Motor elétrico para carros que pode ser instalado nas rodas dos veículos

A britânica Saietta Group criou um novo produto voltado para carros elétricos, que é focado no ganho de espaço e eficácia. A empresa inventou um novo motor, conhecido como AFT 140 (tração por fluxo axial). Valdemar MedeirosClick Petróleo e Gás

Após anos trabalhando no projeto para novos carros elétricos, a empresa está pronta para mostrar o AFT 140, um motor de imã permanente sem escova que é totalmente selado. O objetivo da nova tecnologia da Saietta é transformar os carros elétricos mais eficientes com uma única carga.

A inclusão do motor na roda dos carros elétricos também reduz a complexidade da unidade motriz, permitindo a redução no número de peças necessárias, ou seja, diminuindo o peso total do conjunto. Esta solução permite a maximização do espaço disponível para o chassis e tem a vantagem de se poder adaptar a todo o tipo de veículos.

A inclusão dos motores nas rodas também reduz a complexidade da unidade motriz e permite diminuir o número de peças necessárias algo que, consequentemente, diminui o peso total do conjunto. “Nós não pretendemos tornar-nos num fabricante de plataformas e apenas desenvolvemos um chassis para demonstrar o potencial do nosso inovador motor na roda. Nós queremos trabalhar com criadores de plataformas, complementando ao invés de competir com as suas inovações”, refere Wicher Kist, CEO da Saietta Group. SAPO

Para saber a eficácia do motor nas rodas dos veículos, a Saietta testou a tecnologia em um Renault Twizy. O teste foi feito em Amsterdã, colocando dois modelos Twizy para competir. Um possuía o motor AFT 140 e o outro não, fora isso nada foi alterado. Os veículos dirigiram indefinidamente através de uma gama diversificada de tráfego, temperatura, clima e até mesmo diversas superfícies de estradas, apenas para avaliar se o motor é eficiente ou não.

Para que os testes fossem feitos de forma limpa, cada um dos veículos foi equipado com um laptop que processava todos os dados de desempenho para a empresa New Eletric. O motivo de utilizar o Twizy nos testes é que ele é um veículo de transição perfeito com qual a Saietta pode medir o quanto de batida o seu novo motor elétrico pode aguentar.

Apesar de parecer uma grande novidade, sempre bom lembrar que há mais de 100 anos, entre 1900 e 1905, o Lohner-Porsche usava esse conceito, inicialmente nas rodas dianteiras e, depois, nas quatro rodas. Auto&Técnica

A ideia era tão boa que, quase 70 anos depois, a Boeing e a NASA aplicaram os princípios desse projeto no Lunar Roving Vehicle, o “jipe lunar” que fez parte do Projeto Apollo.

Trazida para os dias de hoje, esta ideia pode trazer diversos benefícios para os veículos sem emissões poluentes, pois os motores elétricos nas rodas do Protean Drive System anunciam ganhos consideráveis em nível do espaço e peso para estes automóveis.

Além disso, poderá transformar carros elétricos que já estejam nas ruas apenas com tração dianteira ou traseira, em automóveis com tração integral. Esta tecnologia apresentada pelos britânicos da Protean Eletric poderá ser a primeira utilização comercial desta tecnologia em veículos de passageiros (a Schaeffer e a Ford, por exemplo, criaram em 2013 protótipos do Fiesta com este sistema), embora já existam aplicações em viaturas pesadas.

Este é um “pacote completo”, que inclui o motor elétrico, o imã permanente e toda a eletrônica exigida para o seu funcionamento. No site da empresa consta que este sistema tem potência de 54 kW (72 cv), que pode ser elevada no máximo aos 75 kW (100cv), o que significa interessantes 200 cv de potência para um modelo com tração em duas rodas. Isto com dois motores elétricos nas rodas que tenham dimensões de 16,5 polegadas de diâmetro e 4,5’ polegadas de largura. Entre as vantagens estão desde a eliminação da transmissão e do eixo da transmissão, bem como a utilização mínima de fiação, o que ajuda a reduzir o peso. Segundo apuramos, um par destes motores elétricos nas rodas acusa apenas 72 kg na balança, marca inferior em 30 kg ao total de 102 kg, por exemplo, da motorização do BMW i3.

