Sequência cassetete quebrou

Morre radialista que foi atingida por carro alegórico no carnaval do Rio 2017, Elizabeth Ferreira Joffe, de 55 anos, foi uma das vítimas de acidente. Direção do hospital onde ela estava internada confirmou a informação. 

Durante o confronto, algumas agências bancárias que ficam no cruzamento da Avenida Goiás com a Anhanguera tiveram vidros quebrados por mascarados. Além disso, comerciantes da região fecharam suas portas, por volta do meio-dia, com medo de invasões e depredações, e só reabriram após o fim do protesto. Fernanda Borges, G1 GO

Mateus Ferreira da Silva, 33, sofreu traumatismo cranioencefálico (TCE) e múltiplas fraturas e permanece internado em UTI com quadro grave. PM diz que apura o caso.

http://g1.globo.com/goias/noticia/sequencia-de-fotos-mostra-que-cassetete-de-pm-quebrou-ao-atingir-cabeca-de-estudante-em-goiania-veja.ghtml?utm_source=facebook&utm_medium=share-bar-smart&utm_campaign=share-bar

GTA IV – GCM : Duster Guarda Civil Metropolitana de São Paulo

GTA IV – GCM – Guarda Civil Metropolitana São Paulo em patrulhamento: perseguições e troca de tiros.

Curta a pagina no facebook e receba atualizações de videos novos e viaturas gratis para download.

Curtam a pagina do canal do Facebook 🙂

Jogo

Grand Theft Auto IV – 2008

Explore no YouTube Gaming

GTA IV – Guarda Municipal Curitiba em patrulhamento com Parati

GTA IV – Policia Militar Pernambuco em patrulhamento aéreo

Sergeant Cooper the Police Car – Real City Heroes (RCH) – Videos For Children

POLICE CAR CHASE | toy police chase | toy police car chases | Police Car For Children | POLICE – Video For Kids – Видео для детей.

Os rachas mais insanos do ano de 2016 até bicicleta turbo. – Sorry-a

GTA IV – PRF : Patrulha Rodoviária de moto

Observe mais: RECEITA PÃO DE ATUMSANDUÍCHES SEM PÃOPHILIP K. DICKNAARA BEAUTY DRINK!!!DIA DO GUARDA CIVILTORNE-SE UM MENDIGO.EMVCARTA DE UM POLICIAL NOS PROTESTOS DE SÃO PAULOADORO ESSA PARTE DA ANATOMIA FEMIMINA.INSTANTLY AGELESS ™MEDICINA TRADICIONAL YANOMAMI ON-LINEÍNDIO EDUCAVIDACELL®PRINCÍPIOS: O USO DA FORÇAREMÉDIO QUE CURA QUALQUER DOENÇAONDE FUI ROUBADORESERVE™A HISTÓRIA DO JARDINEIRO DE OXALÁSÓ ISSO!UM GOLPE EDUCADO!POLICIAL DA FLÓRIDA MOSTRA COMO SE TRATA RECLAMAÇÃO DE QUE GAROTOS ESTÃO JOGANDO BASQUETE NA RUA

juiz, mas não Deus!

“Ao apregoar que o demandado era ‘juiz, mas não Deus’, a agente de trânsito zombou do cargo por ele ocupado, bem como do que a função representa na sociedade”. José Carlos Paes – UOL

Juiz-Joao-Carlos-de-Souza-Correa-que-dirigia-carro-sem-placa-prestando-depoimento-na-14DP-no-Leblon-Foto-Marcio-AlvesAgencia-O-Globo

A blitz da Lei Seca ocorreu na Rua Bartolomeu Mitre, no Leblon, em fevereiro de 2011. O juiz João Carlos conduzia um Land Rover sem placas e não portava carteira de habilitação. Luciana, na condição de agente de trânsito, informou que o veículo teria de ser apreendido e encaminhado a um pátio. Do G1 Rio

ols_rogerio_santana_3

Fiscal é condenada por ‘zombar’ de juiz. Destak

vaquinha

João Carlos de Souza Correa já havia se envolvido em uma confusão, com um policial rodoviário, em 2009, quando foi parado em Rio Bonito. Além do excesso de velocidade, chamou a atenção dos agentes um giroflex azul (luz de emergência giratória, usada por carros da polícia) no teto. Assim como no caso da agente da Lei Seca, ele também deu voz de prisão ao policial que fez a abordagem.

