Piada sem sabor!

niveisseguroskkk
sazonalidadeagricola
raioxviroufumaça

Veja também: Procon divulga listas de empresas?, Princípio do ou não, Juan dos Mortos, O Amaranto Inca Kiwicha invade plantações de soja transgênica da Monsanto nos Estados Unidos, Agrotóxicos da mesa nossa de cada dia., Ervas medicinais, A indústria farmacêutica está fora de controle?, Na trave!, Água mata?

O Amaranto Inca Kiwicha invade plantações de soja transgênica da Monsanto nos Estados Unidos

No que parece ser mais uma demonstração da sabedoria da natureza abrindo caminho, a espécie de amaranto inca conhecida como kiwicha se converteu em um pesadelo para a Monsanto. Curiosamente esta companhia conhecida por suas diabólicas (“Mondiabo”) práticas se refere a esta erva sagrada para os incas e os aztecas como uma erva maldita. EcoDebate

O fenômeno da expansão do amaranto em cultivos de mais de vinte estados ao largo dos Estados Unidos não é novo, mas merece ser resgatado, acaso celebrando a pericia e talvez até a inteligência desta planta guerreira que se opôs à gigante das sementes transgênicas. Desde 2004 um agricultor em Atlanta percebeu que brotes de amaranto resistiam ao poderoso herbicida Roundup baseado no glifosato e devorando campos de soja transgênica. O site da Monsanto recomenda aos agricultores misturar o glifosato com herbicidas como o 2,4-D que foi proibido na Escandinávia por estar correlacionado com o câncer.

É curioso que o New York Times que há mais de 20 anos escrevia que o amaranto podia ser o futuro do alimento no mundo, agora chama a esta planta uma “superweed” ou “pigweed” uma terminogia que faz uma concepção do amaranto como uma praga.

Segundo um grupo de cientistas britânicos do Centro para a Ecologia e a Hidrologia, foi produzida uma transferência de genes entre a planta modificada geneticamente e algumas ervas “indesejáveis” como o amaranto.

Este fato contradiz as afirmações dos defensores dos organismos modificados geneticamente (OMG): que assinalam que uma hibridação entre uma planta modificada geneticamente e uma planta não modificada é simplesmente “impossível”.

O amaranto aliás, possui mais proteínas que a soja e além disto contém vitaminas A e C. Enquanto nos Estados Unidos se preocupam em como eliminar esta resistente planta que supera a tecnologia da Monsanto: se reproduz em quase qualquer clima, não lhe afetando doenças nem insetos, pelo qual não precisa de produtos químicos. Acaso não seria melhor que escutassem esta mensagem da natureza e tentassem processar alimentos de amaranto?

Casos como a satanização do amaranto nos faz pensar que a industria dos alimentos busca simplesmente manter a população no pior estado físico possível para que possa ser devorada por obscuras corporações e interesses políticos.

Fonte: http://lacasaeuropa.blogspot.com/2009/12…evora.html

Fonte: http://pijamasurf.com/2011/01/la-natural…-monsanto/

Bom saber disto, seria uma boa começar a plantar essa erva em tudo quanto é lugar, principalmente próximas às plantações da Monsanto e outras corporações de alimentos transgênicos no mundo! Fórum Anti Nova Ordem Mundial, publicada pelo EcoDebate, 15/02/2011.

[O conteúdo do EcoDebate é “Copyleft”, podendo ser copiado, reproduzido e/ou distribuído, desde que seja dado crédito ao autor, ao Ecodebate e, se for o caso, à fonte primária da informação]

Caso queira ser incluído(a) na lista de distribuição de nosso boletim diário, basta clicar no LINK e preencher o formulário de inscrição.

Veja também: Mão Santa, Parabéns Néstle, Bolsa ruralista, quer que desenhe?, Empoderamento dos recursos, Economia de mercado, Semana do Consumidor, De onde você vem?, Nossa dose de veneno, O de Otário, Vamos acabar com o domínio da Monsanto

Dia Mundial do Meio Ambiente.

O que vc está fazendo por Ele?

Reciclar reduz a utilização desenfreada dos recursos naturais, economiza água, energia, gera trabalho e renda para milhares de pessoas. Lembrando sempre que Consumismo e Prosperidade são coisas antagônicas.

Os 5 R’s nos ajudam a entender e avaliar melhor nossas atitudes, comece devagar ou se já começou introduza novos hábitos, mas faça disso um jogo diário, o jogo da Vida.

Considere suas atitudes e veja o que pode fazer ainda mais pelo Meio Ambiente.
· Antes de comprar perguntar: Preciso realmente disto?
· Posso ir a pé a determinados lugares em vez de carro? E que tal ir de bicicleta, mais divertido?
· Separo embalagens, matéria orgânica e óleo de cozinha?
· Prefiro embalagens de papel ou papelão?
· Jogo no lixo apenas o que não é mais reutilizável ou reciclável?
· Procuro utilizar produtos de limpeza orgânicos e biodegradáveis ou alternativas caseiras como vinagre, sal, limão e bicarbonato de sódio, mais baratos e que não fazem mal à Saúde e à Natureza?
· Utilizo lâmpadas econômicas e pilhas recarregáveis?
· Evito o excesso de sacos plásticos e embalagens? Hoje temos sacolas de pano bem legais para nossas compras, e não só no supermercado, recuse plásticos na farmácia, nas lojas, e onde mais puder. Sempre esclarecendo à vendedora que plástico polui, por isso não uso.
· Escolha produtos com embalagens mais econômicas, priorize as retornáveis.
· Prefira produtos certificados que não agridam o Meio Ambiente e cobre Empresas quanto ao quesito Saúde. Porque temos que engolir agrotóxicos e transgênicos? Porque os amidos de milho como Maizena e Yoki , ou produtos como Cremogema, Arrozina, Fermento Royal tem o símbolo de transgênico tão pequeno se Transgênico é “legal” ? Não devia vir em letras bem grandes como um benefício?
· Exija qualidade, pois nela está embutida a durabilidade do produto. Portanto, menos resíduos e desperdícios (água, energia e recursos naturais).
· Na cozinha invente receitas e reaproveite de forma integral os alimentos, sendo orgânicos não precisamos descartar as cascas por causa dos agrotóxicos, então podemos aproveitar melhor e diminuir o lixo orgânico.
· Que tal uma composteira caseira, é mais fácil do que você imagina.
· Alugue equipamentos em vez de comprar. Quer um exemplo? Quantas vezes realmente usou sua furadeira? Então você precisava de um furo e não de uma furadeira, não é?
· Utilize melhor seu computador, crie pastas de documentos em vez de imprimir, quando não puder evitar a impressão, faça frente e verso e utilize papel reciclado. Faça blocos de papel-rascunho.
· Crie ou procure artesãos que criam produtos artesanais e alternativos reutilizando embalagens de papel, vidro, plástico, metal, isopor e CDs .
· Doe objetos e roupas que possam servir a outras pessoas.
· Crie a reciclagem em seu prédio, em sua casa ou escritório. Temos estações de reciclagem nos Supermercados e Lojas de materiais de construção, não custa levar até lá, enquanto a Prefeitura não se organiza para isso. Afinal a Prefeitura não se organizou ainda porque nós cidadãos não cobramos dela, assim como não cobramos das Empresas que nos atendem mal ou oferecem produtos ruins e prejudiciais.
Instituto Pedro Cozzi – Espaço DAR VIDA

Veja também: O mar de Aral virou areia., Garfield e fast food.22 de todos os dias, Carta da Terra, Nunca comer., Estresse no seu corpo, Repelente de insetos