Can You Ever Forgive Me? 

Você pode me perdoar? – Filme completo dublado 2019. Tamiris Silveira

Perdoar? Passando por problemas financeiros, a jornalista Lee Israel decide forjar e vender cartas de personalidades já falecidas, um negócio criminoso que dá muito certo. Quando as primeiras suspeitas começam, para não parar de lucrar, ela modifica o esquema e passa a roubar os textos originais de arquivos e bibliotecas. Baseado em uma história real.

We can sometimes find redemption in the strangest of places. Lee Israel, a once-successful biographer, fell into the world of literary forgery as a way to save herself from destitution – and to pay her cat’s vet bill. Independent – Clarisse Loughrey 01 February 2019

Selling off letters she claimed to be penned by titans of culture – from Dorothy Parker to Noël Coward – but that were, in fact, her own creations, Israel maintained the ruse for just under three years. When the FBI caught up with her in 1992, it seemed like it was all over. 

However, a memoir she wrote about the period, published in 2008 to mixed reviews, has now gained more life, adapted into a film of the same title: Can You Forgive Me? The film, directed by Marielle Heller, had both stars nominated for an Oscar: Melissa McCarthy was nominated for best actress for Israel’s Heral, while Richard E Grant was nominated for best supporting actor for playing Israel’s partner in crime, Jack Hock. Nicole Holofcener and Jeff Whitty were also nominated for best adapted screenplay.

Here’s more: Maratona 4h20: filmes doidões para chapar assistindo NetflixTodo mundo odeia Chris fala sobre “Respeito”O EPISÓDIO DE RICK AND MORTY QUE ME FEZ ENTENDER A SOCIEDADEEu, Christiane F., 13 anos, drogada, prostituída

Dia Internacional da Maconha – Weed`s Day

O dia 20 de abril, grafado como 4/20 em inglês, é comemorado internacionalmente como Weed`s Day. Traduzindo, é o Dia Internacional da Maconha. Ou Pot Day, como é conhecido em outros países. Jesus Hemp

14249

A data sempre foi marcada pela realização de mobilizações, marchas e manifestações, cujas lutas se centram na descriminalização e na regulamentação da maconha a nível global. Sociedade Brasileira de Estudos da Cannabis (SBEC)

Originária da região do norte do Afeganistão, a planta Cannabis Sativa, a maconha, é utilizada há aproximadamente 6.000 anos. O primeiro escritor a mencionar o uso do cânhamo em cordas e tecidos é Heródoto, um historiador grego que é considerado o pai da história. A fibra do cânhamo, presente no caule da maconha, foi muito utilizada nas cordas e velas dos navios gregos e romanos, e era usada também para fabricar tecidos, papel, palitos e óleo. ENTRETENIMENTOS

flor coracao vermelho São Paulo pode criar hoje o “Dia Municipal da Maconha Terapêutica”

Há registros do uso medicinal de maconha desde a era de Assurbanípal, o último grande rei da Assíria, que morreu em 626 a.C., de acordo com relato histórico no livro Cannabinoids as therapeutic agents (Canabinoides como agentes terapêuticos), publicado em 1986 pelo bioquímico israelense Raphael Mechoulam. Também há registros no Egito antigo, na Grécia e na Roma antigas. O naturalista Plínio, o Velho (23-79 d.C.), da Roma Antiga, descreveu em detalhe o uso médico.

Da Idade Média ao século XIX os registros continuaram na Europa, na Índia e na Pérsia (atual Irã), na medicina tradicional chinesa. Com o uso generalizado, tanto do ponto de vista geográfico como em tipos de tratamentos, o surpreendente é que a partir do século XX tenha se tornado uma substância tão proibida nos países de cultura ocidental. Aconteceu por motivos principalmente políticos, com liderança norte-americana.

Mas como surgiu o código 4:20? O que, dentro da cultura canábica, é um número usado para se referir ao ritual do uso da maconha, tem a origem em um mito da Califórnia. Por coincidência, um dos primeiros estados americanos a autorizar o uso medicinal (1996) e recreativo (2016) da maconha.

20 de abril ou 4/20: O Dia Mundial da Erva

Segundo o jornalista Steven Hager, de uma das mais conhecidas revistas especializadas em cannabis, a High Times, o termo surgiu em 1971 na Califórnia com um grupo de adolescentes da San Rafael High School, uma espécie de confraria chamada “Os Waldos”. Eles se encontravam sempre às 4:20 pm (16:20) para fumar maconha perto de um muro, na parte externa da escola.

