Indigenous Blood Journey

This education and awareness program provides the opportunity to learn about First Peoples history and current issues experientially through the perspectives of Indigenous youth. Using interactive activities, discussion and active engagement, you are invited to face the challenges of today and yesterday honestly, responsibly and with compassion.The Indigenous Journey

street art girl

A artista Luna Buschinelli é responsável pelo maior grafite do mundo produzido por uma mulher. A obra, o enorme painel intitulado “Contos”, foi feita no prédio da Escola Municipal Rivadávia Corrêa na Av. Presidente Vargas entre a Igreja da Candelária e a Central do Brasil, no Rio de Janeiro.

A artista, de apenas 19 anos, trabalhou das 8 às 18h por cerca de 1 mês para pintar os cerca de 2.500 m² do complexo escolar. Luna foi convidada pelo produtor Pagu, responsável, ao lado de Andrea Franco, pelos murais do Boulevard Olímpico — entre eles, o de Kobra, reconhecido pelo Guinness como o maior grafite do mundo.

Fotos © Humberto Ohana fonte:via

O trabalho faz parte do projeto Rio Big Walls da Secretaria Municipal de Cultura que pretende valorizar espaços por meio da arte urbana. Vivimetaliun1

O trabalho da artista afegã Shamsia Hassani não é apenas colorir as ruas do país, mas também empoderar as mulheres afegãs através da arte. Ela é considerada como a primeira artista de rua mulher e a primeira artista em 3D do Afeganistão, segundo o site Kabul Art Project.

Um dos focos de sua arte é levar embora as tristes memórias da guerra que assolou o país e trazer mais cor às suas ruas, adicionando um toque de positividade ao duro cotidiano local. Os grafitis pintados por ela costumam retratar mulheres em poses ou momentos simbólicos, quase sempre mescladas com elementos musicais. É uma forma de resistência feminina em uma sociedade dominada por homens.

A mulher retratada em suas obras é um ser humano que está orgulhoso e pode trazer mudanças positivas à vida das pessoas“, define seu site.

Nascida em 1988 no Irã, durante os anos em que sua família precisou deixar o Afeganistão para fugir da guerra, ela voltou à sua terra para fazer história. Hoje, Shamsia não apenas dá mais cor às ruas com a sua arte, mas também ensina outros futuros artistas na Universidade de Kabul, onde atua como professora, multiplicando seu legado. Vivimetalun2

Dia da consciência negra e dos seres humanos

A foto é capa do disco “Samba Enredo”, do Martinho da Vila.

“Saíram da África 12 milhões e meio de seres humanos. Chegaram 10 milhões e 700 mil. Morreram na travessia 1 milhão e 800 mil pessoas. Se dividir isso pelo número de dias, dá 14 cadáveres, em média, lançados ao mar todos os dias ao longo de 350 anos. Um número tão alto que, segundo depoimentos da época, isso mudou o comportamento dos cardumes de tubarões no Oceano Atlântico, que passaram a seguir os navios negreiros”. Conversa Com Bial – gshow
20 músicas para 20 de Novembro, tem música afirmativa, música combativa e música de celebração. Toca Fitas

Sandra de Sá – Olhos Coloridos (1982)
Gilberto Gil – Sarará Miolo (1979)
Martinho da Vila – Nego, Vem Cantar (1974)
Tássia Reis – Se Avexe Não (2014)
Rappin’ Hood (part. Leci Brandão) – Sou Negrão (2001)

Ellen Oléria – Zumbi (2013)
Emicida – Mufete (2015)
Emílio Santiago – Brother (1975)
Tim Maia – O Caminho do Bem (1976)
Dona Ivone Lara (part. Jorge Ben Jor) – Sorriso Negro (1981)

Wilson Simonal – Tributo a Martin Luther King (1967)
Xênia França – Respeitem Meus Cabelos, Brancos (2017)
Itamar Assumpção – Vá Cuidar da Sua Vida (1998)
Rashid – Estereótipo (2017)
Toni Tornado – Podes Crer, Amizade (1972)

Thaíde & DJ Hum (part. Paula Lima e Ieda Hills) – Sr. Tempo Bom (1996)

Daúde – Ilê Ayê (Que Bloco é Esse?) (2002)
Margareth Menezes – Raça Negra (1993)
Rincon Sapiência – A Coisa Tá Preta (2017)
Jorge Ben Jor – Negro é Lindo (1971)

“Na economia escravagista havia até um negócio paralelo, tão constrangedor que nunca recebeu grande destaque na história da escravidão: a reprodução sistemática de escravos, com objetivo de vender as crianças, da mesma forma como se comercializam animais domésticos. Era uma prática tão repulsiva que são esparsos os relatos de experiências conduzidas em Portugal, na Espanha e nos Estados Unidos. Uma delas foi registrada no palácio ducal de Vila Viçosa, sede dos duques de Bragança, a dinastia que assumiria o trono de Portugal a partir do fim da União Ibérica, em 1640, com a ascensão de dom João IV ao poder. Ao visitar o local, em 1571, o italiano Giambattista Venturino se surpreendeu com a existência ali de um centro de reprodução de escravos. Segundo ele, eram tratados da ‘mesma forma como manadas de cavalos são na Itália’, com objetivo de obter o maior número possível de crianças cativas, que seriam vendidas em seguida por preços entre trinta e quarenta escudos”. Rodrigo Casarin – UOL Entretê

Negre-se: Manuel Edmilson da Cruz, 30 Matrix indígenas, África Liberdade, Santo Padre José de Anchieta, Cultura da paz?, Bandeirantes Modernos, Te desejo Vida, O que é ser defensor dos direitos humanos, afinal?, Boas Práticas Legislativas

Dia da Bandeira

No dia 19 de novembro, é comemorado o Dia da Bandeira do Brasil. O símbolo nacional foi criado para marcar um importante momento histórico para o país, (o fim do Império e o começo da República), quatro dias depois da Proclamação da República, que aconteceu em 15 de novembro de 1889.

9 curiosidades sobre a bandeira do Brasil

  1. Projetada por Raimundo Teixeira Mendes e Miguel Lemos, com desenho de Décio Vilares, a bandeira do Brasil foi desenhada pelo pintor francês Jean Baptiste Debret.
  2. Cada uma das estrelas corresponde a um estado brasileiro. A bandeira deve ser atualizada caso seja criado ou extinto algum estado.
  3. A única estrela que está acima das palavras “Ordem e Progresso” representa o Estado do Pará.
  4. As palavras “Ordem e Progresso” foram inspiradas na seguinte frase do positivista Augusto Comte: “O amor por princípio e a ordem por base, o progresso por fim”.
  5. Quem propôs o lema “Ordem e Progresso”, um resumo da teoria de Comte, foi o político Benjamin Constant.
  6. A bandeira é considerada um símbolo nacional. Os outros quatro símbolos nacionais são: Hino Nacional, Armas Nacionais e Selo Nacional.
  7. A bandeira do Brasil é hasteada de maneira permanente na Praça dos Três Poderes em Brasília. No primeiro domingo de cada mês, é feita uma cerimônia para troca da bandeira.
  8. A bandeira da República é uma releitura da bandeira do Império.
  • 9. O Brasil é o único país que o desenho da bandeira respeita a posição astronômica das estrelas. Natália Plascak Jorge