Entre os destaques do sistema estão também a eliminação das perdas friccionais de energia por meio da transmissão entre 6% e 8%, num modelo com duas rodas motrizes. Esta situação tem também o benefício de melhorar a capacidade de regeneração da energia nas acelerações e frenagens.

A empresa utilizou um protótipo do Volkswagen Golf para testes, com ajustes específicos para a suspensão, tendo constatado funcionamento com eficácia similar ao do e-Golf. A versão de produção deste componente será fabricada na China, inicialmente com volume baixo, situado entre 5 a 10 unidades por semana.

Na pista, os protótipos com duas e-wheels traseiras (total de 109 cv) mostraram uma aceleração brilhante e enorme estabilidade, combinadas com uma agilidade fora do comum: mérito do controle independente dos motores. A ativação do controle de estabilidade é instantânea, pois ele é ligado ao powertrain elétrico, e não aos freios: a e-wheel reage em 5 a 10 milésimos de segundo, em comparação com 60 a 80 milésimos de um freio hidráulico. Tambores ou discos desaparecem das rodas traseiras: há apenas um pequeno tambor que funciona como freio de estacionamento, já que a desaceleração é con ada aos motores elétricos. Emilio BrambillaMotor Show

Rodeze-se: Reinventando a roda, Itaipu E-400: o primeiro carro elétrico brasileiro, Roda tecnobikelógica, Sobre Rodas, Quem matou o carro elétrico?, eTruck, Giorggio Abrantes, Conversão de veículos elétricos, EmDrive – O motor impossível, BATERIA ULTRA QUICK, Nikola Tesla, Carro autônomo vai atropelar VOCÊ, 900.000 km de elétrico

O lar autossuficiente

Casa pré-fabricada e transportável tem autonomia hídrica e energética

A proposta batizada de Majamaja vai muito além de um lar rústico: trata-se de um modelo pré-fabricado e transportável, que aproveita o melhor dos recursos modernos. Natural de um arquipélago finlandês, o arquiteto Pekka Littow é responsável pelo projeto. Marcia Sousa

A obra é livre de grandes dores de cabeça: dispensa trabalhos prévios de construção, sendo inclusive independente de conexões de saneamento básico. Para tanto, nada é desperdiçado. Há captação de água da chuva e toda a água cinza (usada para lavar louça e tomar banho, por exemplo) é coletada e purificada para reutilização, enquanto os resíduos do banheiro seco são compostados e reaproveitados como fertilizante. 

O uso de água pluvial somado ao sistema de tratamento de águas residuais de circuito fechado garantem a autonomia hídrica. Já a energia é fornecida por painéis solares e uma célula de combustível. Uma bateria de armazenamento ainda permite que o abastecimento solar esteja disponível a qualquer momento. 

A casa também é transportável, uma vez que rapidamente é possível desmontá-la e levá-la aos cantos mais remotos. 

O primeiro projeto de casas Majamaja está em andamento em Helsinque, capital da Finlândia. A previsão é que as primeiras unidades sejam disponibilizadas para aluguel de curto prazo ainda em 2021.

Autosuficienze-se: Receita de Spa em casa, PROJETOS para FAZER EM CASA, 80 atividades para crianças: simples, divertidas, de baixo custo e todas dentro de casa, Organizando a casa, Casa sustentável tem conta de luz de R$ 7,50 por ano, Dê adeus ao mofo e bolor em sua casa de praia: aprenda dicas infalíveis!

Onde estão os humanos?!?

O Cacique Raoni Metuktire foi até a cidade de Sinop, no norte do estado do Mato Grosso, no sábado, 26/9, para fazer exames (acompanhamento devido à Covid-19) e se manifestou a respeito do discurso de Bolsonaro na Assembleia Geral da ONU, em 22/9. Mônica Nunes – conexão planeta

“Isso eu não aceito!”, declarou Raoni. “Ele diz no jornal que tá botando fogo no mato, na floresta. Isso é pura mentira. Por que? Quem está botando fogo são os próprios fazendeiros. Alguns fazendeiros estão prejudicando o mato. Garimpeiro tá prejudicando o mato, a natureza. Madeireiro tá prejudicando a natureza. Eles é que estão botando fogo na floresta”.

