Um sonho

Um Caranguejo Elétrico

Marília Gabriela entrevista Chico Science – Acervo Chico Science

No início do ano de 1991, Chico Science entrou em contato com o Lamento Negro, um bloco afro que trabalhava com educação popular no centro comunitário Daruê Malungo, periferia do Recife. O vigor da percussão chamou a atenção do cantor, que começou a trilhar rumo distinto, misturando num mesmo balaio black music e música de raiz, como maracatu e coco de roda – eis aqui o embrião do que se batizou manguebit. leofotoarte

Chico Science & Nação Zumbi – Programa Livre – 1993Acervo Chico Science & Nação Zumbi

Um dos grupos mais importantes do país, Da Lama ao Caos, álbum de estreia de Chico Science & Nação Zumbi saiu em abril de 1994. O trabalho foi um marco que desestabilizou o eixo da produção musical no Brasil, era o expressar sonoro dos caranguejos com cérebro, da parabólica na lama, e do manguebeat. José Julio do Espirito Santo

Filme Chico Science – Um Caranguejo Elétrico ( Documentário Completo )

As antenas de Chico deixaram de captar os sinais afrociberdélicos que só ele era capaz de receber e decifrar como ninguém, suas letras cheias de rimas inteligentes, falando de um nordeste legendário e, mais ainda, do quão louca a cidade de Recife podia ser. Chico Science e Nação Zumbi falavam de mangue beat e de sua proposta cheia de parabólicas que miravam o infinito. Foi um grande salto do rock brasileiro, num diálogo constante com o samba, o maracatu e a música eletrônica. Renato Alessandro dos Santos – tertúlia

Chico Science & Nação Zumbi [feat. Gilberto Gil] Central Park SummerStage – NY – 1994

Mangroove! – Nessa palavra Chico expressa, pela primeira vez, um grande detalhe do manguebeat: em inglês, “man” significa “homem”, e “groove”, como uma gíria, significa “ritmo”, enquanto “mangrove” é o nome que se dá as árvores típicas do mangue em inglês. Então, essa simples palavra “mangroove” conceitua tudo que o movimento mangue representa, sendo o indivíduo o “homem com ritmo”, e o seu meio sendo o “manguezal”. Victor Mauricio Borba – Multiatômico

Criada em Olinda, no início do anos 1990, de uma união dos grupos Lamento Negro e Loustal, passou a se chamar Chico Science & Nação Zumbi. Ao lado da Mundo Livre S/A, criou o Movimento Manguebeat, a banda perdeu Chico Science, vocalista e principal compositor, num acidente de trânsito, em 1997, a banda voltou aos palcos como Nação Zumbi, com Jorge Du Peixe nos vocais principais e com a mesma formação instrumental, os músicos da banda desenvolvem projetos musicais paralelos como Maquinado, Combo X, Afrobombas, Los Sebosos Postizos e 3 na Massa. Sons de Pernambuco

A ideia era viver do mangue. Mas o que era o mangue? Chico dizia que “Recife foi construída dentro de um mangue, a gente vive do mangue desde que éramos crianças”. No caso, a ideia de mangue era ser um movimento para fincar espaço, divulgar ideias e mostrar senso de coletividade de pessoas. Music on the Run

Observe mais: MONÓLOGO AO PÉ DO OUVIDO / BANDITISMO POR UMA QUESTÃO DE CLASSECHICO MENDESCHICO XAVIERNAARA BEAUTY DRINK!!!CLARICE LISPECTOR DO SAMBA, CLARA NUNES.MANTRALUMINESCE™CAMARÃO QUE DORME A ONDA LEVADE TODOS OS LOUCOS DO MUNDOINSTANTLY AGELESS ™INEZITA BARROSOÍNDIO EDUCAVIDACELL®SAUDOSA MALOCAHO’OPONOPONOMANGUETOWNRESERVE™DEUS E O DIABO NA TERRA DO SOLEMVA CIDADE

A Cidade

A Cidade – Chico Science & Nação Zumbi

O Sol nasce e ilumina as pedras evoluídas,
Que cresceram com a força de pedreiros suicidas.
Cavaleiros circulam vigiando as pessoas,
Não importa se são ruins, nem importa se são boas.

