Perdidos na Noite 1986-1988

Vários Artistas – Perdidos na Noite 1986/1988. ElLendadorock

Perdidos na Noite foi um programa dos sábados a noite liderado por Fausto Silva (Faustão), onde alem do humor e irreverencia o programa popularizou por abrir espaço e consagrar bandas nacionais.

01. João Penca e Seus Miquinhos Amestrados – Lagrimas de Crocodilo

02. Camisa de Vênus – Só o Fim

03. Os Inocentes – Ele Disse Não

04. Engenheiros do Hawaii – Eu Ligo Pra Você

05. Plebe Rude – Nova Era Tecno

06. Violeta de Outono – Outono

07. Titãs – Policia

08. Ratos de Porão – Juventude

09. Civil – Sistema

10. Capital Inicial – Musica Urbana

11. Ultraje Rigor – Sexo

12. Paralamas do Sucesso – Meu Erro

13. Marcelo Nova – Qual é a Sua Meu Rei?

14. IRA! – Envelheço na Cidade

15. Legião Urbana – Que País é Esse?

16. Kid Abelha – Fixação.

Perdidoze-se: Joelho de Porco, José Mojica Marins, Kid Vinil, ESTES TODOS QUE AÍ ESTÃO, Kid Vinil, Vanusa Sabbath, Baader-Meinhof Blues, 11 músicas que falam de saudade, Índios, Que País É Esse?

Fenômeno Baader-Meinhof

Explicar este fenômeno cerebral é muito simples: o complexo de Baader-Meinhof consiste em que, ao conhecer o complexo de Baader-Meinhof, passará a ouvir constantemente coisas a respeito do complexo de Baader-Meinhof. Incrível.club

Fenômeno Baader-Meinhof. Tem um nome incomum, isso é certo. Mesmo que você nunca tenha ouvido falar dele, é provável que você tenha experimentado esse fenômeno interessante, ou você vai passar em breve. healthline

Em suma, o fenômeno Baader-Meinhof é um viés de frequência. Você percebe algo novo, pelo menos é novo para você. Pode ser uma palavra, uma raça de cachorro, um estilo particular de casa ou qualquer coisa. De repente, você percebe aquela coisa em todo o lugar.

Na realidade, não há aumento na ocorrência. É só que você começou a notar.

O fenômeno Baader-Meinhof, ou efeito Baader-Meinhof, é quando sua consciência de algo aumenta. Isso leva você a acreditar que está realmente acontecendo mais, mesmo que não seja o caso.

Por que seu cérebro está pregando peças em você? Não se preocupe. É perfeitamente normal. Seu cérebro está simplesmente reforçando algumas informações recém-adquiridas. Outros nomes para isso são:

  • ilusão de frequência
  • ilusão de recência
  • viés de atenção seletiva

Pense em tudo a que você está exposto em um único dia. Simplesmente não é possível mergulhar em todos os detalhes. Seu cérebro tem a função de decidir quais coisas requerem foco e quais podem ser filtradas. Seu cérebro pode facilmente ignorar informações que não parecem vitais no momento, e isso acontece todos os dias.

Quando você é exposto a informações totalmente novas, especialmente se as achar interessantes, seu cérebro percebe. Esses detalhes são potencialmente destinados ao arquivo permanente, portanto, eles ficarão em destaque por um tempo.

A comunidade científica é formada por seres humanos e, como tal, eles não estão imunes ao viés de frequência. Quando isso acontece, é mais fácil ver as evidências que confirmam o preconceito, enquanto faltam evidências contra ele.

Você provavelmente já ouviu falar de estudos “duplo-cegos” . É quando nem os participantes nem os pesquisadores sabem quem está recebendo qual tratamento. É uma maneira de contornar o problema do “preconceito do observador” por parte de qualquer pessoa.

A ilusão de frequência também pode causar problemas no sistema jurídico. Relatos de testemunhas oculares , por exemplo, são frequentemente errado. Atenção seletiva e viés de confirmação podem afetar nossas lembranças.

