Primeira Carta Geotécnica do Brasil

A Carta Geotécnica é um documento cartográfico que traz informações sobre as características do meio físico e problemas existentes ou esperados. É uma ferramenta que pode ser utilizada para o planejamento urbano de determinada área, definindo se ela pode ser ocupada ou como deve ser ocupada.

Carta geotécnica dos Morros de Santos e São Vicentes (SP)

No Brasil, várias regiões são afetadas por ocupação indiscriminada de encostas, zonas alagadas ou sujeitas a inundações e deslizamentos. Nos anos 70, a Casa Militar do Estado de São Paulo, por meio da Coordenadoria de Defesa Civil, convidou o IPT – Instituto de Pesquisas Tecnológicas para indicar soluções de estabilização para os frequentes e trágicos deslizamentos dos morros de Santos e São Vicente. Essa região vinha sofrendo com esses problemas desde a década de 20, provocando dezenas de vítimas fatais nos acidentes ocorridos em 1929 e 1956.

O produto final desses estudos resultou na primeira Carta Geotécnica do País, editada como Publicação IPT “Morros de Santos e São Vicente” em 1980. A Carta Geotécnica teve como objetivo orientar a Prefeitura para minimizar os custos de urbanização, os riscos de ocupação, otimizar a utilização dos espaços, melhorar as condições de segurança e contribuir para qualidade de vida da população que habitava as áreas de risco.

Este foi um trabalho inédito no País, consolidando esse tipo de instrumento como referência para os trabalhos de planejamento territorial e urbano e implantando uma nova metodologia de trabalho na área: a cartografia geotécnica.

Geoze-se: Mapa de Áreas de risco: informação para prevenção, Substituto de agrotóxico: eucalipto, Veja tudo que o Google sabe sobre você !!, Society 5.0, “A MÃE DO BRASIL É INDÍGENA”, Abelha, o ser humano mais importante do planeta, Expedição pelas Nascentes do Rio Água Preta

Brazil, que raça é essa?!?

http://wp.me/p2VQyY-R3n

https://evsarteblog.wordpress.com/2017/10/13/aos-ricos-ovas-de-esturjao-aos-pobres-racao-conversa-afiada/

Esta é a peça mais importante para a nutrição, pois é através dela que seu animal vai adquirir todas as vitaminas, minerais e nutrientes necessários para se manter bem e saudável. Por isso, escolha a ração com cuidado levando em consideração a raça, porte e necessidades especiais do seu animal. Prefira as rações com qualidade comprovada a marcas desconhecidas. https://mundopet29.wordpress.com/2017/09/20/racao/

A empresa responsável por produzir o produto chamado pelo prefeito João Doria de “abençoado” e que seria capaz de suprir necessidade de pessoas desnutridas não tem fábrica em atividade e nem capacidade de produzir em escala. https://www.brasil247.com/pt/247/sp247/322486/Ra%C3%A7%C3%A3o-de-Doria-%C3%A9-%E2%80%9Cfake%E2%80%9D-como-ele-nem-f%C3%A1brica-tem-s%C3%B3-endere%C3%A7o-de-luxo.htm

Editado via celular.

Ovodoria, vitória final?!?

Síntese real do mercado do ovo. Mercado do Ovo

“Pessoal, estou em Salvador para receber o título de cidadão soteropolitano, e uma minoria ruidosa e autoritária tentou nos agredir. Não é esse o Brasil que queremos. Este tipo de violência só reforça meu desejo de que o Brasil avance unido. A paz prevaleceu e a Câmara de Salvador, a casa do povo, nos recebeu com muito carinho. Obrigado povo da Bahia!”, em seu perfil oficial, Joao Doria. G1

Japão vende ovo de páscoa importado do Brasil por menos da metade do preço. Por André Fuentes, in Veja

O efeito pós-delação premiada dos donos da JBS toma um rumo que preocupa muito o campo: o do boicote de produtos.

A possibilidade de aumento do boicote, já iniciado por algumas empresas, provocaria uma interrupção das atividades dos produtores ligados a esse setor, uma das empresas da JBS, tem 10 mil produtores integrados, a Seara  — são famílias de agricultores (escravos) que criam animais (escravos) para a empresa.

Francisco Turra, presidente da ABPA (Associação Brasileira de Proteína Animal), no caso da Seara, pelo menos 100 mil trabalhadores serão afetados, segundo ele.

“O boicote visa os dirigentes, mas pode afetar também as finanças de pelo menos 60 municípios onde a empresa atua.”

