Mandrágora

Los poderes de la Mandrágora – Criaturas Legendarias. Canal HISTORIA

Cultive sua Mandrágora de verdade!- DIY HARRY POTTER

Nome científico: Mandragora officinarum; Família: Solanaceae (batata).

O uso da raiz da mandrágora é muito antigo. Na Bíblia, em textos do antigo testamento (no livro do Gênesis e no Cântico dos Cânticos), é citado em Genesis 30:14 e Cantares 7:13. Sandra Rivetti – Jardim Cor

Desde tempos remotos usa-se a mandrágora para os mais diversos fins; dizem que ela possui qualidades de natureza medicinal e, tanto médicos como curandeiros, a recomendavam principalmente como analgésico e narcótico. Mas seu uso ia muito mais além, pois acreditava-se que ela era afrodisíaca e alucinógena. Vale do Mago

Era muito utilizada pelos antigos romanos como anestésico em suas cirurgias, mas em tempos medievais poucos a utilizavam por ser considerada uma planta de mau agouro.

Na Idade Média, acreditava-se que devia ser colhida somente em noite de lua cheia e arrancada da terra por um cão preto, pois se outro animal ou pessoa o fizesse, a raiz gritaria tão alto, que provocaria a morte.

As mandrágoras fazem parte do currículo de Herbologia do segundo ano da Escola de Magia e Bruxaria de Hogwarts. No ano letivo 1992-1993, o crescimento das mandrágoras da escola serviu para fazer uma poção restaurativa para reviver as vítimas de petrificação após a re-abertura da Câmara Secreta. Harry Potter Wiki

Durante a Batalha de Hogwarts, a Professora SproutNeville Longbottom e outros estudantes lançaram mandrágoras sobre as ameias do Castelo para atacar os Comensais da Morte.

Sempre que desenterrada, a raiz grita. O grito de uma mandrágora madura matará qualquer pessoa que o ouça, mas os gritos de uma mandrágora jovem normalmente só farão a pessoa desmaiar por algumas horas. Para estudá-las em Herbologia, a professora Pomona Sprout pede a seus alunos que usem abafadores para proteger seus ouvidos dos gritos. O grito de uma mandrágora é muito parecido com (se não o mesmo que) um grito de banshee, que também é fatal.

Entre as páginas do livro “Harry Potter e a Câmara dos Segredos”, de J.K.Rowling e de obras como “Romeu e Julieta” de William Shakespeare ou até em imagens de filmes como “Labirinto de Fauno”, de Guillermo Del Toro, a mandrágora está presente e desperta curiosidade em quem a vê.  Renata SilvaCiência 2.0

“A mandrágora é uma planta perene e que tem uma grande raiz principal, bifurcada e muito ramificada e que por vezes adquire a forma humana. As folhas têm 30 centímetros e são verde-escuras, ovadas, basais e as flores são de cor amarela ou púrpura”, explicou Carla Lixa, professora de Biologia. Os frutos por ela originados são carnosos e de cor amarela, sendo aromáticos e tóxicos. Foram apelidados pelos árabes como “as maçãs do diabo”, por terem propriedades consideradas afrodisíacas.

A mandrágora, planta que tem várias espécies e não apenas a referida, pertence à família botânica Solanaceae, é conhecida na história de várias civilizações por diversos nomes. A sua nomeclatura foi evoluindo ao longo dos anos, até que o nome científico que conhecemos hoje – Mandragora officinarum L. – foi dado pelo botânico sueco Carl von Linné (em Português, Carlos Lineu), criador da chamada nomenclatura binomial.

Há dois gêneros de plantas de nome “mandrágora” que são bem distintas e de famílias diferentes. Uma é parente do tomate e é considerada a verdadeiraTrata-se da Mandragora officinalis ; possui flores roxas e suas folhas se assemelham às da tançagem. A outra (Bryonia dioica) é parente da abóbora e possui as folhas em forma de palma; tem flores brancas e pequenos frutos vermelhos; é também conhecida como “Nabo-do-diabo”.

O nome mais abrangente desta planta, de acordo com o trabalho de Carla Lixa, provém do inglês, “mandrake”, ou seja, por um lado homem, devido à raiz que parece ter uma forma humana, por outro o “drake”, derivado de dragão, que faz alusão aos poderes mágicos.

Acreditava-se que a mandrágora tinha poderes mágicos, tendo sido associada muitas vezes a rituais de bruxaria, e que servia como tratamento, por exemplo, para a infertilidade. Ao longo de vários séculos, autores clássicos, como Sócrates, Demóstenes, Macróbio e Teodoreto, escreveram sobre as propriedades soníferas e anestésicas desta planta.

