Engenharia do Consentimento

Bernays acreditava poder convencer as massas a abandonarem sua agressividade primaria e perseguirem um fim socialmente desejável, em um governo sintonizado com suas necessidades de consumo e de felicidade. Livrando as pessoas das frustrações diárias e controlando o desejo irracional por meio da “engenharia do consentimento”, os políticos e empresários eliminariam ao maximo as perturbações sociais, soterrando-as sob um constante bem-estar e prazer. Ele definiu esse modelo da sociedade como Democracity, a cidade verdadeiramente democrática, uma utopia da liberdade e do capitalismo. Daniel C. Ávila – Instituto de Psicologia da USP

A Democracity foi apresentada ao publico na Feira Mundial de Nova York em 1939, na forma de um imenso edifício de forma esférica, na qual era exibida uma maquete futurista da sociedade norte-americana, elaborada pela General Motors. O evento foi um sucesso de publico, atraindo mais de 44 milhões de pessoas. Quantum Generation

Uma citação de Edward Bernays no seu livro “Propaganda”:

“A consciente e inteligente manipulação dos hábitos organizados e opiniões das massas é um importante elemento na sociedade democrática. Aqueles que manipulam este despercebido mecanismo da sociedade constituem um governo invisível que é o verdadeiro poder regulador de nosso país… Nós somos governados, nossas mentes são moldadas, nossos gostos formados, nossas idéias sugestionadas, largamente por homens de quem nunca ouvimos falar. Isto é um resultado lógico do caminho em que nossa sociedade democrática é organizada. Vasto número de seres humanos devem cooperar desta maneira se eles tem que viver juntos como uma sociedade que funciona sem dificuldades… Em quase todo ato de nossas vidas diárias, tanto na esfera da política ou dos negócios, em nossa conduta social ou em nosso pensamento ético, nós somos dominados por um número relativamente pequeno de pessoas…que entendem o padrão de processo mental e social das massas. São eles que puxam os fios que controlam a mente do público.”

Os princípios de influencia e manipulação criados por Edward Bernays, aplicados amplamente pelas corporações ao longo da segunda metade do século XX, fizeram com que elas passassem a ter uma influencia muito forte nos governos de diversos países.
Veja também: Só um minuto!, O que, de quem?, Frase do Dia: Rui Barbosa e a Honestidade, Robin Hulk, Bode expiatório, No Capão Redondo, ninguém sonha em ser médico, Mídia estão de luto, Empoderamento dos recursos, Fair Play, Umbrella Corporation, A culpa é de quem!, Inicie um abaixo-assinado, Carta de um policial nos protestos de São Paulo, De quem é o poder?

Edited by cell

Silêncio, aulas?

Veja também: Planeta dos Macacos, Universidades do mundo, Meio o quê?, Arveres somos nozes, Canal do Ensino, Flash na Biblioteca, Biblioteca Web, A importância do Doutorado, Museu Virtual, Neil Armstrong, Catraca Livre, Vida respeitável, Universidade Aberta do Meio Ambiente e da Cultura de Paz – UMAPAZ, Lixo! Eu?, Empoderamento dos recursos,Orçamento doméstico, Bike or die!, A Melhor plástica de todas!!!, Mídia Ninja,Olimpíadas, A casa dos outros, Meu nome é Jonas, I Have a Dream, Lixo ou resíduos?Edited by cell

Extintion by Japan

Japão enfrenta uma crise demográfica sem precedentes. O país é um dos mais envelhecidos do planeta, graças a uma expectativa de vida altíssima e a uma taxa de natalidade sempre decrescente.
Japão entrou em curva descendente. Grande parte do problema deve-se ao desconhecimento das causas: há quem ache que se deve a um mercado trabalhista cada vez mais temporário e fragmentado, pouco apto para formar uma família; há quem atribua a uma tendência global -a fertilidade mundial passou de 4,99 em 1960 a 2,44 em 2016-. mdig
E há quem diretamente ache que a causa do problema pode ser rastreada à morte do amor. O governo introduziu medidas econômicas que procuram fomentar um renascimento demográfico.