Nacionalize-se: Brasil termina Parapan em 1º lugar e faz a melhor campanha da história, Boas Práticas Legislativas, O Brasil visto do Céu, As 11 ideias de negócio mais procuradas pelos brasileiros

As Aventuras de Raul Seixas Na Cidade de Thor

As Aventuras de Raul Seixas Na Cidade de Thor – Raul Seixas

Tá rebocado meu compadre
Como os donos do mundo piraram
Eles já são carrascos e vítimas
Do próprio mecanismo que criaram

O monstro SIST é retado
E tá doido pra transar comigo
E sempre que você dorme de touca
Ele fatura em cima do inimigo

A arapuca está armada
E não adianta de fora protestar
Quando se quer entrar
Num buraco de rato
De rato você tem que transar

Buliram muito com o planeta
E o planeta como um cachorro eu vejo
Se ele já não aguenta mais as pulgas
Se livra delas num sacolejo

Hoje a gente já nem sabe
De que lado estão certos cabeludos
Tipo estereotipado
Se é da direita ou dá traseira
Não se sabe mais lá de que lado

Eu que sou vivo pra cachorro
No que eu estou longe eu tô perto
Se eu não estiver com Deus, meu filho
Eu estou sempre aqui com o olho aberto

A civilização se tornou complicada
Que ficou tão frágil como um computador
Que se uma criança descobrir
O calcanhar de Aquiles
Com um só palito pára o motor

Tem gente que passa a vida inteira
Travando a inútil luta com os galhos
Sem saber que é lá no tronco
Que está o coringa do baralho

Quando eu compus fiz Ouro de Tolo
Uns imbecis me chamaram de profeta do apocalipse
Mas eles só vão entender o que eu falei
No esperado dia do eclipse

Acredite que eu não tenho nada a ver
Com a linha evolutiva da Música Popular Brasileira
A única linha que eu conheça
É a linha de empinar uma bandeira

Eu já passei por todas as religiões
Filosofias, políticas e lutas
Aos 11 anos de idade eu já desconfiava
Da verdade absoluta

Raul Seixas e Raulzito
Sempre foram o mesmo homem
Mas pra aprender o jogo dos ratos
Transou com Deus e com o lobisomem

Mude conceitos, você pode e deve: FALANDO SOBRE PATO FU, Cambalache, HOJE., MEDIEVAL CLASSIC ROCK, Aluga-se, IRÔNICO, MEDICINAL VIBES, VIRTUDE, INSTANTLY AGELESS ™, EU SOU O MEU DEUS., KID VINIL, BECAUSE I GOT HIGH, Só Pra Variar, RUMI, SAADI, HAFIZ (POEMS AND QUOTES), MONÓLOGO AO PÉ DO OUVIDO / BANDITISMO POR UMA QUESTÃO DE CLASSE

Piratas do Tietê vão invandir os cinemas

A densa crítica política, sempre denotada por Laerte, tratando de decisões decorrentes da atual quebra de amarras de Laerte, o roteiro investe, abstratamente, em temas atuais como o policiamento, a expectativa de padronização (em campos sexuais e de castração) e uma politicagem torpe, à frente de reflexos sociais nefastos. Mas é muito justo com o espectador alertar de que se trata de uma obra sem começo, meio e fim. Tudo se faz presente e agora, longe de ordenamentos ou medidas harmônicas. Ricardo DaehnDivirta-se Mais

O filme A Cidade dos Piratas, de Otto Guerra (Até que a Sbornia Nos Separe), em desenvolvimento há mais de 20 anos, criados em 1983, os Piratas do Tietê é baseado na obra da cartunista Laerte. A distribuição ficará a cargo da Vitrine Filmes e a animação deve ser concluída até o término do próximo mês de março (via Variety).

É um desenho animado para crianças. Mas crianças espertas“, ressalta o realizador, em entrevista ao Uol. O projeto deve levar toda a irreverências dos sádicos e divertidos piratas, que navegam a extensão do Tietê, mais famoso rio da cidade de São Paulo, buscando vítimas para saquear ou para, simplesmente, torturar, são figuras perfeitas para realizar um contraponto histórico à realidade política e social do Brasil.

Laerte

A própria Laerte torna-se personagem do longa, interpretando o papel da autora que deseja impedir a produção de A Cidade dos Piratas – no início dos anos 90, Laerte realmente chegou a renegar seus personagens, logo após sua mudança de gênero. Segundo Guerra, o filme é um documentário animado que mistura ficção e realidade.

Descrito como uma história non-sense, única e universal ao mesmo tempo, A Cidade dos Piratas ainda não tem previsão de estreia. AdoroCinema

What The Health

What The Health (2017) Dublado em português / Filme completoYouTube

“What the Health”, lançado pela Netflix, feito pelos mesmos produtores de “Cowspirancy”, documentário de apelo ambiental bastante interessante apesar de tendenciosa, busca se aprofundar mais no argumento “da saúde” para
justificar uma alimentação baseada em vegetais (plant-based diet), adotada por veganos por não conter nenhum alimento de origem animal.
O cineasta Kip Anderson faz uma investigação sobre o que é uma dieta saudável e para isso consulta diversos
especialistas (sendo muitos deles ativistas da causa animal, como é o caso do dr. Greger responsável
pelo site nutrionalfacts.org) para comentar a respeito do consumo de produtos de origem animal.

Veganismo é algo louvável, como ideologia? É sim! Plant-based diets são saudáveis? Se bem planejadas e suplementadas, sim!

Dietas onívoras são saudáveis? Sim, se bem planejadas!

Em tempos de extremos, as pessoas cada vez mais buscam soluções mágicas para lidar com seus problemas, mas o caminho mais sustentável e saudável a longo prazo é o equilíbrio. Devemos tomar muito, mas muito cuidado mesmo com o conteúdo das informações que são propagadas por aí: livro não é confiável. Documentário não é confiável. Até artigo científico não é confiável! Muitos são realmente patrocinados ou extremamente enviesados para fornecer a resposta que o pesquisador espera (cherry-picking) e muitas revistas aceitam publicar esse tipo trabalho, pois infelizmente existe um mercado de publicações, mesmo em periódicos indexados (mas geralmente com baixo fator de impacto). Desconfie sempre e busque um profissional atualizado e de confiança. Rita Rodrigues – desnoiando

O consenso de cientistas, médicos, e nutricionistas é que uma dieta vegana pode ser saudável, mas não é a única dieta saudável, até melhores evidências aparecerem, a abordagem “moderação em todas as coisas” é bem razoável.

O documentário começa com o aforismo de Hipócrates “Que seu remédio seja seu alimento e que seu alimento seja seu remédio”. Hipócrates morreu em 370 A.C. e antes disso havia muita coisa no caminho da medicina eficaz e antes da ciência ter aprendido muito sobre alimentos (como a existência de vitaminas). Então, Hipócrates dificilmente é uma autoridade com credibilidade, mas mesmo que fosse, o apelo à autoridade é uma falácia lógica. Ceticismo e Ciência

Dia dos professores, afinal você é um!?!