E a cidade se apresenta centro das ambições,
Para mendigos ou ricos, e outras armações.
Coletivos, automóveis, motos e metrôs,
Trabalhadores, patrões, policiais, camelôs.

A cidade não pára, a cidade só cresce
O de cima sobe e o de baixo desce.
A cidade não pára, a cidade só cresce
O de cima sobe e o de baixo desce.

A cidade se encontra prostituída,
Por aqueles que a usaram em busca de saída.
Ilusora de pessoas e outros lugares,
A cidade e sua fama vai além dos mares.

No meio da esperteza internacional,
A cidade até que não está tão mal.
E a situação sempre mais ou menos,
Sempre uns com mais e outros com menos.

A cidade não pára, a cidade só cresce
E de cima sobe e o de baixo desce.
A cidade não pára, a cidade só cresce
O de cima sobe e o de baixo desce.

Eu vou fazer uma embolada, um samba, um maracatu
Tudo bem envenenado, bom pra mim e bom pra tú.
Pra gente sair da lama e enfrentar os urubus. (haha)
Eu vou fazer uma embolada, um samba, um maracatu
Tudo bem envenenado, bom pra mim e bom pra tú.
Pra gente sair da lama e enfrentar os urubus. (ê)

Num dia de Sol, Recife acordou
Com a mesma fedentina do dia anterior.

Observe mais: Manguetown, Pare Pra Pensar, LUMINESCE™Brô Mc´s, Curupira, Antena Caseira dipolo de meia-onda*, Falando sobre Pato Fu, NAARA BEAUTY DRINK!!!O poder da maconha, Na contramão?, INSTANTLY AGELESS ™Quem paga o Carnaval!, Lucy, VIDACELL®Instituto Pindorama, voluntariado., RESERVE™, Consumo colaborativo e sustentabilidade, Carta da Terra

Manguetown

220px-nac3a7c3a3o_zumbi_40_maquinc3a1ria_festival_01

Show da banda no Festival Maquinária.

Nação Zumbi e Paralamas do Sucesso – Manguetown (DVD Ao Vivo no Recife) – Deckdisc

Manguetown – Chico Science

Tô enfiado na lama
É um bairro sujo
Onde os urubus têm casas
E eu não tenho asasMas estou aqui em minha casa
Onde os urubus têm asas
Eu vou pintando, segurando as paredes
No mangue do meu quintal e manguetown
Andando por entre os becos
Andando em coletivos
Ninguém foge ao cheiro sujo
Da lama da manguetown (2x)

Esta noite sairei, vou beber com meus amigos… ha!
E com as asas que os urubus me deram ao dia
Eu voarei por toda a periferia
Vou sonhando com a mulher
Que talvez eu possa encontrar
E ela também vai andar na lama do meu quintal é
Manguetown

Andando por entre os becos
Andando em coletivos
Ninguém foge ao cheiro sujo
Da lama da manguetown (4x)

Fui no mangue catar lixo
Pegar caranguejo
Conversar com urubu

Manguetown_by_LeoElessar

https://vimeo.com/70802611

Clipe Chico Science – ManguetownCASA GRINGO CARDIA

Observe mais: MONÓLOGO AO PÉ DO OUVIDO / BANDITISMO POR UMA QUESTÃO DE CLASSE, Antena Caseira dipolo de meia-ondaJuan dos Mortos, NAARA BEAUTY DRINK!!!, FHC = THC, Comida de gente,  LUMINESCE™, Xeque Monte, Pac man, INSTANTLY AGELESS ™, Catastrofe natural?, Evolução, VIDACELL®SAUDOSA MALOCAHO’OPONOPONOMANGUETOWNRESERVE™, Cadê os Amarildos?EMVEconomia de mercadoA CIDADEWikipédia, a enciclopédia livre.