Feminismo não, ser humano!?!

Circula nas redes sociais uma cena em que uma mulher critica o feminismo durante um programa sob o olhar atônito de Fernanda Gentil. Legendas dizem que se trata de uma entrevista dada ao vivo no “Se Joga”, da Globo. É #FAKE.

Mais um indício de que o vídeo foi tirado de contexto é o fato de que, desde o final de agosto, Fernanda Gentil, que aparece nas supostas gravações, não apresenta mais o Se Joga. O programa foi cancelado. GUSTAVO QUEIROZpiauí

Na verdade, o que Simone de Beauvoir queria nos dizer é que existem inevitáveis dependências entre nosso corpo e nossa mente, e que se a experiência corporal condiciona a forma pela qual enfrentamos o mundo, no caso da mulher isso tem um efeito maior, pois são as significações sociais dadas a essa forma de nos relacionarmos com nossos corpos e sua importância para nos desenvolvermos como pessoas aquilo que estrutura uma sociedade profundamente desigual. MÁRIAM MARTÍNEZ-BASCUÑÁN – El País

Entre outras coisas, a contribuição dessa pensadora genial, a mais ilustre moradora do Quartier Latin parisiense, foi situar a reflexão sobre o corpo no centro do feminismo: se toda existência humana, segundo ela, é definida por sua localização, a corporalidade da mulher e os significados sociais que se lhe atribuem condicionam sua existência.

Camille Paglia não é uma mulher rotulável. A professora da University of Arts na Filadélfia, no Estado americano da Pensilvânia, critica abertamente os rumos do feminismo contemporâneo e algumas mulheres relacionadas ao movimento, que classifica como “loucas” e “neuróticas”. Apontada como feminista e antifeminista, Camille defende um protagonismo feminino genuíno. “A verdadeira libertação das mulheres ocorre por meio do empoderamento de si mesmas, de suas vozes, de suas mentes.” Capitu – Estadão

O que estou alertando às mulheres é que não se pode forçar um homem a ser como uma mulher. Essas mulheres, que frequentaram Princeton, Yale e Harvard, estão acostumadas com esse tipo de homem. Aqueles que entram nessas escolas já foram treinados sobre como você deve se comportar em relação a essas mulheres privilegiadas, de classe média alta. Elas esperam que todos sejam assim.

Na história, quando você tem essa aparição de androginia, transexualidade e transgênero, é geralmente um sintoma do colapso de uma civilização. É quando aparecem o declínio e a decadência. Se pudéssemos viajar no tempo para o Império Romano, encontraríamos pessoas muito tolerantes, muito sofisticadas em termos da sexualidade, que eram bastante abertas tanto à heterossexualidade quanto à homossexualidade. Era nisso que a elite educada de Roma acreditava também. Então, o que aconteceu? Houve um vácuo moral, um vácuo ético. O resultado final disso? Religiões que a princípio eram muito pequenas, vindas da Palestina, se espalharam por todo o mundo Mediterrâneo.

Foi o homem que construiu este mundo com seus escritórios, empresas, organizações e permitiu que as mulheres fossem financeiramente autossuficientes pela primeira vez na história. Isso não só no passado. É também o homem que está constantemente fazendo o trabalho sujo que mantém esse mecanismo fantástico da moderna sociedade industrial e pós-industrial. Essa falta de gratidão ao homem é um veneno terrível no feminismo contemporâneo. A liberdade moderna das mulheres vem deste mundo que o homem criou.

O feminismo não pode ser um lugar para as mulheres que têm ódio ao homem e problemas terríveis em suas vidas privadas. Movimentos políticos costumam atrair pessoas loucas e fanáticas e, a longo prazo, isso tende a ser uma praga. Isso realmente aconteceu na primeira onda do feminismo.

Corpoze-se: Feminismo, vai estudar!?!, Feminista versus World, Tag das séries by PARAÍSO NUBLADO, GENTE HONESTA E ESFORÇADA, OS DESVIANTES E OS COM SÍNDROME DE MANADA, AYU BRAZIL VS FEMINISTAS

Feminista versus World

AS MULHERES SÃO MINORIAS? Cortes do Venus [OFICIAL]

O FEMINISMO MENTIU PARA VOCÊ! (VIOLÊNCIA DOMÉSTICA)

É bem comum associarmos a violência doméstica quase que exclusivamente aos homens agredindo as suas mulheres, mas será que esse imaginário popular de fato se reflete na realidade? Alguns dados e estudos sobre o tema podem acabar te surpreendendo!