O Dia do Professor, comemorado neste 15 de outubro, é uma data que precisa e deve ser lembrada, sempre, para homenagear os diversos mestres que passaram em nossas vidas e foram importantes na nossa formação, responsáveis pelo desenvolvimento intelectual e transmissão de conhecimento da educação infantil, passando pelo ensino superior até o nível acadêmico. JC Online

João Paulo 2º foi escolhido papa, e João Baptista Figueiredo, o último presidente da ditadura militar. Na cultura, a canção “Cálice” fazia sucesso na voz de Chico Buarque e Milton Nascimento, e o mundo assistia ao jovem ator John Travolta no musical “Grease”. Nesse mesmo ano de 1978, no interior de São Paulo, Angela Machado de Vasconcelos começava sua carreira em um colégio da rede estadual paulista.

Desde então o mundo e o Brasil mudaram, e a sala de aula definitivamente não é a mesma. Angela segue na profissão em uma matéria que exige disposição: educação física. Aos 71 anos, 41 de carreira, é a professora mais antiga em atividade na rede estadual paulista. Angela Pinho – Folha de S. Paulo

DADOS DA REDE ESTADUAL PAULISTA

190 mil é o número de professores da rede estadual de SP

72% são mulheres

45 anos é a idade média delas; 46 a dos professores do sexo masculino

23 anos é a idade do professor mais jovem

954 professores da rede estadual atuam em unidades da Fundação Casa

1.102 lecionam em unidades educacionais em presídios

“Jorge, eu sou uma decepção em matemática, então não se assusta com o meu zero”, escreveu a aluna.

Jorge, eu não sou uma decepção em matemática! Então me ajuda a entender melhor?Frase da aluna corrigida pelo professor
“Cometer erros é parte do processo pedagógico e dizer isso com clareza é trabalho do educador.” Professora Cláudia Costin, diretora do Centro de Excelência e Inovação em Políticas Educacionais da FGV (Fundação Getulio Vargas).


“Se a gente quer formar pessoas em um mundo de máquinas, a gente tem de se diferenciar das máquinas. E empatia é a base para a cidadania nesses tempos de ódio em todo o mundo”, compartilha Cláudia Costin. Wanderley Preite Sobrinho. Do UOL, em São Paulo

Poetize-se: CIDADES DEMOCRÁTICAS, POLICIAL DA FLÓRIDA MOSTRA COMO SE TRATA RECLAMAÇÃO DE QUE GAROTOS ESTÃO JOGANDO BASQUETE NA RUA, A RAINHA DE MAIO, Dia do Professor, VIDA SIMPLES, VIA LÁCTEA PELO NAVEGADOR, MEDICINA TRADICIONAL YANOMAMI ON-LINE, Em progresso, Presente, SIM Professor!!!, A HISTÓRIA DO JARDINEIRO DE OXALÁ, VIDA INTELIGENTE., LEI BRASILEIRA DE INCLUSÃO DAS PESSOAS COM DEFICIÊNCIA

Comente com sabedoria. E seja feliz!!!

Dia Nacional do Guarda Civil Municipal

Observe mais: GTA IV – GCM : Duster Guarda Civil Metropolitana de São Paulo, SANDUÍCHES SEM PÃO, PHILIP K. DICK, DIA DO GUARDA CIVIL, TORNE-SE UM MENDIGO., CARTA DE UM POLICIAL NOS PROTESTOS DE SÃO PAULO, ADORO ESSA PARTE DA ANATOMIA FEMIMINA., MEDICINA TRADICIONAL YANOMAMI ON-LINE, ÍNDIO EDUCA, PRINCÍPIOS: O USO DA FORÇA, REMÉDIO QUE CURA QUALQUER DOENÇA, ONDE FUI ROUBADO, RESERVE™, A HISTÓRIA DO JARDINEIRO DE OXALÁ, SÓ ISSO!, UM GOLPE EDUCADO!, POLICIAL DA FLÓRIDA MOSTRA COMO SE TRATA RECLAMAÇÃO DE QUE GAROTOS ESTÃO JOGANDO BASQUETE NA RUA

Kathrine Switzer e a Maratona de Boston de 1967

The Boston Marathon is seen as the ultimate marathon that many runners aspire to achieve and conquer. In 1967, history was made as Kathrine Switzer became the first official woman to run the Boston Marathon.

Shaken by the incident, she nevertheless went on to not only finishing but also become a historical figure around the world for sports equality. She also later played a driving role in making the Women’s Marathon an Olympic event.
Kathrine Switzer abriu caminho para uma cultura diferente no dia 17 de abril de 1967, uma data que mudou a história do esporte. Decidida a ser protagonista de sua própria vida, ela escolheu a corrida como esporte quando foi aceita no curso de jornalismo da Universidade de Syracuse. Ativo
“A ideia de correr longas distâncias era questionável entre as mulheres, porque, na cabeça de muita gente, uma atividade esportiva intensa faria com que a mulher ficasse com pernas grandes, tivesse bigode, pelos no peito e o útero deixasse de funcionar”, recorda a americana.

Kathrine Switzer foi a primeira norte-americana a correr oficialmente em Boston
Kathrine Switzer sendo empurrada por Jock Semple na Maratona de Boston de 1967

A movimentação chamou a atenção de Jock Semple, escocês que comandava a prova com rigidez. Depois de saber que havia uma mulher entre os participantes, Semple se apressou para afastá-la e com truculência, empurrou a jovem e ordenou: “Caia fora da minha corrida e me dê esse número de peito”.

“Naquele momento, eu pensei: ‘Vou terminar essa corrida do jeito que for’. Ninguém acreditava que eu podia fazer aquilo e, de repente, percebi que, se eu não terminasse, as pessoas realmente acreditariam que as mulheres não mereciam estar ali”.

Com dores em diversas partes do corpo, ela concluiu a maratona em 4h20min. Na madrugada seguinte à prova, voltando para a universidade, notou que seu feito tivera grande repercussão.

“A corrida me mudou completamente. Nessa época, eu era magra, insegura e sentia que cada milha era uma vitória”, disse. Como a universidade não tinha uma equipe feminina de corrida, a única alternativa era treinar com o time masculino de cross country, comandado pelo treinador Arnie Briggs.

Kathrine Switzer precisou superar muito mais do que os 42 quilômetros de corrida para se tornar a primeira mulher a oficialmente completar a tradicional da cidade de Boston de 1967, nos EUA: ela não só foi verbalmente agredida por outros corredores, que tentaram obriga-la a não usar maquiagem na pista, como foi fisicamente agredida por um juiz, que tentou retira-la da pista à força e aos gritos, sendo impedido pelo namorado de Kathrine. Vivimetaliun

KSwitzer6

Para comemorar os 50 anos de seu feito, Kathrine decidiu participar da edição de 2017 da mesma maratona, aos 70 anos de idade. Depois da Maratona de Boston de 1967, ela acabou sendo expulsa do União Atlética Amadora, da qual fazia parte, mas se tornou instantaneamente uma celebridade e um ícone da luta por igualdade de gêneros.

