Observatório Social do Brasil

O Observatório Social é um movimento pela transparência na administração pública, que começou em Maringá, no Paraná, no ano de 2006. Escola Virtual.Gov

É um espaço para o exercício da cidadania, que deve ser democrático e apartidário e reunir o maior número possível de entidades representativas da sociedade civil, com o objetivo de contribuir para a melhoria da gestão pública.

O Observatório Social do Brasil (OSB) é uma entidade civil sem fins lucrativos que coordena a rede de Observatórios Sociais existentes em mais de 100 municípios distribuídos em 18 estados, dados de 2015, assegurando a disseminação da metodologia padronizada para atuação dos observadores sociais, promovendo capacitação e oferecendo suporte técnico aos OS, além de estabelecer parcerias estaduais e nacionais para o melhor desempenho das ações locais de controle social.

Desenvolvem várias ações, mas a principal é o monitoramento das compras públicas em nível municipal. A metodologia, desenvolvida por eles, acompanha o processo desde a publicação do edital de licitação até o acompanhamento da entrega do produto ou serviço, de modo a agir preventivamente no controle social dos gastos públicos.

Atuando como pessoa jurídica, em forma de associação, um Observatório Social do Brasil prima pelo trabalho técnico, fazendo uso de uma metodologia de monitoramento das compras públicas em nível municipal, desde a publicação do edital de licitação até o acompanhamento da entrega do produto ou serviço, de modo a agir preventivamente no controle social dos gastos públicos. Além disso, os Observatórios Sociais do Brasil atuam em outras frentes, como

• a educação fiscal, demonstrando a importância social e econômica dos tributos e a necessidade do cidadão acompanhara aplicação dos recursos públicos gerados pelos impostos.

• a inserção da micro e pequena empresa nos processos licitatórios, contribuindo para geração de emprego e redução da informalidade, bem como aumentando a concorrência e melhorando qualidade e preço nas compras públicas.

• a construção de Indicadores da Gestão Pública, com base na execução orçamentária e nos indicadores sociais do município, fazendo o comparativo com outras cidades de mesmo porte. E a cada 4 meses realiza a prestação de contas do seu trabalho à sociedade.

Cada Observatório é integrado por cidadãos brasileiros que transformaram o seu direito de indignar-se em atitude: em favor da transparência e da qualidade na aplicação dos recursos públicos. São empresários, professores, estudantes, funcionários públicos e outros cidadãos que, voluntariamente, entregam-se à causa da justiça social.

Saiba mais! Para conhecer mais sobre os Observatórios, acesse o sítio: http://www.observatoriosocialdobrasil.org.br. Nele você encontrará muitas informações, inclusive orientações de como começar um Observatório na sua cidade. O OSB produziu um vídeo de apresentação, assista: www.youtube.com/user/osdobrasil.

Observeze-se: Controle Social, Piratas do Tietê vão invandir os cinemas, I AMazonia, Shenlongwan, uma mão., Direito do avesso, Avesso do direito, Você tem poder de possuir o que quiser!, O rapaz comprou um passarinho por $10 reais, Piauí autoriza produção de óleo de canabidiol, Chico Mendes, Marco Regulatório das Organizações da Sociedade Civil (MROSC), Portal da Transparência

23ª Feira Internacional do Cooperativismo (Feicoop)

13557732_1033944646659341_940277183204076181_n_1467823218

A 23ª Feira Internacional do Cooperativismo (Feicoop), que acontecerá entre os dias 8 e 10 de julho, em Santa Maria, no Rio Grande do Sul. Nathalia Marangoni. Projeto Economia Solidária SP mobiliza caravana para Feicoop, em Santa Maria – Secretaria Municipal do Desenvolvimento, Trabalho e Empreendedorismo

a9b72b_8be897320f8c46b7bfea94102cdf75ca

O maior evento do gênero na América Latina, a Feicoop conta com exposição de produtos provenientes da Economia Solidária e da Agricultura Familiar, também promoverá mostras, seminários, palestras e assembleias para a discussão de políticas públicas para a Economia Solidária, oportunizando a troca de experiências e a articulação de parcerias entre redes e empreendimentos de todo o Brasil.

a9b72b_11cad52554c74307897ac541a483c269

PROGRAMAÇÃO DOS EVENTOS INTERNACIONAIS DE ECONOMIA SOLIDÁRIA, COOPERATIVISMO E AGRICULTURA FAMILIAR CAMPONESA – 2016

  • 12ª Feira Latino Americana de Economia Solidária – ECOSOL

  • 23ª FEICOOP – Feira Internacional do Cooperativismo

  • 16ª Mostra da Biodiversidade e Feira da Agricultura Familiar

  • 12º Seminário Latino Americano de Economia Solidária

  • 12ª Caminhada Ecumênica e Internacional pela PAZ e Justiça Social

  • 12º Acampamento do Levante Popular da Juventude

Data: 08 a 10 de Julho de 2016

Local: Centro de Referência de Economia Solidária Dom Ivo Lorscheiter

Rua Heitor Campos, snº – Santa Maria – RS – Brasil

ban_cad_evento

Desde 1994, realizam-se grandes eventos do Cooperativismo e da Economia Solidária do Brasil e dos países do MERCOSUL, em Santa Maria/ RS. É um grande espaço de articulação, debate, trocas de idéias, experiências de comercialização direta dos empreendimentos solidários da economia solidária, da agricultura familiar, das agroindústrias familiares, dos catadores, dos povos indígenas, dos trabalhadores do campo e da cidade e do Fórum Social Mundial. É, também, um espaço de articulação nacional e internacional, através do Fórum Brasileiro de Economia Solidária (FBES) e dos Fóruns Regionais de Economia Solidária. Prefeitura Municipal de Santa Maria

abertura_feicoop00

Enxergue mais: LUMINESCE™ CELLULAR REJUVENATION SERUMNAARA BEAUTY DRINK!!!CARTA DA TERRALICITAÇÃO SUSTENTÁVELA IMPORTÂNCIA DO CAFEZINHO17 VEZES EM QUE VOCÊ CAIU EM UMA ESTRATÉGIA DE MARKETINGCONCURSO DE MODA INCLUSIVAParque MinhocãoRECEITA PARA CONSTRUIR SUA CASA COM SUAS PRÓPRIAS MÃOS