!?, 80 atividades para crianças: simples, divertidas, de baixo custo e todas dentro de casa, As MELHORES PLANTAS pra HORTA, São Paulo ganha escola de hortas para pessoas em situação de rua, Projeto oferece coleta de lixo orgânico por assinatura e devolve adubo ou hortaliças, Sua horta

A inteligência emocional em 15 frases

  1. “Quando eu digo controlar emoções, me refiro às emoções realmente estressantes e incapacitantes. Sentir as emoções é o que torna a nossa vida rica”. Daniel Goleman.

Nossas emoções moldam nosso caráter, nossa maneira de ser e como os outros nos veem.

  1. “Todo aprendizado tem uma base emocional”. Platão.

Não existe um único momento em nosso dia a dia em que estejamos livres de emoções, ainda que não saibamos identificá-las. Tudo o que aprendemos em nossa vida está, em parte, determinado pelo nosso estado emocional de base e sua origem.

  1. “Não existe correlação entre QI e empatia emocional. Eles são controlados por diferentes partes do cérebro”. Daniel Goleman.

Não existe relação direta entre o que entendemos por inteligência acadêmica e inteligência emocional. Uma pessoa pode ser altamente inteligente e se destacar na escola, mas, no entanto, não se destacar em sua vida pessoal.

15 frases que nos ajudarão com a inteligência emocional
Imagens cortesia de nuvolanevicata e Alta Oosthuizen
  1. “A confiança, como a arte, nunca tem todas as respostas, mas está aberta a todas as perguntas”. Earl Gray Stevens.

Somente fazendo as melhores perguntas podemos obter as melhores respostas. Isso é determinado com base em nossa consciência sobre o que pensamos, dizemos e fazemos na frente dos outros e de nós mesmos.

  1. “Quem não compreende um olhar, tampouco entenderá uma longa explicação”. Provérbio Árabe.

Esta frase é uma das melhores definições de empatia que existem. Sabemos que a empatia é um dos principais pilares da inteligência emocional. Sentir-se como os outros se sentem e saber como usar isso é tão importante quanto o autoconhecimento.

  1. “As emoções são contagiosas. Todos sabemos disso por experiência. Depois de um bom café com um amigo, você se sente bem. Quando encontra um balconista rude em uma loja, se sente mal”. Daniel Goleman.

Podemos neutralizar nossos sentidos, mas não somos capazes de escapar de nossos sentimentos e emoções. Façamos o que façamos nos sentiremos bem ou mal em diferentes graus, atendendo aos diferentes níveis de um mesmo estado contínuo.

  1. “O cérebro emocional responde a um evento mais rapidamente do que o cérebro pensante”. Daniel Goleman.

E isso é porque, como disse Blaise Pascal: “O coração tem razões que a própria razão desconhece”.

  1. “Não esqueçamos que as pequenas emoções são as grandes capitãs de nossas vidas, e as respeitamos sem perceber”. Vincent Van Gogh.

Sentir e entender porque, como, onde, quando e o que podemos fazer é a única maneira de conduzirmos nossas vidas sem o prejuízo que as emoções podem nos causar.

  1. “Cuide de suas próprias emoções e nunca as subestime”. Robert Henri.

As emoções são armas poderosas que podemos usar a nosso favor ou contra nós.

  1. “Esteja ciente de que, neste momento, você está criando. Você está criando seu próximo momento com base no que sente e pensa. Isso é o que é real”. Doc Childre.

Na verdade, nossa realidade atual é baseada em cada segundo que passa e caminha diante de nós, moldando o nosso futuro.

  1. “Use a dor como uma pedra em seu caminho, não como uma área para acampar”. Alan Cohen.

Esvazie o seu interior de ausências presentes, recolha a pedra e leve-a até a próxima estação para que saiba que é capaz de avançar. Para expressar isso mais claramente: até um pé na bunda é capaz de nos empurrar para frente.

  1. “É importante compreender que a inteligência emocional não é o oposto de inteligência, não é o triunfo do coração sobre a cabeça, é a interseção de ambas”. David Caruso.

A verdade é que o coração nos diz o que precisa ser feito, mas a razão nos diz o que devemos evitar e nos ajuda a entender. Manter o coração e a razão trabalhando juntos deve ser nossa maior aspiração.

  1. “A diferença essencial entre a emoção e a razão é que a emoção leva à ação, enquanto razão leva a conclusões”. Donald Calne.

Sentimentos nos ajudam a avançar conforme desenvolvemos uma melhor forma de interagir com eles. Assim, conhecer a nós mesmos em ambos os aspectos nos encoraja a sermos mais eficazes ao tomar decisões e ao direcionarmos as nossas vidas.

  1. “Como seres humanos, todos queremos ser felizes e livres da miséria, todos aprendemos que a chave para a felicidade é a paz interior. Os maiores obstáculos à paz interior são as emoções perturbadoras como raiva, o apego, o medo e a desconfiança, enquanto o amor e a compaixão são as fontes de paz e felicidade”. Dalai Lama.

Há emoções saudáveis ​​e não saudáveis, ​ que nos capacitam e que não nos capacitam. Devemos dar as boas-vindas à alegria, a tristeza, a surpresa e ao tédio, enquanto devemos evitar a ira, a vingança, o ódio e a depressão.

  1. “A verdadeira compaixão não significa apenas sentir a dor de outra pessoa, mas ser motivado a eliminá-la”. Daniel Goleman.

O nosso coração não permite a opção dos outros se sentirem mal. Na medida do possível devemos tentar evitar todo o sofrimento dos quais tivermos conhecimento. A mente é maravilhosa

Emoze-se: Neurocientistas explicam que o esquecimento constante é um sinal de inteligência extraordinária, Avós da Razão, Neon, QI: a história de uma farsa, A Teoria de Tudo

Gatoterapia

A gatoterapia é um tratamento para os problemas de ansiedade, estresse e depressão.  Melhora a qualidade de vida e cria uma conexão muito especial entre o felino e seu dono. Além disso, de acordo com vários estudos, as pessoas que sofrem de algum tipo de cardiopatia mostram uma progressiva melhoria após conviver com um gato. Acordo Coletivo

É bastante curioso que a mesma pesquisa realizada com cães tenha demonstrado resultados completamente diferentes. Os donos de cachorros, diferentemente dos donos de gatos, continuaram se mantendo na média. Isso significa que pessoas que possuem gatos têm menos chances de falecer por causa de um infarto do que as que não têm.

