Como aprendemos a comer plantas tóxicas sem ajuda da ciência

Ao longo das gerações, nossos ancestrais acumularam ideias úteis por tentativa e erro, que foram copiadas pelas gerações seguintes.

Em 1860, os exploradores Robert Burke e William Wills lideraram a primeira famosa expedição europeia pelo interior desconhecido da Austrália, mas a sorte não esteve ao lado deles. Devido a uma combinação de falta de comando, mau planejamento e azar, ficaram sem comida na viagem de volta.

Os yandruwandha deram aos exploradores bolos feitos a partir de vagens esmagadas de uma samambaia chamada nardoo, que é um tipo de samambaia nativa da Austrália. Burke brigou com eles e, imprudentemente, os afastou ao disparar sua pistola.
O nardoo, um tipo de samambaia, é coberta por uma enzima chamada tiaminase, que é tóxica para o corpo humano. A tiaminase impede a absorção pelo corpo da vitamina B1, que tem entre suas principais funções o metabolismo dos carboidratos, lipídios e proteínas e a estimulação de nervos periféricos.

Como comida, a nardoo é mais uma curiosidade. O que não é o caso da mandioca, que é uma fonte vital de calorias em várias regiões do mundo, em particular na África e na América Latina.
À rigor, há dois tipos de mandioca, a mandioca mansa, também chamada de mandioca de mesa (conhecida também no Brasil pelos nomes de macaxeira e aipim), e a mandioca brava, conhecida como mandioca de indústria, mas a mandioca brava é altamente tóxica – e requer um procedimento industrial ou um ritual de preparação tedioso e complexo para torná-la um alimento seguro. Ela libera cianeto de hidrogênio.

Plantas tóxicas estão por toda parte. Às vezes, processos simples de cozimento são suficientes para torná-las comestíveis. Mas como alguém aprende a elaborada preparação necessária para a mandioca ou o nardoo?

Para Joseph Henrich, professor de biologia evolucionária humana na Universidade de Harvard, nos Estados Unidos, esse conhecimento é cultural, e nossas culturas evoluem por meio de um processo de tentativa e erro análogo à evolução em espécies biológicas.

Na América do Sul, onde humanos comem mandioca há milhares de anos, as tribos aprenderam os muitos passos necessários para desintoxicá-la completamente: raspar, ralar, lavar, ferver o líquido, deixar a massa repousar por dois dias e depois assar.
Estudos realizados posteriormente mostram que o comportamento de imitar é instintivo entre humanos. Os psicólogos chamam isso de superimitação. Acordo Coletivo

188

Eu Consegui sair da Depressão e fiz essa musica pra você que nesse momento acha que sua vida não tem mais faz sentido.
Saiba que você é MUITO IMPORTANTE pras pessoas que estão ao seu arredo, converse com elas conte o que você esta sentindo busque ajuda e assim como eu você vai ficar bem.

Em “188”, Das Quebradas imprime certa confusão mental e tristeza profunda, além de um grito de socorro. Segundo o cantor e compositor, a ideia da música é ajudar as pessoas a identificarem a doença e incentivar a procura por ajuda, até por isso a canção foi batizada com o número de telefone do Centro de Valorização da Vida, disponível 24 horas por dia para auxiliar pessoas depressivas.

“A melhor forma para a pessoa sair da depressão é conversar, pedir ajuda. Fale com as pessoas que te ama, com as pessoas que estão do seu lado. A gente está no tempo do virtual e, muitas vezes, não temos um contato real com as pessoas. E, claro, se não estiver confortável para falar com os amigos e familiares, ligue 188”, finaliza.

Contato para Shows: contato.dasquebradas@gmail.com

Facebook: https://www.facebook.com/dasquebradas
Instagram:

http://instagram.com/dasquebradas
Twitter:

https://twitter.com/DasQuebradasDQ

Mude conceitos, você pode e deve: CVV, Ilumina o Mundo, A MEDITAÇÃO E SEU CERÉBRO, SAUDAÇÃO AO SOL, Eju Orendive, Portal Rap Nacional, Xeque Monte, Catastrofe natural?, Território, Quebrada Queer, O povo da caixa, Tribo de Jah – Mata Atlântica, A verdade pode estar no ovo, MC SOFFIA

As gémeas marotas

“As gémeas marotas” (com grafia da edição de Portugal) apresenta desenhos de personagens em atos sexuais. O livro é assinado pelo pseudônimo Brick Bruna e trata-se de uma paródia pornográfica direcionada a adultos feita a partir da obra do autor holandês Dick Bruna.

