Takarazuka

Takarazuka, uma cidade com uma história peculiar e muito ligada à arte. Local onde se desenvolveu o talento de Osamu Tezuka, o pai dos mangás modernos, localizada na região de Osaka é famosa por um motivo: o Teatro Takarazuka! Blog do Japão

Um teatro bem peculiar, onde sua característica mais marcante é ser representado somente por mulheres, incluindo papéis masculinos (os otokoyaku 男役)!

Sua primeira apresentação foi em 1914, conseguindo ter prédio próprio em 1924. As peças costumam ser musicais originais ou adaptações de tramas e filmes ocidentais, como Guys and Dolls e Casablanca.

Após rígido processo seletivo, as aspirantes são contratadas e podem participar de uma das cinco trupes existentes, que se revezam ao longo do ano nas exibições do teatro. As tr2009upes são: Flor (花組), Lua (月組), Neve (雪組), Estrela (星組), e Cosmos (空組). A diferença consiste na importância e estilo das atrizes e o tipo de peça que costumam encenar.


As peças são completamente em japonês e não há guias em inglês para ajudar os espectadores não falantes da língua nipônica. A compra dos ingressos também é complicada, além de ser bem disputada.

O Teatro apresentou em 2009 uma peça baseada no jogo da Capcom, Phoenix Wright (aquele jogo do advogado).

Takarazukaze-ze: SUPER PROMOÇÃO EDSON NOVAES E JEUNESSE, LEADUniverCine, as mulheres no audiovisualEncontro Estadual de Mulheres IndígenasMulheres russas falam portuguêsMaior grafite do mundo feito por uma mulher acaba de ser inaugurado no Rio de Janeiro20 EASTER-EGGS E REFERÊNCIAS EM MULHER-MARAVILHA!

 

Vossa Excelência

Vossa Excelência – Titãs

Estão nas mangas
Dos Senhores Ministros
Nas capas
Dos Senhores Magistrados
Nas golas
Dos Senhores Deputados
Nos fundilhos
Dos Senhores Vereadores
Nas perucas
Dos Senhores Senadores…

Senhores! Senhores! Senhores!
Minha Senhora!
Senhores! Senhores!
Filha da Puta! Bandido!
Corrupto! Ladrão! Senhores!
Filha da Puta! Bandido!
Senhores! Corrupto! Ladrão!…

Sorrindo para a câmera
Sem saber que estamos vendo
Chorando que dá pena
Quando sabem que estão em cena
Sorrindo para as câmeras
Sem saber que são filmados
Um dia o sol ainda vai nascer
Quadrado!…

Estão nas mangas
Dos Senhores Ministros
Nas capas
Dos Senhores Magistrados
Nas golas
Dos Senhores Deputados
Nos fundilhos
Dos Senhores Vereadores
Nas perucas
Dos Senhores Senadores…

Senhores! Senhores! Senhores!
Minha Senhora!
Bandido! Corrupto
Senhores! Senhores!
Filha da Puta! Bandido!
Corrupto! Ladrão! Senhores!
Filha da Puta! Bandido!
Corrupto! Ladrão!…

-“Isso não prova nada
Sob pressão da opinião pública
É que não haveremos
De tomar nenhuma decisão
Vamos esperar que tudo caia
No esquecimento
Aí então!
Faça-se a justiça!”

Sorrindo para a câmera
Sem saber que estamos vendo
Chorando que dá pena
Quando sabem que estão em cena
Sorrindo para as câmeras
Sem saber que são filmados
Um dia o sol ainda vai nascer
Quadrado!…

-“Estamos preparando
Vossas acomodações
Excelência!”

Filha da Puta!
Bandido! Senhores!
Corrupto! Ladrão!
Filha da Puta!
Bandido! Corrupto! Ladrão!
Filha da Puta!
Bandido! Corrupto! Ladrão!
Filha da Puta!
Bandido! Corrupto! Ladrão!…

Veja também: Carta de um policial nos protestos de São Paulo, Vinte centavos, Carta à Sra. “Presidenta” da República, Deputados amputados, Candidato Caô Caô, Casas de Mediação, O Coxinha – uma análise sociológica, Na trave!, Os sentidos da política – problemas e perspectivas, Verbo morrer, Mídia Ninja, Indivíduos perigosos, Caso Para-Sar, o Atentado ao Gasômetro, 2014, Ano do Pão e Circo, Arena