KSwitzer2

© fotos: divulgação fonte: via

Além de construir uma forte carreira como maratonista, Kathrine permaneceu como uma militante feminista dentro dos esportes até hoje. O que hoje pode parecer simples, na realidade tornou-se um fato histórico, e a dimensão profunda do machismo e da misoginia na sociedade ainda hoje pode ser medida por essa história.

Kathrine Switzer foi a primeira norte-americana a correr oficialmente em Boston
Pelotão de elite feminino na Maratona de Boston

“Não passo um único dia da minha vida sem agradecer a Jock Semple. Ele me assustou e me enfureceu, mas também me inspirou”, diz.

Em maio de 1988, Semple foi derrotado por um câncer e Kathrine foi uma das últimas pessoas a visitá-lo no hospital.

tumblr: Motoqueira Fantasma, A corrida de Motos mais insana que você já viu, Cinquenta Tons de Cinza, Pedal sinalizado, Pin-up, Tratamento caseiro para Baixar o Colesterol, Luiz Gonzaga Leite, o Guarda Luizinho!, Bumblebee era um Fusca???, Nikola Tesla, Looper, Glândula Pineal

Mônica Lopes Ferreira toma o chá de agrotóxico, aceita um gole?!?

https://youtu.be/eR-RCyOxg7UVídeo: Agrotóxicos são seguros? por Mônica Lopes-Ferreira – Daniele Bragança (Texto e Vídeo), Márcio Lázaro (Edição)
Há 30 anos, a imunologista Mônica Lopes Ferreira desempenha uma celebrada carreira no Instituto Butantan, instituição pública centenária ligada à Secretaria da Saúde de São Paulo, que atua como centro de pesquisa biológica.A imunologista analisou dez agrotóxicos que estão entre os mais utilizados no Brasil e revelou que todos, em qualquer quantidade aplicada, causam graves prejuízos à saúde humana. São eles: abamectina, acefato, alfacipermetrina, bendiocarb, carbofurano, diazinon, etofenprox, glifosato, malathion e piripoxifem.

Os resultados demonstram que os pesticidas causam mortes e malformação de fetos em embriões de peixe-zebra até mesmo em dosagens equivalentes a até um trigésimo do recomendado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

“Quando ele não matava, causava anomalia, o que para mim é uma coisa extremamente preocupante”, alerta Mônica, explicando que a genética do zebrafish, como é conhecido, é 70% semelhante à dos seres humanos.

O estudo foi encomendado em 2018 pela Fiocruz, pertencente ao Ministério da Saúde – que indicou os agrotóxicos a serem testados, o diretor da Anvisa Renato Porto e a ministra da Agricultura, Tereza Cristina, deram entrevistas contestando o estudo. Além deles, o ex-secretário de Agricultura e de Meio Ambiente de São Paulo, Xico Graziano, que tem ecoado a linha da ministra em seu blog, publicou um tweet desqualificando a pesquisa.

No final de 2018, eu comecei a ser procurada por um pesquisador da Fiocruz e me disseram que eu tinha sido indicada pelo próprio Ministério de Saúde para realizar uma análise de toxicidade por agrotóxicos usando o zebrafish. A Fiocruz, por ser um órgão do Ministério da Saúde, foi quem me enviou os dez agrotóxicos a serem testados, com a tabela já das doses. Essas eram as doses que eles consideram ideal para a saúde humana. Eu fui então testar cada um desses.

Ou eles causam mortalidade nos animais ou eles causam anomalias. Não morreu? Mas o bicho ficou doente, ficou com uma anomalia. Eu não fui a primeira a dizer que agrotóxicos causam problemas. Não fui a primeira e não serei a única. Existem muito estudos sobre isso.

Alguns outros colegas que eu conheço que trabalham com agrotóxicos me relataram que eles também têm sido perseguidos por conta dos agrotóxicos. Eu não sabia, até então, que existia todo um mundo de perseguição contra pessoas que estudam os agrotóxicos. Mariana Simões, Agência Pública/Repórter BrasilEsta entrevista (clique aqui para ler na íntegra) faz parte do projeto Por Trás do Alimento, uma parceria da Agência Pública e Repórter Brasil para investigar o uso de Agrotóxicos no Brasil. A cobertura completa está no site do projeto.

O Danio rerio é geneticamente parecido com a espécie humana e possui todo genoma sequenciado.

Os pesquisadores testaram dosagens variadas dos dez agrotóxicos mais usados no país – Abamectina, Acefato, Alfacipermetrina, Bendiocarb, Carbofurano, Diazinon, Etofenprox, Glifosato, Malathion e Piriproxifem –, desde as doses mínimas indicadas pelos fabricantes até concentrações 30 vezes inferiores, e que, portanto, deveriam a princípio ser consideradas inofensivas à vida e ao meio ambiente. A pesquisa mostrou o contrário: mesmo exposto a concentrações mínimas, o Zebrafish apresentava anomalias ou não resistia após ser submetido ao veneno. Oeco

Poetize-se: CIDADES DEMOCRÁTICAS, Conheça 13 maneiras de reaproveitar sobras e cascas de frutas e vegetais, Café com Dengue., VIA LÁCTEA PELO NAVEGADOR, MEDICINA TRADICIONAL YANOMAMI ON-LINE, Desordem mental, depressão e suicídio???, Substituto de agrotóxico: eucalipto, Remédio caseiro para controle de pulgas, A HISTÓRIA DO JARDINEIRO DE OXALÁ, VIDA INTELIGENTE., Inseticida Natural contra lesmas e lagartas, Amazônia S. A., Repelente de pescador, Mapa do envenenamento de alimentos no Brasil

Jesus, O estranho!

Quando criança, Jesus matou um colega com o poder de sua voz, andou sobre um raio de sol e salvou a vida de seu irmão moribundo. Desobedeceu aos pais e destratou os professores. Também foi educado na Índia, com passagem pela Pérsia e até mesmo pela Grécia. E ainda teria ido à Inglaterra, levado por José de Arimateia (o homem que depois, segundo a Bíblia, cuidou de seu enterro). Aventuras na História

Nesse meio tempo, encontrou-se com vários personagens que se revelariam importantes em sua vida adulta. Na juventude, foi um seguidor fiel de João Batista, um essênio, a seita dos judeus ascetas.

A Bíblia é omissa em 26 dos 33 anos de Cristo. O que teria feito durante sua infância, adolescência e boa parte da vida adulta? Muitas fontes antigas pintam um retrato diferente do filho do Deus dos cristãos.

Uma lenda, ainda hoje muito popular naquele país, supõe que Jesus seria egípcio, filho da rainha Cleópatra e do general romano Marco Antônio. Para preservar o fruto de um relacionamento tão perigoso politicamente, ele teria sido doado para ser criado por José e Maria, e seria um bizarro caso de poderosos que doam o filho para ser criado por gente pobre.

Marco Antônio e Cleopatra, por Lawrence Alma-Tadema, 1883; mostra o momento em que Antônio encontra Cleopatra em 41 a.C. / Crédito: Wikimedia Commons

Outras lendas sobre Jesus no Egito se mostrariam decisivas para Ortodoxa Copta, denominação cristã no país e no mundo árabe, hoje com 15 milhões de seguidores.