Uma Noite de 12 Anos

“Sem nomes e sem mágoas”. Foi com esse pensamento que os escritores Mauricio Rosencof e Eleuterio Huidobro se dedicaram a escrever as suas “memórias do calabouço”. Juntos com José Pepe Mujica, eles passaram doze anos encarcerados com outros sete colegas, na prisão de Puntas Carretas, onde hoje funciona o Shopping Center mais chique da capital. politize!

O filme Uma Noite de 12 Anos opta por um excelente recurso narrativo para nos situar neste clima de guerra: a câmera realiza uma panorâmica de 360º sobre seu próprio eixo para registrar o encarceramento de pessoas e acompanhar a resistência dos prisioneiros. Dito de outra forma, as cenas iniciais são feitas de maneira a caráter panóptico do sistema carcerário. Essa dimensão panóptica das instituições modernas foi problematizada por Michel Foucault. De acordo com o filósofo, escolas, quartéis, hospitais, indústrias e prisões deixaram um legado comum: a tarefa de disciplinar hábitos, costumes e comportamentos através, por exemplo, de sirenes escolares, exercícios físicos, apitos de fábricas, iluminações semafóricas, dentre outros dispositivos.

O filme “Uma Noite de 12 Anos” mostra a resistência do ex-presidente do Uruguai, do começo ao fim dos anos sombrios da ditadura militar no país vizinho, José Alberto Mujica Cordano, vulgo Pepe, era guerrilheiro no melhor estilo Marighella, tendo um papel importante dentro do grupo político de esquerda Movimiento de Liberación Nacional Tupamaros, no qual ingressou em meados de 1960. Vivimetalium
A formação viria a ser inimiga número 1 do Estado totalitário e suas principais características do movimento subversivo estava o de revelar casos de corrupção no governo e concentração de riquezas de empresários, assaltos a bancos e clubes de armas, sequestros e assassinatos. O dinheiro que conseguiam era distribuído entre a população mais pobre de Montevidéu, atraindo apoio popular. Vivimetaliun

A sua principal lição para o mundo, porém, diz respeito à sua personalidade rudimentar. O político sempre viveu em condições consideradas simples – afinal, o que é mesmo o luxo, não é? -, vivendo numa chácara de um quarto, que divide até hoje com a companheira de guerrilha e de vida Lucía Topolansky desde meados de 1970, tendo como automóvel um Fusca azul de 1987.

Pelo premiado cineasta sérvio Emir Kusturica, que dirigiu o documentário ‘El Pepe, una vida suprema’ sobre a sua trajetória, Mujica foi chamado de “o último herói da política”.

Veja também: José Mujica maconheiro?, Ervas medicinais, FHC = THC, Saudação ao Sol, Comida de gente, Convite à Filosofia, Chás que Ajudam a Emagrecer, Paulo Freire, Jesus Negão, Umbrella Corporation, Piada sem sabor!, O poder da maconha, Casa da árvore, A. A. ou Bêbado Conhecido?!!?

Edited by cell

Coco gas

Usar o banheiro pode parecer a coisa mais natural do mundo, mas para algumas pessoas isso é um verdadeiro luxo, essa era a realidade da população de Jalpatagua, na Guatemala. As pessoas da comunidade eram obrigadas a fazer suas necessidades na mata.

O sistema HomeBiogas foi desenvolvido através de uma cooperação entre os governos guatemalteco e israelense. Trata-se de um sanitário semelhante ao utilizado em embarcações, que usa uma válvula para bombear água. O diferencial, no entanto, é o que acontece depois disso. O aparelho transforma resíduos orgânicos, incluindo fezes humanas, em gás de cozinha, dessa maneira resolvem-se dois problemas: há uma melhoria no saneamento básico e a população ganha comodidade ao cozinhar com um fogão a gás, visto que não necessita mais colher lenha para aquecer os alimentos. VivimetaliunA concentração de animais em locais como assentamentos ocasiona acúmulo dos dejetos produzidos. Esse acúmulo pode se tornar uma grande carga poluidora ao ambiente, principalmente quando esses resíduos atingem cursos d’água.