Ver algo aparecer repetidamente pode levar à suposição de que é mais desejável ou mais popular do que é. Talvez seja realmente uma nova tendência e muitas pessoas estejam comprando o produto, ou pode parecer que sim.

Se você está inclinado a reservar algum tempo para pesquisar o produto, poderá descobrir uma perspectiva diferente. Se você não pensar muito, ver o anúncio repetidamente pode confirmar sua tendência, então é mais provável que você sacar seu cartão de crédito.

Em 2005, o lingüista da Universidade de Stanford Arnold Zwicky escreveu sobre o que chamou de “ilusão de recência”, definindo-a como “a crença de que as coisas que VOCÊ notou recentemente são de fato recentes”. Ele também discutiu a “ilusão de frequência”, descrevendo-a como “uma vez que você percebe um fenômeno, você acha que acontece muito”.

De acordo com Zwicky , a ilusão de frequência envolve dois processos. O primeiro é a atenção seletiva, que é quando você percebe as coisas que mais lhe interessam, enquanto desconsidera o resto. O segundo é o viés de confirmação, que ocorre quando você procura coisas que apóiam sua maneira de pensar, enquanto desconsidera coisas que não o fazem.

Esses padrões de pensamento são provavelmente tão antigos quanto a humanidade.

The Baader-Meinhof Gang, also known as Red Army Faction, is a West German terrorist group that was active in the 1970s.

So, you probably wonder how the name of a terrorist gang became attached to the concept of frequency illusion.

Well, just as you might suspect, it appears that it was born of the phenomenon itself. It may go back to a discussion board in the mid-1990s, when someone became aware of the Baader-Meinhof gang, then heard several more mentions of it within a short period.

Lacking a better phrase to use, the concept simply became known as Baader-Meinhof phenomenon. And it stuck.

Fenômeno Baader-Meinhof: Contoterapia, Alimentos e saúde mental, Doenças que podem ser tratadas com Canábis Medicinal, Cogumelo depre, GENTE HONESTA E ESFORÇADA, OS DESVIANTES E OS COM SÍNDROME DE MANADA

Baader-Meinhof Blues

Baader-Meinhof Blues – Legião Urbana. letras.mus

A violência é tão fascinante
E nossas vidas são tão normais
E você passa de noite e sempre vê
Apartamentos acesos

Tudo parece ser tão real
Mas você viu esse filme também

Andando nas ruas
Pensei que podia ouvir
Alguém me chamando
Dizendo meu nome

Já estou cheio de me sentir vazio
Meu corpo é quente e estou sentindo frio
Todo mundo sabe e ninguém quer mais saber
Afinal, amar o próximo é tão démodé

E essa justiça
Desafinada
É tão humana
E tão errada

Nós assistimos televisão também
Qual é a diferença?

Não estatize meus sentimentos
Pra seu governo, o meu estado
É independente
Oh oh oh

Já estou cheio de me sentir vazio
Meu corpo é quente e estou sentindo frio
Todo mundo sabe e ninguém quer mais saber
Afinal, amar o próximo é tão démodé

Composição: Dado Villa-Lobos / Marcelo Bonfá / Renato Russo.

Movimentações sociais, conflitos civis, guerrilha urbana, violação de direitos humanos, abuso de poder jurídico, abuso estatal em geral, muita violência, indiferença. As questões trazidas pelo fenômeno Baader-Meinhof na música do Legião Urbana. GUSTAVE CALIGARISaiba mais aqui.

Blueze-se: 11 músicas que falam de saudade, Índios, Só Por Hoje, Perfeição, Que País É Esse?, Carnaval é Perfeição!, Só Os Loucos Sabem, Pra Não Dizer Que Não Falei Das Flores, Aquela Paz, Cheirando Cola


Índios

 https://youtu.be/nM_gEzvhsM0

Índios – Legião Urbana

Cifra: Principal – Tom: G

 

Intro Primeira Parte 3x: G  D

Intro Segunda Parte: Am7  D11  Bm  Em  Am  D7  Bm  Em7

Primeira Parte:

