Inverno x sistema imunológico: saiba como a alimentação é importante nessa época de gripes e resfriados

Infecções bacterianas, viroses de repetição e presença de quadros clínicos mais complicados e extensos, são indicadores de imunidade baixa. E no inverno, onde se agravam as doenças típicas da estação, como gripe, resfriado, rinite, asma e bronquite, alguns cuidados precisam ser redobrados.  Professor José Costa

Uma alimentação saudável e adequada é essencial para a manutenção do sistema imune e, consequentemente, na prevenção de doenças. Frutas, vegetais, folhosos, oleaginosas, proteínas de alto valor biológico e gorduras insaturadas são altamente recomendados pelos nutricionistas, assim como alimentos ricos em zinco, importante nutriente no combate a resfriados, gripes e outras doenças do sistema imunológico.

 “Uma alimentação natural, equilibrada e variada, oferece vitaminas, minerais e compostos indispensáveis para o funcionamento do sistema imune”, alerta a nutricionista Camila Avelar, professora, autora e pesquisadora, com especialização em fitoterapia.

Alimentos essenciais para o sistema imune:

Frutas e vegetais, de forma geral, contêm vitaminas e minerais, além de compostos bioativos;

Cereais integrais, sementes, leguminosas (feijão, lentilha, ervilha, grão de bico), ostras e frutos do mar, dentre outros, são alimentos ricos em zinco, que está envolvido em mais de 300 reações metabólicas, e é fundamental ao sistema imune;

Fontes de ômega 3, como peixes, ajudam a reduzir processo inflamatório e a melhorar a imunidade;

Para os temperos, os indicados são alecrim, orégano, manjericão, açafrão e pimenta do reino, compostos antibacterianos, antifúngico e antioxidante.

Controle do apetite x imunidade baixa

O inverno é uma época que parece aumentar a vontade de comer alimentos mais calóricos, portanto é importante ter um controle adequado com a alimentação, para evitar o sobrepeso, a obesidade e prejudicar o sistema imunológico.

Para quem está com quadro de imunidade baixa, ou precise de maiores cuidados, a orientação é procurar um nutricionista para individualizar a dieta e identificar a melhor forma de equilibrar o apetite e preservar a imunidade.

Mas, de forma geral, a indicação é aumentar ingestão de alimentos ricos em fibras e gorduras oleaginosas, óleos vegetais e peixes, e também aumentar a ingestão de líquidos e alimentos ricos em água. “No inverno, as pessoas tendem a beber menos água e muitas vezes a sensação de fome pode representar sede, e não fome, de fato”, alerta a nutricionista.

Previnaze-se: Farmácia nunca mais, Chilisalz, Fichtensalz und Tannensalz selbermachen, 8 cuidados que você precisa ter com os pets durante o outono, INTRODUÇÃO A FERMENTAÇÃO SELVAGEM, Planeta Terra é um ser vivo !, Cannabis é promissora no combate à Covid-19, Suco pra Gripe (tosse), 5 jeitos naturais de aumentar a imunidade e combater resfriados, Abacaxi (Ananas comosus)

Prefeitura e Segurança alimentar

O objetivo da prefeitura de Victória, no Canadá, é garantir a segurança alimentar das pessoas em um período de dificuldades econômicas e instabilidade. CicloVivo

Victória é uma cidade canadense famosa por seus jardins de flores. O clima favorece o cultivo de diferentes tipos de flores e a cidade é conhecida como a capital florida do Canadá, ou a “cidade jardim”. Natasha Olsen

Esta é a primeira vez, desde a II Guerra Mundial, que a prefeitura foca seu trabalho em ajudar os cidadãos a produzirem sua própria comida. O objetivo é garantir a segurança alimentar na cidade em um momento em que muitas pessoas estão com problemas econômicos, o valor dos alimentos está subindo nos mercados e alguns estoques de comida estão baixos.

De acordo com o site da prefeitura, a prioridade será dada a quem perdeu o emprego recentemente, população indígena, pessoas com imunidade baixa ou grupos de risco, famílias em situação de vulnerabilidade social e casos especiais que serão avaliados pela administração municipal.

Até o momento, a equipe de jardinagem municipal já disponibilizou 75 mil mudas para doação, num total de 17 espécies de vegetais: brócolis, alface, tomate, pepino, abobrinha, abóbora-menina, repolho, folhas de mostarda, acelga, couve, manjericão e salsa.

