Você viu my zumbie?

14729203_1256352881073838_7368409974835738353_n

 

sans-titre-3

faz-a-tuaagem-mais-tc3a1-frio

Enxergue mais: PRIMEIRAS FOTOS ERÓTICAS COLORIDAS DA HUMANIDADESALA SÃO PAULOCOMENDO RECIFESETEMBRO VERMELHONAARA BEAUTY DRINK!!!PLANKTON INVASIONEVOLUSEXEMVBE MY EYES APPINSTANTLY AGELESS ™THE STREET STOREÍNDIO EDUCAPOR QUE CONSTRUIR UMA POLÍTICA DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL E CULTURA DE PAZ PARA A CIDADE DE SÃO PAULO?VIDACELL®400 NUDESRESERVE™HO’OPONOPONORAPE MESANTA BUCETAFILHOS DA PROSTITUTA

A CARTA DE DEUS À POPULAÇÃO DO BRASIL!

Petição para cada ser humano e autoridades máxima de cada PAÍS do PLANETA TERRA!

Principalmente a todas as igrejas que se dizem ser representante de CRISTO e tampam os seus olhos, negam a nossa existência. Não conheço uma igreja hoje no Brasil e no mundo em estejam orando e intercedendo por nós!

Aos pastores dessa terra em nome de “ÑANDE RU” de leiam “JEREMIAS 5” e vejam o que “Deus” em nome de JESUS CRISTO, fará com o profeta deste século, não importa a sua religião pois, Deus não é religioso e abomina os Doutores da Lei!

Esta é a palavra de Deus: O céu e a terra passarão, mas a minha palavra vou cumprir em nem o til se perderá!

Será que o povo de Deus se tornou covarde? Ou simplesmente vão consentir e lavar as mãos, preferindo ser filho de Pôncio Pilatos e não o Filho de Deus.

Portanto, nos povos os indígenas AVA GUARANI, escravo em seu próprio território e escravo do sistema.
Apela a cada um de vocês contra construção de 7 barragens no Paraná que serão construídas nas terras indígenas e contra a remoção dos MBYA GUARANI da ilha da Vontinga, Aldeia Pindoty (17 famílias) e aldeia Sambaqui do Guaraguaçu (4 famílias) supostamente em prol do progresso.

Prezados terráqueos, as vossas assinaturas não tem sentido, nem valor e nem os vossos juramentos na justiça Divina, pois, assim diz o Deus ÑANDERU:

Por cada árvore cortada “Os índios” A população pagará por este crime com o seu sangue e nada servirá mesmo que consiga 70 bilhões de vezes, 7 assinaturas. Assim dize a boca de Deus!

Atualmente tem 17 famílias no total de 62 pessoas, esta grande árvore “Os guardiões da Florestas” O Brasil esta matando pouco a pouco de uma forma sutil e macabro através da Funai, tirando-lhes as suas casacas de uma forma sutil, hoje encontram-se ilhados sem poder sair da ilha, estão sendo mortos por asfixia alimentar (negando-lhe o que é mais sagrado, a comida, falta remédio, saúde, educação e está a ponto para serem expulso da sua área, pois, o Brasil considera a terra da população indígena devoluta e pertence a união, e que os povos originários são uns atrasos para o progresso, onde o artigo 231 no seu parágrafo 4 diz: “As terras que trata este artigo são inalienáveis e indisponíveis, e os direitos sobre elas imprescritíveis”. QUE GRANDE MENTIRA. Como a reunião de COPENHAGUE e as vossas assinaturas, informo-lhe com muito pesar meus caros senhores desta terra de vale de lágrima, não pretendo tampar o sol com a peneira. Deus atenderá as vossas assinaturas, nem as vossas súplicas e todas as promessas que fizerem enquanto manterem obra de genocídios contra um povo inocente que não podem se defender, toda terra sofrerá as conseqüências por esse delito.

A Terra Indígena Pindoty é formada por duas ilhas, a da Cotinga e a Rasa da Cotinga, totalizando 1.701,20 ha.

Localização: A Ilha da Cotinga está situada a 2 km a leste da cidade de Paranaguá, em frente à foz do Rio Itiberê.