Mandrágora

De acordo com Rubim Almeida, docente de Biologia da Faculdade de Ciências da Universidade do Porto, consultado pelo Ciência 2.0, todas as mandrágoras “contêm alcaloídes (atropina, escopolamina, etc) que provocam delírios e outros efeitos hipnóticos e depressivos que podem causar muitos outros sintomas como bradicardia, delírios, vómitos e morte”.

No jardim de plantas mágicas e medicinais da Europa medieval do Cloisters, a filial do Museu Metropolitan à beira do Rio Hudson, no extremo norte de Nova York, reluzia a estrela em questão: a mandrágora. Marcelo Marthe – veja

Devido às dificuldades em encontrar mandrágoras em países fora da Europa, quando se trata de fins mágicos, utiliza-se, ao invés delas, o gengibre ou o ginseng. Ambas raízes também têm aspectos que se assemelham a um ser humano (antropomorfismo), com a vantagem de não serem venenosas.

Talvez, na Idade Média, onde as matas europeias eram mais densas, fosse mais fácil encontra-las na natureza. Hoje é realmente algo raro de se ver.

Teofrasto, filósofo grego que escreveu o primeiro tratado sobre plantas, contou, no livro “Enquiry Into Plants II” a história da lenda das mandrágoras que passamos a citar: “O herborista só o poderia fazer à noite. Primeiro, teria de se inclinar em direção do sol poente e homenagear as divindades infernais, isto é, as forças telúricas. O produtor deveria desenhar três círculos ao redor da planta com a sua espada de ferro virgem. Então, de frente para o oeste para evitar feitiços, ele deveria cortar porções das raízes secundárias. Em seguida, não deveria proceder pessoalmente à colheita pois, no momento em que era arrancada, a planta lançava um grito que matava ou enlouquecia aquele que o ouvisse. Por isso, depois de ter cuidadosamente tapado os ouvidos com cera, o herborista amarrava um cão à planta e atirava-lhe um pedaço de carne um pouco além do seu alcance. O cão corria e caía morto. Mas a mandrágora estava arrancada. Uma colheita tão perigosa merecia uma grande retribuição. Mas que importância tinha, já que a mandrágora reembolsava largamente seu comprador. Bastava fechá-la num cofre para que ela dobrasse o número de moedas que ele continha”.

 Jesse e Katherine Oldfield resolveram fazer um ensaio newborn do filho Theodore baseado em Harry Potter e a Câmara Secreta 

Jesse e Katherine Oldfield são moradores de Oregon, nos Estados Unidos, e grandes fãs de Harry Potter. Quando o primeiro filho do casal nasceu, Sebastian, ele teve um ensaio de fotos em que aparecia como o bruxo em um cemitério e foi um sucesso absoluto. NATHALIA SALVADOvírgula

Por isso, quando Theodore nasceu, eles decidiram fazer exatamente a mesma coisa. Inspirado na cena de Harry Potter e a Câmara Secreta, o bebê recém-nascido aparece como uma mandrágora chorosa, enquanto é observado por seu irmão mais velho.

Mandragoze-se: O colírio de Bald, poção de bruxa!, 4 receitas de bebidas que ajudam você a perder peso, Beterraba, Farmácia nunca mais, Ervas, chás e sucos para limpeza natural dos rins, 19 ervas medicinais, O Mundo Vegetal e as constelações, FAKE X DISCERNIMENTO e CARTA 7 de Platão, DENTE DE LEÃO, Cerveja Amanteigada de “Harry Potter “

Prefeitura e Segurança alimentar

O objetivo da prefeitura de Victória, no Canadá, é garantir a segurança alimentar das pessoas em um período de dificuldades econômicas e instabilidade. CicloVivo

Victória é uma cidade canadense famosa por seus jardins de flores. O clima favorece o cultivo de diferentes tipos de flores e a cidade é conhecida como a capital florida do Canadá, ou a “cidade jardim”. Natasha Olsen

Esta é a primeira vez, desde a II Guerra Mundial, que a prefeitura foca seu trabalho em ajudar os cidadãos a produzirem sua própria comida. O objetivo é garantir a segurança alimentar na cidade em um momento em que muitas pessoas estão com problemas econômicos, o valor dos alimentos está subindo nos mercados e alguns estoques de comida estão baixos.