Os resíduos orgânicos gerados pela criação de animais deixarão de ser um transtorno ambiental para serem transformados em produtos úteis para a população, graças ao projeto Biodigestor, da ONG Engenheiros sem Fronteiras (EsF).

O biodigestor é uma tecnologia que reaproveita os dejetos orgânicos através da decomposição e permite o uso dos produtos resultantes desse processo, que são o biogás e o biofertilizante. No assentamento Trangola, em Currais Novos (RN), dejetos bovinos serão usados para alimentar o biodigestor. A geração e o aproveitamento do biogás a partir desses resíduos é uma alternativa interessante para a comunidade porque possibilitará reduzir o uso do gás de cozinha, reduzindo os custos provenientes da compra do GLP. O biofertilizante produzido será usado na horta da comunidade. Letras Livres

Virada da Saúde


A Virada da Saúde é um evento gratuito com o intuito de aproximar o cidadão ao tema de forma lúdica e divertida, ampliar o seu conhecimento e mostrar o quanto é possível a promoção de sua saúde em espaços da cidade. As atividades seguem quatro eixos de atuação: Cultural, Médico-Assistencial, Bem-Estar e Educação.

Evangelina Vormittag, fundadora e diretora do Instituto Saúde e Sustentabilidade, idealizou a Virada da Saúde como um projeto para a cidade, a partir da realização de uma série de iniciativas, por uma rede de diversos atores, juntos, em prol da promoção da saúde.
A Virada da Saúde foi instituída em 2014 e logo passou a fazer parte do calendário oficial de eventos da cidade. O médico Paulo Frange, que está no sexto mandato na Câmara de São Paulo, decidiu propor o Projeto de Lei como forma de conscientizar a população sobre a necessidade de incorporar hábitos saudáveis em sua rotina. terra

Editado via celular.

Índio? No Brazil? Nunca existiu?!?

MUDE CONCEITOS, VOCÊ PODE E DEVE: Existe Água em SP, Um grande contador de histórias, Quando será anova crise hídrica?!?, ÍNDIOS, POEMA, POESIA E SONETO, GHOST WRITER, NAARA BEAUTY DRINK!!, HUNGU, INICIE UM ABAIXO-ASSINADO, Existe Guarani em SP, Expedição pelas nascentes do Rio Saracura, Expedição pelas nascentes dos Guarani do Jaraguá, Expedição pelas nascentes do Rio Água Preta, Mutirão na lagoa da Aldeia Itakupe no Jaraguá

Editado via celular

Little Free Libraries

Num mundo cada vez mais tecnológico, isso não impede que os livros continuem a existir e sejam parte essencial de nossa formação enquanto cidadãos e seres humanos, o norte americano Todd Bol desenvolveu o projeto Little Free Libraries (pequenas bibliotecas livres), em 2009.

As bibliotecas nada mais são do que pequenas caixas, que podem ser instaladas em qualquer lugar, garantindo que todo mundo possa ter acesso a um bom livro, sem precisar pagar nada. Um projeto simples, colaborativo e de uma importância imensa, que está sendo levado para diversos países e acaba de instalar sua 75.000 biblioteca, na cidade de Jenks – Oklahoma. Vivimetaliun

Editado via celular

Marielle Franco

Mari dizia que ocupar a política é fundamental para reduzir as desigualdades que nos cercam.

Vamos defender e espalhar a sua memória para que mais Marielles possam surgir e mudar a realidade em que vivemos. Marielle Franco

CATAKI

Os catadores coletam cerca de 90% de tudo que é reciclado no Brasil. Trabalhadores autônomos, são a base da pirâmide de um setor não regulado e não reconhecido, sobrevivem com a venda do que coletam.

O Cataki é um processo aberto, sem fins lucrativos e colaborativo.