FONTE: EMBRAPA

Endereço: Estrada da Ribeira km 111 – CP 319
Rodigheri /
Fone / Fax: (0**) 41 3675-5600
Ivar Wendling / Maria Augusta Doetzer Rosot / Patrícia
E-mail: sac@cnpf.embrapa.br
Para reclamações e sugestões Fale com o Ouvidor: www.embrapa.br/ouvidoria

Nunca houve uma razão tão forte para você participar, portanto, SOLICITAMOS QUE ESTA mensagem seja entregue a cada ser humano e para os chefes de estado do planeta para garantir a segurança do planeta TERRA frente ao aquecimento global catastrófico de 2 graus, ou como queiram 5 graus, depende de cada um de nós.

Não percam tempo comece a correr, não adianta assinar, assuma, arregace as mangas e vamos trabalhar contra a retirada da população indígena MBYA GURANI da ilha cotinga e contra as 7 barragens no Estado do Paraná.

VOCÊ QUER PRESERVAR O PLANETA? OU VAI FICAR EM CIMA DO MURO? – Sunamita Oliveira

Tupã Oporaiva
TA AÑETE!

Enxergue mais: SÓ É ÍNDIO QUEM OPTA POR SER!VIA LÁCTEA PELO NAVEGADOROUTROS VIAJANTES DO TEMPONAARA BEAUTY DRINK!!!TIMOPLANETARIOÍNDIO EDUCAEMVBE MY EYES APPTODO DIA ERA DIA DE ÍNDIOINSTANTLY AGELESS ™, ERAM OS DEUSES ASTRONAUTAS??10 LIVROS QUE ENSINAM AS CRIANCAS CUIDAR DO PLANETAO BRASIL CORRE O RISCO DE PERDER ATÉ 60 DIFERENTES LÍNGUAS INDÍGENASVIDACELL®CAMPANHA RECOLHE ÓLEO DE FRITURA PARA FABRICAÇÃO DE BIODIESELTHE MARTIANVLIBRASHINO NACIONAL EM DIALETO TICUNAEMDRIVE – O MOTOR IMPOSSÍVELRESERVE™MEDICINA TRADICIONAL YANOMAMI ON-LINEBIT E BYTE: QUE MUNDO É ESSE?O BICHO CORRUPTO

SÓ É ÍNDIO QUEM OPTA POR SER!

lianabook112

Os livros didáticos ainda são os grandes responsáveis pela propagação dessa imagem esteriotipada do índio brasileiro, que é apresentada as crianças nas séries iniciais, muitas vezes uma imagem folclórica. Boa parte das informações são/estão desencontradas e ultrapassadas. Educar Encantando

Quando o Brasil foi descoberto, 5 milhões de índios viviam onde hoje sobrevivem, segundo números oficiais, 329 mil, numa área que representa menos de 12 % do território nacional. A expectativa de vida deste povo não é nada boa. Nos últimos três anos, caiu 11%. Educar Encantando

amor-de-indio-auto-400

A figura primária na maioria das lendas guaranis da criação é Iamandu (ou Nhanderu ou Tupã), o deus Sol e realizador de toda a criação. Com a ajuda da deusa lua Araci, Tupã desceu à Terra num lugar descrito como um monte na região do Aregúa, Paraguai, e deste local criou tudo sobre a face da Terra, incluindo o oceano, florestas e animais. Também as estrelas foram colocadas no céu nesse momento. Non Plus RPG

As conversas que rolam nos botequins do Congresso vão no sentido de não permitir que tenham autonomia. Dar autonomia é empoderar as pessoas, perder o controle. A ideia do índio preguiçoso, ou contrário ao progresso, à produção, é interessante como justificativa desse controle. Essa “preguiça”, na verdade, tem a ver com outra concepção de produção, de tempo. Está em confronto com o mundo ocidental desde que os portugueses – estes sim preguiçosos – quiseram escravizar os índios para que produzissem por eles. “Produzir pra quê? Guardar pra quem?”. O desapego do indígena não cabe nesse mundo. Além de ferir os valores da ganância e do individualismo, a concepção indígena interfere na destruição do meio ambiente. O ocidental se encontra fora do ambiente. O ambiente para ele é algo a ser conquistado. Para o indígena, o ambiente é um parente, um companheiro de caminhada nesse planeta. Educar Encantando