Am7
    Quem me dera ao menos uma vez
        D11
Ter de volta todo o ouro

Que entreguei a quem
      Bm7
Conseguiu me convencer 

Que era prova de amizade
      Em
Se alguém levasse embora

Até o que eu não tinha

Am7
    Quem me dera ao menos uma vez
      D11
Esquecer que acreditei 

Que era por brincadeira
     Bm7
Que se cortava sempre um pano de chão
    Em
De linho nobre e pura seda

Am7
    Quem me dera ao menos uma vez
      D11
Explicar o que ninguém 

Consegue entender
            Bm7
Que o que aconteceu ainda está por vir
       Em
E o futuro não é mais 

Como era antigamente

Am7
    Quem me dera ao menos uma vez
    D11
Provar que quem tem mais 

Do que precisa ter
       Bm7
Quase sempre se convence 

Que não tem o bastante
 Em
Fala demais por não ter nada a dizer

Am7
    Quem me dera ao menos uma vez
            D11
Que o mais simples fosse visto

Como o mais importante
Bm7
    Mas nos deram espelhos 
   Em
E vimos um mundo doente

Am7
    Quem me dera ao menos uma vez
      D11
Entender como um só Deus 

Ao mesmo tempo é três
        Bm7
E esse mesmo Deus foi morto por vocês
        Em
Sua maldade, então

Deixaram Deus tão triste

Segunda Parte:

C  G7M/B        Am7
   Eu quis o perigo
           D/F#          G
E até sangrei sozinho entenda
   D/F#                    Em
Assim pude trazer você de volta pra mim
        C
Quando descobri que é sempre só você
          D11       G        D/F#
Que me entende do início ao fim

Em
   E é só você que tem 
   C
A cura pro meu vício de insistir
          D11
Nessa saudade que eu sinto
                F11+      G
De tudo que eu ainda não vi

(repete segunda parte da intro)

Terceira Parte:

Am7
    Quem me dera ao menos uma vez
       D11
Acreditar por um instante 

Em tudo que existe
     Bm7
E acreditar que o mundo é perfeito
       Em
E que todas as pessoas são felizes

Am7
    Quem me dera ao menos uma vez
   D11
Fazer com que o mundo 

Saiba que seu nome
   Bm7
Está em tudo e mesmo assim
    Em
Ninguém lhe diz ao menos obrigado

Am7
    Quem me dera ao menos uma vez
D11
    Como a mais bela tribo
Bm7
    Dos mais belos índios
     Em
Não ser atacado por ser inocente

Segunda Parte:

C  G7M/B        Am7
   Eu quis o perigo
           D/F#          G
E até sangrei sozinho entenda
   D/F#                    Em
Assim pude trazer você de volta pra mim
        C
Quando descobri que é sempre só você
          D11       G        D/F#
Que me entende do início ao fim

Em
   E é só você que tem 
   C
A cura pro meu vício de insistir
          D11
Nessa saudade que eu sinto
                F11+      G
De tudo que eu ainda não vi

Final:

C
  Nos deram espelhos 
                   F11+  G
E vimos um mundo doente
                             (final)
Tentei chorar e não consegui

Intro Primeira Parte:

Parte 1

     G
E|-3---3--------5-x-7-----------------------|
B|-0-0-------0----x-------------------------|
G|-0-0-----0-0--5-x-7-----------------------|
D|-5-----0--------x-5-----------------------|
A|--------------3-x-------------------------|
E|------------------------------------------|
     ↓       ↓

Parte 2

     D            D11
E|-2---2-----0------------------------------|
B|---3----------3---3-----------------------|
G|-2-2-----2-0----0-------0-----------------|
D|-0------------4-4-----4-4-----------------|
A|-------0------5-----0---------------------|
E|------------------------------------------|
     ↓            ↓       ↓

Intro Segunda Parte:

Parte 1   

     Am7
E|---3-2-3----3-2-3----3-2-3----3-2-3-------|
B|-----1--------1--------1--------1---------|
G|-----0--------0--------0--------0---------|
D|------------------------------------------|
A|-0--------2--------3----------------------|
E|----------------------------3-------------|
       ↓        ↓        ↓        ↓

