Olney Alberto São Paulo

O “cineasta maldito do sertão”, como assim ficara conhecido Olney São Paulo entre os amigos, jornalistas e críticos traz, essa marca em sua trajetória pelo fato de ter produzido um filme nunca exibido comercialmente. Biblioteca Digital Brasileira de Teses e Dissertações
“Eu sou um jovem que tem inclinação invulgar para o cinema. Porém, como neste mundo aquilo que desejamos nos foge sempre da mão, eu luto com incríveis dificuldades para alcançar o meu objetivo”. Filhos Ilustres da Bahia
chegou ao fim.
Na impossibilidade de realizar produções cinematográficas escreveu sobre casos e fatos, alguns verídicos, outros imaginários, transformando-os em novelas e contos, escritos em estilo cinematográfico, abordando temas nordestinos – o misticismo, a magia do seu povo, personagens e histórias do sertão reconstruídas em narrativa linear, encadeada à moda do cancioneiro popular -, registrando o linguajar regional do catingueiro. Recanto das Letras

Editado via celular