Anormal

Anormal – Pato Fu (Toda Cura para Todo Mal)

Rádio ligado
Troco estações porque
Não sei o som que você
Pode odiar

No supermercado
Eu tento escolher
O mesmo sabor que você
Deve gostar

Se é que conheço você
Só de te observar
Posso apostar que não vai
Me decepcionar

Mais que anormal
Eu devo ser
Pra ver você
Em todo lugar

Dentro do quarto
Vejo comerciais
Qual vai te convencer
Que ainda estou lá

No supermercado
Tentando escolher
O mesmo sabor que você
Deve gostar

Se é que conheço você
Só de te observar
Posso apostar que não vai
Me decepcionar

Mais que anormal
Eu devo ser
Pra ver você
Em todo lugar
Compositor: Jonh. vagalume

Anormalze-se: OS MANTRAS NOS SINTONIZAM COM O UNIVERSO, TIMEOUT CONVIDA! | LOVE WILL TEAR US APART feat. MY LAST BIKE, Rio 40 Graus, 11 músicas que falam de saudade, Só Os Loucos Sabem

É Ladrão Que Não Acaba Mais

É Ladrão Que Não Acaba Mais – Bezerra da Silva. Vagalume

Quando Cabral aqui chegou
E semeou sua semente
Naturalmente começou
A lapidação do ambiente
Roubaram o ouro, roubaram o pau
Pra ficar legal, ainda tiraram o couro
Do povo dessa terra original
E só deixaram a má semente
Presente de Grego
Que logo se proliferou
E originou a nossa gente

[Refrão]
É ladrão que não acaba mais
Tem ladrão que não acaba mais
Você vê ladrão quando olha pra frente
Você vê ladrão quando olha pra trás

E, a terra boa, mais o povo continua escravizado
Os direitos são os mesmos
Desde os séculos passados
O marajá, ele só anda engravatado
Não trabalha, não faz nada
Mas ta sempre endinheirado
Se entrar no supermercado…Você é roubado
E se andar despreocupado…Você é roubado
E se pegar no ponto errado…Você é roubado
E também se votar pra deputado…Você é roubado
Certo! Tem sempre 171 armando fria
Tem ladrão lá no congresso, na fila da padaria
Ladrão que rouba de noite, ladrão que rouba de dia
Dentro da delegacia, ninguém entendia a maior confusão
O doutor delegado grampeou todo mundo
Porque o ladrão roubou outro ladrão

[Refrão]
É ladrão que não acaba mais
Tem ladrão que não acaba mais
Você vê ladrão quando olha pra frente
Você vê ladrão quando olha pra trás

Enxergue mais: FOI O DR. DELEGADO QUE DISSECANCERIANO SEM LARINSTANTLY AGELESS ™PENA DE MORTENAARA BEAUTY DRINK!!!O BRASIL CORRE O RISCO DE PERDER ATÉ 60 DIFERENTES LÍNGUAS INDÍGENASO ESTADO LAICOJEUNESSE, VERDADE OU MENTIRA?HUNGULUMINESCE™ CELLULAR REJUVENATION SERUMCANDIDATO CAÔ CAÔ

Foi o Dr. Delegado Que Disse

Foi o Dr. Delegado Que Disse – Bezerra da Silva

Foi seu doutor delegado que disse
Ele disse assim, está piorando
Até filho de bacana, hoje em dia está roubando

E na semana passada quase perdi a patente
Só porque grampeei um rapaz boa pinta
Em Copacabana botando pra frente
Deu um flagrante perfeito mais o meu direito foi ao léu
O esperto além de ter a costa quente
Ainda era filho de um coronel

E o comissário do dia disse assim já é demais
Vou sair na capitura desse tal de satanás
O meu livro de ocorrência
A cada dia está aumentando
Eu também prendi um pastor com a Bíblia na mão
Em um supermercado roubando

Bezerra_da_Silva___Intern_1363096036

Veja também: O dízimo da educação!, Vitórias e Conquistas, Candidato Caô Caô, Bike or die!, Verbo morrer, Território, Amigão Vacilão, Só isso!, Justiça de mierda, Dura, O Estado Laico, Arena, Tatu bola, Canceriano Sem Lar

Qual o volume ocupado por 1 trilhão de reais?

Arrecadação de impostos, dívida pública, pacotes de estímulos, copa do mundo, desvio de verbas, enfim, nos jornais e revistas é muito comum aparecer valores da ordem dos bilhões ou mesmo trilhões de reais!

Mas o que será que isto significa? (visualmente falando)

O tamanho
Vamos começar com uma nota de R$100 reais (de 7cm de altura e 15,6cm de comprimento). Que pode ser guardada em qualquer carteira ou até mesmo dentro de um livro.