Os felinos costumam ser bastante recomendados para pessoas que vivem sozinhas, principalmente no caso dos idosos. Inclusive, pessoas que sofrem algum tipo de demência, como o Alzheimer, podem ter lembranças ao fazer carinho nos gatos, retardando a degeneração neuronal que sofrem. O ronronar do animal, por sua vez, estimula algumas terminações nervosas fundamentais na hora de se lembrar de histórias passadas.

Durante centenas de anos, os gatos foram tratados como seres infernais. Acreditava-se que eles eram os fiéis companheiros das bruxas, mensageiros do azar e enviados do diabo. O caráter indomável e imprevisível deles era temido tanto por pessoas comuns quanto por pessoas poderosas. Em algumas civilizações a presença dos gatos, no entanto, sempre foi sagrada. No Egito eles eram venerados por serem os protetores do deus mais importante.

Lendas à parte, a história dos gatos como animais domésticos também foi bastante curiosa. Diferentemente dos cachorros, utilizados como guardiões de ovelhas e caçadores, os gatos no início se mantiveram selvagens. Segundo estudos recentes, acredita-se que eles mesmos tenham decidido se aproximar dos humanos ao perceber que estes lhes proporcionariam comida.

Mulher idosa com seu gato

BENEFÍCIOS DA GATOTERAPIA

Melhora os sintomas da depressão e do estresse

Os felinos provocam uma notável melhoria nas pessoas que sofrem de transtornos de estresse, ansiedade e depressão. O ronronar é muito relaxante, estimula a concentração e cria um ambiente muito acolhedor.

Ajuda no tratamento do Alzheimer, do autismo e do TDAH

Como mencionamos anteriormente, os gatos são usados como terapia complementar em casos de autismo, Alzheimer ou TDAH. Embora cientificamente não existam pesquisas que apoiem esse uso, são conhecidos milhares de casos nos quais a presença dos gatos melhorou a qualidade de vida dos seus donos.

Representa uma companhia

Para uma pessoa que vive sozinha, o gato é a melhor opção. Ele é um animal muito independente quando quer, mas também muito carinhoso. Às vezes ele vai ser tão irritante que você vai desejar que não estivesse ali!

Uma oportunidade de conferir responsabilidade às crianças

Ter um gato em casa é uma grande responsabilidade para as crianças porque elas vão precisar cuidar, dar comida e educar o animal, o que nem sempre é uma tarefa fácil. É importante conversar com as crianças sobre o tema para que elas tenham consciência da importância das tarefas que devem realizar.

Não se esqueça de deixar claro que um animal NÃO é um brinquedo.

Não exigem muitos cuidados

Ao contrário de outros animais, os gatos não precisam de muitos cuidados além de vacinas ou alimentação. Eles são seres muito limpos e quando aprendem a utilizar a caixa de areia, vão utilizá-la sempre. Eles mesmos se banham e não exigem constante atenção.

Entretanto, é bom dar banho nos gatos de vez em quando. Também é preciso garantir que a alimentação oferecida seja adequada e não se esquecer de fazer consultas periódicas com o veterinário. Lembre-se de que um gato saudável representa um ser humano saudável.

Gatoze-se: Centro Municipal de adoção de cães e gatos, Dia do gato, Comedouro para cães e gatos com garrafas PET, 12 gatos, 12 artistas, São Francisco Gatos de Assis, Gato ‘estudante’, Vlog do Gato do Mal, 11 fotos de gatos que traduzem perfeitamente sua relação com dinheiro., Capa de disco com gatos.

10 tipos de vinagre para usar no dia a dia

vinagre é um ingrediente clássico e tradicional. Ele é antigo, versátil e indispensável. É usado na culinária e também cumpre um importante papel na saúde, na beleza e na limpeza.

1. Vinagre de álcool

O vinagre de álcool a partir da fermentação de álcool etílico proveniente da cana-de-açúcar. Naturalmente ele é transparente, ou seja, puro. É assim que ele pode ser usado para a limpeza doméstica. Mas também existem opções coloridas e aromatizadas com ervas e frutas. O vinagre de álcool é mais usado para fazer conservas, higienizar vegetais e temperar carnes.

2. Vinagre de arroz

Esse vinagre é obtido a partir da fermentação do arroz. O resultado é um composto sem sódio, e rico em aminoácidos e antioxidantes. É um vinagre bastante comum na culinária oriental, e pode ser feito com diferentes tipos de arroz. Seu sabor é levemente agridoce.

3. Vinagre balsâmico

Esse vinagre é feito a partir da uva, que é uma fruta rica em antioxidantes. Ele é um vinagre escuro e adocicado, e tem uma versão cremosa ótima para vários pratos, desde saladas, passando por carnes, molhos e até sobremesas. Não serve para limpeza.

4. Vinagre branco

O vinagre branco é feito a partir de cereais. Assim como o vinagre de álcool, é uma boa opção para limpeza doméstica, bem como para desinfetar vegetais e, claro, para temperar alimentos, como todos os outros tipos.

5. Vinagre de frutas

Também é possível fazer vinagre a partir da fermentação de vários tipos de frutas, como tangerina, abacaxi, maracujá, laranja, kiwi, manga, jabuticaba e framboesa. É usado como tempero, e uma opção que fornece bons nutrientes para a saúde.

6. Vinagre de sidra

Esse vinagre também é de fruta, mas feito exclusivamente do suco fermentado da maçã, que é a sidra. Ele é um dos menos ácidos e conhecido por ser rico em antioxidantes, assim como a maçã. Ele é usado para preparos diversos, como molhos, saladas, pratos agridoces e conservas. Seu sabor delicado funciona perfeitamente em picles, saladas e molhos para carne, principalmente de porco.

7. Vinagre orgânico

Esse vinagre pode ser feito de diferentes frutas, mas o que diferencia dos demais é que suas matérias-primas provêm da agricultura livre de agrotóxicos e sustentável.

8. Vinagre de vinho

Feito a partir do vinho tinto ou branco, esse é um vinagre mais usado para tempero de carnes, e precisa levar em conta seu poder de alterar a cor dos alimentos. Aliás, por isso, e também pelo aroma, não é recomendado para limpeza doméstica. Ele é rico em antioxidantes e tem um sabor frutado. Este vinagre é adocicado e frutado e pode ser utilizado em molhos vinagretes e molhos com sabores potentes.

9. Vinagre aromatizado

O vinagre aromatizado pode ter em sua composição especiarias, ervas, frutas e outros condimentos. Seu uso é mais frequente em molhos de saladas e também sobremesas.

10. Vinagre de malte

O vinagre de malte é produzido com malte de cevada fermentada. Após a produção da cerveja, faz-se este vinagre que é muito popular na Inglaterra. Vinagre de malte é utilizado no peixe com batata frita, prato tradicional da Inglaterra

Qual o melhor vinagre para usar na limpeza?