O nascimento de Jesus está presente nos textos sagrados de outra religião, o Islã. Segundo o Alcorão, tal como na Bíblia, ele nasceu de uma virgem. Mas ali é comparado a Adão, pois ambos vieram ao mundo diretamente pela vontade de Alá.

Os muçulmanos, porém, não o chamam de filho de Alá. Para eles, Jesus é um profeta. E dos grandes, o que antecedeu a Maomé, o maior de todos.

Maria, para os islâmicos, não deu à luz numa manjedoura, mas no deserto – e era solteira. Ao sentir as dores do parto, Jesus falou com ela de seu útero, dizendo para que chacoalhasse a tamareira sob a qual estava abrigada.

Ela deveria comer os frutos que caíssem no chão e beber a água de um riacho próximo — eram presentes de Alá para que se sentisse melhor. Jesus nasceu logo depois.

Quando voltou a Belém, Maria foi ridicularizada. Na sinagoga, o recém-nascido, com apenas 40 dias de vida, falou para a comunidade, que duvidava do milagre e acusavam Maria de ser mãe solteira: “Sou, de fato, servo de Alá. Ele fez de mim um profeta”.

Para além das religiões estabelecidas, histórias da infância de Jesus extrapolam a própria geografia do Oriente Médio. Ele não só teria sido educado na Índia e em monastérios do Himalaia como teria escapado da crucificação, voltado para a Caxemira, passando por Grécia e Pérsia — e permanecido em território indiano até a morte, aos 120 anos.

Quem consolidou a lenda foi o jornalista russo Nicolai Notovitch, em The Unknown Life of Jesus Christ, após visita à Índia, em 1887.

Jesus não era apenas um aprendiz de marceneiro, ou pedreiro (a palavra tekton define melhor um mestre de obras, um faz-tudo, do que um carpinteiro). “Ele sabia ler e escrever e conhecia as Escrituras com bastante profundidade”, diz a historiadora Paula Fredriksen, da Universidade de Boston.

Jesus aprendendo com José, o Carpinteiro, por Georges de La Tour, déc. 1640 / Crédito: Wikimedia Commons
Séforis abriga um grande sítio arqueológico – ruas inteiras com casas judaicas foram desenterradas e preservadas. “Séforis é o lugar ideal para se imaginar a formação do jovem Jesus. Fornecia o ganha-pão para ele e sua família e a instrução que ele certamente recebeu”, afirma Robert Eisenman, professor de religião e arqueologia da California State University.

O autor, de origem gentia, reuniu relatos orais e epístolas. “O Evangelho de Pseudo-Tomé é o mais influente texto apócrifo sobre a infância de Jesus”, diz James Tabor, professor da Universidade da Carolina do Norte. TIAGO CORDEIRO

Uma das passagens do Evangelho de Pseudo-Tomé conta uma história que também está citada no Alcorão. Menino, Jesus fez 12 pássaros de barro durante o sábado. Seu pai, José, o repreendeu, por trabalhar em um dia considerado santo para os judeus.

Como resposta, ele soprou os pássaros, que imediatamente ganharam vida. Em outra passagem, dá vida a um peixinho morto. Certa vez, desafiou seus amigos a subir por um raio de sol que entrava pela janela. Ninguém topou, e então ele mesmo caminhou sobre o raio.

O mesmo evangelho mostra um lado pouco conhecido e sombrio de Jesus. O filho do escriba Anás destrói uma pequena represa que o menino havia construído. Furioso, ele lança uma maldição: “Ficarás agora seco como uma árvore”. E o garoto fica paralisado.

No texto, ele aparece como responsável pela morte de mais dois meninos. Outra criança é amaldiçoada depois de dar um soco em Jesus. Os pais da vítima procuram José e Maria para reclamar e Jesus faz com que fiquem cegos.

“Jesus teve irmãos, disso não resta a menor dúvida”, afirma Robert Eisenman. “Os textos sagrados fazem referência a eles e a cultura e a economia locais não possibilitavam a existência de uma família pouco numerosa.”

Os Evangelhos citam seis, duas mulheres, das quais se desconhecem os nomes, e quatro homens: Tiago, Judas, José e Simão. A interpretação de que “irmãos” é uma tradução aberta da expressão grega adelphos, que dá espaço para considerar que eles eram primos ou discípulos muito fiéis, não se sustenta — ainda que seja a oficial para a Igreja Católica.

Um de seus tutores, de acordo com o Evangelho de Pseudo-Tomé, tenta ensinar-lhe grego. “Diga alfa”, diz o professor. “Primeiro me diga o significado de beta”, rebate o menino. Irritado, o mestre tenta bater em Jesus. E na primeira palmada cai morto.

Um fragmento de um antigo papiro, fornece a primeira evidência concreta a respeito do casamento de Jesus. O texto, escrito em copta, uma língua egípcia baseada no grego, afirma: “E Jesus disse: minha mulher”. Em outro trecho, encontra-se a frase: “ela poderá ser minha discípula”.

A maior candidata a esposa é Maria Madalena, a seguidora que, de acordo com os Evangelhos canônicos, descobriu que o túmulo do mestre estava vazio três dias depois de sua morte e anunciou a novidade aos discípulos (e, com isso, tornou-se a primeira apóstola em sentido literal, a primeira pessoa a divulgar a boa-nova).

Madalena Penitente, por Domenico Tintoretto, 1598 / Crédito: Wikimedia Combina

A professora Karen King, da Universidade Harvard, afirma que esse papiro pode fazer parte de um Evangelho da Esposa de Jesus, um texto apócrifo mais longo com informações sobre a vida conjugal do messias.

O chamado Evangelho da Esposa de Jesus tem semelhanças com o Evangelho de Maria, um texto descoberto em 1896 e publicado em 1955. Nele, Madalena é uma discípula importante, cujos conhecimentos dos ensinamentos de Jesus superam até os de Pedro, o primeiro bispo.

No Evangelho de Maria, Pedro diz a Madalena: “Irmã, sabemos que o Salvador te amava mais do que qualquer outra mulher. Conta-nos as palavras do Salvador, as de que te lembras, aquelas que só tu sabes e nós nem ouvimos.”

Se Jesus foi casado, será que teve filhos?

Os autores Michael Baigent, Richard Leigh e Henry Lincoln defendem que o filho de Jesus e Maria Madalena deu origem à dinastia merovíngia. Donovan Joyce argumenta que Cristo teve vários filhos, que viveram na Cashemira.

A romancista americana Kathleen McGowan foi mais longe: afirma ser ela mesma descendente direta do casal.

