Muda Mooca

Você sabia que a zona leste é a área menos verde da cidade? Dado que ela é a maior região em extensão de São Paulo, isso diz muito sobre nossa cidade, que a pesar de ter o melhor parque do mundo eleito pelo The Guardian, o Ibirapuera, e muitas outras áreas verdes, ainda tem muito que crescer (literalmente) quando a isso. Pensando nisso, um grupo de moradora da região criou o Muda Mooca. Letícia Genesini – São Paulo Saúdavel

Nenhuma descrição de foto disponível.
Muda Leopoldina – @mudaleopoldina  · Comunidade

Tudo começou com o advogado Danilo Bifone que vendo que a cidade precisava de mais verde plantou uma árvore. Mas ele não parou por aí. Primeiro ele plantava meio que escondido, na surdina da noite. Até que descobriu que para plantar em calçadas da cidade um morador não precisa de nenhuma autorização, apenas precisa seguir o manual técnico da prefeitura. Dito, e feito, de lá pra cá foram mais de 20mil árvores plantadas. Claro que ele não fez tudo sozinho. Outros moradores se mobilizaram e criaram o movimento Muda Mooca.

Pode ser uma imagem de 13 pessoas
Muda Mooca – @mudamooca  · Comunidade facebook

“A maior dificuldade não é achar muda, quebrar calçada ou destinar o entulho, mas convencer o morador a deixar plantar na frente da casa dele. Tem muita gente que não quer árvore na frente de casa. É uma visão meio higienista de que faz sujeira. Reclamam da folha que cai sem enxergar a poluição da cidade, sem ver os benefícios para a umidade do ar, a melhora na sensação térmica”, contou em entrevista ao Estadão.

Nenhuma descrição de foto disponível.
Muda Ipiranga – @mudaipiranga  · Comunidade

O desafio do Muda Mooca é o mesmo que de muita gente que decide arregaçar as mangas e melhorar a cidade. Um exemplo que já contamos aqui é a Horta da City Lapa criada por Neide Rigo.

Outros movimentos similares nasceram em espelho ao Muda Mooca, como o Muda Ipiranga, o Muda Itaim, o Muda Itaquera e o Muda Leopoldina. Assim, pouco a pouco São Paulo vem mudando para uma cidade mais verde!

Nenhuma descrição de foto disponível.
Muda Itaim – Comunidade

Para acompanhar o trabalho do Muda Mooca, siga-os no facebook.

Mudeze-se: MANUAL PARA A VIDA, Manual dos remédios tradicionais Yanomami, Manual sobre os usos de plantas amazônicas, Manual de agricultura urbana, Manual de Apicultura em Pequena Escala, Flowers pants, Alimento em até 60 dias

Iº Encontro Estadual de Mulheres Indígenas do Estado de São Paulo

Iº Encontro Estadual de Mulheres Indígenas do Estado de São Paulo. “Mulheres Indígenas Lutar é Resistir”

Indicativo da Programação:

31/08/18 Chegada das delegações

1º Dia 01/09/18

Eixos: Saúde
8h Violência contra mulheres
10h Medicina Tradicional
14h Segurança na Alimentação
16h Saúde Sexual
19h Atividade cultural: oficinas de fitoterápicos

2º Dia 02/09/18

Eixos: Educação
8h Educação de base, educação normativa
10h Universidade, Cotas e Permanência
Eixos:Juventude
14h Mídias livres
16h Condições de Trabalho à Indígenas de Contexto Urbano
19h Atividades Culturais

3º Dia 03/09/18
Eixos:Demarcação de Terras
8h Invasões e a demora das demarcações
10h Marco temporal e o jurídico
Eixos:Questões Ambientais
14h Contaminação e Escassez da Água
16h Agrotóxicos e o Agronegócio
19h Atividades Culturais

4º Dia 04/09/18

Eixos: Autodeclaração e Contexto Urbano
8h Indígenas em Contexto Urbano
10h O serviço da Colonização e da Catequização (descolonizando)
14h OIT 169, Legislativo e Jurídico
16h Acolhimento a pessoas que se autodeclaram

5º Dia 05/09/18

8h Atividades culturais
10h Declarações de incentivos
14h Deslocamento Para a Marcha
16H Marcha das Mulheres Indígenas no Estado de são Paulo

(podendo ser alteradas se necessário)

6º dia 06/09/18 dispersão das delegações