Em certa ocasião, os jovens, que já curtiam a erva, receberam um mapa de um trabalhador da guarda costeira que levaria a uma plantação de maconha em Point Reyes, próximo à São Francisco. Outra referência era que 4:20 era um código usado para se referir ao momento que eles deveriam se encontrar para sair em busca do tesouro nunca encontrado.

Uma outra crença comum é que 420 era a polícia da Califórnia ou o código penal para a maconha. Mas não há muitas evidências sobre essa teoria. Cannabis & Saúde

Há também a versão de que existem 420 compostos químicos ativos na maconha, daí uma conexão óbvia entre a droga e o número. Mas esse número é, na verdade, superior a 500 – sendo mais de 100 canabinoides.

Segundo Steve Bloom, editor High Times, uma das primeiras publicações sobre a maconha nos Estados Unidos. o termo virou uma um código semiprivado, que os usuários de maconha vão encontrar por todos os lados. O número aparece até no filme Pulp Fiction, de Quentin Tarantino, no relógio de um dos personagens. BBC

Bom, seja como for, 4:20 se tornou universal símbolo da cultura canábica em todo o mundo. Em países onde o consumo adulto da Cannabis já está legalizado, festas e festivais são amplamente promovidos para celebrar o Dia da Maconha.

A promessa de contribuir para todos esses tratamentos tem gerado interesse na esfera acadêmica sobre a farmacopeia produzida pela planta Cannabis sativa. Uma busca na base de dados Pubmed revela um número quintuplicado de artigos científicos entre 2000 e 2019 sobre essa classe de substância.

Na mídia, as menções também se tornaram mais e mais frequentes em anos recentes, assumindo ares de novidade apesar do histórico de uso que remonta a cerca de 2 mil anos. É por isso que a empresária Viviane Sedola, fundadora da empresa Dr. Cannabis e eleita pela High Times – revista norte-americana que defende a legalização da erva – como uma das 50 mulheres que se destacaram nessa área no mundo, qualifica a planta e seus derivados como uma novidade milenar. Em alguns países, como parte dos Estados Unidos, Uruguai e Canadá, a medida adotada foi liberar o uso medicinal da maconha – por vezes a própria erva a ser fumada –, uma decisão controversa. Nos Estados Unidos também está disponível uma profusão de preparados vendidos como suplementos alimentares, cremes para a pele, biscoitos que prometem acalmar bichos de estimação estressados ou com dor, entre outros. Maria Guimarães – Revista Pesquisa FAPESP

Here’s more: Horóscopo Canábico: confira o que os astros reservam para os canabistas em 2022.Sisters of the Valley, 1ª Live MMJ – Chá das Mães Jardineiras – Farmácia Viva e Direito de Cultivo Doméstico

ISA lança manual sobre plantas indígenas com download gratuito

A natureza possui muitas das respostas que procuramos no mundo material, e ninguém melhor para conhecer os potenciais curativos das plantas e vegetais do que os indígenas. Pensando pra Frente

O ISA (Instituto Socioambiental), em parceria com o Jardim Botânico do Rio de Janeiro, acaba de lançar o “Manual de Etnobotânica – Plantas, Artefatos e Conhecimentos Indígenas“.

O material reúne os conhecimentos indígenas às informações científicas sobre as plantas e seus usos – medicinais ou não.

A publicação baseia-se em um longo programa de colaboração entre o ISA e pesquisadores indígenas na região do Tiquié, no Amazonas, iniciado em 2005, que resultou numa ampla gama de publicações e materiais educacionais relacionados ao manejo ambiental, gestão territorial, cultura, história e tecnologia.

O manual faz parte do treinamento em pesquisa e intercâmbio de conhecimentos em etnobotânica com povos indígenas da região do Alto Rio Negro, no noroeste amazônico, realizado em 2016, e tem o objetivo de apoiar a pesquisa indígena colaborativa, intercultural e interdisciplinar.

O material apresenta, entre outros tópicos, a etnoecologia, a etnobotânica e a biodiversidade do noroeste amazônico, e ensina a coletar amostras, reconhecer espécies, classificá-las e cultivá-las.

O “Manual de Etnobotânica – Plantas, Artefatos e Conhecimentos Indígenas” está disponível para download gratuito. Baixe o seu!