Enxergue mais: PRIMEIRAS FOTOS ERÓTICAS COLORIDAS DA HUMANIDADE, Não sou de postar coisas religiosas, mas as vezes, esse tipo de coisa é que me deixa com muita raiva da sociedade!, COMENDO RECIFE, SETEMBRO VERMELHO, Essênios, eventos externos, PLANKTON INVASION, EVOLUSEX, Livros Católicos online, BE MY EYES APP, Você viu my zumbie?, THE STREET STORE, ÍNDIO EDUCA, POR QUE CONSTRUIR UMA POLÍTICA DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL E CULTURA DE PAZ PARA A CIDADE DE SÃO PAULO?, A CARTA DE DEUS À POPULAÇÃO DO BRASIL!, RESERVE™, HO’OPONOPONO, RAPE ME, SANTA BUCETA, FILHOS DA PROSTITUTA, SIGNOS, ORIXÁS E PLANETAS, Jesus Negão

RE 1.017.365

Em abril, o STF reconheceu a repercussão geral do Recurso Extraordinário (RE) 1.017.365, caso que discute uma reintegração de posse movida contra o povo Xokleng, em Santa Catarina. Por isso, no prazo de um ano, a Suprema Corte poderá dar uma solução definitiva aos conflitos envolvendo terras indígenas no país, e garantir um respiro às comunidades que se encontram, atualmente, pressionadas por poderosos setores econômicos.

Por este motivo, no 15º Acampamento Terra Livre (ATL), os povos indígenas decidiram realizar uma vigília em frente ao STF, para chamar a atenção à luta por justiça histórica e em defesa de seus direitos originários.

Entenda do que se trata esse julgamento e o que está em jogo. Mobilização Nacional Indígena


No limite, o que está em jogo é o reconhecimento ou a negação do direito mais fundamental aos povos indígenas: o direito à terra. Há, em síntese, duas teses principais que se encontram atualmente em disputa: de um lado, a chamada “teoria do indigenato”, uma tradição legislativa que vem desde o período colonial e que reconhece o direito dos povos indígenas sobre suas terras como um direito originário – ou seja, anterior ao próprio Estado. A Constituição Federal de 1988 segue essa tradição e garante aos indígenas “os direitos originários sobre as terras que tradicionalmente ocupam”. Do outro lado, há uma interpretação mais restritiva, que pretende restringir os direitos dos povos indígenas às suas terras ao reinterpretar a Constituição com base na tese do “marco temporal”.


A tese do marco temporal defende uma interpretação mais restritiva dos direitos constitucionais dos povos indígenas. Nessa interpretação, defendida por ruralistas e setores interessados na exploração dos territórios indígenas, os povos só teriam direito à demarcação das terras que estivessem sob sua posse no dia 5 de outubro de 1988, ou que estivessem sob disputa física ou judicial.Na avaliação de indigenistas, juristas, lideranças indígenas e do Ministério Público Federal (MPF), essa é uma tese perversa, pois legaliza e legitima as violências a que os povos foram submetidos até a promulgação da Constituição de 1988. Além disso, essa posição ignora o fato de que, até 1988, os povos indígenas eram tutelados pelo Estado e não tinham autonomia para lutar, judicialmente, por seus direitos.

Na origem, o juízo considerou que houve tumulto no exercício da posse da área da reserva pela presença da reserva biológica pela presença dos índios na região, e ressaltou, na sentença, que não há elementos que permitam inferir que as terras sejam tradicionalmente ocupadas pelos índios, ao observar que quem ocupa a área, para fins de preservação ambiental, é a parte autora (Fatma).

No RE, a Funai alega que a decisão, que foi mantida pelo TRF, ofende o artigo 5º (incisos XXXV, LIV e LV) e o artigo 231 – sobre o reconhecimento da posse e usufruto de terras tradicionalmente ocupadas pelos índios – da CF/88. A fundação sustenta que a área em questão já foi reconhecida como de tradicional ocupação indígena, tendo sido afastada a interpretação do artigo 231 da CF/88 pelo TRF da 4ª região, privilegiando o direito de posse daquele que consta como proprietário no registro de imóveis em detrimento do direito originário dos índios. Migalhas

O relator do caso, ministro Edson Fachin, defendeu a ampla participação de todos os setores interessados no tema, dada a importância da matéria. Tal participação pode se dar partir da figura do amicus curiae – termo em latim que significa “amigo da corte” e que permite que pessoas, entidades ou órgãos com interesse e conhecimento sobre o tema contribuam subsidiando o tribunal. Por esse caminho, comunidades e organizações indígenas deverão estar habilitadas a contribuir com o processo. CIMI – CONSELHO INDIGENISTA MISSIONÁRIO

Poetize-se: Radio Yandê, Parabéns Néstle, Adriana Plens e o Tanque Grande, Mão Santa, O papel da lareira, Trator, 30 Matrix indígenas, Território, O Brasil visto do Céu, Mapa da indecência, Conhecimento Ancestral, Bolsa ruralista, quer que desenhe?, Coletores de sementes, Mapa dos ecossistemas intactos da Terra, Biblioteca Web, Princípio do ou não, Árvores?

Fridays For Future


As greves estudantis contra o aquecimento global começaram em agosto de 2018, com Greta Thunberg, de 16 anos, e se espalharam pelo mundo, esta talvez tenha sido a maior manifestação pelo clima já realizada no planeta. Nem as Marchas pelo Clima reuniram tanta gente. E, em alguns casos, os jovens ainda tiveram o apoio dos pais, dos professores e das escolas. Mônica Nunesconexão planeta

Aqui estão algumas diretrizes gerais:

1. As sextas-feiras para o futuro querem que você ataque apenas de uma maneira com a qual se sinta seguro.
2. Muitos atacantes de sexta-feira a sexta-feira têm aprovação da polícia para a greve.
3. É comum que essas aprovações permitam apenas um protesto silencioso e sentado.
4. É improvável que as sextas-feiras do futuro sejam capazes de fornecer apoio jurídico se houver problemas; portanto, a FFF aconselha os grevistas a estabelecer uma ligação com as ONGs locais. Essas ONGs geralmente conhecem advogados locais, que são bem versados em situações de protesto.
5. Somos uma organização de greve pacífica e silenciosa, mas, infelizmente, já vimos exemplos em alguns países, onde alguns indivíduos ou organizações tentam entrar em uma greve com o objetivo de causar problemas. Tome cuidado e priorize sua própria segurança.

Informe-nos se pudermos ajudar com mais perguntas.

#FridaysforFuture é um movimento popular após a ligação de @GretaThunberg à greve escolar.

As crianças em idade escolar são obrigadas a frequentar a escola. Mas com o agravamento da Destruição Climática, esse objetivo de ir à escola começa a ser inútil.
– Por que estudar para um futuro, que pode não estar lá?
– Por que gastar muito esforço para ser educado, quando nossos governos não estão ouvindo os educados?
Greta Thunberg pede que as pessoas batam na frente de sua prefeitura mais próxima, toda sexta-feira. Com uma placa, tire uma foto e publique-a com as hashtags
#Fridaysforfuture
#Climatestrike

A emergência climática é uma questão urgente, já que agrava e amplia as desigualdades existentes. Os seus efeitos vão continuar a crescer e a piorar com o tempo, criando uma ruína para as gerações atuais e futuras. Para a Anistia Internacional, o fracasso dos governos em agir contra as alterações climáticas pode ser a maior violação intergeracional de direitos humanos da história.