Basicamente, não há restrição de vinagre para usar na limpeza, exceto, é claro, o balsâmico cremoso. Mas, o recomendado é que dê preferência para os mais neutros e claros, só para evitar manchas em tecidos ou superfícies brancas, e para evitar que o aroma dele nos ambientes seja de comida.

O que faz esse produto ser bom para a limpeza é que todos os tipos são fermentados e resultam na produção de ácido acético, que é o nome científico do vinagre misturado com água. Esse ácido tem ação contra micro-organismos, como fungos e bactérias, e por isso serve como um desinfetante leve, tanto para alimentos quanto para superfícies e machucados no corpo.

Oito dicas dicas importantes para que seu organismo melhore a imunidade

Segundo a nutricionista Deise Cristina Caramico, professora do Centro Universitário São Camilo, em São Paulo, em entrevista à SAÚDE “Se o indivíduo se alimentar corretamente, o sistema imunológico estará competente, independentemente do tipo de infecção”, a nutricionista também afirma que investir em fontes de todos os nutrientes dá uma força especial. “Eles favorecem os glóbulos brancos, que são as nossas células de defesa”.

Oito dicas dicas importantes para que seu organismo melhore a imunidade

Para esclarecer as dúvidas, a nutricionista Lulia Dib preparou oito dicas nutricionais que vão te ajuda:

1- Tenha o sono regular e cuide das suas emoções. O descanso do corpo e da mente estão diretamente ligados à produção hormonal que influencia a sua imunidade. O medo, o pânico e a ansiedade contribuem para a produção de substâncias imuno-depressoras, como o cortisol. Acalme-se e descanse;

2- Hidrate-se durante todo o dia. É indicado o consumo mínimo diário de 35 ml de água pura por quilo de peso. A ingestão de sucos, leites vegetais e chás não entram neste cálculo;

3- Esqueça neste momento as dietas restritivas e hipocalóricas. O baixo consumo de calorias (em relação às suas necessidades) reduzem a imunidade. Neste momento, foque em fortalecer a saúde, deixe a perda de peso para outro momento;

4- Aumente o consumo de alimentos antioxidantes, ricos em vitaminas e minerais. Capriche em sucos, bowls e saladas coloridas, com frutas, legumes e verduras variadas, e de preferência, in natura, para conservar a energia vital do alimento e o maior aporte micro-nutricional;

5- Insira na rua rotina, e sem exagero, o consumo de alimentos que possuem o poder anti-inflamatório natural e atividade anti-microbiana como alho, cúrcuma, gengibre e limão.

6- Reduza (e se possível, suspenda) o consumo de álcool, tabaco e drogas. Todos estes reduzem a resposta imunológica;

7- Inclua na sua rotina o consumo de chás antioxidantes, como chá verde, hibisco, gengibre, romã, cúrcuma e maçã com canela. Eles possuem componentes que auxiliam na melhora do perfil metabólico, favorecendo o funcionamento do organismo, como um todo;

8- Mantenha a rotina de tomar 15 minutos de sol por dia, antes das 10h da manhã e após as 16h da tarde. A vitamina D é aliada no fortalecimento do sistema imune, e necessita dos raios ultravioletas do tipo B (UVB) para ativar a síntese desta substância.

Aproveite este momento para se recolher, incluir bons hábitos alimentares e de estilo de vida, meditar, fazer exercícios físicos, cuidar da sua mente e descansar. Guia da Culinária – Nutrição e Prazer

Imunize-se: Sucos caseiros cheios de saúde., Garfield e fast food., Imunidade de rebanho, 5 jeitos naturais de aumentar a imunidade e combater resfriados, Os benefícios da cannabis no tratamento da Covid, Alimentos e saúde mental, Vacinas. A opinião de Machado de Assis, Limões e a sua saúde!

Abacaxi (Ananas comosus)

O abacaxi (Ananas comosus) possui diversos nutrientes que contribuem para evitar doenças e manter a saúde em dia. A fruta possui vitaminas A, C, B1, B2, B3, B5, B6, B9, manganês, magnésio e potássio, além de apresentar um composto ativo muito importante chamado bromelina. Samantha Cerquetani – UOL VivaBem

7 incríveis benefícios do abacaxi para a saúde

Seu alto valor nutritivo pela presença de sais minerais e vitaminas é um dos destaques da fruta. Por conter um alto valor nutritivo, o Abacaxi é capaz de proporcionar diversos benefícios para a saúde:

