SALA SÃO PAULO

image

acustica2

SalaSP_StreetView - Copy 1

julioprestes4

Veja também: Inezita Barroso, LEI ROUANET, FORDISMO??Museu Virtual, 32 Princípios para Lidar com seu DinheiroEm progresso, Processo licitatório?, UNIVERSIDADE ABERTA DO MEIO AMBIENTE E DA CULTURA DE PAZ – UMAPAZ, GOVERNO ABERTO, AUDIOTECA SAL E LUZ, DEUS E O DIABO NA TERRA DO SOL

Neste Chão Tudo Dá

“O Roundup é o espelho do completo ignorante”. Ernest Gotsch

“Neste Chão Tudo Dá – semeando conhecimento e colhendo resultados”.

Documentário realizado em 2008. Como registro de uma viagem à Bahia, o filme fala sobre o pensamento e o trabalho desenvolvido pelo pesquisador e agricultor suiço Ernest Gotsch, que transformou, por meio da prática agroflorestal, uma área de solo pobre em um dos locais com o solo mais fértil do estado. Por meio do contato com essa prática, alguns agricultores rurais começaram a aprimorar suas técnicas agrícolas e melhorar a qualidade de vida de suas famílias. Tv Escola

Veja também: Comer faz bem, Instituto Pindorama, voluntariado., Financiando árvores, Ana Primavesi, Engenheira agrônoma., Clima louco?, O Amaranto Inca Kiwicha invade plantações de soja transgênica da Monsanto nos Estados Unidos, Infinito paralelo, Repo man, Steve’n’Seagulls, Hortas e temperos, Minhocário., Manual de agricultura urbana

Sua cara

nozcerebro
Tomate - coração
Cenoura - olhos
Vinho Tinto - sangue
Marisco - testículos

ALIMENTOS PARECIDOS COM ÓRGÃOS DO CORPO – Formato das comidas dá pistas sobre seus benefícios. Personare

Veja também: Funcional Obsoleto, Você é o que você come., Sugestão de desintoxicação ayurvédica após os excessos., Gengibre, Ver dura?, Parabéns Néstle, A indústria farmacêutica está fora de controle?, O Amaranto Inca Kiwicha invade plantações de soja transgênica da Monsanto nos Estados Unidos, Inside Job, Peixinho!!!, Juan dos Mortos

Cabelos natuloridos

As receitas de tinta de cabelo caseira são fáceis para fazer e de baixo custo, o produto natural vai livrar os fios da exposição aos químicos presentes nas tinturas industrializadas, que podem promover danos severos ao cabelo. As tintas extraídas das plantas não promovem aquele brilho extra, característico das tintas processadas quimicamente.

Cabelos loiros

Ingredientes:
1 xícara de flores frescas ou secas de camomila
1 xícara de calêndulas frescas ou secas
1 litro de água
Panela de esmalte, ou de vidro

Modo de Preparo:
A panela onde irá ferver os ingredientes não poderá ser de alumínio, ou o não vai obter resultados desejados. Leve a água para ferver, e depois que levantar fervura, acrescente as flores, e desligue o fogo. Tampe com um pano, e deixe por 30 minutos. Coe, espere que esfrie totalmente, e transfira para um frasco que possa ser bem fechado. Conserve na geladeira. Poderá usar por no máximo 1 semana. Depois disso, perde as propriedades.

Para aplicar a tinta natural, lave seus cabelos normalmente, seque muito bem com uma toalha, e aplique, ou borrife o preparado nos fios. Deixe por 30 minutos antes de enxaguar.

Para conseguir resultados mais rápidos também pode ir aplicando diariamente. Passe no cabelo um pouco antes de ir dormir, por exemplo, e só retire no dia seguinte.

Dica: Se o seu cabelo for muito longo, acrescente 1 colher de sopa de açafrão no momento em que for colocar as flores na água.

Cabelos castanhos

Ingredientes:
2 xícaras de sálvia fresca ou seca
1,1/2 xícara de alecrim fresco ou seco
1 colher de sopa de vinagre de maçã
Água suficiente para cobrir
Panela de esmalte, ou de vidro

Modo de Preparo:
Leve as ervas para a panela e deposite água o suficiente para cobrir tudo. Espere ferver, e baixe o fogo para o mínimo. Deixe cozinhando por 6 horas, mexendo ocasionalmente, e acrescentando um pouquinho de água se necessário.

