A quem interessa uma região sem Estado

cnvivlhwoaa8jd4

Na minha opinião, só é rico, mesmo, quem pode parar de trabalhar e o dinheiro da pessoa continuaria gerando mais dinheiro, a ponto dela nunca mais ficar pobre. Todo o resto é pobre. Se você precisa trabalhar para manter seu padrão de vida e conforto, você é pobre. Rico de verdade pode viver do dinheiro que o dinheiro gera. Marco Gomes

snowpiercer-2013-3-640x426

Políticos e Empreendedores Amigos do Estado™, que é como chamo os empresários-políticos a quem o Estado regularmente socorre usando o dinheiro dos impostos que você paga, no Brasil o rico normalmente pega todo o dinheiro que precisa como dividendo, não como pró-labore, e com isso ele não paga Imposto de Renda, é isso que diz a lei do país. O nosso dinheiro é usado para construir e manter os bairros que eles moram. Você paga Imposto de Renda e o seu dinheiro faz bairros dignos de primeiro mundo (literalmente) para os Políticos e Empreendedores Amigos do Estado™, que, repito, normalmente não pagam IR (ou pagam apenas sobre uma pequena parte de sua remuneração total). Marco Gomes

23339467239_1f067ca90c_h-768x576

“Se houver disparidade entre o mapa e o terreno, fique sempre com o terreno” – antiga regra do exército canadense

Pouco tempo após a ausência de Estado, as pessoas estavam fazendo livres trocas comerciais, os que queriam tinham suas armas (inclusive fuzis) para proteção pessoal, resolviam as disputas civis com a decisão de líderes comunitários mutuamente respeitados (pense neles como pajés, xamãs, patriarcas) e múltiplas religiões conviviam.

Um dia os líderes da religião majoritária contaram a seus seguidores que iria chegar um novo grupo na cidade, ad-Dawlah al-Islāmiyah fī ‘l-ʿIrāq wa-sh-Shām, que iria trazer muitas benesses para o povo, como melhorias de infraestrutura urbana (água, luz, gás, estradas, combustível etc), saúde e medicamentos, proteção contra invasores externos.

Assim O Estado Islâmico do Iraque e do Levante chegou na cidade, sem invadir com tanques, sem empunhar armas. Chegaram com diplomacia, e com o apoio da maioria da população. Logo estabeleceram novas (velhas) leis e regras. Marco Gomes

Enxergue mais: IMPOSTÔMETROMAKOTA VALDINAHABITAT IIIEVOLUIMOS?COMENDO RECIFEPRIVATIZAÇÃO DE PARQUESNAARA BEAUTY DRINK!!!PLANKTON INVASIONEMVBE MY EYES APPINSTANTLY AGELESS ™THE STREET STOREÍNDIO EDUCALIXO! EU?VIDACELL®, CAMPANHA RECOLHE ÓLEO DE FRITURA PARA FABRICAÇÃO DE BIODIESELVLIBRASEMDRIVE – O MOTOR IMPOSSÍVELRESERVE™NA ESTRADA HAVIA UMA PEDRAWIKIAVESBOLSA FAMÍLIANO CAPÃO REDONDO, NINGUÉM SONHA EM SER MÉDICO

Lei Rouanet

A Lei Federal de Incentivo à Cultura (Lei nº 8.313, de 23 de dezembro de 1991), institui políticas públicas para a cultura nacional, como o PRONAC – Programa Nacional de Apoio à Cultura. Wikipédia, a enciclopédia livre.

LEI Nº 8.313, DE 23 DE DEZEMBRO DE 1991.

lei-de-incentivo2

tabelaleirouanet

maria_bethania

Sistema de Apoio às Leis de Incentivo à Cultura (SalicWeb)

Enxergue mais: O PAÍS DA PIADA PRONTA!Impostômetro, Instituto Inhotim, Anestesia mental., Couro de livro, Aniversário da revolução de 1964, Projeto Pardo vs. Projeto Branco, O Senhor do Labirinto, Incredibox, Arte Fora do Museu, Quem paga o Carnaval!

Sonegômetro

sonegometro
O estudo ainda afirma que a arrecadação tributária brasileira poderia se expandir em 23,9%, caso fosse possível eliminar a evasão fiscal. Ou, melhor ainda, o peso da carga tributária poderia ser reduzido em quase 30%, com o país mantendo o mesmo nível de arrecadação.

R$ 415,1 bilhões equivalem a:

5.156.521 ambulâncias;
1.441.319 postos de saúde equipados;
8.647.916 postos policiais equipados;
12.456.996 salários anuais de policiais (SP);
30.079.710 salas de aula;
20.377.006 salários anuais de professores do ensino fundamental (piso MEC);
612.241.888 salários mínimos;
1.241.699.072 cestas básicas;
2.986.330 ônibus escolares;
4.010.628 km de asfalto ecológico;
18.672.964 carros populares (Fiat Mille Economy 2p);
13.836 presídios de segurança máxima;
143.137.931 iphone 5 (16Gb);
11.860.000 casas populares (40m²);
16.000.000 de bolsas família por 31 anos (básico R$70,00).

Veja o conteúdo integral do estudo do SINPROFAZ.

Veja também: Mídia estão de luto, O de Otário, Impostômetro, DECLARAÇÃO IRPF 2012, Vinte centavos, Portal da Transparência, Semana do Consumidor, Casas de Mediação, De Quem é a Culpa?, Jesus era Peripatético., A arte de ler., Na trave!, Só um minuto!

Brasileiro Reclama De Quê?

