Respeitar é Preciso!

resize-500x244_respeitar-e-preciso-3

O projeto “Respeitar é Preciso!” foi criado em 2014 pela parceria entre a Secretaria de Direitos Humanos e Cidadania da Prefeitura de São Paulo, a Secretaria Municipal de Educação e  o Instituto de Vladimir Herzog. Portal de Educação em Direitos Humanos

i485981

O material pedagógico e de formação de professores está disponível na íntegra aqui no Portal, no fim desta página. Para saber mais sobre a formação de professores clique aqui.

Escolas da rede municipal de São Paulo recebem material para a implementação e difusão das Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação em Direitos Humanos. Fernando Oliveira – Revista Educação

 

Enxergue mais: DECLARAÇÃO UNIVERSAL DOS DIREITOS HUMANOSLUMINESCE™ CELLULAR REJUVENATION SERUMINSTANTLY AGELESS ™LEI BRASILEIRA DE INCLUSÃO DAS PESSOAS COM DEFICIÊNCIAPlano Municipal de Educação em Direitos HumanosHUMANIZA REDES PLÁGIO?PCD LEGAL: ACESSÍVEL PARA TODOSALIMENTO PARA OS INCONFORMADOS

I Encontro da Rede Municipal de Direitos Humanos

O Marco Regulatório das Organizações da Sociedade Civil é uma agenda política ampla que  tem o objetivo de aperfeiçoar o ambiente jurídico  e institucional relacionado às organizações da  sociedade civil e suas relações de parceria com o Estado. II Seminário do Marco Regulatório das OSCs

1encontroredemundh

O evento será no Centro Cultural São Paulo, às 10h. As inscrições são gratuitas e podem ser realizadas aqui. O objetivo do encontro é informar as organizações sobre os princípios estabelecidos pela nova lei para parcerias entre órgãos públicos e instituições não governamentais. Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Cidadania

1encontrodhmrosc

I Encontro da Rede Municipal de Direitos Humanos, com o tema: “MROSC – Marco Regulatório das Organizações da Sociedade Civil / Lei nº 13.019/2014 – Lei de Fomento e de Colaboração”

15 de Julho de 2016, das 9h às 13h (Terá entrega de certificados ao final)

Local: Centro Cultural São Paulo – Sala Adoniran Barbosa – Rua Vergueiro, 1.000 – Paraíso

A Central de Capacitação Popular – Direitos Humanos (CECAP-DH) é fruto de um convênio entre a “Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Cidadania de São Paulo” com a “Associação Rede Cidadã Multicultural”, para realização de capacitação, assessoramento e consultoria públicas e gratuitas para os que tenham tal necessidade.

1encontroparticipa

No processo de elaboração, aprovação e implementação da Lei 13.019 de 2014 diversos materiais foram e estão sendo produzidos no sentido de orientar e qualificar a formação de todos os atores centrais à implementação do Marco Regulatório das Organizações da Sociedade Civil (MROSC). Participa.br

Enxergue: LUMINESCE™ CELLULAR REJUVENATION SERUMINSTANTLY AGELESS ™HINO NACIONAL EM DIALETO TICUNAOUVIDORIA MUNICIPAL DE DIREITOS HUMANOSPLANO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO EM DIREITOS HUMANOSPROJETO DE LEI 4.330PROJETO PARDO VS. PROJETO BRANCODECLARAÇÃO UNIVERSAL DOS DIREITOS HUMANOS

Dia da Guarda Civil Metropolitana

250px-guarda_civil_do_paranc3a1

Foi instituída pela Lei nº 2.141, de 22 de outubro de 1926, no governo de Carlos de Campos, que governou o Estado de São Paulo de 1924 a 1927. O artigo 3º da citada Lei atribuia a superintendência da Guarda Civil ao Chefe de Policia Civil, na época, o Delegado Roberto Moreira. Wikipédia, a enciclopédia livre.

logonorma3

A Guarda Civil Metropolitana foi criada em 1986, na gestão do prefeito Jânio da Silva Quadros, através da Lei Municipal Nº 10.115, de 15 de setembro daquele mesmo ano. SMSU

LEI Nº 13.022, DE 8 DE AGOSTO DE 2014. Estatuto Geral das Guardas Municipais.

gcmbrasao

Hierarquia

1911 1922 1932 1951
Inspetor Inspetor / Comandante Inspetor / Comandante Diretor
Subinspetor Subinspetor / Subcomandante Subinspetor / Subcomandante Subdiretor Geral
Almoxarife Almoxarife Fiscal de 1ª Classe (de pessoal) Subdiretor de Policiamento
Fiscal Fiscal Fiscal de 2ª Classe (almoxarife) Fiscal Chefe
Guarda de 1ª Classe Guarda de 1ª Classe Aspirante a Fiscal Fiscal
Guarda de 2ª Classe Guarda de 2ª Classe Guarda de 1ª Classe Guarda de 1ª Classe
    Guarda de 2ª Classe Guarda de 2ª Classe
    Guarda de 3ª Classe Guarda de 3ª Classe

250px-banda_da_guarda_civil_do_rio_de_janeiro

Por intermédio da música, a GCM traz proximidade com os munícipes e faz apresentações didáticas. Banda e Coral da Guarda Civil Metropolitana

28-03-08-banda_gcm-teatro_olido_094_1364845966

A missão da Guarda Civil Metropolitana é a proteção de bens, serviços e instalações municipais, conforme previsto no Art. 144 da Constituição Federal. Secretaria Municipal de Segurança Urbana

gcm_logo2

O lema da Guarda Civil Metropolitana é AMIGA, PROTETORA E ALIADA e se caracteriza pela filosofia de proteção Comunitária, Moderna e Preventiva. SMSU

Entenda mais: DIA DO GUARDA CIVILINSTANTLY AGELESS ™CASAS DE MEDIAÇÃO, RENILDO PAULINO SILVA DOS SANTOS, LUMINESCE™ CELLULAR REJUVENATION SERUMDIA DA ÁRVORE, NAARA BEAUTY DRINK!!!, POLÍCIA 24 HORAS, UM GOLPE EDUCADO!, DE QUE LADO VOCÊ ESTA?, WORLD CUPOLICE, QUEM É O POVO?, BANDEIRANTES MODERNOS, PARE OU DIMINUA?

Entenda mais:

Controle Social

A participação contínua da sociedade na gestão pública é um direito assegurado pela Constituição Federal, permitindo que os cidadãos não só participem da formulação das políticas públicas, mas, também, fiscalizem de forma permanente a aplicação dos recursos públicos. Controladoria-Geral da União (CGU)

O controle social é a participação do cidadão na gestão pública, na fiscalização, no monitoramento e no controle das ações da administração pública no acompanhamento das políticas, um importante mecanismo de fortalecimento da cidadania. Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS)

participacaoecontrolesocialdaadmpublica

A CGU desenvolveu o curso virtual “Controle Social e Cidadania”, que apresenta ao participante noções fundamentais sobre como acompanhar e participar da gestão pública. Escola Virtual da CGU

censura-controle-social

A expressão ‘controle social’ tem origem na sociologia. De forma geral é empregada para designar os mecanismos que estabelecem a ordem social disciplinando a sociedade e submetendo os indivíduos a determinados padrões sociais e princípios morais. MARIA VALÉRIA COSTA CORREIA

futurofilho

Veja também: Portal da Transparência, Vegano na marra, Assédio moral (bullying, manipulação perversa, terrorismo psicológico)., Brasileiro Reclama De Quê?, Voto Nulo, Semana do Consumidor, E agora???, Reclame Aqui, Eu, não, meu senhor, Consulta CPF, Sistema Nacional de Políticas Públicas sobre Drogas, Carta à Sra. “Presidenta” da República

O Combate a Corrupção nas Prefeituras do Brasil

Cartilha de Combate a Corrupção nas Prefeituras do Brasil
Um bom ponto de partida é a cartilha O Combate a Corrupção nas Prefeituras do Brasil, resultado da parceria da Amarribo com o Instituto Ethos e Transparência Brasil cuja publicação foi apoiada por diversas empresas.

Veja também: Voto Nulo, Clarice Lispector do Samba, Clara Nunes., BBB por Antonio Barreto, Biblioteca Web, Impostômetro, Ficha Limpa!!!, Os sentidos da política – problemas e perspectivas, Economia de mercado, Águas de março, Princípio do ou não, Empoderamento dos recursos, Fair Play, Medo?