3000 anos de engenharia, arquitetura e construção

Trecho do código para os engenheiros

Na imagem retirada do livro 3000 anos de engenharia, arquitetura e construção, temos o trecho que se enquadra para os construtores. E nele diz as seguintes regras:

  • Se um empreiteiro construir uma casa para um homem e completá-la, (este homem) deverá lhe pagar dois siclos por SAR da casa como remuneração;
  • Se um empreiteiro construir uma casa para um homem e não fizer sua construção sólida e a casa que ele construiu desabar, causando a morte do dono da casa, o empreiteiro será condenado à morte;
  • Se ela causar a morte do filho do dono da casa, o filho do empreiteiro será condenado a morte;
  • Se ela causar a morte de um escravo do dono da casa, ele dará ao proprietário da casa um escravo do mesmo valor;
  • Se o colapso destruir alguma coisa, o empreiteiro restituirá tudo aquilo que foi destruído e, como a casa que ele construiu não ficou firme e ruiu, ele deverá reconstruir a casa que desabou com seus próprios recursos;
  • Se um empreiteiro construir uma casa para um homem e não garantir que sua construção seja adequada e uma parede cair, o empreiteiro irá reforçar a parede às suas custas. Guilherme Menezes – engenharia 360

O Código de Hamurabi é um conjunto de leis criadas pelo sexto rei da Suméria Hamurábi, da primeira dinastia babilônica, no século XVIII a.C., na Mesopotâmia. É um código baseado na lei do Talião, que representa uma dura retaliação do crime praticado e de sua pena. A lei do Talião se baseia no “Olho por olho, dente por dente”. As 282 leis referentes ao código de Hamurabi foram talhadas em uma rocha de diorito. Elas foram escritas em letras cuneiformes e continham normas e penalidades para os fatos que costumam ocorrer diariamente na vida dos cidadãos. Tatuapé

Construze-se: Gangorra EUA x Mexico, CopenHill, a usina de lixo., Cursos online e gratuitos sobre agrofloresta, permacultura e ecodesign, O TEATRO BARROCO DE O ALEIJADINHO, Concentrador Solar Luminescente, Grafite na rua, Essênios, eventos externos, Lei Nacional de Defesa do usuário dos serviços públicos – Brasil

Carta à Sra. “Presidenta” da República

Excelentíssimo Sr. Presidente da República Federativa do Brasil.
Manifesto meu total apoio ao seu esforço de modernização do nosso país.
Como cidadão comum, não tenho muito mais a oferecer além do meu trabalho, mas já que o tema da moda é Reforma Tributária, percebi que posso definitivamente contribuir mais.

Vou explicar:
Na atual legislação, pago na fonte 27,5% do meu salário…
Como pode ver, sou um brasileiro afortunado. Sou obrigado a concordar que é pouco dinheiro para o governo fazer tudo aquilo que promete ao cidadão em tempo de campanha eleitoral.
Mesmo juntando ao valor pago por dezenas de milhões de assalariados!
Minha sugestão é invertermos os percentuais:
A partir do próximo mês autorizo o Governo a ficar com 72,5% do meu salário…
Portanto, eu receberia mensalmente apenas 27,5% do resultado do meu Trabalho mensal.
Funcionaria assim: Eu fico com 27,5% limpinhos, sem qualquer ônus…

O Governo fica com 72,5% e leva as contas de:
-Escola;
-Convênio médico;
-Despesas com dentista;
-Remédios;
-Materiais escolares;
-Condomínio;
-Água;
-Luz;
-Telefone;
-Energia;
-Supermercado;
-Gasolina;
-Transporte Escolar ou Coletivo, como preferir;
-Vestuário;
-Lazer;
-Pedágios;
-Cultura;
-CPMF;
-IPVA;
-IPTU;
-ISS;
-ICMS;
-IPI;
-PIS;
-COFINS;
-Segurança;
-Previdência privada e qualquer taxa extra que por ventura seja repentinamente criada por qualquer dos Poderes Executivo, Legislativo e Judiciário.

Um abraço Sra. Presidenta e muito boa sorte, do fundo do meu coração!

Ass.: Um trabalhado que já não mais sabe o que:
• fazer para conseguir sobreviver com dignidade.
• PS: Podemos até negociar o percentual !!!

Agora vejam só a farra do Congresso Nacional :

Salário:……………………………………………………..R$ 24mil;
Auxílio-moradia:………………………………………R$ 4 mil;
Verba para despesas “comprovadas”:………R$ 25 mil;
Verba para assessores:…………………………….R$ 5,8 mil;
Para ‘trabalharem’ no recesso:………………….R$ 25,4 mil;
Verba de gabinete mensal:………………………..R$ 35 mil;
E mais:
Transporte: Passagens aéreas de ida e volta a Brasília/mês;
Direito a “contratar” 20 servidores para seu gabinete;
13º e 14º salários, no fim e no início de cada ano legislativo;
e 90 dias de férias anuais e folga remunerada de 30 dias.

ISSO PARA CADA UM DOS 514 DEPUTADOS sem vergonha, descarados, malandros, mentirosos, assassinos, ladrões de merenda, remédios, etc … .
Esse dinheiro sai dos cofres públicos, ou seja, do nosso bolso !!!

Veja também: Recadastramento Eleitoral Biométrico, Sem saída?, Candelária, DECLARAÇÃO IRPF 2012, Impostômetro, O BARBEIRO, Saúde nossa de cada dia!, Incêndio, apenas 4° andar é salvo., Na contramão?, No Capão Redondo, ninguém sonha em ser médico, Vitórias e Conquistas