  • Ajuda no emagrecimento: por conter bastante água, o abacaxi é um excelente diurético e, consequentemente, um bom aliado para o corpo, ajudando a diminuir a retenção de líquido. O consumo do abacaxi diminui a vontade de comer doces, por isso é muito indicado para quem deseja perder peso. “Se você procura emagrecer, recomenda-se consumir 2 fatias de abacaxi com canela em pó pela manhã”, recomenda o nutrólogo Fernando Cerqueira. Heloisa FreitasMinha Vida
  • Previne gripes, tosses e resfriados: Além das vitaminas A e C que aumentam a imunidade, a presença da bromelina é responsável por facilitar a expectoração. “A enzima tem ação mucolítica, que dissolve o muco ou catarro dos pulmões, favorecendo uma limpeza geral e facilitando a expectoração”, afirma a nutricionista Rucielli Frohlich. De acordo com a nutricionista, ele também é indicado para pacientes que têm sinusite ou tosses crônicas.
  • Auxilia na recuperação do corpo após a prática de exercícios: o potássio possui papel fundamental no equilíbrio de eletrólitos do organismo, na contração muscular e cardíaca, melhorando o desempenho e evitando a fadiga de esportistas. De acordo com o nutricionista Breno Lozi, em apenas 100 gramas da fruta (equivalente a uma fatia), 5% das quantidades diárias recomendadas são supridas. Já a bromelina, possui efeitos anti-inflamatórios que reduzem inchaços e dores musculares recorrentes após os treinos, otimizando o tempo de recuperação muscular.
  • Aliado das unhas, pele e cabelos: A bromelina suaviza a pele e tem sido usada para combater inflamações como a acne. O abacaxi é um poderoso antioxidante que combate os danos dos radicais livres melhorando assim cabelos, pele e unhas. “É um excelente remédio caseiro para pele com lesões e para reduzir manchas de idade já que contém enzimas que compõem a elasticidade da pele”, afirma o nutricionista Breno Lozi. Ele recomenda comer uma fatia (100 g) de três a quatro vezes por semana (sucos, porção da fruta, assado, gelatinas, bolos, compotas e iogurtes).
  • Ajuda a preservar a memória: “As substâncias presentes na fruta atuam diretamente nos nossos neurotransmissores, promovendo a melhora da renovação celular, preservando a memória e prevenindo doenças neuro-degenerativas como o ?Alzheimer”, explica o nutrólogo Fernando Cerqueira.
  • Pode ser consumido durante a gravidez: De acordo com Cerqueira, abacaxi também pode ser consumido por mulheres grávidas e oferece inúmeras vantagens para ela. Entretanto, é preciso consumi-lo com atenção para não agravar os quadros de acidez estomacal. A função adstringente da fruta é responsável por amenizar os inchaços, as dores, enjoos e a prisão de ventre.
  • Auxilia no controle do colesterol e triglicérides: A fruta é um ótimo remédio natural para diminuir os níveis de colesterol, pois ajuda a normalizar esta dislipidemia no sangue por ser rico em fibras solúveis que melhoram o trânsito intestinal e diminuem a captação do colesterol proveniente da alimentação. “Além disso, por possuir fibras solúveis que ajudam a diminuir a concentração de gordura na corrente sanguínea, contribui para baixar os valores de triglicerídeos no sangue”, explica o nutricionista Thiago Salla.
  • Melhora o sistema imunológico: Segundo Lozi, uma fatia 100 gramas de abacaxi fornece 80% das necessidades diárias de vitamina C. Essa vitamina é fundamental para o bom funcionamento do sistema imunológico, prevenindo contra gripes, resfriados, doenças cardíacas e auxiliando no funcionamento das células brancas do sangue, que são as principais células de defesa do nosso organismo. Além disso, a vitamina C é um potente antioxidante, que combate os radicais livres internos e externos ao organismo, doenças como aterosclerose e câncer.
  • Controla a coagulação sanguínea: O nutricionista Breno Lozi afirma que alguns estudos científicos demonstram que a bromelina possui efeitos na coagulação do sangue, auxiliando na sua redução. A bromelina possui alto peso molecular capaz de ser absorvida pelo trato gastrointestinal produzindo ações anti-inflamatórias e antiexsudativa, podendo apresentar efeitos anticoagulantes e inibição da agregação plaquetária. Alivia os sintomas de angina e, por isso, inibe a coagulação do sangue e construção e remove placas nas artérias, o que é útil para a trombose, tromboflebite, varizes e aterosclerose.
  • Previne o envelhecimento celular: Lozi explica que com boa quantidade de vitamina A, o abacaxi consegue auxiliar a combater os efeitos do envelhecimento devido sua ação antioxidante que combate os radicais livres responsáveis pelo envelhecimento da pele e das células.

Já as vitaminas do complexo B são capazes de auxiliar nos movimentos funcionais para aqueles que possuem dificuldade em se locomover. ?Além disso, a vitamina C fortalece o sistema imunológico, auxilia na cicatrização dos tecidos e também na absorção de ferro e possuem ácido ferúlico, potente antioxidante que atua na prevenção do envelhecimento celular precoce?, complementa Breno.

  • Protege a visão: Devido aos altos índices de betacaroteno e vitamina A, o abacaxi é um ótimo amigo da saúde ocular. “Além disso, alguns estudos apontam que seu consumo impede a degeneração macular e reduz o risco de perda da visão na velhice”, afirma a nutricionista Rucielli.
  • Tem substâncias capazes de prevenir a asma: A nutricionista Rucielli explica que presença do betacaroteno, um dos compostos oxidantes presentes na fruta, é essencial para a prevenção da asma. “O consumo regular do abacaxi pode ajudar a retardar o desenvolvimento da doença”, complementa ela.
  • Melhora as condições do trato digestivo: Segundo Rucielli, a bromelina age no estômago desdobrando as proteínas alimentares, facilitando o melhor aproveitamento dos nutrientes, favorecendo e acelerando a digestão pesada. Devido ao alto teor de fibras, ajuda a prevenir a constipação e promove a regularidade intestinal.
  • Ótimo aliado da saúde bucal: Rucielli também explica que o abacaxi não é um clareador natural dos dentes como dizem por aí. Mas por outro lado, seu consumo previne as placas bacterianas, reduz o risco de doenças periodontais e também de gengivite. ?Isso porque, a vitamina C presente na fruta é essencial para a boa saúde dos dentes, gengivas e ossos?, complementa.
  • Contém iodo, que reduz câimbras e regula a tireóide: Ainda de acordo com Rucielli, um dos fatores agravantes da câimbra é a deficiência de iodo no organismo. ?Por conter bons níveis de iodo em sua composição, o consumo regular do abacaxi é recomendado para reduzir as câimbras?, ela afirma. Além disso, o iodo em conjunto com a bromelina, são indispensáveis para o equilíbrio da glândula tireóide.

Consumo da casca do abacaxi

A casca também pode, e deve, ser consumida. Além da polpa da fruta, a casca do abacaxi também pode ser consumida e possui muitos benefícios. O nutrólogo, Fernando Cerqueira, sugere que ela seja ingerida em forma de chá e afirma que possui grandes fontes de vitaminas importantes. Uma das principais é a vitamina C, já conhecida por prevenir a gripe, mas também por ajudar a manter os níveis de colesterol sob controle.

Contraindicações

O nutricionista Thiago Salla e o nutrólogo Fernando Cerqueira, apontam que há algumas contra indicações relacionadas ao consumo do abacaxi, que devemos ficar atentos. Os pacientes com Gota, artrite reumatóide e úlceras pépticas devem consultar o médico ou nutricionista antes de consumir a fruta para que sejam orientados em relação a quantidade que pode ser ingerida sem riscos à saúde. Além disso, pessoas que fazem uso de medicamentos anticoagulantes devem evitar o consumo em excesso e fazer acompanhamento médico.

