Tudo fica vai bem?!?


Enxergue mais: CLARA ROSA, SANDUÍCHES SEM PÃO, ARROZ BASMATI COM GENGIBRE, LENTILHAS E CEBOLA CARAMELIZADA, NAARA BEAUTY DRINK!!!, LEONARD COEN, BRAZILIANIZE YOURSELF!, DIA MUNDIAL DO ROCK (SÓ NO BRAZIL), EMV, BE MY EYES APP, MC SOFFIA, INSTANTLY AGELESS ™, MANTRA, ÍNDIO EDUCA,, VIDACELL®, BATMAN – O LIVRO DOS MORTOS, PIB???, O BOM MOÇO DO BRASIL, SÉRIE URNA ELETRÔNICA, RESERVE™, VANUSA SABBATH

TORNE-SE UM MENDIGO.

Para ter uma vida de mendigo feliz é preciso saber ser um! Ou não … . Filosofando de as coisas

mendigo2blula

Disse Cecília Meireles sobre a liberdade que “não há ninguém que explique e ninguém que não entenda” esta palavra. O Estranho Sem Nome

É claro que a felicidade segue variantes na visão de cada um, para ser um mendigo, primeiramente você tem que renunciar a muitas coisas: Conforto, horários, higiene e o principal, o materialismo. Se você consegue renunciar esses quatro itens ja está meio caminho andado.

torneseummendigo

O que é material não se conta mais, você não levará nem o chapéu, essa lei é universal e vale para todo mundo, ricos e pobres, votantes e votados. Rabix

O mundo é todo seu. Se tem um vizinho incômodo é só pegar suas tralhas e se mudar para um outro local, sem se preocupar com aluguel ou contratos que regem a vida dos trouxas….tem que pensar assim.

O único cuidado é evitar que o ateiem fogo como é de costume. Não é necessário se preocupar com obesidade. O regime já é forçado. Agora vem o melhor de tudo…, vc não vai mais precisar pagar imposto.

As garras sedentas do governo não o alcançam para usurpar seu dinheiro. Você deixa de pagar os 12% que vem junto com a conta de água da Sabesp e na verdade estará também livre dela da conta e do imposto. Estará também livre da conta da luz e dos 30% de taxa que vem embutido nela. Imposto de renda, nunca mais.

Não será mais roubado pela telefônica nos R$ 38,00/mês a título de assinatura,em conivência com o governo corrupto. Os bancos, se dependerem de vc, todos abrem falência … e a sua vida não muda em nada.

ilustra_mendigo_178treze

Patrão bandido, chefe mal educado, passar cartão, enfrentar filas, tudo se acabou, não há disputas, sacanagens, puxadas de tapete e concorrência para arranjar emprego, porque você não quer emprego. Ficará livre de todo stress que a sociedade impõe aos trouxas trabalhadores. Rabix

Mendigos há em toda cidade, estão por toda parte. Nova York tem muitos e alguns são “adotados” pela vizinhança. Em Paris, os sem-domicílio-fixo mendigam ativamente nos metrôs; referem-se a si mesmos pela sigla SDF. Em Buenos Aires, os passageiros dos trens ouvem diariamente os lamentos de homens que dizem ser veteranos das Malvinas.

A começar pelo estilo de vida que adotaram por vontade própria ou por força das circunstâncias. Não trabalhar, não ter endereço fixo – isso é uma afronta para muita gente que passa a vida em função dessas coisas. Marleth Silva – Gazeta do Povo

O maior valor que um homem tem, é a liberdade. Um mendigo é a pessoa mais livre do mundo. Faça um teste de mendicância nas ruas e veja que a vida pode lhe sorrir.