“Direitos humanos e a crise climática andam de mãos dadas. Não podemos resolver um sem resolver o outro. As alterações climáticas significam que as pessoas não vão conseguir cultivar alimentos, que suas casas estarão sob ameaça e que sua saúde ficará comprometida. Os governos têm o dever de nos proteger, então por que razão não estão fazendo nada para impedir que as alterações climáticas destruam as nossas vidas?”, questiona Greta Thunberg. Anistia

O Prêmio de Embaixador de Consciência foi criado em 2002 para celebrar pessoas e grupos que promovem a causa dos direitos humanos ao agir em consciência, confrontando a injustiça e usando suas competências para inspirar outras pessoas. Entre os homenageados estão nomes como Nelson Mandela, Malala Yousafzai, Harry Belafonte, Ai Weiwei, os Grupos da Juventude da África Ocidental e Central, Angélique Kidjo, o movimento dos direitos indígenas no Canadá, Alicia Keys e Colin Kaepernick.
A ativista Greta Thunberg e o movimento estudantil Fridays for Future foram homenageados Embaixadores de Consciência da Anistia Internacional em 2019.
Veja também: Felix Finkbeiner: Plant For The Planet, Puta Que Pariu!!!, Índice de Desenvolvimento Humano, O que é ser defensor dos direitos humanos, afinal?, Impostômetro, Portal da Transparência, DECLARAÇÃO UNIVERSAL DOS DIREITOS HUMANOS, O que, de quem?, Só Pra Variar, Cadê os Amarildos?, Um Monte de mentiras, Dia Internacional do Direito a Saber, Velozes e Incompetentes, Semana do Consumidor, Flúor reduz o QI?

Algumas coisas podem esperar!

Santos Futebol Clube


O Suicide Awareness Voices of Educations (SAVE), organização dedicada à prevenção do suicídio, apresenta alguns alertas de comportamento, como dormir muito pouco ou demais, exibir mudanças extremas de humor, isolamento, mostrar raiva ou demostrar desejo de vingança, agir com ansiedade, agitação ou imprudência, dizer que está desesperançoso ou que não tem propósito na vida. Portal da Cidade de Louveira

A genética, a poluição e até os agrotóxicos podem ser considerados como catalisadores de transtornos mentais, também existem fatores como estresse, mudanças bruscas na rotina e acontecimentos que desestabilizam o ser humano, como a perda de familiares. Os jovens são mais afetados por estarem ainda com o cérebro em desenvolvimento.

Se você está passando por um momento difícil, o Centro de Valorização da Vida (CVV) conta com telefones que oferecem auxílio 24 horas, sem custo. Ligue 188 e peça ajuda. Você vai ser acolhido, você vai ser ouvido. Ligue 188 ou converse através do CHAT.

Compartilhar sobre o quão suscetíveis podemos ser, e dividir nossos medos e fraquezas nos afeta profundamente, mas é uma das melhores maneiras de diminuir o fardo das aflições. A campanha do Setembro Amarelo acontece desde 2014, através de uma parceria entre CVV, Conselho Federal de Medicina (CFM) e Associação Brasileira de Psiquiatria (ABP), e visa intensificar a prevenção do suicídio. Blog Netion

Também é possível pedir ajuda através do site, clicando AQUI.


A cor e o mês para a campanha não foram escolhidos à toa, o amarelo representa a chama da vida e a esperança, já setembro, foi escolhido por ser o mês com maior índice de suicídios no mundo e em comemoração ao dia 10 de setembro (Dia Mundial de Prevenção ao Suicídio).

Setembro Amarelo é uma campanha organizada pela Associação Brasileira de Psiquiatria (ABP), em conjunto com a Associação Médica Brasileira (AMB), o Conselho Federal de Medicina (CFM), a Federação Nacional dos Médicos (FENAM) e outras entidades como o Centro de Valorização à Vida (CVV).


No Brasil, é possível receber assistência gratuita nos Centros de Atenção Psicossocial (CAPS), em algumas universidades, e entidades que prestam serviço social e acompanhamento psicológico e psiquiátrico. Além disso, o Centro de Valorização da Vida (CVV) é referência em apoio e assistência emocional, recebendo até 800 mil ligações por ano através do telefone (141). TV Gazeta

Onde estudar maconha medicinal?!?

A comunidade acadêmica tem se interessado pelo tema, especialmente ao acompanhar estudos estrangeiros sobre o uso da maconha no tratamento de doenças como depressão, Síndrome de Hett, Alzheimer e esclerose múltipla.

A Universidade Federal do Rio Grande do Norte está abrindo o primeiro curso sobre o uso terapêutico da cannabis, além das informações sobre pesquisas recentes acerca da maconha medicinal, com foco na redução de dores crônicas e crises epiléticas, os participantes também vão aprender mais sobre a história da erva e de seu uso pela humanidade.

As inscrições podem ser feitas no Sistema Integrado de Atividades Acadêmicas da UFRN. Hipeness


Seguindo a onda de legalização da maconha para uso medicinal e recreativo, universidades pelo mundo todo estão lançando cursos especializados em seu uso medicinal, como é o caso em alguns lugares da Europa e Estados Unidos e Israel, que acaba de criar um curso de pós graduação neste mercado, que tem tudo para continuar crescendo.
Itzhak Harpaz – presidente da instituição, situada entre as cidades de Afula e Nazareth, a Max Stern Yezreel Valley College, completa: A indústria de cannabis hoje é o que a indústria cibernética fez há 10 anos e Israel precisa e pode liderar esta indústria também”. Enquanto isto, o Brasil continua perdendo tempo e dinheiro, já que em 2018 somente os Estados Unidos faturou mais de R$ 20 bilhões. Gabriela Glette


A combinação maconha e faculdade nunca foi uma novidade. Mas na Universidade do Norte do Michigan (MNU), nos EUA, a planta deixou o intervalo e as matadas de aula para virar tema de quatro anos de graduação, surgiu o curso de Química de Plantas Medicinais. Quase metade dos 50 estados norte-americanos já reconhecem o uso terapêutico da planta, sendo que oito unidades da federação legalizaram inclusive o uso recreativo. Nasceu assim um mercado bilionário, mas ainda faltam pessoas capacitadas para lidar com ele.

Somente no ano passado, no mercado legal de maconha e seus usuários movimentados U $ 6.7 bilhões somente nos EUA. A expectativa é de que o volume seja disponibilizado nos próximos anos, atingindo uma marca de U $ 44 bilhões em 2020, tanto para a revista Forbes como para o mercado de erva como a melhor oportunidade de negócios para empreendedores e investidores de startups. A Sociedade Americana de Química criou recentemente uma subdivisão que apresenta os novos lançamentos da indústria nos seus encontros nacionais. REDAÇÃO GALILEU
Reflexo disso é a consolidação e surgimento de novos cursos que visam esmiuçar e formar profissionais em diversas áreas relacionadas à maconha – de cultivo a empreendedorismo, passando por bioquímica e horticultura, conheça 10 universidades que oferecem cursos sobre maconha:

1- Oaksterdam;

2- THC University;

3- Cannabis Training University;

4- Niagara College;

5- Northern Michigan University;

6- Seattle Central College;

7- University of California/Davis;

8- The Ohio State University;

9- University of Washington;

10- Scuola Italiana Della Canapa. Maryjuana

A inteligência coletiva é fundamental no enfrentamento ao proibicionismo e e o preconceito.

