Bolo da retenção

Ângela decidiu se mudar de Sorocaba para Marília, interior de São Paulo, depois de sofrer ameaças do ex-marido. Ela viveu um relacionamento abusivo por 10 anos. DANIEL FROES – Razões para Acreditar

post facebook confeiteira humilha cliente reclamou taxa entrega bolo

“Depois de um ano separada dele, comecei a sofrer ameaças de morte. Ele me perseguia e dizia que tiraria meus filhos de mim.”

selfie confeiteira e filhos

“Eu nunca tinha feito bolo antes, mas me vi no desespero de ter aluguel para pagar e as contas chegando. Pedi R$ 100 emprestados para minha mãe e comecei primeiro com recheios que eu sabia fazer como brigadeiro e prestígio.”

A esperança de dias melhores está na venda de bolos de pote. “Faço bolos todos os dias e vendo de porta em porta ou quando tem pedido.”

O que você faria se todo mundo que você conhecesse esquecesse de seu aniversário?

Tudo começou quando um policial viu uma moto em alta velocidade e deu ordem de parada ao motociclista. Kanokpan Putthapong se deu conta de que ele era apenas adolescente triste que não tinha policial e estava sem capacete, ele se sensibilizou quando o adolescente disse que era seu aniversário, que ninguém havia se lembrado dele, e que sua família o odiava. GABRIELA GLETTERazões para acreditar

Policial compra bolo de aniversário para jovem que chorava por terem esquecido a data 1

Depois deste gesto inesperado, o garoto finalmente se acalmou e percebeu que as coisas não eram assim tão ruins assim e que, muitas vezes, podemos encontrar o amor em um gesto de um simples desconhecido.

Mas não podemos esquecer que o trabalho do policial consiste em organizar o trânsito e multar aqueles que não respeitam as leis, por isto ele deu uma bronca dizendo que é ridículo arriscar a vida por causa de um bolo ou de uma festa.

Retez-se: BOLO DE ARROZ CRÚ, BOLO DE LARANJA VEGANO COM LEITE DE ARROZ INTEGRAL, Vegano Periférico e Veganos Pobres do Brasil, 15 RECEITAS COM TAPIOCA: PRÁTICAS E DELICIOSAS, Policial da Flórida mostra como se trata reclamação de que garotos estão jogando basquete na rua, Dia do Guarda Civil, Engenharia do Consentimento

ClarinhaMar

Feliz deve ser quem tem Clarinha sempre por perto! A jovem poeta ganhou a internet inteira em 2020 e da forma mais inspiradora possível. MONIQUE DE CARVALHORazões para Acreditar

“O Oceano do Mundo Concreto
Nada sei dizer sobre grandes egos

De grandes feitos meu corpo tem vão
Não me atrevo a contar do que sou cego
Nessa sombra feita clara ilusão
Nunca entendi, mas sempre me calaram

Minha sã poesia não diz de amor
Deste, todas as bocas já falaram
Crucifixo de corações, torpor
E do oceano que sobrevivi

Tão real que me dói imaginar
Mundo, fel de ódio num doce servir
Tua boca fala do vazio, teu ser

E meu oceano se deixa afogar
Na palavra que luta com o morrer.”

Clarinha aborda assuntos como preconceito, deficiência, limitações, aceitação e muito mais. Tudo isso usando uma linguagem sempre acessível.

O primeiro vídeo de Clarinha que assisti foi dela falando lindamente sobre “ser uma pessoa com deficiência”.

A deficiência não é um mal. É simplesmente uma característica“.

Tinha muita gente gostando dos vídeos de Clarinha, tinha aqueles que a criticavam de forma bastante preconceituosa. A partir desses comentários ela fez uma série de vídeos falando da sua paralisia cerebral e explicando mais sobre algumas deficiências.

View this post on Instagram

O que é a deficiência?

A post shared by ClarinhaMar (@clarinhamaroficial) on

Podemos encontrá-la também no Facebook Clara Marinho. Janete Chargista – Jornalistas Livres

Clarinha é uma delicadeza de pessoa. Os vídeos são sempre muito agradáveis e inspiradores para todos nós.

A gente só tem que agradecer pela sua presença nas redes Clarinha. Não pare nunca! Te amo querida.

Clarinhamar: Lei Brasileira de Inclusão das Pessoas com Deficiência, Brasil termina Parapan em 1º lugar e faz a melhor campanha da história, Um bom lugar, Descomplicando a Inclusão, O VENTO QUE VARRE A CASA, Dois Brasis ou 07?!, Auti interação, Meu nome é Jonas

Aline Gonçalves Santos e o fusca elétrico

Chegando praticamente sozinha em um mercado multibilionário controlado por meia dúzia de conglomerados internacionais, Aline brinca com sua situação: “me sinto uma sardinha no meio dos tubarões”. Gabriel Pietro

engenheira instalando motor elétrico fusca

No entanto, não teme a competição. Encara os desafios e quer popularizar essa nova realidade. “Quando eu me deparei com o valor de um veículo elétrico, eu percebi que a população brasileira não tinha condições de comprar. Eu não tenho condições de comprar, e eu queria muito um carro elétrico.”