De acordo com o site da prefeitura, a prioridade será dada a quem perdeu o emprego recentemente, população indígena, pessoas com imunidade baixa ou grupos de risco, famílias em situação de vulnerabilidade social e casos especiais que serão avaliados pela administração municipal.

Até o momento, a equipe de jardinagem municipal já disponibilizou 75 mil mudas para doação, num total de 17 espécies de vegetais: brócolis, alface, tomate, pepino, abobrinha, abóbora-menina, repolho, folhas de mostarda, acelga, couve, manjericão e salsa.

Durante a ação, os estudantes que trabalham com voluntários estão fazendo cursos de agricultura e aprendendo sobre as políticas de crédito agrário do país. A agricultura urbana e familiar é muito valorizada e uma série de medidas e protocolos da prefeitura estimula a população a produzir sua própria comida.

A cidade permite, por exemplo, a criação de galinhas e abelhas nos quintais, estimula a criação de hortas comunitárias, pomares, jardins em telhados verdes e tem um programa especial que patrocina o plantio de árvores frutíferas e de castanhas em espaços públicos. A venda de produtos cultivados em casa também é permitida e estimulada como uma ferramenta de melhorar a economia doméstica.

Süß-Saures Auberginengemüse ,CousCous,Salat

http://wp.me/p425JS-8Nj

Mude conceitos, você pode e deve: ALZHEIMERINSTANTLY AGELESS ™NAARA BEAUTY DRINK!!!DIA DO VOLUNTARIADOSUA CARACASAS DE MEDIAÇÃOVIRTUDESAÚDE NOSSA DE CADA DIA!ADORO ESSA PARTE DA ANATOMIA FEMIMINA.PROJETO VIBRAR PARKINSONA MEDITAÇÃO E SEU CERÉBRO

Editado via celular

Comentar, deixe sua impressão e visite a sua Loja:

Jesusnesse World

Receitas rápidas de verão

“qualquer um pode cozinhar” – Wikipédia, a enciclopédia livre.

O clima mais quente pede a necessidade de se alimentar de forma mais leve e balanceada para não correr o risco de ter complicações na saúde, como indisposição, sensação de peso ou até congestão. A aposta agora deve ser em pratos mais refrescantes e leves, como saladas e peixes grelhados, como estas receitas práticas e fáceis de fazer.

Salada de macarrão

Você pode cozinhar o macarrão e misturar milho, tomate, azeitona, presunto e queijo picadinhos, temperar com maionese e pronto – sirva frio e a qualquer hora! Você ainda pode usar frango, atum, outros legumes e tipos de macarrão (penne e parafuso, inclusive integral) são milhares de opções que você pode tentar, dependendo do seu gosto e do que tiver disponível na geladeira! Pitacos e Achados

Tabule

A salada de origem libanesa pode ser consumida fria é feita com trigo para quibe ao invés das tradicionais folhas verdes. O preparo é bem fácil e os ingredientes, simples: tomates e pepinos picadinhos, hortelã, salsinha e cebola. A parte mais demorada é deixar o trigo de molho, mas depois basta misturar todos os ingredientes e temperar com limão, azeite, noz moscada, sal e pimenta. Daí é só se deliciar!

Salada de grãos

A salada feita com grão de bico, para a receita deixar de molho e cozinhar o grão de bico na pressão. Depois misture com tomates, pimentão verde e cenoura picados, presunto cortado em cubinhos e tempere com páprica doce, azeite, sal e um pouquinho de molho de soja.

Ratatouille

O prato francês pode parecer algo fino e elaborado, mas de complicado o ratatouille só tem o nome, nutritivo e leve, cuja base é de legumes: berinjela, abobrinha, tomate, pimentão verde, cebola e alho. Prepare os legumes cortando-os em cubos ou rodelas/tiras e depois deixe a abobrinha e a berinjela de molho em água com sal. Refogue o alho, a cebola, os tomates e tempere com alecrim, manjericão, tomilho e pimenta do reino. Depois você pode prosseguir de duas formas, se estiver com muita pressa, coloque tudo na panela para cozinhar, se não, pegue um refratário e monte camadas intercaladas de legumes, começando com o refogado de tomates, depois a abobrinha, a berinjela e os pimentões, repetindo a ordem e levando ao forno para assar, pode ser servida tanto quente como fria.

