Tempestade / Love Vigilantes

Pato Fu – Tempestade / Love Vigilantes (ao vivo)

Tempestade – Maskavo

Chegou a tempestade devastando o lugar
E quem viu desesperou-se e comecou a chorar

O frio, queimando as plantas, castigando animais
A fome era o que mais assolava
Matando bons e maus em uma soh tacada

O sol retoma logo a dianteira
Mandando avisar que o ceu eh dele
E que tudo vai mudar

Tudo vai mudar
tudo vai mudar
Tudo vai mudar

E ja nao existia mais tristeza no ar
Assim que o sol nasceu
e comecou a brilhar

A luz tranquilizou toda a populacao
A chuva ja nao nos preocupava
Havia novo gas pra crowd da parada

Eh o sol quem toma conta do planeta
E manda avisar que o seu povo
nao precisa mais chorar
Nao precisa mais chorar
Nao precisa mais chorar
Nao precisa mais chorar


aa…

O sol que toma conta do planeta
Mandando avisar que o ceu eh dele
E que tudo vai mudar
Tudo vai mudar
tudo vai mudar
tudo vai mudar


ooo..
ooo..

Love vigilantes

Pato Ze-se: Diversão em cena – Música de brinquedo 2, com Pato Fu, Pato Fu – Bem Brasil, 1999, Falando sobre Pato Fu, Anormal, Um ponto oito, Vida imbecil, Um dia, um ladrão, Sobre O Tempo

O carro flutuante

Em 1999, estes dois amigos italianos – Marco Amoretti e Marcolino De Candia, cruzaram o Atlântico a bordo de um carro flutuante.

A ideia veio do pai de Marco – Giorgio, que um ano antes de ser diagnosticado com câncer terminal, criou um “automóvel marítimo”. No entanto, ele estava muito doente para concluir a viagem, então seu filho partiu para realizar seu sonho.


Em 4 de maio de 1999, os quatro jovens partiram das Ilhas Canárias para alcançar o outro lado do Oceano Atlântico. Eles usaram um Volkswagen Passat destruído e um Ford Taunus cheio de poliuretano flutuante para completar a viagem.


Depois de 4 longos meses, os dois viajantes chegaram ao seu destino – o Caribe. No entanto, esta história representa muito mais do que o percurso das primeiras – e, talvez as últimas pessoas a atravessar o oceano Atlântico em um carro flutuante. Ela fala sobre superação, realização de sonhos, e sobretudo, ela fala sobre amor. “Agora estou orgulhoso porque mostrei ao mundo que o sonho de meu pai não era impossível”, completa o italiano. Gabriela Glettehypeness

Rr

Setembro Amarelo,você nunca esteve sozinho?

img-20180912-wa0060579368317.jpg

img-20180912-wa0070-290593903.jpg

img-20180912-wa00681824253891.jpg

img-20180912-wa0065-700614682.jpg

img-20180912-wa00661443327307.jpg

img-20180912-wa0062-387330611.jpg

img-20180912-wa00541319302865.jpg

img-20180912-wa0048-563521337.jpg

img-20180912-wa0059-861504893.jpg

img-20180912-wa0053156387473.jpg

Mude conceitos, você pode e deve: CVV, LUMINESCE™, A MEDITAÇÃO E SEU CERÉBRO, SAUDAÇÃO AO SOL, RESERVE™, OS JOVENS, O SUICÍDIO E A AUTOMUTILAÇÃO, VANUSA SABBATH,NAARA BEAUTY DRINK!!!, EM BUSCA DA VERDADE, LIVROS QUE ENSINAM AS CRIANCAS CUIDAR DO PLANETA,INSTANTLY AGELESS ™, MEDO?, ATARI 2600, VIDACELL®, I WILL SURVIVE, HO’OPONOPONO, BESOURINHA, OS CINCO PRINCÍPIOS DE BEM VIVER

Insensatez

Fernanda TakaiInsensatezDeckdisc

A insensatez que você fez
Coração mais sem cuidado
Fez chorar de dor
O seu amor
Um amor tão delicado
Ah, porque você foi fraco assim
Assim tão desalmado
Ah, meu coração que nunca amou
Não merece ser amado

Vai meu coração ouve a razão
Usa só sinceridade
Quem semeia vento, diz a razão
Colhe sempre tempestade
Vai, meu coração pede perdão
Perdão apaixonado
Vai porque quem não
Pede perdão
Não é nunca perdoado

Combien d’entre eux, laissent un tel plaisir à écouter , presque 50 ans après ????. Le talent, la bonne musique est éternelle !!!!. Peace, everybody, everywhere !!!.