Durante a ação, os estudantes que trabalham com voluntários estão fazendo cursos de agricultura e aprendendo sobre as políticas de crédito agrário do país. A agricultura urbana e familiar é muito valorizada e uma série de medidas e protocolos da prefeitura estimula a população a produzir sua própria comida.

A cidade permite, por exemplo, a criação de galinhas e abelhas nos quintais, estimula a criação de hortas comunitárias, pomares, jardins em telhados verdes e tem um programa especial que patrocina o plantio de árvores frutíferas e de castanhas em espaços públicos. A venda de produtos cultivados em casa também é permitida e estimulada como uma ferramenta de melhorar a economia doméstica.

Plantas Que Espantam Insetos

Algumas plantas, se as temos em casa, em vasos ou no jardim, nos ajudam a espantar ou a diminuir a incidência dos mosquitos, como o Aedes aegypti. Seu efeito pode não ter sido ainda demonstrado cientificamente, porém a sabedoria popular as recomenda. greenMe

Primavera Garden organizou esse quadros de plantas – temperos, ervas e flores – que afastam diferentes tipos de insetos para ajudar você na escolha das espécies mais indicadas para a sua necessidade.

Louro: Use as folhas de louro, espalhadas pela casa, para repelir moscas.

Cebolinha: As flores da cebolinha são aromáticas e repelem moscas e pulgões. Plante cebolinha no meio da horta, especialmente em volta das cenouras.

endro

Endro: O endro é uma erva aromática muito usada na Europa e ótima repelente de pulgões, ácaros e pragas que atacam o repolho e os tomates. É parente da erva-doce.

oregano

Orégano: Repele muitas pragas e irá fornecer cobertura de solo e umidade para pimentas.

Salsinha: É repelente de besouros e indispensável na cozinha.

cebolas

Cebola: Que tal plantar cebolas na horta, em volta dos tomateiros, pimentões, batata, repolho, brócolis e cenouras para espantar pulgões, lesmas, moscas e outras pragas comuns? Se tiver roseiras, plante cebolas junto. O mesmo efeito têm outras ervas da família Allium, como a cebolinha e o alho-poró.

Malmequer: Contra pulgões, mosquitos e outras pragas (inclusive afasta os coelhos) e cujas raízes afastam os nematoides do solo. Plante os malmequeres em volta dos canteiros de hortaliças.

Capuchinha: É muito boa para afastar a mosca branca que ataca as couves, em geral. Para além do mais, é muito bonita e ótima em saladas.

Receitas rápidas de verão

“qualquer um pode cozinhar” – Wikipédia, a enciclopédia livre.

O clima mais quente pede a necessidade de se alimentar de forma mais leve e balanceada para não correr o risco de ter complicações na saúde, como indisposição, sensação de peso ou até congestão. A aposta agora deve ser em pratos mais refrescantes e leves, como saladas e peixes grelhados, como estas receitas práticas e fáceis de fazer.

Salada de macarrão

Você pode cozinhar o macarrão e misturar milho, tomate, azeitona, presunto e queijo picadinhos, temperar com maionese e pronto – sirva frio e a qualquer hora! Você ainda pode usar frango, atum, outros legumes e tipos de macarrão (penne e parafuso, inclusive integral) são milhares de opções que você pode tentar, dependendo do seu gosto e do que tiver disponível na geladeira! Pitacos e Achados

Tabule

A salada de origem libanesa pode ser consumida fria é feita com trigo para quibe ao invés das tradicionais folhas verdes. O preparo é bem fácil e os ingredientes, simples: tomates e pepinos picadinhos, hortelã, salsinha e cebola. A parte mais demorada é deixar o trigo de molho, mas depois basta misturar todos os ingredientes e temperar com limão, azeite, noz moscada, sal e pimenta. Daí é só se deliciar!

Salada de grãos

A salada feita com grão de bico, para a receita deixar de molho e cozinhar o grão de bico na pressão. Depois misture com tomates, pimentão verde e cenoura picados, presunto cortado em cubinhos e tempere com páprica doce, azeite, sal e um pouquinho de molho de soja.

