Sequência cassetete quebrou

Morre radialista que foi atingida por carro alegórico no carnaval do Rio 2017, Elizabeth Ferreira Joffe, de 55 anos, foi uma das vítimas de acidente. Direção do hospital onde ela estava internada confirmou a informação. 

Durante o confronto, algumas agências bancárias que ficam no cruzamento da Avenida Goiás com a Anhanguera tiveram vidros quebrados por mascarados. Além disso, comerciantes da região fecharam suas portas, por volta do meio-dia, com medo de invasões e depredações, e só reabriram após o fim do protesto. Fernanda Borges, G1 GO

Mateus Ferreira da Silva, 33, sofreu traumatismo cranioencefálico (TCE) e múltiplas fraturas e permanece internado em UTI com quadro grave. PM diz que apura o caso.

http://g1.globo.com/goias/noticia/sequencia-de-fotos-mostra-que-cassetete-de-pm-quebrou-ao-atingir-cabeca-de-estudante-em-goiania-veja.ghtml?utm_source=facebook&utm_medium=share-bar-smart&utm_campaign=share-bar

Zoo

Animais de diversas espécies que começam a atacar pessoas sem qualquer motivação aparente. Os ataques se tornam constantes e começam a ocorrer em outras cidades do mundo. Mais Qi Nerds

Zoo is an American drama television series based on the 2012 novel of the same name by James Patterson andMichael Ledwidge. The series premiered on June 30, 2015, on CBS,[1] and concluded the 13-episode first season on September 15, 2015. On October 2, 2015, Zoo was renewed by CBS for a second season,[2] which premiered on June 28, 2016. Wikipedia, the free encyclopedia

Enxergue mais: MAKOTA VALDINADARWIN CADÊ VOCÊ?EVOLUIMOS?COMENDO RECIFEQUEM MATOU O CARRO ELÉTRICO?NAARA BEAUTY DRINK!!!PLANKTON INVASIONEMVBE MY EYES APPINSTANTLY AGELESS ™CRIACIONISMO.ÍNDIO EDUCALIXO! EU?VIDACELL®, CAMPANHA RECOLHE ÓLEO DE FRITURA PARA FABRICAÇÃO DE BIODIESELVLIBRASEMDRIVE – O MOTOR IMPOSSÍVELRESERVE™NA ESTRADA HAVIA UMA PEDRAWIKIAVESOUTRO OLHAR

Ho’oponopono

hoponopono

“Divino criador, pai, mãe, filho em Um…

Se eu, minha família, meus parentes e ancestrais lhe ofendemos, à sua família, parentes e ancestrais em pensamentos, palavras e ações, do início da nossa criação até o presente, nós pedimos seu perdão. Faço isso na intenção amorosa de limpar, purificar, liberar, cortar todas as recordações, bloqueios, energias e vibrações negativas e transmute estas energias indesejáveis em pura luz…Assim está feito.

Sinto muito.
Me perdoe.
Eu te amo.
Sou grato(a).”
Repetir as frases acima o tempo que desejar.

Veja também: Cultura da paz?, Conhecimento Ancestral, Religião mental, São as pequenas atitudes que fazem o mundo valer a pena., Enciclopédia do Surf, Lucy, Feliz dia do índio!!!, Blue Dragon (Dragão azul), Homem e o diabo, Casas de Mediação, Inicie um abaixo-assinado, Gente inteligente, Sobre quem?

Oitavo Anjo

Oitavo Anjo – 509-e

Acharam, que eu estava derrotado,
Quem achou estava errado,
Eu voltei, to aqui, se liga só, escuta aí:
Ao contrário do que você queria, to firmão, to na correria,
Sou guerreiro e não pago pra vacilar,
Sou vaso ruim de quebrar, oitavo anjo, do apocalipse, tenebroso,
como um eclipse. É, seu pesadelo tá de volta, no puro ódio, cheio de revolta, vou te apresentar o que você não conhece, anote tudo, vê se não esquece, você verá que não deixei me envolver, pra sobreviver por aqui tem que ser, mesmo no inferno é bom saber com quem se anda, se não embaça, vira, desanda. Vejo, vários irmãos tomando baque, o barato é feio, bem pior que o craque.
Quiaca todo dia Cabo branco na mão, encontrar a morte é um, dois, ladrão.
Mas um pilantra foi sentenciado, sua pena, morrer esfaqueado.
Aqui é foda, não tem comédia, o clima é de tensão maldade, inveja, a destruição, mora nesse lugar, e mesmo assim não deixei me levar,
soube chegar na humildade pá, faça o contrário, caro pode te custar.
Obrigado Deus, por me guiar, só em ti eu tenho forças para lutar.
(Descobri que além de ser um anjo, eu tenho cinco inimigos)
Irmãos de atitude, moram comigo, é, manos de estilo, Zé carnero doidera até os ossos, patrão de renome, vários sócios.
Facínoras contaminados pelo ódio, rejeição, abandono, é óbvio . Estar em cana é embaçado, quem nunca esteve, não tá ligado.
Uns querem te ajudar, outros te afundar, jogue o dado em quem confiar.
Quem é quem, difícil saber, só mesmo Deus, pra te proteger, fulano entra aqui, pede licença até pro boi, chega de vagar se vacilar, já foi.
Maluquinho primário, é cruel, sem tirar o gosto amargo do fél.
As grades, te fazem chorar, a saudade na direta, vem ti visitar.
É difícil ter a mente sã, detenção, pior que o vetinã, um cristão me ligou para me dar uma idéia, disse pra mim que jesus ta a minha espera, disse também, pra eu mudar de vida, ae mano, eu não me escondo atrás da bíblia.
Sou quem sou, assim sigo em frente, Deus está comigo, não preciso virar crente, nada contra quem é na fé, mas tem canalha que se esconde né?
Muitas coisas aprendi, várias fitas erradas, na prisão eu vi.
Injustiças aqui, humilhação ali, cadáveres sangrando, perto de mim, obrigado meu Deus por me guiar, só em ti eu tenho forças para lutar.
(Descobri que além de ser um anjo, eu tenho cinco inimigo).
Cadeia, um cômodo do inferno, seja no outono, no inverno.
Sem anistia, todo dia é foda, cadeia, ae maluco, to fora.
Continuar no crime, não to afim, não quero mais essa vida pra mim.
Num pássaro voando enxerguei minha verdade, compreendi o valor da liberdade. Na paz, sigo sempre mais, pena que esta idéia pra você tanto faz.
Escutar ou não, qual a diferença?
Representei, não tive recompensa.
Se conselho fosse bom, não se dava, luz pra cego, que piada.
Ae mano, pelos ouvidos, não seja você mesmo seu próprio inimigo. Termino por aqui, espero que me entenda, pra que depois não se arrependa.
É tudo no seu nome, decide aí, escolha seu caminho, o exemplo tá aqui.
Obrigado meu Deus,por me guiar, só em ti eu tenho forças pra lutar.
(Descobri que além de ser um anjo, eu tenho cinco inimigo,preciso de uma casa para minha velhice, porém preciso de dinheiro para fazer investimentos).