Indize-se: Manual dos remédios tradicionais Yanomami, MANUAL PARA A VIDA, Manual sobre os usos de plantas amazônicas, Manual de agricultura urbana, Manual de Apicultura em Pequena Escala

Brasil termina Parapan em 1º lugar e faz a melhor campanha da história

Da série “Acontecimentos que merecem ser compartilhados”, o Brasil fez história no Parapan disputado no Peru e terminou a competição na liderança geral do quadro de medalhas. Ao todo, foram 124 ouros, 99 pratas e 85 bronzes, somando 308 medalhas no total.O antigo recorde pertencia ao México que, no Parapan de 1999, conquistou 307 medalhas, sendo 121 só de ouro.


Guiherme Costa – Mesatenista do AM / Ouro nos Jogos Parapan-Americanos – Créditos: A Critica
Um detalhe importante é que o Brasil terminou sua trajetória na competição com mais que o dobro de medalhas de ouro do que o segundo colocado, a fortíssima equipe dos Estados Unidos que teve 58 ouros, 62 pratas e 65 bronzes. O terceiro lugar ficou com o México que conseguiu 55 ouros, 58 pratas e 45 bronzes.

Os Jogos Parapan-Americanos tiveram sua origem em solo canadense, em 1967, em Winnipeg. Na ocasião, seis países se reuniram para a disputa apenas em modalidades para cadeirantes. Até 1995, nove edições similares para modalidades e classes específicas foram realizadas. Somente a partir de 1999, na Cidade do México, a competição ganhou o nome de Jogos Parapan-Americanos e reuniu atletas com diferentes tipos de deficiência em quatro modalidades, isso tudo sob a chancela do Comitê Paralímpico
Internacional (IPC). A cada edição, o número de atletas e modalidades em disputas aumenta.
Desde 1999, os atletas brasileiros já conquistaram 1.026 medalhas em Jogos Parapan-Americanos, sendo 445 de ouro, 310 de prata e 271 de bronze. Nas três últimas edições, Rio 2007, Guadalajara 2011 e Toronto 2015 o Brasil terminou os Jogos na primeira posição do quadro de medalhas. olimpíada todo dia
Neste sábado, 21, acontece o #FestivalParalímpico em 70 cidades!

Quer saber se a sua cidade será uma delas?! Confira na matéria

Os próximos jogos Parapan-Americanos acontecerão em Santiago, no Chile, em 2023.

Entenda mais: Lei Brasileira de Inclusão das Pessoas com Deficiência, Inclusão, MULTA MORAL, EMPREGO APOIADO, AMIGÃO VACILÃO, DEMÃOS DADAS, CARTA DA TERRA, AUDIOTECA SAL E LUZ, SOBRE RODAS, E VOCÊ?, INCLUSÃO

Pirituba

Pirituba – História do bairro de São Paulo / SP. YouTube

plantapirituba

Existem duas teorias para a origem do seu nome: o resultado da justaposição da palavra tupi piri (“tábua”) com o aumentativo tuba (“muito”); e na região havia uma lagoa denominada “Pirituba”, que em tupi-guarani significaria “vegetação de brejo”. Segundo dados históricos, havia na região um brejo, resultante de um dos braços do rio Tietê que passa próximo, daí o brejo ou lagoa de Pirituba. Biblioteca Brito Broca

picodojaragua

O primeiro esforço para dominar a região aconteceu já em 1580, quando o bandeirante Afonso Sardinha tentou se estabelecer no Jaraguá, para explorar ouro. Na ocasião, os indígenas que já ocupavam o local impediram o bandeirante de se fixar ali. A conquista do oeste paulistano, a exemplo dos filmes de bangue-bangue, se deu às custas de sangue índio. Um dos tanques de ouro foi aterrado recentemente, por orientação de arqueólogos, na aldeia Tekoa Ytu. Paulicéia Desvairada

hospital_psiquic3a1trico_pinel_03

Hospital Psiquiátrico Pinel, em Pirituba, São Paulo, SP, Brasil.

pirituba

31 coisas que só quem vive em Pirituba vai entender. Falar que um lugar é perto do “Barrancão” e todo mundo entender. Iran Giusti – BuzzFeed

Mude conceitos, você pode e deve: instantly ageless ™PICO DO GUARANINAARA BEATY DRINK ™!!!RESPEITO É PRA QUEM TEMCOMO A SUÉCIA RECICLA 99% DO LIXO QUE PRODUZ?LUMINESCE ™CURSOS NA USPBOITATÁPESTICIDAS CASEIROS ECOLÓGICOS PARA PLANTASTERRA OCATHE MARTIAN

E-BOOKs GRATUITOS

e-books completos para download. Apreciem sem moderação! Portal Cultural & Livraria Virtual.