Precisamos da sua ajuda. Você pode:

  • Cadastrar catadores
  • Trabalho de escritório
  • Captar recursos
  • Programar(Django, Ionic, HTML e CSS)
  • Comunicação e design
  • Outro trabalho voluntário

Fale Consco!


Veja também: Catador de ministro, Brasileiro Reclama De Quê?, Coleta seletiva de lixo, Recribancos, Pneu, De onde você vem?, Tijolo, Antena Caseira dipolo de meia-onda*

Sangue Indígena: no more blood!

A demarcação de terras indígenas é um direito constitucional dos povos originários, reconhecido no Brasil desde 1988. No entanto mais de 400 territórios continuam por demarcar devido aos grandes interesses da indústria de exploração de minério, das madeireiras e do chamado agronegócio, levando a confrontos violentos entre os latifundiários e os indígenas, que acabam muitas vezes feridos ou mortos.

As florestas brasileiras são preciosas para manter a temperatura do planeta abaixo dos 1.5o C e as comunidades indígenas e tradicionais são uma peça chave para travar as alterações climáticas, pois através das suas tradições e culturas mantêm os ecossistemas em que habitam vivos e saudáveis.


Editado via celular.

Vamos juntos!!!

Em 2015 mataram o Watu (Rio Doce), que é uma fonte de vida e energia sagrada para os Borum [Burum], o povo indígena Krenak.

Em 2019 matam nosso Paraopeba, que banha a aldeia Naô Xohã , do povo indígena Pataxó Hã-Hã-Hãe. Xapuri

Editado via celular

O que é ser defensor dos direitos humanos, afinal?

O fato é que ser defensor dos direitos humanos não é algo que se aprende na escola ou faculdade; é algo que se aprende com a vida.

Eleanor Roosevelt (1884-1962) foi a força impulsionadora em 1948 na criação da carta de liberdades, seu legado: A Declaração Universal dos Direitos Humanos. Uma citação celebre da humanitária é:

“Faça o que seu coração acha certo, pois de qualquer forma você será criticado. Você será condenado quer faça ou não.” Diário da Inclusao

A ética dos direitos humanos é a ética que vê no outro um ser merecedor de igual consideração e profundo respeito, dotado do direito de desenvolver as potencialidades humanas, de forma livre, autônoma e plena. É a ética orientada pela afirmação da dignidade e pela prevenção ao sofrimento humano.

Editado via celular

Naomi Klein e a “doutrina do choque”

Vídeo de Naomi Klein, estudiosa da tática militar conhecida como “doutrina do choque”.

O governo deve fazer tudo de ruim e brutal imediatamente para que não haja tempo das pessoas perceberem o que está acontecendo, a cada hora do dia teremos uma novidade, um anúncio, algo “chocante”, semelhantes a bombardeios em locais civis, sem que haja tempo sequer de compreender o impacto ou o sentido da medida. Quando se estiver chorando por algo, as lágrimas nem terão secado e já haverá outro motivo para chorar. O choro, os “textões” indignados pelo fim dos ministérios, as lamentações e as reclamações já estão na conta deles e serão tratados como ações inimigas. Assim, quando as pessoas estiverem bem amortecidas com o grau de devastação, medidas mais “leves”, mas que seriam absurdas em tempos normais, serão aceitas ou até comemoradas como sinal de “moderação” e de “disposição para o diálogo”.

É preciso manter a frieza o quanto possível para entender a forma desse processo, não entrar em desespero e, principalmente, saber que há muito jogo pela frente.