A engenheira eletricista Aline Gonçalves Santos, 31 anos, moradora de Vila Velha (ES), desenvolveu um audacioso projeto tecnológico e conseguiu equipar seu Fusca de 1971 com um motor elétrico, estudou e elaborou por dois anos um estudo em que buscava identificar os componentes necessários para criar um motor elétrico para seu carro de meio século. A pesquisa é um passo adiante para adaptar os carros movidos a combustíveis fósseis no país.

A engenheira executou diversos testes em seu veículo antes de lançar a startup MeuVeb. Com a ajuda de uma equipe de eletricistas e mecânicos, e um investimento inicial de R$ 60 mil, Aline conseguiu equipar seu Fusca com o motor elétrico.
Dois anos de pesquisas e muito quebra-cabeças viraram dois dias: este é o prazo para Aline transformar qualquer carro movido a gasolina/etanol em um veículo elétrico. Dois dias! Por R$ 45 mil, preço do kit comercializado pela startup, isso é possível. Razões Para Acreditar

Eficiência: roda 50 quilômetros a uma velocidade de 50 km/h. Amigos do Fusca – Facebook
O kit é composto por motor elétrico, 15 células de bateria de lítio e um display que informa ao condutor algumas informações do sistema, como a temperatura da bateria. Apesar da adaptação universal, inicialmente os veículos antigos de chassi Volkswagen foram escolhidos para as modificações.AutoVídeos
“É um carro urbano, dentro da proposta de popularizar o veículo elétrico. Um estudo apontou que a velocidade média em Vitória é de 30km/h, portanto, o Fusca está excelente. As pessoas ficam mais tempo com o pé na embreagem do que no acelerador”, disse a Aline, que está recebendo propostas de parcerias de paraguaios e chineses para o aprimoramento do motor. Ademilson RamosEngenharia é

Foto: Jefferson Rocio/Mec Show 2018
“A nossa proposta é galgar para chegar a carros mais novos”, contou a engenheira, que participa nesta semana de mais uma etapa da InovAtiva Brasil, o principal programa de aceleração em larga escala para negócios inovadores do país, em São Paulo. Seu mentor é o Nelson Nishiwaki, referência em consultoria no mercado automobilístico brasileiro e auditor da Toyota. Índice Moqueca – Aline Diniz
Poetize-se: DAD VW, BUMBLEBEE ERA UM FUSCA???, SAUDAÇÃO AO SOL, CANCERIANO SEM LAR, ROLÊ DE NATAL VOLKS CLUB MOOCA, EM BUSCA DA VERDADE, KUMSCA, A CORRIDA DE MOTOS MAIS INSANA QUE VOCÊ JÁ VIU, DIA DO FUSCA., MONTE SEU FUSCA, HO’OPONOPONO, EMV, VOLKSWAGEN SP2 CLÁSSICO, A INVASÃO DO BRASIL

Timeout

TIMEOUT – A SUA MANEIRATimeout Rock Band

Usualmente, pessoas com autismo são subestimadas, infantilizadas e colocadas em um lugar de exclusão, diferenciadas das pessoas consideradas ‘normais’. Acreditamos que a banda é uma verdadeira transgressão social nesse sentido”, afirma o psicólogo Paolo Rietveld, o idealizador da Timeout, em conversa com o Razões para Acreditar.

032bcmw-22-pccavera-img-4413-545x363

O projeto do Instituto Ninar e formada por jovens com neuro-diversidades, como TEA e quadros assemelhados tem seu principal objetivo desenvolver e aprimorar habilidades sociais, lúdicas e até motoras por meio da arte.

Estamos ensaiando semanalmente pra mostrar a vocês um trabalho com muita dedicação e qualidade – afirma a banda.

 

Banda timeout em Luziânia-GO

Para a banda o nome Timeout significa literalmente um “tempo fora” de todos os termos e técnicas de terapia, um suspiro para a diversão e a espontaneidade, isso tanto para os meninos quanto para os terapeutas. Cultura Rock DF

37791110_1914216341950841_5617170912194330624_n

Essa foto representa o que é a timeout e nossa felicidade de ontem. Tocar pela primeira vez para um público desconhecido e enorme foi verdadeiramente incrível. A recepção não poderia ter sido melhor. Vimos pessoas se emocionarem, pularem e cantarem com os músicos mais audaciosos desse planeta. Gostariamos muito de agradecer a oportunidade dada pelo @brasiliacapitalmotoweek, por toda nossa equipe e familiares, ao nosso público fantástico e, principalmente, aos nossos meninos, que surpreendem mais a cada dia — em Brasília Capital Moto Week.

Mude conceitos, você pode e deve: FERNANDA SAZUKIPOSITIVIDADERELIGIÃO MENTALDEPRESSÃO MASCULINAVIDACELL®NICK CAVEA ULTIMA CEIASURFISTA PRATEADO VS DR. MANHATTANRESERVE™MINHA CRENÇA MORTALEI ROUANETANESTESIA MENTAL.TRANSTORNO DO ESPECTRO AUTISTA (TEA)