A luta pela equidade de gênero | Joanna Burigo | TEDxLaçadorTEDx Talks

A FEMINISTA QUE FALIU POR CAUSA DO FEMINISMOCanal Tragicômico

Uma feminista chamada Samantha Brick decidiu abrir a própria empresa, porém com o diferencial de que ela contrataria apenas mulheres. Motivada pelo discurso sobre a irmandade feminina ela fez de tudo para que seu projeto fosse um sucesso, mas a realidade acabou sendo muito diferente do que ela esperava.

Ze-se: UMA MULHER EMPODERADA, Feminismo : Entrevista de Carolina Reis a Clarice Falcão, Kathrine Switzer e a Maratona de Boston de 1967, Dos crimes contra a honra, Sexo seguro!, Evolusex, GENTE HONESTA E ESFORÇADA, OS DESVIANTES E OS COM SÍNDROME DE MANADA, Tura Satana, Sensibilidade, Receita de Spa em casa

Grafite Gardening

Quebrada Queer

Se o debate em cima da democracia racial é pilar fundamental do rap, o machismo e, principalmente, a homofobia, são defeitos da cena ainda em discussão extremamente embrionária.

O Quebrada Queer nasceu por acaso. O que era para ser apenas uma música acabou virando o nome do grupo composto por seis jovens da periferia, Murillo Zyess, Guigo, Harlley, Lucas Boombeat, Tchelo Gomez e Apuke estão na faixa dos 20 e poucos anos e vieram das mais diversas regiões de São Paulo: Parelheiros, Guarulhos, Jandira e Jardim Martins Silva.

O homossexual na cena rap não é novidade, mas ainda assusta muita gente, um grupo de rap só com gays não existe no Brasil e pelo o que pesquisamos em lugar nenhum. E nós provamos que conseguimos fazer um som e que isso não depende da nossa sexualidade.
Representamos muita gente: o negro, quem é da periferia, as mulheres. Não dá para agradar todo mundo. Para alguns gays, somos muito “heteros” [por não serem afeminados]. Para alguns heteros, somos muito gays. Queremos apenas mostrar o nosso som, exatamente do jeito que somos. Não queremos tentar pertencer ou agradar algum grupo. Edu Garcia/R7
o segundo clipe do grupo que foi feito em um dia e com orçamento baixíssimo, quase que inteiro de favor com os profissionais envolvidos. Pra quem duvidou foi feito no Castelinho da rua Apa, casarão famoso no centro de São Paulo e com fama de mal assombrado por causa de um crime que aconteceu em 1937. Hoje, funciona a ONG Clube de Mães do Brasil, com quem o Quebrada pretende fazer alguns trabalhos em conjunto.
Primeiro Cypher Gay do Brasil e América Latina!!

Quebrada Queer – Guigo | Murillo Zyess | Harlley | Lucas Boombeat | Tchelo Gomez. Rap Box
Veja também: Eju Orendive, Portal Rap Nacional, Xeque Monte, Catastrofe natural?, Território, A Terra a Gastar, O povo da caixa, Tribo de Jah – Mata Atlântica, A verdade pode estar no ovo, MC SOFFIA, Rap na esteira, Brô Mc´s

Parafraseando

 

 

 

 

 

 

 

 

A tecnologia é uma importante  ferramenta  de inclusão na educação,  principalmente para alunos que possuem dificuldades como é o caso da dislexia, sendo um transtorno genético hereditário, caracterizado pela dificuldade que a criança tem de ler e escrever, dificultando o aprendizado, os sinais de que a criança possui o transtorno aparece nos primeiros anos escolares, despertando uma atenção especial e redobrada,  em situação de maior fragilidade em relação às outras crianças, tanto em relação à autoestima, quanto a quadros depressivos e outras patologias que podem ocorrer com o aluno disléxico. CARLA  MOURA – Parafraseando

Enxergue mais: TEOREMA DE DEUSPalavras PerdidasNAARA BEAUTY DRINK!!!Doce, sweet vida.A MEDITAÇÃO E SEU CERÉBRODIA MUNDIAL DO ROCK (SÓ NO BRAZIL)EMVBE MY EYES APPMERCADÃOINSTANTLY AGELESS ™BBB POR ANTONIO BARRETOÍNDIO EDUCA,, VIDACELL®BATMAN – O LIVRO DOS MORTOSPIB???O BOM MOÇO DO BRASILColo quenteRESERVE™PICA PAU RETARDADO!!!