Tal qual os infames comunistas, que mataram milhares alegando seguir os ensinamentos de Marx, esses enegumenos, sofistas e enganadores, falam de amor, estando eles de barriga cheia, aquecidos e com uma gorda conta bancária. Convivi durante quase 20 anos com gente desta estirpe e digo sem medo de errar ou de cometer um ato infame, de que, entre os não-cristãos encontrei mais abnegação e fé.
Entenda-se por cristãos todas as religiões que dizem seguir os ensinamentos de Jesus Cristo. SUBSTITUTOS DOS BANDEIRANTES E JESUITAS, CRISTÃOS DO SÉCULO XXI CONDENAM INDÍGENAS BRASILEIROS À MORTE

Enxergue mais: RELATÓRIO FIGUEIREDOA INVASÃO DO BRASILVOTO ABERTOEMV, Empoderamento dos recursosAUDIÊNCIA PÚBLICA: COMISSÃO DA VERDADE MUNICIPALTHE LONE RANGERINSTANTLY AGELESS ™ÍNDIO EDUCAInside JobHORRIBLE HISTORIES, VIDACELL®Brasileiro Reclama De Quê?HINO NACIONAL EM DIALETO TICUNA, Não Foi AcidenteUM MAR DE INFORMAÇÕES!!!RESERVE™TERRA SEM MALES

SIGNOS, ORIXÁS E PLANETAS

As Tradições, como o Aumbhandan, através de seus simbolismos, estudam e interpretam o indivíduo como um ser indissociável de um conjunto eterno e infinito. Pois, durante muito tempo, os aspectos exteriores foram o objetivo primeiro dos seres encarnados em todas as regiões do planeta. CABANA DE PAI ANTÔNIO

Na Astrologia o Astro Celeste correspondente ao Signo Ascendente é tido como o “governante” do mapa, no Esoterismo de Umbanda pode-se traduzi-lo como sendo aquele que representa a “Entidade Protetora”.

FOGO: Ogum, Iansã e Xangô;

AR: Oxumaré, Logum Edé e Exú;

ÁGUA: Oxum, Obá, Nanã e Iemanjá;

TERRA: Oxóssi, Ossâim, Euá, Oxalá, Iroko e Omulu ou Obaluaê.

Os orixás, esses fascinantes deuses africanos, governam um ou mais signos. Isso significa que todo nós temos um orixá que nos guia em nossa vidas, independente da raça, cor e credo, os orixás, esses fascinantes deuses negros, são reverenciados por todo o país nos terreiros de Umbanda e Candomblé. Bemzen e reporternet

Áries:
Orixá: Ogum – Elemento: Fogo – Planeta: Marte

Orixás Comandantes: Ogum e Iansã – 1º Decanato: Ogum; 2º Decanato: Oxalá; 3° Decanato: Xangô

Touro:
Orixá: Oxossí – Elemento: Terra – Planeta: Vênus

Orixás Comandantes: Oxossí e Oxum – 1º Decanato: Oxossí; 2º Decanato: Cosme e Damião; 3° Decanato: Obaluaye

Gêmeos:
Orixá: Cosme e Damião – Elemento: Ar – Planeta: Mercúrio

Orixás Comandantes: Cosme e Damião e Iemanjá – 1º Decanato: Cosme e Damião; 2º Decanato: Oxossí; 3° Decanato: Obaluaye

Câncer:
Orixá: Iemanjá – Elemento: Água – Planeta: Lua
Orixás Comandantes: Iemanjá e Xangô – 1º Decanato: Iemanjá; 2º Decanato: Ogum; 3° Decanato: Xangô

Leão:
Orixá: Oxalá – Elemento: Fogo – Planeta: Sol

Orixás Comandantes: Oxalá e Oxum – 1º Decanato: Oxalá; 2º Decanato: Xangô; 3° Decanato: Ogum