A iniciativa de disponibilizar este prodigioso banquete cultural é do Arquivo Kronos. Deixamos aqui manifesta nossa gratidão por este serviço público que estão prestando aos estudiosos das mais variadas vertentes das ciências humanas ao reunir e disponibilizar este excelente arsenal. COLEÇÃO A CASA DE VIDRO NO FACEBOOK

Observe mais: LE LIVROSBIBLIOTECA WEBCAMARÁ BLUES – UM ENSAIO AUDIOVISUAL DANIEL CHOMAO LIVRO DE ELIPHILIP K. DICKNAARA BEAUTY DRINK!!!A RAINHA DE MAIOTORNE-SE UM MENDIGO.LUMINESCE™ CELLULAR REJUVENATION SERUM10 LIVROS QUE ENSINAM AS CRIANCAS CUIDAR DO PLANETAPROJETO EM BAMBU PROJETOINSTANTLY AGELESS ™MEDICINA TRADICIONAL YANOMAMI ON-LINETHE JOLLY BOYSVIDACELL®PROJETO DIVASLIVROS PARA COLORIR MARCO REGULATÓRIO DAS ORGANIZAÇÕES DA SOCIEDADE CIVIL (MROSC)RESERVE™7 LIVROS DE FICÇÃO CIENTÍFICA QUE TODO HOMEM DEVERIA LEREMOCIONARIOLEI BRASILEIRA DE INCLUSÃO DAS PESSOAS COM DEFICIÊNCIA

Perdido na traducão

“O Livro Perdido de ENKI”.

Os tablets de argila da Suméria, foram os achados mais importantes da história, encontrados entre os rios Tigres e Eufrates, eles datam de 4.000 anos e nos contam a realidade da da civilização da época, dentre estes registros, estão registros de nosso pulo evolucional, de como passamos repentinamente de hominídeos das cavernas para seres pensantes da espécie homosapiens.

Nessas crônicas ele revela que durante o conselho no qual foi decidido que ele deveria criar um novo ser, a partir dos hominídeos existentes no local, através de engenharia genética, ENLIL protestou duramente, argumentando que os Anunnaki tinham vindo à Terra para mineração e não para “brincar de Deus”. YouTube

As Memórias e profecias de um “deus extraterrestre” nativo do planeta NIBIRU, que é o criador do homem, o ADÃO de “barro” da Terra. YouTube

Entenda mais: INSTITUTO ALANAINSTANTLY AGELESS ™Meditação em 1 minutoRockefellerHumansUNIVERSIDADES DO MUNDOERAM OS DEUSES ASTRONAUTAS??EU SOU O MEU DEUS.SENSE810 MITOS QUE EXISTIRAM NO MUNDO REALMINHA CRENÇA MORTATHE METROPOLITAN MUSEUM OF ARTMUSEU VIRTUAL

A Noite

A Noite – Tiê

Palavras não bastam, não dá pra entender
E esse medo que cresce e não para
É uma história que se complicou
E eu sei bem o porquê

Qual é o peso da culpa que eu carrego nos braços
Me entorta as costas e dá um cansaço
A maldade do tempo fez eu me afastar de você

E quando chega a noite e eu não consigo dormir
Meu coração acelera e eu sozinha aqui
Eu mudo o lado da cama, eu ligo a televisão
Olhos nos olhos, no espelho e o telefone na mão

Pro tanto que eu te queria, o perto nunca bastava
E essa proximidade não dava
Me perdi no que era real e no que eu inventei
Reescrevi as memórias, deixei o cabelo crescer
E te dedico uma linda estória confessa
Nem a maldade do tempo, consegue me afastar de você

Te contei tantos segredos que já não eram só meus
Rimas de um velho diário, que nunca me pertenceu
Entre palavras não ditas, tantas palavras de amor
Essa paixão é antiga e o tempo nunca passou

E quando chega a noite, e eu não consigo dormir
Meu coração acelera e eu sozinha aqui
Eu mudo o lado da cama, eu ligo a televisão
Olhos nos olhos, no espelho e o telefone na mão