Enxergue mais: INSTANTLY AGELESS ™NAARA BEAUTY DRINK!!!, JEUNESSE, VERDADE OU MENTIRA?LUMINESCE™ CELLULAR REJUVENATION SERUMNÃO SOU DE POSTAR COISAS RELIGIOSAS, MAS AS VEZES, ESSE TIPO DE COISA É QUE ME DEIXA COM MUITA RAIVA DA SOCIEDADE!35 VERDADES DITAS SOBRE O BRASIL, PELOS OLHOS DE UM TURISTASÃO AS PEQUENAS ATITUDES QUE FAZEM O MUNDO VALER A PENA.JUSTIÇA EM TRÂNSITO

Perfeição

Perfeição – Legião Urbana

Vamos celebrar
A estupidez humana
A estupidez de todas as nações
O meu país e sua corja
De assassinos covardes
Estupradores e ladrões

Vamos celebrar
A estupidez do povo
Nossa polícia e televisão
Vamos celebrar nosso governo
E nosso estado que não é nação

Celebrar a juventude sem escolas
As crianças mortas
Celebrar nossa desunião

Vamos celebrar Eros e Thanatos
Persephone e Hades
Vamos celebrar nossa tristeza
Vamos celebrar nossa vaidade

Vamos comemorar como idiotas
A cada fevereiro e feriado
Todos os mortos nas estradas
Os mortos por falta de hospitais

Vamos celebrar nossa justiça
A ganância e a difamação
Vamos celebrar os preconceitos
O voto dos analfabetos
Comemorar a água podre
E todos os impostos
Queimadas, mentiras
E sequestros

Nosso castelo
De cartas marcadas
O trabalho escravo
Nosso pequeno universo
Toda a hipocrisia
E toda a afetação
Todo roubo e toda indiferença
Vamos celebrar epidemias
É a festa da torcida campeã

Vamos celebrar a fome
Não ter a quem ouvir
Não se ter a quem amar
Vamos alimentar o que é maldade
Vamos machucar o coração

Vamos celebrar nossa bandeira
Nosso passado
De absurdos gloriosos
Tudo que é gratuito e feio
Tudo o que é normal
Vamos cantar juntos
O hino nacional
A lágrima é verdadeira
Vamos celebrar nossa saudade
E comemorar a nossa solidão

Vamos festejar a inveja
A intolerância
A incompreensão
Vamos festejar a violência
E esquecer a nossa gente
Que trabalhou honestamente
A vida inteira
E agora não tem mais
Direito a nada

Vamos celebrar a aberração
De toda a nossa falta de bom senso
Nosso descaso por educação
Vamos celebrar o horror
De tudo isto
Com festa, velório e caixão
Tá tudo morto e enterrado agora
Já que também podemos celebrar
A estupidez de quem cantou
Essa canção

Venha!
Meu coração está com pressa
Quando a esperança está dispersa
Só a verdade me liberta
Chega de maldade e ilusão

Venha!
O amor tem sempre a porta aberta
E vem chegando a primavera
Nosso futuro recomeça
Venha!
Que o que vem é Perfeição!

Veja também: Carnaval é Perfeição!, Advogados, Impostômetro, Mapa da indecência, Só um minuto!, Oitavo Anjo, Justiça de mierda, Marx escreve uma carta de repúdio ao professor, Candelária, Liberdade de expressão, Desordem, FILHOS DA PROSTITUTA

