LEIS DA GRATIDÃO

“Nas nossas vidas diárias, devemos ver que não é a felicidade que nos faz agradecidos, mas a gratidão é que nos faz felizes.” Albert Clarke – BIA PEREZ 

Uma boa reciclagem, não nos esquecermos de agradecer:

  1. Quanto mais você está em um estado de gratidão, mais vai atrair coisas pelas quais ser grato;
  2. Ser feliz nem sempre vai te fazer grato, mas ser grato sempre vai te fazer feliz;
  3. Gratidão fomenta o verdadeiro perdão, que é quando você pode sinceramente dizer: “Obrigado por essa experiência.”;
  4. Você nunca precisa mais do que tem em um dado momento;
  5. A gratidão inclui tudo;
  6. O que você tem para ser grato no presente, muda a cada dia;
  7. A mente grata nunca toma coisas como garantidas;
  8. Enquanto você expressa sua gratidão, não deve esquecer que a maior valorização não é simplesmente proferir palavras, mas vivê-las diariamente;
  9. Gratidão inclui retribuição;
  10. A maior homenagem às pessoas e circunstâncias que você perdeu não é tristeza, mas a gratidão;
  11. Para ser verdadeiramente grato, você deve estar realmente presente;
  12. Abandonar o controle multiplica o potencial de gratidão.

Ouça o Silêncio. Ouça a voz Interior. Robson Hamuche – Resiliencia Humana

Mas você se lembra de que temos o poder de criar a própria realidade? Pois, então, que tal mudarmos esse roteiro agora mesmo? Aprendi com inúmeros mestres orientais que nunca devemos deixar para amanhã o que podemos fazer hoje. Vamos mudar nossa atitude perante os fatos, uma vez que isso nos traz sofrimento. É fácil? Não necessariamente. Pode ser até bem difícil, mas… Nunca impossível! É necessário, sim, muita disciplina e um estoque imenso de persistência para alterar as memórias já gravadas em nossas células. Sobretudo, precisamos de uma profunda intenção de mudar. Marisa Terapias

A  tendência natural da vida é amor, paz, beleza, harmonia e opulência, porque à Vida é indiferente quem d´Ela faz uso, mas está constantemente movimentando-se para manifestar cada vez mais Sua Perfeição através daquele impulso ascensional de sempre que Lhe é inerente. Caio

Francisco Alves Mendes Filho, o líder sindicalista e ambientalista brasileiro, assassinado no estado do Acre, no coração da Amazônia brasileira, por defender a floresta amazônica e os povos que nela vivem. xapuri

Observe mais: BOITATÁNAVE TIERRANAARA BEAUTY DRINK!!!EM BUSCA DA VERDADELUMINESCE™ (10%)CULTURA INDÍGENA E FANTASIALUMINESCE™A NECESSIDADE É A MÃE DA INVENÇÃO!A MEDITAÇÃO E SEU CERÉBROINSTANTLY AGELESS ™SAUDAÇÃO AO SOLPRINCÍPIO DO OU NÃOVIDACELL®EU SOU O MEU DEUS.HO’OPONOPONOEFEITO ISAIASRESERVE™LIVROS QUE ENSINAM AS CRIANCAS CUIDAR DO PLANETAFazenda solar

Nise – O Coração da Loucura

Tela de Emygdio de Barros. Do acervo do Museu do Inconsciente, no Rio, que apresenta obras de pacientes psiquiátricos de Nise da Silveira – Las Españas – Una Corona – Varios Reinos

Se existe um nome fundamental na história da psiquiatria brasileira é Nise da Silveira. “Nise – O Coração da Loucura” transporta para as telas a história da alagoana que foi aluna de Carl Jung e usou a arte para transformar a vida de pacientes. Anderson Gonçalves – Gazeta do Povo

O tratamento psiquiátrico padrão à época, nos anos 1940, que incluía a aplicação de choques elétricos, camisas de força, isolamento, lobotomia e injeções de insulina, no lugar, ela passou a incentivar os pacientes a usar a arte para se comunicar.

Raphael Domingues (1912-1979) e Emygdio de Barros (1895-1986) frequentaram o ateliê de artes do Setor de Terapêutica Ocupacional e Reabilitação mantido no Centro Psiquiátrico Nacional, hoje Instituto Municipal Nise da Silveira. ANTONIO GONÇALVES FILHO – O Estado de S.Paulo

O Museu de Imagens do Inconsciente (MII) tornou-se conhecido em todo o mundo e suas pesquisas deram origem a exposições, filmes, documentários, simpósios, conferências e cursos, tanto no que se refere à terapêutica ocupacional, quanto à importância das imagens do inconsciente na compreensão do mundo interior do esquizofrênico. Luiz Gonzaga Pereira dos Santos – Psicologia: Ciência e Profissão

Os gatos são excelentes companheiros de estudos, amam o silêncio e cultivam a concentração. Nise da Silveira. Uma mulher à frente do seu tempo. Centro Cultural do Ministério da Saúde

Ficou presa por mais de um ano, denunciada por manter em sua biblioteca livros considerados subversivos. No presídio conviveu com o escritor Graciliano Ramos, que narrou essa amizade em seu livro “Memórias do Cárcere”. Canal Ciência

Por meio da criação de um ateliê e do estímulo ao afeto entre os pacientes através do convívio com cães e gatos, a médica foi capaz de questionar as contradições do sistema psiquiátrico da época, baseado na exclusão e na violência. Laís Modelli – Revista Cult

2056_capa

Enxergue mais: O SENHOR DO LABIRINTOCVVSE ENLOUQUECER, NÃO SE APAIXONEA RAINHA DE MAIOVIDACELL®DE TODOS OS LOUCOS DO MUNDOOUTROS VIAJANTES DO TEMPONAARA BEAUTY DRINK!!!WHERE IS MY MINDPHILIP K. DICKLIBERDADE DE EXPRESSÃOJEUNESSE, VERDADE OU MENTIRA?TECNOLOGIA EM SISTEMAS DE COMPUTAÇÃOSEM SAÍDA?O DIA EM QUE A TERRA PAROULUMINESCE™ CELLULAR REJUVENATION SERUMCOMIDA PARA O ESPÍRITOJESUIS GAY