Virgem:
Orixá: Cosme e Damião – Elemento: Terra – Planeta: Mercúrio
Orixás Comandantes: Obaluaye e Iansã – 1º Decanato: Cosme e Damião; 2º Decanato: Obaluaye; 3° Decanato: Oxossí
Libra:
Orixá: Oxossí – Elemento: Ar – Planeta: Vênus
Orixás Comandantes: Oxossí e Oxum – 1º Decanato: Oxossí; 2º Decanato: Obaluaye; 3° Decanato: Cosme e Damião
Escorpião:
Orixá: Ogum – Elemento: Água – Planeta: Marte
Orixás Comandantes: Ogum e Obaluaye – 1º Decanato: Ogum; 2º Decanato: Xangô; 3° Decanato: Iemanjá
Sagitário:
Orixá: Xangô – Elemento: Fogo – Planeta: Júpiter
Orixás Comandantes: Xangô e Iansã – 1º Decanato: Xangô; 2º Decanato: Ogum; 3° Decanato: Oxalá
Capricórnio:
Orixá: Obaluaye – Elemento: Terra – Planeta: Saturno

Orixás Comandantes: Obaluaye e Nanã – 1º Decanato: Obaluaye; 2º Decanato: Oxossí; 3° Decanato: Cosme e Damião

Aquário:
Orixá: Obaluaye – Elemento: Ar – Planeta: Saturno

Orixás Comandantes: Obaluaye e Nanã – 1º Decanato: Obaluaye; 2º Decanato: Cosme e Damião; 3° Decanato: Oxossí

 Peixes:
Orixá: Xangô – Elemento: Água – Planeta: Júpiter

Orixás Comandantes: Xangô e Oxum – 1º Decanato: Xangô; 2º Decanato: Iemanjá; 3° Decanato: Ogum

O estudo bate com 90% das pessoas, mas é claro que toda regra tem sua exceção.  – Umbanda:O Reino da Paz

O PASSEIO DOS DEUSES PELO ZODÍACO – Bemzen e reporternet

OXUM: Rege TOURO e LIBRA. É orixá da fertilidade e da riqueza, símbolo também da sexualidade e por isso mesmo está associado ao signo de Touro. É ainda vaidoso, diplomata, tem muita ambição social, o que o aproxima das características impressas pelo signo de Libra. Corresponde a Vênus. É associada a diversas Nossas Senhoras.

OBALUAÊ: Rege Escorpião e Capricórnio – É o orixá das mortes e das doenças. Insondável, tem grande forma mental e é vingativo, peculiaridades de Escorpião. Por vezes, porém, é austero e melancólico. Tem problemas de pele e de ossos – coisas típicas dos capricornianos. Corresponde a Saturno. É associado a São Lázaro.

OSSÂIM: Rege Virgem e Gêmeos – É o orixá das ervas medicinais e está intimamente ligado à natureza. É crítico, meticuloso, sensível, o que o aproxima do signo de Virgem. Mas é também mutável, inquieto, irônico e superinventivo – qualidades de Gêmeos. Corresponde a Mercúrio. Está associado a São Benedito.

XANGÔ: Rege Leão e Sagitário – Autoritário, dominador, é um líder nato, um guerreiro difícil de ser derrotado, características dos nativos de Leão. Simboliza ainda a lei e a justiça. É sociável e aproveita o melhor da vida, o que o associa ao signo de Sagitário. Corresponde a Júpiter. É associado a São Jerônimo.

IEMANJÁ e NANÃ: Regem Câncer. São os orixás maternos. Protegem, dominam e amam seus filhos a toda prova. Iemanjá é fértil, sensual e muito preguiçosa. Nanã é a avó, que gosta de ser adulada, é cheia de dengo e de mágoas. Um perfeito retrato de Câncer. Correspondem à Lua. Nanã é associada a Sant’Ana; Iemanjá é associada a diversas Nossas Senhoras.