“É falsa a informação de que a Procuradoria Geral do Município teria enviado ao Supremo Tribunal Federal imagens do livro “As Gêmeas Marotas”, na Bienal do Livro no Rio. A Prefeitura lamenta que, na ânsia de atacar a atual gestão, parte da imprensa seja usada como ferramenta política.

Reforçamos: trata-se de “fake news”. Bastava ter lido o documento original no site do STF, mas, infelizmente, alguns veículos de imprensa publicaram a informação sem a mínima apuração.

A Prefeitura do Rio reitera que não cometeu nenhum ato de discriminação. Ao contrário, a decisão de verificar o cumprimento do ECA é uma medida a favor do consumidor, que precisa ser informado sobre o produto que lhe está sendo oferecido. Tratar o tema como censura é, sim, uma tentativa de cercear o direito de cada família de decidir quais assuntos devem ser compartilhados com seus filhos.

Por fim, usamos as palavras do apresentador da TV Globo, Flávio Fachel, que, precipitadamente, trocou sua função de jornalista pela de juiz durante o Bom Dia Rio desta manhã, e devolvemos a pergunta: “Foi má-fé ou incompetência?”. Prefeitura do Rio de Janeiro – O Globo

A obra, em nome de um suposto autor holandês chamado Brick Duna, é uma sátira que foi lançada em Portugal em 2012, com tradução de Maria Barbosa.

O livro não é voltado ao público infantojuvenil. É uma sátira das produções infantis do holandês Dick Bruna, morto em 2017, conhecido pelo personagem Miffy, um coelhinho de traços simples. Consultor Jurídico

Observe mais: SUCOS VERDES, VIA LÁCTEA PELO NAVEGADOR, 23ª FEIRA INTERNACIONAL DO COOPERATIVISMO (FEICOOP), 4 SINAIS DE QUE VOCÊ E SUA CARREIRA SÃO IDIOTAS, DENTE DE LEÃO, DOUTOR ESTRANHO, RESERVE™, REPO MAN, APPS QUE CUIDAM DO SEU PET

O figado que ri

DESOPILAR O FÍGADO É VITAL PRA SAÚDE…

LEIS DA ATRAÇÃO:

– COISAS QUE SE ATRAEM SEM ESFORÇO NENHUM:

•Olhos e bunda
•Pobre e funk
•Mulher e vitrines
•Homem e cerveja
•Chifre e dupla sertaneja
•Leite fervendo e fogão limpinho
•Dedinho do pé e ponta de móveis
•Camisa branca e molho de tomate
•Tampa de creme dental e ralo de pia
•Dor de barriga e final de rolo de papel higiênico
•Bebedeira e mulher feia

1- LEIS BÁSICAS DA CIÊNCIA MODERNA:

•Se mexer, pertence à Biologia.
•Se feder, pertence à Química.
•Se não funciona, pertence à Física.
•Se ninguém entende, é Matemática.
•Se não faz sentido, é Economia ou Psicologia.
•Se mexer, feder, não funcionar, ninguém entender e não fizer sentido, é INFORMÁTICA.

2- LEI DA PROCURA INDIRETA:

•O modo mais rápido de encontrar uma coisa é procurar outra.
•Você sempre encontra aquilo que não está procurando.

3- LEI DA TELEFONIA:

•Quando te ligam: se você tem caneta, não tem papel. Se tiver papel, não tem caneta. Se tiver ambos, ninguém liga.
•Quando você liga para números errados de telefone, eles nunca estão ocupados.
•Parágrafo único: Todo corpo mergulhado numa banheira ou debaixo do chuveiro faz tocar o telefone.

4- LEI DAS UNIDADES DE MEDIDA:

•Se estiver escrito ‘Tamanho Único’, é porque não serve em ninguém, muito menos em você…

5- LEI DA GRAVIDADE:

•Se você consegue manter a cabeça enquanto à sua volta todos estão perdendo, provavelmente você não está entendendo a gravidade da situação..

6- LEI DOS CURSOS, PROVAS E AFINS:

•80% da prova final será baseada na única aula a que você não compareceu e os outros 20% será baseada no único livro que você não leu.