illusion

Segundo o policial rodoviário Anderson Caldeira, logo que desceu do veículo, o magistrado, aos berros, disse que era juiz de direito:

“Ele relutou muito em se identificar e em nenhum momento parou de gritar e me ameaçar, dizendo que me colocaria na rua, que a minha carreira no serviço publico estava acabada, etc”. Extra

operacao-lei-seca-luciana-silva-tamburini

Veja também: Ignorância e sucesso?, PARE ou DIMINUA?, UM “DEVOGADO” E… DUS BÃO!‏, Coincidence or not, 10 razões para legalizar as drogas, O país da piada pronta!, O crime compensa, Brincando de lógica, CONSCIÊNCIAS NOTÓRIAS: ALBERT EINSTEIN

Sistema Nacional de Políticas Públicas sobre Drogas

Parágrafo único. Pode a União autorizar o plantio, a cultura e a colheita dos vegetais referidos no caput deste artigo, exclusivamente para fins medicinais ou científicos, em local e prazo predeterminados, mediante fiscalização, respeitadas as ressalvas supramencionadas. LEI Nº 11.343, DE 23 DE AGOSTO DE 2006.

O CQC resolveu entrar no debate sobre a legalização da Cannabis e foi atrás de especialistas, usuários, partidários contrários e até do ex-presidente FHC para ajudar a esclarecer o assunto. Grupo Bandeirantes de Comunicação

“Cultivar a liberdade para não colher a guerra”
Marcha-PM

Veja também: E agora???, Estupidez, Computer History Museum, O crime compensa, Porque sim!, Vergonha alheia!!!, Norte Nordeste Me Veste, Saúde nossa de cada dia!, Bolsa família, Ar condicionado caseiro, Fui processado. O que eu faço?, Michael Moore, Vamos acabar com o domínio da Monsanto, Carta à Sra. “Presidenta” da República

Ele é Corno, Mas é Meu Amigo

Ele é Corno, Mas é Meu Amigo – Tiririca

Amizade é a melhor coisa do mundo
Num amigo de verdade não se vê defeito
Como disse o poeta
O amigo é pra se guardar no lado esquerdo do peito

Amizade é a melhor coisa do mundo
Num amigo de verdade não se vê defeito
Como disse o poeta
O amigo é pra se guardar no lado esquerdo do peito

Ele é corno, mas é meu amigo
Ele é viado, mas é meu amigo
Ele é baitola, mas é meu amigo
Ele pode ter defeitos, mas é meu amigo

Ele é corno, mas é meu amigo
Ele é viado, mas é meu amigo
Queima a arruela, mas é meu amigo
Ele pode ter defeitos, mas é meu amigo

Um amigo é pra acudir o outro
Eu tô aqui pra acudir você
Um amigo com defeitos é pouco
Se o amigo é de verdade defeitos nele não vê

Um amigo é pra acudir o outro
Eu tô aqui pra acudir você
Um amigo com defeitos é pouco
Se o amigo é de verdade defeitos nele não vê

Ele é corno, mas é meu amigo
Ele é viado, mas é meu amigo
Ele é briguento, mas é meu amigo
Pode ser fofoqueiro, mas é meu amigo

Ele é corno, mas é meu amigo
Ele é viado, mas é meu amigo
Queima a arruela, mas é meu amigo
Ele pode ser briguento, mas é meu amigo

Eu acho o seguinte
Eu acho que tirando todos os defeitos
Ele é uma pessoa excelente!