Parte 2

    D11
E|---5-3-5----5-3-5----5-3-5----5-3-5-------|
B|-----3--------3--------3--------3---------|
G|-----0--------0--------0--------0---------|
D|-----4--------4--------4--------4---------|
A|-5--------0--------5--------0-------------|
E|------------------------------------------|
       ↓        ↓        ↓        ↓

Parte 3

     Bm
E|---7-5-7----7-5-7----7-5-7----7-5-7-------|
B|-----0--------0--------0--------0---------|
G|-----7--------7--------7--------7---------|
D|------------------------------------------|
A|------------------------------------------|
E|-7--------7--------7--------7-------------|
       ↓        ↓        ↓        ↓

Parte 4

     Em
E|---7-5-7----7-5-7----7-5-7----7-5-7-------|
B|-----5--------5--------5--------5---------|
G|-----0--------0--------0--------0---------|
D|------------------------------------------|
A|------------------------------------------|
E|-0--------7--------0--------7-------------|
       ↓        ↓        ↓        ↓

Parte 5

     Am
E|---8-7-8----8-7-8----8-7-8----8-7-8-------|
B|-----8--------8--------8--------8---------|
G|-----0--------0--------0----0---0---------|
D|------------------------------------------|
A|-0----------------------------------------|
E|----------7--------8----------------------|
       ↓        ↓        ↓        ↓

Parte 6

     D7
E|---8-7-8----8-7-8----8-7-8----8-7-8-------|
B|-----7--------7--------7--------7---------|
G|-----7--------7--------7--------7---------|
D|-0-----------------0----------------------|
A|----------0-----------------0-------------|
E|------------------------------------------|
       ↓        ↓        ↓        ↓

Parte 7

     Bm
E|--10-8-10---10-8-10---10-8-10---10-8-10---|
B|-----7---------7---------7---------7------|
G|-----7---------7---------7---------7------|
D|------------------------------------------|
A|----------9-------------------9-----------|
E|-7------------------7---------------------|
       ↓         ↓         ↓         ↓

Parte 8

     Em7
E|--10-8-10---10-8-10---10-8-10---10-8-10---|
B|-----8---------8---------8---------8------|
G|-----7---------7---------7---------7------|
D|------------------------------------------|
A|-7------------------7---------------------|
E|----------7-------------------7-----------|
       ↓         ↓         ↓         ↓

Primeira Parte:

Parte 1

     Am7
E|---0---3----5--x--3---3-------------------|
B|---1-----------x--1---1-------------------|
G|---0--------5--x------0-------------------|
D|---2-----------x--------------------------|
A|-0---2---x--3--x--------------------------|
E|---------x-----x----3---------------------|
     ↓                  ↓

Parte 2

     D11
E|------------------------------------------|
B|---3---3-3-3----3---3-3-3-----------------|
G|---0---0-0-0----0---0-0-0-----------------|
D|---4---4-4-4----4---4-4-4-----------------|
A|-5---0--------5---0-----------------------|
E|------------------------------------------|
     ↓   ↑ ↓ ↑    ↓   ↑ ↓ ↑

Parte 3

     Bm7
E|------------------------------------------|
B|---3---3-3-3----3---3-3-3-----------------|
G|---0---0-0-0----0---0-0-0-----------------|
D|---4---4-4-4----4---4-4-4-----------------|
A|-2------------2---------------------------|
E|-----2------------2-----------------------|
     ↓   ↑ ↓ ↑    ↓   ↑ ↓ ↑

Parte 4

     Em
E|---0---0-0-0----0---0-0-0-----------------|
B|---0---0-0-0----0---0-0-0-----------------|
G|---0---0-0-0----0---0-0-0-----------------|
D|---2---2-2-2----2---2-2-2-----------------|
A|-----2------------2-----------------------|
E|-0------------0---------------------------|
     ↓   ↑ ↓ ↑    ↓   ↑ ↓ ↑

Final:

Parte 1 (2x)

