Linguagem Simples ou Plain Language

A Linguagem Simples é uma forma de comunicação usada para transmitir informações de maneira simples, objetiva e inclusiva. Ao se comunicar em Linguagem Simples você deve garantir que o seu público-alvo entenda com facilidade o que está sendo comunicado. O objetivo da Linguagem Simples é que o leitor ou a leitora encontre facilmente a informação que procura, compreenda o que encontrou e então consiga usar essa informação. Para isso, textos em Linguagem Simples apresentam ideias, palavras, frases e estrutura de forma organizada.

Linguagem simples não é linguagem informal! É possível escrever de forma simples e acessível, seguindo as normas da Língua Portuguesa.

O incentivo ao uso da Linguagem Simples no setor público é um movimento global. O debate começa em meados de 1940 nos Estados Unidos e Inglaterra. No Brasil, a primeira política pública para tratar exclusivamente do tema de Linguagem Simples surge em 2019 com a criação do Programa Municipal de Linguagem Simples da Prefeitura de São Paulo.

Programa Municipal de Linguagem Simples da Prefeitura de São Paulo

 https://www.linguagemsimples.prefeitura.sp.gov.br/

Site do Programa de Linguagem Simples da Prefeitura de São Paulo. Lá você encontra como o programa funciona, materiais de apoio de como escrever e revisar um documento para que ele fique em linguagem simples e divulgação de eventos.

Plain Language Association International

https://plainlanguagenetwork.org/

É a principal associação internacional de Linguagem Simples no mundo. Ela apoia práticas e instituições que disseminam a linguagem simples. No site você pode encontrar definições de linguagem simples, os países associados, conferências, eventos e materiais de referência. O site está em inglês.

Legislação

Lei de direitos do usuário de serviços públicos – lei nº 13.460, de 26 de junho de 2017.

http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2015-2018/2017/lei/L13460.htm

Política Municipal de Linguagem Simples – lei nº 13.460, de 06 de março de 2020

https://leismunicipais.com.br/a/sp/s/sao-paulo/lei-ordinaria/2020/1732/17316/lei-ordinaria-n-17316-2020-institui-a-politica-municipal-de-linguagem-simples-nos-orgaos-da-administracao-direta-e-indireta

Programa Municipal de Linguagem Simples – Decreto nº 59.067, de 11 de novembro de 2019

https://leismunicipais.com.br/a/sp/s/sao-paulo/decreto/2019/5907/59067/decreto-n-59067-2019-institui-o-programa-municipal-de-linguagem-simples-no-ambito-da-administracao-publica-municipal

Simplifiqueze-se: Melhores Agencias de Modelos – RANKING OFICIAL, Cursos de Programação informática, ClarinhaMar, Poesia mística em Kabir, Rumi e Tagore 2018, IA – Indígena é Ateu? E os emojis com isso?, Sign-IO e Roy Allela, ALFALUVA e a Unipampa

Um mar de informações!!!

Na cultura digital atual, estamos inserindo tecnologia em tudo para tornar nossas vidas mais efetivas e produtivas, tornando-a praticamente inescapável.

A chave não é desconectar, mas entender o porquê precisamos desconectar: para apreciar a constância da vida sem tecnologia. Breno França – Papo de Homem

As pessoas estão ansiosas demais, inseguras demais e cansadas demais. Nesse cenário correm em busca de respostas e fórmulas prontas, o que certamente não existe. É como se todo mundo estivesse em busca de respostas imediatas, dicas de como se sair bem em determinadas situações sem muito esforço.  LUCIA FARIA – 

As pesquisadoras Suely Fragoso (Universidade Federal do Rio Grande do Sul), Raquel Recuero (Universidade Católica de Pelotas) e Adriana Amaral (Universidade do Vale do Rio dos Sinos) são as responsáveis pela edição do livro Métodos de pesquisa para a internet (Porto Alegre: Sulina, 2011), que surge como um farol no mar de informações que os pesquisadores costumam navegar desde o advento da web.  Arquimedes Pessoni – Mergulho no mar de informações da Web

A informação confiável e em tempo hábil é um fator primordial para a tomada de decisão, para muitas pessoas a informação passa a ser um fardo, tornando cada vez mais complexo o gerenciamento das informações no âmbito pessoal e profissional.  – LinkedIn

O ser humano adora viver a vida alheia, assim não precisa pensar na sua. Pensar cansa, gera trabalho e se for a nossa, haja transformação. Tenha o controle de sua vida e escolha você mesmo seu destino, você pode! Você quer? Tânia Gorodniuk

Observe mais: LIBERDADE PRIVATIZADAHUMANSVIDACELL®GOVERNO ABERTOPERFEIÇÃONAARA BEAUTY DRINK!!!UNIVERSIDADES DO MUNDOLIBERDADE DE EXPRESSÃOJEUNESSE, VERDADE OU MENTIRA?O ESPELHO ENEVOADO, LUMINESCE™, EXPERIMENTO CIENTÍFICO?

Proteja Brasil

telaAplicativo2
O Proteja Brasil é um aplicativo para smartphones e tablets criado para facilitar denúncias de violência contra crianças e adolescentes.

Qualquer situação que coloque em risco o desenvolvimento pleno da criança ou do adolescente pode ser uma forma de violência. Infelizmente, meninos e meninas são expostos diariamente à violência dentro e fora de suas casas.

Veja também: Gente inteligente, World Cupa, Índias, Instituto Alana, Comida para o espírito, Violentamente pacífico, Relatório Figueiredo, Cinquenta Tons de Cinza, Viabilidade???, Arena

Vergonha de ser brasileiro

vergonha de ser brasileiro
Acredite. Serra já quis contratar “médicos cubanos” no passado. BLOG DO MARCONE


Little-Rock-2

Veja também: Bolsa família, Omissão., A indústria farmacêutica está fora de controle?, Vergonha na lama, Maldito homem!, Brasileiro Reclama De Quê?, Xeque Monte, O Coxinha – uma análise sociológica, Individualidade fugaz, Reputação ilibada e notável saber jurídico., Água mata?, Carta da Terra, Jesus era Peripatético., Ministério da Saúde, Na trave!

PRO TESTE

NÃO PASSE SEUS DADOS FINANCEIROS (Cartão de crédito, débito em conta) PARA ESSA EMPRESA, ELES RENOVAM SUA ASSINATURA SEM SUA PERMISSÃO.

A PRO TESTE é uma entidade civil sem fins lucrativos, apartidária, independente de governos e de empresas, e tem como objetivo A DEFESA DO CONSUMIDOR NO BRASIL.

A PRO TESTE ajuda você a conhecer e exercer seus direitos com orientação e informação em suas publicações, em seu site e na mídia.

Veja também: Código de Defesa do Consumidor, A onda, CRASSEFICADOS‏, O povo da caixa, Como a indústria do fumo enganou as pessoas?, Consumo colaborativo, Inside Job, Impostômetro, A Terra a Gastar, Território, Assédio moral (bullying, manipulação perversa, terrorismo psicológico).