S.O.Z.e-se: Grafite na rua, Capivaras na faixa!?!, De que lado você esta?, Ta foda ser brazileiro!!!, Justiça de mierda

Um anticorpo de Gaia para o vírus ser humano

“Enquanto estivermos um olhando pro outro com olhar de competição, de colocar a culpa no outro, e a gente não entender que é uma coisa só, o organismo Gaia, que esteve em febre com o aquecimento global. Gaia estava em febre e agora está de cama! E lembrando que Gaia tem bilhões de anos e nós humanos temos alguns milhares de anos. Ou seja, Gaia não está apegada a nós. O planeta vive muito bem sem nós. Até então nós somos só um vírus que corrói o planeta.

Na visão da Terra, a gente apareceu há uns 2 dias. (…)Talvez a gente seja o grande vírus que está atrapalhando a saúde de Gaia, (…) o sistema imunológico de Gaia operando, assim como nosso corpo começa a produzir os anticorpos quando está sentindo alguma coisa.” (Murilo Gun) Isaias CostaA Soma de Todos os Afetos

Gaia é um ser vivo. Só a proporção de água na Terra e no nosso corpo já deveria ser o suficiente para todos nós compreendermos isso. Ambos tem aproximadamente 70% de água em sua constituição. Toda agressão que causamos à Terra é a nós mesmos que causamos.

dia-da-terra-enfermeiras-e-um-planeta-doente-88681508

Os grandes mestres sempre ensinam que o que está em cima é como o que está em baixo, o que está dentro é como o que está fora (…) . Muitos estudiosos estão escrevendo artigos e desenvolvendo pesquisas dizendo que poderá haver um êxodo urbano a partir dessa pandemia, a questão da densidade demográfica gera muito desequilíbrio no planeta.

As palavras sábias do cacique Seattle, 1856: “De uma coisa sabemos: a Terra não pertence ao homem. É o homem que pertence à Terra. Todas as coisas estão interligadas como o sangue que une uma família; tudo está relacionado entre si. O que fere a Terra fere também os filhos e filhas da Terra. Não foi o homem que teceu a trama da vida: ele é meramente um fio da mesma. Tudo o que fizer à trama, a si mesmo fará”. Unisinos

“O legado é a percepção de que, na perspectiva das naves espaciais, a Terra e a Humanidade formam uma única entidade (Isaac Asimov, New York Times, 9 de outubro de 1982). Nós somos TerraHomem vem de húmus, terra fértil, ou o Adam bíblico significa o filho e a filha da Terra fecunda.

Terra suplica uma atitude diferente face a ela, de respeito a seus ritmos e limites, de cuidado por sua sustentabilidade e de sentirmo-nos mais que filhos e filhas da Mãe Terra, mas a própria Terra que sente, pensa, ama, venera e cuida. Assim como nos cuidamos, devemos cuidar dela.

Gaiaze-se: Fukushima Daiichi, Experimento científico?, Akai Kōdan Zillion, Mãe Gaia, Planeta Terra é um ser vivo !, Favela Orgânica, Nenhuma gota a mais!!!, Resistência Guarani, 10 livros que ensinam as criancas cuidar do planeta, Hino Nacional em dialeto ticuna, A LEI DA ÁGUA, Minhocário.

Casa sustentável tem conta de luz de R$ 7,50 por ano

Uma casa na Austrália foi construída para provar como é possível viver em local luxuoso e confortável, sem abrir de nada, mas sem desperdiçar, sem poluir.

E o melhor de tudo: gastando pouco mais de 2,35 dólares (algo em torno de 7,50 reais) em energia por ano.

Desde sua construção, planejada para o mínimo desperdício de luz natural, essa casa de “10 estrelas” é diferente: ao fim da “construção”, ela gerou somente 3 sacos de lixo. Os materiais de sobra foram devidamente reciclados.

Quando pronta, a casa foi equipada com painéis de energia solar no teto, e um enorme galão para se reaproveitar a água da chuva.