O curso online “O uso médico da cannabis no tratamento da dor crônica”, oferecido pelo Centro Brasileiro de Informações sobre Drogas Psicotrópicas (CEBRID), Universidade Federal de São Paulo.

O curso conta com diversos recursos didáticos e interativos, como vídeos, imagens, ilustrações, entrevistas com especialistas, trabalhos científicos para download e discussão de caso clínico. É coisa de alto nível, com um time de pesquisadores que estuda essa querida planta há décadas. Hempadão

Para ter acesso ao conteúdo basta clicar neste link http://www.cebrid.com.br/curso/


O estudo foi divulgado pela Vegetation History and Archaeobotany, segundo o artigo, a maconha deve ter sua origem precisa pelos lados do Planalto do Tibete, próximo ao Lago Qinghai, uma parte especial do planeta. Hempadão
Mude conceitos, você pode e deve: VENDE-SE MACONHA, SNOOP DOGG LION, NAARA BEAUTY DRINK!!!™, MOVIDA A ÁGUA, NEVO™, MEDICINAL VIBES, VIRTUDE, INSTANTLY AGELESS™, NISE – O CORAÇÃO DA LOUCURA., KID VINIL, VIDACELL®, BECAUSE I GOT HIGH, RESERVE™, OIL, WHICH ONE TO CHOOSE HEALTHWISE?, FHC = THC, PLANTEI MACONHA?!?, Cursos de saúde da UFPB: Uso medicinal da maconha

Nothing is happening

Caso você não saiba:

🔥 Ilhas Canárias estão queimando
🔥Califórnia está queimando
🔥 Oregon está queimando
🔥 Washington está queimando
🔥 Columbia está queimando
🔥 Alberta está queimando
🔥 Montana está queimando
🔥 Nova Escócia está queimando
🔥 Grécia está queimando
🔥 O Brasil está queimando
🔥 Portugal está queimando
🔥 Argélia está queimando
🔥 Sibéria está queimando
🔥 A Amazônia boliviana está queimando

⛈Texas está debaixo de água
⛈ Índia, Paquistão e Nepal com enormes Monsones estão debaixo d’água
⛈ Serra Leoa e Nigéria com inundação maciça debaixo d’água

🌞 Itália, França, Espanha, Suíça, Hungria, Polônia, Romênia, Bósnia, Croácia e Sérvia são atacados por uma impressionante onda de calor
🌞 sul da Califórnia sob onda de calor infernal
🌞 Excepcionalmente em agosto, a cidade de San Francisco alcançou os recordes de 106 graus, quando chega a 115 graus Fahrenheit. Enquanto a Carolina do Norte ainda está cozinhando no inferno.
🌞 Groenlândia (a ilha que o presidente Trump quer comprar) é debatida em sua pior crise ambiental devido ao forte calor. Como se isso não bastasse, a possibilidade de um nível de tempestade solar X10 C.M.E é anunciada para as próximas semanas. O maior já registrado. Thuka Samarsdn – Facebook

Você ainda acha que nada está acontecendo?

Dia do Guarda Civil

Folha Dirigida

Os Guardas Civis apresentam-se como uma alternativa à segurança pública no Brasil. Todos os povos, sempre, ao se reunirem em grupo, passaram a necessitar da figura altaneira do “Guardião da Lei e da Ordem”, muitas vezes representado pelo próprio chefe da tribo, ou, então, sendo delegado este poder de polícia à determinadas pessoas do grupo.

Os Guardas Civis estão nas ruas para zelar pelo bem-estar da população, visitar uma escola, prender um bandido, tirar de circulação uma arma, atender um acidente de trânsito, ser psicólogo em brigas de família, passar frio, calor, existem ocorrências que podem durar minutos, até horas, e eles estão lá, firmes. Então, hoje o papel da Guarda Municipal representada por estes homens e mulheres é extremamente diverso e exige uma capacidade e vontade acima do normal! PoliceService

Outro momento relacionado é o dia 10 de Outubro. A data, porém, refere-se à corporação em si, ou seja, Dia da Guarda Municipal, instituído em 2009.

Tratada como uma das instituições de segurança mais antigas no País, sua história está ligada ao Império e ao surgimento das forças policiais. A mais antiga registrada é a criação do Regimento de Cavalaria Regular da Capitania de Minas Gerais, criado em 09 de junho de 1775, e da qual participou um personagem, digamos, conhecido: Joaquim José da Silva Xavier, o Tiradentes, um dos líderes da Inconfidência Mineira.

A data começou a ser celebrada em 1966, depois que o primeiro presidente do regime militar, Marechal Humberto de Alencar Castelo Branco, instituiu o Dia do Guarda Civil pela lei Nº 5. 088, de 30 de agosto de 1966. Na Constituição de 1988, os municípios brasileiros tiveram a organização da guarda civil legitimada e assegurada pelo Artigo 144, cujo texto dá poder de constituição das guardas municipais para a proteção de bens e serviços. G1

Poetize-se: SANDUÍCHES SEM PÃO, Fico com pena e levo para casa, DIA DO GUARDA CIVIL, TORNE-SE UM MENDIGO., CARTA DE UM POLICIAL NOS PROTESTOS DE SÃO PAULO, MEDICINA TRADICIONAL YANOMAMI ON-LINE, GTA IV – GCM : Duster Guarda Civil Metropolitana de São Paulo, VIDACELL®, PRINCÍPIOS: O USO DA FORÇA, O CÃO DE GUARDA NOTÍCIAS, ONDE FUI ROUBADO, RESERVE™, A HISTÓRIA DO JARDINEIRO DE OXALÁ, SÓ ISSO!, UM GOLPE EDUCADO!, POLICIAL DA FLÓRIDA MOSTRA COMO SE TRATA RECLAMAÇÃO DE QUE GAROTOS ESTÃO JOGANDO BASQUETE NA RUA, Renildo Paulino Silva dos Santos, Casas de Mediação, Polícia 24 horas

O globo pisou na lua

“Acabei de postar aí uma matéria sobre o Merval Pereira. Palestra por 375 mil reais, tá legal? Tá ok? 375 pau uma palestra no Senac, tá ok? Façam matéria agora. Se vocês não fizerem nenhuma matéria sobre isso amanhã no jornal eu não dou mais entrevista pra vocês, tá legal? Tá combinado? Toda a imprensa. Tá combinado? E tem mais nome também, eu só botei um nomezinho hoje. Não estou perseguindo ninguém. Agora, gastar dinheiro público pra palestras, aí é brincadeira. Fica escrevendo o tempo todo lá críticas, criticar mas mostrar que é uma pessoa isenta, né? Imprensa isenta. Se não fizerem matéria escrita amanhã nos jornais, não tem mais entrevista pra vocês aqui, tá legal?” Gilberto Dimenstein – Catraca Livre

Fato ou Fake: 5 dicas de como checar uma mensagem falsa. Roney Domingos – G1