Se eu não tivesse te conhecido

Se eu não tivesse te conhecido…
Se eu não tivesse aceitado…
Se eu não estivesse lá…
Se eu tivesse ficado…

Se eu tivesse aceitado isso… aquilo… ou aquilo outro…

Após perder a família em um trágico acidente, Eduard viaja para universos paralelos em busca de um final melhor para o amor de sua vida, Elisa. Netflix

Se Eu Não Tivesse Te Conhecido (Si no t’hagués conegut) é uma série catalã com 10 episódios de aproximadamente 50min, produzida pela Netflix e disponível no Brasil desde março de 2019. Inspirada na ideia original do famoso dramaturgo catalão Sergi Belbel, que também assina como roteirista ao lado de Cristina Clemente e Roc Esquius,a trama mistura ficção científica, fantasia e drama romântico ao apresentar um complexo tema: universos paralelos. Olha Bem pq Bem Tem

A vida é como um trem em movimento: por mais que saibamos para onde estamos indo, não depende de nós, única e exclusivamente, chegar ao destino final. E jamais saberemos quando será (e se existe de fato) esse tal final. Entretanto, eu tenho a escolha, enquanto estiver em pleno controle de mim mesmo, de tomar as minhas decisões. Dentro de nossas próprias escolhas, podemos idealizar os resultados, mesmo sabendo que jamais teremos a plena certeza do que será.

Para quem ainda não sabe, um universo paralelo é uma hipótese levantada pela física de que a nossa realidade é apenas uma das muitas existentes. Nicole Rocha

Narciso de ébano

capaovidentedarua46

Osvaldão foi menor abandonado, adolescente fugitivo da Febem, e agora, passados os seus trinta anos de idade, tornara-se um homem desempregado e sem perspectivas. Um cidadão exemplar do terceiro mundo. Sem que disso tivesse consciência, Osvaldão era a estatística mais bem-acabada do capitalismo globalizado e dos excluídos pelo neoliberalismo. E, além disso, negro.

Osvaldão carregou sempre o estigma de viver numa sociedade morena sem preconceitos de raça e de doce miscigenação. Seu único orgulho, adquirido em meio a mitos e tabus de uma forçada promiscuidade pela sobrevivência, era o membro viril que carregava sob as calças rotas de algodão. Troféu de pouco uso, dada a sua condição social, mas manuseado a saciedade. Já fora procurado por homens e mulheres que tinham ouvido falar do instrumento. Alguns, por curiosidade; outros, pelo desejo de consumo. Era o único capital que dispunha Osvaldão.

Tratava o membro da melhor maneira possível, venerava-o quase. Costumava exibi-lo nos finais de tarde junto às paredes da catedral da Sé, sem preocupações, sem malícias, com carinho. Empinando-o, como a um cabo de um látego de ébano, vendia seu produto como qualquer outro ambulante da região.

ALMADA, Izaias. O vidente da Rua 46: contos eróticos. Editora Mania de Livro. SP, 2001. p. 23.

14-08-07_izac3adas-almada_rodrigueanos

Quem lê melhora o mundo. Leia e deixe um livro em algum lugar público.

Veja também: CHICO XAVIER, Turismo sexual, SAUDOSA MALOCA, 400 Nudes, NELSON NED D’ÁVILA PINTO, Candelária, EVOLUSEX, 3º opção, CRASSEFICADOS‏, TEXT ME SOMETHING DIRTY, NÃO ERA BEM ASSIM., SENSIBILIDADE, RAPE ME, COMEÇOU O CARNAVAL!, LIVROS PARA COLORIR, SEXO SEGURO!, CONSCIÊNCIAS NOTÓRIAS: ALBERT EINSTEIN

Aquela Paz, Cheirando Cola

Cheirando Cola – Charlie Brown Jr.

Quero jogar um videogame, e estou aqui cheirando cola
Sou o lixo do mundo, a sociedade me ignora
Com os olhos de quem quer ter uma oportunidade
Com os olhos de quem quer ter uma vida de verdade
(2X)

Quem tem a mente limitada
Evoluir leva mais tempo
Segurança me segue na loja do departamento
Achei que fosse um cidadão
Mas eu sou só um elemento
Exposto a qualquer sol, exposto a qualquer tempo

Ah! Mantenha a calma
Em quem acreditar?
Será que devo confiar?
Em quem posso acreditar?
Será que essa porra um dia vai mudar?
Eu já vi muita coisa, já ouviu muita coisa, deixa pra lá…
Mas diz aí, os gringo tão mandando no Brasil
O construtor milionário inglês, o rico português
O Brasil virou freguês do gringo-americano, há 500 anos, nós entramos pelo cano

Os senhores da guerra são a banalização da vida, irmão
E o fim da esperança de milhares de pessoas oprimidas

Charlie Brown Jr.
Santos!

Veja também: Quinta-Feira, Ouro de tolo, Que País É Esse?, Minha Alma (A Paz Que Eu Nao Quero), Ser ou não ser., Omissão., Água mata?, V de vingança, Miniusina de energia, Outras formas, Pedal sinalizado, Saudação ao Sol, Sobre quem?