Tá Reclamando do Lula? Do Serra? Da Dilma? Do Arrruda? Do Sarney? Do Collor? Do Renan? Do Palocci? Do Delubio? Da Roseanne Sarney? Dos políticos distritais de Brasilia? Do Jucá? Do Kassab? Dos mais 300 picaretas do Congresso?

O Brasileiro é assim:

1. Saqueia cargas de veículos acidentados nas estradas.

2. Estaciona nas calçadas, muitas vezes debaixo de placas proibitivas.

3. Suborna ou tenta subornar quando é pego cometendo infração.

4. Troca voto por qualquer coisa: areia, cimento, tijolo, e até dentadura.

5. Fala no celular enquanto dirige.

6. Trafega pela direita nos acostamentos num congestionamento.

7. Pára em filas duplas, triplas em frente às escolas.

8. Viola a lei do silêncio.

9. Dirige após consumir bebida alcoólica.

10. Fura filas nos bancos, utilizando-se das mais esfarrapadas desculpas.

11. Espalha mesas, churrasqueira nas calçadas.

12. Pega atestados médicos sem estar doente, só para faltar ao trabalho.

13. Faz “gato” de luz, de água e de tv a cabo.

14. Registra imóveis no cartório num valor abaixo do comprado, muitas vezes irrisórios, só para pagar menos impostos.

15. Compra recibo para abater na declaração do imposto de renda para pagar menos imposto.

16. Muda a cor da pele para ingressar na universidade através do sistema de cotas.

17. Quando viaja a serviço pela empresa, se o almoço custou 10 pede nota fiscal de 20.

18. Comercializa objetos doados nessas campanhas de catástrofes.

19. Estaciona em vagas exclusivas para deficientes.

20. Adultera o velocímetro do carro para vendê-lo como se fosse pouco rodado.

21. Compra produtos pirata com a plena consciência de que são pirata.

22. Substitui o catalisador do carro por um que só tem a casca.

23. Diminui a idade do filho para que este passe por baixo da roleta do ônibus, sem pagar passagem.

24. Emplaca o carro fora do seu domicílio para pagar menos IPVA.

25. Freqüenta os caça-níqueis e faz uma fezinha no jogo de bicho.

26. Leva das empresas onde trabalha, pequenos objetos como clipes, envelopes, canetas, lápis, … como se isso não fosse roubo.

27. Comercializa os vales-transporte e vales-refeição que recebe das empresas onde trabalha.

28. Falsifica tudo, tudo mesmo … só não falsifica aquilo que ainda não foi inventado.

29. Quando volta do exterior, nunca diz a verdade quando o fiscal aduaneiro pergunta o que traz na bagagem.

30. Quando encontra algum objeto perdido, na maioria das vezes não devolve.

E quer que os políticos sejam honestos …
Escandaliza- se com a farra das passagens aéreas …

Os políticos que aí estão foram eleitos por esse mesmo povo ou não?
Brasileiro reclama de quê, afinal?

“Fala-se tanto da necessidade deixar um planeta melhor para os nossos filhos e esquece-se da urgência de deixarmos filhos melhores (educados, honestos, dignos, éticos, responsáveis) para o nosso planeta, através dos nossos exemplos …”

A mudança deve começar dentro de nós, nas nossas casas, nos nossos valores, nas nossas atitudes!

Email recebido.

Veja também: Michael Moore, Consulta CPF, Andanças, Omissão., Lixo ou resíduos?, Carta da Terra, Somos todos doadores, Quem paga o Carnaval!, Ficha Limpa!!!, Polícia 24 horas, Que País É Esse?, O de Otário, Impostômetro, Pedal sinalizado, A culpa é de quem!

Alunos de contabilidade fazem plantão de dúvidas gratuito sobre imposto de renda

Os alunos do curso Técnico em Contabilidade do Senac Itaquera fazem plantão gratuito, no mês de abril, para tirar dúvidas da população sobre a declaração do Imposto de Renda de 2011.

viaAlunos de contabilidade fazem plantão de dúvidas gratuito sobre imposto de renda.

educarbmefbovespa

Programa Educar Senac & BM&FBOVESPA
Com o objetivo de ressaltar a importância do orçamento pessoal, a parceria entre o Senac São Paulo e a BM&FBOVESPA oferece, mais uma vez, o Programa Educar Master. A ação, que é gratuita, será realizada em 23 unidades da rede, oito na capital e 15 do interior, de 10 de fevereiro a 16 de abril.

Veja também: Inside Job, Instituto Alana, Repo man, Assédio moral (bullying, manipulação perversa, terrorismo psicológico)., Consumo colaborativo, 3º opção, Biblioteca Web, Maldito homem!, A história das coisas, O Combate a Corrupção nas Prefeituras do Brasil, Abóbora, Bolsa ruralista, quer que desenhe?,

Livros de histórias infantis grátis.

A Fundação Itaú SOCIAL (programa Itaú criança) está distribuindo gratuitamente 1 kit composto de 4 livros de histórias infantis, visando o incentivo da leitura para crianças de até 6 anos. 

Não precisa ter conta no banco, apenas entrar no site e fazer o pedido…mas não pode demorar, pois a distribuição será feita enquanto durarem os estoques… Inicio da distribuição a partir de 11/10/10.

Basta acessar:
www.itau.com.br/lerfazcrescer

Veja também: Vida respeitável, Amostras grátis, é possível., Inside Job, A Melhor plástica de todas!!!, Convite à Filosofia, PÁTRIA MADRASTA VIL, A história das coisas, Cospe logo!, Empoderamento dos recursos, Saramago, Ouro de tolo, DECLARAÇÃO IRPF 2012, Aniversário da revolução de 1964, Só um minuto!