Caso Para-Sar, o Atentado ao Gasômetro

Sergio_Miranda_de_Carvalho_e_Claudio_Villas-Boas
Caso Para-Sar, também conhecido como Atentado ao Gasômetro, diz respeito a um plano arquitetado em 1968 pelo brigadeiro João Paulo Burnier para desacreditar os terroristas de esquerda oposicionistas ao regime militar que então governava o Brasil. Consistia em empregar o esquadrão de resgate Para-Sar na detonação de explosivos em diversas vias públicas do Rio de Janeiro, atentados esses com potencial para provocar milhares de mortes e que seriam atribuídos a movimentos de esquerda. Na fase secundária da missão, o clima de caos proporcionado pelas tragédias seria usado para encobrir o sequestro e assassinato de quarenta figurões da política brasileira, entre eles Carlos Lacerda, Jânio Quadros e Juscelino Kubitschek.
O plano acabou abortado após a denúncia do oficial do Para-Sar Sérgio Ribeiro Miranda de Carvalho, que se recusou a cumprir as ordens de Burnier e levou o caso a seus superiores. Na sindicância resultante aberta pelo brigadeiro Itamar Rocha, 37 testemunhas comprovam a acusação. Burnier, no entanto, negou ter planejado o crime, sendo absolvido após o processo chegar aos gabinentes do ministério da Aeronáutica e da presidência da República. Itamar e Sérgio, por sua vez, acabaram afastados dos quadros da Aeronáutica. Wikipédia, a enciclopédia livre.
impostovoltandopovo

Veja também: Impostômetro, Convite à Filosofia, Sua segurança?, A Escalada do Monte Improvável, de Richard Dawkins, Carta de um policial nos protestos de São Paulo, Funcional Obsoleto, Pai (de quem) trocinio!, Procon divulga listas de empresas, REVENGE!, No gás, Porquê eu quis?, Eu, não, meu senhor, Economia de mercado, Mídia estão de luto

Qual o volume ocupado por 1 trilhão de reais?

Arrecadação de impostos, dívida pública, pacotes de estímulos, copa do mundo, desvio de verbas, enfim, nos jornais e revistas é muito comum aparecer valores da ordem dos bilhões ou mesmo trilhões de reais!

Mas o que será que isto significa? (visualmente falando)

O tamanho
Vamos começar com uma nota de R$100 reais (de 7cm de altura e 15,6cm de comprimento). Que pode ser guardada em qualquer carteira ou até mesmo dentro de um livro.

Um pacote contendo 100 (cem) notas de R$100 reais possui cerca de 1cm de espessura e contém R$ 10.000 reais. Cabe no seu bolso com facilidade e, de acordo com o DIEESE, este valor seria suficiente para sustentar cerca de 4 famílias (cada uma composta por 2 adultos e 2 crianças) durante 1 mês.

Você poderia colocar R$ 1 milhão de reais (ou 100 pacotes de R$ 10.000) em um saco de supermercado e passear com ele.

R$ 100,8 milhões ocupa um palete (bloco ou pallet – em inglês) de 1 metro de largura por 1 metro de comprimento e uma altura de aproximadamente de 96 centímetros.

10 Bilhões de reais (R$10.000.000.000) poderia formar uma pista de corrida e seria possível percorrer 100 metros sobre uma pilha de dinheiro de 1 metro largura e quase 96 centímetros de profundidade.

– E aí? Está curioso para ver o que seria 1 trilhão de reais!

Lembrando que 1 trilhão (R$1.000.000.000.000) é um milhão de milhões, ou mil bilhões, ou ainda 1 (um) seguido de 12 zeros.

Se fosse colocado um palete em cima do outro, daria uma altura de 9600 metros, o que seria maior do que o monte Everest ou 22 vezes o edifício Empire States.

Everest1trilhao

E lembre-se … essas são notas de R$100 reais! Se fossem notas de R$50, multiplique tudo por 2.

Então, da próxima vez que você ouvir esses números… tenha estas imagens em mente.

Curiosidade
Em 2012, o governo arrecadou em impostos cerca de 2 vezes este montante! Ou seja, aproximadamente 1,7 trilhões de reais!

Para mais informações sobre os cálculos realizados, confira o site original (em inglês), basta clicar aqui.

