gente branca

Katu Mirim Instagram
@katumirim Instagram

Luteze-se: Levante indígena, , , Índio Educa, SÓ É ÍNDIO QUEM OPTA POR SER!, Eu voto em você!?!, Indio? No Brazil? Nunca existiu?!?, Pensar as Resistências, Aprender com os Povos Indígenas, Nascentes urbanas

Onde estão os humanos?!?

O Cacique Raoni Metuktire foi até a cidade de Sinop, no norte do estado do Mato Grosso, no sábado, 26/9, para fazer exames (acompanhamento devido à Covid-19) e se manifestou a respeito do discurso de Bolsonaro na Assembleia Geral da ONU, em 22/9. Mônica Nunes – conexão planeta

“Isso eu não aceito!”, declarou Raoni. “Ele diz no jornal que tá botando fogo no mato, na floresta. Isso é pura mentira. Por que? Quem está botando fogo são os próprios fazendeiros. Alguns fazendeiros estão prejudicando o mato. Garimpeiro tá prejudicando o mato, a natureza. Madeireiro tá prejudicando a natureza. Eles é que estão botando fogo na floresta”.

S.O.Z.e-se: Grafite na rua, Capivaras na faixa!?!, De que lado você esta?, Ta foda ser brazileiro!!!, Justiça de mierda

Era da Pilhagem

No quinto episódio desta série que traça a história da civilização humana, Andrew Marr mostra como a Europa foi da pirataria ao capitalismo.

A explosão do capitalismo global começou com Cristóvão Colombo tropeçando em toda a América enquanto procurava pela China. Enquanto a Europa se dividia em guerras religiosas após a Reforma, os espanhóis colonizaram o Novo Mundo e trouxeram de volta 10 trilhões de dólares em ouro e prata.

Mas foram os empresários bucaneiros holandeses e ingleses que inventaram o verdadeiro fazedor de dinheiro: empresas limitadas e a bolsa de valores. Disputavam o controle do comércio marítimo mundial de especiarias, peles e luxos como as tulipas. Nos 145 anos de 1492 a 1637, o capitalismo europeu nasceu e se espalhou pelo mundo. História Mundial com Andrew Marr

Extintor Humano!!

Apesar de representarem apenas 0,01% dos seres vivos do planeta, os humanos são responsáveis pela destruição de muitas espécies. Um estudo realizado por pesquisadores do Instituto de Ciência Weizmann, em Israel, e do Instituto de Tecnologia da Califórnia, nos Estados Unidos, revela, inclusive, que a espécie humana acabou com 83% dos mamíferos selvagens da Terra. Galileu

Publicada no periódico Proceedings of the National Academy of Sciences, a pesquisa compila os tipos de biomassa — matéria orgânica — dos reinos animais. “A análise revela uma visão holística da composição da biosfera e nos permite observar padrões de categorias taxonômicas e locais geográficos”, escrevem os cientistas.

Um estudo realizado por pesquisadores do Instituto de Ciência Weizmann, em Israel, e do Instituto de Tecnologia da Califórnia, nos Estados Unidos, revela que a espécie humana já acabou com 83% dos mamíferos selvagens da Terra.

E outros milhares de espécies de seres vivos correm risco. Das 93.577 espécies registradas pela Lista Vermelha, da União Internacional para a Conservação da Natureza (IUCN, na sigla em inglês), 26.197 sofrem ameaça de serem extintas.

O Ministério do Meio Ambiente no Brasil lançou no ano passado a Estratégia Nacional para Conservação de Espécies Ameaçadas de Extinção. O projeto prevê que, a partir da identificação de oportunidades e priorização de ações, todas as espécies ameaçadas de extinção estejam sob alguma medida de conservação até 2022. O projeto contou com uma doação de US$ 13.435.000 (R$ 51.698.141) do Fundo Mundial para o Meio Ambiente (GEF, sigla em inglês para Global Environment Facility Trust Fund). Observatório do Terceiro Setor

Ron Milo, professor do Instituto Weizmann de Ciência em Israel e líder do estudo, teria dito ao The Guardian:

“Espero que isso dê às pessoas uma perspectiva sobre o papel muito dominante que a humanidade desempenha agora na Terra.”

Fez questão de acrescentar que ele tem comido menos carne em um esforço para evitar contribuir para a dependência da pecuária de nosso atual sistema alimentar global, este simples passo pode beneficiar seriamente nosso único planeta – estudos mostraram que mudar para uma dieta baseada em vegetais pode reduzir sua pegada de carbono pela metade e economizar 162.486 galões de água a cada ano. Fonte: One Green Planet, in Veganos Brasil

MUDE CONCEITOS, VOCÊ PODE E DEVE:Existe Água em SP, PHOTOSHOP CC 2018 E MAQUETE ELETRÔNICA 3DS MAX 2018 E VRAY: FREE, Um grande contador de histórias, Quando será anova crise hídrica?!?, ÍNDIOS, POEMA, POESIA E SONETO, GHOST WRITER, NAARA BEAUTY DRINK!!, HUNGU, INICIE UM ABAIXO-ASSINADO, BURGUESIA (VERSION ME),INSTANTLY AGELESS ™, SEDE PASSANTES

Editado via celular.

Bandeirantes Modernos

Os sertanistas do Brasil Colonial, denominados bandeirantes, a partir do início do século XVI, penetraram nos sertões brasileiros em busca de riquezas minerais, sobretudo a prata, abundante na América espanhola, indígenas para escravização ou extermínio de quilombos.
A maioria dos bandeirantes eram formados por índios (escravos e aliados), caboclos (mestiços de índio com branco) e alguns brancos, que eram os capitães das bandeiras. (Wikipédia)

Veja também: Xeque Monte, A verdade pode estar no ovo, 35 verdades ditas sobre o Brasil, pelos olhos de um Turista, BBB por Antonio Barreto, Empoderamento dos recursos, Trator, Miniusina de energia, Porquê eu quis?, Saudação ao Sol, Ignorância e sucesso?, Quem paga o Carnaval!