E|-3-------2---0--------------------------------------|
B|-0-0-0---------0-0---3---1-------0------------------|
G|---0-0---2---0-0-0---------0-0-------2---0----------|
D|---0-0---------0-0---4---2-0-0---0---0---0----------|
A|-----------x-----------x-----------x---x---x--------|
E|-3-----3---x-3-----3---x-3-----3---x-0-x-3-x--------|
     ↑ ↓         ↑ ↓         ↑ ↓       

Parte 2

E|-3-------2---0---------------------------3----------|
B|-0-0-0---------0-0---3---1-------0-------3----------|
G|---0-0---2---0-0-0---------0-0-------2---0----------|
D|---0-0---------0-0---4---2-0-0---0---0---0----------|
A|-----------x-----------x-----------x---x-2----------|
E|-3-----3---x-3-----3---x-3-----3---x-0-x-3----------|
     ↑ ↓         ↑ ↓         ↑ ↓

Observe mais: FÁTIMA, SÓ POR HOJEYES OU SISTEMA DE MELHORAMENTO DA JUVENTUDEFalando sobre Pato FuRESERVE™Tarde VaziaNAARA BEAUTY DRINK!!! Sexo seguro!VIDACELL®O Estado Laico, CADÊ OS ÍNDIOS QUE ESTAVAM AQUI?CARNAVAL É PERFEIÇÃO!INSTANTLY AGELESS ™Que País É Esse?

Só Por Hoje

Só Por Hoje – Legião UrbanaBille Cipriani

Só por hoje eu não quero mais chorar
Só por hoje eu espero conseguir
Aceitar o que passou o que virá
Só por hoje vou me lembrar que sou feliz

Hoje eu já sei que sou o que preciso ser
Não preciso me desculpar e nem te convencer
O mundo é radical
Não sei onde estou indo
Só sei que não estou perdido
Aprendi a viver um dia de cada vez

Só por hoje eu não vou me machucar
Só por hoje eu não quero me esquecer
Que há algumas pouco vinte quatro horas
Quase joguei a minha vida inteira fora

Não não não não
Viver é uma dádiva fatal!
No fim das contas ninguém sai vivo daqui mas –
Vamos com calma !

Só por hoje eu não quero mais chorar
Só por hoje eu não vou me destruir
Posso até ficar triste se eu quiser
É só por hoje, ao menos isso eu aprendi

Yeah!

Só por hoje – Legião UrbanaCanal de TheRogerKin

Observe mais: Meu nome é Jonas, YES OU SISTEMA DE MELHORAMENTO DA JUVENTUDEFalando sobre Pato FuRESERVE™Tarde VaziaNAARA BEAUTY DRINK!!! Sexo seguro!, VIDACELL®O Estado Laico, Sal e vinagre, Só um grande susto, mais uma vez!, INSTANTLY AGELESS ™Que País É Esse?

Fátima

Fátima – Capital Inicial

Vocês esperam uma intervenção divina
Mas não sabem que o tempo agora está contra vocês
Vocês se perdem no meio de tanto medo
De não conseguir dinheiro pra comprar sem se vender
E vocês armam seus esquemas ilusórios
Continuam só fingindo que o mundo ninguém fez
Mas acontece que tudo tem começo
Se começa um dia acaba, eu tenho pena de vocês

E as ameaças de ataque nuclear
Bombas de neutrons não foi Deus quem fez
Alguém, alguém um dia vai se vingar
Vocês são vermes, pensam que são reis
Não quero ser como vocês
Eu não preciso mais
Eu já sei o que eu tenho que saber
E agora tanto faz

Três crianças sem dinheiro e sem moral
Não ouviram a voz suave que era uma lágrima
E se esqueceram de avisar pra todo mundo
Ela talvez tivesse um nome e era: Fátima
E de repente o vinho virou água
E a ferida não cicatrizou
E o limpo se sujou
E no terceiro dia ninguém ressuscitou

Veja também: O Estado Laico, Maldito homem!, Planta autosuficiente, Águas de março, Ceguetas, O tempo chegará, Primo rico?, Atrás de mim!, Velozes e Incompetentes, O Amaranto Inca Kiwicha invade plantações de soja transgênica da Monsanto nos Estados Unidos, Santa Buceta, José Mujica maconheiro?