Mude conceitos, você pode e deve: VOTO ABERTO, Empoderamento dos recursos, O analfabeto político, Política, sempre ela.;Carnaval é Perfeição!, INSTANTLY AGELESS ™, Sua segurança?, Inside Job;DECLARAÇÃO IRPF 2012,VIDACELL®, Brasileiro Reclama De Quê?,FILHOS DA PROSTITUTA, Não Foi Acidente,UM MAR DE INFORMAÇÕES!!!,RESERVE™

Editado via celular

Boas Práticas Legislativas

O Movimento Voto Consciente surgiu em São Paulo no contexto de redemocratização do país, após a ditadura civil-militar que durou 21 anos, de 1964 a 1985.
As ações do Movimento são motivadas pelo pressuposto do coletivo, tão necessário e intrínseco à democracia.O voto, além de um direito do cidadão, consiste num poderoso gatilho de mudanças, assim o engajamento encoraja a sociedade civil a não temer políticos corruptos. Laboratório de JO
O Prêmio Paulista de Boas Práticas Legislativas tem como objetivo estimular o reconhecimento de iniciativas de vereadores, servidores públicos, câmaras municipais, escolas do parlamento e organizações da sociedade civil empenhados na elaboração e aprovação de projetos capazes de impactar positivamente a realidade municipal a partir dos parlamentos. Adicionalmente, pretende-se alimentar a base de dados que fique à disposição da sociedade com projetos, autores e contatos, de modo a possibilitar a troca de experiências e estimular o trabalho em rede relacionado a ações legislativas nas diferentes cidades brasileiras.

O Movimento Voto Consciente (MVC) é uma OSCIP (Organização da Sociedade Civil de Interesse Público) com o objetivo de fortalecer os direitos políticos com ênfase no aprimoramento da participação dos cidadãos em geral, o trabalho está concentrado em dois campos de atuação:

a) estímulo e ações de acompanhamento do Poder Legislativo, com ênfase nas esferas locais (estados e municípios) e;

b) estímulo e ações de educação política suprapartidária.

O MVC não tem vínculos partidários e respeita a pluralidade ideológica garantida na Democracia brasileira.

Mude conceitos, você pode e deve: VOTO ABERTO, Empoderamento dos recursos, O analfabeto político, Política, sempre ela.;Carnaval é Perfeição!, INSTANTLY AGELESS ™, Sua segurança?, Inside Job;DECLARAÇÃO IRPF 2012, VIDACELL®, Brasileiro Reclama De Quê?, FILHOS DA PROSTITUTA, Não Foi Acidente, UM MAR DE INFORMAÇÕES!!!, RESERVE™

Editado via celular

Emboabas

A Guerra dos Emboabas foi um confronto travado entre 1708 e 1709 pelo direito de exploração das recém-descobertas jazidas de ouro no sertão das Minas Gerais. Responsáveis pelos achados, os paulistas se instalaram na incipiente estrutura administrativa ali montada e reivindicaram o direito exclusivo de exploração. No entanto, logo que a notícia da descoberta se espalhou, milhares de pessoas migraram para a região, ficando pejorativamente conhecidas como emboabas, em referência às aves de mesmo nome. O aumento considerável do contingente de forasteiros desequilibrou a frágil balança dos poderes locais, ameaçando o domínio dos paulistas. O conflito armado constitui o ápice de uma longa série de pequenos incidentes. Em outubro de 1708, os emboabas iniciam o levante com um ataque de surpresa ao arraial do Sabará sob o comando de Manuel Nunes Viana. Português de origem humilde, Nunes Viana seria logo aclamado governador. Uma afronta direta à Coroa, já que a região estava sob a jurisdição do governador do Rio de Janeiro, D. Fernando Martins Mascarenhas de Lencastre. Ademais, a escolha dos governantes era prerrogativa do rei. Em agosto de 1709, menos de um ano depois do início do conflito, D. Antônio de Albuquerque, recém-nomeado governador do Rio de Janeiro, pisa em solo mineiro determinado a pôr fim à guerra. Ao contrário do seu antecessor, que havia tentado apaziguar os ânimos mas acabou sendo expulso e ameaçado de morte, Albuquerque alcança um êxito surpreendente. Ele destitui Nunes Viana, mas conserva a composição da estrutura administrativa emboaba. No fim, a guerra se encarregou de afastar os paulistas da região, abrindo caminho para a adoção de um novo projeto político.

FONTE: REVISTA DE HISTÓRIA DA BIBLIOTECA NACIONAL. Mania de Historia