7- LEI DA QUEDA LIVRE:

•Qualquer esforço para agarrar um objeto em queda provoca mais destruição do que se o deixássemos cair naturalmente.
•A probabilidade de o pão cair com o lado da manteiga virado para baixo é proporcional ao valor do carpete.

8- LEI DAS FILAS E DOS ENGARRAFAMENTOS:

•A fila do lado sempre anda mais rápido.
•Parágrafo único: Não adianta mudar de fila. A outra é sempre mais rápida.

9- LEI DA RELATIVIDADE DOCUMENTADA:

•Nada é tão fácil quanto parece, nem tão difícil quanto a explicação do manual.

10- LEI DO ESPARADRAPO:

•Existem dois tipos de esparadrapo: o que não gruda e o que não sai.

11- LEI DA VIDA:

•Uma pessoa saudável é aquela que não foi suficientemente examinada.
•Tudo que é bom na vida é ilegal, imoral, engorda ou engravida.

12- LEI DA ATRAÇÃO DE PARTÍCULAS:

Toda partícula que voa sempre encontra um olho aberto.

Mas que dogs


“Onde houver ódio que eu leve amor”


“Ele disse: ‘Mas, mãe, é só um beijo! A minha escola não tem gás há dois dias. Não era isso que o prefeito deveria estar vendo?'”, afirma a Camila Motta, 30 anos, a ideia do cartaz veio do menino, sem nenhuma interferência de adultos. Lola Ferreira – UOL Entretê

Estude mais: PANCADARIA DO Ó, RELATÓRIO FIGUEIREDO, Obrigado Senhor, pela Montanha, Marx escreve uma carta de repúdio ao professor, OS CÃES, 1984!, THE LONE RANGER, MC SOFFIA, Outras caras, A história de sempre?, PRESÍDIOS NO REGIME MILITAR, Cantada de Natal

Real X-men: híbridos entre humanos e animais

Um cientista renomado fez uma afirmação que deixou o mundo da ciência eufórico. O psicólogo evolutivo, Gordon Gallup, relatou ao The Sun que, quase 100 anos atrás, um híbrido humano-chimpanzé foi criado em um laboratório nos Estados Unidos.

Segundo Gallup, um de seus professores confirmou que o híbrido conhecido como ‘humanzee’ foi gerado em Orange Park, na Flórida, em 1920, porém foi morto depois que médicos entraram em pânico com o seu desenvolvimento.

Os exemplos mais antigos e notáveis de hibridização humano-macaco foram testados em 1920, pelo cientista russo Ilya Ivanovich Ivanov, seus experimentos também foram feitos por inseminação artificial, porém não obtiveram sucesso. Último Segundo – iG

De acordo com revelação publicada pela revista Nature, um comitê do Ministério da Ciência do Japão aprovou um pedido de pesquisadores para o cultivo de pâncreas humanos em ratos e camundongos, sendo a primeira experiência do tipo a ter aprovação para seguir até o fim do processo. Rafael Rodrigues da Silva – Canaltech

O objetivo da experiência não é criar um rato com nariz e orelhas humanas, mas sim testar se é possível desenvolver órgãos humanos no corpo de animais cujos quais nós já possuímos toda uma infraestrutura para abate pronta (como porcos e gado), o que poderia ajudar a solucionar todos os problemas de falta de órgãos em hospitais que criam gigantescas filas para transplantes, onde muitas pessoas acabam morrendo antes de terem a oportunidade de uma cirurgia.

A pesquisa, que será chefiada pelo pesquisador Hiromitsu Nakauchi, utilizará manipulação genética para criar embriões de roedores que serão incapazes de desenvolver um pâncreas por si só, serão injetadas células tronco humanas nesses embriões para que o pâncreas desses animais se desenvolva a partir delas, com órgão desenvolvido, este será transplantado para ratos adultos para testar se um órgão gerado dessa maneira continuará funcional em outro hospedeiro.

A cientista Carolyn Neuhaus, especialista em ética médica do Centro Hastings (Estados Unidos), em 2017 afirmou em entrevista que a comunidade deveria dar um passo atrás nesse processo e discutir as implicações éticas destes experimentos. Ela não considera a criação de porcos para extração de órgãos algo moralmente pior do que a maneira como esses animais já são criados para o consumo humano, é preciso que os cientistas ouçam as pessoas que precisam de órgãos para saber se essa é uma solução que elas aceitariam.