OXÓSSI: Rege Virgem, Capricórnio e Aquário – É o protetor das matas. Tem o espírito matemático e o humor instável de um virginiano. Mas é também bastante sério e responsável – coisas dos capricornianos. E apresenta ainda todo o exotismo e a originalidade de Aquário. Corresponde a Saturno e Mercúrio. É associado a São Jorge e a São Sebastião.

OGUM: Rege Áries. É o orixá da guerra, que luta por sua liberdade e independência. Ativo, está sempre procurando alguma coisa para fazer ou alguém para brincar. É um tanto egoísta, instável e emotivo ao extremo – chega a ser briguento. Por tudo isso, está ligado ao signo de Áries. Corresponde a Marte. É associado a São Jorge e a Santo Antonio.

IANSÃ: Rege Leão, Sagitário e Aquário. Senhora dos ventos, é alegre, sociável, mas temperamental, como os leoninos. É aventureira, impulsiva, atrevida, diz o que quer e quando quer, e assim parece-se com Sagitário. Mas tem também o desprendimento de Aquário. Corresponde a Urano e Júpiter. É associada a Santa Bárbara.

OXUMARÉ e LOGUM-EDÉ: Regem Gêmeos. São orixás bissexuais. Oxumaré é o arco-íris e seu temperamento é instável, varia de acordo com as circunstâncias. Logum-Edé é bom negociante, astuto, nem sempre honesto. Essas qualidades os aproximam do Signo de Gêmeos. Correspondem a Mercúrio. Oxumaré é associado a São Bartolomeu e Logum-Edé é associado a São Miguel Arcanjo e a São Expedito.

EXÚ: Rege Gêmeos e Escorpião. É um orixá comunicativo, brincalhão, cheio de truques – facetas encontradas nos nativos de Gêmeos. Mas é violento e associado à energia sexual. Possui algo que fascina e ao mesmo tempo repele, característica dos escorpianos. Corresponde ao planeta Plutão. É associado ao demônio cristão.

OXALÁ: Rege Capricórnio, Peixes e Touro. É o grande pai, o pilar da família e da sociedade. Nisso, assemelha-se a Capricórnio. É um sábio, um curandeiro. É sensível à bebida e a outros vícios, o que o liga a Peixes. Sua analogia com Touro vem de sua sensualidade. Corresponde a Vênus e Saturno. É associado a Jesus Cristo e ao Senhor do Bonfim.

OBÁ: Rege Escorpião e Touro. É o orixá das angústias, do sofrimento e da desilusão amorosa, mas também do espírito de luta, o que lembra Escorpião. Suas outras características o associam ao signo de Touro: é bom companheiro, superleal, e, às vezes, age com ingenuidade. Corresponde a Saturno É associado a Joana D”Arc.

EUÁ: Rege Virgem – É o orixá que representa a faixa branco do arco-íris. É uma deusa guerreira que representa a parte feminina de Oxumaré: é metade mulher e metade cobra. Mantém analogia com a pureza e a castidade. É ainda cismado, um crítico feroz dos outros e de si mesmo, o que o relaciona com o signo de Virgem. Mas é também um guerreiro nato e, por essa razão, corresponde ao planeta Marte. Desconheço associação com Santo Católico.

IROKO: Rege Touro, Aquário e Libra – É o orixá da obstinação e dos desejos materiais – qualidades dos nativos de Touro. Sua relação com Aquário vem de seu individualismo, do seu desinteresse pelos problemas alheios. É ainda associado ao signo de Libre, pela sua versatilidade. Corresponde a Vênus. Desconheço associação com Santo Católico.

Enxergue mais: SIGNO GEEKCANCERIANO SEM LARINSTANTLY AGELESS ™NERDOLOGIANAARA BEAUTY DRINK!!!O BRASIL CORRE O RISCO DE PERDER ATÉ 60 DIFERENTES LÍNGUAS INDÍGENASO ESTADO LAICOJEUNESSE, VERDADE OU MENTIRA?HUNGULUMINESCE™ CELLULAR REJUVENATION SERUMPARABÉNS NESTLÉRIO 40 GRAUS