Veja também: SOZINHO NÃO!, HAPPY TOGETHER, INEZITA BARROSO400 NUDESDIGA A ELANICK CAVE

Horrible Histories

deualoucanahistoria

maxresdefault

horriblemouse

http://vimeo.com/101143821

Veja também: V de Vingança, Relatório Figueiredo, PLANKTON INVASION, Terceira Onda, Eustácio Bagge, Evolusex, O pai da propaganda, Bumblebee era um Fusca???, Comida para o espírito, A história de sempre?, A história das coisas, Aniversário da revolução de 1964, Ilha das Flores, A guerra do vintém, Curupira, Por que Pinga?, O tempo no espaço, Steve’n’Seagulls, Rebeldia, Entre a merda e a repressão, Gente inteligente, Estupidez, Couro de livro, Instalando livros

Seven Ages of Rock

Sete Eras Rock

Documentário de sete episódios que conta a história do Rock’n Roll explorando épocas e vertentes chaves da história da música: do estouro do electric blues britânico ao indie rock contemporâneo, passando pelo rock psicodélico do fim dos anos 60, a explosão do punk de 70 e a ascensão do grunge. As Aventuras de um Educador Chinês no Brasil

http://vimeo.com/22970324

hendrix1960

ganguedohipertexto

Veja também: Rape Me, Capa de disco com gatos., O brinquedo mais inútil do mundo, Saudação ao Sol, Falando sobre Pato Fu, Pin-up, Ouro de tolo, Symphony Of Destruction, Canceriano Sem Lar

Relatório Figueiredo

“O brasileiro costuma assistir a filmes de Hollywood onde cauboís matam índios e acha bonito. O que o americano fez com os índios foi brincadeira em relação ao que foi feito aqui. Lá foi uma matança, aqui foi genocídio. Uma coisa nazista, hitlerista. E o brasileiro não tem consciência disso. Isso é uma coisa que o mundo precisa saber”, revolta-se o filho Jader Figueiredo Correia Júnior.

relatoriofigueiredo
museudoindio

Veja também: Santo Padre José de Anchieta, Urna fraudetrônica, Bandeirantes Modernos, Cinquenta Tons de Cinza, A história de sempre?, Eu, não, meu senhor, Ranking Políticos, Arena, Que País É Esse?, Eu sou Guarani Kaiowá, A verdade pode estar no ovo, Makota Valdina, X-Maus, Polícia 24 horas

Ilha das Flores

ilha_das_flores_01

Um ácido e divertido retrato da mecânica da sociedade de consumo. Acompanhando a trajetória de um simples tomate, desde a plantação até ser jogado fora, o curta escancara o processo de geração de riqueza e as desigualdades que surgem no meio do caminho.

Cartaz-Ilha-das-Flores

“Guerra é Paz; Liberdade é Escravidão; Ignorância é Força”. George Orwell

Veja também: Os cães, 1984!, Monte seu Fusca, Exu tranca-copa, Parabéns Néstle, Casa sustentável, Viabilidade???, Brasileiro Reclama De Quê?, Marx escreve uma carta de repúdio ao professor, Remédio que cura qualquer doença, Capa de disco com gatos.

PLANKTON INVASION

A Invasão do Plâncton é uma série de animação online criada e dirigida por Joe Christiaen que conta a história de três espécies de plâncton que lutam para tentar dominar o mundo. Dementia

planktonanvasion

Os Plânctons, minúsculos animais marinhos com um gigantesco complexo de Napoleão, são enviados à Terra para lutar pela supremacia de sua espécie. A missão: aquecer o planeta, derreter o gelo polar, afundar toda a terra e dominar o mundo. INVASÃO PLÂNCTON – OPERAÇÃO TEMPESTADE DE AREIA

Veja também: Blue Dragon (Dragão azul), Trator, Pica pau retardado!!! , Darwin cadê você?, Filmografia dos carros do cinema, Meu amigo!, Hemp Car, Remédio caseiro para controle de pulgas, Arena, Brasil de bandidos, Opção de escolha?, Olá, mundo!, Planeta dos Macacos, Criacionismo., Na estrada havia uma pedra, Coletores de sementes

Pare Pra Pensar

Pare Pra Pensar – Natural Reggae

Pare Pra Pensar, bem que a vida.
Tenta te mostrar, uma saída.
Seja como for a situação,
Sempre haverá a solução.

Pare, Pense,
Olhe ao seu redor,
Tem gente que esté mto pior,
e mesmo assim batalha,
amanha será melhor.