Atualmente não há doadores de órgãos o suficiente no planeta. A preocupação dos cientistas consiste em fazer com que esses animais possam se tornar possíveis fontes de doação. Já pensou em caminhar na rua e encontrar um ser metade humano, metade cão? Bom, isso está bem distante e parece que, por enquanto, apenas pequenas partes de nós farão parte do mundo animal. Consumidor Moderno

Cientistas em vários países criam híbridos fantásticos de pessoas e de animais que podem lançar o pânico na sociedade. Apenas nos últimos 10 anos, o progresso no campo da engenharia genética espantou os cientistas e simples observadores.

Hoje, a criação de novas formas de vida tornou-se acessível mesmo a estudantes em condições caseiras. Infelizmente, as leis não conseguem acompanhar os jogos dos cientistas.

Fonte: Voz da Rússia – Foto: skarabokki.deviantart.com. Dinamica Global

Masaka Kids Africana


The Masaka Kids Africana is composed of African children, from the age of 2 and up. Many have lost one or both parents through the devastation of war, famine and disease. They represent all the children of a continent and they demonstrate the potential of African children to become strong leaders for a better future in their land.

MASAKA KIDS AFRICANA
POBox 1536 MASAKA UGANDA EAST AFRICA

Há mais órfãos no Uganda do que em qualquer outro lugar do mundo – mais de 2,4 milhões de crianças – devido à epidemia de SIDA, pobreza extrema e décadas de conflito civil. Damos às crianças abrigo seguro, comida, roupas, educação e assistência médica, as crianças ganham uma educação e as habilidades de vida que precisam para o sucesso futuro. Suas vidas são completamente transformadas.

Nothing is happening

Caso você não saiba:

🔥 Ilhas Canárias estão queimando
🔥Califórnia está queimando
🔥 Oregon está queimando
🔥 Washington está queimando
🔥 Columbia está queimando
🔥 Alberta está queimando
🔥 Montana está queimando
🔥 Nova Escócia está queimando
🔥 Grécia está queimando
🔥 O Brasil está queimando
🔥 Portugal está queimando
🔥 Argélia está queimando
🔥 Sibéria está queimando
🔥 A Amazônia boliviana está queimando

⛈Texas está debaixo de água
⛈ Índia, Paquistão e Nepal com enormes Monsones estão debaixo d’água
⛈ Serra Leoa e Nigéria com inundação maciça debaixo d’água

🌞 Itália, França, Espanha, Suíça, Hungria, Polônia, Romênia, Bósnia, Croácia e Sérvia são atacados por uma impressionante onda de calor
🌞 sul da Califórnia sob onda de calor infernal
🌞 Excepcionalmente em agosto, a cidade de San Francisco alcançou os recordes de 106 graus, quando chega a 115 graus Fahrenheit. Enquanto a Carolina do Norte ainda está cozinhando no inferno.
🌞 Groenlândia (a ilha que o presidente Trump quer comprar) é debatida em sua pior crise ambiental devido ao forte calor. Como se isso não bastasse, a possibilidade de um nível de tempestade solar X10 C.M.E é anunciada para as próximas semanas. O maior já registrado. Thuka Samarsdn – Facebook

Você ainda acha que nada está acontecendo?

Yesterday

Nesta fábula na qual todas as pessoas, após um apagão de 12 segundos na Terra inteira, eliminaram da sua memória que existiu um grupo chamado The Beatles, assim como desapareceram uma famosa bebida e essas coisas que se fumam e que faziam parte aditiva da vida cotidiana. CARLOS BOYERO – El País

Yesterday é uma carta explícita de amor aos Beatles. Derrama doçuras a cada minuto, a cada referência, a cada música apresentada.


Os Beatles tomaram o mundo porque, explique como quiser, era o momento perfeito para a sua existência. O mundo (e os Estados Unidos) estava de braços abertos para a euforia inicial, abertos às experimentações, entregues às pirações estética-sonoras do fim. PEDRO ANTUNES – Rolling Stone

Carro da Tesla completa órbita ao redor do Sol

Starman, nome do passageiro que está em um Tesla Roadster que vaga pelo espaço, completou uma órbita ao redor do Sol. Enquanto nós levamos 365 dias para este feito, o carro vermelho está neste trajeto desde fevereiro do ano passado, marcando 557 dias para a volta completa.