Deixe esfriar, e só então acrescente o vinagre de maçã, mexendo bem. Depois de lavar o cabelo, aplique a mistura e deixe por meia hora antes de enxaguar. Repita quantas vezes for necessário para que o cabelo fique bem pintado.

Cabelos pretos

Ingredientes:
3 colheres de sopa cheias de chá preto
3 xícaras de água fervente
Recipiente plástico

Modo de Preparo:
Coloque o chá no recipiente e jogue a água fervendo por cima. Deixe em infusão por meia hora. Lave o cabelo como de costume, e derrame a mistura de chá nos fios, espalhando bem para cobrir todos. Deixe 20 minutos, e enxágue em seguida.

Para que o cabelo consiga manter-se escuro por mais tempo, lave-o com água de nogal. Prepare-a fervendo as cáscaras de nogal negro em um litro de água e enxágue o seu cabelo com este preparado.

Para escurecer os detestáveis fios brancos, a dica é preparar uma loção de tabaco. Ferva 20 colheradas de água e duas colheres pequenas de tabaco durante 30 minutos. Coloque a mistura em uma garrafa de vidro e aplique-a em seu cabelo, repetindo o tratamento até atingir o tom desejado.

Cabelos vermelhos

Ingredientes:
200 gramas de pó de henna (certifique-se que é de boa qualidade)
2 xícaras de suco de limão
Pente
Papel filme
Tigela de plástico, ou vidro

Modo de Preparo:
Misture bem o suco de limão com o pó de henna, e deixe no recipiente por 6 horas. A mistura vai engrossar um pouquinho. Separando o cabelo por mechas, vá aplicando a mistura, e penteando para distribuir de maneira uniforme. Depois de passar por todos os fios, envolva o papel filme na cabeça, e deixe por entre 2 e 3 horas. Lave em seguida.

Notas importantes

Fazer sua própria tinta pode ser mais barato, mas não se iluda, exige tempo, e repetição nas aplicações até que se consiga a tonalidade que se quer
Não espere cores vibrantes de tintas caseiras. Se quer o cabelo rosa choque, ou azul bebe, tem mesmo que optar pela tinta industrializada
Não é porque o produto é natural que é absolutamente seguro. Faça o teste de aplicar um pouquinho abaixo do braço para testar se haverá, ou não, reações alérgicas. Gislaine Rabelo

Veja também: Chás que Ajudam a Emagrecer, O povo da caixa, Xeque Monte, Sucos verdes, A Melhor plástica de todas!!!, FORDISMO??, A indústria farmacêutica está fora de controle?, Dia Mundial do Meio Ambiente., Repelente de pescador, Piada sem sabor!

Vinte centavos

Pra quem não entendeu ainda: os vinte centavos, um por um:

00,01 – a corrupção
00,02 – a impunidade
00,03 – a violência urbana
00,04 – a ameaça da volta da inflação
00,05 – a quantidade de impostos que pagamos sem ter nada em troca
00,06 – o baixo salário dos professores e médicos do estado
00,07 – o alto salário dos políticos
00,08 – a falta de uma oposição ao governo
00,09 – a falta de vergonha na cara dos governantes
00,10 – as nossas escolas e a falta de educação
00,11 – os nossos hospitais e a falta de um sistema de saúde digno
00,12 – as nossas estradas e a ineficiência do transporte público
00,13 – a prática da troca de votos por cargos públicos nos centros de poder que causa distorções
00,14 – a troca de votos da população menos esclarecida por pequenas melhorias públicas (pagas com dinheiro público) que coloca sempre os mesmos nomes no poder
00,15 – políticos condenados pela justiça ainda na ativa
00,16 – os mensaleiros terem sido julgados, condenados e ainda estarem livres
00,17 – partidos que parecem quadrilhas
00,18 – o preço dos estádios para a copa do mundo, o superfaturamento e a má qualidade das obras públicas
00,19 – a mídia tendenciosa e vendida
00,20 – a percepção que não somos representados pelos nossos governantes

Se precisarem tenho outros vinte centavos aqui, é só pedir.

Veja também: Comida de gente, Individualidade fugaz, Mosquitos vinho na foto, Ai meu Deus!, Não Foi Acidente, Casas de Mediação, Inside Job, Pra quem não entendeu ainda os vinte centavos, Jô Soares explica um por um