Uma casa ecologicamente correta que ainda torna a vida bem mais leve em nossos bolsos.

Os materiais de sua construção são especiais para aquecerem o interior da casa sem a necessidade de aquecedores – e tudo isso com elegância, conforto e estilo.

A ideia é encorajar a construção de mais casas ecológicas, especialmente através desses benefícios em contas de luz – diretamente proporcionais aos benefícios para o planeta – e da beleza da casa de 10 estrelas australiana. Viver melhor e mais barato é um belo projeto para o futuro.

© fotos: divulgação/fonte:via

Camarote.21 – Especial “Curiosidades Gastronômicas”

Desde sons da cozinha que se transformam em espetáculo musical a um museu que coleciona comidas nojentas.

Veja nesta edição do Camarote.21:

– Sons da cozinha se transformam em espetáculo musical: no espetáculo francês “A tentação da Lula” o elenco é formado por músicos, atores e um chef de cozinha.

– Quando gastronomia e artes plásticas se encontram: no projeto Gastronomia Experimental receitas da alta gastronomia não são servidas em pratos e talheres comuns, e sim em obras de arte.

– A comida do futuro cada vez mais verde e de aparência sintética: organização austro-germânica publica anualmente um estudo sobre tendências na gastronomia.

– Disgusting Food Museum, o “Museu de Comidas Nojentas”, exibe mais de 80 produtos de várias partes do mundo. Entre eles, sopa de morcego e suco de olho de cordeiro.

– Restaurante “einsunternull” se apresenta como parte de uma nova tendência na capital alemã: um movimento que preza pela criatividade e mente aberta. O lema do restaurante é resgatar produtos locais, trabalhar com a simplicidade e de forma artesanal.

– O Ano Novo fora de época dos franceses: anualmente, milhares de pessoas, todas vestidas de banco, se reúnem com suas cestas de piquenique para uma refeição coletiva a céu aberto no chamado “Dîner en Blanc”.

Poetize-se também: Manual de agricultura urbana, Carta da Terra, Anestesia mental.,Dia Mundial do Meio Ambiente., Opção de escolha?, Chora Darwin., Um saco de sal, Batata Frita, o Ladrão de Bicicleta, Garfield e fast food., Hora do Código, Mãe Gaia, Muguets para você!!!

Walter Rocha

#WALTERROCHA# (@walter_design)

Walter Rocha Design natural


Enxergue mais: Curupira, Instituto Pindorama, voluntariado., CONTRA TODOS OS MALES, NAARA BEAUTY DRINK!!!, BOAS IDÉIAS QUE TODOS OS PAÍSES DEVERIAM ADOTAR, Touché Turtle, Robin Hulk, Árvores?, EMV, Biblioteca Web, DIA DA ÁRVORE, Neil Armstrong, COMENDO RECIFE, INSTANTLY AGELESS ™, Hein? hã?, Ferramentas de destruição em massa., MANJERICÃO, BRINCANDO DE LÓGICA, VIDACELL®, RORSCHACH, ENSAIO SOBRE A CEGUEIRA HÍDRICA, PLANETA DOS MACACOS, UM MAR DE INFORMAÇÕES!!!, RESERVE™, Não Foi Acidente, Princípio do ou não, Museu Virtual

Dia mundial da Água, da vida e do planeta!!!

Cantoalagua se celebra cada 22 de marzo, en el marco del día mundial del agua. Gente de todo el mundo se reúne alrededor de ríos, quebradas, océanos y humedales a las 12m hora local, a entonar el canto sentido y sencillo de la sílaba A como un llamado a abrir el corazón y reconectarnos con la naturaleza del agua. http://www.cantoalagua.com/quienessomos

MUDE CONCEITOS, VOCÊ PODE E DEVE:Existe Água em SP, PHOTOSHOP CC 2018 E MAQUETE ELETRÔNICA 3DS MAX 2018 E VRAY: FREE, Um grande contador de histórias, Quando será anova crise hídrica?!?, ÍNDIOS, POEMA, POESIA E SONETO, GHOST WRITER, NAARA BEAUTY DRINK!!, HUNGU, INICIE UM ABAIXO-ASSINADO, BURGUESIA (VERSION ME),INSTANTLY AGELESS ™, SEDE PASSANTES