FRANK SINATRA & ANTONIO CARLOS JOBIM Medley bossa nova 1967 – oliounidizlove

Observe mais: PERTO DO FOGOLUMINESCE™CLARICE LISPECTOR DO SAMBA, CLARA NUNES.MAKOTA VALDINARESERVE™FALANDO SOBRE PATO FU, NAARA BEAUTY DRINK!!!AELITA ANDRECAPITÃO GANCHO, INSTANTLY AGELESS ™MONÓLOGO AO PÉ DO OUVIDO / BANDITISMO POR UMA QUESTÃO DE CLASSEPOR QUE PINGA?VIDACELL®WELLCOME BOXERVILLE (ADULTO)HO’OPONOPONOEMVOITAVO ANDARMONTE SEU FUSCA

Conhecimento Ancestral

Letra: Gideon dos Lakotas
Voz e Violão: Lucas Avelar
Percussão: Dudu Sanábio

Eis que o 11 se cumpriu a rigor
Em DNA e espírito, o meu amor

O passado sai das sombras e revive
No DNA , todo conhecimento ancestral
teus ancestrais vivos em você
marcha coletiva e marcha individual
Viverá nas gerações que virão
São regras da evolução universal

Herdeiros de conhecimentos acumulados
Eco da experiência humana de gerações
Que orienta a humanidade em teus atos
Sabedoria e experiência, são suas lições
Ouçam a voz dos séculos, é o nosso legado
Ouvidos abertos as tuas recomendações

Eis que o 11 se cumpriu a rigor
Em DNA e espírito, o meu amor

O animal já nasce com os instintos dos pais
Encontra o alimento sem ninguém ensinar
Já com roupagem que lhe dá proteção
Mas o neném humano apenas sabe chorar
Sente fome e não sabe onde procurar
Nasceu nu e precisou alguém lhe amparar
Mas crescendo ganha força e memória
A experiência ancestral fortalecendo a razão
Mas não permita as travas do passado
Travas tradição, preconceito, trava supertição .
Sobrecargas de um passado morto
Teus conceitos atualizados , boa remodulação

Eis que o 11 se cumpriu a rigor
Em DNA e espírito, o meu amor

Quanto vale tua vida, na tristeza e na alegria ?
Amar a vida nos momentos de satisfação
E não existir nos momentos de tristeza ?
A vida não é a culpada da sua desilusão
Nem pela tua alegria, fartura ou pobreza
Veja ancestralidade com bom senso e razão

A vida esta acima da dor e da alegria
Na vida , rosa e chicote experimentado
Precisa amar a vida, ela é tua companheira
Momentos vitorioso e momentos derrotado
Dominar a própria dor, eis a vitória certeira
Tristeza e sofrimento pela vontade suplantado

Eis que o 11 se cumpriu a rigor
Em DNA e espírito, o meu amor

O poder da vontade é a firmeza universal
Esta em toda a parte, poderosa eminência
Quem deseja desenvolver a vontade
Decisão de não temer a resistência
Ser integro e justo na adversidade
Manter-se amável na sua convivência

Influências contrária e conflitos no coração
Aproveite a batalha, exercite a tua vontade
Aprender apaziguar e acalmar tua emoção
A luz da vontade acaba com a tempestade
O frio do cérebro passivo será em vão
Alcançará uma fonte que jorra felicidade

A verdadeira vitória é saber se relacionar
Olhar homens e ver bons companheiros
Ser parte da grande família humana
Na vontade com bom senso, será um luzeiro
Mas no amor de Mitakue Oasin
É força ancestral na luz do teu candeeiro

Eis que o 11 se cumpriu a rigor
Em DNA e espírito, o meu amor.

Veja também: Só Por Hoje, Amor do pai, Batman – O Livro dos mortos, Individualidade fugaz, O Livro de Eli, Licitações, Efeito Borboleta, A Escalada do Monte Improvável, de Richard Dawkins, Olá, mundo!, Via Láctea pelo navegador