Carteira de motorista grátis?

O sonho de tirar a carteira nacional de habilitação, às vezes, fica pelo caminho por conta do preço, que pode chegar a R$ 4 mil, dependendo da categoria. Alguns estados brasileiros, no entanto, estão com inscrições abertas para a chamada CNH Social, que permitirá a emissão gratuita do documento. Paulo Amaral/Jones Oliveira – Canaltech. 18 de Outubro de 2021 

A iniciativa faz parte de uma ação do Governo Federal em conjunto com a Associação Nacional de Detrans (AND) e conta, atualmente, com 9 estados ativos no programa, incluindo o Distrito Federal. Além da capital do país, Bahia, Ceará, Espírito Santo, Goiás, Maranhão, Paraíba, Pernambuco e Rio Grande do Norte já emitem a carteira de motorista gratuitamente.

São Paulo, por sua vez, ainda não aderiu ao programa que dá gratuidade para a emissão da CNH. Por enquanto, o governo do estado só oferece a 2ª via do documento sem custos, mas desde que a moradia do solicitante tenha sido atingida por “acidentes ou eventos da natureza”.

A situação pode mudar no futuro, já que tramita na Assembleia Legislativa (Alesp) o Projeto de Lei 318/19, de autoria do deputado Paulo Corrêa Jr. (DEM). O texto pede a gratuidade na emissão da primeira CNH para pessoas cuja renda familiar mensal não ultrapasse o valor de dois salários-mínimos.

Mesmo nos 9 estados em que a carteira nacional de habilitação é oferecida gratuitamente (só em sua 1ª emissão), há requisitos que precisam ser cumpridos para garantir o benefício ao futuro condutor. Apenas quem se enquadrar em uma das situações abaixo poderá procurar o Detran do estado participante do programa do Governo para buscar o benefício. Todos, seja qual for a condição em que se encaixem, precisam estar inscritos no CadÚnico.

  • Ter renda familiar de até dois salários mínimos;
  • Estar desempregado há mais de um ano;
  • Estar inscrito em algum programa social, como o bolsa família;
  • Pessoas com necessidades especiais;
  • Estudante de rede pública com bom desempenho escolar.

É importante ressaltar que, mesmo se o solicitante se encaixar em uma das exigências acima, ainda é necessário verificar junto ao Detran do estado em que reside quais os outros passos a seguir. Apenas depois de concluir todo o processo é que ele saberá se é, de fato, elegível para o benefício e se terá a CNH Social emitida pelo órgão. Auto Esporte – Band

Palavras Perdidas: Geração Uber, 5 acessórios que brasileiro adora, mas não deveria instalar no carro, eTruck, Poupatempo Digital, FUI A EXPOSIÇÃO DE CARROS CLÁSSICOS!

Trabalho e desigualdade social na contemporaneidade: reflexões sobre os agentes de limpeza pública

Em 2013, trabalhando como gari concursado em Pirpirituba, município localizado no Brejo da Paraíba, Ednilson Silva decidiu entrar no ensino superior. Foi aprovado no curso de história da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) e seguiu trabalhando e estudando durante cinco anos. Neste mês de junho, utilizando a farda que veste diariamente na função, defendeu o trabalho de conclusão de curso (TCC). O tema foi a “invisibilidade” dos agentes públicos de limpeza. G1


Ednilson concilia a profissão com o curso desde 2014, quando foi aprovado no vestibular. A rotina também envolvia cuidar da família formada pela esposa Thaís e a filha Laís, de apenas dois anos. Agora, Ednilson pensa em seguir a carreira acadêmica. LeiaJá

Gabriel Pitta, um jovem baiano que desde a infância ajudou a mãe em Salvador a vender doces e salgadinhos para festas, e que agora estreou nas passarelas da São Paulo Fashion Week como modelo.

A carreira nas passarelas começou há pouco tempo, em 2016,quando tinha somente 15 anos, já participou de editoriais em revistas como Vogue, GQ e Marie Claire. Em seu início, há dois anos, Gabriel ganhou o concurso Beleza Black, na capital baiana, e ao longo de dois anos conciliou seu trabalho como modelo com a ajuda que oferecia para a mãe nos quitutes. Vivimetaliun

O psicólogo Fernando Braga da Costa como parte da pesquisa do seu doutorado trabalhou junto com os garis da Universidade de São Paulo, não conseguiu ser reconhecido por seus professores e amigos de curso. Não foi rejeitado, era como não existisse. Na convivência com os trabalhadores, compartilhou o sofrimento vivido por eles nas situações de humilhação pelas quais passavam cotidianamente.

A invisibilidade social é um fenômeno da neurose de classe para discriminar certas pessoas que ficam invisíveis através de preconceitos estéticos, culturais, sociais e econômicos. Essa arrogância opera nos planos mentais do consciente e do inconsciente, o resultado disso é que pessoas com atividades consideradas inferiores permanecem como seres imperceptíveis. Jackson César BuonocorePsicologias do Brasil

Luiz Gonzaga Leite, o Guarda Luizinho!

guardaluizcores

Mais do que punir, o importante é ensinar! Que fim levou?

guardaluizinho

“Em todos os anos em que trabalhei lá houve apenas um atropelamento e a vítima fui eu. Machucado, tive que cuidar para que as pessoas não linchassem o motoqueiro que me atropelou”. Ivan Castelo Branco

Veja também: Filmografia dos carros do cinema, Cidadão, Marcha Fúnebre da Arte, Carta de um policial nos protestos de São Paulo, O que, de quem?, Bode expiatório, Candelária, Dura