A conta do tempo e da distância é feita pelo site Where is Roadster, que acompanha a aventura de Starman em tempo real. Além de vagar pela escuridão do espaço e de já ter passado de Marte, o site afirma que o Tesla se afaIMPRESSORA BRAILE FEITA EM LEGOsta do Sol em uma velocidade de 1.850 km/h e que a distância percorrida é grande o suficiente para andar em todas as rodovias da Terra por quase 34 vezes.
Starman ficará próximo da Terra no ano que vem, no dia 5 de novembro. Depois desta data, a proximidade voltará a acontecer apenas em 2047, 17 anos depois da previsão dos Estados Unidos de ter levado humanos para visitar Marte – marcado para acontecer a partir de 2030. tecnoblog
O Tesla saiu da Terra de carona com o Falcon Heavy em sua missão inaugural, foguete da empresa SpaceX e que tem o mesmo dono da fabricante de veículos totalmente elétricos que criou este carro: Elon Musk.

Enxergue mais: NIKOLA TESLA, QUEM MATOU O CARRO ELÉTRICO?, Telhas fotovoltaicas, 900.000 km de elétrico, MOVIDA A ÁGUA, Starlink Musk Skynet, TURBINA EÓLICA CASEIRA, FUSCA HÍBRIDO, VIABILIDADE???, Tesla surf, FUSCA ELÉTRICO – RESGATE DE CARROS CLÁSSICOS, 8 palestras do TED com imigrantes que criaram empresas incríveis, LIVE: STARMAN DRIVING IN SPACE

Matrix 4: ???

A julgar pela previsão de início da produção (2020), não deve acontecer antes de meados de 2021. Ao menos dois integrantes do elenco original estão garantidos no filme: Keanu Reeves (Neo) e Carrie-Anne Moss (Trinity).

Tudo o que sabemos neste momento são teorias e nada mais. Segundo uma delas, publicada no site Reddit, Matrix Revolutions indicou um caminho para o quarto filme: nos momentos finais do filme, a Matrix teria sido aperfeiçoada e reinicializada em uma nova Quarta Era, a Neo Matrix. Esse seria o ponto de partida do novo longa.

As irmãs Wachowski sempre adotaram a postura de negar qualquer rumor sobre Matrix 4 antes da confirmação oficial. O estúdio Warner Bros em parceria com a produtora Village Roadshow estará por trás do projeto. Lana Wachowski vai produzir, dirigir e escrever o novo filme. O roteiro terá colaboração de Aleksandar Hemon e David Mitchell. É a primeira vez que roteiristas convidados participam da franquia. Ambos são romancistas conceituados na língua inglesa, com vários prêmios e best-sellers no currículo.
Na geopolítica, a nova onda da extrema direita, combinada a escândalos envolvendo fake news e manipulação de dados, também podem ser vistos como combustível para o renascimento do projeto. uol – Entretê
Por enquanto a Warner não oficializou a data de estreia do longa, mas há algumas pistas. A Variety afirma que as filmagens devem ter início no começo de 2020, algo que pode indicar o lançamento em meados de 2021. Uma das apostas mais comuns dos estúdios é lançar grandes blockbusters no verão americano, entre abril e julho. Omelete

Matrix’ foi lançado em 1999 e aclamado pelo mundo ao uso de efeitos visuais pioneiros. O original ganhou quatro Oscars e arrecadou 463 milhões de dólares em todo o mundo. Seguiram-se duas continuações, ‘Matrix: Reloaded’ e ‘Matrix: Revolutions’, ambas lançadas nos cinemas em 2003. Além disso, os filmes também geraram videogames e livros de sucesso.

Vale lembrar que a trilogia ‘Matrix‘ arrecadou US$ 1,6 bilhão de dólares para a Warner Bros Pictures. CinepPop

Poetize-se: Via Láctea pelo navegador, Jornada ninja, Signo Geek, Quarto poder, O mar de Aral virou areia., Vida inteligente., Reign Over Me, Saindo da Matrix, OceanX, Wikipédia, The Matrix Norris, 30 Matrix indígenas, Matrix Reverse

Fernanda Young (1970-2019)

Última coluna dela (O Globo), que será publicada hoje. Ela partiu ontem, domingo, 25/08/2019

BANDO DE CAFONAS
Fernanda Young

“A Amazônia em chamas, a censura voltando, a economia estagnada, e a pessoa quer falar de quê? Dos cafonas. Do império da cafonice que nos domina. Não exatamente nas roupas que vestimos ou nas músicas que escutamos — a pessoa quer falar do mau gosto existencial. Do que há de cafona na vulgaridade das palavras, na deselegância pública, na ignorância por opção, na mentira como tática, no atraso das ideias.

