Prefeitura de SP demite três servidores que se recusaram a tomar vacina

A prefeitura de São Paulo demitiu três funcionários comissionados que se recusaram a tomar vacina contra a Covid-19. Marcos Rocha – Conexão Política

De acordo com o órgão, será feito um levantamento sobre o esquema vacinal com base no cruzamento de dados entre a folha de servidores e o registro das doses aplicadas pela Secretaria Municipal de Saúde.

Desde agosto um decreto municipal exige que todos os funcionários de autarquias, fundações e da administração devem receber a substância, e para ingressar na sede do Executivo, tem sido necessária a apresentação da carteira de vacinação.

“A comprovação da vacina é uma medida que tem como objetivo garantir a segurança dos funcionários e da população imunizada”, declarou, em nota, a gestão do prefeito Ricardo Nunes (MDB).

BHAZ

O governo de Jair Bolsonaro publicou uma portaria nesta 2ª feira (1º.nov.2021) proibindo a demissão de trabalhadores que decidiram não se vacinar contra a covid-19. Para o Executivo, a medida é uma “prática discriminatória”. A portaria que proíbe a demissão de pessoas não vacinadas contra a covid-19 é assinada pelo ministro do Trabalho e Previdência, Onyx Lorenzoni, e foi publicada em uma edição extra do Diário Oficial da União. Eis a íntegra (PDF – 1 MB). Poder360

“Ao empregador é proibido, na contratação ou na manutenção do emprego do trabalhador, exigir quaisquer documentos discriminatórios ou obstativos para a contratação, especialmente comprovante de vacinação, certidão negativa de reclamatória trabalhista, teste, exame, perícia, laudo, atestado ou declaração relativos à esterilização ou a estado de gravidez”, diz a portaria.

O texto entra em vigor nesta 2ª feira (1º.nov) e considera como “prática discriminatória a obrigatoriedade de certificado de vacinação em processos seletivos de admissão de trabalhadores, assim como a demissão por justa causa de empregado em razão da não apresentação de certificado de vacinação”.

A portaria determina ainda o ressarcimento dos trabalhadores que tiverem a relação de trabalho rompida por “ato discriminatório”. Segundo o texto, esses trabalhadores têm direito à reparação por dano moral e podem escolher um dos seguintes mecanismos de compensação:

– reintegração com ressarcimento integral de todo o período de afastamento, mediante pagamento das remunerações devidas, corrigidas monetariamente e acrescidas de juros legais; percepção, em dobro, da remuneração do período de afastamento, corrigida monetariamente e acrescida dos juros legais.

– percepção, em dobro, da remuneração do período de afastamento, corrigida monetariamente e acrescida dos juros legais.

Para o ministro, o Brasil fez um “grande esforço” na vacinação contra a covid-19, mas a decisão de se vacinar é pessoal. Ele fala que a Constituição e a CLT (Consolidação das Leis do Trabalho) não exigem a vacinação e garantem o livre arbítrio.

Facebook

A portaria do Ministério do Trabalho foi publicada poucos dias depois de a prefeitura de São Paulo demitir 3 servidores comissionados que se recusaram a tomar a vacina contra covid-19. Estados como Ceará e Pernambuco também decidiram punir os não imunizados ou exigir a vacinação dos servidores públicos. Empresas também têm avaliado a situação e determinado os próprios protocolos sanitários.

Livreze-se: Código de defesa do usuário do serviço público da Prefeitura de São Paulo, Operação Baixas Temperaturas, Mapa de Áreas de risco: informação para prevenção, Iniciativas Solidárias frente ao Surto do Coronavírus, Assédio moral (bullying, manipulação perversa, terrorismo psicológico)., Governo Aberto

Menta, aranhas, baratas, formigas e ratos?

Estamos trazendo uma dica simples. Cura pela Natureza

Ela é natural e totalmente ecológica, você não vai matar os insetos, vai apenas mantê-los longe da sua casa.

As duas são da mesma família, mas a menta tem sabor e cheiro mais fortes.

A hortelã também pode ser utilizada para a mesma finalidade, mas a menta é mais forte, por isso é mais efetiva.

Você pode plantar várias mudas de menta em torno do seu jardim, ou combine alguns gotas óleo essencial de menta (vende-se em lojas de produtos naturais ou na internet) com água e coloque a mistura em um frasco tipo spray.

Pulverize as janelas, portas e cada canto da sua casa, é natural e ecológico, você não colocará a saúde de sua família e de seu animal de estimação em risco.

Hortelã é a Mentha piperita e a menta é a Mentha spicata. São plantas muito parecidas, mas uma é mais forte no aroma e no sabor do que a outra. Dimóvel