Smoothie vegan de café da manhã com alto teor de proteína

Reúna seus suprimentos: sementes de abóbora, sementes de cânhamo, amêndoa ou leite de soja (escolha soja para obter 6g de proteína a mais), banana (use congelada para obter uma textura mais espessa), espinafre bebê e pedaços de manga congelados.

Reúna seus suprimentos: sementes de abóbora, sementes de cânhamo, amêndoa ou leite de soja (escolha soja para obter 6g de proteína a mais), banana (use congelada para obter uma textura mais espessa), espinafre bebê e pedaços de manga congelados.

No seu liquidificador (ou copo grande, se estiver usando um liquidificador de imersão), comece espalhando o espinafre bebê, seguido da banana, da manga e depois das sementes.

No seu liquidificador (ou copo grande, se estiver usando um liquidificador de imersão), comece espalhando o espinafre bebê, seguido da banana, da manga e depois das sementes.

Adições opcionais: adicione um par de tâmaras macias sem caroço para um toque de doçura natural. Para um grande impulso de proteína, adicione uma colher de pó de proteína vegetal de baunilha.

Pegue um canudo e divirta-se!

Despeje seu smoothie em um copo e cubra com uma pitada de sementes de abóbora e / ou cânhamo.

Smoothieze-se: Ervas, chás e sucos para limpeza natural dos rins, Minha dieta prática e saudável: sucos, sopas e refeições, Sucos verdes, Sucos caseiros cheios de saúde., Cerveja Amanteigada de “Harry Potter “

O Amaranto Inca Kiwicha invade plantações de soja transgênica da Monsanto nos Estados Unidos

No que parece ser mais uma demonstração da sabedoria da natureza abrindo caminho, a espécie de amaranto inca conhecida como kiwicha se converteu em um pesadelo para a Monsanto. Curiosamente esta companhia conhecida por suas diabólicas (“Mondiabo”) práticas se refere a esta erva sagrada para os incas e os aztecas como uma erva maldita. EcoDebate

O fenômeno da expansão do amaranto em cultivos de mais de vinte estados ao largo dos Estados Unidos não é novo, mas merece ser resgatado, acaso celebrando a pericia e talvez até a inteligência desta planta guerreira que se opôs à gigante das sementes transgênicas. Desde 2004 um agricultor em Atlanta percebeu que brotes de amaranto resistiam ao poderoso herbicida Roundup baseado no glifosato e devorando campos de soja transgênica. O site da Monsanto recomenda aos agricultores misturar o glifosato com herbicidas como o 2,4-D que foi proibido na Escandinávia por estar correlacionado com o câncer.

É curioso que o New York Times que há mais de 20 anos escrevia que o amaranto podia ser o futuro do alimento no mundo, agora chama a esta planta uma “superweed” ou “pigweed” uma terminogia que faz uma concepção do amaranto como uma praga.

Segundo um grupo de cientistas britânicos do Centro para a Ecologia e a Hidrologia, foi produzida uma transferência de genes entre a planta modificada geneticamente e algumas ervas “indesejáveis” como o amaranto.

Este fato contradiz as afirmações dos defensores dos organismos modificados geneticamente (OMG): que assinalam que uma hibridação entre uma planta modificada geneticamente e uma planta não modificada é simplesmente “impossível”.

O amaranto aliás, possui mais proteínas que a soja e além disto contém vitaminas A e C. Enquanto nos Estados Unidos se preocupam em como eliminar esta resistente planta que supera a tecnologia da Monsanto: se reproduz em quase qualquer clima, não lhe afetando doenças nem insetos, pelo qual não precisa de produtos químicos. Acaso não seria melhor que escutassem esta mensagem da natureza e tentassem processar alimentos de amaranto?

Casos como a satanização do amaranto nos faz pensar que a industria dos alimentos busca simplesmente manter a população no pior estado físico possível para que possa ser devorada por obscuras corporações e interesses políticos.

Fonte: http://lacasaeuropa.blogspot.com/2009/12…evora.html

Fonte: http://pijamasurf.com/2011/01/la-natural…-monsanto/

Bom saber disto, seria uma boa começar a plantar essa erva em tudo quanto é lugar, principalmente próximas às plantações da Monsanto e outras corporações de alimentos transgênicos no mundo! Fórum Anti Nova Ordem Mundial, publicada pelo EcoDebate, 15/02/2011.

[O conteúdo do EcoDebate é “Copyleft”, podendo ser copiado, reproduzido e/ou distribuído, desde que seja dado crédito ao autor, ao Ecodebate e, se for o caso, à fonte primária da informação]

Caso queira ser incluído(a) na lista de distribuição de nosso boletim diário, basta clicar no LINK e preencher o formulário de inscrição.

Veja também: Mão Santa, Parabéns Néstle, Bolsa ruralista, quer que desenhe?, Empoderamento dos recursos, Economia de mercado, Semana do Consumidor, De onde você vem?, Nossa dose de veneno, O de Otário, Vamos acabar com o domínio da Monsanto