O cafona fala alto e se orgulha de ser grosseiro e sem compostura. Acha que pode tudo e esfrega sua tosquice na cara dos outros. Não há ética que caiba a ele. Enganar é ok. Agredir é ok. Gentileza, educação, delicadeza, para um convicto e ruidoso cafona, é tudo coisa de maricas.

O cafona manda cimentar o quintal e ladrilhar o jardim. Quer todo mundo igual, cantando o hino. Gosta de frases de efeito e piadas de bicha. Chuta o cachorro, chicoteia o cavalo e mata passarinho. Despreza a ciência, porque ninguém pode ser mais sabido que ele. É rude na língua e flatulento por todos os seus orifícios. Recorre à religião para ser hipócrita e à brutalidade para ser respeitado.

A cafonice detesta a arte, pois não quer ter que entender nada. Odeia o diferente, pois não tem um pingo de originalidade em suas veias. Segura de si, acha que a psicologia não tem necessidade e que desculpa não se pede. Fala o que pensa, principalmente quando não pensa. Fura filas, canta pneus e passa sermões. A cafonice não tem vergonha na cara”…

Fernanda Young
Arquitetura do Tempo

Foto: André Gardenberg
Todos os direitos reservados®️
Eu sou uma mulher normal, passo o dia inteiro pensando merda”, diz Vani (Fernanda Torres) na sua primeira cena deOs Normais, cujo primeiro episódio foi ao ar no dia 1º de junho de 2001, quando o Brasil nem sabia direito ainda quem era a tal da Fernanda Young, escritora jovem e promissora, que até então tinha assinado alguns bons episódios do especial A Comédia da Vida Privada. “Pensar merda” é um privilégio de poucos, serve como eufemismo para todas as divagações fúteis da mente, aquelas sem sentido prático, sem engajamento, mas tomadas de nervos humanos inerentes. Omelete

Vejo o azul sereno através das pálpebras fechadas, guardei todas as cartas que li dentro de mim. Sinto meus pés leves e aquecidos. Tenho asas e estou voando. A vida deve ser exata, podo os excessos da massa que transborda pela forma. Sou uma cozinheira. Sou uma cientista. Sou livre para decidir cada próximo segundo da minha vida. Eu sou azul. Essa é a minha matéria”.

Fernanda Young. 1970 – 2019

https://www.omelete.com.br/series-tv/normais-shipados-partida-de-fernanda-young

BOLO DE ARROZ CRÚ

Você não usará farinha nesta receita, somente o arroz. Ótimo para quem não quer consumir glúten.

Ingredientes:

  • 1 xícara de arroz cru
  • ¾ de xícara de chá (180 ml) de óleo de girassol
  • 1 xícara de chá (200 ml) de iogurte natural
  • 4 ovos
  • ½ xícara de chá (50 g) de coco ralado
  • 1 xícara de açúcar
  • 1 colher de sopa de fermento em pó

Modo de preparo:

  1. Lave rapidamente o arroz cru e coloque de molho em uma vasilha, cobrindo com água e deixe de molho por 3 horas.
  2. Escorra o arroz e coloque no liquidificador.
  3. Acrescente o óleo, o iogurte natural e bata até dissolver o arroz.
  4. Com o liquidificador ligado, adicione os ovos, o coco ralado, o açúcar e bata até ficar homogêneo.
  5. Coloque o fermento e bata somente para misturar.
  6. Pré-aqueça o forno a 180ºC.
  7. Despeje a massa em uma forma de pudim untada e enfarinhada e leve para assar por 30 minutos ou até dourar.
  8. Retire do forno e deixe amornar para desenformar.

Dicas:

O segredo deste bolo é bater bem, bem mesmo. Até praticamente sumir os grânulos do arroz.

Ele não fica muito doce, você pode acompanhar com uma geléia caso prefira um bolo mais doce ou aumentar o açúcar da receita.

