Olimpíadas Brasileiras de Astronomia e Astronáutica

Um estudante de uma escola da Rede Municipal de Ensino de Poços de Caldas, recebeu a medalha de ouro nas Olimpíadas Brasileiras de Astronomia e Astronáutica – OBA -, realizada pela Sociedade Astronômica Brasileira (SAB), em parceria com a Agência Espacial Brasileira (AEB). Otto Spaggiari Goulart de Miranda, de 13 anos, é a aluno do 8°B da Escola Municipal Wilson Wedy Molinari, localizada na região oeste do município. Onda Poços

Voltada para alunos do Ensino Fundamental e Médio em todo território nacional e para escolas de Língua Portuguesa no exterior, a OBA foi realizada excepcionalmente na forma presencial na escola e/ou virtual em 2021.

“Nossa escola está em festa! Para quem não conhece, essas Olimpíadas acontecem todos os anos e, neste ano em especial, foi feita de forma não presencial, através de uma prova online. Através desta prova, os estudantes que participaram tiveram a chance de testar seus conhecimentos em Astronomia. Parabéns a todos que participaram e ao nosso medalhista Otto”, destacou a diretora da E.M. Wilson Hedy Molinari, Ana Maria Lobo.

No nível 3, voltado para alunos do Ensino Fundamental II, o conteúdo inclui Terra: rotação, pontos cardeais, coordenadas geográficas, estações do ano, marés, solstícios, equinócios, zonas térmicas, horário de verão; Sistema Solar: descrição, origem, Terra como planeta; Corpos celestes: planetas, satélites, asteroides, cometas, estrelas, galáxias; Origem e desenvolvimento da Astronomia; Leis de Kepler; Conquista do espaço; Origem do Universo; Fenômenos físicos e químicos: elementos químicos e origem; Gravitação: força gravitacional e peso; Unidade Astronômica, ano-luz, mês-luz, dia-luz e segundo-luz; Constelações e reconhecimento do céu. Em relação à astronáutica, o conteúdo aborda: a exploração de Marte; por que o Brasil deve possuir um Programa Espacial; o efeito estufa e o buraco na camada de ozônio; o corpo humano no espaço; os foguetes Saturno, Ariane, Soyuz, Próton e os atuais das empresas privadas, tipo SpaceX etc.

A Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica (OBA) é um evento nacional realizado nas escolas brasileiras cadastradas.  A participação dos alunos é voluntária e não há obrigatoriedade de número mínimo ou máximo de alunos. A OBA tem como objetivo principal difundir o conhecimento astronômico pela sociedade brasileira, fomentar o interesse dos jovens pela Astronomia e pela Astronáutica e ciências afins. Prefeitura de Extrema

Os alunos que participaram da 24ª edição da OBA (Olimpíadas Brasileira de Astronomia e Astronáutica), mais de 150 alunos do 5º ao 9º ano, 21 deles obtiveram boas notas e foram medalhistas, alcançando 6 medalhas de ouro, 9 de prata e 6 de bronze. Prefeitura de Extrema

As provas foram aplicadas de forma virtual nos dias 27 e 28 de maio, sendo divididas em 4 níveis e em duas modalidades: Astronomia e Astronáutica. Os alunos ganhadores são matriculados das seguintes escolas: E.M Evandro Brito da Cunha, E.M Profº João Orsi de Morais e a E.M José Sebastião Morbidelli.

Mesmo diante de uma realidade pandêmica na qual o acesso remoto é o atual meio utilizado para o ensino, o bom empenho dos alunos nesta olimpíada demonstrou o quanto a área da educação tem trabalhado para a evolução destes jovens que, mais uma vez, são motivo de muito orgulho para os profissionais da educação da Rede de Ensino Municipal.

Confira a lista completa de medalhistas de 2021:

EM Evandro Brito da Cunha

Medalha de Ouro

Karen Azevedo E Paiva Marques (9º ano)

Luiz Rodolfo de Lima Rodrigues (9º ano)

Maria Eduarda Ferreira de Souza (8º ano)

Maria Luiza Aidu Sanchez (8º ano)

Miguel Vaz de Souza (8º ano)

Medalha de Prata

Anne Eduarda Silva Nascimento (8º ano)

Beatriz Santos Xavier Ruas (8º ano)

Bruno Dohoczki Pilotto (6º ano)

Enzo Luiz Novaes (7º ano)

Livia Bengaly Gabry Vianna (6º ano)

Lucas Suekuni Towata (6º ano)

Vinicius Carvalho de Lima (9º ano)

Yasmin Fernandes de Souza (6º ano)

Medalha de Bronze

Anthony Eduardo Rocha Cupertino (6º ano)

João Lucas Vieira da Rosa (5º ano)

Mariely Marques de Oliveira Zani (9º ano)

Vinicius de Souza Dayko (8º ano)

Yuani Emanuelli Nascimento Milagre (6º ano)

EM João Orsi de Morais

Medalha de Prata

Eduarda de Paula Mendes Cardoso (7º ano)

Medalha de Bronze

Pedro Henrique Ferreira Borges; (5º ano)

EM José Sebastião Morbidelli

Medalha de Ouro

Ana Carolina Pereira Góis (8º ano)

Olímpize-se: Nunca atrapalhou!?!, Que comecem os Doodle Champion Island Games!, Querido professor, quem é indígena?, Paulo Freire, A arte de ler.

3 respostas para “Olimpíadas Brasileiras de Astronomia e Astronáutica”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: