Moro, nem tanto.

DE ALMA LAVADA

por Francisco Costa

Terminou agorinha mesmo um interessante debate, no Senado, sobre a Lei Anticorrupção e de Abuso de Autoridade.

Na mesa, o Juiz Federal Silvio Rocha; Gilmar Mendes, Ministro do STF e Presidente do TSE; Renan Calheiros, presidente do Senado; Roberto Requião, Senador, relator do PL sobre o assunto e o Juiz Federal Sérgio Fernando Moro, do Paraná.

Silvio Rocha, progressista, muito preocupado com o abuso de autoridade nos bairros pobres.

Se eu não conhecesse o histórico de Gilmar Mendes, a sua biografia e os seus feitos golpistas, diria que é de esquerda, tal as posições externadas, muito pelas diferenças que tem com Moro.

Renan Calheiros, embora conservador, corrupto e oportunista, nesta questão em pauta, tem posição progressista, até por advocacia própria.

Roberto Requião, sem comentários, um corajoso e independente Senador.

E Moro… Coitado.

Espertamente, pela ordem, Renan deu a palavra, primeiro, ao Silvio, depois ao Gilmar, que sentaram o cacete em Moro, vermelho como camarão na sauna.

Passada a palavra ao Führer de Curitiba, o sujeito não tinha o que dizer, com todo o seu arrazoado desmontado pelos dois que o antecederam.

Seguiu-se Requião, que sentou a porrada no autoritarismo, no abuso de autoridade, chegando a dizer que era fascismo.

Abriu-se para os debates, para as perguntas, e pensando que Moro iria passear, como faz em Curitiba, o primeiro que estava inscrito era o seu amigo pessoal Álvaro Dias, sem condições de defendê-lo, limitando-se a pedir mo adiamento da votação do PL.

Caiado tentou balbuciar qualquer coisa antipetista, mas só conseguiu também pedir o adiamento da votação do PL.

O momento alto ficou por conta de Lindbergh Farias, que cobrou, um a um, os abusos de autoridade cometidos contra Lula, com dados: circunstâncias, horários, depoimentos de juristas (citou até Rui Barbosa), despachos pesados de instâncias superiores contra Moro, em outros processos, inclusive de Gilmar, o chamando de irresponsável e dono da justiça, culminando com a afirmação “o senhor cita muito os Estados Unidos. O senhor consegue imaginar um juiz de primeira instância, lá do Texas (fez cara de pouco caso, sacaneando Curitiba, no sentido de poder político) gravando uma conversa telefônica entre Bill Clinton e Obama? O senhor gravou conversas da dona Marisa com os filhos, com a nora, conversas íntimas, de família, e jogou na mídia. Isto não é abuso de autoridade, covardia? O senhor gravou telefonemas entre advogados e clientes, o que é inadmissível em qualquer país do mundo. O Presidente Lula vive da sua imagem internacional, que o senhor conspurcou e não provou nada. Como compensar isso, como indenizar isso?”… Com Moro cabisbaixo, mais vermelho que a camisa do Internacional (houve um momento em que pensei que ele fosse chorar).

Para lacrar, Renan devolveu a palavra a Gilmar, que contou um encontro seu com um amigo, um dos maiores juristas do mundo, português, que se mostrou surpreendido com a legislação brasileira, que permite o vazamento de telefonemas grampeados e depoimentos que ocorrem em segredo de justiça, com Gilmar respondendo a ele: “a legislação não permite isso. Isso é coisa de um juiz brasileiro.”

Devolvida a palavra a Moro, mais constrangido que virgem na noite de núpcias, peladinha, ele alegou que “tudo isso é uma questão de interpretação da lei, não se pode punir um juiz por questão de interpretação da lei”.

Seguiu-se o Senador Humberto Costa: “se está escrito que a prisão preventiva é de dez dias, o juiz pode até transformar esses dez dias em horas, mas somando-se todas as horas o resultado será dez dias, não é uma questão de interpretação mas de cumprimento puro e simples. Se a lei diz que a condução coercitiva só pode se dar quando um intimado não comparece diante do juiz, sem um motivo relevante, é a mesma coisa, questão de cumprimento, não de interpretação. Isso é abuso de autoridade”, e Moro com carinha de fundo de bacia, mais vermelho que absorvente usado.

Terminado o debate, Moro ficou isolado, de pé, sem saber o que fazer, desnorteado, até que Requião coraçãozão foi até ele, apertou-lhe a mão e o levou para fora do recinto.

Em quase meio século de magistério nunca dei um esporro tão bonito num aluno safado.

Estou com a alma lavada.

Francisco Costa
Rio, 01/12/2016. 
BLOG DO ESMAEL

O texto do abuso de autoridade, que tramita na Casa, prevê endurecimento as punições aplicadas a juízes, promotores e delegados que vierem a cometer algum tipo de excesso. Setores ligados a juízes e a integrantes do Ministério Público veem na medida uma forma de coibir investigações como a Lava Jato.

“Emendas da meia-noite, que não permitem avaliação por parte da sociedade, que não permitem debate da sociedade, não são apropriadas tratando de temas tão sensíveis”, disse Moro. Bernardo Caram, G1, Brasília

moro

HAVERÁ SEMPRE UM FANFARRÃO DE PLANTÃO

Diante do inferno econômico do Ribamar, o jurássico Sarney, Collor declarou que acabaria com a inflação com um tiro só, e o que veio a seguir… Toda a munição do paiol gasta, em vão, tornando-se balas perdidas, que encontraram o povo.
Veio FHC, contemporâneo de Sarney na arca de Noé, logo depois do Gênesis e, apoiado no Plano Real, do Itamar topete, afirmou que acabaria com a miséria tupiniquim ainda no primeiro mandato, quase conseguindo, com a maioria dos miseráveis morrendo de inanição e ódio, logo substituídos por mais miseráveis, decaídos da classe mérdia, aquela das camisetas da CBF e que só agora descobriu quem vai pagar o pato, entre cabos de panelas e vaselina.
Pintou um Paraíba roufenho, baixinho, comedor de buchada de bode e, contrariando os teóricos das soturnas elucubrações da Globo, trilhou caminho oposto ao da fanfarronice, surpreendendo os organismos internacionais, vendo a republiqueta bananeira ascendendo no concerto dos bem sucedidos: de décima sexta economia desse combalido planeta, saltou para oitava, em apenas oito anos, multiplicando por cinco o PIB, trazendo a taxa de desemprego ao patamar mínimo da nossa história, com o mercado consumidor bombando, os comedores de buchada de bode experimentando bacalhau e alcatra, trocando as havaianas por Nike e Adidas, levando as barrigudinhas proles para a rede particular de ensino…
E foi buscar numa Maria Bonita contemporânea, guerrilheira de direito porque não disse sim, e de fato, porque se impôs, para complementar o trabalho de redenção, que nada tem a ver com rendição, coisa da direita masturbadora dos americanos.
Mas eis, que saído das trevas do anonimato, mais um contemporâneo de Sarna e Cardoso, ex cavalheiro nas Cruzadas e juiz na Santa Inquisição, quando os pastores da época, de batina mas com a mesma maldade, assou os ímpios, hereges, putas, bibas, comunistas e conscientes da época, comendo-os com as batatas coradas da covardia.
Só superou o roufenho companheiro no nanismo: não é que o Rei Mesóclise mal chega a um metro de altura, quando fica nas pontas dos pés?
Depois da partilha de ricos jetons golpistas e doações de cargos públicos, nos balcões do que chamam parlamento, um lamento, afirmou que destruiria o estrago feito pelos dois antecessores em seis meses, instaurando o pleno emprego, o consumismo anterior e restaurando o crescimento carente de Viagra, garrafada, ovos de codorna e chás de ervas preparados por Vovó Macambira, a Preta Velha que baixa no terreiro do Jaburu, deitado eternamente em cueca esplêndida.
Passaram-se os seis meses e o salva vidas em poças d’água pediu mais seis meses, e o que seria gestação de porca virou gestação de vaca.
Veio o outubro rosa, o novembro azul, chegamos no dezembro laranja e o vermelho que é bom não chega nunca, com o sola de sapato de cobra pedindo mais um ano e aí nem gestação de elefanta ou baleia, uma eternidade, culpa do outro baixinho, o do nordeste, responsável pela inflação, a corrupção, a depressão, o desemprego, o descarrego, os eclipses solares e a tábua das marés, e veio a situação salvadora: PEC-55, por PEC entendendo-se Projeto de Extorsão Compulsória.
Assim congele-se a porra toda por 20 anos, para dar tempo de todo mundo morrer e a miséria acabar, o que não basta, devendo se fazer acompanhar da Reforma da Previdência, retirando do sistema os escravos improdutivos: aposentados, pensionistas viúvas de ex trabalhadores, débeis mentais, mutilados… Essas máquinas avariadas ou gastas pelo tempo, a serem jogadas nos depósitos de sucata ou do lixo, esquecidos.
Mas não basta, há que ser feita a reforma trabalhista, acabando com o décimo terceiro salário, com essa mania de gastança no natal, povo esbanjador; com o auxílio natalidade, na hora de comer saladinha de beijinhos com orgasmos não lembram das conseqüências, depois vêm procurar o governo. Quem pariu Mateus… Não o Garotinho, o Anthony Mateus, porque esse é ungido pelo Senhor, da falange de Malafaia e Feliciano, santos homens, embora haja controvérsias, não em relação ao adjetivo, mas ao substantivo, e aqui os coxinhas não vão entender, pensam que gramática é alguma característica ligada à grama, acepipe de suas refeições principais, e assim será porque está escrito: “a mil chegarás, de dois mil não passarás”, somando-se já mil novecentos e noventa e sete na delação da Odebrecht, só faltando três porque os irmãos Marinho estão escondidos.
A esperança é que, mais dura que pau de tarado, sem nenhum no bolso e nada no estômago, a escumalha acorde e volte para a Paulista, agora para derrubar o anão sem alma, causando-lhe prejuízo menor, já que baixinho, com a bunda perto do chão, se machucará pouco.

Pirócales Cirineu – Analista político, traumatologista e compositor gospel. Rio, 01 de dezembro, dia primeiro da contagem regressiva para o ano que vem, quando a merda vai feder mais, de 2016.

Enxergue mais: NÃO SOU DE POSTAR COISAS RELIGIOSAS, MAS AS VEZES, ESSE TIPO DE COISA É QUE ME DEIXA COM MUITA RAIVA DA SOCIEDADE!SANDUÍCHES SEM PÃOPHILIP K. DICKNAARA BEAUTY DRINK!!!GLÂNDULA PINEALTORNE-SE UM MENDIGO.EMVBE MY EYES APPADORO ESSA PARTE DA ANATOMIA FEMIMINA.INSTANTLY AGELESS ™MEDICINA TRADICIONAL YANOMAMI ON-LINEÍNDIO EDUCAVIDACELL®DEPRESSÃO MASCULINAREMÉDIO QUE CURA QUALQUER DOENÇAIDONEIDADE MORAL E SOCIALRESERVE™A HISTÓRIA DO JARDINEIRO DE OXALÁRELIGIÃO MENTALDESENHO DE CRIANÇA

ORGULHO DO PAÍS, TIRIRICA

“pior que está, não fica”

tiririca_lava_jato2

Você se lembra de ter criticado a eleição de Francisco Everardo? E agora, qual sua opinião?

TIRIRIRCAgabinete2

“Delcídio, não te chamo de excelência, porque você não é excelente. Nunca mais mande ninguém pra me oferecer dinheiro em troca de votos. Voto com minha consciência pensando no que pode ser melhor pro povo. Nem meu partido tem moral de me fazer mudar um voto, quanto mais seu dinheiro sujo.Não entrei pra política atrás de dinheiro. Já passei fome na época do circo. Fiz sucesso e ganhei muito dinheiro. Perdi todo meu dinheiro e todo meu sucesso. Voltei pro circo sem nenhum constrangimento porque lá é minha casa. Me reergui graças ao povo e ao Tom Cavalcante. Mesmo na miséria não roubei dinheiro de ninguém. Não seria agora que sujaria minhas mãos e minha história.Posso estar sendo chamado de otário por todos os outros deputados que aceitaram fazer isso. Não tem problema se ser otário é seguir os passos de Cristo, eu serei pra sempre um otário. Só que meus filhos nunca irão precisar me visitar num presídio. Entendeu Delcídio?” Allyson Souza – Motivacao do Dia

TIRIRICAviewer

Enxergue mais: ELE É CORNO, MAS É MEU AMIGOLEI ROUANET69 COM MORAL DA HISTÓRIA.POLÍTICAS DE SAÚDE NO BRASILInstantly Ageless ™SÉRIE URNA ELETRÔNICANÃO É CARRO X BICICLETA.PRESIDENTE FDP3º OPÇÃO

Adote um vereador

voto-consciente

Projeto Adote um Vereador  tem por objetivo fazer com que o cidadão acompanhe um vereador em suas atividades parlamentares.

50000000

“O Adote um vereador (Wikia) começou com este objetivo: encontre alguém que pense próximo de você, e passe a acompanhar o trabalho dele, e usá-lo para levar suas propostas à Câmara. Em pouco tempo, os ouvintes-internautas “desvirtuaram” a idéia e passaram a escolher aquele vereador que eles menos gostam e, assim, pretendem fiscalizá-lo de perto, acompanhar seu comportamento, verificar quanto gastam para manter o gabinete, se comparecem à Câmara ou participação das comissões permanentes.” Fonte: Blog do Ronaldo

votoconsciente

O Movimento Voto Consciente, em 1987 durante plena discussão da nova Constituição, um grupo de pessoas decidiu acompanhar o que estavam fazendo os políticos eleitos para resolver os complexos problemas coletivos, marcou presença na discussão e elaboração da Lei Orgânica do Município de São Paulo.

178654740politico-safado

 

Entenda mais: URNA FRAUDETRÔNICAUM DEPUTADO NO CÉUCONSCIÊNCIA ESCOLARELEIÇÕESVOTO NULOCANDIDATO CAÔ CAÔRECADASTRAMENTO ELEITORAL BIOMÉTRICORANKING POLÍTICOSLIBERDADE DE EXPRESSÃOBOLSA RURALISTA, QUER QUE DESENHE?O COMBATE A CORRUPÇÃO NAS PREFEITURAS DO BRASILCABEÇAS DE BAGRE

Ficha Limpa!!!

votecalcanova
Lei da Ficha Limpa valerá já nas eleições de 2010
Tatiana Félix – Jornalista – 11.06.10A Lei da Ficha Limpa, que altera a Lei das Inelegibilidades (LC 64/90), proíbe que políticos com condenação na Justiça em segunda instância ou por decisões colegiadas se candidatem em eleições. De acordo com o TSE, “a nova lei prevê que candidatos com condenação criminal por órgão colegiado, ainda que caiba recurso, ficarão impedidos de obter o registro de candidatura, pois serão considerados inelegíveis”. O tempo de inelegibilidade passou de três para oito anos.Eleições-limpas1-300x209

Veja também: Cliente preferido do Brazil, Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Voto Nulo, Ferramentas de destruição em massa., A culpa é de quem!, Problemas sociais, Orçamento doméstico, Carta à Sra. “Presidenta” da República, Os cinco princípios de bem viver, Terceira Onda, Eleições, A culpa é sua!,