Se gostar de queijo é só acrescentar ½ xícara de queijo parmesão ralado, traz um saborzinho especial para este bolo. Artemis Gourmet

Mude conceitos, você pode e deve: Comida esperta, Fome, Vegeta, , , Cadeia plástica, Nunca comer., MORADOR DE RUA CUIDA DE 11 CÃES, A história das coisas, São Paulo Tokyo, SALADA DE MAIONESE GOURMET PARA DOMINGOS, Conheça 13 maneiras de reaproveitar sobras e cascas de frutas e vegetais

Os heróis invisíveis da vida selvagem

Guardas-florestais: os heróis invisíveis da conservação da vida selvagem

Andando ‘de elefante’, guardas-florestais fazem patrulha em parque da Indonésia. Muitos deles eram madeireiros ilegais, mas resolveram se dedicar à conservação após receberem treinamento e entenderem como a preservação da vida silvestre traz benefícios econômicos, sociais e ecológicos. Foto: DFID/Abbie Trayler-Smith/Panos Pictures

Você sabia que o número de gorilas das montanhas dobrou nos últimos 30 anos graças à proteção efetiva dos seus habitats por guardas-florestais?

“Os gorilhas das montanhas são um exemplo fantástico: nenhum gorila sequer foi morto nos últimos dez anos.”

Polícia Florestal ou Guarda Florestal é o nome do serviço de vigilância e fiscalização das florestas e das actividades nelas realizadas, como a caça e, complementarmente, a pesca nos rios e outras águas interiores. Os guardas-florestais são funcionários públicos que trabalham na divisão das florestas e dos parques estaduais, fiscalizando essas áreas. Web Bobeira

“Contudo, não devemos esquecer o importante trabalho dos guardas-florestais em ‘parques (em situação) de conflito’ na República Democrática do Congo — Garama, Virunga, Maiko e Kahuzi-Biega”, aponta Johannes Refisch, coordenador da Parceria pela Sobrevivência dos Grandes Primatas, do Programa da ONU para o Meio Ambiente.O Dia Mundial dos Guardas-Florestais, uma iniciativa da Federação Internacional dos Guardas-Florestais, é 31 de julho para celebrar o trabalho que esses profissionais empreendem para proteger os tesouros naturais do planeta. A data lembra os guardiões do meio ambiente que foram mortos em serviço. Nações Unidas

“As evidências são claras: quando as comunidades e os guardas-florestais trabalham juntos, com o apoio dos governos e das organizações internacionais, podemos proteger a vida selvagem e garantir que os que suportam os custos de viver com a vida selvagem sejam capazes de colher os maiores benefícios.” Chefe da ONU Meio Ambiente para Vida Selvagem, Doreen Robinson.

O coordenador da Parceria de Sobrevivência dos Grandes Símios, do Pnuma, Johannes Refisch, disse que “há muitas formas de olhar para o importante trabalho dos guardas florestais e guardas ecológicos.” Para ele, “os gorilas das montanhas são um exemplo fantástico” porque “nem um único gorila da montanha foi morto nos últimos 10 anos.” ONU News

A foto foi tirada por Mathieu Shamavu, em um orfanato de gorilas no Parque Nacional de Virunga, na República Democrática do Congo. Neste local, os animais são criados e cuidados depois que caçadores ilegais mataram seus pais. Go Outside

Poetize-se: PARE ou DIMINUA?, Efeito Borboleta, Anestesia mental., Fome, Morreu Koko, Reciclável e/ou não!, Pac man,Dia Mundial do Meio Ambiente., Evolução,Meio o quê?, Arveres somos nozes, A história das coisas, A Terra a Gastar, I AMazonia

RIGOLETTO, DE GIUSEPPE VERDI

Theatro Municipal de São Paulo

A ópera em três atos, com libreto de Francesco Maria Piave, é baseada na peça Le rois’amuse (O Rei se Diverte) de Victor Hugo e faz parte da chamada trilogia popular de Verdi (junto a Il Trovatore e La Traviata). Rigoletto é um bufão corcunda da corte, de língua afiada e mordaz que serve ao Duque de Mântua, um libertino incontrolável, com direção cênica de Jorge Takla e direção musical do maestro Roberto Minczuk, ópera de Giuseppe Verdi traz temas como assédio, vingança, maldição e poder.

