Convite à Filosofia

Marilena Chaui, Convite à Filosofia.

O poder judiciário aparece como misterioso, envolto num saber incompreensível e numa autoridade quase mística. Por isso mesmo, aceita-se que a legalidade seja, por um lado, incompreensível, e, por outro, ineficiente (a impunidade não reina livre e solta?) e que a única relação possível com ela seja a da transgressão (o famoso “jeitinho”).
Como se observa, a democracia, no Brasil, ainda está por ser inventada.

“Qualquer coisa que se possa dizer sobre a mídia brasileira será obscena”. Aldeia Gaulesa
filosofosbrasileiros

Veja também: Só um minuto!, A verdade pode estar no ovo, Eu sou o meu Deus., Sábias escolhas., Carta da Terra, Saudação ao Sol, Michael Moore, Individualidade fugaz, Incêndio, apenas 4° andar é salvo., Marx escreve uma carta de repúdio ao professor, Brilho Eterno de uma Mente sem Lembranças, Se sentindo só? Anúncios de solteiros., Porquê eu quis?