Um amigo é pra acudir o outro
Eu tô aqui pra acudir você
Um amigo com defeitos é pouco
Se o amigo é de verdade defeitos nele não vê

Um amigo é pra acudir o outro
Eu tô aqui pra acudir você
Um amigo com defeitos é pouco
Se o amigo é de verdade defeitos nele não vê

Ele é corno, mas é meu amigo
Ele é viado, mas é meu amigo
Ele é ladrão, mas é meu amigo
Ele pode ter defeitos, mas é meu amigo

Ele é corno, mas é meu amigo
Ele é viado, mas é meu amigo
Queima a arruela, mas é meu amigo
Ele pode ser briguento, mas é meu amigo

Olha, não importa o que ele seja
Ele pode ser tudo que não presta
O importante é que ele é meu amigo
Eu não tô nem aí pro que falam

Ele é corno, mas é meu amigo
Ele é viado, mas é meu amigo
Queima a arruela, mas é meu amigo
Ele pode ser briguento, mas é meu amigo

Ele é corno, mas é meu amigo
É fofoqueiro, mas é meu amigo
Ele é viado, mas é meu amigo
Ele pode ser briguento, mas é meu amigo

Não importa o que ele seja
O importante é que ele é meu amigo
E eu tenho ele no meu coraçãozinho

Veja também: Cinquenta Tons de Cinza, VERGONHA INTERNACIONAL (France Football), Brasil de bandidos, Vossa Excelência, Oitavo Anjo, Ficha Limpa!!!, Justiça em trânsito, PARE ou DIMINUA?, Verbo morrer, Vergonha na lama, Nem todos, A máscara e algumas verdades, Reputação ilibada e notável saber jurídico., Bode expiatório, DECLARAÇÃO UNIVERSAL DOS DIREITOS HUMANOS, Turismo sexual

WORLD CUPolice

pelebrazuca
alckimeimcopaescola

Veja também: Quem é o povo?, 2014, Ano do Pão e Circo, Bode expiatório, Manifestantes ou vândalos?, Sal e vinagre, Polícia 24 horas, Saramago, Não Foi Acidente, Os cinco princípios de bem viver, Porquê eu quis?, Qual o volume ocupado por 1 trilhão de reais?, FIFA World Cup 2014 – THE REAL BRAZIL, PRESÍDIOS NO REGIME MILITAR, BBB por Antonio Barreto, UM MEDICO DE BELZONTE, Voto Nulo, Bolsa família, Feliz dia do índio!!!

Coleira para crianças, absurdo?

GABRIELA SALES

Uma ideia infeliz de uma avó em Divinópolis, região Centro-Oeste de Minas, resultou em polêmica e tumulto em um supermercado da cidade na tarde desta quinta-feira (23).

A dona de casa, Neuza Ângela de Almeida, de 56 anos, utilizou a alça da bolsa de couro, desafivelou um lado da corda e passou pela cintura da menina, mantendo o outro lado preso. A cena teria causado revolta entre os clientes do estabelecimento que chamaram a polícia. “Os populares chegaram a informar que a menina estava gritando e sendo arrastada pela avó nos corredores do comércio”, contou o sargento Oliveira da Polícia Militar da cidade.

“A senhora informou ao policiais que tinha apenas tentado conter a agitação da menina que corria de um lado para o outro no supermercado e para que não a perdesse, resolveu amarrá-la à bolsa”, contou o investigador Edivar, da Polícia Civil.

Na delegacia, a avó da criança informou tomar conta da menina enquanto a filha trabalha e que estaria acostumada a agir desta maneira. O Conselho Tutelar foi acionado para acompanhar o caso.

Outro lado

Segundo o delegado de plantão, Danilo Ferraz, a avó da criança teria apenas resguardado a neta. “É uma senhora de idade e com limitações de locomoção. Durante os depoimentos constatei apenas o zelo da senhora. Isso não caracteriza crime”, disse.

Nenhum cliente se apresentou na delegacia para denunciar o suposto mal trato. “Nenhuma pessoa que ligou para Polícia Militar veio a delegacia. Nada ficou provado que a avó maltratou a criança. Acho que as pessoas deveriam ficar alarmadas é com crianças dormindo na rua, desaparecidas, pessoas passando fome e não com o zelo de uma avó”, completou.

Ferraz ainda fez duras críticas a atuação do conselho tutelar. “Fiquei espantado em ver que nenhum representante do conselho compareceu a delegacia para acompanhar o caso. Isso deveria ter sido feito já que a abordagem em tirar a menina da avó foi bastante traumática para a criança”.