Pudim de gelatina colorida – Bistro da Praça

Pudim de gelatina

Uma opção leve, deliciosa e com cara de verão é o pudim de gelatina, são só 2 ingredientes! Para dar uma incrementada na tradicional gelatina, escolha o sabor de sua preferência e hidrate o pó em ½ xícara de chá de água quente, depois é só misturar com uma lata de creme de leite, dividir em potinhos, decorar com frutas e levar para gelar! Se quiser uma versão mais light, utilize iogurte desnatado no lugar do creme de leite e bata no liquidificador.

Observe mais: MOUSSE DE VINHOYES OU SISTEMA DE MELHORAMENTO DA JUVENTUDESANDUÍCHES SEM PÃOLUMINESCE™COMO PLANEJAR UMA FESTARESERVE™COMIDA COLORIDA, NAARA BEAUTY DRINK!!!SANDUÍCHES SEM PÃOVOCÊ APRENDEU ERRADO NA ESCOLA, INSTANTLY AGELESS ™APPS QUE CUIDAM DO SEU PETMEDICINA TRADICIONAL YANOMAMI ON-LINEVIDACELL®FESTIVAL DE SOPAS CEAGESPARROZ BASMATI COM MILHO (VEGANA)GRAFITE SÃO ARTES PÚBLICAS

1ª Feira de Economia Solidária e Agricultura Familiar

1afeiraecomoniasolidaria

São Paulo recebe a 1ª Feira de Economia Solidária e Agricultura Familiar, projeto desenvolvido pela Secretaria Municipal do Desenvolvimento, Trabalho e Empreendedorismo (SDTE) reúne cooperativas e iniciativas de inclusão através da geração de renda
1afeiraecomoniasolidariaSDTE

A Secretaria Municipal do Desenvolvimento, Trabalho e Empreendedorismo (SDTE) da prefeitura de São Paulo promove de 5 a sábado de maio de 2016, a 1ª Feira de Economia Solidária e Agricultura Familiar. O evento terá exposição e vendas de diversos produtos provenientes de empreendimentos econômicos autogestionários que mantêm algum tipo de convênio com o município.

1afeiraecomoniasolidariabracosabertos

O público tem aproveitado observar possibilidades de presentes, é possível encontrar itens para decoração, vestuário, calçados, colares, brincos, chaveiros, lenços, artesanatos e gêneros de alimentação com preços a partir de R$ 5.

“O objetivo de eu entrar neste projeto é retornar o investimento que a prefeitura faz em nós, que estivemos em situação complicada. A prefeitura vem abrindo portas que nunca foram abertas. Queremos evoluir para um mundo mais sustentável, um mundo melhor”, disse. Antonio Carlos (cooperativista e participante do De Braços Abertos)

Enxergue mais: LUMINESCE™ CELLULAR REJUVENATION SERUMANATELVOLUNTÁRIOMC SOFFIACENTRO DE ESPORTES RADICAISCONSUMO COLABORATIVO E SUSTENTABILIDADECOLABORA AI GENTE!MERCADÃOCIDADES DEMOCRÁTICAS

Sua cara

nozcerebro
Tomate - coração
Cenoura - olhos
Vinho Tinto - sangue
Marisco - testículos

ALIMENTOS PARECIDOS COM ÓRGÃOS DO CORPO – Formato das comidas dá pistas sobre seus benefícios. Personare

Veja também: Funcional Obsoleto, Você é o que você come., Sugestão de desintoxicação ayurvédica após os excessos., Gengibre, Ver dura?, Parabéns Néstle, A indústria farmacêutica está fora de controle?, O Amaranto Inca Kiwicha invade plantações de soja transgênica da Monsanto nos Estados Unidos, Inside Job, Peixinho!!!, Juan dos Mortos

Agrotóxicos da mesa nossa de cada dia.

Da ANVISA (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), sobre os resultados do relatório:

…chama a atenção a grande quantidade de amostras de pepino e pimentão contaminadas com endossulfan, de cebola e cenoura contaminados com acefato e pimentão, tomate, alface e cebola contaminados com metamidofós. Além de serem proibidas em vários países do mundo, essas três substâncias já começaram a ser reavaliadas pela Anvisa e tiveram indicação de banimento do Brasil. De acordo com Dirceu Barbano, diretor da Anvisa, “são ingredientes ativos com elevado grau de toxicidade aguda comprovada e que causam problemas neurológicos, reprodutivos, de desregulação hormonal e até câncer”.

Veja também: Refrigerante, O Futuro da Alimentação, Adoro essa parte da anatomia femimina.Você é o que você come., Semana do Consumidor, Como a indústria do fumo enganou as pessoas?, Viabilidade???, Veneno ecológico para matar ratos., Outros olhos