Abacaze-se: DIETA DA FRUTA, 4 receitas de bebidas que ajudam você a perder peso, COMO FAZER UMA DIETA DETOX, OURO VERDE E PROTEÇÃO DO PLANETA, Suco pra Gripe (tosse), 19 ervas medicinais, O Mundo Vegetal e as constelações, Água aromatizada, Saúde no pé, Chás que Ajudam a Emagrecer

8 cuidados que você precisa ter com os pets durante o outono

O outono se estende de 20 de março a 21 de junho. Com a chegada da estação, “as drásticas mudanças climáticas, como ventos fortes e queda gradual da temperatura, podem impactar negativamente na saúde de cães e gatos, dando início a problemas respiratórios, oftalmológicos e articulares, além do aumento de casos de desidratação e ataques de parasitas, como carrapatos”, afirma Lucas Bonoto, professor do Curso CPT. Pitacos e Achados

Veja os principais cuidados com os pets no outono

– Proteger os pets com agasalhos e roupinhas, principalmente os animais com pelo curto;
– Dar maior atenção aos animais idosos, mais suscetíveis a doenças crônicas nessa época;
– Garantir aos pets um local quente e aconchegante, com cobertores secos e limpos, colocados na caminha onde dormem;
– Manter o local onde os pets dormem, seco e limpo, para evitar o acúmulo de poeira e ácaros;
– Fornecer aos pets água fresca e limpa, à vontade, para mantê-los hidratados;
– Manter os pets bem nutridos, com ração de qualidade, fornecida em porções diárias, conforme o peso dos animais;
– Garantir que o local onde os pets dormem esteja livre de ventos fortes e chuvas.

Umidade do ar – Devido à redução da umidade do ar, é comum surgir problemas respiratórios, pois vírus e bactérias agem nessa época, causando sintomas como tosse, febre, espirro e até falta de apetite. Em casos assim, o ideal é procurar um médico veterinário.

Passeios e caminhadas – Diferente do verão, em que os passeios eram ideais pela manhã e ao fim da tarde, no outono, nesses horários, há ventos gelados e neblina. O recomendável é sair com o pet após as 10h ou antes das 17h, quando a temperatura está mais amena

Hidratação – Com temperaturas mais baixas, os pets tendem a beber menos água. Assim, muitos sofrem de desidratação. Para evitar a situação, pode-se oferecer alimentos com maior teor de água, como melão e melancia, e sempre deixar água fresca e limpa disponível.

Osteoartrose – Doenças crônicas nas articulações têm os sintomas acentuados no outono e ainda mais no inverno. A Osteoartrose é notada pelo tutor quando o pet demonstra dor na região da coluna e um médico veterinário precisa ser consultado.

Imunização – Para cães, as vacinas mais recomendadas são contra Cinomose e Bordetella, que afetam o sistema respiratório. Para os gatos, vacinas contra Calicivirose Felina, Rinotraqueíte Infecciosa Felina e Clamidiose, sempre com acompanhamento veterinário.

Higienização dos olhos – Com o clima mais seco, a lubrificação dos olhos dos pets é reduzida, o que os torna mais vulneráveis à bactérias e vírus oculares, em especial animais com olhos protuberantes, como os cães da raça pug. Com ajuda de um profissional, pode-se usar um colírio adequado para a limpeza e hidratação.

Parasitas – Como o solo fica mais seco, é comum o aumento populacional de carrapatos e pulgas, com isso não expor os pets a áreas de capim, mato e locais focos de parasitas é o recomendado.

Bem-estar – Em como todas as estações do ano, é preciso manter o local onde o pet dorme seco e limpo, para evitar o acúmulo de poeira e ácaros, assim como proporcionar um local livre de ventos fortes e chuvas, com cobertores secos e limpos. Para os animais com pelo curto, o ideal é usar agasalhos e roupinhas para proteção. (Com informações do Agrosolo e Granvitapet).

Petze-se: Comedouro para cães e gatos com garrafas PET, Tapetes do fundo do mar e reflexão sobre preservação dos oceanos, I, pet goat II, Apps que cuidam do seu pet, Petecaixa, Pet é tudo de bom, Esse alguém é você!

Como acabar com as formigas de modo natural

Todo mundo sabe que as receitinhas caseiras e naturais são mil vezes mais indicadas do que aqueles produtos químicos super tóxicos para a saúde humana e o meio ambiente.

Por isso, listamos abaixo, os melhores truques caseiros para acabar com as formigas. Olha só:

Água com detergente

A primeira receitinha da lista é bem fácil de fazer e leva só dois ingredientes: água e detergente neutro. Você também vai precisar de um borrifador.

Adicione no frasco do borrifador partes iguais de água e detergente e misture bem. Depois é só borrifar essa mistura nas formigas. Mas aqui vale mencionar um detalhe importante: a mistura mata apenas as formigas que estão no local, não atingindo o formigueiro. Por isso é importante que você descubra onde elas estão e aplique a solução diretamente no local, exterminando toda a colônia.

Vinagre

O vinagre, outro grande aliado das fórmulas caseiras, também é excelente no combate às formigas. Para usá-lo é muito simples: basta misturar partes iguais de água com vinagre branco e colocar a mistura em um borrifador. Em seguida, aplique essa mistura diretamente sobre as formigas, no caminho delas e no formigueiro.

Limão

Use limão para afugentar as formigas da sua casa. O cheiro ácido e forte da fruta deixa as formigas confusas, uma vez que elas se localizam pelo “cheiro” deixado na trilha.

A receita é simples: esprema o suco de um limão, misture com um pouco de água e borrife sobre a trilha das formigas, atingindo também cantinhos e frestas de móveis, portas e janelas. Em pouco tempo elas abandonam o local.

Cravo da índia

O cravo da índia pode ser usado como um repelente natural de formigas. A razão para que essa dica funcione é parecida com a anterior, ou seja, está relacionada com o cheiro.

As formigas não toleram o cheiro da especiaria e vão embora. Use cravos da índia dentro do açucareiro e espalhe mais alguns dentro de móveis e eletrodomésticos, como forno e micro-ondas.

Raspas de laranja

As raspas de laranja também são ótimas para afugentar formigas, funcionando de modo muito similar ao cravo da índia. Use-as dentro de móveis, eletrodomésticos e açucareiros.

Além das raspas de laranja, você ainda pode optar por usar a casca da fruta.

Pimenta caiena

Formigas detestam pimenta e isso é ótimo para você que deseja expulsá-las de casa.

Acabe com as invasoras esfregando pimenta caiena no beiral de janelas, portas e outros locais por onde elas possam entrar.

Mas caso tenha crianças e animais domésticos em casa, o melhor mesmo é optar por outro método de prevenção e eliminação de formigas, uma vez que o contato com a pimenta pode provocar reações alérgicas e desconfortáveis.

Vaselina

A vaselina também está na lista de receitinhas caseiras contra formigas. Use o produto espalhando-o sobre a superfície de portas, janelas e outros caminhos que as formigas normalmente fazem.

Giz escolar

Pode parecer um truque bobo e sem fundamento, mas é verdade. Giz escolar manda as formigas pra longe!

Isso porque o carbonato de cálcio presente no produto é intolerável pelas formigas.

Basta colocar alguns pedaços de giz no caminho das formigas e elas vão embora.

Óleo de hortelã pimenta

Espalhar óleo essencial de hortelã pimenta pela casa é outra forma de mandar as formigas embora.

