Aniversário da revolução de 1964

itauniver1964

“Hoje estamos esculachando não uma pessoa, como fizemos até agora, mas duas empresas, que são mais representativas de toda uma estrutura: a Fiesp e o Itaú. A Fiesp foi uma das principais organizadoras das reuniões, chamadas de grupos de trabalho, onde os empresários se reuniam para contribuir para a caixinha da ditadura”, explicou Lavínia Clara Del Roio. Secretaria de Imprensa Sindicato dos Bancários do ABC

banco-rico-pobre
iraucartazditadura

“A Fiesp é o símbolo da ditadura, que beneficiou a classe dominante. Não à toa Geraldo Resende de Mattos ia todos os dias ao Dops entregar listas com nomes dos trabalhadores a serem perseguidos pelo regime”, disse ao microfone Ivan Seixas, ex-militante do Movimento Revolucionário Tiradentes e atual assessor da Comissão Nacional da Verdade e da Comissão da Verdade do Estado de São Paulo “Rubens Paiva”. CartaCapital

Veja também: Cliente preferido do Brazil, Livros de histórias infantis grátis., Relatório Figueiredo, Dura, Marcha Fúnebre da Arte, Colabora ai gente!, Chico Xavier, Empoderamento dos recursos, Parabéns Néstle, O país da piada pronta!, A história de sempre?, Manifestantes ou vândalos?, I Have a Dream

Umbrella Corporation

Indústria farmacêutica expande diagnósticos e inventa novas doenças.

Adriane Fugh-Berman é formada pela escola de medicina da Universidade Georgetown com especialização em medicina familiar, declara pesquisa a respeito das práticas da indústria farmacêutica e da facilidade com que ela manipula os médicos, usados não apenas para vender remédios, mas também para promover doenças.

Adriane Fugh-Berman
Professora adjunta do Departamento de Farmacologia e Fisiologia da Georgetown, ela recebeu uma verba para estruturar o programa voltado para a educação dos médicos e para expor as práticas de marketing da indústria, os métodos que ela emprega para influenciar a prescrição de medicamentos.
Vendedores bem preparados identificam possíveis formadores de opinião nos centros médicos das universidades: médicos, enfermeiros e assistentes, recebem presentes, atenção, são convidados para jantar. Depois de uma checagem, são escolhidos os que poderão falar em nome da indústria e servir aos propósitos mercadológicos.

The_Umbrella_Corporation_by_Laama_Harakas
“Preserving the Health of the People”. Wikipédia, a enciclopédia livre.

Veja também: A indústria farmacêutica está fora de controle?, Juan dos Mortos, Ervas medicinais, Saudação ao Sol, Mídia Ninja, O que, de quem?, DECLARAÇÃO UNIVERSAL DOS DIREITOS HUMANOS, Salário justo?, Sonegômetro, Semana do Consumidor, Cadê os Amarildos?