Ratatouille

O prato francês pode parecer algo fino e elaborado, mas de complicado o ratatouille só tem o nome, nutritivo e leve, cuja base é de legumes: berinjela, abobrinha, tomate, pimentão verde, cebola e alho. Prepare os legumes cortando-os em cubos ou rodelas/tiras e depois deixe a abobrinha e a berinjela de molho em água com sal. Refogue o alho, a cebola, os tomates e tempere com alecrim, manjericão, tomilho e pimenta do reino. Depois você pode prosseguir de duas formas, se estiver com muita pressa, coloque tudo na panela para cozinhar, se não, pegue um refratário e monte camadas intercaladas de legumes, começando com o refogado de tomates, depois a abobrinha, a berinjela e os pimentões, repetindo a ordem e levando ao forno para assar, pode ser servida tanto quente como fria.

Pudim de gelatina colorida – Bistro da Praça

Pudim de gelatina

Uma opção leve, deliciosa e com cara de verão é o pudim de gelatina, são só 2 ingredientes! Para dar uma incrementada na tradicional gelatina, escolha o sabor de sua preferência e hidrate o pó em ½ xícara de chá de água quente, depois é só misturar com uma lata de creme de leite, dividir em potinhos, decorar com frutas e levar para gelar! Se quiser uma versão mais light, utilize iogurte desnatado no lugar do creme de leite e bata no liquidificador.

Observe mais: MOUSSE DE VINHOYES OU SISTEMA DE MELHORAMENTO DA JUVENTUDESANDUÍCHES SEM PÃOLUMINESCE™COMO PLANEJAR UMA FESTARESERVE™COMIDA COLORIDA, NAARA BEAUTY DRINK!!!SANDUÍCHES SEM PÃOVOCÊ APRENDEU ERRADO NA ESCOLA, INSTANTLY AGELESS ™APPS QUE CUIDAM DO SEU PETMEDICINA TRADICIONAL YANOMAMI ON-LINEVIDACELL®FESTIVAL DE SOPAS CEAGESPARROZ BASMATI COM MILHO (VEGANA)GRAFITE SÃO ARTES PÚBLICAS

Manjericão

A palavra ocimum é derivada do grego e significa “para cheirar”, devido ao aroma pungente que parte das plantas desse gênero. Na medicina chinesa, o manjericão já era usado há muitos séculos. Ainda é tradicionalmente utilizado na Índia, onde é uma planta sagrada para Krishna e Vishnu, e citado como protetor espiritual para a família.
Por suas qualidades refrescantes e revitalizantes, é um excelente tônico para os nervos, fortalece a concentração e clareia a mente. Estimula os centros vitais.
Apresenta diversas variedades, mas a recomendada para aromaterapia é o manjericão-cheiroso, que tem flores cor de rosa pálido e um elevado percentual de linalol. Possui uma fragrância herbal agradável, doce, leve e refrescante.

FAMILIA BOTÂNICA: Lamiaceae (Labiatae)

PARTE UTILIZADA: florações e folhas

PROCESSO DE EXTRAÇÃO: destilação a vapor

PRINCIPAIS COMPONENTES QUÍMICOS: linalol, borneol, fenchol, cânfora, cineol, metilcavicol, eugenol, ocimeno, pineno, silvestreno, β-cariofileno.

PAÍS DE ORIGEM: natural da Ásia e da África, e hoje, amplamente cultivado na França, Itália, Bulgária, Egito, Hungria, Austrália e África do Sul.

COMBINA BEM COM: bergamota, pimenta do reino, sálvia-esclaréia, eucalipto, gerânio, Gengibre, Lavanda, Melissa, Néroli, Alecrim, Sândalo e Litsea Cubeba.

PROPRIEDADES: Analgésico, antidepressivo, antisséptico, antiespasmódico, carminativo, cefálico, digestivo, emenagogo, expectorante, antitérmico e nervino.

INDICAÇÕES: picadas de inseto, náusea, vômito, dispepsia, soluços, asma, bronquite, regras irregulares, cólicas menstruais, ansiedade, depressão, enxaqueca, dores de cabeça e tensão nervosa.

PRECAUÇÕES: Pode causar sensibilidade e irritação em pessoas com tendências alérgicas. Deve ser evitado em gestantes e crianças.

Fonte:
CORAZZA, S. Aromacologia – uma ciência de muitos cheiros. São Paulo: Editora Senac, 2004.
HOARE, Joanna. Guia completo de Aromaterapia. São Paulo: Pensamento, 2010.

Veja também: Inseticida Natural contra lesmas e lagartas, Sucos verdes, Câmarada, Plante uma árvore, Consumo colaborativo e sustentabilidade