Para isso, borrife um pouco do óleo misturado com água no caminho das formigas.

O uso do óleo de hortelã pimenta é especialmente indicado para as formigas do tipo cortadeira.

Canela em pó

Montinhos de canela em pó pela casa também contribuem para eliminar as formigas, sabia?

Coloque a especiaria nos pontos onde as formigas mais atacam e tchau intrusas!

Barreira física

Para quem sofre com infestação de formigas em plantas, uma boa dica é recorrer as barreiras físicas em torno da planta que está sendo atacada.

Faça isso formando um circulo de algodão em torno da planta ou, ainda, pulverizando talco.

Iscas para formigas

Se você já tentou de tudo e ainda não teve os resultados esperados, pode partir para artilharia pesada. Nesse caso, a dica é usar iscas para formigas.

Você encontra essas iscas facilmente em lojas de jardinagem. Essas iscas têm como objetivo atingir o formigueiro, inclusive a formiga rainha.

A isca deve ser colocada no caminho das formigas. Ao perceberem a isca, as formigas começam a levá-la para o formigueiro. Contudo, ao comerem a isca acabam morrendo.

Dica importante: procure por marcas que não afetem crianças e animais domésticos.

Prevenir é o melhor remédio

Quando se trata de formigas, prevenir é sempre a melhor solução. Por isso, nossa dica aqui é sempre manter sua casa limpa e livre de restos de alimentos.

Mas algumas outras dicas também podem ajudar:

  • Ao finalizar uma refeição, cubra os alimentos que sobraram e guarde-os na geladeira.
  • Deixe o seu lixo sempre bem tampado.
  • A ração do seu pet também pode atrair formigas. Por isso é importante manter o pratinho dele limpo e sem restos que possam atrai-las. Se ele não comer tudo, recolha e sirva mais tarde.
  • Se perceber pequenas rachaduras ou frestas na parede ou no piso, providencie o reparo. As formigas podem se aproveitar dessas aberturas para passar.
  • As trilhas das formigas devem ser eliminadas física e olfativamente, uma vez que elas se localizam pelo cheiro, lembra? Portanto, depois de remover as formigas de dentro de casa, aplique vinagre ou limão sobre a trilha de modo que o cheiro seja eliminado também.
  • Sabe aquele cantinho lá atrás do sofá? Lembre-se dele na hora de limpar a casa. Pode ser que as formigas estejam entrando na sua casa justamente por um restinho de alimento que se encontra nesse local.
  • Sempre ache o formigueiro. Isso é importante para evitar novas invasões.

E, lembre-se, as formigas são oportunistas e só entram dentro de casa porque notaram a presença de comida fácil. Ou seja, melhor do que exterminá-las é evitar que elas cheguem até você. Por isso, seja prevenido e as formigas ficaram longe.

Ze-se: Menta, aranhas, baratas, formigas e ratos?, Algumas dicas de jardinagem, Soluções ecológicas para afastar insetos, Perda de 25% no número de insetos, Repelente de pescador

Os maiores guardiões de sementes do Brasil

Dentro da propriedade de Isac Miola e Vilma Zotti, na Linha Ibiaça, em Dois Vizinhos, está um dos maiores museus de sementes e ramas do Brasil. Eles conservam mais de 300 variedades de sementes de feijão, milho, arroz, amendoins e ervilhas além de ramas de batatas e mandiocas, entre outras. Alexandre Baggio – Jornal de Beltrão

O objetivo é deixar para as futuras gerações essas variedades e a história do casal com conservação de sementes começou em 2004. “A gente nem pensava nisso, mas fomos convidados a participar da 2ª Festa Regional das Sementes que estava acontecendo em Francisco Beltrão. Levamos um pouco de semente que tínhamos e trouxemos um monte para casa. Gostei disso e comecei a perseguir esses eventos, até me tornar um guardião de sementes”, explicou Miola.

Mesmo num terreno bastante acidentado, o produtor conseguiu organizar essa grande produção de sementes e hoje é referência nacional.

Quando me amei de verdade

‘Quando me amei de verdade’, Charles Chaplin

Quando me amei de verdade, compreendi que em qualquer circunstância eu estava no lugar correto e no momento preciso. E então, consegui relaxar. Hoje sei que isso tem nome… Autoestima.

Quando me amei de verdade, percebi que a minha angústia e o meu sofrimento emocional não são mais que sinais de que estou agindo contra as minhas próprias verdades. Hoje sei que isso é… Autenticidade.

Quando me amei de verdade, deixei de desejar que a minha vida fosse diferente e comecei a perceber que tudo o que acontece contribui para o meu crescimento. Hoje sei que isso se chama… Maturidade.

Quando me amei de verdade, compreendi por que é ofensivo forçar uma situação ou uma pessoa só para alcançar aquilo que desejo, mesmo sabendo que não é o momento ou que a pessoa (talvez eu mesmo) não está preparada. Hoje sei que isso se chama… Respeito.

Quando me amei de verdade, me libertei de tudo que não é saudável: pessoas e situações, tudo e qualquer coisa que me empurrasse para baixo. No início a minha razão chamou essa atitude de egoísmo. Hoje sei que isso se chama… Amor por si mesmo.

Charles Chaplin

Quando me amei de verdade, deixei de me preocupar por não ter tempo livre e desisti de fazer grandes planos, abandonei os megaprojetos do futuro. Hoje faço o que acho correto, o que eu gosto, quando quero e no meu próprio ritmo. Hoje sei que isso é… Simplicidade.

Quando me amei de verdade, desisti de querer ter sempre razão e, com isso, errei muito menos. Assim descobri a… Humildade.

Quando me amei de verdade, desisti de ficar revivendo o passado e de me preocupar com o futuro. Agora me mantenho no presente, que é onde a vida acontece. Hoje vivo um dia de cada vez. E isso se chama… Plenitude.

Quando me amei de verdade, compreendi que a minha mente pode me atormentar e me decepcionar. Mas quando eu a coloco a serviço do meu coração, é uma aliada valiosa. E isso é… Saber viver! A mente é maravilhosa

Ameze-se: Charles M. Schulz desenhando Charlie Brown, Preconceitos, padrões, estigmas e outras anomalias, Tornar-se adulto…, Miguelitos façam alguma coisa!, 11 músicas que falam de saudade, O filho eterno, Os índios nos gibis.

Mentiras que consolem ou verdades que doem

Não gosto das mentiras que consolam, nem das meias verdades, menos ainda das inteiras falsidades. Prefiro a verdade, mesmo que doa. Mesmo que parta a minha alma, porque pelo menos serei livre para tomar o caminho que desejar e curar as minhas feridas com o tempo. A mente é maravilhosa

Desde crianças, o normal é que nos eduquem para que sempre digamos a verdade.