Que País É Esse?

Que País É Esse? – Legião Urbana

Nas favelas, no Senado
Sujeira pra todo lado
Ninguém respeita a Constituição
Mas todos acreditam no futuro da nação
Que país é esse?
Que país é esse?
Que país é esse?

No Amazonas, no Araguaia iá, iá,
Na baixada fluminense
Mato grosso, Minas Gerais e no
Nordeste tudo em paz
Na morte o meu descanso, mas o
Sangue anda solto
Manchando os papeis e documentos fieis
Ao descanso do patrão
Que país é esse?
Que país é esse?
Que país é esse?
Que país é esse?

Terceiro mundo, se foi
Piada no exterior
Mas o Brasil vai fica rico
Vamos faturar um milhão
Quando vendermos todas as almas
Dos nossos indios num leilão
Que país é esse?
Que país é esse?
Que país é esse?
Que país é esse?
lulafernandes

Veja também: Carnaval é Perfeição!, A culpa é de quem!, 35 verdades ditas sobre o Brasil, pelos olhos de um Turista, Bandeirantes Modernos, Justiça em trânsito, O Combate a Corrupção nas Prefeituras do Brasil, Ouro de tolo, A Privataria Tucana, Incêndio, apenas 4° andar é salvo.

Carnaval é Perfeição!

PERFEIÇÃO – Legião Urbana
Composição: Renato Russo

Vamos celebrar
A estupidez humana
A estupidez de todas as nações
O meu país e sua corja
De assassinos
Covardes, estupradores
E ladrões…

Vamos celebrar
A estupidez do povo
Nossa polícia e televisão
Vamos celebrar nosso governo
E nosso estado que não é nação…

Celebrar a juventude sem escolas
As crianças mortas
Celebrar nossa desunião…

Vamos celebrar Eros e Thanatos
Persephone e Hades
Vamos celebrar nossa tristeza
Vamos celebrar nossa vaidade…

Vamos comemorar como idiotas
A cada fevereiro e feriado
Todos os mortos nas estradas
Os mortos por falta
De hospitais…

Vamos celebrar nossa justiça
A ganância e a difamação
Vamos celebrar os preconceitos
O voto dos analfabetos
Comemorar a água podre
E todos os impostos
Queimadas, mentiras
E seqüestros…

Nosso castelo
De cartas marcadas
O trabalho escravo
Nosso pequeno universo
Toda a hipocrisia
E toda a afetação
Todo roubo e toda indiferença
Vamos celebrar epidemias
É a festa da torcida campeã…

Vamos celebrar a fome
Não ter a quem ouvir
Não se ter a quem amar
Vamos alimentar o que é maldade
Vamos machucar o coração…

Vamos celebrar nossa bandeira
Nosso passado
De absurdos gloriosos
Tudo que é gratuito e feio
Tudo o que é normal
Vamos cantar juntos
O hino nacional
A lágrima é verdadeira
Vamos celebrar nossa saudade
Comemorar a nossa solidão…

Vamos festejar a inveja
A intolerância
A incompreensão
Vamos festejar a violência
E esquecer a nossa gente
Que trabalhou honestamente
A vida inteira
E agora não tem mais
Direito a nada…

Vamos celebrar a aberração
De toda a nossa falta
De bom senso
Nosso descaso por educação
Vamos celebrar o horror
De tudo isto
Com festa, velório e caixão
Tá tudo morto e enterrado agora
Já que também podemos celebrar
A estupidez de quem cantou
Essa canção…

Venha!
Meu coração está com pressa
Quando a esperança está dispersa
Só a verdade me liberta
Chega de maldade e ilusão
Venha!
O amor tem sempre a porta aberta
E vem chegando a primavera
Nosso futuro recomeça
Venha!
Que o que vem é Perfeição! …

Veja também: Quem paga o Carnaval!; BBB por Antonio Barreto, PÁTRIA MADRASTA VIL