PARE ou DIMINUA?

Um advogado dirigia distraído quando, num sinal de PARE, passa sem parar, em frente a uma viatura do BOPE.
Policial: – Boa tarde. Documento do carro e habilitação.
Advogado: – Mas por que, policial?
Policial: – Não parou no sinal de PARE, ali atrás.
Advogado: – Eu diminui e como não vinha ninguém…
Policial: – Exato… Documento do carro e habilitação.
Advogado: – Você sabe qual é a diferença jurídica entre diminuir e parar?
Policial: – A diferença é que a lei diz que num sinal de PARE, deve-se parar completamente. Documento e habilitação.
Advogado: – Ou não, policial. Eu sou advogado e sei de suas limitações na interpretação de texto de lei. Proponho-lhe o seguinte: Se você conseguir me explicar a diferença legal entre diminuir e parar, eu lhe dou os documentos e você pode me multar. Senão, vou embora sem multa.
Policial: – Positivo, aceito. Pode fazer o favor de sair do veículo, Sr. Advogado? O advogado desce e então os integrantes do BOPE baixam o cacete, soco pra tudo quanto é lado, tapa, botinada… O advogado grita por socorro, e implora para pararem.
E o policial pergunta: – Quer que a gente PARE ou DIMINUA?
Advogado: – PARE!… PARE!… PARE!…
Policial: – Positivo… Documento e habilitação!

Veja também: Amigos do Freud, Advogados, Trânsito, amigo!, Monte seu Fusca, Incêndio, apenas 4° andar é salvo., A culpa é de quem!, Brasileiro Reclama De Quê?, 35 verdades ditas sobre o Brasil, pelos olhos de um Turista, Ficha Limpa!!!

Mata Atlântica

Tribo de Jah – Mata Atlântica

Não, não, não mate as matas
Não, não desmate as matas não refrão … 2
vezes
Não, não, não mate a mata atlântica

Quando Cabral chegou e aqui ele encontrou
Prata beleza ouro, Pau Brasil
E sem falar do índio dono desse lugar
Homem da nossa Terra não tem onde morar

Óh homem … quanto você destrói
E consome … todos os recursos naturais
Da Terra … que clama por socorro chora e agonia

Refrão … 2 vezes

Rio diversidade, ar puro água potável
E sem falar das plantas de uso medicinal
Micos leão dourados, macucos, onças pintadas
Todos correm perigo de sua extinção

Óh homem … quanto você destrói
E consome … todos os recursos naturais
Da Terra … que clama por socorro chora e agonia

Refrão …

Veja também: Carlos Marighella, Perto do Fogo, Xeque Monte, A história das coisas, Amostra de tintas, Cantar, Feliz Natal (A Guerra Acabou), Faça uma Evolução