Entretanto, se tem algo que sabemos é que existem graus diferentes de mentiras e que a natureza de muitas depende da situação em que nos encontramos. Não há problema nenhum se quando perguntam “como nós estamos”, respondemos que estamos “maravilhosamente bem”, mesmo que seja mentira e que estejamos passando por um momento ruim, compreendemos que é um simples formalismo sem muita importância.

falsidade adquire uma tonalidade mais negativa caso a utilizemos para fazer mal a aqueles que nos rodeiam. Há quem faça uso da mentira porque teme que a verdade cause muita dor, ou que as consequências afetem a pessoa de um modo indesejado.

A mentira faz prisioneiros e nos condena a manter vidas vazias, falsas e carentes de autenticidade.

Uma mentira piedosa ou uma mentira que busca oferecer consolo nunca será tolerável. Nenhum de nós tem o direito de agir de modo tão paternalista a ponto de pensar que a outra pessoa não é “válida”, ou não é merecedora de conhecer a verdade.

decepção ocasionada nem sempre vem pelo fato de que nos esconderam determinada realidade, o que nos desespera é que, em determinado momento, pensaram que não “merecíamos” conhecer a verdade.

  • As mentiras piedosas escondem, na verdade, uma falta de maturidade pessoal por parte de quem as conta, manifestando, com isso, uma carência de empatia e de habilidades sociais.
  • Manter uma relação, um vínculo, seja familiar, de amizade ou de relacionamento, implica manter códigos éticos essenciais: respeito, compreensão e integridade emocional consigo mesmo e com a outra pessoa.
  • A mentira desqualifica quem a pratica e humilha quem a recebe. É uma ligação destinada a provocar sofrimentos e desencantos, porque, acreditemos ou não, as falsidades, como o sol da manhã, sempre aparecem.
mulher-penas

Há quem diga que é impossível praticar essa “sinceridade inflexível” que nada cala e tudo revela. Estaríamos falando de um tipo de “sincericídio” que compara as opiniões pessoais às verdades absolutas. Assim, as manifesta sem nenhum tipo de filtro e com independência do dano que pode vir a causar.

Dizem que a verdade dói, que a mentira mata e que a dúvida desespera. Todas são pulsões, emoções humanas que vivemos na própria carne. Ninguém é imune a elas.

Merecemos estabelecer relações sinceras baseadas no respeito e no reconhecimento. Embora esteja absolutamente certo que também temos direito sobre nossos espaços particulares, aos nossos segredos e intimidades, a mentira nunca irá de mãos dadas com uma relação consciente e madura.

Chegando a esse ponto, é muito possível que você se pergunte por que razão fazemos uso das mentiras. Estas são as principais explicações:

  • Para evitar um resultado que não desejamos (uma relação negativa de nosso entorno ao dizer a verdade, causar dor, ficarmos sós, etc.)
  • Para nos adaptarmos a um entorno que consideramos ameaçador ou complexo (pensemos, por exemplo, nos adolescentes e em sua necessidade de mentir em algum aspecto para fazerem parte de algum grupo).
  • Para conseguir um objetivo (mentir em um currículo para conseguir um trabalho, mentir para um possível parceiro para poder conquistá-lo…)

Todos esses comportamentos já foram vividos em algum momento, em primeira ou segunda pessoa. No entanto, o mais importante de tudo isso não reside somente no fato de dizer a verdade, mas também em saber recebê-la:

  • Há pessoas que preferem viver na ignorância. Aplicam os princípios de: não saber para não sofrer, não ver para não chorar…
  • Quem prefere viver em uma mentira tem medo de assumir a verdade e não sabe lidar com uma situação difícil. Nestes casos, o “se fazer de surdo” se lança como um mecanismo de defesa usado para evitar o enfrentamento do problema.

Tenha em conta que a sinceridade é o valor mais importante se você deseja empreender um projeto de vida com outra pessoa. Consequentemente, exija sempre a verdade, porque será o único modo de construir com firmeza e integridade essa relação.

Ze-se: Um Monte de mentiras, Onde estão os humanos?!?, Ensinamentos Secretos e vida de Manly P. Hall, Tornar-se adulto…, iDvogados, A Terceira Margem do Rio, O VALIOSO TEMPO DOS MADUROS., Análise m(m.n)

Os benefícios da cannabis no tratamento da Covid

Os coronavírus são uma grande família de vírus comuns em muitas espécies diferentes de animais. Em dezembro de 2019, houve a transmissão de um novo coronavírus (SARS-CoV-2). Ele foi identificado em Wuhan na China e causou a Covid-19, sendo em seguida disseminado e transmitido de pessoa a pessoa, que apresenta um espectro clínico variando de infecções assintomáticas a quadros graves. Sechat

Não há qualquer evidência de que algum componente da Cannabis seja capaz de enfrentar o vírus. Entretanto, os fitocanabinoides podem desempenhar um papel importante no combate aos sintomas da doença, como a fatal Síndrome do desconforto respiratório agudo (SDRA). Cannabis e Saúde

O vírus SARS-CoV2 é transmitido por microscópicas gotículas de saliva que emitimos em cada respiração. Quando outra pessoa aspira essas gotículas, ele entra pelo sistema respiratório, onde encontra uma enzima chamada ACE2 (sigla em inglês para enzima conversora de angiotensina 2). Essa enzima é fundamental para o ciclo de vida do vírus, já que é onde se encaixa para contaminar as células.

Controlar essa porta de entrada, então, aparece como uma possibilidade de tratamento. A Cannabis, com suas já demonstradas propriedades anti-inflamatórias, como meio para tornar isso possível.

cannabis-medicinal-tratamento-covid

Abaixo você pode conferir as pesquisas mais promissoras sobre a cannabis medicinal para a Covid.

Beilinson Hospital (Israel)

Segundo descobertas iniciais declaradas em uma nota do Beilinson Hospital em Petach Tikvah (Israel), o CBD “tem um impacto positivo em uma série de marcadores inflamatórios que ocorrem em pacientes com coronavírus.”

A maioria dos pacientes com Covid gravemente enfermos que receberam CBD (Canabidiol) para acalmar a inflamação receberam alta do hospital em menos de um mês, conforme mostra o teste conduzido recentemente pelo hospital israelense. Dos 11 pacientes no estudo, oito tiveram alta do hospital de 7 a 30 dias, embora os outros três participantes morreram de complicações do Covid.