Editado via celular

Rundling: Um vilarejo em Berlim

Grandes cidades – Berlim: Um vilarejo autossustentável (2016)

A ideia do arquiteto Harald Zenke era simples: criar um Rundling, uma forma circular de vila, composta por 20 casas eletricamente autossustentáveis, construídas pelos próprios moradores e utilizando materiais recicláveis e reutilizáveis dentro de Berlim. A energia térmica e os painéis solares são responsáveis por 2/3 da água quente e da eletricidade. A calefação de todas as casas é gerada por um enorme aquecedor que utiliza a queima de gravetos como fonte de calor. Cada um tem seu próprio lugar, mas os moradores da vila se reúnem para cozinhar e celebrar juntos no espaço comunitário da vila, mantendo, ao mesmo tempo, proximidade e distância entre eles. Tv Escola

Editado via celular

Be.e

Specifications – van.eko

MAX SPEED: 55km/h (limited to 45km/h or 25km/h)

BATTERY: 2,5kWh – 50Ah at 48V (25A discharge rate) – Peak discharge: 90A for 120s

RANGE

Eco mode @45km/h 70-80km
Eco mode @25km/h >100km

Mude conceitos, você pode e deve: Air Purifier Bike, INSTANTLY AGELESS ™, FORDISMO??, Empoderamento dos recursos, Quem matou o carro elétrico?, A importância do Doutorado, The X-Files, NAARA BEAUTY DRINK!!!, Viabilidade???, Filmografia dos carros do cinema, LAMBORGHINI FAZ PARCERIA COM MIT PARA SUPERCARRO ELÉTRICO, Pedala Mundo!, Feliz dia do índio!!!

Felix Finkbeiner: Plant For The Planet

Felix Finkbeiner, desde os 9 anos faz parte de um verdadeiro exército de “embaixadores do clima” que plantam árvores e militam pela salvação do planeta e contra as mudanças climáticas provocadas pela ação humana, ajudou a fundar a Plant For The Planet, um movimento global jovem que recruta garotos e garotas pelo mundo para plantar e conscientizar. Vivimetaliun


Membro Júnior do Conselho Diretivo da ONU Meio Ambiente as suas palavras inspiraram jovens de mais de 90 países a juntarem-se ao movimento, o jovem desenvolveu uma campanha, a “Trillion Trees” que tem como parceiros a World Wildlife Fund e a Wildlife Conservation Society. CATARINA ABREU – The Panorama News

Mude conceitos, você pode e deve: CURSOS NA USP, A RAINHA DE MAIO, HINO NACIONAL EM DIALETO TICUNA, VIDACELL®, GOVERNO ABERTO, PERFEIÇÃO, NAARA BEAUTY DRINK!!!, RECEITA DE ANO NOVO, LIBERDADE DE EXPRESSÃO, Primaveras Revolucionárias, O ESPELHO ENEVOADO, LUMINESCE™

A culpa é do Pedro!?!

“Não podemos culpar só São Pedro, os reservatórios que estão aí foram construídos na década de 50 e 60. Aumentou a população e continuamos com o mesmo número de reservatório, isso já não é suficiente. Se não chove, você entra em uma crise, porque você não tem água para abastecer a todos”, explica Tércio Ambrizzi à jornalista Marilu Cabañas, da Rádio Brasil Atual, é um dos autores presentes no Livro Branco da Água, que trata da crise hídrica e a seca de 2014 e 2015, no estado de São Paulo, organizado pelo pesquisador .

A Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp) nega risco de nova crise hídrica e racionamento. Especialistas veem melhorias no sistema de abastecimento, mas falam que é preciso avaliar chuvas que começam em setembro e outubro.

01_crise-hidrica-sabesp-cantareira_luis-moura_estadao-conteudo_age20150626052

REPRESA ATIBAINHA, NA CIDADE DE NAZARÉ PAULISTA, NO INTERIOR DE SÃO PAULO, QUE INTEGRA O SISTEMA CANTAREIRA (FOTO: LUIS MOURA/ESTADÃO CONTEÚDO)
O Sistema Cantareira, maior reservatório de água da Região Metropolitana de São Paulo, que abastece cerca de 7,5 milhões de pessoas por dia, está em estado de alerta, isso ocorre quando a capacidade do reservatório fica abaixo de 40% e a vazão precisa ser reduzida de 31 mil litros de água por segundo para 27 mil litros por segundo.

