APRENDA A SE COMUNICAR COM DEFICIENTES AUDITIVOS OU PESSOAS SURDAS

Primeiramente, é importante saber que deficiência auditiva e surdez não são sinônimos. Talita Cazassus Dall’Agnol

A surdez é quando se nasce surdo, isto é, não se tem a capacidade de ouvir nenhum som. Por consequência, surge uma série de dificuldades na aquisição da linguagem, bem como no desenvolvimento da comunicação.

deficiência auditiva é um déficit  adquirido, ou seja, é quando se nasce com uma audição perfeita e que, devido a lesões ou doenças, a perde. DIÁRIO DA INCLUSÃO SOCIAL

Segue 5 dicas que o DIS preparou para facilitar a sua comunicação.

1- Use expressões faciais correspondentes às ações

Uma pessoa com deficiência auditiva consegue compreender as emoções transmitidas nas mensagens, por meio de nossas expressões faciais e corporais. Por isso, é importante fazer gestos, mímicas, acenar e até tocar na pessoa para chamar sua atenção.

2- Use frases curtas e simples

Isso porque a Língua dos Surdos é bem menos complexa que a Língua Portuguesa e não faz uso de  conjunções. Por isso, quanto mais objetiva a mensagem, mas fácil fica o entendimento. Por exemplo:  Se formos comparar a frase “eu prefiro amarelo ao vermelho” na Língua dos Surdos se torna “amarelo sim, vermelho não”. Portanto, evite rebuscar e elaborar demais as frases.

3- Converse de frente

Permita que a iluminação incida sobre o seu rosto. A percepção visual dos surdos é mais aguçada e eles conseguem captar a mensagem, seja pela leitura labial ou mesmo pela expressão facial.

4- Não altere o tom de voz

A fonoaudióloga Cristiane conta que um dos maiores erros é gritar com surdos. “Além de o esforço ser em vão, já que ele não vai ouvir, o surdo pode entender que a pessoa está brava”, destaca. Quem grita transmite à pessoa surda uma sensação de agressividade, o que gera ansiedade e nervosismo.

5-Se for você quem não entende…

Se você não entender o que a pessoa surda está tentando dizer, não finja. “Procure demonstrar que não entendeu e nunca faça de conta que conseguiu captar a mensagem. Os surdos percebem na hora”, afirma a fonoaudióloga. Além disso, a pessoa surda pode evitar a comunicação quando não existe a reciprocidade do diálogo. Com certeza, os surdos vão tentar te explicar de outra forma e quantas vezes for preciso!

Surdeze-se: 5 PONTOS IMPORTANTES SOBRE O ESTATUTO DA PESSOA COM DEFICIÊNCIA, Descomplicando a Inclusão, Dia da Pessoa Surdocega, Semana da Educação Especial na Perspectiva da Educação Inclusiva, Auti interação

Meu nome é Jonas

Título (Original): And Your Name Is Jonah (1979) – Drama
País: USA
Diretor: Richard Michaels
Atores: Sally Struthers; James Woods; Jeffrey Bravin
Notes: A deaf child is also regarded as having learning difficulties but his parents work hard to disprove this. Eventually he is taught sign language and is able to escape from his isolation.

O filme retrata a história de uma criança de nome Jonas e sua volta ao seio familiar, portador de deficiência auditiva de nascimento, é diagnosticado como deficiente mental e tratado como tanto em uma instituição para portadores de Síndrome de Down, até que um médico descobre que ele apenas não escuta, ou seja, é surdo.

Diante dos fatos, os pais os levam para casa e tentam iniciar uma rotina cotidiana com a inserção de Jonas no contexto em que vivem, porém a vivência é tumultuada devido à impossibilidade de comunicação e também das informações errôneas que um Instituto apresenta como uma alternativa para a cura de Jonas, a oralização.

O total desconhecimento e a profunda dor causada a família causa diversos transtornos e transformações na vida da família, a mãe busca modos de conhecer e interagir com o filho, com muita dificuldade ela consegue entender o mundo de Jonas e com a ajuda de outros surdos entende que seu filho tem outra forma de se comunicar, uma língua da qual seu mundo tem sentido.

O Decreto nº 3.298/99, categoriza a deficiência auditiva:
Níveis de perda Decibéis (dB)
– Surdez leve 25 a 40 dB
– Surdez moderada 41 a 55 dB
– Surdez acentuada 56 a 70 dB
– Surdez severa 71 a 90 dB
– Surdez profunda acima de 91dB

LEI Nº 10.436, DE 24 DE ABRIL DE 2002.

DECRETO Nº 5.626, DE 22 DE DEZEMBRO DE 2005.

Veja também: Exercícios de Alongamento para as Mãos, Alzheimer, Adoro essa parte da anatomia femimina., FORDISMO??, Reign Over Me, Somos todos doadores, REVENGE!, Coleta seletiva de lixo, Hoje., Darwin cadê você?,