Este estudo teve como objetivo, sobretudo, testar a eficácia e segurança do CBD na redução do processo inflamatório da tempestade de citocinas. O fato dos canabinoides conseguirem modular as respostas imunológicas do corpo por meio de sua interação com o sistema endocanabinoide faz com que o CBD se torne um potencial auxiliador da diminuição da inflamação pulmonar causada pela doença.

Aging-US (Albany, Nova Iorque)

estudo publicado “Em busca de estratégias preventivas: novos extratos de Cannabis sativa com alto teor de CBD modulam a expressão de ACE2 em tecidos de entrada de Covid”, publicado pela revista científica Aging-US (Albany/Nova Iorque), concluiu que extratos de cannabis com alto teor de canabidiol (CBD), podem alterar expressão gênica e inflamação geradas pela Covid. 

Os pesquisadores da Aging-US trabalharam sob uma licença da agência governamental Health Canada, desenvolvendo mais de 800 cultivares de cannabis e traçando hipóteses de como o CBD pode diminuir a expressão de ACE2 em tecidos alvo do da Covid. A ACE2 é uma enzima receptora expressa no tecido pulmonar e na mucosa oral e nasal que o SARS-CoV-2 usa para entrar em um hospedeiro humano. Uma vez que a enzima é reduzida – e isso pode acontecer quando em contato com o CBD -, a chance de infecção pelo vírus também diminui.

STERO Biotechs (Israel)

Se um paciente com um caso grave de Covid desenvolver uma tempestade de citocinas, a função imunossupressora dos canabinoides pode ser usada para combater seus efeitos prejudiciais, muitas vezes fatais. “Avaliar a segurança e eficácia de canabinoides isolados ou da Cannabis em geral, em vários estágios da infecção por Covid em ambientes clínicos, é fundamental”, avaliaram os pesquisadores da STERO Biotechs.

Mas, como as citocinas desempenham um papel crucial no combate às infecções, reduzi-las como medida preventiva ou nos estágios iniciais da infecção pode ser uma má ideia. Muitas autoridades alertam contra o uso de agentes de cannabis nos estágios iniciais da infecção. Isso porque a cannabis e canabinoides específicos como o CBD e o THC suprimem as respostas imunológicas.

Universidade de Lethbridge (Canadá)

Em parceria com a Universidade de Lethbridge, a Pathway RX e a Swysh, empresas focadas em pesquisa com cannabis, também concluíram que extratos específicos da planta mostram uma promessa como um tratamento adicional para Covid.

Como resultado, dados iniciais sugerem que 13 extratos de cannabis com alto teor de CBD anti-inflamatório podem modular a expressão de ACE2 em tecidos-alvo da Covid. Além disso, podem regular negativamente a enzima TMPRSS2, que também auxilia a entrada do vírus no corpo. 

Tais dados demonstram que essas linhagens de cannabis com alto teor de CBD têm potencial para se tornar uma adição útil e segura ao tratamento da Covid. Portanto, eles podem ser usados ​​para desenvolver tratamentos preventivos na forma de um anti-séptico bucal ou gargarejo para uso clínico e doméstico.

Medical College of Georgia (Estados Unidos)

Logo no início da pandemia, cientistas do Dental College of Georgia (DCG) e do Medical College of Georgia, demonstraram que o CBD tem a capacidade de melhorar os níveis de oxigênio e reduzir a inflamação e os danos físicos aos pulmões relacionados à síndrome do desconforto respiratório do adulto (SDRA). 

Contudo, este estudo também mostrou os mecanismos por trás desses resultados, evidenciando que o CBD normaliza os níveis de um peptídeo chamado apelina, que é conhecido por reduzir a inflamação. Os níveis deste peptídeo são baixos durante uma infecção por covid. Além disso, a cannabis medicinal pode ter efeitos positivos em alguns sintomas da doença, como dor de cabeça, problemas respiratórios e gástricos.

Além disso, extratos de cannabis de plantas inteiras também mostraram reduzir a coagulação do sangue em modelos animais; sabe-se que muitos dos efeitos sistêmicos negativos da covid parecem estar relacionados à alteração da coagulação, portanto, é possível que a cannabis possa ser útil no manejo dessas sequelas.

Universidade da Carolina do Sul (Estados Unidos)

Não apenas o CBD se mostrou eficaz no tratamento da Covid. Pesquisadores da Universidade da Carolina do Sul acreditam que o THC pode ser eficaz contra os sintomas causados ​​pelo coronavírus. Essa afirmação tem como base três estudos realizados pela universidade. Neles, ficou provado que o THC da cannabis ajudou a prevenir uma resposta mortal do sistema imunológico que causa a síndrome respiratória aguda (ARDS) e estimulou bactérias pulmonares saudáveis. Os estudos foram publicados no Frontiers in Pharmacology, no International Journal of Molecular Sciences e no British Journal of Pharmacology.

Quando os cientistas injetaram THC em ratos com SDRA, foi descoberto que a cannabis era eficaz na redução da inflamação e sintomas relacionados. Assim, ao longo dos três estudos que incluíram mais de uma dúzia de experimentos, 100% dos ratos que receberam THC sobreviveram.

“Trabalhamos com cannabis há mais de 20 anos e descobrimos que os canabinoides como o THC são altamente anti-inflamatórios”, disse o coautor do estudo, Prakash Nagarkatti. “Assim, nossos estudos levantam a sugestão empolgante de testar o THC contra a SDRA observada em pacientes com Covid.”

CannaSoul Analytics (Israel)

Os resultados do estudo parecem indicar que a combinação de terpenos e canabinoides usada é até duas vezes mais eficaz do que o corticosteroide dexametasona – um tratamento comum para inflamação – quando usado para reduzir a inflamação de Covid. O estudo foi realizado em parceria com a empresa fabricante de terpenos, Eybna.

O terpeno de Cannabis NT-VRL é uma formulação patenteada de terpenos criada por Eybna. Os terpenos usados ​​na formulação foram selecionados especificamente por suas propriedades antivirais e anti-inflamatórias.

Para o estudo, o CBD e o NT-VRL foram testados individualmente e usados ​​em conjunto, com o combo provando ser o mais eficaz nestes testes iniciais. O estudo não apenas mostra o efeito do terpeno específico de Eybna, mas também que os terpenos em geral podem ter um efeito positivo no tratamento da doença.

Ze-se: Cannabis é promissora no combate à Covid-19, Invista na cannabis ativa, Contrapropaganda sobre a Cannabis, Maconha, o prozac dos pobres?!?, Elisaldo Carlini, Vaginóides!, Direito ao cultivo individual ou aceita um hamburger?, Óleo de Marijuana