Além de buscar uma recuperação da imagem do setor, a ABPA desenvolve normas de conduta para o setor com o Ministério da Agricultura. . OvoSite

O Ovo é uma celula, assim como você foi um dia, respeite a vida. Eu

SP Cidade Limpa

Nova ferramenta de busca, mantida pelas empresas de coleta e limpeza pública contratadas pela Prefeitura de São Paulo, você poderá consultar os dias e horários em que esses serviços são executados na sua rua, pesquisando pelo nome do logradouro ou pelo CEP. SISTEMA DE CONSULTA UNIFICADA POR INFORMAÇÕES SOBRE SERVIÇOS DE LIMPEZA PÚBLICA DO MUNICÍPIO DE SÃO PAULO

img_01

O esforço por uma São Paulo de paisagem mais ordenada foi recompensado com a Lei nº 14.223, a Lei Cidade Limpa, juntamente com o decreto regulamentador nº 47.950, visa recuperar certos direitos fundamentais da cidadania que haviam se perdido com o tempo.

c8862020-2a60-4d00-9c77-63aaa3d4a736

O Sindicato das Empresas de Publicidade Exterior do Estado de São Paulo, recebeu a primeira decisão de inconstitucionalidade desde que a lei começou a valer, em janeiro de 2007. O advogado delas, Sérgio Pupo, diz que essa foi a primeira decisão sobre a constitucionalidade favorecendo pessoas físicas.

Enxergue mais: LUMINESCE™ CELLULAR REJUVENATION SERUMINSTANTLY AGELESS ™THE STREET STORECONTROLE SOCIALBICICLETA EMPRESTADA!SEMANA DO CONSUMIDORPANCADARIA DO ÓVOTO NULOCIDADES DEMOCRÁTICASA CIDADE

Ouvidoria Municipal de Direitos Humanos

A Ouvidoria Municipal de Direitos Humanos – OMDH funcionará em parceria com a Comissão Municipal de Direitos Humanos, dando continuidade ao trabalho de forma sistematizada em relação ao prestado até agora nessa área.

A Prefeitura paulistana já presta assistência na área de direitos humanos, com atendimento direto ao público, que pode apresentar suas queixas e denúncias no chamado Balcão de Atendimentos da SMDHC.

 Contato com a Ouvidoria via:

Telefone: (11) 31138993/8994

Email: cmdh@prefeitura.sp.gov.br

Carta: Líbero Badaró, 119, térreo, Cep 01009-000

Pessoalmente através do endereço: Líbero Badaró, 119, térreo, Cep 01009-000. Portal da Juventude

Arte Fora do Museu

grafiteearte
Nós da iniciativa Arte Fora do Museu apresentamos este abaixo-assinado em apoio ao projeto de lei nº 840/2013, de autoria do vereador Nabil Bonduki, que garante perante a lei a legitimidade do trabalho artístico que vem sendo desenvolvido nas ruas da cidade.

Já existe uma lei federal que poderia ser levada em conta, mas não é sequer lembrada:

Art. 65 da Lei no 9.605, de 12 de fevereiro de 1998

Não constitui crime a prática de grafite realizada com o objetivo de valorizar o patrimônio público ou privado mediante manifestação artística, desde que consentida pelo proprietário e, quando couber, pelo locatário ou arrendatário do bem privado e, no caso de bem público, com a autorização do órgão competente e a observância das posturas municipais e das normas editadas pelos órgãos governamentais responsáveis pela preservação e conservação do patrimônio histórico e artístico nacional. (Incluído pela Lei nº 12.408, de 2011)

A lei é bem clara quando diz que não é crime quando o grafite realizado tem o objetivo de valorizar o patrimônio público. Exemplos desta forma de arte modificando para melhor a paisagem de São Paulo não faltam. Alguns viraram inclusive pontos turísticos, como o Buraco da Paulista e imenso painel da entrada da Avenida 23 de Maio. Este painel é tema do documentário Cidade Cinza, que retrata como obras de artistas renomados inclusive no exterior, como osgemeos e Nunca, são apagados sem critério por fiscais da prefeitura.

Veja também: 35 verdades ditas sobre o Brasil, pelos olhos de um Turista, Museu Virtual, Os cães, 1984!, Primo rico?, O que te importa?, Catador de ministros, Lixo ou resíduos?, Lixo! Eu?, Halloween Saci!

DIÁRIO OFICIAL DA CIDADE – D.O.C. – Eletrônico

DIÁRIO OFICIAL DA CIDADE – D.O.C. – Eletrônico

Consulte: www.docidadesp.imprensaoficial.com.br/

Utilizem a versão eletrônica, acesso rápido nas matérias, permitindo a consulta em todas as edições, desde o ano de 1975.
Para facilitar a busca pelas publicações, foram desenvolvidas algumas ferramentas que agilizam a navegação, como o sistema de busca por palavras, por data e ano da edição, com certificação de página.

Ao acessar a página com o conteúdo desejado, clique em CERTIFICAR, para autenticar a página e efetuar a impressão

A página que é acessada pela internet é válida como documento e prova autêntica da publicação de seus atos oficiais e pode ser apresentada em cartórios, anexada a processos administrativos e prontuários funcionais.

A certificação é garantida pela Autoridade Certificadora Imprensa Oficial com impressão da data, hora e número de autenticação no rodapé da página consultada.

Evite o recorte e cola das edições impressas, promova a otimização dos recursos naturais.

Demais esclarecimentos podem ser obtidos pelo e-mail: diariooficial@prefeitura.sp.gov.br ou telefone: 3396-7082.