Ache as diferenças nas imagens

Respostas aqui no Incrível.club
Respostas aqui no Incrível.club
Respostas aqui no Incrível.club

Diferenzie-se: Qual o Primeiro Animal na Imagem, Ensinamentos Secretos e vida de Manly P. Hall, Giorggio Abrantes, Ready Player One, 10 palavras positivas para todos os dias

Carro elétrico, 900 km com uma carga

Os alunos da Universidade de Cambridge, na Inglaterra, desenvolveram um carro elétrico capaz de percorrer uma distância de 900 km com apenas uma carga, uma distância considerada entre Londres e Edimburgo, consegue ter esse desempenho com a mesma quantidade de eletricidade necessária para ferver água em uma chaleira elétrica.O veículo recebeu o nome de Helia e pode alcançar a velocidade máxima de 120 km/h. Com quatro passageiros, é possível chegar a 80 km/h. O alto desempenho e a eficiência energética do veículo vêm de sua estrutura ultraleve de fibra de carbono e da sua aerodinâmica, além de pneus com baixa resistência ao rolamento. R7A equipe da Eco Racing da universidade é composta por 20 estudantes e liderada pelo diretor do programa, o Xiaofan Zhang. O projeto foi desenvolvido em parceria com diversas fabricantes de automóveis e levou cerca de dois anos para ser finalizado

Florence Nightingale

Florence Nightingale, com sua representação de dados na forma de um diagrama conseguiu mudar a atitude do sistema médico britânico frente ao problema das mortes por infecção hospitalar.

Cientistas - Florence

florence_lamp_tradicional_624x351_getty

Veja também: Dupla hélice, Conhecimento Ancestral, Sobre quem?, Mãe Gaia, Comida esperta, Mapa da indecencia, Governo Aberto, UM MEDICO BELZONTE, O Amaranto Inca Kiwicha invade plantações de soja transgênica da Monsanto nos Estados Unidos, Planeta dos Macacos, Brô Mc´s, Ana Primavesi, Engenheira agrônoma., Óleo de Copaíba

Nick Cave

http://vimeo.com/105796542
20.000 Dias na Terra – Destak Jornal Brasil

Nick Cave Official

Where The Wild Roses Grow (Feat. Kylie Minogue) – Nick Cave & The Bad Seeds

They call me The Wild Rose
but my name was Elisa Day
Why they call me it I do not know
For my name was Elisa Day

From the first day I saw her I knew she was the one
As she stared in my eyes and smiled
For her lips were the colour of the roses
That grew down the river, all bloody and wild

When he knocked on my door and entered the room
My trembling subsided in his sure embrace
He would be my first man, and with a careful hand
He wiped at the tears that ran down my face

On the second day I brought her a flower
She was more beautiful than any woman I’d seen
I said, “Do you know where the wild roses grow
So sweet and scarlet and free?”

On the second day he came with a single red rose
Said: “Will you give me your loss and your sorrow?”
I nodded my head, as I lay on the bed
He said, “If I show you the roses will you follow?”

On the third day he took me to the river
He showed me the roses and we kissed
And the last thing I heard was a muttered word
As he knelt above me with a rock in his fist

On the last day I took her where the wild roses grow
And she lay on the bank, the wind light as a thief
As I kissed her goodbye, I said, “All beauty must die”
And lent down and planted a rose between her teeth

Veja também: My Favourite Game, Nightswimming, Aquela Paz, Cheirando Cola, Meu nome é Jonas, Assédio moral (bullying, manipulação perversa, terrorismo psicológico)., Pessoas criativas são mais propensas à depressão e dependência química, Religião mental

The Who – My Generation

The Who – My Generation

People try to put us down
(Talkin’ ‘bout my generation)
Just because we get around
(Talkin’ ‘bout my generation)
Things they do look awful cold
(Talkin’ ‘bout my generation)
Hope I die before I get old
(Talkin’ ‘bout my generation)

It’s my generation
It’s my generation, baby

Why don’t you all fade away
(Talkin’ ‘bout my generation)
And don’t try to dig what we all say
(Talkin’ ‘bout my generation)
I’m not trying to cause a big sensation
(Talkin’ ‘bout my generation)
Just talkin’ ‘bout my generation
(Talkin’ ‘bout my generation)

It’s my generation
It’s my generation, baby

Why don’t you all fade away
(Talkin’ ‘bout my generation)
And don’t try to dig what we all say
(Talkin’ ‘bout my generation)
I’m not trying to cause a big sensation
(Talkin’ ‘bout my generation)
Just talkin’ ‘bout my generation
(Talkin’ ‘bout my generation)

It’s my generation
It’s my generation, baby

My, my, my, my generation

People try to put us down
(Talkin’ ‘bout my generation)
Just because we get around
(Talkin’ ‘bout my generation)
Things they do look awful cold
(Talkin’ ‘bout my generation)
Hope I die before I get old
(Talkin’ ‘bout my generation)

It’s my generation
It’s my generation, baby

Talking ‘bout my generation (my generation)
Talking ‘bout my generation (my generation)
Talking ‘bout my generation (my generation)
Talking ‘bout my generation (my generation)

Veja também: Voce Pode ir na Janela, Aquela Paz, Cheirando Cola, Horrible Histories, Uma camiseta do ramones incomoda muita gente, Quem matou o carro elétrico?, Experimento científico?, A história das coisas, Na estrada havia uma pedra

Free Energy

florestapulmaocalor-ciclovivo

nautilus_wind_turbine_rooftop

bartfish3eye

Veja também: Turbinados, Air Purifier Bike, The Matrix Norris, Empoderamento dos recursos, Viabilidade???, Cadeia plástica, Quase imortal!!!, Miniusina de energia, Casa sustentável, Instituto Pindorama, voluntariado., Qual o volume ocupado por 1 trilhão de reais?, Águas de março, Michael Moore, Todo Dia Era Dia de Índio, Portal da Transparência, Tirinha do Dia: E qual é o melhor amigo do homem?, O papel da lareira, Funcional Obsoleto

Eco-grafite

natur-musgos-ciclovivo

Receita da Zupi Mag

3 chumaços de musgo;
700 ml de água morna;
2 colheres de gel hidroretentor (encontrado em lojas de plantas);
1 colher de suco de limão ou vinagre branco;
1 xícara de leite.