Um pacote contendo 100 (cem) notas de R$100 reais possui cerca de 1cm de espessura e contém R$ 10.000 reais. Cabe no seu bolso com facilidade e, de acordo com o DIEESE, este valor seria suficiente para sustentar cerca de 4 famílias (cada uma composta por 2 adultos e 2 crianças) durante 1 mês.

Você poderia colocar R$ 1 milhão de reais (ou 100 pacotes de R$ 10.000) em um saco de supermercado e passear com ele.

R$ 100,8 milhões ocupa um palete (bloco ou pallet – em inglês) de 1 metro de largura por 1 metro de comprimento e uma altura de aproximadamente de 96 centímetros.

10 Bilhões de reais (R$10.000.000.000) poderia formar uma pista de corrida e seria possível percorrer 100 metros sobre uma pilha de dinheiro de 1 metro largura e quase 96 centímetros de profundidade.

– E aí? Está curioso para ver o que seria 1 trilhão de reais!

Lembrando que 1 trilhão (R$1.000.000.000.000) é um milhão de milhões, ou mil bilhões, ou ainda 1 (um) seguido de 12 zeros.

Se fosse colocado um palete em cima do outro, daria uma altura de 9600 metros, o que seria maior do que o monte Everest ou 22 vezes o edifício Empire States.

Everest1trilhao

E lembre-se … essas são notas de R$100 reais! Se fossem notas de R$50, multiplique tudo por 2.

Então, da próxima vez que você ouvir esses números… tenha estas imagens em mente.

Curiosidade
Em 2012, o governo arrecadou em impostos cerca de 2 vezes este montante! Ou seja, aproximadamente 1,7 trilhões de reais!

Para mais informações sobre os cálculos realizados, confira o site original (em inglês), basta clicar aqui.

Veja também: Robin Hulk, Impostômetro, Fair Play, Ficha Limpa!!!, Orçamento doméstico, Michael Moore, Cidadão, Miniusina de energia, Empoderamento dos recursos, Universidade Aberta do Meio Ambiente e da Cultura de Paz – UMAPAZ, Palets, Comida

Coleira para crianças, absurdo?

GABRIELA SALES

Uma ideia infeliz de uma avó em Divinópolis, região Centro-Oeste de Minas, resultou em polêmica e tumulto em um supermercado da cidade na tarde desta quinta-feira (23).

A dona de casa, Neuza Ângela de Almeida, de 56 anos, utilizou a alça da bolsa de couro, desafivelou um lado da corda e passou pela cintura da menina, mantendo o outro lado preso. A cena teria causado revolta entre os clientes do estabelecimento que chamaram a polícia. “Os populares chegaram a informar que a menina estava gritando e sendo arrastada pela avó nos corredores do comércio”, contou o sargento Oliveira da Polícia Militar da cidade.

“A senhora informou ao policiais que tinha apenas tentado conter a agitação da menina que corria de um lado para o outro no supermercado e para que não a perdesse, resolveu amarrá-la à bolsa”, contou o investigador Edivar, da Polícia Civil.

Na delegacia, a avó da criança informou tomar conta da menina enquanto a filha trabalha e que estaria acostumada a agir desta maneira. O Conselho Tutelar foi acionado para acompanhar o caso.

Outro lado

Segundo o delegado de plantão, Danilo Ferraz, a avó da criança teria apenas resguardado a neta. “É uma senhora de idade e com limitações de locomoção. Durante os depoimentos constatei apenas o zelo da senhora. Isso não caracteriza crime”, disse.

Nenhum cliente se apresentou na delegacia para denunciar o suposto mal trato. “Nenhuma pessoa que ligou para Polícia Militar veio a delegacia. Nada ficou provado que a avó maltratou a criança. Acho que as pessoas deveriam ficar alarmadas é com crianças dormindo na rua, desaparecidas, pessoas passando fome e não com o zelo de uma avó”, completou.

Ferraz ainda fez duras críticas a atuação do conselho tutelar. “Fiquei espantado em ver que nenhum representante do conselho compareceu a delegacia para acompanhar o caso. Isso deveria ter sido feito já que a abordagem em tirar a menina da avó foi bastante traumática para a criança”.

Agora, o caso ficará a cargo da Delegacia de Proteção à Família de Divinópolis. Após ser ouvida pela polícia, Neusa foi liberada. O Tempo

coleiracrianças

Veja também: Homem e o diabo, Coleira para crianças inspira olhares críticos e reflexões, R7 MG, Brasil de bandidos, En+coleira+ar, Assédio moral (bullying, manipulação perversa, terrorismo psicológico)., A casa dos outros, Omissão., Advogados, Estatuto da Criança e do Adolescente