Bolsa família

Os povos que viviam na terra chamada de Pindorama – quando chegou Cabral – se organizavam em grandes grupos, mas não chegaram a formar civilizações como aconteceu com os incas, maias e astecas, em outras regiões deste grande continente. Os daqui eram nômades e coletores. Viviam num espaço tão generoso em água e frutos que não tinham ainda encontrado necessidade de organizar cidades ou outras estruturas parecidas como já faziam os povos andinos, premidos pelo ambiente inóspito. Hoje, sabe-se que todos os povos do continente de alguma forma se conheciam e se encontravam, como prova o Caminho de Piabeiru, que sai do litoral sul de Santa Catarina até a região inca, ligando os dois oceanos. O que faz crer que outros caminhos havia e que muitos encontros de davam, não necessariamente de conquista. Enfim, as gentes viviam aqui do seu jeito e com sua organização. Essa não era uma terra vazia. Elaine Tavares

A primeira missa no Brasil foi celebrada em um Domingo, dia 26 de abril, na ilhota da Coroa Vermelha. O que Victor Meirelles representou em seu quadro de 1860 é a primeira Missa celebrada em terras continentais do Brasil, na sexta-feira, 1º de maio de 1500. Salvem a Liturgia!

O processo de colonização levou á extinção de muitas sociedades indígenas que viviam no território dominado, há estimativas sobre o número de habitantes nativos naquele tempo que variam de 1 a 10 milhões de indivíduos, estes números nos dão uma idéia da imensa quantidade de pessoas e sociedades indígenas inteiras exterminadas, seja pela ação das armas e da força, seja pelo contágio de doenças trazidas dos países europeus para as quais os índios não tinham anticorpos ou ainda, pela aplicação de políticas visando a “assimilação” dos índios à nova sociedade implantada, com forte influencia européia. Portal São Francisco
gabriele_baraldi_inga_detalhe
O tupi (ou tupi-guarani) é a língua indígena brasileira, hoje extinta, pertencente ao grupo linguístico nativo tupi-guarani. Era originário dos índios tupinambá, ramo do grande povo tupi (que significa “o grande pai” ou “líder”), que viviam ao longo da costa brasileira, sendo também os primeiros habitantes nativos do país, com os quais os portugueses estabeleceram contato. A partir desta língua formaram-se dois dialetos que são considerados línguas independentes: a língua geral paulista, agora extinta, uma mistura de Tupi com o Português (que até o final do século XVIII manteve-se como a “língua brasileira”, isto é, a língua da maior parte da população do país) e o nheengatu, a língua geral da Amazônia, que até hoje é falada naquela região. Gabriele D’Annunzio Baraldi

Veja também: Bolsa ruralista, quer que desenhe?, Manual de agicultura urbana, Eu sou Guarani Kaiowá, Clima louco?, 35 verdades ditas sobre o Brasil, pelos olhos de um Turista, Um Monte de mentiras, Jacob’s Well, Jesus Negão, Urna fraudetrônica, O Amaranto Inca Kiwicha invade plantações de soja transgênica da Monsanto nos Estados Unidos, A chegada de Lampião no Inferno

Não sou de postar coisas religiosas, mas as vezes, esse tipo de coisa é que me deixa com muita raiva da sociedade!

Domo

Foi o seguinte artigo que mostra como realmente as pessoas são:

pastor

“O pastor Jeremias Steepek (foto) se disfarçou de mendigo e foi a igreja de 10 mil membros onde ia ser apresentado como pastor principal pela manhã. Caminhou ao redor da igreja por 30 minutos enquanto ela se enchia de pessoas para o culto. Somente 3 de cada 7 das 10.000 pessoas diziam “oi” para ele. Para algumas pessoas, ele pediu moedas para comprar comida. Ninguém na Igreja lhe deu algo. Entrou no templo e tentou sentar-se na parte da frente, mas os diáconos o pediram que ele se sentasse na parte de trás da igreja. Ele cumprimentava as pessoas que o devolviam olhares sujos e de julgamento ao olhá-lo de cima à baixo.

Enquanto estava sentado na parte de trás da igreja, escutou os anuncios do culto e logo em seguida a liderança subiu ao altar e anunciaram que…

Ver o post original 359 mais palavras