Veja também: Robin Hulk, Impostômetro, Fair Play, Ficha Limpa!!!, Orçamento doméstico, Michael Moore, Cidadão, Miniusina de energia, Empoderamento dos recursos, Universidade Aberta do Meio Ambiente e da Cultura de Paz – UMAPAZ, Palets, Comida

Vinte centavos

Pra quem não entendeu ainda: os vinte centavos, um por um:

00,01 – a corrupção
00,02 – a impunidade
00,03 – a violência urbana
00,04 – a ameaça da volta da inflação
00,05 – a quantidade de impostos que pagamos sem ter nada em troca
00,06 – o baixo salário dos professores e médicos do estado
00,07 – o alto salário dos políticos
00,08 – a falta de uma oposição ao governo
00,09 – a falta de vergonha na cara dos governantes
00,10 – as nossas escolas e a falta de educação
00,11 – os nossos hospitais e a falta de um sistema de saúde digno
00,12 – as nossas estradas e a ineficiência do transporte público
00,13 – a prática da troca de votos por cargos públicos nos centros de poder que causa distorções
00,14 – a troca de votos da população menos esclarecida por pequenas melhorias públicas (pagas com dinheiro público) que coloca sempre os mesmos nomes no poder
00,15 – políticos condenados pela justiça ainda na ativa
00,16 – os mensaleiros terem sido julgados, condenados e ainda estarem livres
00,17 – partidos que parecem quadrilhas
00,18 – o preço dos estádios para a copa do mundo, o superfaturamento e a má qualidade das obras públicas
00,19 – a mídia tendenciosa e vendida
00,20 – a percepção que não somos representados pelos nossos governantes

Se precisarem tenho outros vinte centavos aqui, é só pedir.

Veja também: Comida de gente, Individualidade fugaz, Mosquitos vinho na foto, Ai meu Deus!, Não Foi Acidente, Casas de Mediação, Inside Job, Pra quem não entendeu ainda os vinte centavos, Jô Soares explica um por um

BBB por Antonio Barreto

Antonio Barreto
Cordel que deixou Rede Globo e Pedro Bial indignados
Antonio Barreto nasceu nas caatingas do sertão baiano, Santa Bárbara/Bahia-Brasil.Amante da cultura popular, dos livros, da natureza, da poesia e das pessoas que vieram ao Planeta Azul para evoluir espiritualmente.
Professor, poeta e cordelista. Graduado em Letras Vernáculas e pós graduado em Psicopedagogia e Literatura Brasileira, também compõe músicas na temática regional: toadas, xotes e baiões.

Seu terceiro livro de poemas, Flores de Umburana, foi publicado em dezembro de 2006 pelo Selo Letras da Bahia.
Vários trabalhos em jornais, revistas e antologias, tendo publicado aproximadamente 100 folhetos de cordel abordando temas ligados à Educação, problemas sociais, futebol, humor e pesquisa, além de vários títulos ainda inéditos.

BIG BROTHER BRASIL UM PROGRAMA IMBECIL.

Curtir o Pedro Bial
E sentir tanta alegria
É sinal de que você
O mau-gosto aprecia
Dá valor ao que é banal
É preguiçoso mental
E adora baixaria.

Há muito tempo não vejo
Um programa tão ‘fuleiro’
Produzido pela Globo
Visando Ibope e dinheiro
Que além de alienar
Vai por certo atrofiar
A mente do brasileiro.

Me refiro ao brasileiro
Que está em formação
E precisa evoluir
Através da Educação
Mas se torna um refém
Iletrado, ‘zé-ninguém’
Um escravo da ilusão.

Em frente à televisão
Longe da realidade
Onde a bobagem fervilha
Não sabendo essa gente
Desprovida e inocente
Desta enorme ‘armadilha’.

Cuidado, Pedro Bial
Chega de esculhambação
Respeite o trabalhador
Dessa sofrida Nação
Deixe de chamar de heróis
Essas girls e esses boys
Que têm cara de bundão.

O seu pai e a sua mãe,
Querido Pedro Bial,
São verdadeiros heróis
E merecem nosso aval
Pois tiveram que lutar
Pra manter e te educar
Com esforço especial.