Agora, o caso ficará a cargo da Delegacia de Proteção à Família de Divinópolis. Após ser ouvida pela polícia, Neusa foi liberada. O Tempo

coleiracrianças

Veja também: Homem e o diabo, Coleira para crianças inspira olhares críticos e reflexões, R7 MG, Brasil de bandidos, En+coleira+ar, Assédio moral (bullying, manipulação perversa, terrorismo psicológico)., A casa dos outros, Omissão., Advogados, Estatuto da Criança e do Adolescente

Brasil de bandidos

O juiz Ronaldo Tovani, 31 anos, substituto da comarca de Varginha, ex-promotor de justiça, concedeu liberdade provisória a um sujeito preso em flagrante por ter furtado duas galinhas e ter perguntado ao delegado: ‘desde quando furto é crime neste Brasil de bandidos?’ O magistrado lavrou então sua sentença em versos:

*No dia cinco de outubro*
*Do ano ainda fluente*
*Em Carmo da Cachoeira*
*Terra de boa gente*
*Ocorreu um fato inédito*
*Que me deixou descontente.*

*O jovem Alceu da Costa*
*Conhecido por ‘Rolinha’*
*Aproveitando a madrugada*
*Resolveu sair da linha*
*Subtraindo de outrem*
*Duas saborosas galinhas.*

*Apanhando um saco plástico*
*Que ali mesmo encontrou*
*O agente muito esperto*
*Escondeu o que furtou*
*Deixando o local do crime*
*Da maneira como entrou.*

*O senhor Gabriel Osório*
*Homem de muito tato*
*Notando que havia sido*
*A vítima do grave ato*
*Procurou a autoridade*
*Para relatar-lhe o fato.*

*Ante a notícia do crime*
*A polícia diligente*
*Tomou as dores de Osório*
*E formou seu contingente*
*Um cabo e dois soldados*
*E quem sabe até um tenente.*

*Assim é que o aparato*
*Da Polícia Militar*
*Atendendo a ordem expressa*
*Do Delegado titular*
*Não pensou em outra coisa*
*Senão em capturar.*

*E depois de algum trabalho*
*O larápio foi encontrado*
*Num bar foi capturado*
*Não esboçou reação*
*Sendo conduzido então*
*À frente do Delegado.*
*Perguntado pelo furto*
*Que havia cometido*
*Respondeu Alceu da Costa*
*Bastante extrovertido*
*Desde quando furto é crime*
*Neste Brasil de bandidos?*

*Ante tão forte argumento*
*Calou-se o delegado*
*Mas por dever do seu cargo*
*O flagrante foi lavrado*
*Recolhendo à cadeia*
*Aquele pobre coitado.**
*
*E hoje passado um mês*
*De ocorrida a prisão*
*Chega-me às mãos o inquérito*
*Que me parte o coração*
*Solto ou deixo preso*
*Esse mísero ladrão?*

*Soltá-lo é decisão*
*Que a nossa lei refuta*
*Pois todos sabem que a lei*
*É prá pobre, preto e puta…*
*Por isso peço a Deus*
*Que norteie minha conduta.*

*É muito justa a lição*
*Do pai destas Alterosas.*
*Não deve ficar na prisão*
*Quem furtou duas penosas,*
*Se lá também não estão presos*
*Pessoas bem mais charmosas.*

*Afinal não é tão grave*
*Aquilo que Alceu fez*
*Pois nunca foi do governo*
*Nem seqüestrou o Martinez*
*E muito menos do gás*
*Participou alguma vez.*

*Desta forma é que concedo*
*A esse homem da simplória*
*Com base no CPP*
*Liberdade provisória*
*Para que volte para casa*
*E passe a viver na glória.*

*Se virar homem honesto*
*E sair dessa sua trilha*
*Permaneça em Cachoeira*
*Ao lado de sua família*
*Devendo, se ao contrário,*
*Mudar-se para Brasília.*

Um juiz arretado!

Veja também: Brasileiro Reclama De Quê?, Justiça em trânsito, Estrito cumprimento do dever, Saramago, Quem é o povo?, De Quem é a Culpa?, Água mata?, O de Otário, O Combate a Corrupção nas Prefeituras do Brasil, PÁTRIA MADRASTA VIL, Orçamento doméstico