Pare Pra Pensar, bem que a vida.
Tenta te mostrar, uma saída.
Seja como for a situação,
Sempre haverá a solução.

Não to aqui pra falar nem de praia nem maconha
Mas vou te fazer pensar naquilo que te envergonha
Na miseria e opressão que você nem faz questão
Vendo a mão que você negua de estender pro seu irmão
U m coração infantil, é o retrato do brasil!
A cultura nossa história ninguem sabe ninguem viu!
PLAYBOY, seja você ou seja eu!
Branco, preto, rico ou pobre… o teu filho é igual ao
meu!
Não prego religião, nem te digo o que é bom!
Tento mostrar uma parte da tua alienação!
Geral, cultural você pensa que é normal!
Pessoas estão morrendo na fila do hospital!
Não to sendo pessimista, so mostro a realidade!
Acredite se quiser, tudo bem, não sou dono da
verdade!
Acredito em um Deus, o supremo criador!
A quem clamo por justiça…

E alivia a minha dor…
E alivia a minha dor…
E alivia a minha dor…
E alivia a minha dor…

Pare Pra Pensar, bem que a vida.
Tenta te mostrar, uma saída.
Seja como for a situação,
Sempre haverá a solução.

Pare Pra Pensar, bem que a vida.
Tenta te mostrar, uma saída.
Seja como for a situação,
Sempre haverá a solução.

Pare pra pensar…bem que a vida…!!!

Veja bem: Cantar, Manguetown, Super Trunfo, Scoring drugs, Legalize Já, Clarice Lispector do Samba, Clara Nunes., Cadê os Amarildos?, Museu Virtual, Enciclopédia do Surf, A casa dos outros, Índice de Desenvolvimento Humano, Sexo seguro!, Fair Play, Mídia estão de luto, 69 com moral da história.

Bicicleta emprestada!

Uma enfermeira inglesa resolveu testar a bondade da pessoa que havia roubado sua bicicleta e foi recompensada.

E enfermeira inglesa Eileen Remedios, de 55 anos, deixou sua bicicleta presa a um poste enquanto ia visitar uma paciente. Ao voltar, percebeu que a bike havia sido roubada. Pensou então em fazer algo para testar a bondade do ladrão e escreveu o seguinte bilhete:

“Por favor devolva minha bicicleta. Ela é velha, mas amada, e vai ficar assustada sem sua dona. :(“*
Deixou o recado preso no mesmo poste e voltou no dia seguinte. Encontrou sua bicicleta junto com as chaves do cadeado e um bilhete do “ladrão arrependido”.

“Um grande e gordo pedido de desculpas! Do ‘ladrão de bicicletas arrependido’ (eu não cheguei a danificá-la)”.

Eileen ficou tão feliz coma ação que decidiu espalhar a história para todo mundo que conhecia. Não sem antes, claro, deixar seu agradecimento.

“Para a doce pessoa que pegou emprestada minha bicicleta, obrigada por devolvê-la. Ela disse que teve uma boa experiência, mas está feliz por estar de volta para mim. Obrigado.”
Catraca Livre
embiciate

Veja também: Na contramão?, Bike or die!, Opção de escolha?, Vergonha alheia!!!, Instituto Pindorama, voluntariado., Pet é tudo de bom, Casas de Mediação

Juan dos Mortos

O diretor Alejandro Brugués se perguntou o que aconteceria se uma epidemia zumbi afetasse a socialista Cuba.

O protagonista, Juan (Alexis Díaz de Villegas), é o malandro cubano. Ele não trabalha, prefere rum a alimentos, é divorciado, tem uma relação conturbada com a filha e gosta de se divertir com a mulher do vizinho. Quando é convidado pelo amigo Lazaro (Jorge Molina) a fugir para Miami, ele responde com sinceridade: “Mas lá eu ia ter que trabalhar”.

Uma epidemia misteriosa transforma os cidadãos em mortos-vivos. Pela televisão, a imprensa logo anuncia que a epidemia é obra de dissidentes cubanos financiados pelo governo norte-americano. Mariane Zendron – Do UOL, em São Paulo
poster_juan

Veja também: A indústria farmacêutica está fora de controle?, De quem é o poder?, Candidato Caô Caô, Incêndio, apenas 4° andar é salvo., Inside Job, Somos todos doadores, O Coxinha – uma análise sociológica, Casas de Mediação, Justiça em trânsito, Empoderamento dos recursos, Hortas e temperos, Legalize Já