O musgo deve ser esfarelado e jogado na água. Em seguida, adicione o gel hidroretentor para plantio. Em outro recipiente, misture o suco de limão ou vinagre com o leite. Deixe a mistura descansar por dez minutos.
Após esse tempo, misture todos os ingredientes e bata no liquidificador até ficar com a consistência de um mingau. Feito isso, basta colocar a substância em um balde e utilizar na madeira ou concreto áspero. Para conservar, umedeça semanalmente.
grafite-ciclovivo-artista4
Receita do Casinha pra viver

5 punhados de musgo limpo;
1 lata de cerveja;
1 colher de açúcar;
1/2 copo de iogurte natural ou 1/2 copo de soro de leite coalhado.

Misture todos os ingredientes e bata no liquidificador até que fique com uma consistência cremosa. Em seguida, transfira a substância para um recipiente plástico.
Utilize estêncil para desenhar a imagem ou escrever a palavrada desejada. O blog ressalta que esse tipo de arte precisa ser cuidada. Regue o musgo, frequentemente, com água e fertilizante para gramados.

sporelifeair

Veja também: Hortas e temperos, Inseticida Natural contra lesmas e lagartas, Pneu, Café com Dengue., eco4planet, Carta da Terra, Você é o que você come., Plante uma árvore, Manual de Apicultura em Pequena Escala

Michael Moore

“Viver entre os 1%”

É prova do acerto do velho dito popular: ‘Capitalista é o sujeito que te vende a corda para se enforcar a ele mesmo, se achar que, na venda, pode ganhar algum dinheiro.” Michael Moore

“Londres chamando as cidades distantes / Agora aquela guerra está declarada e a batalha começa./ Londres chamando para o inferno / Saia do armário todos os garotos e garotas”. London Calling – The Clash

chicago01maio1886
O cartaz reproduz um provérbio da África: Até que os leões tenham seus próprios historiadores, as histórias de caçadas continuarão glorificando o caçador. Eduardo Galeano

Veja também: FORDISMO??, Rorschach, Inside Job, Miniusina de energia, Por que estamos nas ruas, Homem e o diabo, Carta da Terra, Comida de gente, Olimpíadas, DIÁRIO OFICIAL DA CIDADE – D.O.C. – Eletrônico, De quem é o poder?, Turismo sexual, Orçamento doméstico, Impostômetro, Memória dos Campos, Quem é o povo?

FORDISMO??

Revolução em Dagenham (Made in Dagenham). Nigel Cole, Inglaterra, 2010. Roteiro William Ivory.
Título na França: We Want Sex Equality
Elenco: Sally Hawkins, Daniel Mays, Bob Hoskins, Miranda Richardson, Rosamund Pike, Jaime Winstone, Geraldine James, Andrea Riseborough, Andrew Lincoln, Rupert Graves, Richard Schiff, Lorraine Stanley, Nicola Duffett, Matthew Aubrey, Roger Lloyd-Pack, Sian Scott, Robbie Kay, Marcus Hutton e Danny Huston

O filme mostra a vida da operária inglesa Rita O’Grady (Sally Hawkins), mãe de família, que de repente se vê envolvida na luta por direitos trabalhistas e femininos, deixando em segundo plano seu papel de esposa e mãe, relata uma história real, que aconteceu em 1968 e deve um impacto importantíssimo na história das relações trabalhistas e na vida das mulheres da Inglaterra, com influência sobre diversos outros países. 50 Anos de Filmes

“Não são privilégios: são direitos”. (Rita O’Grady)

A operária que assume a militância das 187 mulheres em busca de igualdade salarial com os homens na década de 60, fez a Ford Motor’s de Dagenham (Londres) fechar suas portas por tempo indeterminado. Cine Resenhas, Blog 2001 Vídeo

A ministra do Emprego era Barbara Castle (Miranda Richardson) em 1968, uma das grandes lideranças do Partido Trabalhista, quarta mulher a participar de um gabinete ministerial da Grã-Bretanha. 50 Anos de Filmes

Sandie Shaw interpreta a música título “Made In Dagenham”. A cantora trabalhou na fábrica da Ford em Dagenham muitos anos antes dos fatos acontecidos no filme. By Star Filmes

8marorigem

Revolução em Dagenham – Sara Holmes – Youtube

Observe mais: Makota Valdina, Os cães, 1984!NAARA BEAUTY DRINK!!!Como a indústria do fumo enganou as pessoas?, Suco de limão e Bicarbonato, VIDACELL®Homem e o diabo, Sintomas Câncer de MamaEMVA história de sempre?, Jesus Negão, Robin Hulk, Candelária, A Copa do Pinheirinho,  INSTANTLY AGELESS ™Exame com uma gota de sangueRESERVE™BE MY EYES APPPIB???