10 sinais de que seu corpo está com falta de vitamina D + Bônus

A vitamina D pode ser encontrada em duas versões. A D2 que é de origem vegetal e pode ser encontrada em alimentos e a D3 que é de origem animal e é naturalmente produzida por nossa pele através da absorção dos raios ultravioletas B.

O corpo humano não é capaz de produzir a vitamina D sem a presença da luz solar, por isso é sempre indicado tomar um banho de sol por alguns minutos todos os dias. Afinal, esta vitamina é responsável pela absorção de outros minerais importantes como o cálcio e o fósforo, além de prevenir o surgimento de uma série de problemas relacionados aos ossos, músculos e funções metabólicas como o sistema imunológico, controle da diabetes, problemas gestacionais e muito mais. Pitacos e Achados

Vitamina D é uma vitamina extremamente importante, que tem efeitos poderosos sobre diversos sistemas em todo o corpo. Uma deficiência neste nutriente foi vinculada a muitas condições graves, como doenças cardíacas, doença autoimune, hipertensão, diabetes, e enfermidades ósseas e articulares.

É fácil ignorar a deficiência de vitamina D, pois alguns dos sintomas podem ser atribuídos a outras condições. Mas, quais são as chances de que você seja deficiente de vitamina D? Seguem alguns possíveis sinais.

1. Você sofre regularmente de dores musculares e articulares

Os sintomas de deficiência de vitamina D são sutis no início. Alguns dos primeiros sinais são dores musculares e fraqueza articular, que você pode facilmente achar que são devido à sua rotina diária árdua ou devido aos efeitos do envelhecimento.

Você pode ser capaz de tolerar os desconfortos das dores musculares e fraqueza articular simplesmente diminuindo suas atividades físicas. Contudo, se você está com deficiência de vitamina D, este problema vai continuar aparecendo. Além disso, pode piorar ao longo do tempo.

2. Você sofre de dores crônicas

Dor crônica abrange uma condição ampla. Além de dor muscular e articular, você também pode sofrer regularmente de enxaqueca, dor na coluna, ou outros desconfortos no corpo.

É tecnicamente considerada uma dor crônica se você tem a condição por mais de três meses.

3. Você sente-se cansado o tempo todo

Você já teve um daqueles dias em que se sente muito cansado mesmo quando teve uma boa noite de sono? É possível que você tenha baixos níveis sanguíneos de vitamina D, e seu corpo ainda se sinta fatigado.

Seu corpo precisa de vitamina D para criar energia. Se você não tem uma quantidade suficiente deste nutriente, irá facilmente sentir esta exaustão.

4. Você frequentemente fica resfriado e com tosse

Crianças com falta de vitamina D correm o risco de infecções respiratórias, de acordo com a Organização Mundial da Saúde. Mas, o mesmo risco também se aplica a adultos com deficiência de vitamina D, especialmente se eles já sofreram de asma antes.

5. Sua cabeça transpira

Transpiração excessiva na cabeça ainda está intimamente ligada a uma falta de vitamina D. Embora seja comumente inofensivo e essencialmente apenas um incômodo, pois você precisará enxugar a cabeça com frequência, esta condição também pode indicar condições médicas como diabetes, problemas na tireoide e infecção. Contudo, o que estas doenças têm em comum é que elas também estão ligadas à uma falta desta vitamina.

6. Você sente-se deprimido

O sol é frequentemente representado como algo positivo nas caricaturas, e a ciência pode responder o porquê. De acordo com o Conselho de Vitamina D, a falta de luz solar pode realmente arruinar o humor. Quando você é deficiente deste nutriente, seu cérebro processa menos serotonina, e isto pode afetar seus pensamentos positivos, emoções e estado de espírito.

7. Você tem hipertensão

Se você é hipertensivo, corre o risco de doenças cardiovasculares, ataque cardíaco e derrame. Portanto, não menospreze a falta de vitamina D no seu sistema.

Especialistas ainda estão tentando estudar os efeitos e a patologia da vitamina D e pressão arterial. Uma possível explicação aponta para o teor de cálcio desta vitamina específica, o qual é um nutriente importante para os processos metabólicos e celulares do corpo.

8. Você está sofrendo de queda de cabelo

Queda de cabelo é bastante comum em pessoas que sofrem de estresse. Mas, se a queda do seu cabelo parece anormalmente excessiva, você pode ser deficiente de vitamina D.

A vitamina D alimenta e estimula os folículos capilares. Se você não tem uma quantidade suficiente desta vitamina, isto poderia impedir o crescimento do seu cabelo.