De acordo com a empresa, foram 34 intervenções de pequeno, médio e grande portes realizadas para aumentar a segurança hídrica. As principais obras foram:

  • Interligação Jaguari-Atibainha, com transferências de 8,13 mil litros cúbicos por segundo do reservatório Jaguari, do rio Paraíba, para o reservatório Atibainha, do Cantareira, nesta quarta (1º);
  • Interligação Rio Grande para o Sistema Produtor Alto Tietê (SPAT), com transferência de 2,63 mil litros cúbicos por segundo da Billings para o SPAT, nesta quarta (1º);
  • Sistema São Lourenço, que amplia a oferta de água nova (é um novo sistema, não existia em 2014/15) tratada em até 6.400 litros de água potável por segundo, atendendo uma área que antes era abastecida principalmente pelo Cantareira – é uma quantidade de água a mais suficiente para abastecer toda a cidade de Curitiba. Bárbara Muniz Vieira, G1 SP, São Paulo

cantareira

O desmatamento na floresta amazônica é também diretamente relacionado a falta de chuva no país, devido ao fenômeno dinâmico dos “rios voadores” que leva umidade a várias regiões da América do Sul. O processo ocorre da seguinte forma:

  • O vapor de água formado nas águas tropicais do oceano Atlântico encontra-se e é alimentado pela umidade da floresta amazônica.
  • Toda essa umidade atravessa a Amazônia até encontrar o paredão da Cordilheira dos Andes.
  • Ali, uma parte da umidade transforma-se em chuva e alimenta nascentes de grandes rios, como o Rio Amazonas.
  • A outra parte, é direcionada para as regiões Centro-Oeste, Sudeste e Sul do Brasil, ocasionando as chuvas. Toda Matéria

“Com a possibilidade de maior ocorrência de eventos climáticos extremos, devido a intensificação das mudanças climáticas, temos que avaliar se temos capacidade adaptativa frente a tais eventos e quais são os gargalos que impedem que se atinja a segurança hídrica”, disse Bruno Peregrina Puga ao Nexo. Existe Água em SP

Mude conceitos, você pode e deve: Tráfico

, Robin Hulk, Inicie um abaixo-assinado, Empoderamento dos recursos, Mídia Ninja, Processo licitatório?, Symphony Of Destruction, O que, de quem?, OPERAÇÃO POLÍTICA SUPERVISIONADA, E você?, Ho’oponopono, Que tal um abajur?,

Casa de terra na Espanha

http://wp.me/p16lgT-bz7

Casa de terra na Espanha reduz emissões de CO2 e é alternativa sustentável de moradia

Mude conceitos, você pode e deve: Sucos verdesSomos todos doadoresX-MausMinistério da SaúdeCatador de ministrosMiniusina de energiaJosé Mujica maconheiro?Cultura da paz?RotinaSaudação ao SolBicicleta emprestada!Feliz dia do índio!!!Brasileiro Reclama De Quê?

Editado via celular

E não esqueça de comentar e visitar sua loja:

Jesusnesse World

Como é viver sustentavelmente fora das grandes cidades?

http://wp.me/p7wDST-bvM

Arquiteto cria projeto para mostrar como é viver sustentavelmente fora das grandes cidades

Observe mais: INSTANTLY AGELESS ™SUCOS VERDESVIA LÁCTEA PELO NAVEGADORLUMINESCE™, INSTITUTO ALANAVIDACELL®23ª FEIRA INTERNACIONAL DO COOPERATIVISMO (FEICOOP)4 SINAIS DE QUE VOCÊ E SUA CARREIRA SÃO IDIOTASNAARA BEAUTY DRINK!!!DENTE DE LEÃODOUTOR ESTRANHORESERVE™REPO MANAPPS QUE CUIDAM DO SEU PET

Editado via celular