Muitos já se sentem mal
Com seu discurso vazio.
Pessoas inteligentes
Se enchem de calafrio
Porque quando você fala
A sua palavra é bala
A ferir o nosso brio.

Um país como Brasil
Carente de educação
Precisa de gente grande
Para dar boa lição
Mas você na rede Globo
Faz esse papel de bobo
Enganando a Nação.

Respeite, Pedro Bienal
Nosso povo brasileiro
Que acorda de madrugada
E trabalha o dia inteiro
Da muito duro, anda rouco
Paga impostos, ganha pouco:
Povo HERÓI, povo guerreiro.

Enquanto a sociedade
Neste momento atual
Se preocupa com a crise
Econômica e social

Você precisa entender
Que queremos aprender
Algo sério – não banal.

Esse programa da Globo
Vem nos mostrar sem engano
Que tudo que ali ocorre
Parece um zoológico humano
Onde impera a esperteza
A malandragem, a baixeza:
Um cenário sub-humano.

A moral e a inteligência
Não são mais valorizadas.
Os “heróis” protagonizam
Um mundo de palhaçadas
Sem critério e sem ética
Em que vaidade e estética
São muito mais que louvadas.

Não se vê força poética
Nem projeto educativo.
Um mar de vulgaridade
Já tornou-se imperativo.
O que se vê realmente
É um programa deprimente
Sem nenhum objetivo.

Talvez haja objetivo
“professor”, Pedro Bial
O que vocês tão querendo
É injetar o banal
Deseducando o Brasil
Nesse Big Brother vil
De lavagem cerebral.

Isso é um desserviço
Mal exemplo à juventude
Que precisa de esperança
Educação e atitude
Porém a mediocridade
Unida à banalidade
Faz com que ninguém estude.

É grande o constrangimento
De pessoas confinadas
Num espaço luxuoso
Curtindo todas baladas:
Corpos “belos” na piscina
A gastar adrenalina:
Nesse mar de palhaçadas.

Se a intenção da Globo
É de nos “emburrecer”
Deixando o povo demente
Refém do seu poder:
Pois saiba que a exceção
(Amantes da educação)
Vai contestar a valer.

A você, Pedro Bial
Um mercador da ilusão
Junto a poderosa Globo
Que conduz nossa Nação
Eu lhe peço esse favor:
Reflita no seu labor
E escute seu coração.

E vocês caros irmãos
Que estão nessa cegueira
Não façam mais ligações
Apoiando essa besteira.
Não deem sua grana à Globo
Isso é papel de bobo:
Fujam dessa baboseira.

E quando chegar ao fim
Desse Big Brother vil
Que em nada contribui
Para o povo varonil
Ninguém vai sentir saudade:
Quem lucra é a sociedade
Do nosso querido Brasil.

E saiba, caro leitor
Que nós somos os culpados

Porque sai do nosso bolso
Esses milhões desejados
Que são ligações diárias
Bastante desnecessárias
Pra esses desocupados.

A loja do BBB
Vendendo só porcaria
Enganando muita gente
Que logo se contagia
Com tanta futilidade
Um mar de vulgaridade
Que nunca terá valia.

Chega de vulgaridade
E apelo sexual.
Não somos só futebol,
baixaria e carnaval.
Queremos Educação
E também evolução
No mundo espiritual.

Cadê a cidadania
Dos nossos educadores
Dos alunos, dos políticos
Poetas, trabalhadores?
Seremos sempre enganados
e vamos ficar calados
diante de enganadores?

Barreto termina assim
Alertando ao Bial:
Reveja logo esse equívoco
Reaja à força do mal.
Eleve o seu coração
Tomando uma decisão
Ou então: siga, animal.

FIM

Veja também: Rotina, Quarto poder, Jesus era Peripatético., A onda, O povo da caixa, PÁTRIA MADRASTA VIL, Somos todos doadores, Impostômetro, Atrás de mim!, Xeque Monte, Parabéns Néstle, Mídia estão de luto, FORDISMO??