9. Ossos fracos

Você sabia que seus ossos param de crescer quando você tem trinta e poucos anos? Você alcançará o pico da saúde de seus ossos neste estágio, mas a reconstituição de seus tecidos ósseos ainda continua conforme você envelhece.

Porém, se você não tem vitamina D o suficiente, os tecidos ósseos também não obterão uma nutrição apropriada.

É assim que você desenvolve ossos mais macios, que aumenta seu risco de fratura e de outros problemas ósseas como osteoporose.

10. Suas feridas não cicatrizam rapidamente

Você tem uma ferida que parece cicatrizar mais devagar do que o normal? Este pode ser outro sinal de baixos níveis de vitamina D. Especialistas do Hospital Universitário Evangélico de Curitiba estudaram os efeitos da deficiência de vitamina D em pacientes com úlceras nas pernas.

Pitacos: Ser deficiente de vitamina D é bastante comum. Mesmo assim, é melhor prestar atenção aos sinais, pois sua saúde geral e bem-estar estão ligados a ela. É muito fácil tratar esta condição, mas também é importante conversar com seu médico para obter mais informação, orientação e conselho.

Para muitas pessoas, aumentar a dose dos suplementos de vitamina D, mudar a dieta incorporando mais alimentos ricos nesta vitamina, e passar mais tempo ao ar livre pode ser um divisor de águas, especialmente se sofrem de doenças autoimunes.

Bônus: Qual a importância da vitamina D para os dentes?

Além da sua capacidade de regular várias funções metabólicas e neurológicas também, a vitamina D3, é responsável por garantir o fortalecimento dos dentes.

Segundo alguns dentistas, o fato dela metabolizar o cálcio e o fósforo, substâncias fundamentais para a mineralização dos dentes, é o principal fator para seu benefício à saúde bucal.

Além disso, essa vitamina também auxilia na absorção de cálcio no intestino, o que faz com que os níveis dessa substância no organismo se mantenham sempre em equilíbrio, evitando problemas.

Está cientificamente provado que a ausência de vitamina D no organismo pode promover maiores riscos de perda de dentes e problemas como infecções bacterianas. Além disso, problemas de cicatrização relacionados a implantes também estão relacionados com a ausência dessa vitamina.

Dze-se: Dinamarca, combate depressão com vitamina de cultura, DIETA DA FRUTA, Alimentos e saúde mental, Limões e a sua saúde!, Receita de Spa em casa, Farmácia nunca mais, Ervas, chás e sucos para limpeza natural dos rins

Quinua

quinua

A quinua real age na prevenção de enfermidades crônicas, como osteoporose, câncer de mama, doenças do coração e outras alterações femininas decorrentes da carência de estrógenos na menopausa, ajuda a combater anemias, problemas urinários, tuberculose e doenças do fígado, atua também na redução de danos gastrointestinais, na integridade do sistema imunológico, na regulação das funções cardiovasculares, nos processos de cicatrização e como normalizador da próstata e órgãos reprodutores masculinos. PONTO NATURAL

quinoa-vermelha

Veja também: SEMENTE DE CHIA (Salvia hispanica), Sugestão de desintoxicação ayurvédica após os excessos., Graviola, Vegano na marra, Neste Chão Tudo Dá, Eu te disse, eu te disse., O Amaranto Inca Kiwicha invade plantações de soja transgênica da Monsanto nos Estados Unidos

Graviola

cha-das-folhas-de-graviola

Um chá cheio de benefícios é o feito das folhas de graviola, fruto originario das Antilhas, presente no solo norte/nordestino do Brasil e em outros países tropicais, chamado de jaca do Pará é uma fruta deliciosa e refrescante, rica em vitaminas e fibras que fazem bem ao organismo. NAYLA GEORGIA

O chá das folhas de graviola combatem células cancerígenas, testes em animais puderam comprovar que o princípio ativo acepitamina é anticancerígeno, porém não pôde ser sintetizado pelos laboratórios.

graviola-acetogenina-cancer

Veja também: Comer faz bem, Eu sou Guarani Kaiowá, Adoro essa parte da anatomia femimina., Sintomas Câncer de Mama, Legalize Já, Doenças degenerativas, Dia Mundial do Meio Ambiente., O Amaranto Inca Kiwicha invade plantações de soja transgênica da Monsanto nos Estados Unidos, Curupira, Remédio caseiro para controle de pulgas, Algumas frases desses dias.