Veja também: Atrás de mim!, The wall, Fátima, Procon divulga listas de empresas, Reputação ilibada e notável saber jurídico., Justiça de mierda, Advogados, No Capão Redondo, ninguém sonha em ser médico, Ta foda ser brazileiro!!!, PÁTRIA MADRASTA VIL

A guerra do vintém

A guerra do vintém

Exploradas por militantes republicanos, manifestações contra taxa sobre transporte urbano tumultuam capital do Império e deixam mortos e feridos pelas ruas.
José Murilo de Carvalho

No dia 28 de dezembro de 1879, a capital do Império viu algo inédito desde 1863, quando o Brasil rompeu relações com a Inglaterra por conta da Questão Christie: a multidão protestando na rua. A manifestação aconteceu no campo de São Cristóvão, no Rio de Janeiro, em frente ao palácio imperial. Cerca de cinco mil pessoas, lideradas por um militante republicano, o médico e jornalista Lopes Trovão, reuniram-se para entregar a d. Pedro II uma petição solicitando a revogação de uma taxa de 20 réis, um vintém, sobre o transporte urbano, ou seja, bondes puxados a burro. O vintém era moeda de cobre, a de menor valor da época. A polícia não permitiu que a multidão se aproximasse do palácio. Enquanto os manifestantes se retiravam, o imperador mandou dizer que receberia uma comissão para negociar.
(…)
O novo imposto e a taxa atingiram diretamente duas categorias, os funcionários públicos e os usuários de bondes. Em 1870, a capital tinha 192 mil habitantes na área urbana, dos quais 11 mil funcionários públicos, entre civis, militares e eclesiásticos, já que naquela época o catolicismo era a religião oficial do Estado. Havia quatro grandes companhias de ferro-carris urbanos, ou de bondes, como ficaram conhecidos: a Botanical Garden Co., que cobria a zona sul, saindo da rua Gonçalves Dias, a Cia. de São Cristóvão, concentrada na zona norte, com ponto final no Largo de São Francisco, a Ferro-carril de Vila Isabel, que partia da Praça Tiradentes, e a Cia. de Carris Urbanos, que atendia ao centro, incluindo a zona portuária.
(…)
Desse clima de insatisfação, tiraram vantagem os agitadores republicanos. Ao que parece, na demonstração de São Cristóvão estavam presentes, sobretudo, pessoas de melhor situação social, certamente muitos funcionários públicos. Na do dia 1º, teria entrado em ação a massa dos usuários mais pobres, acrescida da tropa barra-pesada do centro e da zona portuária. Não por acaso, os líderes do movimento perderam o controle da multidão nesse dia.

Embora legal, a taxa do vintém era profundamente impolítica, como se dizia na época. O ministro fora alertado para as possíveis reações. Mas Afonso Celso era tão competente quanto teimoso. Pagou por isso alto preço em 1880, como pagaria em 1889, por ocasião da proclamação da República. A reação da polícia foi infeliz em 28 de dezembro, ao não negociar a audiência com o imperador, e imprudente em 1º de janeiro. A do Exército, simplesmente desastrada.
(…)
Mas a revolta não foi republicana, afirmaram seus próprios líderes. Muitos interesses feridos nela se fundiram, de grandes e de políticos, de gente miúda e de simples cidadãos. Uma grande explosão social, detonada por um pobre vintém.

José Murilo de Carvalho é professor titular da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), membro da Academia Brasileira de Letras, do IHGB e da Academia Brasileira de Ciências e autor de D. Pedro II: ser ou não ser. São Paulo: Cia. das Letras, 2007.

Veja também: Impostômetro, Pneu, Vasos e flores, Cantar, Mata Atlântica, Miniusina de energia, Água mata?, Efeito Borboleta, DECLARAÇÃO IRPF 2012, Se sentindo só? Anúncios de solteiros., Todo Dia Era Dia de Índio