Rigoletto estreou no La Fenice em Veneza, em 11 de março de 1851. Uma produção polêmica para a época, inspirada na peça O Rei se diverte de Victor Hugo que retratava um monarca libertino que explorava o seu criado corcunda, totalmente complexado por sua condição. A peça, que já havia sido banida dos palcos franceses por ofender a monarquia, sofreu também censura em sua adaptação operística. Verdi insistiu (chegou a pedir ao libretista Piave que percorresse Veneza para tentar encontrar uma pessoa influente que ajudasse a liberar o texto) e acaba por adaptar o local da ação, ao invés da França o enredo se passaria em Mântua na Itália; e o Rei, seria substituído por um Duque. Theatro Municipal de São Paulo


No palácio do Duque de Mântua acontece um baile. A música preenche o salão. O Duque conversa alegremente sobre suas aventuras e conquistas amorosas com o cortesão Borsa. Fala, em especial, da sua mais recente aventura: há três meses, uma bela jovem é observada por ele. Mas, até aquele momento, a oportunidade que teve de vê-la foi na igreja, ela desconhece quem ele é. Diogenes Junior
The work was in many ways a turning point for the composer, representing the start of his middle period. For many, “Rigoletto” is easily one of Verdi’s finest operas. OperaWire

The Family: Democracia Ameaçada

A minissérie “The Family: Democracia Ameaçada”, Netflix, mostra questões que te farão pensar em uma teoria, considerada por muitos, “conspiratória”.

Você já pensou que pode existir um poder acima do poder? Que pode haver um grupo que toma decisões independentemente do governo que foi eleito?

Inspirada no livro “The Family: The Secret Fundamentalism at the Heart of American Power”, do autor Jeff Sharlet, a série, de apenas 5 episódios, coloca o espectador dentro de uma trama que mistura filmagens de reconstituição, depoimentos reais e outros registros históricos. Catraca Livre

Dia do folclore

Pacotefácil

A Amazônia brasileira é, sem sombra de dúvidas, uma região que merece destaque no nosso país. Esbanjando recursos naturais, esta floresta tem, nos seus mais variados aspectos, dimensões que se distinguem pela grandiosidade em nosso planeta, o que atraiu olhares econômicos através de investimentos, ameaçando a sua biodiversidade. O Estado possui papel fundamental na fiscalização de recursos naturais. Alguns personagens do nosso folclore, caso tenham existido (por que não?) provavelmente foram profundos conhecedores de toda essa magnitude natural. Camila Paula – Desconversa

7. Pirarucu

8. Guaraná

9. Monte Roraima

10. Rios Xingu e Amazonas

11. Matinta Perera

12. Macunaíma

13. Boitatá

14. Caipora

15. Saci

15. Uirapuru – Gestão Ambiental / Cultura Mix
Veja também: Morcego do interior, Halloween Saci, Boitatá, Rockefeller, Star Trek, Deus e o Diabo na Terra do Sol, Curupira, Tura Satana, Cerveja no trabalho pode?, Supernatural

Abelhas nos telhados de Paris

Começou na capital francesa, no início dos anos de 1980, e hoje já faz outras cidades da Europa. Há estudos que indicam que esta é uma cidade alternativa à produção rural, já que as colônias têm grandes taxas de mortalidade. Filomena Naves

Em 1982 a A Ópera de Paris tomou uma decisão de albergar colmeias no topo do seu edifício, com o propósito, e as coisas correram tão bem que a ideia pegou, as colunas multiplicaram nos telhados dos edifícios mais importantes da capital francesa, do Louvre ao Palácio da Bolsa, do Quai d’Orsay ao Hotel Savoy, por exemplo, de outros menos, e até anónimos. Certo é que o miel de Paris é hoje, na sua particularidade de produção em contexto urbano, um produto cobiçado gourmet.
Um Censo de 2017 apontou para a existência de mais de 700 colunas de melíferas nos telhados da capital francesa, e em outras cidades europeias, como Berlim, Bruxelas e Copenhagen.

A causa das tendências das abelhas não se completa, mas, na prática, acompanha um declínio generalizado dos próprios insetos que está bem documentado em países como uma Alemanha ou uma França – em Portugal Atinge os trabalhos de campo para a primeira lista vermelha dos invertebrados. Diário de Notícias

Grâce à la spécificité des fleurs parisiennes, le Miel de Paris a une saveur incomparable à d’autres miels. Au nez, une puissante et persistante senteur de cassis et de griottes macérées. En bouche, une belle rondeur avec une finale vive et fraîche.


Poetize-se: Manual de Apicultura em Pequena Escala, Mãe Abelha, Comida de tubarão, Vegeta, Carta da Terra, Carlos Marighella, Makota Valdina, Pare e pense, Na estrada havia uma pedra, Ervas medicinais, Abelha poliverde, Comida de gente